sexta-feira, outubro 7, 2022

Gripen para o Brasil

COMAC C919 pronto para receber a certificação

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O C919 da China receberá em breve seu certificado de aeronavegabilidade e será entregue à China Eastern Airlines este ano, disse Wu Guanghui, designer-chefe da aeronave, na quinta-feira (15), durante a cerimônia de abertura da primeira World Design Cities Conference em Xangai.

A China Eastern Airline será a primeira a receber a aeronave, projetada exclusivamente em Xangai.

Wu observou que o avião de fuselagem estreita completou todos os voos de teste necessários para o certificado de aeronavegabilidade em 1º de agosto.

O Comac C919 é um avião bimotor de fuselagem estreita de curto e médio alcance, com as seguintes características principais:

  • Peso vazio: 42.100 kg; MTOW: 72,500 kg;
  • Alcance: 4.075 km;
  • Comprimento: 39 m;
  • Envergadura: 36 m;
  • Motores: CFM International LEAP
  • Primeiro voo: 5 de maio de 2017;
  • Assentos: 160;
  • Primeiras entregas previstas: 2022/2023

- Advertisement -

18 Comments

Subscribe
Notify of
guest

18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RenanZ

Pelo tamanho proposto, imaginei que teria um maior alcance e numero de assentos.
PS: esse Peso ai previsto de 42 mil kgs definitivamente deve estar errado, muito baixo para essa categoria

Alexandre Galante

É o peso vazio, acrescentamos o MTOW, que é de 72.500 kg.

Lima70

É bom começar a ter em mente a troca de material Ocidental, dentre em breve! Vide caso da Rússia.

Hellen

Os chineses não ira cometer os mesmo erros que os russos cometeram em não desenvolver sua industrial de aviação comercial com avioes com tecnologia 100℅nacional mesmo que tecnologia seja um pouco inferior a estrangeira !!!!
Agora a Rússia em guerra viu a importância e vai voltar a produzir (construir )aviões antigos mais com tecnologia defasadas mais 100% nacional !!!
Os russos agora perceberam a importância do produto 100 % nacional mesmo sendo um produto defasado !!!

Luiz

A Rússia já tem projetos atuais em andamento: tem o SuperJet 100 agora News totalmente doméstico. Outro é o MC-21 310 com motor PD-14 russo. E a aeronave de fuselagem larga de longo alcance em parceria com a China CR 929. O motor dessa aeronave é o PD-35.

Last edited 19 dias atrás by Luiz
Albert Dash

Exactamente, os ocidentais não passam de uns idiotas que a troco de alguns milhões, disponibilizam aos “xi pings” tecnologia, que mais tarde irão aplicar na industria de defesa local. Como se isso não chegasse, os chinos têm igualmente a possibilidade de frequentar universidades estrangeiras, que é para completar o ramalhete. Tudo isto, num tempo não muito distante, irá se voltar contra o ocidente, eles os “xis” odeiam a nossa cultura e modo de vida, é claro como água! Estamos portanto perante a estupidez na sua forma “mais densa”. A china representa já hoje, a maior ameaça à paz mundial, embora… Read more »

Filipe Prestes

Tomando apenas por fora, ele tá muito bonito. Tem um quê de A-320 nele, não sei explicar exatamente o quê. Agora, pra um narrow body do porte do MAX 8 eu pensei que ele teria capacidade de pax consideravelmente maior. Nessa configuração de apenas 160 assentos (provavelmente 2-2) meio que acaba ficando somente um pouco acima dos E-2 e se tornando um competidor indireto destes na própria China, um mercado que seria vital -juntamente com a Índia- para os planos futuros da Embraer e vendas do E-190/195 E2. Edit: A Michelin não é francesa? No gráfico tá com a bandeira… Read more »

Last edited 19 dias atrás by Filipe Prestes
Rinaldo Nery

Configuração 3-3.

Filipe Prestes

Se for 3-3 mesmo fica ainda mais estranho por que deveria ter espaço de sobra para acomodar mais, nem que fosse em alta densidade. O Max 8, de praticamente mesmas dimensões, assim como o A-320 Neo podem transportar respectivamente 205 e 195 pax. Assim, o C-919 tem 20% menos capacidade que o A-320 e 25% menos que o 737 em números redondos. Além disso, o alcance, tanto do Max-8 como do A-320 é superior, com 5.755 km pro avião da Boeing e 6.500 km para o Airbus. Se a Comac realmente quiser competir em vendas fora da China com esses… Read more »

Rinaldo Nery

O A320Neo da Azul leva 174. Os da Avianca 162. Voei os dois.

Filipe Prestes

Entendo. Voei nos A-320 da Azul mas nunca da Avianca. Entretanto, me baseio pelos dados do fabricante que diz que a capacidade máx. de passageiros é de 180-195 pax. Como essa configuração de assentos é variável, achei por bem tomar como comparação a capacidade de alta densidade.

https://aircraft.airbus.com/en/aircraft/a320-the-most-successful-aircraft-family-ever/a320neo

juggerbr

Se conseguir provar que é confiável, vai ter mercado, pelas dimensões é levemente menor que o A-320, com financiamento chinês vai atacar as vendas das lideres do setor nos mercados asiático e africano.

Luis Carlos

Terá mercado.
Certeza absoluta.
E o efeito secundário será a substituição de importações de empresas ocidentais.
Acredito que a Boeing será muito mais afetada que a Airbus, devido á politica americana.
Aliás, já esta sendo afetada.

https://www.caixinglobal.com/2022-09-17/boeing-diverts-some-737-max-orders-from-china-101941049.html

Joanderson

Esse avião é da msm categoria do MC21 da Rússia ??
Se for qual é de melhor desempenho ?

Filipe Prestes

Sim, muito similar ao MS-21 200/400 ER, que transporta entre 150 e 220 pax, com alcance de 5.050 km, portanto superior ao C-919.

JuggerBR

Mas sem a Russia se livrar das toneladas de restrições que ganhou na Ucrânia, só a Aeroflot vai utilizar…

Filipe Prestes

Eu sequer entrei nesse mérito, apenas comparei as especificações das aeronaves mesmo. No entanto, note que o “ás”, se é que podemos chamar assim, das cias aéreas russas nem deverá ser uma solução 100% nacional mas sim o futuro C-929 widebody para 300 pax. E com a China (majoritariamente) no meio, duvido muito que sanções sejam um problema difícil de se contornar.

Joli Le Chat

“O C919 da China receberá em breve seu certificado de aeronavegabilidade e será entregue à China Eastern Airlines este ano…”

Não seria o Certificado de Tipo?

Últimas Notícias

Embraer avança na produção do primeiro KC-390 Millennium para a Hungria

Hungria é o segundo cliente internacional do programa KC-390 Entregas estão programadas para começar em 2024 Gavião Peixoto –...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -