Mais Red Arrows, agora com Vulcan

    414
    61

    red-arrows-e-vulcan-foto-raf-wo-rick-brewe

    A foto acima é da equipe Red Arrows da RAF, que há poucos dias mostramos em formação com um Boeing 747-400 da Virgin (clique aqui para acessar), em treinamento para uma exibição histórica junto a um bombardeiro Vulcan – este último é a aeronave XH558, o único exemplar do bombardeiro em condições de voo em todo o mundo, e que deixou o serviço ativo em 1992. O treinamento visou a apresentação para o Royal Air Force Waddington International Air Show, marcado para este último domingo, dia 5 de julho, em Lincolnshire.

    FONTE e FOTO (WO Rick Brewe): RAF

    Subscribe
    Notify of
    guest
    61 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Felipe Cps
    Felipe Cps
    10 anos atrás

    Esse Vulcan é muito lindo.

    Marcelo Tadeu
    Marcelo Tadeu
    10 anos atrás

    Cara, pra mim é um dos aviões mais bonitos de todos os tempos, parece uma raia!!!

    Andre Luiz
    Andre Luiz
    10 anos atrás

    Os avioes britanicos da guerra fria sao muitos bonitos, tirando o vampire é claro

    Rodrigo Marques
    Rodrigo Marques
    10 anos atrás

    Por causa de um Vulcan que “cortava caminho” sobre nosso território a caminho das Ilhas, quase nos envolvemos na Guerra das Malvinas.

    Zeke A6M
    Zeke A6M
    10 anos atrás

    Na decada de 70 numa feira aeroespacial em São Jose dos Campos, assisti uma exibição de um Vulcan. Era imponentemente impressionante.
    Abraços a todos.

    Zero Uno
    Zero Uno
    10 anos atrás

    Rodrigo Marques em 06 jul, 2009 às 12:22 Vulcan cortando caminho pelo Brasil? Sério? Que eu saiba o Vulcan XM 597 teve problemas de reabastecimento com a quebra de seu Pitot/Sonda quando este iria se conectar com outra aeronave reabastecedora Avro Vickers. Isto ocorreu no dia 03 de Junho de 1982 durante a operação “Black Buck” que visava bombardear a pista e instalações de radares em Porto Stanley nas Malvinas. Vale lembrar que a aeronave ficou detida no Brasil e que foi desarmada também. Ficou retido no país o seu armamento que era um mísseil Shirike. Que eu saiba, a… Read more »

    Harry
    Harry
    10 anos atrás

    Caros,
    Quem substitui o Vulcan na Royal Air Force?

    Abs.

    AJS
    AJS
    10 anos atrás

    Exatamente assim, Zero Uno.
    abraços.

    Rodrigo Marques
    Rodrigo Marques
    10 anos atrás

    Ele foi interceptado dentro do nosso mar territorial por F-5’s de Sta Cruz, com direito a estrondo sônico sobre a cidade do Rio de Janeiro…rs

    Parece que com os danos que você citou ele desviou-se para o Brasil sem nos avisar. Os pilotos foram “encarcerados” em um hotel 5 estrelas no Rio.

    germa
    germa
    10 anos atrás

    pergunta pra fab se eles não querem me encarcerar também??

    mas será que faltou pouco mesmo pra gente entrar na guerra??
    acredito que não muito…

    abs 😉

    Zero Uno
    Zero Uno
    10 anos atrás

    Rodrigo Marques em 06 jul, 2009 às 14:13 kkkk. A tripulação do Vulcan XM597 – que eu saiba – ficou hospedada durante 1 semana no hotel do Cassino de Oficiais na BAGl. Este Vulcan foi intercepatado por 02 F-5 que estavam “de plantão” no dia e ambos os pilotos eram de patente de Capitães Aviadores. Na pressa de decolar para fazer a interceptação do Vulcan ambos romperam a barreira do som sob o Rio de Janeiro! Deram um grande susto na população que não entendia o que estava acontecendo… Até mesmo um oficial da patente de Coronel Aviador que estava… Read more »

    Jacubão
    10 anos atrás

    Dizem que o míssil STRIKE que o vulcam carregava na asa e que foi removido pela FAB, serviu de base para o nosso atual míssil antiradiação, e por falar no episódio do VULCAM no Brasil, o PODER AÉREO poderia relembrar esse histórico episódio. Acho que seria bem interessante.

