quarta-feira, maio 12, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Americanos retiram Dauntless do Lago Michigan depois de 65 anos

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

WWII Bomber Salvage

No dia 24 de Novembro de 1944, um bombardeiro de mergulho SBD Dauntless caiu no Lago Michigan por falta de combustível quando retornava para o porta-aviões durante um voo de treinamento. Desde então, a aeronave permaneceu no fundo do lago junto com outras centenas de aviões.

Por sorte nestes acidentes apenas uma dúzia de pilotos faleceu, geralmente por hipotermia. O número de fatalidades pode ser considerado baixo dentro de um universo de mais de 17.000 homens que ali se qualificaram para pouso embarcado a partir da NAS Glenview e dos porta-aviões Wolverine e Sable.

Estima-se que o fundo do Lago Michigan abrigue entre 130 e 300 aeronaves. Uma pequena parte deles está sendo resgatada depois de muitos anos. Na sexta-feira passada (24/4) o Dauntless perdido no dia 24 de Novembro de 1944 foi recuperado. Esta foi a 35a aeronave a deixar as águas do lago desde que o ‘National Naval Aviation Museum’ iniciou o programa de recuperação e restauração de aeronaves em 1990. O avião será restaurado na Flórida para ser exibido no ‘National World War II Museum’ de Nova Orleans.

O avião, encontrado em 1990, estava distante 20 milhas da costa e cerca de 300 metros de profundidade. Passaram-se vários anos até que toda a burocracia local, estadual e federal fosse resolvida e a aeronave fosse içada.

“Tirar um avião do fundo do lago custa aproximadamente um quarto de milhão de dólares” disse Ed Ellis, secretário da fundação que dá suporte ao National Naval Aviation Museum de Pensacola. Os recursos são provenientes de doações anônimas. Depois disso, a aeronave passará por uma restauração que durará entre 18 meses e três anos até que ela esteja em condições de ser exibida num museu.

“Vamos enviar esta aeronave para o museu de Nova Orleans e receber de volta o SBD que está lá” informou Ellis sobre o Dauntless cedido. “Encontrar uma aeronave com histórico de combate hoje em dia é uma raridade”, continuou. O SBD que está em Nova Orleans é uma das poucas aeronaves preservadas que participou a batalha de Guadalcanal.

O Naval Aviation Museum possui 102 aeronaves em exposição e outras tantas a serem restauradas. No entanto, existem mais 800 arrendadas para cerca de 600 museus, escolas e outras instituições espalhadas pelos EUA.

Outras aeronaves também serão resgatas, mas algumas permanecerão no fundo do lago eternamente. “Nós não recuperamos uma aeronave se houve uma fatalidade. Estes são considerados cemitários” completou Ellis.

dauntless

FONTE: AP

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Hornet

Eu eu que reclamava da poluição do rio Tietê, com os habituais pneus e garrafas pets flutuantes! Que coisa!

E o que será que vão fazer com o avião? Pela condição dele na foto, acho que até dá pra restaurar e colocar em algum museu, será que não?

abraços a todos

Renato

O texto como um todo é uma aula de preservação da história.

Mauricio R.

O lago Michigan é gelado até não poder mais, então esse SBD ficou até que bem preservado.

Sparta

Melhor tomar cuidado… Não demora muito e nos oferecem ele como caça tampão pro FX2.

E ainda vão dizer que tá bem conservado.

Poggio

Hornet,

Ele vai para Nova Orleans no lugar do SBD que está lá, que volta para Pensacola.

Hornet

Eu eu que reclamava da poluição do rio Tietê, com os habituais pneus e garrafas pets flutuantes! Que coisa!

E o que será que vão fazer com o avião? Pela condição dele na foto, acho que até dá pra restaurar e colocar em algum museu, será que não?

abraços a todos

Renato

O texto como um todo é uma aula de preservação da história.

Mauricio R.

O lago Michigan é gelado até não poder mais, então esse SBD ficou até que bem preservado.

Sparta

Melhor tomar cuidado… Não demora muito e nos oferecem ele como caça tampão pro FX2.

E ainda vão dizer que tá bem conservado.

Poggio

Hornet,

Ele vai para Nova Orleans no lugar do SBD que está lá, que volta para Pensacola.

Reportagens especiais

Avançam os trabalhos nos quatro últimos F-5E ‘ex-Jordânia’ que estão no PAMA-SP

Preparação das últimas células pelo PAMA-SP, que precede o envio para modernização na Embraer, mostrou um avanço significativo nos...
- Advertisement -
- Advertisement -