sexta-feira, outubro 22, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer lança hoje a primeira pedra da unidade de Évora

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A primeira pedra do novo centro da construtora de aviões brasileira Embraer é hoje lançada, numa cerimónia com a presença do primeiro-ministro que marca o arranque de um projecto que prevê criar 570 postos de trabalho.

Com um investimento inicial de 148 milhões de euros, a empresa brasileira pretende instalar duas fábricas no parque industrial aeronáutico de Évora, uma delas de estruturas metálicas (asas) e outra para produzir materiais compósitos (caudas), sendo que as unidades serão dedicadas inicialmente ao suporte logístico de jactos executivos.

“Houve muita gente que duvidou e quase que se atreveu a querer gozar com a possibilidade de concretização deste projecto”, disse no sábado o presidente da Câmara Municipal de Évora, José Ernesto Oliveira, em declarações à agência Lusa.

FONTE: Agência Lusa

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Lucas Calabrio

Prezados
Mais uma base da Embraer e expandindo o poder aeronáutico brasileiro e confirmando a e sua competência.
Sucessos

Patriota

Primeiro a Embraer demite milhares de brasileiros com a desculpa
da crise e agora constroe um parque aeronautico em Portugal
onde vai gastar um absurdo em mão de obra.

A embraer pouco se importa com o povo brasileiro , o mais revoltante é que esta será a grande beneficiada com o FX2 ou
seja o contribuinte brasileiro gasta bilhões de dolares para
beneficiar uma empresa que o demite para contratar gringos.

viva o FX2 sem a Embraer !

gil

As decisões empresariais não podem pautar-se por ideologias nem romantismos. A visão estratégica e pragmatica é a que tem que prevalecer….É por isto que que a EMBRAER deu certo, especialmente depois que quase faliu (por causa de ideologias políticas erráticas e não de objetividade e inteligencia de mercado). Empresas privadas tem que dar resultado e não virar “tetas de vacas”. Se o BNDES não quiser apoiar, aí sim os “gringos” vão dar risadas e a BOMBARDIER vai agradecer!!!!rsrsr As Plantas nos USA (Miami) e Europa(Évora)serão estratégicas para o sucesso dos novos produtos da linha executiva naqueles importantes mercados, contribuirão para… Read more »

Lucas Calabrio

Prezado Patriota
A fábrica esta planejada e construida antes da crise e do 4000 desempregados.
Os eborense estão festejando com muita propriedade e com os patrícios só temos a ganhar.
Mercado europeu
sds

Lucas Calabrio

Em tempo
Quando uma fábrica pretende se instalar fora de seus dominio existe uma disputa entre países e depois disso vem uma outra disputa que é entre estado, provincia ou seja lá o que for.Relembrando o caso da Ford que foi uma guerra fiscal terrível. Isso é concorrência e não significa necessariamente prejuízo ao Brasil.
Abraço

José

Ultima notícia!!! Foi divulgado agora pouco nos EUA o modelo oferecido para o Brasil de um caça “Stealth”, o “F-5 Silent Tiger”. Apenas EUA e Brasil vão operar este avião e terá transferencia de 100% de tecnologia. O programa FX2 acaba de ser cancelado e já está sendo efetuado o ..FX2 1/3 ultra.. que será disputado pelo ‘America F-5 Silent Tiger’, pelo ‘Francês Mirage F-2000 do f…. da p… do jornalista da Folha de SP’ e pelo Sueco Saab Draken. Segundo a emprensa brasileira a FAB, a Marinha e o Exército não podem ter armas de alta tecnologia, pois iria… Read more »

Lucas Calabrio

Prezado José
Por incrível que pareça se os americanos passassem desde a construção a parte química, avionica, isto seria muito interessante, pois seria o domínio completo do processo e ainda por cima solucionaria o desconhecimento por parte da Embraer com relação a tecnologia supersônica.
Abraço

Lucas Calabrio

Prezados
Mais uma base da Embraer e expandindo o poder aeronáutico brasileiro e confirmando a e sua competência.
Sucessos

Patriota

Primeiro a Embraer demite milhares de brasileiros com a desculpa
da crise e agora constroe um parque aeronautico em Portugal
onde vai gastar um absurdo em mão de obra.

A embraer pouco se importa com o povo brasileiro , o mais revoltante é que esta será a grande beneficiada com o FX2 ou
seja o contribuinte brasileiro gasta bilhões de dolares para
beneficiar uma empresa que o demite para contratar gringos.

viva o FX2 sem a Embraer !

gil

As decisões empresariais não podem pautar-se por ideologias nem romantismos. A visão estratégica e pragmatica é a que tem que prevalecer….É por isto que que a EMBRAER deu certo, especialmente depois que quase faliu (por causa de ideologias políticas erráticas e não de objetividade e inteligencia de mercado). Empresas privadas tem que dar resultado e não virar “tetas de vacas”. Se o BNDES não quiser apoiar, aí sim os “gringos” vão dar risadas e a BOMBARDIER vai agradecer!!!!rsrsr As Plantas nos USA (Miami) e Europa(Évora)serão estratégicas para o sucesso dos novos produtos da linha executiva naqueles importantes mercados, contribuirão para… Read more »

Lucas Calabrio

Prezado Patriota
A fábrica esta planejada e construida antes da crise e do 4000 desempregados.
Os eborense estão festejando com muita propriedade e com os patrícios só temos a ganhar.
Mercado europeu
sds

Lucas Calabrio

Em tempo
Quando uma fábrica pretende se instalar fora de seus dominio existe uma disputa entre países e depois disso vem uma outra disputa que é entre estado, provincia ou seja lá o que for.Relembrando o caso da Ford que foi uma guerra fiscal terrível. Isso é concorrência e não significa necessariamente prejuízo ao Brasil.
Abraço

José

Ultima notícia!!! Foi divulgado agora pouco nos EUA o modelo oferecido para o Brasil de um caça “Stealth”, o “F-5 Silent Tiger”. Apenas EUA e Brasil vão operar este avião e terá transferencia de 100% de tecnologia. O programa FX2 acaba de ser cancelado e já está sendo efetuado o ..FX2 1/3 ultra.. que será disputado pelo ‘America F-5 Silent Tiger’, pelo ‘Francês Mirage F-2000 do f…. da p… do jornalista da Folha de SP’ e pelo Sueco Saab Draken. Segundo a emprensa brasileira a FAB, a Marinha e o Exército não podem ter armas de alta tecnologia, pois iria… Read more »

Lucas Calabrio

Prezado José
Por incrível que pareça se os americanos passassem desde a construção a parte química, avionica, isto seria muito interessante, pois seria o domínio completo do processo e ainda por cima solucionaria o desconhecimento por parte da Embraer com relação a tecnologia supersônica.
Abraço

Últimas Notícias

Assista ao primeiro episódio da websérie Colaboração Real 4

Estreou hoje o primeiro episódio da quarta temporada da websérie Colaboração Real no canal do YouTube da Saab do...
- Advertisement -
- Advertisement -