Enquando o VLS não sai, a Índia lança missão para estudar a Lua

    89
    58

    A primeira missão indiana à Lua foi lançada na manhã desta quarta-feira do Centro Espacial de Sriharikota, no sudeste da Índia. O foguete indiano PSLV partiu às 6h22 local (22h52 Brasília), levando o satélite Chandrayaan-1, equipado com uma sonda lunar.

    O lançamento da missão não tripulada transcorreu como previsto, disse um responsável do centro espacial.

    O foguete PSLV deve colocar em órbita o Chandrayaan-1 a 385.000 km da Terra e o satélite realizará uma série de experiências e observações envolvendo a Lua, durante dois anos, incluindo estudos topográficos e busca de minerais e substâncias químicas.

    O projeto Chandrayaan-1, avaliado em US$ 80 milhões, deve preceder outra missão semelhante, em 2010 ou 2012, segundo a agência espacial indiana, que planeja mandar um homem ao espaço.

    Fonte: France Presse

    COMENTÁRIO DO BLOG: Dentre os países do chamado BRIC, o Brasil é o único que nunca operou um submarino com propulsão nuclear, o único que não possui artefatos nucleares, e ainda não lançou satélite por meios próprios.

    Subscribe
    Notify of
    guest
    58 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    carlos
    carlos
    12 anos atrás

    Já passou da hora do Brasil, toma vergonha na cara e ser torna uma potencia, temos capacidade para isso, mais aquele que estão lá no planalto não quer, espero que um dia a Venezuela jogue uma bomba dessa qualquer no nosso amado Brasil, que seja no planalto ai aquele que estão sentados no planalto irão fala cadê as forças armadas, quando eles se derem por si vão lembra nós não fizemos nada para melhora nossas FORÇAS ARMADAS. Povo brasileiro já esta mais do que na hora de irmos as ruas para apóia as nossas FORÇAS ARMADAS, em quaisquer pais isso… Read more »

    edilson
    edilson
    12 anos atrás

    Poggio, você não sabe que o Brasil é um país de favelados e que não se pode comparar com os demais?
    você não sabe que no Brasil tem gente “morrendo” de fome?
    você não sabe que não se pode comparar as econômias?
    os cabeça de planilha jamais permitiriam um investimento deste, porque o Brasil é um país de favelados, o resto do mundo pode evoluir.

    konner
    konner
    12 anos atrás

    Mais do que demonstrar capacidade tecnológica, a missão na Lua pode render potenciais ganhos comerciais para o programa espacial do país.

    Em abril, a Índia colocou em órbita 10 satélites a partir de um único foguete.

    Além do projeto em parceria com Israel para lançar um telescópio ultravioleta em 2009, o país desenvolve um lançador de foguete com grande capacidade de carga, que deve ser usado para transportar satélites mais pesados.

    A Índia espera faturar US$ 70 milhões por ano apenas com os lançamentos.

    Wilson Johann
    Wilson Johann
    12 anos atrás

    Esta notícia dá conta do nosso atraso (e falta interesse dos gorvernantes) não só na área espacial, mas em todas as outras. Paises que não tem a metade das condições que temos (somos riquissimos, sim senhor!) estão mandando satélites para orbitar a lua. O que vão ganhar com isso eu não sei, mas desenvolveram a capacidade a a tecnologia para isso, e certamente não foi com meros 50 milhões por ano. Possuem governos com iniciativa e visão estratégica, enquanto por aqui vivemos de planos que são eternamente adiados. Como diria o Boris Casoy: “isto é uma veerrggoonnhhaa”. Vou dar um… Read more »

    André de POA
    12 anos atrás

    é verdade que estamos muito atrasados em relação aos demais do BRIC mas ao que tudo indica nossa pobreza (miséria,fome,desemprego,etc.) é menor que as deles. Então ainda temos condições de não só recuperar o tempo perdido como passar adiante. Para isso investir na formação de massa crítica deve ser prioridade governamental. Assim poderemos fazer mais, melhor, mais barato e com custo humano (sacrificios) menor.

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Caro Mauro

    Gostei de seus comentários …
    Mas tenho que concordar com um colega aqui do blog que disse que quem trouxe ele aqui para o Brasil não foi uma cegonha, foi um urubu.
    Eh paisinho …O Hornet que não leia isso…
    A Índia (um país que tem uma estrutura social atrasadíssima e cultua vacas e macacos) lançou seu primeiro satélite em 1975.
    A China que há 2 décadas atrás tinha o nível social do Nordeste brasileiro lançou o seu primeiro satélite em 1970. E já marcou uma missão tripulada para a Lua.

