O Irã parece estar pronto para receber caças Su-35 Flanker-E fabricados na Rússia no ano novo, de acordo com autoridades dos EUA. A avaliação é baseada em um programa para treinar militares iranianos na pilotagem o Su-35, que ocorreu na Rússia no primeiro semestre deste ano.

A Rússia poderá fornecer os 24 caças Su-35 que seriam entregues ao Egito, mas cuja venda foi adiada e depois cancelada como resultado da lei CAATSA (Countering America’s Adversaries Through Sanctions Act). Esses caças foram fabricados e deixados na KnAAZ – maior fábrica de aviões da Rússia (foto abaixo).

O recebimento dos Su-35 pelo Irã dará vida nova à Força Aérea Iraniana, pois o país não recebe um novo caça desde os anos 1990, quando foram adquiridos MiG-29 Fulcrum da Rússia.

O Força Aérea Iraniana continua a depender fortemente de jatos como F-4 Phantom II, F-14 Tomcat e F-5E/F Tiger II fabricados nos Estados Unidos, todos recebidos antes da revolução de 1979 e cada vez mais difíceis de manter.

O governo russo tem recebido drones Kamikaze do Irã para atacar alvos na Ucrânia e está tentando adquirir centenas de mísseis balísticos iranianos de curto alcance.

FONTE: The Drive/The Warzone

LEIA TAMBÉM:

Rússia gastará US$ 143 bilhões, um terço do orçamento, em defesa e segurança no próximo ano


Quer discutir esse e outros assuntos com leitores da Trilogia Forças de Defesa em tempo real? entre no nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui.

Subscribe
Notify of
guest

163 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Underground

Logo, logo os iranianos vão dizer:
– Nossa, como era boa a qualidade dos americanos!

Mirão

“Sniff Sniff Rússia bad”

Andre

isso já era claro para eles desde que deram um cacete nos MIGs.

Fábio Jeffer

Undersgroto falando asneira de novo

Underground

Segundo os indianos os motores do Sukhoi precisam ser trocados por novos no meio da vida útil do avião, enquanto caças ocidentais duram a vida toda.

Mirade1969

Qual a fonte da noticia? Do jornal inventei agora?

carvalho2008

olha, em geral…sempre foi a doutrina russa….não sei se continua assim, mas a epoca dos MIG-21 e F-7 que o Brasil chegou a cotar para repor ou trocar os F-5…as contas é que um motor do F-7 custaria US$ 500 k e o do Mirage, R$ 3 milhões….a diferença é a doutrina em que no na Russia vc substitui e no ocidente vc manda para manutenção……os ciclos são bem diferentes e ai, tem de ter a conta da vida toda para comparar…

Rômulo

Segundo todos os jornais, os F-35 são problemáticos e caem a toda hora.
Chora!

Cristiano de Aquino Campos

O material Russo não deve nada ao do Ocidente, o problema dos Russos e na doutrina de emprego. Se quem tem material Russo usa doutrina ocidental se dá muito bem e estamos vendo isso na Ucrânia onde o grosso do material deles é de origem Russa.

Marcelo M

Lógico que deve. O primeiro fator sempre foi a eletrônica. URSS e Rússia nunca conseguiram chegar perto do Ocidente. O segundo fator, mais recente, é a capacidade Stealth, a qual os EUA já conseguiram estabelecer desde os anos 80 e estão em níveis de desenvolvimento muito mais avançado. A Rússia so recentemente colocou em operação o SU 57, do qual se desconfia ter uma redução de imagem de radar muito discreta e apenas frontalmente. Nada perto do F22 que já tá quase se aposentando.

Rômulo

Demorou muito essa atitude da Rússia.
Agora manda os americanos entregarem os F-35 para …
Não tem ninguém por lá.
Kkkkkkkkk

Velho Alfredo

Eles já sabem disso há muito tempo, se não já teriam substituído os F-4,5 e 14.

Alexsandro

O irá tava sob embargo de armas da ONU até uns 2 anos atrás (acho que isso, não sei exatamente quando caiu o embargo).

Mirão

Vladimir Putin será o funcionário do mês da Sukhoi nós próximos meses que virão hahahahahahahaha

Rogerio

Pois é, ja é funcionario do mes da Otan, UE, Partido Democrata, Dassault, BAe, Lockheed, Boeing, companhias de gas dos EU, Catar e etc….

Rômulo

Essa notícia doeu, né?

Henrique

ele ja é funcionário do ano na otan kkkkkkk

Nunca se vendeu tanta arma na organização que esta decadente e morta ha 1 ano kkkkk

FS0Iq1UXoAIM93z.jpg
Leônidas ferreira

Para as empresas de gás e petróleo americano também , que agora vendem 6x mais cara pra aliado do que era antes, mas para isso alguém tem que ser sido feito de otario a indústria europeia

Last edited 1 mês atrás by Leônidas ferreira
Machado

Kkkkkkk Excelente. Os europeus como sempre feitos de otário pelo tio Sam.

Thiago A.

Meu Deus, que peninha, já já veremos barcaças á deriva com milhares de europeus tentando chegar na Rússia, Síria ou Irã onde o gás nunca falta e sobretudo é barato… Verdadeiros paraísos .

Ah não 😕, uma atualização do último minuto me informou que acontece exatamente o contrário. Estranho…

Thiago A.

