sexta-feira, abril 16, 2021

Gripen para o Brasil

Array

F-X2: Daqui para frente decisão será política

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Igor Gielow

vinheta-clippingEnquanto Nelson Jobim curte suas férias na Europa, no Ministério da Defesa há uma caveira de burro monumental enterrada à sua espera. Trata-se da decisão sobre a compra dos novos caças para a Força Aérea Brasileira.

Na hipótese de a FAB selecionar o preferido de Jobim, o francês Dassault Rafale, o ministro passará um bom tempo explicando os motivos da escolha. Ele terá argumentos, mas o questionamento é certo. Se os militares forem de Gripen (Saab sueca) ou Super Hornet (Boeing americana), o abacaxi será mais espinhoso. Jobim terá de acatar algo contra o que trabalhou até aqui, que é uma parceria em todas as áreas com a França, ou então irá bater de frente com os brigadeiros e forçar a escolha pelo Rafale.

Seja qual for o cenário, é saudável a visibilidade sobre uma disputa de no mínimo uns R$ 4 bilhões -provavelmente muito mais. Em qualquer lugar do mundo, compra militar é coberta por um véu de segredo. Natural: é a segurança do país em jogo. Mas mesmo isso precisa de escrutínio público, e até aqui a FAB fez um trabalho transparente nas etapas de sua seleção. Só que agora é a hora da política, e dos pequenos ou grandes detalhes da negociação.

A revelação de que a Dassault pagou para uma comitiva de deputados passear em Paris e ouvir sobre as virtudes do Rafale é desses detalhes. Num país sério, seria um dos grandes, e os deputados teriam de se explicar. Eles não decidem nada agora, mas será o Congresso que terá de aprovar o orçamento da FAB e os prováveis créditos extraordinários para pagar a fatura a seguir. Mas aqui é o Brasil, “pas sérieux”, como não teria dito De Gaulle. Temos de ouvir o presidente da Câmara falar em “lobby elegante e saudável”. Cabe perguntar o grau de refinamento dos próximos detalhes que podem emergir. E como os afetados irão reagir.

FONTE: Folha de São Paulo

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Lucas Calabrio

Prezados
Será o vencedor que tiver o melhor conjunto da obra (TT, melhor logística e suporte,integração de armamentos e etc) e não somente o vetor em si.
sds

007

Lucas ai que vc se engana sera quem tiver maior looby

os franceses na minha humilde opinião fizeram isso comm os subs Scorpène nem mesmo eles usam esse sub e nem me venham falar q a compra seria pelo casco do sub nuclear por que varios estudos ,,que li na net tratam que nosso reator nuclear nao cabe no casco nem dos Scorpène nem dos barracuadas quem esta por tras desta compra e a Odebrecht

latino

Nelson Jobim ta puxando a sardinha pro lado dos franceses

por que sera ?

Cantarelli

latino deve ser por isso: very very money pro bolso dele

Angelo Nicolaci

latino

existe um recurso quando se participa de licitações que usam pra “agradar” membros chave da licitadora,e numa concorrencia dessas é coisa de Milhões.

André

Não concordo com a reportagem da Folha , considero de grande valia a viagem dos deputados a França. Acho um tanto ingenuo pensar que não exista Lobby, em paises ricos ou pobres, ou a onde for. Então é melhor dizer que foram por que a Dassault pagou e pronto.Se a Boing quiser fazer o mesmo ou a SAAB, otimo quanto maior o conhecimento dos nossos politicos melhor. Pelo menos sabemos que foram com dinheiro dos outros.

Harry

Caros, O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), e outros sete deputados federais visitaram Paris a convite do governo francês ” Há eles não decidem como alguns diseram. Mas podem embargar a compra e com certeza a opinião a favor faz sim diferença. São os amigos dos meus amigos. Da vergonha de ver uma franqueza tão escancarada como a dos francese, a certeza da falta de indignação do povo brasileiro, para mim esta dizendo ” é o que voces são CORRUPTOS, uns lesa pátria, Voces não sabem o sentido honra”. Pra que dirfarçar. Não da para esquecer o que foi… Read more »

Baschera

Escolham quem quiserem.
Vão cair de pau em cima mesmo.
Viúvas, lobistas e todo o tipo de interesses contrariados ou frustrados se manifestarão.
Sempre disse que a escolha final seria política, mas no entanto, deveria ser majoritariamente técnica, afinal quem vai operar é a FAB.
Aliás, eu mudaria os membros do CND, muitos, como os políticos por exemplo, eu jogaria no mar. Deveria ser formado por estudiosos, estrategistas e militares somente. Todos de ilibada e irretocável reputação acadêmica ou profissional.

