VÍDEO: Documentário ‘Highway’ sobre operações aéreas em rodopista na Tchecoslováquia, em 1980

O documentário “Highway” foi filmado pelo Checoslovak Army Film no outono de 1980 durante um exercício militar entre os quilômetros 136 e 139 da recém-concluída autoestrada D1 que liga as duas maiores cidades tchecas, Praga e Brno.

Esta parte da rodovia em Stránecká Zho foi construída deliberadamente para que pudesse ser usada como pista de decolagem e pouso para caças que estavam a serviço do Exército Popular da Tchecoslováquia, após a remoção de barreiras de segurança e sinais de trânsito.

Subscribe
Notify of
guest

35 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
NEMOrevoltado

Um canal bem interessante com muito material do bloco soviético é o YOLKHERE! Procurem pelo su 27!

Clésio Luiz
  • Corajoso o cinegrafista que pegou carona em cima da aeronave durante o taxi. Levou a sério a frase do chefe: “faz teu nome aí moral”;
  • Curioso a impecável limpeza de pista para operar aeronaves soviéticas, que sempre foram consideradas como perfeitamente capazes de operar em aeródromos rústicos. Isso contrasta com outro vídeo de MiG-21 operando em pistas de terra/grama;
  • O uso de capacetes coloridos pela equipe de terra também chamou a atenção. Não fica claro se é para evitar ferimentos ao redor da aeronave, ou se é por motivo de identificação de função.
IvanF

Acho que a questão da limpeza da pista tem relação com confiabilidade/durabilidade dos motores. Dá pra operar o MiG em pista de grama/terra? Dá! Dá pra jogar uma banda de tijolo no motor e ele continua funcionando? Talvez dê… Mas certamente tudo isso vai ter consequência depois.

E falando em detritos no motor, lembrei dos casos de aviões que passam próximo a vulcões em erupção, o motor até funciona, mas depois presta só pro lixo kkkkkk

Paulo

Quem diria que 20 anos depois toda esta região estaria nas mãos dos EUA e a Rússia estaria destroçada numa situação geopolítica pior do que após a 1a Guerra Mundial, pior do que o resultado do Tratado de Brest-Litovsky?

Que tragédia. Toda a Europa oriental para os EUA, quase todas as ex-repúblicas soviéticas sob influência dos EUA, isto a despeito de todo o sacrifício para ampliar as fronteiras russas para além da URSS.

Por que os russos deixaram isto acontecer? Para abandonar o socialismo precisava também renunciar aos interesses nacionais?

Ricardo Machado

“FALÊNCIA ECONOMICA, MORAL E IDEOLÓGICA”, SISTEMA DISFUNCIONAL, ANTI-NATURAL, OS POVOS DOMINADOS ESTAVAM FARTOS. Quando Ronald Reagan estava em Campanha para seu Primeiro Mandato Presidencial, um Repórter perguntou como iria “Lidar com a União Soviética”, Ele respondeu: ” E SIMPLES, NOS GANHAMOS, ELES PERDEM: TEMOS UMA ECONOMIA PELO MENOS DUAS VEZES MAIOR QUE O CONJUNTO DA ECONOMIA SOVIETICA (Contava com a Europa do Leste), vou colocar uma Corrida Armamentista que SOMENTE NOS PODEMOS PAGAR, ELES VÃO FALIR TENTANDO NOS ACOMPANHAR”… MAIS EXPLICITO DO QUE ISSO E IMPOSSIVEL!!!

Silvano

Reagan moeu os caras com o programa Guerra nas Estrelas, lembra?? sem poder acompanhar, jogaram a toalha e o regime/sistema todo ruiu.

Alfredo

Pois é.
Os americanos que carreguem agora essa carga pesada que a URSS levou nas costas por décadas.
E os EUA levaram de contra-peso Bulgária, Romênia, Eslovaquia e outros menos cotados.
A Ucrânia, a de maior potencial, acabará ficando com a Rússia.