    Sopa
    Sopa
    10 anos atrás

    Interessante esse historia do Vulcan, tem mais detalhes desse fato?

    Sds.

    Jacubão
    10 anos atrás

    Por falar em VULCAN, sintam essa exepcional decolagem desse monstro em um pequeno espaço de pista. Sinistro.

    http://www.youtube.com/watch?v=VECwLl06ik0

    Zero Uno
    Zero Uno
    10 anos atrás

    Jacubão em 06 jul, 2009 às 15:39 “…McDougall e sua tripulação permaneceram por mais oito dias no Brasil sendo bem tratados por seus colegas da FAB, que os alojaram no Cassino de Oficiais da Base Aérea do Galeão. Passaram a maior parte de seus dias no Brasil to­mando banho de sol na piscina da Base. No dia 11 de junho subiram no XM597 e decolaram rumo a Ascensão. O míssil SHRIKE, no entanto, ficou no Brasil. Na noite seguinte, os ingleses voaram a última missão Black Buck, de número sete. Bombardearam posições de tropa argentinas perto de Stanley. Suas bombas… Read more »

    Jonas Rafael
    Jonas Rafael
    10 anos atrás

    Eu me lembro dos pilotos no Jornal Nacional tomando Banho de Sol. Não pareciam muito preocupados com a missão…rssss

    Rodrigo Marques
    Rodrigo Marques
    10 anos atrás

    Eu lembro desse episódio, primeiro por ter ouvido o que achamos ter sido um trovão ( mas como o tempo estava bom, ficamos encucados)

    Dias depois vimos na tv os pilotos tomando banho de piscina. Acho que o reporter mencionou, criticando, que o lugar era como um hotel 5 estrelas e não uma prisão, como queria que tivesse acontecido. Tirei isso tudo da minha memória e isso tem tempo…rs

    Felipe Cps
    Felipe Cps
    10 anos atrás

    O que? O Brasil entrar na Guerra das Malvinas? Esqueçam, só se fosse pra ajudar a Inglaterra, invadindo a planície do Prata, lembrando que o maior medo da ditadura era uma guerra CONTRA a Argentina…

    André Castro
    André Castro
    10 anos atrás

    Outro epsodio da Guerra das Malvinas ou logo depois do fim da guerra ,um fotografo de um jornal conseguiu entrar em uma base aérea da FAB que eu não lembro qual e fotografou um C-130 da Inglaterra fazendo escala no Brasil para levar suprimentos para Malvinas na época os argentinos acusaram o Brasil de apoiarem a Inglaterra Sobre o Vulcan fui pesquisar sobre ele e achei dois aviões interessantes que pelo menos eu até hoje não conhecia mas agora que eu estava lendo os poste e vi que ambos foram citados pelo Zero Uno Vickers Valiant – http://en.wikipedia.org/wiki/Vickers_Valiant Handley Page… Read more »

    André Castro
    André Castro
    10 anos atrás

    Ops poste não ,”post” ler o poste é complicado rsrss

    Nunão
    Nunão
    10 anos atrás

    Pois é, André, nos tempos da guerra fria, eles faziam a trinca conhecida como bombardeiros “V” ingleses

    henriquerafa
    henriquerafa
    10 anos atrás

    Sem o SHRIKE dos Britânicos não sei não onde nossa indústria de mísseis estaria hoje ahah

    Noel
    Noel
    10 anos atrás

    Um dos pilotos dos F-5, Cap Diaz, hoje é Maj Brig ainda na ativa, e é o 02 do COMGEP.

    Hotel de trânsito da BAGL 5 estrelas??? ainda mais a 25 anos atrás??? isso só pode ser piada.

    A Revista Força Aérea, publicou uma matéria sobre esse incidente a não muito tempo, quem for colecionador vai achar.
    Sds

    Jacubão
    10 anos atrás

    Eu comprei essa revista, só não sei onde está.