Sds.

Harry

Caro,
Lucas Calabrio o que disessete sobre Educação e a Dilma Russefe concordo contigo em 100%.
Posso ter polemizado, só.
Vai ai minhas desculpas.
Abração

Fernando

Excluido o SH 18,
não tenho uma preferência definada por Gripen ou Rafale, ambos
tem seus inconvenientes do ponto de vista da dependência tecnologica.
Se der
Rafale ficaremos excessivamente
dependentes dos franceses em várias áreas, se
der gripen, tem o lance da tecnologia norte-americana embarcada do
caça…

Agora,com certeza pelo menos um modelo do Gripen já emplacou sucesso
aqui no Brasil:

O “Gripen H1N1”

Brincadeiras a parte, acho que o
pessoal está fazendo “já ganhou” em cima do Rafale muito cedo, porque
acho que o “Gripen NG” não está morto nesta disputa não…

Harry

Caro Andre, o que MENOS interessa a esses politicos estando na França é conhecimento tecnico de um caça e sim fazer compras frequentar restaurantes….
Os senadores francese vinheRAm ao Brasil por que querem vender, de resto,
O que eles pensam é que aqui não tem cultura suficiente para perder seus preciosos tempo.
Lobby eu até entendo, mas tem limites, regras, até mesmo na França e EUA.Abs

Giovani

Que o Jobim prefere o Rafale todo mundo sabe, e acredito que o Rafale não seja consenso na FAB tmb, alguns devem referir o Gripem ou o F-18. De Qualquer forma seja qual for a decisão vai gerar criticas dos contrariados, é dificil agradar a Gregos e troianos.
Em lugar nenhum no mundo as decisões são 100% dos Militares.

Wolfpack

Está montado o circo para polêmica no caso de vitória do Rafale. Não foi bom negócio para os Franceses terem jogado tão claro e mostrado ao mundo como eles consideram o Brasil. País de corruptos e como tal não se preocupam com o que irão pensar deste aldo do Atlântico ou daquele lado. Os franceses venderam usinas nucleares a Muamar Kadafi da Líbia. O que esperar? Só que esta estratégia pode tirar o Rafale da jogada, pode minar as chances do melhor dos três vetores na concorrência do FX2. Quando se mistura política, candumblé time de futebol e champagne dá… Read more »

André Castro

Será que essas compras de equipamentos e bélicos que o Brasil esta fazendo pode respingar na campanha eleitoral do ano que vem ?Conheço muita gente que acha que O F-5 é de ultima geração e que O F-X2 é desperdício de dinheiro ,para quem não tem interesse sobre o assunto ,ou seja quase toda a população brasileira isso vai ser prato cheio. Esta semana por exemplo vi na horário eleitoral do PSTU dizendo para as tropas brasileiras saírem do Haiti ,so que falaram de um geito que deu a entender que o Brasil invadio o Haiti e que esta la… Read more »

Harry

Caro, André ” respingar na campanha eleitoral do ano que vem ? “.
A única coisa que vai respingar no Brasil é o Champanhe
da taça do franceses.
He,He.

Pegasus

Seja como for, ganhe quem ganhar, espero que o Brasil aprenda a lição e desenvolva a industria nacional de vetores, tanto militares como civis, é um mercado de bilhões e podemos começar com turbinas nacionais;o mercado de turbinas é um dos mais rentaveis do mundo e tambem o desenvolvimento de radares nacionais competitivos seria a cereja do bolo.
Venha quem vier , temos que ter em mento o desenvolvimento de tecnologia nacionais competitivas.

X-nobe

Contanto que não der o iPode voador o Gripen NG, por mim pode ser qualquer um dos outros dois concorrentes.

COMANDANTE MELK

Senhores,

vocês estão fazendo exatamente oque esse bando de xilófagos da imprensa com intereses escusos querem, não dêem eco a infâmia dessas pessoas…

Harry

Caro, COMANDANTE MELK, Ter medo de jornalista que se vende! nem pensar, tenho opinião certo ou errada.
Além disso.
Imprensa escrita já era, agora é internet, agora é BlogNaval, He, He, He,
Abs

Robson Br

Neste ponto a MB foi mais profissional. Não abriu muito a disputa e saiu ganhando. Falar que os IKLs são melhores que os Scorpene todo mundo fala, mas a MB nunca deixou público o que ocorreu durante a construção dos U-209 por aqui. A disputa pelas escolta já está ocorrendo e quando for anunciada não vai ter muito trauma. O FX desde o início teve mais caráter político do que técnico. Se a FAB resolver peitar agora, os brigadeiros sairão perdendo, pois não conseguirar levar o processo somente internamente. Todo mundo sabe que os tres caças atendem e que o… Read more »

Ulisses

Me digam uma decisão militar que não involva política?

