domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Força Aérea Chilena compra Super Tucano

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Embraer e a Força Aérea Chilena (FACH) assinaram contrato para a venda de 12 aeronaves Super Tucano. O anúncio é o resultado final da concorrência feita pela FACH, que selecionou o avião fabricado pela Embraer como a melhor solução para treinamento tático dos seus pilotos. O primeiro Super Tucano deverá ser entregue no segundo semestre de 2009.
O Super Tucano opera atualmente nas Forças Aéreas Brasileira e Colombiana, sendo utilizado com sucesso para o treinamento de pilotos e ataque leve de alta precisão em missões de segurança interna. A proposta da Embraer selecionada pela FACH inclui um amplo pacote de Suporte Logístico Integrado (Integrated Logistic Support – ILS) e um avançado sistema de treinamento e apoio à operação (Training and Operation Support System – TOSS), abrangendo não somente a aeronave, mas também estações de apoio em solo.
“Estamos muito orgulhosos em anunciar que o Super Tucano foi a aeronave selecionada pela Força Aérea Chilena, uma instituição reconhecida internacionalmente pela alta capacitação dos seus profissionais”, disse Luiz Carlos Aguiar, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Defesa e Governo. “Oferecemos a solução de treinamento tático mais eficiente, com a melhor adequação operacional do mercado, tecnologias de última geração e pacote de serviços abrangente. Temos certeza de que a disponibilidade do Super Tucano contribuirá positivamente com a formação dos pilotos da FACH.”
O TOSS da Força Aérea Chilena será composto por três sistemas: um de planejamento de missões de navegação e ataque (Mission Planning Station – MPS), um para o relato de missões (Mission Debriefing Station – MDS), e um simulador de vôo (Flight Simulator – FS).
A escolha do Super Tucano pela Força Aérea Chilena também será uma grande oportunidade para ampliar a parceria bem-sucedida entre a Embraer e a Empresa Nacional de Aeronáutica de Chile – ENAER (www.enaer.com), estabelecida há mais de dez anos para o desenvolvimento do jato regional ERJ 145.

- Advertisement -

23 Comments

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Baschera

Pois é, falta a confirmação sobre a venda dos ST à Força Aérea do Equador, que teria comprado 24 e estaria estudando a compra de 2 R-99A.
Sds.

Voluntário da Pátria

E ainda tem “cupanhero” que chora pelos 12 S. TUCANO que o governo Brasileiro irresponsavelmente venderia ao CHAVEZ. Em troca da negativa, já vendemos quase 60 SUPER TUCANOS, inclusive para BLACKWATER. Os COIN Brasileiros, agora estão por aí, fazendo O BEM À HUMANIDADE, “NEUTRALIZANDO” “REVOLUCIONÁRIOS”…

Paulo Costa

Duvido que seja vendido o nosso R-99 ao equador,são os aviões mais caros de qualquer inventario.

Zuavo

O ataque dos Super “Tucas” contra as FARC impressionou bastante todos os potenciais clientes. O Chile que previa comprar os “Havard II” não perdeu tempo e mudou para o nosso prduto.
Isso sim é reconhecer competência de quem faz um excelente produto!

Baschera

Os R-99 tem preço estimado entre Us$ 80 à Us$ 90 milhões cada.
Sds.

Wilson Johann

Caro Voluntário da Pátria,

O Brasil iria negociar (ou vender) 12 AMX-T à Venezuela, e não Super Tucanos. A Embraer tem o projeto desenvolvido. Derrepente, é este o projeto do AMX que querem relançar para nossa Força Aérea e mercado latino-americano.

Abraços!

Billy

A venezuela também cogitou adquirir os SUPERTUCANOS.

[…] Tucano para uma força aérea da América Latina. Em agosto de 2008, a Empresa anunciou acordo com a Força Aérea Chilena (FACh) para a venda de 12 aeronaves e, no início deste ano, confirmou a venda de oito unidades para a Força Aérea da República […]

[…] do Blog: em breve, pilotos chilenos e equatorianos poderão trocar experiências no EMB-314 Super […]

francisco alves pereira

Talvez não fosse sonhar demais, e AMX-T com tecnologia e designer modernizado, e por que não sonhar um pouco mais com o a-29 supertucano com um designer mais futurista, tecnologia sthealt e turbinas a jato com supercruiser, este eu gostaria de ver pelo menos em desenho gráfico. sonhar é possível e em aviação tudo começou de um sonho, não apenas do compatriota Santos Dumont, mas de tantos outros que antes dele lutaram para realizar o sonho de voar como as aves.

Baschera

Pois é, falta a confirmação sobre a venda dos ST à Força Aérea do Equador, que teria comprado 24 e estaria estudando a compra de 2 R-99A.
Sds.

Voluntário da Pátria

E ainda tem “cupanhero” que chora pelos 12 S. TUCANO que o governo Brasileiro irresponsavelmente venderia ao CHAVEZ. Em troca da negativa, já vendemos quase 60 SUPER TUCANOS, inclusive para BLACKWATER. Os COIN Brasileiros, agora estão por aí, fazendo O BEM À HUMANIDADE, “NEUTRALIZANDO” “REVOLUCIONÁRIOS”…

Paulo Costa

Duvido que seja vendido o nosso R-99 ao equador,são os aviões mais caros de qualquer inventario.

Zuavo

O ataque dos Super “Tucas” contra as FARC impressionou bastante todos os potenciais clientes. O Chile que previa comprar os “Havard II” não perdeu tempo e mudou para o nosso prduto.
Isso sim é reconhecer competência de quem faz um excelente produto!

Baschera

Os R-99 tem preço estimado entre Us$ 80 à Us$ 90 milhões cada.
Sds.

Wilson Johann

Caro Voluntário da Pátria,

O Brasil iria negociar (ou vender) 12 AMX-T à Venezuela, e não Super Tucanos. A Embraer tem o projeto desenvolvido. Derrepente, é este o projeto do AMX que querem relançar para nossa Força Aérea e mercado latino-americano.

Abraços!

Billy

A venezuela também cogitou adquirir os SUPERTUCANOS.

[…] Tucano para uma força aérea da América Latina. Em agosto de 2008, a Empresa anunciou acordo com a Força Aérea Chilena (FACh) para a venda de 12 aeronaves e, no início deste ano, confirmou a venda de oito unidades para a Força Aérea da República […]

[…] do Blog: em breve, pilotos chilenos e equatorianos poderão trocar experiências no EMB-314 Super […]

francisco alves pereira

Talvez não fosse sonhar demais, e AMX-T com tecnologia e designer modernizado, e por que não sonhar um pouco mais com o a-29 supertucano com um designer mais futurista, tecnologia sthealt e turbinas a jato com supercruiser, este eu gostaria de ver pelo menos em desenho gráfico. sonhar é possível e em aviação tudo começou de um sonho, não apenas do compatriota Santos Dumont, mas de tantos outros que antes dele lutaram para realizar o sonho de voar como as aves.

Paulo Antonio

NÃO SERIA BEM UM COMENTÁRIO, MAS UMA PERGUNTA QUE GOSTARIA DE FAZER FAZ MUITO TEMPO. ACREDITO QUE O BRASIL POSSUI GRANDES PROFISSIONAIS, PROJETISTAS, ENGENHEIROS, ETC DO RAMO DA AVIAÇÃO QUE SERIAM CAPAZES DE CRIAR PROJETOS OUSADOS, AO PONTO DE ATÉ SUPERAR MODELOS RUSSOS E AMERICANOS. O QUE IMPEDE O BRASIL DE METER A CARA NUM PROJETO DESSES, CRIAR UM NOME NO MERCADO INTERNACIONAL, MODERNIZAR A FROTA DE CASA A AINDA DE QUEBRA GANHAR MUITO, MAS MUITO DINHEIRO VENDENDO ESSAS MÁQUINAS DE FABRICAÇÃO “CASEIRA”? – FICO INDIGNADO COM O FATO DO BRASIL VIVER METIDO EM NEGÓCIOS COM OS GRINGOS QUANDO A… Read more »

j. Claro

Por tudo q tenho visto a respeito do nosso supertucano, posso concluir q ele é o queridinho do mundo da defesa. É por essas e outras q a cada dia q se passa, fico convencido de q não sentir orgulho em ser brasileiro é ta-
refa prá quem não possui a menor ideia do q seja civismo. Um abraço a todos. Avante Brasil.

j. Claro

Em tempo, sei q o mundo dos negócios vive de lucros, mas não gostaria de ver nenhum amx e muito menos supertucano sendo negociado com o chapolim colorado. A nossa Embraer pode muito bem voar cada vez mais alto, sem fazer negócios com esse agente da intraquilidade sulamericana.

Reportagens especiais

Poder Aéreo no Marrakech Air Show

Por Jean François Auran Especial para Forças de Defesa/Poder Aéreo A sexta edição do show aéreo marroquino "Marrakech Air Show", ocorreu...
- Advertisement -
- Advertisement -