    Sds
    Iuri

    Jorge
    Jorge
    12 anos atrás

    Senhores. Há alguns anos, em uma entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, o Sr. Lamprea, amícissimo ministro do Sr. FHC, afirmou sem pestanejar: “O Brasil deve abandonar a idéia de ser potência mundial”. Desde então esses arrogantes senhores e seus sucessores no governo, só fizeram cumprir esse projeto nefasto e traidor. Enquanto continuamos desorganizados, essa súcia passo a passo, vai avançando no intento de transformar o Brasil e os Brasileiros em “escada” para os planos internacionalistas de seus mentores europeus. Não é por incompetência que estamos atrás dos outros BRICs. É por meticuloso planejamento, e infelizmente levado a efeito… Read more »

    Lecen
    Lecen
    12 anos atrás

    É uma grande tolice essa estória de BRIC. Isso é coisa do Brasil, que inventa grupos onde não existem. A China, nem a India e nem a Rússia se importam com o nosso país. Percebam que os três possuem acordos economicos e militares um com os outros, enquanto com o Brasil, nada. Quem é que tem fábrica em solo nacional de aviões Sukhoi? Rússia. Índia. China. E o Brasil? Nada. Eles nem olham para cá quando fazem seus planos estratégicos de defesa, soberania, economica, política e diplomacia. Fazemos aprte de um grupo que sequer sabe que existimos! Já estão falando… Read more »

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Caro Jorge Os tenentes em 1922 e em 1930 derrubaram não só a república dos coronéis e do café, mas também a “república dos bacharéis”, algo em que o Brasil está se tornando novamente. Um país de funcionários públicos parasitas ganhando muito e fazendo nada. Por isso não sobra dinheiro do orçamento federal que é da ordem de centenas de bilhões de dólares. O FHC é um mero professorzinho de universidade, gente que só sabe falar bobagem mas não é capaz nem de achar o caminho para o banheiro. Além de ser também de moralidade altamente duvidosa como demonstra essa… Read more »

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Caro Jorge 2 Realmente o Lampreia falou isso, mas foi em 2000. “Lampreia rejeita sonho de potência mundial. Folha de São Paulo. São Paulo, p.1-8, 24 abr 2000; Citação maior. Editorial. Adeus ao Brasil potência. NOGUEIRA, Rui. Extravagância abortada. Folha de São Paulo. São Paulo, p.1-2, 24 abr 2000.” Penso que agora a situação é outra. Apesar do meu comentário pessimista acima, penso que estamos em situação política e econômica muito superior do que em 2000. O que nos falta é um “upgrade” tecnológico e educacional, pois uma indústria forte já temos.O Plano de Defesa, se é que existe de… Read more »

    Paulo Costa
    Paulo Costa
    12 anos atrás

    Calma gente,isto é a opção de governantes em uma area sem
    conflito,apesar de alguns desejarem,recentemente um
    organismo da ONU,fez um relatorio,e concluiu que o nosso
    pais foi o que mais avançou no combata a fome e a miseria.
    Enquanto isto em certos paises pessoas olham para a lua e
    sentem fome….

    konner
    konner
    12 anos atrás

    Comentário – [“Iuri Korolev em 22 out, 2008 às 13:27”]

    […]“O Brasil deve abandonar a idéia de ser potência mundial”[…]
    [Jorge em 22 out, 2008 às 13:58]

    Em se tratando de Brasil, a coisa é bem mais COMPLEXA.

    Senhores,

    A ‘Doutrina Monroe’, formulada em 2 de Dezembro de 1823, pelo presidente americano James Monroe (1817-1825), esclarece, porque tem sido tão difícil a tragetória de desenvolvimento do Brasil.

    Pesquisem e encontrarão as repostas para seus questinamentos.

    Ulisses
    Ulisses
    12 anos atrás

    Paulo Costa,você tem toda a razão,o Brasil é o país que mais combateu a fome nos últimos anos,a Índia quer ir a Lua,problema é deles!Vivem na extrema miséria e aqueles ignorantes querem até acordo nuclear!Sinceramente,nós NÃO ESTAMOS PERDENDO NADA em vista deles.