Hornet

Só um detalhe para ajudar a entender o sentido do artigo. Nos EUA, por exemplo, o Lobby é regulamentado por lei. Ou seja, o Lobby é um prática regular. A rigor, Lobby significa pressão política e está dentro das regras democráticas e da política institucional. No Brasil, Lobby virou sinônimo de corrupção (não sem total razão, diga-se de passagem). Mas precisamos diferenciar o que seria Lobby (pressão por parte de alguém ou de um grupo) de corrupção. Neste sentido, quando o artigo diz: “Num país sério, seria um dos grandes, e os deputados teriam de se explicar.” O artigo exclui… Read more »

Sonic Wings

Senhores, há de se diferenciar visita tecnica de participação em banquetes e festinhas patrocinadas por estas empresas e o que é pior, sendo realizado as vesperas da escolha, o que é muito sério. Por que vcs acham que não se pode fazer propaganda eleitoral as vesperas de uma eleiçao? Pra nao influenciar votos, claro. E é o que ocorreu infelizmente, um “lobbyzão e podre” contra o Brasil.

Que pode manchar inclusive uma justa escolha do caça RAFALE.

Abraços,

Hornet

ainda sobre este assunto (leiam abaixo): “Concorrência Até a primeira semana de agosto, um parecer da Aeronáutica será arbitrado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem caberá a decisão sobre a renovação da frota da FAB, com a compra dos 36 novos caças. O presidente do IHEDN, Olivier Darrason, reconheceu o “lobby”, que prefere chamar de “promoção”. “Não usaria a expressão lobby. Quisemos mostrar que temos tecnologia de alta qualidade e autonomia para realizar a total transferência de conhecimento”, afirmou. “Fizemos a promoção dos equipamentos militares franceses, propondo a comparação.” Darrason lembrou que seus concorrentes também realizaram sessões… Read more »

Wellington Góes

Assino em baixo do que o Baschera, Robson BR e Honet disseram!!!

Mauricio R.

“Em lugar nenhum no mundo as decisões são 100% dos Militares.”

Não quer decidir, crie uma comissão!!!

Que Lula nada e Jobim menos ainda, prá que CDN, quem tem que decidir é a comissão de avaliação da FAB, o resto é somente chancela.

kaleu

Amigos, Se realmente ficaram só bi-reatores, me ocorre que a eliminação do Gripen NG, se explica pelos prazos estipulados pelo GPF-X2, 2.014, não há como os Suécos garantirem que o vetor estará pronto e operacional neste prazo … e não poderíamos por em risco a defesa do país … porém nada impede que o Brasil permaneça no projeto de desenvolvimento conjunto com a SAAB, adquirindo capacitação para desenvolvimento de um caça de alta performance “Made-in-Brazil”. Se for isso, a decisão pelo SH se explica, pois, a TT necessária seria sobretudo para manutenção independente e integração de armas o que os… Read more »

kaleu

Amigos,

O que acham do Super-hornet ? … pergunto inclusive para os amigos que acham que sua tecnologia e design são ultrapassados …

http://www.youtube.com/watch?v=f85qHZqKwlQ

abraços
Kaleu

Wolfpack

O entendimento de lobby por nossos políticos é bem diferente do entendimento de lobby pelos americanos. Existe um limite e acho que os Franceses cruzaram este limite oferecendo viagem e estadia a não um, mas vários deputados. Isso ai não é lobby é formação de quadrilha e deveria ser vetado pelo conselho de ética de congresso. Eu trabalho em um multinacional onde a regra para recebimento de presentes é clara. Até 50 reais pode, acima disso não e deve ser notificado seu superior… Eu acho que uma viagem a Paris paga e com estadia e coquitel e coisa e tal…… Read more »

Harry

Caros, alguma duvida, que vai ser o Rafale?.
Por acaso voces acreditam que:
Lula vai passar por mentiroso.
Jobim mais uma vez vai ter que dar uma de ninja.
Abs

Harry

Compra agora é com os civis, aos militares basta operar o recado esta dado.
Abs.

