sábado, fevereiro 27, 2021

Gripen para o Brasil

Mako HEAT, um mock-up bem cool

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O projeto continua marcando presença no site da EADS, mas a página do MAKO revela que a última atualização foi feita em julho do ano passado. Assim, parece cada vez menos provável que o Mako HEAT (Hight Energy Advanced Trainer – treinador avançado de alta energia) um dia deixe de ser apenas um mock-up frio, ou melhor, um mock-up “bacaninha”.

Uma pena, pois além de stealth (furtivo), o design é bonito e moderno, com características muito interessantes, como capacidade supersônica, performance adequada para simular perfis de vôo dos caças de última geração e modularidade, que se percebe pela grande similaridade entre a seção anterior da fuselagem nas versões monoposto e biposto, numa bela solução de design, como pode ser comprovado nas ilustrações abaixo.

 

Em contraste, o desenvolvimento do italiano Alenia Aermacchi M-346, que oferece várias capacidades similares às do Mako (embora seja de “aparência” menos stealth) prossegue, sendo atualmente o único treinador avançado / Lift de nova geração disponível na europa, nas palavras da empresa italiana. 

Foto e ilustração: airforce-technology

- Advertisement -

25 Comments

Subscribe
Notify of
guest
25 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Aluisio

Acabei de ler uma notícia que seria interessante ser publicada aqui: O Iraque escolheu o seu avião leve de ataque/treinamento,e adivinhem quem ganhou? O AT-6B.
link: http://www.defenseindustrydaily.com/iraq-issues-rfp-for-coin-aircraft-03281/#more-3281

Nunão

Aluisio, também pegamos essa notícia, mas por enquanto ainda é uma notificação da DSCA – Defense Security Cooperation Agency para o Congresso Norte-Americano – mesmo assim, indica uma probabilidade bem grande…

Assim que os detalhes a respeito estiverem um pouco mais completos, publicaremos um artigo específico a respeito. Saudações!

RT

Mako HEAT, parece ser muito interessante mas deve ser caro demais, por isso que ninguém ficou endereçado em levar adiante.

Vassily Zaitsev

Aluísio e Nunão,

Quem diria uma coisa dessas hein? Tá certo que o Iraque já teve uma “mãozinha” americana tempos atrás, mas agora, é contrato após contrato. Parece que os “pétrodóllares” estão jorrando lá no Iraque, e caindo diretamente no bolso das multinacionais ianques.

parabéns aos EUA, que tiraram de circulação um caloteiro, ( vide Avibrás, Engesa, entre outras) que confiaram e tomaram calote.

Aluisio

Só que pelo o que eu li,nao contou bem a qualidade do produto,e sim o lobby… Sem querer puxar a sardinha pro nosso lado,mas o ST é um aviao muito superior,carrega quase o dobro de peso máximo,tem canhoes fixos,além de preencher tds os outros pré-requisitos da concorrencia,sem contar a familiaridade dos iraquianos com os nossos equipamentos… (E tambem que a Embraer deixou de vender uns avioes pro Chaves e ficou de maos abanando,tirando a fabrica que ela ta construindo lá…)

Wolfpack

E diga-se de passagem o AT6-B Texas Bell copia uma serie de soluções do Super Tucano. Esta questão mais as concorrências que a Embraer perdeu nos Estados Unidos, mais os vetos seguidos de venda de armamento a Venezuela vai configurando um horizonte nada promissor ao F18 E/F, o FX2 esta quase definido em favor do Dassault Rafale, é anunciar a decisão. Por isso não é necessário nenhum comparativo em território Brasileiro para saber qual o melhor, uma vez que tudo já deve estar decidido.

Aluisio

Sem contar que ST foi projetado para essa missao,e o AT6-B foi uma “gambiarra” feita a partir dos treinadores da empresa…

Almeida

Que o Super Tucano eh infinitamente superior ao Texan II em missoes COIN todo mundo sabe, agora vai escolher o aviao brasileiro com uma M-4 americana apontada pra sua cabeça…

Vassily Zaitsev

Aluísio, dia 14 14:12hs,

realmente. Diferente do Texan AT-6B, o A-29 é um avião totalmente novo, muito mais capaz……….

Mas como sabemos, o presidente iraquiano ( Talabani) é curdo, posto no comando pelos americanos, portanto nada mais natural que armar as FFAA locais com equipamentos americanos.

Uma pena, pois o ST se sairia bem nas mãos de pilotos iraquianos um pouco mais “pró-ocidentais”.

Aluisio

Eu sei disso,além do mais,pelo o que entendi,quem vai pagar sao os americanos,entao é compreensivel pra eles,mas que o ST é melhor,isso é…

[…] Poder Aéreo (clique nos nomes a seguir) sobre o M-346 Master, o T-50 Golden Eagle, o BAE Hawk, o Mako, o Tejas, o AT-63 Pampa, o L-15 e o Yak-130. Não deixe também de clicar nos vários links das […]

alves pereira

boa noite,

seria muito legal, ver um lote desse bichim por aquí, por que ainda não fizerem um prótotipo, seria um ótimo treinador e poderia até ser empregado em ataque leve aproveitando sua baixa assinatura de radar e até mesmo visual.

abraçs.

Aluisio

Acabei de ler uma notícia que seria interessante ser publicada aqui: O Iraque escolheu o seu avião leve de ataque/treinamento,e adivinhem quem ganhou? O AT-6B.
link: http://www.defenseindustrydaily.com/iraq-issues-rfp-for-coin-aircraft-03281/#more-3281

Nunão

Aluisio, também pegamos essa notícia, mas por enquanto ainda é uma notificação da DSCA – Defense Security Cooperation Agency para o Congresso Norte-Americano – mesmo assim, indica uma probabilidade bem grande…

Assim que os detalhes a respeito estiverem um pouco mais completos, publicaremos um artigo específico a respeito. Saudações!

RT

Mako HEAT, parece ser muito interessante mas deve ser caro demais, por isso que ninguém ficou endereçado em levar adiante.

Vassily Zaitsev

Aluísio e Nunão,

Quem diria uma coisa dessas hein? Tá certo que o Iraque já teve uma “mãozinha” americana tempos atrás, mas agora, é contrato após contrato. Parece que os “pétrodóllares” estão jorrando lá no Iraque, e caindo diretamente no bolso das multinacionais ianques.

parabéns aos EUA, que tiraram de circulação um caloteiro, ( vide Avibrás, Engesa, entre outras) que confiaram e tomaram calote.

Aluisio

Só que pelo o que eu li,nao contou bem a qualidade do produto,e sim o lobby… Sem querer puxar a sardinha pro nosso lado,mas o ST é um aviao muito superior,carrega quase o dobro de peso máximo,tem canhoes fixos,além de preencher tds os outros pré-requisitos da concorrencia,sem contar a familiaridade dos iraquianos com os nossos equipamentos… (E tambem que a Embraer deixou de vender uns avioes pro Chaves e ficou de maos abanando,tirando a fabrica que ela ta construindo lá…)

Wolfpack

E diga-se de passagem o AT6-B Texas Bell copia uma serie de soluções do Super Tucano. Esta questão mais as concorrências que a Embraer perdeu nos Estados Unidos, mais os vetos seguidos de venda de armamento a Venezuela vai configurando um horizonte nada promissor ao F18 E/F, o FX2 esta quase definido em favor do Dassault Rafale, é anunciar a decisão. Por isso não é necessário nenhum comparativo em território Brasileiro para saber qual o melhor, uma vez que tudo já deve estar decidido.

Aluisio

Sem contar que ST foi projetado para essa missao,e o AT6-B foi uma “gambiarra” feita a partir dos treinadores da empresa…

Almeida

Que o Super Tucano eh infinitamente superior ao Texan II em missoes COIN todo mundo sabe, agora vai escolher o aviao brasileiro com uma M-4 americana apontada pra sua cabeça…

Vassily Zaitsev

Aluísio, dia 14 14:12hs,

realmente. Diferente do Texan AT-6B, o A-29 é um avião totalmente novo, muito mais capaz……….

Mas como sabemos, o presidente iraquiano ( Talabani) é curdo, posto no comando pelos americanos, portanto nada mais natural que armar as FFAA locais com equipamentos americanos.

Uma pena, pois o ST se sairia bem nas mãos de pilotos iraquianos um pouco mais “pró-ocidentais”.

Aluisio

Eu sei disso,além do mais,pelo o que entendi,quem vai pagar sao os americanos,entao é compreensivel pra eles,mas que o ST é melhor,isso é…

[…] Poder Aéreo (clique nos nomes a seguir) sobre o M-346 Master, o T-50 Golden Eagle, o BAE Hawk, o Mako, o Tejas, o AT-63 Pampa, o L-15 e o Yak-130. Não deixe também de clicar nos vários links das […]

alves pereira

boa noite,

seria muito legal, ver um lote desse bichim por aquí, por que ainda não fizerem um prótotipo, seria um ótimo treinador e poderia até ser empregado em ataque leve aproveitando sua baixa assinatura de radar e até mesmo visual.

abraçs.

Paulo Siqueira

Error

Last edited 4 meses atrás by Paulo Siqueira
- Advertisement -

Combates Aéreos

Combate aéreo Índia-Paquistão: um relato minuto a minuto da batalha aérea de Abhinandan

As evoluções da manhã de 27 de fevereiro duraram 16 minutos, desde o momento em que os jatos paquistaneses...
- Advertisement -
- Advertisement -