    Hornet
    Hornet
    12 anos atrás

    Iuri, “Eh paisinho …O Hornet que não leia isso…” acabei de ler…hehehe… Para engrossar o coro dos descontentes, mas com “classe” (rs.rs.), vamos de Chico Buarque (momentaneamente): Diz que deu, diz que Deus, diz que Deus dará, Não vou duvidar,ô nega e se Deus não dá, como é que vai ficar, ô nega? Diz que deu, diz que dá, e se Deus negar, ô nega Eu vou me indignar e chega, Deus dará, deus dará Deus é um cara gozador, adora brincadeira Pois prá me jogar no mundo, tinha o mundo inteiro Mas achou muito engraçado me botar cabreiro Na… Read more »

    Luiz Marcelo
    Luiz Marcelo
    12 anos atrás

    A Índia é um país muito estranho, Têm artefatos nucleares, lança um foguete para orbitar a lua, mas sua população defeca na rua e come junto com os ratos. O pior índice de saneamento básico do mundo. Não que sejamos bem melhores, mas não devemos comparar nosso desenvolvimento com os indianos. Quem compete com aeronaves nos mercados mais exigentes do mundo? Um dia o programa nuclear brasileiro foi deixado de lado. Era algo que ficou consumindo recursos por anos e anos sem resultado como este veículo lançador de satélites Brasileiro. Um programa que começou com os militares. Resultado, não faltaram… Read more »

    Ulisses
    Ulisses
    12 anos atrás

    E outra,alguns de vocês ficam ai respeitando chineses,indianos,russos, que gastam com tudo menos com o essencial:saúde,educação e principalmente fé eles não tem e etc.
    Me orgulho do Brasil por ter diminuído a fome,miséria,desemprego e etc.

    joao
    joao
    12 anos atrás

    Cade o PND??? Nao que foi adiado para Outubro? Daqui a uma semana chegamos a Novembro,e nada. Que vexame.

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Valeu Hornet !

    Só a genialidade do Chico para nos redimir …

    Olha, ele mora em Paris, no Ile de Saint Helene um dos bairros mais ricos da cidade.

    Quem sabe isto seja um sinal para uma boa parceria com a França ?

    Jorge
    Jorge
    12 anos atrás

    Caro Iuri.

    Grato pela correção.

    Mas aqui vai uma outra pérola que infelizmente não me lembro o autor, a não ser que era ou historiador ou sociólogo. Li a mesma em um resumo de livro, na seção de lançamentos da revista Época ou será a Isto É. Barbaridade que a idade chegou … e os neurônios se esvaem.

    A pérola:
    “O BRASIL É UM EXEMPLO DE PAÍS EM DECADÊNCIA QUE NÃO PASSOU PELO APOGEU”.

    O problema é que além de não acreditarem, “mexem os pauzinhos” para que nada dê certo, comprovando assim a própria tese. É doentio ou não é?

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Jorge

    Eu prefiro a frase do Nelson Rodrigues :

    “O Brasil é um país que precisa ser construído, só que ninguém quer construir”.

    Hornet
    Hornet
    12 anos atrás

    Amigo Iuri,

    Pois é, é sempre bom ouvir o Chico, ele nos coloca nos eixo e sempre dá um “up-grade” na nossa auto-estima…e como vc bem disse, o Chico já está fazendo a parceria com os franceses: ele mora no Rio de Janeiro e em Paris…quem sabe não seja um bom presságio…rs.

    um forte abraço

    Daniel
    Daniel
    12 anos atrás

    Comparações entre os BRICS são no mínimo INGÊNUAS”, para não ter que dizer coisa pior neste blog.
    Cada país tem seus ‘inimigos’ para se armar, graus de democracia para tirar dinheiros do bempestar do povão para ivestir em suas maquinas de guerra.
    Conheço os países citados e aposto com cada um dos comentários negativos em relação ao Brasil, que vo~^es JAMAIS trocariam nosso país por estes ‘paraísos’.
    Por favor, sem comparações tolas.
    Acho que estamos atrasados no equipamentos de nossa defesa, mas sem bobagems comprarativas, pois os parâmetros são totalmente inadequados.
    Abraços

    João-Curitiba
    João-Curitiba
    12 anos atrás

    Nós temos que nos comparar a Austrália e Canadá e dirigirmos nossos esforços para alcançá-los um dia. Países grandes e com ótima qualidade de vida. E que investem maciçamente em educação. No Canadá os estudantes ganham tudo, inclusive o uniforme. O resto vem por consequência.