    Noel
    Noel
    10 anos atrás

    Pois é Jacubão, não posso indicar qual o número da revista pois estou longe da minha biblioteca, mas creio que foi em 2008, ou fins de 2007.
    Sds

    Vassili Zaitsev
    Vassili Zaitsev
    10 anos atrás

    André Castro, O C-130 que vc falou teve uma pane em um dos motores e teve que seguir em direção para o Brasil, pois não conseguiria chegar ao destino com apenas 3 propulsores. sabe o mais engraçado na história toda????? Ele foi consertado com um motor T-56 dos estoques da FAB para que pudesse voar novamente. Com a promessa que voltasse para a Inglaterra e não mais participasse do conflito das Malvinas. O Governo Inglês aceitou os termos e assim foi feito. Depois que pousou em Londres, o motor brasileiro foi retirado, encaixotado e mandado de volta para o Brasil.… Read more »

    André Castro
    André Castro
    10 anos atrás

    Vassili Zaitsev essa parte eu não conhecia ,a materia que eu li não mencionava nada sobre esse concerto.

    Obrigado pelos esclarecimentos

    Virtualxi
    Virtualxi
    10 anos atrás

    Adoro os Vulcan. Mais ainda pelo oque fizeram a argentina, e aos argentinos em especial, na guerra das Falklands.

    Marcelo Tadeu
    Marcelo Tadeu
    10 anos atrás

    O que vcs não sabem e saiu na antiga Revista Voar que eu tenho é que o míssil SHRIKE estava ativo, preso no pilone e se tivesse disparado por acidente no momento do pouso no Galeão, varios radares iriam pro espaço!!! Eles tentaram dispara-lo no mar antes de entrar no éspaço aéreo brasileiro e não conseguiram. Ia ser a maior m….!!! O título da reportagem é: “Comandante…..um Shrike não soltou…!!!”.

    Alexandre
    Alexandre
    10 anos atrás

    Eu me lembro do estrondo sônico. Estudava em um colégio em Botafogo. Foi uma gritaria geral na classe. Com relação ao pouso no Rio, foi opção do cmte. Ele poderia ter ido para território argentino que era mais perto. Mas ele não era louco a esse ponto. Outra dificuldade foi abrir um dos compartimentos para jogar fora os códigos e mapas. Colocaram tudo em um saco com um capacete para afundar e jogaram do avião. A dificuldade foi para fechar a porta o que foi feito com muito custo.

    Felipe Cps
    Felipe Cps
    10 anos atrás

    Esse Vulcan é muito lindo.

    Marcelo Tadeu
    Marcelo Tadeu
    10 anos atrás

    Cara, pra mim é um dos aviões mais bonitos de todos os tempos, parece uma raia!!!

    Andre Luiz
    Andre Luiz
    10 anos atrás

    Os avioes britanicos da guerra fria sao muitos bonitos, tirando o vampire é claro

    Rodrigo Marques
    Rodrigo Marques
    10 anos atrás

    Por causa de um Vulcan que “cortava caminho” sobre nosso território a caminho das Ilhas, quase nos envolvemos na Guerra das Malvinas.

    Zeke A6M
    Zeke A6M
    10 anos atrás

    Na decada de 70 numa feira aeroespacial em São Jose dos Campos, assisti uma exibição de um Vulcan. Era imponentemente impressionante.
    Abraços a todos.

    Zero Uno
    Zero Uno
    10 anos atrás

    Rodrigo Marques em 06 jul, 2009 às 12:22 Vulcan cortando caminho pelo Brasil? Sério? Que eu saiba o Vulcan XM 597 teve problemas de reabastecimento com a quebra de seu Pitot/Sonda quando este iria se conectar com outra aeronave reabastecedora Avro Vickers. Isto ocorreu no dia 03 de Junho de 1982 durante a operação “Black Buck” que visava bombardear a pista e instalações de radares em Porto Stanley nas Malvinas. Vale lembrar que a aeronave ficou detida no Brasil e que foi desarmada também. Ficou retido no país o seu armamento que era um mísseil Shirike. Que eu saiba, a… Read more »

    Harry
    Harry
    10 anos atrás

    Caros,
    Quem substitui o Vulcan na Royal Air Force?

    Abs.

    AJS
    AJS
    10 anos atrás

    Exatamente assim, Zero Uno.
    abraços.

