segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

Avião de companhia do Iêmen cai em Comores com 150 a bordo

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Ainda não há informação sobre sobreviventes; arquipélago fica a 300 quilômetros de Madagáscar, na África

vinheta-clippingUm avião comercial da companhia aérea estatal do Iêmen, Yemenia Air, caiu no arquipélago de Comores no Oceano Índico com 150 pessoas a bordo, informou uma importante autoridade governamental nesta terça-feira, 30 (horário local). “Não sabemos se há sobreviventes entre as 150 pessoas a bordo do avião”, disse o vice-presidente de Comores Idi Nadhoim à agência Reuters do aeroporto da capital da ilha principal, Moroni.

Nadhoim afirmou que a tragédia aconteceu nas primeiras horas de terça-feira, mas ressaltou que não pode dar mais detalhes. Ainda não se sabe a localização exata do acidente, mas um funcionário médico na cidade de Mitsamiouli, na ilha principal Grande Comore, disse que foi chamado para o hospital.

“Eles me chamaram para ir ao hospital, dizendo que um avião se acidentou”, afirmou ele. O arquipélago de Comores cobre três pequenas ilhas vulcânicas, Grande Comore, Anjouan and Moheli, no Canal do Moçambique, a 300 quilômetros de Madagáscar.

Sobre a Yemenia

A Yemenia – Linhas Aéreas Iemenitas (em árabe: الخطوط الجوية اليمنية) é a linha aérea nacional do Iêmen, sediada em Sana. Opera serviços domésticos e internacionais, em mais de 30 destinos na África, Oriente Médio, Europa e Ásia. Sua base principal é o Aeroporto Internacional de Sana (SAH), com um hub no Aeroporto Internacional de Áden (ADE). A Yemenia faz parte da Arab Air Carriers Organization.

FONTE: Estadão / Reuters

NOTA do BLOG: A frota da companhia é composta por dois Airbus 330-200, quatro Airbus 310-300 e quatro Boeing 737-800, segundo o site da empresa <www.yemenia.com>.

- Advertisement -

28 Comments

Subscribe
Notify of
guest
28 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Omega

Minha teoria da conspiração sobre quedas de aviões comerciais é que, quando cai um, cai alguns mais, porque as empresas afrouxam as manutenções e troca de peças, só depois que esses alguns mais cai é que tudo volta ao normal, até o ciclo se repetir.

Alexandre Galante

Tomara que não seja outro Airbus…

Omega

E parece que foi outro Airbus, um A310.

Anônimo

Foi um Airbus A310.

Alexandre Marlon

Foi um Airbus A310.

Esqueci de preencher o nome. Daí que o comentário saiu como de um anônimo, mas fui eu.

André Cassiano

O pior de tudo se houver sobrevivente eles não tem resgatar ,li um entrevista do vice presidente de Comores que disse que eles não tem nenhuma condição de realizar buscas.

Tiago Jeronimo

Se eu fosse a Airbus iria me benzer, mas se não me engano os projetos da familia A310 é um derivado do A300 e totalmente distinto da Familia A320/330/340. Alguém confirma isso?

karlus

Olá Tiago, tens razão naquilo que dizes.
Digamos que é um melhoramentos do A300.
A causa da queda naturalmente que ainda é prematuro adiantar, segundo o que li iria a bordo um número significativo de franceses e informação divulgada por agencias noticiosas refere que o avião iria tentar uma aterragem de emergia no aeroporto de Nairobi enquanto outra agência aponta as condições atmosféricas.
É sempre triste estes factos, mas o avião não deixa de ser o meio de transporte mais seguro do mundo

Leigo

Parece que a principio já encontraram 1 sobrevivente, destroços e corpos.

Henrique Sousa

Já li a um tempo, que se fossem mantidos os índices de falha esperada, num futuro não muito distante teríamos um acidente aeronáutico de grandes proporções (+100 pessoas à bordo) por mês, e as estatísticas continuariam dentro do “aceitável”.

Parece que esta situação esta chegando: índices de acidente por kilometro ou hora voada muito baixos, mas um acidente por mês devido ao grande número de vôos…

Ou melhoram as espectativas para falhas, ou vamos ter que conviver com este fato: voar vai parecer participar de uma roleta russa…..

Henrique

Será que sou eu (como leigo) que sou crítico demais ou há uma grande falha de projeto nos Airbus?
Se tiver que voar escolherei trecho ou companhia que não utilize estas coisas.
Abraços.

Omega

Henrique, pois é, ultimamente ando pensando assim também, pode até ser teoria da conspiração, mas que já assistiu documentários ou pesquisou sobre acidentes aéreos sabe muito bem que pode haver algum tipo de “anomalia” e a empresa fabricante simplesmente negligenciar. É lamentável!

Henrique Souza, tomara que sejam apenas especulações, estas informações que citou. Mas não acredito nestes números, pois alguma empresa aérea irá evoluir naturalmente sobre as que deixarem acontecer um acidente por mês.

Cmdt. Felix

Até no filme do Nicolas Cage (Pressagio) um Airbus cai.

Pra quem ainda não viu o filme segue o link da cena.

http://www.youtube.com/watch?v=a5o5_Ur1Jy0&feature=related

Abraços

[…] neste domingo (5) o sinal das duas caixas-pretas do avião da companhia aérea Yemenia Airways que caiu no mar perto das Ilhas Comores no início da semana passada, informou o Escritório de Investigações e Análises sobre a Aviação Civil da França (BEA). O […]

Omega

Minha teoria da conspiração sobre quedas de aviões comerciais é que, quando cai um, cai alguns mais, porque as empresas afrouxam as manutenções e troca de peças, só depois que esses alguns mais cai é que tudo volta ao normal, até o ciclo se repetir.

Alexandre Galante

Tomara que não seja outro Airbus…

Omega

E parece que foi outro Airbus, um A310.

Anônimo

Foi um Airbus A310.

Alexandre Marlon

Foi um Airbus A310.

Esqueci de preencher o nome. Daí que o comentário saiu como de um anônimo, mas fui eu.

André Cassiano

O pior de tudo se houver sobrevivente eles não tem resgatar ,li um entrevista do vice presidente de Comores que disse que eles não tem nenhuma condição de realizar buscas.

Tiago Jeronimo

Se eu fosse a Airbus iria me benzer, mas se não me engano os projetos da familia A310 é um derivado do A300 e totalmente distinto da Familia A320/330/340. Alguém confirma isso?

karlus

Olá Tiago, tens razão naquilo que dizes.
Digamos que é um melhoramentos do A300.
A causa da queda naturalmente que ainda é prematuro adiantar, segundo o que li iria a bordo um número significativo de franceses e informação divulgada por agencias noticiosas refere que o avião iria tentar uma aterragem de emergia no aeroporto de Nairobi enquanto outra agência aponta as condições atmosféricas.
É sempre triste estes factos, mas o avião não deixa de ser o meio de transporte mais seguro do mundo

Leigo

Parece que a principio já encontraram 1 sobrevivente, destroços e corpos.

Henrique Sousa

Já li a um tempo, que se fossem mantidos os índices de falha esperada, num futuro não muito distante teríamos um acidente aeronáutico de grandes proporções (+100 pessoas à bordo) por mês, e as estatísticas continuariam dentro do “aceitável”.

Parece que esta situação esta chegando: índices de acidente por kilometro ou hora voada muito baixos, mas um acidente por mês devido ao grande número de vôos…

Ou melhoram as espectativas para falhas, ou vamos ter que conviver com este fato: voar vai parecer participar de uma roleta russa…..

Henrique

Será que sou eu (como leigo) que sou crítico demais ou há uma grande falha de projeto nos Airbus?
Se tiver que voar escolherei trecho ou companhia que não utilize estas coisas.
Abraços.

Omega

Henrique, pois é, ultimamente ando pensando assim também, pode até ser teoria da conspiração, mas que já assistiu documentários ou pesquisou sobre acidentes aéreos sabe muito bem que pode haver algum tipo de “anomalia” e a empresa fabricante simplesmente negligenciar. É lamentável!

Henrique Souza, tomara que sejam apenas especulações, estas informações que citou. Mas não acredito nestes números, pois alguma empresa aérea irá evoluir naturalmente sobre as que deixarem acontecer um acidente por mês.

Cmdt. Felix

Até no filme do Nicolas Cage (Pressagio) um Airbus cai.

Pra quem ainda não viu o filme segue o link da cena.

http://www.youtube.com/watch?v=a5o5_Ur1Jy0&feature=related

Abraços

[…] neste domingo (5) o sinal das duas caixas-pretas do avião da companhia aérea Yemenia Airways que caiu no mar perto das Ilhas Comores no início da semana passada, informou o Escritório de Investigações e Análises sobre a Aviação Civil da França (BEA). O […]

Reportagens especiais

Embraer KC-390: um avião que carrega o desafio de conquistar muitas bandeiras

Fernando “Nunão” De Martini e Alexandre Galante (matéria publicada originalmente na revista Forças de Defesa nº 14) Na manhã de...
- Advertisement -
- Advertisement -