    Hornet
    Hornet
    12 anos atrás

    Comparações entre os Brics são complicadas de serem feitas. O termo BRIC foi, antes de tudo, um achado de “marketing” do banco Goldman Sachs, para denominar as economias que, segundo o banco, estarão entre (notem: estarão entre mas não serão) as economias mais fortes do mundo em 2050. A comparação deveria parar por aí, já que a estrutura das economias desses países, a história de cada um desses países e os desafios de desenvolvimento que eles estão tendo e terão nos próximos anos são tão diferentes entre si quanto um saca-rolhas de um Elefante. Por isso, não vejo muito sentido… Read more »

    Hornet
    Hornet
    12 anos atrás

    Em tempo, não temos que comparar o Brasil com ninguém…nem com ìndia e nem com nada. Passei um tempo na Inglaterra (isso já faz um tempo, foi no milênio passado!), em Cambridge, com uma bolsa de pesquisa do governo brasileiro. E o que eu mais aprendi por lá foi o seguinte: Cambridge é a melhor universidade da Inglaterra e a segunda melhor univerisade do mundo (só fica atrás, por “um fio de cabelo”, de Harvard nos EUA). Isso é inegável. Mas ela só funciona dentro da estrutura de ensino da Inglaterra. Se quisermos copiar a estrutura de Cambridge no Brasil,… Read more »

    João-Curitiba
    João-Curitiba
    12 anos atrás

    Prezado Hornet

    Povo por povo, não conheço outro mais amigável do que o nosso. Tenho inúmeros parentes/amigos/conhecidos que vieram ao Brasil por motivos diversos e acabaram aqui ficando por um único motivo: o povo. Sem falar nas belezas naturais. Aqui tudo é bonito. E aos trancos e barrancos a gente chega lá.
    Abraços

    konner
    konner
    12 anos atrás

    Um acordo de cooperação internacional firmado entre os governos brasileiro e indiano está possibilitando que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais acompanhe a trajetória do foguete lançado ontem pela Índia.

    A experiência permitirá aos cientistas do Inpe conhecer a técnica utilizada pela agência espacial indiana para tornar elípticas as órbitas dos satélites, algo ainda inédito para o Brasil.

    nunao
    nunao
    12 anos atrás

    João, pelo que sei as reuniões a respeito do PND, depois daquele adiamento do anúncio de sete de setembro, estão se encaminhando normalmente. Houve reunião em outubro e a próxima será em novembro, seguindo os trâmites normais, como pode ser visto em posts de setembro e outubro do Blog Naval (pode-se pesquisar pelo calendário ou pela ferramenta de busca, no alto e à direita da página)

    Hornet
    Hornet
    12 anos atrás

    Caro João-Curitiba.

    Sem dúvida alguma, o povo brasileiro é um dos mais acolhedores de todo o mundo.

    um forte abraço

    carlos
    carlos
    12 anos atrás

    Já passou da hora do Brasil, toma vergonha na cara e ser torna uma potencia, temos capacidade para isso, mais aquele que estão lá no planalto não quer, espero que um dia a Venezuela jogue uma bomba dessa qualquer no nosso amado Brasil, que seja no planalto ai aquele que estão sentados no planalto irão fala cadê as forças armadas, quando eles se derem por si vão lembra nós não fizemos nada para melhora nossas FORÇAS ARMADAS. Povo brasileiro já esta mais do que na hora de irmos as ruas para apóia as nossas FORÇAS ARMADAS, em quaisquer pais isso… Read more »

    edilson
    edilson
    12 anos atrás

    Poggio, você não sabe que o Brasil é um país de favelados e que não se pode comparar com os demais?
    você não sabe que no Brasil tem gente “morrendo” de fome?
    você não sabe que não se pode comparar as econômias?
    os cabeça de planilha jamais permitiriam um investimento deste, porque o Brasil é um país de favelados, o resto do mundo pode evoluir.

    konner
    konner
    12 anos atrás

    Mais do que demonstrar capacidade tecnológica, a missão na Lua pode render potenciais ganhos comerciais para o programa espacial do país.

    Em abril, a Índia colocou em órbita 10 satélites a partir de um único foguete.

    Além do projeto em parceria com Israel para lançar um telescópio ultravioleta em 2009, o país desenvolve um lançador de foguete com grande capacidade de carga, que deve ser usado para transportar satélites mais pesados.

    A Índia espera faturar US$ 70 milhões por ano apenas com os lançamentos.

    Wilson Johann
    Wilson Johann
    12 anos atrás

    Esta notícia dá conta do nosso atraso (e falta interesse dos gorvernantes) não só na área espacial, mas em todas as outras. Paises que não tem a metade das condições que temos (somos riquissimos, sim senhor!) estão mandando satélites para orbitar a lua. O que vão ganhar com isso eu não sei, mas desenvolveram a capacidade a a tecnologia para isso, e certamente não foi com meros 50 milhões por ano. Possuem governos com iniciativa e visão estratégica, enquanto por aqui vivemos de planos que são eternamente adiados. Como diria o Boris Casoy: “isto é uma veerrggoonnhhaa”. Vou dar um… Read more »

    André de POA
    12 anos atrás

    é verdade que estamos muito atrasados em relação aos demais do BRIC mas ao que tudo indica nossa pobreza (miséria,fome,desemprego,etc.) é menor que as deles. Então ainda temos condições de não só recuperar o tempo perdido como passar adiante. Para isso investir na formação de massa crítica deve ser prioridade governamental. Assim poderemos fazer mais, melhor, mais barato e com custo humano (sacrificios) menor.

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Caro Mauro

    Gostei de seus comentários …
    Mas tenho que concordar com um colega aqui do blog que disse que quem trouxe ele aqui para o Brasil não foi uma cegonha, foi um urubu.
    Eh paisinho …O Hornet que não leia isso…
    A Índia (um país que tem uma estrutura social atrasadíssima e cultua vacas e macacos) lançou seu primeiro satélite em 1975.
    A China que há 2 décadas atrás tinha o nível social do Nordeste brasileiro lançou o seu primeiro satélite em 1970. E já marcou uma missão tripulada para a Lua.

    Sds
    Iuri

    Jorge
    Jorge
    12 anos atrás

    Senhores. Há alguns anos, em uma entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, o Sr. Lamprea, amícissimo ministro do Sr. FHC, afirmou sem pestanejar: “O Brasil deve abandonar a idéia de ser potência mundial”. Desde então esses arrogantes senhores e seus sucessores no governo, só fizeram cumprir esse projeto nefasto e traidor. Enquanto continuamos desorganizados, essa súcia passo a passo, vai avançando no intento de transformar o Brasil e os Brasileiros em “escada” para os planos internacionalistas de seus mentores europeus. Não é por incompetência que estamos atrás dos outros BRICs. É por meticuloso planejamento, e infelizmente levado a efeito… Read more »

    Lecen
    Lecen
    12 anos atrás

    É uma grande tolice essa estória de BRIC. Isso é coisa do Brasil, que inventa grupos onde não existem. A China, nem a India e nem a Rússia se importam com o nosso país. Percebam que os três possuem acordos economicos e militares um com os outros, enquanto com o Brasil, nada. Quem é que tem fábrica em solo nacional de aviões Sukhoi? Rússia. Índia. China. E o Brasil? Nada. Eles nem olham para cá quando fazem seus planos estratégicos de defesa, soberania, economica, política e diplomacia. Fazemos aprte de um grupo que sequer sabe que existimos! Já estão falando… Read more »

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Caro Jorge Os tenentes em 1922 e em 1930 derrubaram não só a república dos coronéis e do café, mas também a “república dos bacharéis”, algo em que o Brasil está se tornando novamente. Um país de funcionários públicos parasitas ganhando muito e fazendo nada. Por isso não sobra dinheiro do orçamento federal que é da ordem de centenas de bilhões de dólares. O FHC é um mero professorzinho de universidade, gente que só sabe falar bobagem mas não é capaz nem de achar o caminho para o banheiro. Além de ser também de moralidade altamente duvidosa como demonstra essa… Read more »

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Caro Jorge 2 Realmente o Lampreia falou isso, mas foi em 2000. “Lampreia rejeita sonho de potência mundial. Folha de São Paulo. São Paulo, p.1-8, 24 abr 2000; Citação maior. Editorial. Adeus ao Brasil potência. NOGUEIRA, Rui. Extravagância abortada. Folha de São Paulo. São Paulo, p.1-2, 24 abr 2000.” Penso que agora a situação é outra. Apesar do meu comentário pessimista acima, penso que estamos em situação política e econômica muito superior do que em 2000. O que nos falta é um “upgrade” tecnológico e educacional, pois uma indústria forte já temos.O Plano de Defesa, se é que existe de… Read more »

    Paulo Costa
    Paulo Costa
    12 anos atrás

    Calma gente,isto é a opção de governantes em uma area sem
    conflito,apesar de alguns desejarem,recentemente um
    organismo da ONU,fez um relatorio,e concluiu que o nosso
    pais foi o que mais avançou no combata a fome e a miseria.
    Enquanto isto em certos paises pessoas olham para a lua e
    sentem fome….

    konner
    konner
    12 anos atrás

    Comentário – [“Iuri Korolev em 22 out, 2008 às 13:27”]

    […]“O Brasil deve abandonar a idéia de ser potência mundial”[…]
    [Jorge em 22 out, 2008 às 13:58]

    Em se tratando de Brasil, a coisa é bem mais COMPLEXA.