    Rodrigo Marques
    Rodrigo Marques
    10 anos atrás

    Ele foi interceptado dentro do nosso mar territorial por F-5’s de Sta Cruz, com direito a estrondo sônico sobre a cidade do Rio de Janeiro…rs

    Parece que com os danos que você citou ele desviou-se para o Brasil sem nos avisar. Os pilotos foram “encarcerados” em um hotel 5 estrelas no Rio.

    germa
    germa
    10 anos atrás

    pergunta pra fab se eles não querem me encarcerar também??

    mas será que faltou pouco mesmo pra gente entrar na guerra??
    acredito que não muito…

    abs 😉

    Zero Uno
    Zero Uno
    10 anos atrás

    Rodrigo Marques em 06 jul, 2009 às 14:13 kkkk. A tripulação do Vulcan XM597 – que eu saiba – ficou hospedada durante 1 semana no hotel do Cassino de Oficiais na BAGl. Este Vulcan foi intercepatado por 02 F-5 que estavam “de plantão” no dia e ambos os pilotos eram de patente de Capitães Aviadores. Na pressa de decolar para fazer a interceptação do Vulcan ambos romperam a barreira do som sob o Rio de Janeiro! Deram um grande susto na população que não entendia o que estava acontecendo… Até mesmo um oficial da patente de Coronel Aviador que estava… Read more »

    Jacubão
    10 anos atrás

    Dizem que o míssil STRIKE que o vulcam carregava na asa e que foi removido pela FAB, serviu de base para o nosso atual míssil antiradiação, e por falar no episódio do VULCAM no Brasil, o PODER AÉREO poderia relembrar esse histórico episódio. Acho que seria bem interessante.

    Sopa
    Sopa
    10 anos atrás

    Interessante esse historia do Vulcan, tem mais detalhes desse fato?

    Sds.

    Jacubão
    10 anos atrás

    Por falar em VULCAN, sintam essa exepcional decolagem desse monstro em um pequeno espaço de pista. Sinistro.

    http://www.youtube.com/watch?v=VECwLl06ik0

    Zero Uno
    Zero Uno
    10 anos atrás

    Jacubão em 06 jul, 2009 às 15:39 “…McDougall e sua tripulação permaneceram por mais oito dias no Brasil sendo bem tratados por seus colegas da FAB, que os alojaram no Cassino de Oficiais da Base Aérea do Galeão. Passaram a maior parte de seus dias no Brasil to­mando banho de sol na piscina da Base. No dia 11 de junho subiram no XM597 e decolaram rumo a Ascensão. O míssil SHRIKE, no entanto, ficou no Brasil. Na noite seguinte, os ingleses voaram a última missão Black Buck, de número sete. Bombardearam posições de tropa argentinas perto de Stanley. Suas bombas… Read more »

    Jonas Rafael
    Jonas Rafael
    10 anos atrás

    Eu me lembro dos pilotos no Jornal Nacional tomando Banho de Sol. Não pareciam muito preocupados com a missão…rssss

    Rodrigo Marques
    Rodrigo Marques
    10 anos atrás

    Eu lembro desse episódio, primeiro por ter ouvido o que achamos ter sido um trovão ( mas como o tempo estava bom, ficamos encucados)

    Dias depois vimos na tv os pilotos tomando banho de piscina. Acho que o reporter mencionou, criticando, que o lugar era como um hotel 5 estrelas e não uma prisão, como queria que tivesse acontecido. Tirei isso tudo da minha memória e isso tem tempo…rs

    Felipe Cps
    Felipe Cps
    10 anos atrás

    O que? O Brasil entrar na Guerra das Malvinas? Esqueçam, só se fosse pra ajudar a Inglaterra, invadindo a planície do Prata, lembrando que o maior medo da ditadura era uma guerra CONTRA a Argentina…

    André Castro
    André Castro
    10 anos atrás

    Outro epsodio da Guerra das Malvinas ou logo depois do fim da guerra ,um fotografo de um jornal conseguiu entrar em uma base aérea da FAB que eu não lembro qual e fotografou um C-130 da Inglaterra fazendo escala no Brasil para levar suprimentos para Malvinas na época os argentinos acusaram o Brasil de apoiarem a Inglaterra Sobre o Vulcan fui pesquisar sobre ele e achei dois aviões interessantes que pelo menos eu até hoje não conhecia mas agora que eu estava lendo os poste e vi que ambos foram citados pelo Zero Uno Vickers Valiant – http://en.wikipedia.org/wiki/Vickers_Valiant Handley Page… Read more »

    André Castro
    André Castro
    10 anos atrás

    Ops poste não ,”post” ler o poste é complicado rsrss