Harry

Caros, enquanto isso a PF compra VANT Israelense em detrimento dos nacionais que já existem e dos que estão em desenvolvimento.
Cade o tal apoio a industria belica nacional (constante na END).
Abs

Mauricio R.

“Caros, enquanto isso a PF compra VANT Israelense em detrimento dos nacionais que já existem e dos que estão em desenvolvimento.”

-Não há UAV nacional do tipo que a PF está avaliando.

Aliás não é obrigação das FFAA e nem da PF adquirir algo que a industria nacional fabrique, é mister adquirir aquilo que atenda as necessidades estabelecidas.

Se a industria nacional não fabrica qq que seja o motivo, há no planeta alguem que o faça.

Getulio - São Paulo

Não dá para negar que o único caça para força aerea em jogo é o Rafale. O F-18 é um caça de superioridade aerea e ataque naval, ou seja defesa de frota naval, melhor de super porta aviões. O gripen ng é projeto. Portanto, se a escolha for realmente o Rafale, a escolha é lógica e atenderá a FAB. Como não estamos comprando um caça como o F-35, este sim, topo de linha na guerra futura, daqui a dez anos, não haverá rival para ele e o F-22. comprado o caça do FX-2, devemos abrir o FX-3 e comprar o… Read more »

Mauricio R.

“Compra agora é com os civis, aos militares basta operar o recado esta dado.”

Nem na Russia ou na China PRC é assim. Então a AGU vai ter mto trabalho em breve.
Ou pelo menos enquanto o PT estiver no poder.

Getulio - São Paulo

Moral da história:

“É MELHOR TER DOZE CAÇAS RAFALE NA MÃO DO QUE CEM CAÇAS TOPO DE LINHA VOANDO EM NOSSOS SONHOS”

Alecsander

Qualquer um dos três que vier pra mim esta bom, porem previro o Rafale.

Kaleu

Muito legal o video que você indicol.

Abraços.

Patriota

Os brigadeiros deverão aceitar a decisão do MD independentemente
se a escolha contrariar a vontade destes , se o CDN optar por exemplo pelo Rafale vai ser Rafale e acabou.

kaleu

Certamente o F-18 super hornet é caça moderno e de bom desempenho a prova disso é que este chegou a final do FX2 mesmo tendo restrições quanto a transferencia de tecnologia ,não podemos confundir o
super hornet com o Hornet .

Abraços a todos

WAR

Ulisses em 18 jul, 2009 às 17:18 “Me digam uma decisão militar que não involva política?” Nada mais sábio. O que precisamos é escolher (e fiscalizar, cobrar de todas as formas) bons, competentes e honestos políticos. Nada existe sem política neste mundo. Militares são técnicos (e muito bons, por aqui, diga-se de passagem). Tem que opinar tecnicamente e deixar para os bons políticos (não é ilusão) decidirem. Exemplos de decisões políticas na guerra: – Na WW2, ocidentais não tomaram Berlim pois já tinham acertado com Stálin (Ike e, principalmente Montgomery e Paton chiaram horrores). Se tomassem, seriam empurrados de volta… Read more »

Marco Antonio Lins

Apenas um comentario.

No momento que vc escolhe representantes de varios partidos politicos se dar demonstração de transparencia.Como se disse-se,
venham vêr se estamos mentindo!..Este é o unico que nos dar transferencia total.Agora eu pergunto! Algum pais faz uma compra como esta sem aprovação dos parlamentares? Nos USA tem que passar no Congresso!…Ate vender a outros paises.Vamos torcer para que tudo de certo. Qualquer que seja o pais.Entre os tres o mais atualizado em tecnologia é o Rafale.

Hornet

Marco Antonio Lins,

não tinha pensado por esse ângulo que vc comentou.

como se dissessem: “venham vêr se estamos mentindo”.

O que vc disse faz muito sentido, pois como vc bem lembrou, foram vários deputados e de vários partidos diferentes, tanto da oposição como da situação. Pode ser visto como um gesto de transparência e confiança mútua, sim. Concordo.

abração

Felipe Cps

Kaleu, fantástico o vídeo do F-18. Trata-se de uma verdadeira máquina de guerra mesmo. Um verdadeiro matador de MIGs e Sukhois! _________________ Senhores, sempre disse que preferia o projeto Gripen NG a qualquer outro, principalmente por causa do preço, da TT irrestrita e da possibilidade de desenvolver o caça em conjunto, com a FAB impondo seus requisitos e apondo seus conhecimentos. Mas apesar de saber que nem americanos nem franceses são confiáveis, aceitaria de bom grado o F/A-18E, ou o Dassault Rafale F3, se a escolha fosse feita com base em critérios objetivos, especialmente eleitos pela FAB (os técnicos) e… Read more »