    Senhores,

    A ‘Doutrina Monroe’, formulada em 2 de Dezembro de 1823, pelo presidente americano James Monroe (1817-1825), esclarece, porque tem sido tão difícil a tragetória de desenvolvimento do Brasil.

    Pesquisem e encontrarão as repostas para seus questinamentos.

    Ulisses
    Ulisses
    12 anos atrás

    Paulo Costa,você tem toda a razão,o Brasil é o país que mais combateu a fome nos últimos anos,a Índia quer ir a Lua,problema é deles!Vivem na extrema miséria e aqueles ignorantes querem até acordo nuclear!Sinceramente,nós NÃO ESTAMOS PERDENDO NADA em vista deles.

    Hornet
    Hornet
    12 anos atrás

    Iuri, “Eh paisinho …O Hornet que não leia isso…” acabei de ler…hehehe… Para engrossar o coro dos descontentes, mas com “classe” (rs.rs.), vamos de Chico Buarque (momentaneamente): Diz que deu, diz que Deus, diz que Deus dará, Não vou duvidar,ô nega e se Deus não dá, como é que vai ficar, ô nega? Diz que deu, diz que dá, e se Deus negar, ô nega Eu vou me indignar e chega, Deus dará, deus dará Deus é um cara gozador, adora brincadeira Pois prá me jogar no mundo, tinha o mundo inteiro Mas achou muito engraçado me botar cabreiro Na… Read more »

    Luiz Marcelo
    Luiz Marcelo
    12 anos atrás

    A Índia é um país muito estranho, Têm artefatos nucleares, lança um foguete para orbitar a lua, mas sua população defeca na rua e come junto com os ratos. O pior índice de saneamento básico do mundo. Não que sejamos bem melhores, mas não devemos comparar nosso desenvolvimento com os indianos. Quem compete com aeronaves nos mercados mais exigentes do mundo? Um dia o programa nuclear brasileiro foi deixado de lado. Era algo que ficou consumindo recursos por anos e anos sem resultado como este veículo lançador de satélites Brasileiro. Um programa que começou com os militares. Resultado, não faltaram… Read more »

    Ulisses
    Ulisses
    12 anos atrás

    E outra,alguns de vocês ficam ai respeitando chineses,indianos,russos, que gastam com tudo menos com o essencial:saúde,educação e principalmente fé eles não tem e etc.
    Me orgulho do Brasil por ter diminuído a fome,miséria,desemprego e etc.

    joao
    joao
    12 anos atrás

    Cade o PND??? Nao que foi adiado para Outubro? Daqui a uma semana chegamos a Novembro,e nada. Que vexame.

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Valeu Hornet !

    Só a genialidade do Chico para nos redimir …

    Olha, ele mora em Paris, no Ile de Saint Helene um dos bairros mais ricos da cidade.

    Quem sabe isto seja um sinal para uma boa parceria com a França ?

    Jorge
    Jorge
    12 anos atrás

    Caro Iuri.

    Grato pela correção.

    Mas aqui vai uma outra pérola que infelizmente não me lembro o autor, a não ser que era ou historiador ou sociólogo. Li a mesma em um resumo de livro, na seção de lançamentos da revista Época ou será a Isto É. Barbaridade que a idade chegou … e os neurônios se esvaem.

    A pérola:
    “O BRASIL É UM EXEMPLO DE PAÍS EM DECADÊNCIA QUE NÃO PASSOU PELO APOGEU”.

    O problema é que além de não acreditarem, “mexem os pauzinhos” para que nada dê certo, comprovando assim a própria tese. É doentio ou não é?

    Iuri Korolev
    12 anos atrás

    Jorge

    Eu prefiro a frase do Nelson Rodrigues :

    “O Brasil é um país que precisa ser construído, só que ninguém quer construir”.

    Hornet
    Hornet
    12 anos atrás

    Amigo Iuri,

    Pois é, é sempre bom ouvir o Chico, ele nos coloca nos eixo e sempre dá um “up-grade” na nossa auto-estima…e como vc bem disse, o Chico já está fazendo a parceria com os franceses: ele mora no Rio de Janeiro e em Paris…quem sabe não seja um bom presságio…rs.

    um forte abraço