Gasoduto de 5.600 quilômetros ao longo da costa da África Ocidental forneceria gás aos 15 países da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental, que também assinaram o acordo na quinta-feira, e permitirá o envio de combustível para a Espanha e o restante da Europa,”

*Só uma, das várias alternativas em construção*

thumbnail_4.jpg
Rômulo

Ficará pronto em 2056.
2056 é longo prazo e até lá todos estaremos mortos.
Principalmente os europeus.
De frio.

marcus mendes

Se fosse feito no Brasil estaria pronto em 2100.

Leônidas ferreira

Projeto faraônico,quantos bilhões vão ter que gastar,os americanos banca?, quanto tempo para terminar 2 década…. Achei que você ia falar em incentivo financeiro do governo americano a indústriais europeus para repassar a produção para sua filial americana onde o gás e mais barato

Last edited 1 mês atrás by Leônidas ferreira
Leônidas ferreira

Mimimi

Nativo

Mimimi porque zezinho?

Rui Mendes

Vão gastar 1/3 em defesa do orçamento total do país???
Coitados dos Russos.

jommado

Fakenews!

Silvano

Boa compra do Irã.

Marcelo Bardo

Tranqueira russa…

oswaldo

Bom e o F 35, caro, nao tem disponibilidade, e cai a toda hora…kkkkk

marcus mendes

Se os SUs da vida fossem bons, os Ucranianos não derrubariam nenhum.

Nei

Cai porque voa, já sua SU-57 voa 1 vez por mês e nem tem 10 unidades produzidas.

Luiz

Boa são as tranqueiras dos EUA. F-35,737 Max…

Joanderson

Agora o Irã vai ter caças de verdade.
Arábia Saudita e Israel qui se cuide.
So falta os s400.

Ivan

Calma Joanderson.
.
Sukhoi Su35 é um excelente caça de superioridade aérea,
mas, tem sempre um (ou dois) ‘mas’,
serão apenas 24 unidades (2 dúzias)
que eram destinadas ao Egito.
.
O segundo ‘mas’ é a quantidade de caças Sauditas:

  • 150 (12 dúzias) Strike Eagle F-15SA (Saudi Advanced);
  • 70 (6 dúzias) Eurofighter Typhoon; e
  • 60 (5 dúzias) Eagle F-15 C (sem contar com 20 F-15D).

Números redondos, é claro, sendo que alguns podem ser de versões mais antigas, como os F15C, mas ainda assim, mortais no combate aéreo.
.
Saudações,
Ivan, o antigo.

Ataul

Em “belas bases” que seriam destruídas nas primeiras salva dos mísseis balísticos iranianos para os quais os sauditas não tem defesa efetiva.

Machado

Foi o que pensei também. Sem contar os drones iranianos. Vide o que fizeram na refinaria saudita. Os patriots foram inúteis

Von Richtoffen

Nesse raciocínio tem que entrar na conta os F-14, F-5, Mig-29…

Ivan

F-14 Tomcat sim.
F-5 e MiG-29 não.
.
Saudações.

J-20

Não adianta os sauditas terem essas aeronaves e continuar colocando apenas membros da nobreza para pilotar essas máquinas, independente de sua competência como pilotos.

marcus mendes

Isso mesmo! Arabia saudita com Rafale, F35, F15 e Typhoon tem que se cuidar mesmo.

Mensageiro

Esse é o caça que até agora não conseguiu superioridade aérea na guerra? Kkkkk

Mirade1969

Mas abateu muitos caças na Ucrania e se tivesse algum americano voando lá também seria abatido.

Marcelo Bardo

Essas tranqueiras russas só tem propaganda.

Mirade1969

As tranqueiras americanas não fazem ? sendo os EUA o país do marketing? se não tiver propaganda não vende.

H.Saito

Ia nada, os russos somente abateram sucata russa usada pela Ucrânia.

Andre

mas tbm…abater MIG-29…

Maurício.

“mas tbm…abater MIG-29…” Vamos lá, se for para relativizar abates… O tão famoso F-16, o caça mais capaz que ele abateu foi justamente o Mig-29, de resto, só “tranqueira” como Tucano, Bronco, Mig-21, 23 e 25, Soko J-21, Su-22, Helicóptero Mil Mi-8 e até aviões de transporte como An-24 e 26. O tão poderoso F-15, vai pelo mesmo caminho, o caça mais capaz que ele abateu foi justamente o Mig-29, mesmo caso do F-16, quase as mesmas vítimas, mas, o F-15 ainda abateu em torno de uns 6 Mirage F-1, de resto, só “tranqueira” também, até 1 Su-7, um avião… Read more »

Andre

A diferença que vc “esqueceu” é a quantidade de combates que o f15 e o f16 participaram e a quantidade de vezes que os usuários de f15 e f16 atingiram supremacia aérea.

O su27/35 está enfrentando o mesmo mig29 mas não consegue garantir a supremacia aérea.

Pelo menos, novamente, concordamos que o mig 29 é ruim demais.

Slowz

Supremacia aérea no vietnã foi muito útil né .. 🤣🤣🤣

Leandro Costa

Foi extremamente útil, pra falar a verdade. Mas acho que você não entenderia se eu tentasse te explicar. Troll não quer aprender, quer só ficar na zueira 😛

Slowz

Útil sim, mas adiantou ?

Leandro Costa

Muita coisa! Vou te dar uma listinha de coisas que apareceram por causa do Vietnã: LGB’s, AGM-65’s, E-3, F-14, F-15, F-16, F/A-18, F-117/B-2/Tecnologia Stealth, AIM-120, AIM-9L/M/X, Designador laser em solo, maior desenvolvimento de drones autônomos, etc. A Guerra Aérea sobre o Vietnã do Norte era totalmente diferente da guerra no Vietnã do Sul e qualquer leitor trivial sobre o assunto sabe disso.

Andre

Talvez vc não tenha conseguido ler em português mas estávamos falando sobre o Mig29, Su27/35, F15, F16. Nenhum desses esteve no Vietnã.

Slowz

Eu não especifiquei …

Mirade1969

Eles foram fabricados como resultado das lições do sudeste asiático. É isso que ele quis dizer.

João Fonseca

“Lições do sudeste asiático” você quer dizer “experimentos genocidas patrocinados pelos capitalistas imperialistas contra o Povo do Vietnã”… que serviu de cobaia para que novas máquinas de matar fossem “aperfeiçoadas” na expectativa de se ganhar um bom lucro com isso…

Last edited 1 mês atrás by João Fonseca
Leandro Costa

LOL

Maurício.

A diferença que você esqueceu também, é que o F-15 e F-16 contavam com todo um aparato de aeronaves AEW dos aliados, contra Mig-29 desdentados em sistemas e armas, sem contar o número sempre maior de aeronaves.
Se a Rússia não conseguiu a tal supremacia aérea, mesmo a força aérea ucrâniana praticamente não tendo mais caças, esse é um erro da Rússia e não propriamente do Su-35.
Por essa sua visão, temos obrigação de desmerecer o F-15 e o F-16, afinal, com suas próprias palavras: “mas tbm…abater MIG-29…”

Andre

A Rússia não tem aparato AEW e não tem mais aeronaves que a Ucrânia?

Maurício.

Andre, vou tentar “desenhar” para você, o usuário Mirade deu a entender, que ele acha o Su-35 um bom caça, já que tinha abatido “muitos caças na Ucrânia”. Aí, para desmerecer o Su-35, tu fez o seguinte comentário:  “mas tbm…abater MIG-29…” Aí eu disse, que se for para relativizar abates, tanto o F-15 quanto o F-16, seguindo o teu próprio ponto de vista, também não são grandes coisas, já que o caça mais capaz que eles abateram foi justamente o Mig-29! Agora, é claro que a Rússia tem aeronaves AEW e muito mais aeronaves, mas, na minha opinião, eles não… Read more »

Mirade1969

Ela não conseguiu devido aos sistemas russos de SAM isso é que faz a diferença os Sistema S-300 mesmo os Ucranianos defasados ainda são um perigo para qualquer aeronave e faz com que eles tenham que voar baixo ficando ao alcance dos outros sistemas de misseis de médio alcance ou portáteis, pois a força aérea Ucraniana não tem mais força para contra atacar e se for fazer um contra ataque contra aviões russos vai perder muitos e facilmente, por isso eles evitam o dog figther,.

Mirade1969

Não é ruim, ele é apenas defasado tecnologicamente, coloque um f-16 fabricado em 1978 sem ter passado por upgrade para combater contra um Su-35 vai dar o mesmo resultado. O Mig-29 atualizado seria o Mig-35 que dai dava para ter um avião mais em pé de igualdade. Assim como F-16 A não é a versão mais atual do caça americano voando

Marcelo

O F-16 MLU modernizado foi abatido por um MiG -21 Bison para vc nao esquecer !!!!
Coloca o f-16 de 1978 contra o Su-35 vc vai ver o que acontece !!!

Andre

UM F-16 foi abatido por UM mig-21. Se voa pode ser abatido, agora veja quantos Mig-21 foram abatidos por F-16.

Guerra não é video game que se luta x1. Provavelmente até um F-16 modernizado tenha problemas enfrentando um Su-35.

Andre

A grande diferença é que o Mig-29 fracassou em toda guerra que participou, independente do operador, sejam europeus, árabes ou africanos, Já o F-16 saiu vitorioso de toda guerra que participou.

Se isso foi devido ao suporte, ao treinamento, às peças de reposição, ao GPS, aos armamentos, ao radar….provavelmente cada caso vai indicar o fator principal, mas quando olhamos o todo, esse é o fato.

Mirade1969

É bem isso, mas sendo ocidental tem uma torcida que vai além dos fatos verificados.

Valdi

Vdd é que EUA junto com a UE e Otan acabaram com estoque de seus arsenal e não conseguiram tirar os russos da Ucrânia que ainda nem apelaram pra uma nuclear

Leandro Costa

Sim, aquele que inclusive tem um radar AESA prometido para ele, mas que nunca ficou pronto. Aquele que tem uma baita suíte de guerra eletrônica que parece não funcionar contra sistemas antiaéreos antigos e de fabricação Russa mas que de toda forma a essa hora está sendo estudado de cabo à rabo em algum laboratório nos EUA já que um dos Su-35S que foi abatido caiu com esse equipamento quase intacto. Esse aí mesmo.

Fábio Jeffer

Ihh rapaz, tu tá por fora mesmo.

Cristiano de Aquino Campos

Não conseguiu superioridade aérea graças aos sistemas anti-aérea de longo e médio alcance da Ucrânia que até hoje, são de origem Russa. Para você ver que equipamento Russo e tão bom quanto o ocidental. O problema dos Rússos ainda é de doutrina.

Leandro Costa

Os Russos sempre tiveram excelentes sistemas de defesa antiaérea, mas existem sim problemas de equipamentos e doutrina Russos do mesmo jeito. A Ucrânia não está usando apenas doutrina ocidental não. Na verdade estão usando um misto de ambas porque eles simplesmente não tem como assimilar décadas de desenvolvimento de doutrina militar em tão pouco tempo. O problema Russo é mais embaixo. Eles não conseguem sustentar nem mesmo a sua doutrina operacional. Os equipamentos deles não são testados de forma integrada com outras forças, outros elementos. Eles estão com a mesma mentalidade ocidental da década de 1960 em relação à isso… Read more »

Felipe

Só abateu umas 2 dezenas de MiG-29 da Otan até agora.

Leonardo

Por um Mundo Multipolar…

Aéreo

A Rússia foi uma colaboradora razoável do mundo ocidental nos últimos 30 anos. Em especial depois do 11 de setembro na guerra contra o terror. Foi uma nação responsável em questões críticas como a não proliferação nuclear e de misseis. Foi parceira fundamental em programas globais como a ISS. Qual foi a contrapartida ocidental? Cercar a Rússia de bases da OTAN. Putin por sua vez avaliou de forma equivocada o seu poder militar na Ucrânia, começou 2022 como o grande estrategista militar mundial, tendo a Rússia uma posição de superpotência energética e militar. Vai terminar o ano, na posição de paria… Read more »

Nonato

Vejo um ar de defesa do comunismo russo e chinês. Defesa de Coreia do Norte, Irã e Cuba. Mas não posso negar que há alguns pontos sabios em sua análise. Eu fui contra o ataque à Libia num momento em que Muamar Kadafi não representava perigo nenhum ao ocidente. Essa de não deixar o inimigo sem saída também é interessante. Não se pode negar que gás e petróleo russo baratos foram úteis para a Europa, que financiou a Rússia e suas forças armadas. A Russia pressionou a Siria a não deixar um gasoduto passar por lá e deixar a Europa… Read more »

Fábio Jeffer

E eu vejo um ar de desinformação e ignorância de sua parte, alias um alienado. Desde quando Rússia é comunista.

JClaudio

AÉREO,
Acompanho as discussões aqui há anos, e nunca tinha visto uma análise tão sólida. A grande maioria que comenta aqui expõem suas paixões, e quando contrariadas partem para a ofensa pessoal. PARABÉNS pela sobriedade de sua análise. Abraço.

Ataul

Sólido como geleia de mocotó…

Mirade1969

A Rússia segue tratados de não proliferação de armas atômicas, ela não faz testes nucleares desde dos anos 80 nem de subsolo e tinha se medo que quando acabou a URSS houvesse a fuga de cientistas para países que desenvolvem armas atômicas o que não se provou isso em 30 anos. Os cientistas que desenvolveram a bomba atômica da Coreia do norte são do país mas também receberam ajuda da China e durante a guerra fria a URSS não ajudou a China a desenvolver a sua bomba atômica o que foi uma das causas do rompimento com a URSS. O… Read more »

Andre

Interessante o momento para lembrar do esforço russo para evitar a proliferação de armas nucleares após o fim da URSS. Eles conseguiram recolher todas as ogivas que estavam com os ucranianos apenas com um acordo, sem precisar derramar uma gota de sangue. Um grande sucesso

Adriano Madureira

As ogivas eram russas, os ICBMs não estavam sobre controle ucraniano,que não poderiam disparar um missil sequer, pois tal prerrogativa não era de Kiev e sim de Moscou…

E eles sairam ganhando na época: Conseguiram sua independência e o reconhecimento como nação por parte da comunidade internacional, tiveram suas dívidas perdoadas e receberam equipamentos militares em troca das ogivas.

Além de terem acesso a organismos financeiros internacionais.

Leandro Costa

Também tiveram a garantia de respeito às suas fronteiras, mas isso não foi escrupulosamente obedecido por Moscou…

Andre

Essa parte do acordo o Adriano “esqueceu”.

Fábio Jeffer

Eles só fizeram o que os EUA vêm fazendo nos últimos 80 anos

Andre

Qual território os EUA absorveram nos últimos 80 anos?

Slowz

E nem por EUA e RU de garantir a segurança da Ucrânia ..

Leônidas ferreira

E também a Rússia de não expansão da Otan

Leandro Costa

Já falei mil vezes que nunca houve esse acordo. Até postei o relato do próprio Gorbachev dizendo que isso nunca ocorreu, e vocês insistem nessa besteira. Daqui a pouco vão negar vacina e abraçar a cloroquina…

Last edited 1 mês atrás by Leandro Costa
Leônidas ferreira

Gorbachev o dirigente comunista do comercial da bolsa Luis vuitton e pizza hutt …. Ele era um traidor mentiroso

Leandro Costa

Aí é opinião pessoal sua.

Se Gorbachev tivesse conseguido seguir em frente com seus planos, é bem provável que a URSS ainda existisse, e se bobear, quase tão forte quanto a China é hoje.

Andre

As ogivas não eram russas, eram soviéticas. E apesar do governo central da URSS estar em Moscou ele não era exclusivamente controlado pelos russos.

Brejnev era ucraniano.

E a independência ucraniana não foi em troca das ogivas, ela foi decidida pelo povo ucraniano. O acordo da entrega das ogivas é bem conhecido e hoje é muito fácil achar o que foi trocado pelo que.

Suas ideias são muito bonitas, mas infelizmente não correspondem à realidade.

Nilton L Junior

Alias os bots esquecem que foram os europeus que pressionaram a Rússia para retirar as ogivas da Ucrânia porque eles temiam que algumas ogivas pudessem cair em mão de gente boa, a confiança no regime de kiev era uma maravilha, tem alguns boatos que o programa de míssil koreano teve ajuda $ dos ucras que gentilmente em nome da ciência cedeu $ alguns motores de foguete imagina se dessem uma ogiva.

Ataul

“organismos financeiros internacionais”:

Tiveram acesso aos organismo parasitas e neocoloniais ocidentais (FMI, Banco Mundial, etc)…

Ataul

A Ucrânia já tinha declarado publicamente a disposição de ter armas nucleares novamente pouco antes do início da Operação Russa… Foi um dos motivos básicos da Operação… Obviamente não será verá isso em nenhuma pseudo análise ocidental… Idem os laboratórios de armas biológicas… Quem nunca cumpriu os Acordos de Minsk foi a Ucrânia. Que sistematicamente bombardeava áreas civis no Donbass; que faz até hoje, diariamente, com armas da OTAN! Obviamente não se verá nada disso na mídia ocidental… Alvos civis, indiscriminados! Ataques sem nenhuma validade militar a não ser fazer terrorismo na população civil. Os russos tentaram, formalmente, uma discussão… Read more »

Leandro Costa

Deve ter sido duro para você assistir a queda da URSS e o fracasso do marxismo-leninismo e a vitória do neoliberalismo hehehehe

Filipe Prestes

Excelente análise

Felipe Morais

É isso. Foi um enorme erro continuar tratando a Rússia como se URSS ainda fossem. Foi um grande erro não tentar a aproximação, em vez de continuar os tratando como os grandes inimigos do mundo ocidental. Só não se pode omitir o papel que os próprios russos tiveram nesse acirramento de relações. Quanto às ditaduras citadas e outras, da tal primavera árabe, também não se pode omitir o papel das pessoas que, de fato, foram às ruas contra os regimes. Do jeito que você coloca, não sei se é o que realmente pensa, parece que havia um botão, apertado pelos… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Felipe Morais
Andre

Ótima análise, pena que esqueceu de considerar que a Otan recebeu a solicitação para entrada de um país com fronteira com a Russia, antes deste ano, em 2004, quando os países bálticos solicitaram entrada. 18 anos depois este é o motivo da Russia atacar a Ucrânia? A discussão da entrada da Ucrânia não existia, simplesmente porque desde 2014 a Ucrânia tinha um conflito interno, o que proíbe o ingresso do país na organização. E se mesmo que o interesse ucraniano fosse motivo, não seria um motivo muito mais forte a solicitação de ingresso feita pela Finlândia e Suécia, mesmo após… Read more »

Kornet

Sua análise é um fato,sendo que muitos eivados de ódio à Rússia e outros indo na onda do politicamente correto , não percebem ou querem fechar os olhos para que um dos atores responsáveis por essa guerra é o “glorioso”zelensky o qual foi encorajado,induzido e muito bem patrocinado a atrair a Rússia para um plano muito bem elaborado por pessoas da Europa e do outro lado do oceano.
As consequências o mundo está vendo e como terminará ninguém sabe.

Ataul

Análise rasa, eivada de ignorância sobre História e Geopolítica elementares e com viés claramente pró-narrativa ocidental.

Ataul

Só faltou geopolítica real nessa “análise”… Quem alavancou o ISIS foram o próprio EUA e países da OTAN… O tempo inteiro, até hoje, fazem jogo duplo com o ISIS e n outros grupos salafistas/ jihadistas no Oriente Médio, Ásia Central e África… Quanto a Europa os objetivos dos EUA são claros e indeléveis para seu regime: bloquear os acesso alemão a gás russo barato, e integração eurasiática cada vez maior, destruir a competitividade industrial europeia e manter sua organização de controle colonial da Europa (OTAN). Sobre os russos o comentário final é o esperado… Ipsis Litteris narrativa ocidental… Como se… Read more »

Fabio Araujo

Israel tem reclamado dos russos e ameaçado entregar armas modernas para os ucranianos se os russos continuarem a comprar armamento iraniano, provavelmente Israel já tinha indícios desse possibilidade dos russos pagarem o que estão recebendo com o SU-35 e outros armamentos de origem russa. O SU-35 na mão do Irã vai ser uma dor de cabeça para israelenses, turcos, sauditas, americanos e egípcios! Se não me engano levando em conta o alcance do SU-35 e das armas que ele pode levar parte da Europa Ocidental estaria no alcance de ataque do SU-35 baseado no Irã!

Henrique

Hanucá do Mossad esse ano vai ser movimentado kkkkk

Leônidas ferreira

Mossad organização terrorista alheio a lei internacional. Logo que tiverem armas nuclear os abuso acaba e conversa muda

Thiago A.

Respeitosamente, acredito que você não tenha a mínima idéia da quantidade e variedade de caças presentes naquela região. Só para ficar em tema de copa, vai conferir as últimas encomendas da força aérea do Qatar. 24 Typhoons, 36 Rafale, 36 F-15 …. Isso, falando em uma da menores monarquias da região. Os Emirados Arabes, só o ano passado, fecharam um contrato com os franceses que incluía 80 Rafale. A Arabia Saudita deve ter quase 400 caças de tudo que é tipo. Israel o mesmo, 400 caças entre F-15/F-16/F-35… Não precisa nem falar do nível de prontidão e treinamento entre as… Read more »

Mirade1969

Você esqueceu que o Irã era sancionado por isso não podia comprar armas de qualquer procedencia, mas as sanções tem data para acabar por isso e por outras razões eles estão comprando agora. Se fosse para atacar Israel o Irã não usaria a força aérea e sim os seu foguetes como atacou a base americana na Síria. É mais prático e dai vem o medo de que o Irã tenha construido um numero de ogivas atomicas que podem ser usadas em misseis que podem atingir Israel. Os anos de sanções os Iranianos desenvolveram sua própria indústria bélica.

Adriano Madureira

Tem data não amigo, já acabou… Em 18 de outubro de 2020.

após 13 anos,Teerã está livre para comprar veículos de combate e artilharia de alto calibre. Aviões de guerra e embarcações também podem integrar o Exército do país sem a aprovação da ONU.

E o Departamento de Estado norte-americano já começou com sua chantagens e ameaças, advertindo a todos os países e empresas para que não comercializem armas a Teerã.

“Estamos preparados para punir qualquer indivíduo ou entidade que contribua para o fornecimento, venda ou transferência de armas ao Irã”.

Ataul

Obviamente os pró-EUA/OTAN que comentam aqui não tem a mínima ideia do que tem acontecido nas últimas reuniões da Organização para Cooperação de Xangai… A era do unilateralismo nefasto e criminal dos EUA (seguido por suas colônias…) acabou. O Irã agora é aliado estratégico de China e Rússia. E ambos estão se lixando para as sanções dos EUA, assim como progressivamente os outros países da organização assim que se integram cada vez mais. A maior parte do mundo já está cada vez mais consciente e cansada da Política de Estado criminosa dos EUA, que não tem nenhuma contribuição além de… Read more »

Fabio Araujo

Sim, mas esses caças iriam enfrentar caças iranianos ultrapassados, os mais novos seriam os Mig-29 e das primeiras versões, são muitos mas poucos capazes contra esses caças modernos, mas com o SU-35 a coisa muda de figura agora o Irã terá um caça pé de igualdade com os caças mais modernos da região e até mesmo superior as versões mais antigas dos caças modernos de seus vizinhos, equipado com armas, sensores e sistemas de guerra eletrônica de última geração coisa que o Irã não tinha acesso, por isso disse que vão dar dor de cabeça, e outra coisa apesar de… Read more »

Mirade1969

Não sei se o Irã tem interresse em atacar a Europa, eles são inimigos declarados de Israel mais porque eram amigos no tempo do Xá e sabem muito bem que os EUA e a Europa e Israel junto não passa de um braço armado dos EUA no Oriente médio o que eles são de fato inimigos por outras causas como por ter dado um golpe que instalou o Xá no poder não é a toa que o Irã odeia os americanos ele tem suas razões históricas.

Ataul

O Irã nunca teve a Europa como alvo. Isso é a narrativa escrita e carimbada em Washington para os seus vassalos europeus justificarem sanções contra o Irã.

Inimigo do Estado

Por que choras Israel?

Allan Lemos

Será que deixam os caças assim ao relento?

Gabriel BR

Tremenda maquina de guerra!

Kira

Estão fazendo nada na ucrania. Kkkk

Filipe Prestes

Era de se esperar que em algum momento o Irã compraria caças russos e/ou chineses (quem senão eles afinal?) uma vez que era óbvio que os F-14 não voariam ad æternum. Os iranianos apenas aproveitam-se do momento geopolítico oportuno e o fato que a Rússia precisa vender. Imagino que nos próximos anos isso seja cada vez mais comum. Caminhamos novamente para a bipolaridade e possivelmente já vivemos uma Segunda Guerra Fria – e dessa vez nada assim de fria – com o conflito na Ucrânia.

Andre

Muito interessante:

 os anos 1990, quando foram adquiridos MiG-29 Fulcrum da Rússia.”

“O Força Aérea Iraniana continua a depender fortemente de jatos como F-4 Phantom II, F-14 Tomcat e F-5E/F Tiger II fabricados nos Estados Unidos, todos recebidos antes da revolução de 1979”

depender do mig 29 não da mesmo, melhor os F4 e F5.

Ataul

A tua russofobia é tão rasteira e irracional que já é caso psiquiátrico.

Andre

Qual russofobia? A que está escrita no texto na matéria?

Eu apenas copiei dois trechos ma matéria. Pelo visto a sua russoafetividade é caso de professora de leitura.

Emmanuel

O Irã não vai usar esse caça para defesa aérea e sim para fechar o estreito de Ormuz.
24 caças armados com mísseis anti navios são um dor de cabeça, principalmente, se utilizados contra grandes petroleiros sem qualquer defesa antiaérea.
Tem noção de quantos desses navios passam todos os dias naquele cotovelo?
O impacto disso na economia global?
Putin mostrou que não é o mais inteligente dos seres mas ainda sabe tirar um coelho da cartola.

Leandro Costa

Isso causaria uma destruição em massa de todos os meios aéreos e navais Iranianos em menos de uma semana com total apoio da comunidade internacional. Os Iranianos podem ameaçar o quanto quiserem, mas não acredito que sejam tão burros. Para eles fazerem isso, alguma outra coisa muito quente tem que estar acontecendo em alguma outra parte do Mundo para eles terem chance de saírem menos doídos de algo assim.