Hornet

Ah! Tá!…agora começo a entender melhor tanto as notícias dos últimos dias da Folha de SP e de O Globo, como a (re)ação da França…o problema são os submarinos… Guerra de bastidores entre Alemanha/EUA X França… Saiu no Correio Brasiliense: “Brasília-DF :: Luiz Carlos Azedo Batalha submarina O ministro da Defesa, Nelson Jobim (PMDB), participa hoje das comemorações da Queda da Bastilha (1789), data de aniversário da Revolução Francesa, com uma tropa de elite: o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP); e os líderes do PT, Cândido Vaccarezza (SP); do PSDB, José Aníbal (SP); e do DEM, Ronaldo Caiado (GO).… Read more »

Hornet

E parece que O Globo e a Folha de SP apóiam o lobby pró-Alemanha/EUA…ou melhor, fazem parte deste lobby e pelo visto já faz tempo, basta lembrar de alguns artigos da Folha, do ano passado, onde “especialistas” afirmaram várias vezes que a melhor parceria seria com os EUA, que a parceria com a França era um erro e tal…a Suécia para a Folha nem existe no mapa…(mas nas últimas matérias de o Globo e da Folha, no quesito submarinos, esses jornais só não foram mais explícitas ao lobby pró-Alemanha/(EUA) por falta de espaço..hehehe) como eu disse certa vez…não tem ninguém… Read more »

Hornet

e só pra concluir… fiquei com a impressão, com essa história de guerra dos lobbies, que tem muitos países por aí (não vou citar nomes, porque posso caluniar algum injustamente) que não estão nem um pouco contentes com essa nossa decisão de levar adiante a construção do nosso sub nuc. Pois um sub nuc, mais que uma arma de guerra, é uma arma política estratégica, que muda um pouco os pesos e as medidas nas relações internacionais. Toda esta discussão na imprensa, envolvendo os subs, pra mim vai além do mero aspecto comercial e financeiro envolvendo os subs…sei não… Mais… Read more »

João

Tentando responder as questões levantadas pelo Felipe acima… Se formos analisar apenas critérios técnicos, considero tanto o SH como o NG adversários extremamente fracos pro Rafale. O 1º, porque já possui uma célula bem defasada. O 2º, porque não passa de um projeto e a hora que deixar de ser um projeto, aí sim, pode se pensar em aquisição. Só que ambas as escolhas sofrem restrições americanas, o que já denota que o processo eliminatório não foi dos mais consensuais. Se fosse pra escolher candidatos fortes, porque não o Eurofighter e o Sukhoi? Será que não está claro que o… Read more »

kaleu

Srs. Bom Dia !! Como todos os amigos aqui deste espeço, tenho minha preferência entre as 3 escolhas e já externei isso diversas vezes … e, sempre elogiei a condução ilibada, técnica e transparente que a FAB, MD e GPF-X2 impuseram desde o início deste processo, a ponto, de confiar em que, qualquer dos escolhidos, certamente é o MELHOR para o Brasil, independente do que eu penso … O episódio do lobby francês, com a presença de membros do CND (às vesperas da votação) e MinDef (NJ), foi o capitulo mais obscuro do processo, não há justificativas senhores, isso não… Read more »

kaleu

Temo a tendência de taxar como “desonestos” orgãos de imprensa que discordam de nossas crenças …

O que sugerem? vamos fechar “O Globo” e a “Veja” como fez o Chaves com sua imprensa ?

abraços
Kaleu

kaleu

Temos a tendência de “fechar os olhos” de “justificar o injustificável” quando as desonestidades e falcatruas estão em sintonia com nossas crenças e escolhas … lamentável !

abraços
Kaleu

Hornet

Kaleu, não disse que se justificava e nem nada disso. Disse apenas que no mundo dos Lobbies não existem ingênuos. Ingenuidade achar que a imprensa não participa disso também. O problema é que ela não diz claramente, não assume, mas até aí, faz parte do jogo também. Por isso que existem espaços como este aqui no blog, para discutirmos inclusive a grande imprensa e suas posições. Ou vc acredita em isenção por parte da imprensa? Acredita que ela não defende interesses? Fechar os jornais…para com isso, né? Tô estranhando vc dizer isso justamente para mim. Vamos com calma, cumpadi…só estou… Read more »

Combates Aéreos

- Advertisement -
- Advertisement -