quarta-feira, maio 12, 2021

Gripen para o Brasil

Array

AMX podem combater no Afeganistão

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

amx-italianos-na-green-flag-foto-ami

A Força Aérea da Itália acaba de finalizar uma campanha de qualificação de quatro semanas com seus caças AMX. Oficialmente não foram informados os motivos destes preparativos tão intensos, mas especula-se que o objetivo seja enviá-los para o front afegão, onde tropas da OTAN combatem guerrilheiros do Talebã.

Dez AMX modernizados para o padrão ACOL participaram recentemente do exercício “Green Flag West” nos EUA. Depois do “Green Flag West”, os caças italianos seguiram para o exercício “Red Flag”, que termina no próximo dia 4 de setembro, onde puderam operar da mesma forma que as forças da OTAN atuam no Afeganistão. Naquela opotunidade dois AMX lançaram quatro bombas GBU-12 Lizard guiadas por laser contra alvos designados pelo UAV Predator B.

O padrão de modernização ACOL inclui modificações no sistema de guiagem de armas por GPS, inclusão do ‘pod’ de reconhecimento Rafael Reccelite, painel compatível com óculos de visão noturna e novos equipamentos de navegação e identificação.

O programa de modernização deve estar completo no final deste ano. Porém, a frota de AMX italianos continua ameaçada por cortes e eventuais aposentadorias prematuras.

FONTE: Flightglobal

NOTA do BLOG: embora o texto dê a entender que os lançamentos das bombas GBU-12 Lizard (guiadas a laser por meio de designadores dos Predator) foi realizado na Red Flag, segundo a Força Aérea Italiana os lançamentos foram realizados na Green Flag. Clique nos diversos links do texto para acessar matérias complementares, já publicadas sobre o assunto.

- Advertisement -

18 Comments

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RL

A modernização da FAB é compátivel com a realizada nos AMX italianos ACOL?

Fernando_MG

Se os A-1 italianos forem aposentados, talvez, não seria uma boa idéia comprar esses caças italianos por um bom preço? Aumentar nossos esquadrões de ataque, com a instalação desses novos esquadrões no norte do país, com equipamento conhecido e linhas de suprimentos nacionais, talvez transformar alguns biplaces (italianos) em jatos de treinamento avançado, como nova aviônica em substituição dos xavantes.

Mauro dias

Só resta saber , combater quem , e o que.
Mais alguns para ficar jogando munição a esmo.
Outro dia estava pensando nisso, Fernando , se um outro lote de amx seria viável, para substituir parte da conversão feitas por xavantes
Os amx italianos têm alcance menor, e não têm sonda de reabastecimento.Inclusive seus canhões são de 20 mm.
Talvez transforma-los para guerra eletrônica , ou ataque naval, quem sabe.
Eu li que a modernização desses, ficaria em um padrão um pouco menor do que aos nossos.

Fernando_MG

É verdade Mauro, os Amx italianos tem algumas diferenças em seus equipamentos. Talvez não fosse lá muito boa idéia afinal de contas. O custo de colocar todos no mesmo padrão, enfim. Na verdade pensei nisso por causa das confusões do Chapolim lá pelos lados do norte. Um esquadrão de prontidão bem lá do lado, com certeza ia desencorajar umas idéias bestas.

Edmar

Caro Amigo RL e Amigos do Blog.:

O que eu ouvi dizer sobre a modernização dos 43 aviões de ataque “AMX A-1” da FAB e que possivelmente estes aviões tenham o mesmo padrão ou até pode ser que tenha uma ligeira vantagem sobre os “AMX ACOL” Italianos.

Abraços.

Edmar

Caros Amigos.:

O Brasil possui um total de 53 Aviões de ataque “AMX A-1”. Acho em minha modesta opnião que se o Brasil comprasse pelo menos mais 7 aviões “AMX” da Italia para formar um total de 60 unidades.

Nós tendo um total de 60 aviões “AMX A-1” poderiamos passar eles para o padrão “AMX A-1M”. Ai a FAB teria 60 aviões de ataque com modernos equipamentos e poderia formar 5 esquadrões de 12 unidades cada.

Abraços.

Edmar

Caros Amigos.:

Outra coisa também que eu ouvi falar é que os 12 aviões de ataque “AF1 A-4” da Marinha que serão modernizados, vão ter o mesmo padrão e o mesmo sistema dos novos “AMX A-1M” da FAB.
Ou seja, por fora são diferentes, mas por dentro dos avionicos serão iguaizinhos, semelhantes.

Ambos vão carregar mísseis ar-ar na ponta das asas para poder se defenderem.

Abraços.

Marcelo Tadeu

Dos 53 A-1, 43 serão modernizados. Isto é o que a FAB disse, pois, estes aviões serão o segundo tipo a ser substituído pelo F-X2, depois do M2000.

Edmar

Caro Amigo Marcelo Tadeu.:

Os “AMX A-1” terão sua vida útil até 2020 a 2022.
Os 12 caças “Mirage F-2000” serão os primeiros a serem substituidos pelos 36 aviões vencedores do FX2.

Por enquanto a FAB tem uma previsão para operar 36 caças do FX2 + 48 caças “F-5M” no total de suas modernizações + 43 aviões “AMX A-1”.

Abraço ao Amigo.

Erikson

Como assim não tem sonda de reabastecimento Mauro, e os da foto acima.

Edmar

Caro Amigo Erikson e amigos do blog.:

O “AMX A-1” possui sim sonda para reabastecimento em pleno voo.

Vale lembrar que os “AMX A-1M” depois de modernizados vai poder disparar mísseis ar-ar da ponta das asas.
Possivelmente poderão ser os mísseis “Piranha”, “Python IV” ou “A-Darter”.

Abraços.

Mauro dias

Edmar ,os AMX italianos é que não possuem.
Abraços

Leandro

Caros só lembrando que o AMX italiano tem sonda de reabastecimento sim, como pode ver na foto do blog.

Francisco AMX

Na minha opinião, se vamos mesmo modernizar este caça, deveríamos comprar todas a células italianas para complementar e ser fonte de peças e partes para os nossos.
E o canhão vULCAN 20MM do AMX é o melhor para auto-defesa!

GUPPY

Não seria mais interessante aumentarmos a compra dos novos aviões(o vencedor do FX-2) ao invés de ficarmos querendo aumentar efetivos de um avião cujo projeto é mais antigo? Eu, particularmente, gosto muito do AMX, mas…

José

Senhores, gostaria muito de ver os AMX voando e todos modernizados.
Este avião gasta pouco e se pelo menos os 53 AMX fossem modernizados, poderiamos manter até 2025.
Senhores, os futuros AMX modernizados vão poder lançar mísseis ar-ar da ponta das asas, além de que senhores, poderão também lançar bombas guiadas a laser.

José

Senhores, vale lembrar que o Presidente Lula também comprou Blindados para o Exército.

Edmar

Caros Amigos.:

Alguém sabe dizer se todos os “AMX A-1” já foram modernizados?
Sei que eles vão ganhar um sistema igual ao do F-5M, mas sera que eles vão poder lançar mísseis “ar-ar Derby”?

Abraços.

Reportagens especiais

John Boyd, o piloto de caça que mudou a arte do combate aéreo – parte 2

Depois de desenvolver a Teoria E-M, o próximo objetivo de Boyd foi comparar os caças americanos com seus rivais...
- Advertisement -
- Advertisement -