Emmanuel

Se eles tiverem conseguido desenvolver a bomba nuclear, como querem, isso não acontecerá.
O Irã é imprevisível e não tem nada a perder.

Leandro Costa

O que o torna um fato de instabilidade muito forte e reforçaria a vontade da comunidade internacional em eliminar essa possível ameaça.

Leônidas ferreira

Não tem nada a perder , papo furado . E os ocidental que acham que tem muito a ganhar como o petróleo iraniano que até hoje amargam seu golpe de estado ter perdido comtrole

Leônidas ferreira

Os iranianos até na loucura religiosa sempre foram sensatos e prudente, quem não ė e quem tá em porta de quartel com camisa da CBF a mas de 30 dias

Leandro Costa

Pois é. O Irã jamais iria arriscar a sua própria existência, ainda mais quando lucram com isso. E assim vão lentamente trabalhando sua agenda e seguindo adiante na região. Mas eles jamais dariam esse tiro no pé.

Adriano Madureira

Só falta agora os iranianos conseguirem as cobiçadas ogivas nucleares e misseis para a entrega…

Machado

Acho que estão muito próximos se já não tem. EUA estão desesperados tentaram até uma última revolução colorida mas não conseguiram.

Maurício.

Esses Su-35 que seriam para o Egito já está virando novela, que façam negócios com os iranianos, assim o Irã volta a ter uma força aérea com caças novos, F-4, F-14, F-5 e Mig-29 desatualizados, já deveriam estar em um museu, os caças mais novos deles são aqueles F-5 modificados.

Arthur

A julgar pelos comentários, a força aérea iraniana já perdeu antes do primeiro Su-35 decolar. Mas vamos dar uma forcinha aos pilotos dos aiatolás, acrescentando alguns itens ocidentais absolutamente imprescindíveis, tirados do F-35: um software revolucionário hi tech que não funciona direito, tinta super-mega-blaster que descasca, um probleminha no trem de pouso, defeitos no capacete, incapacidade de voar em supercruise, componente “comprometedor” fabricado na China, problema no assento de ejeção, um canhão que não atira com precisão e, maldosamente, incluir outras oitocentas falhas intermitentes…

Nilton L Junior

Não provoque os bots eles tem AI só para o mundo do hemisfério norte, eu não ficaria surpreso se nessa parceria os Persas e Russos a transferência de tecnologia para ser montado alguma unidades do Su-35 no Iran.

Last edited 1 mês atrás by Nilton L Junior
Leandro Costa

É porque Irã e Rússia ficam no hemisfério sul, né? Heheheheh

Nilton L Junior

Isso porque seu entendimento do mundo é limitado há o conceito meramente geográfico, isso impede de compreender a figura de linguagem se é que entende um pouco retórica.

Leandro Costa

Seu entendimento de Mundo é basicamente nulo.

Nilton L Junior

O seu entendimento do Mundo com certeza é que superior uma minhoca.

Leandro Costa

Podes crer, Lorenzoni! LOL

Ataul

Estão abissalmente presos na bolha colonial ocidental…

Veem qualquer país dissidente da hegemonia dos EUA como inimigos… Países que nunca fizeram qualquer coisa contra o Brasil, pelo contrário, sempre foram parceiros numa agenda geopolítica multilateral.

Preferem serem colônias da hegemonia unilateral dos EUA que sempre sabotou o país! Acham isso inclusive nosso destino natural!

Repetem Ipsis litteris a narrativa da mídia mainstream pró-EUA… Sempre. Nunca qualquer visão de fundo, histórica e geopolítica, fora disso…

Nilton L Junior

Por mais racional que seja o argumento é impossível os bots usar da faculdade mental para entender o significado da politica real.

Nilton L Junior

Os Migs salvo engano era do Iraque, quanto a notícia isso demonstra a parceria estratégica entre os Persas e a Rússia, e uma observação essa parceria encontra crítica em alguns setores da política Iraniana.
Agora é ler o choro dos viras latas.

Ataul

Dos 44 MiG-29 iranianos apenas 4 são ex-Força Aérea do Iraque…

Nilton L Junior

Não sabia que era 4, obrigado.

Luís Henrique

Parte do que foi divulgado pelas mídias: “Um porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca afirmou que o Irã potencialmente receberá o caça russo Sukhoi Su-35 dentro de um ano. Esses aviões de combate fortalecerão significativamente a força aérea do Irã em relação a seus vizinhos regionais”, afirmou Kirby.” Para o porta voz do conselho de segurança nacional da casa branca, os Su-35 representam uma séria ameaça para os vizinhos regionais do Irã e um fortalecimento significativo para a força aérea do Irã. Modo irônico on: Que mané, era só ele passar algumas horas aqui no poder aéreo,… Read more »

Luís Henrique

Outros trechos divulgados: (Os EUA disseram que Moscou tem fornecido ao Irã uma variedade de sistemas de armas, incluindo helicópteros não identificados, sistemas de defesa aérea e outros apoios, como o treinamento Su-35. “Esta parceria representa uma ameaça não apenas para a Ucrânia, mas também para os vizinhos do Irã na região. Compartilhamos essas informações com parceiros no Oriente Médio e em todo o mundo”, disse um alto funcionário do governo.) Que mané, ele acha que os equipamentos russos nas mãos do Irã são uma ameaça para toda a região. Algum “ispecialista” aqui do poder aéreo com experiência mínima de… Read more »

Ataul

O Irã, numa guerra contra qualquer país da região que ameace sua Soberania, iria atacar maciçamente bases e infraestrutura crítica com mísseis balísticos e de cruzeiro nas primeiras horas de qualquer conflito.

Os Su-35 iriam ficar em PAC contra qualquer incursão a território iraniano.

Camargoer.

Caro A. Desde a queda do Xá, o Iran foi atacado diversas vezes. Nunca atacou ninguém.

Thiago A.

È cada Zé ruela. Uma força aérea que ficou no mínimo 20 anos sem a possibilidade de operar caças atualizados, mísseis bvr, radares de última geração, suites de guerra eletrônica modernas, além de inúmeros outros itens e aeronaves que compõem uma força aérea equilibrada e eficiente, a partir de amanhã se tornerà a maior ameaça da região graças a 24 caças russos que ainda nem chegaram. Tudo que vem da Rússia é fodastico… É super trunfo. Criar doutrina, táticas, treinar os próprios os homens, familiarizar com essas máquinas, assim como fornecer uma adequada manutenção e infraestrutura é coisa de dias,… Read more »

Luís Henrique

O Irã opera misseis BVR desde a década de 80. O AIM-54 Phoenix com muito mais alcance que a maioria dos mísseis BVR da época. O Irã também desenvolveu um próprio com cerca de 150 km de alcance, o Fakour-90. Eles não estão no topo do poder aéreo, também não dominarão a região com apenas 24 caças novos, mas para o conselho de segurança dos EUA, esses 24 caças são uma ameaça significativas, pois são modernos e letais. Mas para o sr. e vários outros que leem estes relatórios e análises, tudo que é russo não presta e não existe… Read more »

Thiago A.

Santa inocência! O Sr. Adora umas historinhas. Falta pouco para o Natal, Papai Noel vai entregar para a força aérea iraniana o QAHER-313 ? A FAB tem o A-darter, o MAR-1 , o piranha… tudo operacional, juro. A MB tem NAe, igualzinho a marinha russa, aliás melhor, o da MB navega… O BRASIL investe em defesa 40 bilhões de dolares… PPC, senhores. Paridade do poder de compra, calculo linear, simples. 40 bilhões e não somos uma potência militar ? Que estranho. Contos, contos, fantasias, simplificação da realidade… Em que momento eu depreciei a aeronave russa? Não se deixe levar pelas… Read more »

Luís Henrique

A questão de orçamento militar em dólares americanos e o seu real poder de compra em moeda local não é válida para o Brasil pois somos importador de equipamentos bélicos. Na verdade nosso orçamento é todo engessado com pagamento do pessoal da ativa e os inativos que quase não sobra nada para investimentos (equipamentos), então não faz a menor diferença se são 20, 30 ou 40 bi de dólares. Já no caso da Rússia qualquer zé ruela sabe que ela é grande produtora de equipamentos bélicos e exporta para meio mundo. Portanto, não depende de equipamentos estrangeiros, adquirindo uma porcentagem… Read more »

Manus Ferrum

O maior ás do F-14 foi justamente um iraniano.

Last edited 1 mês atrás by Manus Ferrum
sub urbano

Irã foi o primeiro a operar BVR em combate na guerra irã x iraque. Informe-se melhor, leia livros e aprenda kkk

Leandro Costa

Não foram exatamente os primeiros (F-4D’s com Combat Tree no Vietnã levam essa coroa), mas foram os primeiros à fazerem uso de BVR em combate à grandes distâncias e com bastante regularidade, e obtendo excelentes resultados. Usando equipamento, treinamento e doutrinas dos EUA, mas a iniciativa operacional e tática foi toda Iraniana sim. E por pouco não conseguem fazer isso porque a maioria dos pilotos e mecânicos que foram treinados nos EUA e que resolveram permanecer no Irã após a queda do Xá, foram imediatamente presos pelo novo regime e somente foram libertados devido às necessidades da guerra contra o… Read more »

olivete da silva

A qualidade dos caças russos é excelente….igual a dos americanos…haaaaá…os F35 AMERICANOS…de vez enquando estão caindo sem ser atingidos..ok..só para marcar.

Adriano Madureira

Besteira,os F-35 só tem apenas umas 857 deficiências para serem sanadas…

Thiago A.

Agora compara com os problemas encontrados no Su-30MKI kkkk a quantidade de aeronaves acidentadas e pousos de emergência por causa do FBW ou do motor….. uma família de aeronaves que ja deveria ter sanados todos os problemas e ser bem consolidada.

Marcelo

O Irã forte no Oriente médio é excelente para todos !!!

Fábio

Vão receber a sucata da sucata russa isso sim.

Rômulo

E a Rússia tem muito mais a oferecer.
Tanques, submarinos, mísseis e etc.
Não estou nem considerando nukes, porque o Irã está desenvolvendo sozinho.
Grande notícia.
Vai acelerar a relação de poder naquela região.

carvalho2008

só para atrapalhar a filmagem de Top Gun III, vão ter de trocar o F-14 pelo SU-35….rzrzrzrz

Leandro Costa

Carvalho, dá uma checada no video de hoje do Ward Carrol. Acho que você vai gostar hehehehe