segunda-feira, outubro 3, 2022

Gripen para o Brasil

Feira global de investimento e comércio abre em Fujian

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A 22ª Feira Internacional de Investimento e Comércio da China começou em Xiamen, província de Fujian, no sudeste da China, na quinta-feira (8/9), com o tema “Desenvolvimento Global: Compartilhando Oportunidades Digitais, Investindo em um Futuro Verde”.

A feira abrange uma área de exposição de 120.000 metros quadrados, com expositores de mais de 60 países e regiões participantes.

Uma série de fóruns e reuniões serão realizadas durante a feira, com foco na abertura de alto nível, construção conjunta do Belt and Road, cooperação BRICS, bem como os intercâmbios econômicos sob o mecanismo RCEP.

Na foto, um modelo da aeronave Embraer E190-E2 em exibição durante a Feira Internacional, em 8 de setembro de 2022.

FONTE: China Daily

- Advertisement -

39 Comments

Subscribe
Notify of
guest

39 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Underground

Sistemáticas oportunidades surgem ao Brasil, no entanto o Gigante adormecido e preguiçoso segue deitado em berço esplêndido.
Urge a necessidade de o Brasil buscar novos parceiros, fugindo da eterna dependência, agora da China.

Nuk77

Quem tem como Política de Estado nos deixar subdesenvolvidos, desindustrializados e como colônia são os EUA, não a China! A China sempre atual com o Brasil numa agenda multilateral, complementariedade econômica e integração via BRICS. E aproveitam obviamente oportunidades de negócio sem coação, chantagem, ameaças, Guerra Híbrida de mudança de regime e sanções, típicas da Política de Estado do EUA para o país e região. Os EUA destruiram nossa engenharia nacional via lawfare de nossa quinta coluna contra os “comonestas” e são os agentes e garantidores do governo atual, mais entreguista e lesa pátria da História do país. Obviamente para… Read more »

Underground

A China, por escrito, disse o seguinte sobre a América do Sul: “nosso objetivo é de transformar a AS em um fornecedor de matéria prima e consumidor de nossos produtos”.

Luis Carlos

Essas feiras chinesas são gigantescas e movimentam bilhões e bilhões de dólares.
Oportunidade muito interessante.

Luis Carlos

Só como curiosidade.
Hoje foi anunciado que o comércio da China com a Rússia vai atingir US$ 200 bi até 2023, antecipando em um ano a meta estabelecida.
Bom sinal.

Nonato

Seguidor do regime chinês?

Nuk77

Ou um nacionalista, de fato, que vê o óbvio: privilegiar os EUA só nos levou a ser colônia de exploração.

CuriNgo

O Brasil deve comercializar com todos os países desde q seja vantajoso p nos

Nuk77

Isso se chama Interesse Nacional. Simples.

Underground

Ele não cita nenhum país, mas a tua obsessão te leva a evocar os EUA.

Luis Carlos

Mas é isso mesmo.
O Nuk77 tem plena razão.
O Brasil terá de desviar (como já está desviando) sua orientação econômica para a Ásia.
No passado, o privilégio nas relações com os EUA e Europa deixou o País com sérias limitações.
Uma espécie de CAATSA econômico.
O resultado?
Enquanto lemos aqui alguns celerados dizendo como é boa e bonita a vida na Dinamarca e Noruega, vemos nosso País em um estado crônico de anemia.

Cristiano de Aquino Campos

Dinheiro não tem cor, raça, religião, sexo, nacionalidade ou ideologia.
O negocio e ser amigo de todos que não nos prejudiquem diretamente e ganhar dinheiro com isso.

Luis Carlos

Concordo, mas não estou me referindo apenas a vender soja e café.
Estou me referindo às limitações que os EUA e a Europa impõe aos seus ‘parceiros estratégicos’.
Qual são as nossas fábricas de NEV, autos comuns, eletrônicos, material pesado e etc?
Eu respondo.
Praticamente não existem.
Por que?
Porque a cada iniciativa, por menor que fosse, era torpedeada pelos potências ocidentais.
Exemplo prático foi a finada Gurgel que era pequena, mas era o início de uma ideia nacional.
Quase fizeram o mesmo com a EMBRAER.
E por aí vai.

Hcosta

E como a China e a Rússia, das economias com mais limitações ao investimento e importações estrangeiras, vão ajudar o Brasil a desenvolver a sua economia?

Fazer como estão a fazer em África, trazerem trabalhadores Chineses e terem o monopólio em várias áreas?

Luis Carlos

Revista ExameBrasil foi maior destino de investimentos da China em 2021 — e chineses prometem mais.
Folha
Investimento chinês no Brasil triplica em 2021 e torna país principal destino de aportes

Luis Carlos

Parece que os chineses estão com ‘bala na agulha’.