Marcelo

Levou esse fatia de mercado para indústria americana e garante muitos empregos de americanos por isso a casa branca gasta o dinheiro do cidadão americano defendendo a ucrania pq automaticamente ta defendendo o mercado para industria americana e o emprego de milhares americanos !!!
Esses paises que abandonaram a uniao sovietica quando passaram para influencia americana e europeia a primeira coisa que aconteceu foi a destruicao da suas industria nacional e ficou dependente de tudo da industria americana e europeia !!!

Mirade1969

Bem eles confiaram nos americanos, que se mostraram que não eram dignos de confiança. Se me lembro quando a guerra fria acabou deveria ter acabado a OTAN também já que a ameaça soviética não existia mais mas pelo contrario a OTAN que nada mais é que um braço armado dos EUA continuou a se expandir até chegar na Ucrania que era o limite para os russo e se passar dai será a guerra nuclear. Os EUA e a OTAN não passam de um braço do imperialismo ianque. Se persistir em se expandir até a fronteira da Russia vai ter a… Read more »

Fabio Araujo

Um caça bonito,mas não dava inveja pois nas ocasiões em que enfrentaram os F-5 em guerras o F-5 teve mais vitórias e quando os soviéticos levaram alguns F-5 vietnamitas para testes na URSS após o fim da guerra do Vietnã os F-5 pilotados por pilotos de testes soviéticos levaram vantagem nos combates simulados contra os Mig-21.

Mirão

Você tá viajando, o Mig-21 botava moral até no F-16 muito mais “moderno”, imagina então no F-5.

Silvano

O F-5 superava o MIG21 em dogfight atestado pelos próprios soviéticos, mesmo trocando os pilotos entre um e outro.

Fabio Araujo

E depois desses combates simulados os F-5 foram desmontados e estudados nos mínimos detalhes e o que foi aprendido foi utilizado nos projetos dos caças russos que estavam sendo desenvolvidos na época!

Fabio Araujo

Não é o que mostra os confrontos na guerra Eritreia contra Etiópia e creio que também na guerra Irã e Iraque, quando os F-5 venceram em combates reais os Mig-21 e também nos testes de combates simulados feitos na URSS com os F-5 do Vietnam!

Palpiteiro

Vale constar que as linhas de montagem da Aero produziram um avião por dia por mais de 30 anos. Produz aviões a mais de 100 anos. Digna de uma matéria sobre sua história.

Santamariense

Interessante é ver a “variedade” de modelos de carros. Praticamente todos das mesmas marcas e modelos. Característico de países sob domínio de governos totalitários.

Jose

Na China, tem tipos e modelos variados de carro. Na Índia, vc praticamente só encontra carros coreanos ou japoneses nas ruas, com pequena variação de tipos e modelos. Sua lacracao ideológica de direita liberal precisa de melhor calibração.

Alfredo

Sujeito mora em uma bucólica e pacata cidade do interior do RS e quer espelhar isso para o resto do Mundo.
Desconfio de quem seja.

Mirão

Que moral você tem pra contestar a declaração dele? Você também mal deve ter morando em mais de um estado brasileiro.

Alfredo

Mais interessante é não ter a mínima condição de comprar qualquer modelo de carro à venda no Brasil e ter de pegar um ônibus com ar condicionado quebrado ou um trem lotado na Central do Brasil.
Ontem mesmo, fiquei meia hora preso na Estação Central do Metrô por causa de um tiroteio entre traficantes no Morro do Juramento.
Devia ser horrível dirigir o mesmo carro que todo mundo tinha na Tchecoslováquia.
Cada coisa……

Rinaldo Nery

Hell de Janeiro…

Mirade1969

Realmente era o pior dos mundos viver na Tchecoslovaquia onde o governo dava casa, trabalho e educação melhor morar no Brasil com Inflação, educação precária, miséria gigantesca e outros males. Mas o capitalismo é ótimo você tem liberdade para passar fome ou ser milionário mesmo que isso seja impossível.

Alfredo

Não é?
O camarada mora em um país onde os carros mais baratos estão chegando a R$ 100 mil e o salário mínimo é de R$ 1.200.
Sem contar que o infeliz ainda tem de pagar uns 100 em um botijão de gás e 40 em um quilo de carne decente.
Parece piada, mas esse tipo de comentário é verdade para esse pessoal.

Marcelo

Acorda brother,ate pouco tempo em 2002 so existia 4 marcas de carro (Fiat,ford,chevrolt e Volkswagen) aqui no brasil democracia capitalista !!! A parti de 2002 que o lula abriu a economia e criou incentivos para outras montadoras (chinesa,japonesa,francesa )fabricarem carros aqui no brasil !!! Deixa de ideológica,todas as empresas mundial esta na (china comunista-capitalista) aqueles comunista malvados comedores de criancinhas kkkk !!! Em quanto a capitalismo Ocidental estiver ganhando muito dinheiro na china o comunista o comunismo chines nao sera problema para o ocidente !!!! Normal os carros serem iguais,estavam incentivando a industria nacional a se desenvolver para poder competir… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Marcelo
Silvano

Quem abriu o Brasil para receber fabricantes estrangeiras foi Fernando Henrique, justiça seja feita. O mercado era fechado por conta desse tal de Mercosul por exigência da Argentina. Goste-se ou não, foi FHC que peitou os argentinos e abriu o mercado brasileiro para essa variedade de montadoras. Não sei se fosse outro faria o mesmo.

Von Richtoffen

Não, não foi o FHC (e nem o Lula), é ruim de admitir mas foi o Collor. O mercado não era “fechado por causa da Argentina” (de onde vocês tiram isso??), era restrito a importações como um todo, para forçar a desenvolver a indústria brasileira (carros, televisores, computadores…). O próprio Mercosul só é implementado pouco depois disso!
Impressionante o poder da desinformação!

Leandro Costa

“Nossos carros são uma carroça” – Collor. Pior que ele estava certo.

Foi ele que abriu o Brasil à globalização.

Mirade1969

Ou seria porque tem pouca indústrias e poucas marcas não havia uma concorrencia de vendas sendo que o pensamento dos planejadores é o que servisse para transportar pessoas e não para ostentar como item de consumo.

Leandro Costa

O problema é que às vezes é uma boa que se tornem ítens de consumo. Se no início, mesmo nos países capitalistas europeus, por exemplo, os carros eram apenas meios de locomoção, bastante rústicos, feitos apenas para ir do ponto A até o ponto B, seja no campo ou nas cidades, os clientes podiam simplesmente expressar suas preferências. As fabricantes tinham que investir em pesquisa e desenvolvimento tecnológico para que existissem motivos para o consumidor comprar seus carros, e isso provocava uma demanda nos sistemas educacionais, demanda por inovação tecnológica, etc. Aliás, tem carro soviético que basicamente são carros obsoletos… Read more »

Alfredo

Algumas armas tchecas, emboras de boa qualidade e com boa fama, já chegaram à 2a GM um tanto quanto obsoletas. O famoso tanque T-38, a metralhadora pesada ZB-26, o canhão Skoda e etc. se encaixavam nessa situação, visto a apresentação de armas mais modernas e poderosas. Na área civil, não poderia acontecer diferente. Grandes potências ou conglomerados industriais tenderam a absorver algumas dessas empresas como Skoda e etc. Grandes empresas que ainda mantêm a maior parte de seu capital em mãos tchecas, como a Tatra e Aero Vodochody, são apenas uma parte da expressão que foram no passado. Efeitos também… Read more »

Alfredo Araujo

Rodopista com Mig-21… Bizarro ! rsrs
Olha a velocidade de toque na pista… Olha a quantidade de pista q precisa para pousar/decolar…
Bem corajosos

Mirão

Os checos tinham tradição de modificar suas aeronaves com configurações diferentes, na verdade, os paises do pacto de varsóvia tinham bastante liberdade pra isso, e os checos ate desenvolveram algumas aeronaves prórias.

Angelo

Outono de 80 ainda era da epoca da URSS??Tchecoslováquia ainda era do bloco URSS…

Wagner

Opa, era sim. Só de 91 em diante a coisa mudou.

Angelo

21:47 – toda chefia medalhada assistindo…..