Globallfert
China vai investir R$ 6,4 bilhões em indústria de fertilizantes na Argentina
DWArgentina adere a megaprojeto de infraestrutura da China.
BNAmericasChinesa Ganfeng fecha acordo de lítio de US$ 960 milhões na Argentina

Felipe Morais

“O início de uma ideia nacional”. Que não tinha demanda. Entre os projetos da Gurgel e os projetos estrangeiros, a demanda estava nos projetos estrangeiros. O destino da Gurgel já estava traçado em razão de seus projetos, que não agradaram ao público. A culpa é de países ou empresas estrangeiros por terem feito produtos que agradavam mais aos consumidores? O problema de vocês é esse. Vivem dissociados da realidade. Produto só se mantém com demanda. Não adianta nenhuma iniciativa para garantir o desenvolvimento/produção nacional do que quer que seja se não houver demanda. É a galera que defende tot de… Read more »

Last edited 22 dias atrás by Felipe Morais
Luis Carlos

Se vc quer tratar um País subdesenvolvido com aspectos simples de oferta e demanda, continuaremos sempre subdesenvolvido.
E mesmo os desenvolvidos tratam de se defender.
Experimente tirar as barreiras à entrada de autos e eletrônicos chineses na Europa e EUA para se as empresas locais não quebram em um ano.
Aplique questões de demanda para ver o que acontece.

Nuk77

Exato. Esse povo acredita nessas falácias juvenis neoliberais de “livre mercado”, “autoregulação”, “demanda natural”, etcs… Que as “mágicas” grandes corporações atuam sem apoio estatal! Os EUA, o país dos braZicanos, é um dos países mais protecionistas do mundo. Experimente tentar entrar no mercado agropecuário (nosso maior concorrente internacional em várias áreas!) interno dos EUA ou comprar empresas estratégicas dos EUA, incluindo energia e infraestrutura… Quem financiada tudo que resta de tecnológico nos EUA, basicamente o complexo industrial-militar, é o Estado dos EUA! Financiando e garantindo grande escala de produção com compras para as FAs! Esse é o capitalismo real, não… Read more »

Last edited 22 dias atrás by Nuk77
Luis Carlos

Exemplo prático foi a Huawei.
Tinha se tornado a maior empresa do setor no Mundo e foi atacada pelos EUA e seus aliados.
No setor econômico não há lugar para principiantes e nem bonzinhos.

Felipe Morais

1) Quem falou isso aí, de Estado mínimo?

2) O orçamento das FAs é quase o das FAs americanas né?

Completamente dissociado da realidade.

rui mendes

Todos fazem isso.
Então é fácil, o Brasil que faça igual, se é assim que acham que eles são fortes, façam
igual.
Se fosse só por isso, o comunismo era um paraíso.

Luis Carlos

Valor Econômico – 11/09/22

‘Europeus prometem aplicar taxação de 15% sobre multis já em 2023’

rui mendes

Barreiras???? A China é a campeã delas, não se pode investir na China sem uma série de barreiras, depois a China leva com barreiras porque não cumpre nenhuma legislação laboral e não respeita direitos de autor, faz engenharia reversa, paga muito menos pela mão de obra e agora a Europa e as suas empresas estão a concorrer com mais dificuldade, que é comprarem energia 10 vezes mais cara que a concorrência, muitas empresas têxteis da UE, estão a concorrer e a perder clientes para os Turcos, que pagam 10 por cento do preço, pela energia, que pagam as têxteis da… Read more »

Luis Carlos

E mesmo com as barreiras chinesas todos querem e precisam negociar com ela.
Exemplo.
Cerca de 1/3 do faturamento mundial da VW vem de lá.
Com a Apple deve ser algo em torno de 25%.
Mercedes, BMW, Airbus, Louis Vuitton e por aí vai.

Luis Carlos

De qualquer maneira, é melhor seguir o dono da bola.
Caso contrário, não tem jogo.

11/09/22
Die Welt: crise europeia segue o cenário do declínio do Império Romano

Nuk77

Comentário de um primarismo juvenil.

Não tem a mínima ideia de como os países Soberanos defendem seus Interesses, Soberania Nacional e seu modo de produção capitalista.

Capitalismo financiado e direcionado pelo Estado com financiamento, subsídios e mercado interno, para começar (e apoio as exportações depois de criada base tecnológica mínima).

Graças a essa visão de país acima (de capitalismo dependente de periferia) hoje não produzimos sequer uma bicicleta nacional!

Last edited 22 dias atrás by Nuk77
Felipe Morais

Juvenil é sua tentativa de colocar questões na discussão que não estavam em pauta. Em qual momento me manifestei contra o papel do Estado no desenvolvimento econômico, tecnológico e industrial? Em que momento afirmei que países desenvolvidos não fomentam e protegem seus mercados? Me referi única e exclusivamente ao devaneio irracional de achar que cabe tot ou desenvolvimento nacional em qualquer tipo de aquisição. E isso única e exclusivamente sob o aspecto da demanda, que além de ser o concretiza o conhecimento adquirido é o que não deixa esse conhecimento se perder. Temos inúmeras iniciativas de TOT ou desenvolvimento nacional… Read more »

Last edited 22 dias atrás by Felipe Morais
Luis Carlos

Quem um exemplo parecido?
A BYD anunciou hoje que construirá uma fábrica na Tailândia em um terreno de 960.000 m2.
Tudo bem que a BYD não é tailandesa, mas o governo local incentiva a produção local, mesmo de empresas estrangeiras.
Se fosse depender só de demanda x oferta, os tailandeses estariam importando carros chineses.

Felipe Morais

Ué, que exemplo totalmente sem noção. Fabricantes estrangeiras tbm montaram fábricas no Brasil e há décadas. E isso tbm foi estimulado pelo Estado, especialmente com isenção tributária. Aliás, ainda é. Seu exemplo não reforça em nada o seu ponto. E outra coisa. Em momento nenhum atrelei algum tipo de fomento do Estado a Gurgel como o problema. Parece que tá difícil de entender. Falei unicamente na demanda, cuja ausência acarretou na falência da empresa. Pra ficar mais fácil de entrar na sua cabeça: o modelo do carro não agradava ao público. Simples assim. Não em patamar de ser competitiva com… Read more »

Last edited 22 dias atrás by Felipe Morais
Luis Carlos

Prezado. Seu pensamento/argumento está muito confuso. Estou afirmando que sem incentivo/proteção empresas de países em desenvolvimento podem quebrar e nunca se desenvolver. Estou afirmando também que questões puramente de mercado prejudicam esses países. Ora, há de se convir que existe demanda para todos os produtos. Sejam carros para Gurgel, chips para CEITEC ou aviões para a EMBRAER. Basta o Governo agir no início da implantação dessa indústria. O que não pode é o Governo desse pais abrir o mercado (oferta x demanda) e deixar VW trazer carros da China, a SAMSUNG trazer chips da Coreia ou a AIRBUS trazer aviões… Read more »

Nuk77

EUA (Europa não conta coisa alguma) não tem “parceiros estratégicos”, apenas países subservientes (colônias, subcolônias, vários sob ocupação militar).

Não se alinhou como capacho a Política de Estado dos EUA vai levar golpe, “revolução colorida”, sanções, coação, chantagem, ameaça militar ou agressão de fato.

Esse é o Modus Operandi dos EUA. Sempre foi.

Felipe Morais

Você é um grande nacionalista, sem dúvida. Só que dá China.

Deveria aprender mandarim e ir inundar sites chineses com suas lambeções.

O regime chinês gostaria de mais um idólatra. E o Brasil tbm seria privilegiado, pela ausência de um idólatra de país estrangeiro. Todo mundo ganharia.

Nuk77

Não ganhamos nada, nunca, privilegiando EUA e Europa, muito pelo contrário, são ao agentes externas (geopolíticos) que sempre nos sabotaram (Golpes, sanções, coação, chantagem, protecionismo, etcs).

Essa é a Política de Estado deles para o país. aliás, dos EUA; Europa também não tem soberania alguma. São fantoches de Washington.

Tallguiese

Atrasado e sem visão, que se dane o regime deles nos queremos é negociar!

Nuk77

Para variar apagaram o meu comentário.

Obviamente porque desagrada a narrativa braZicana da “triologia”…

Leandro Costa

Os editores não tem muito para onde correr. Metade os acha enviesados para o lado dos Russos/Chineses, esquerdolas insandecidos e a outra metade os acha direitolas doidos que seguem a ‘grande narrativa’ mainstream ou o que quer que seja heheheheh. Que tal se forem apenas humanos? Seria maneiro isso. Talvez eles coloquem o que achem interessante. Talvez você qualifique seus próprios comentários como algo revolucionário e altamente rico em informações, análises e opiniões. Talvez o resto de nós os qualifique como o lixo desinformado, absolutamente parcial e obtuso que são. Talvez você precise ficar grato de os editores simplesmente deixar… Read more »

Nuk77

Falou por si.

Leandro Costa

Óbvio. Não sou representante de terceiros 😉

Últimas Notícias

Maioria dos C-130H da USAF está ‘groundeada’ por problemas nas hélices

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) "groundeou" (proibiu o voo) a maioria de seus aviões C-130H Hercules (e...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -