domingo, setembro 25, 2022

Gripen para o Brasil

Korean Air selecionada para desenvolver conceito de Loyal Wingman

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Korean Air foi selecionada em 12 de agosto como licitante preferencial para o projeto de “desenvolvimento de esquadrão furtivo de UAV” da Agência Coreana para o Desenvolvimento da Defesa (ADD). A Korean Air recebeu altas pontuações por sua tecnologia na primeira fase do processo de licitação.

A tecnologia de esquadrão furtivo de UAV está sendo desenvolvida pela primeira vez na Coreia como parte do “Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologia de Defesa do Desafio Futuro” da ADD para desenvolver novos sistemas de armas.

A ADD começou a desenvolver o esquadrão de UAV em novembro do ano passado e concluiu o projeto básico. A agência planeja trabalhar no projeto detalhado com a Korean Air.

A Korean Air desenvolverá um sistema de equipe não tripulado no qual uma aeronave tripulada e três a quatro UAVs furtivos podem realizar missões simultaneamente. O esquadrão de UAVs não apenas apoiará e escoltará uma aeronave tripulada, mas também poderá realizar suas próprias missões, incluindo vigilância, táticas de interferência eletrônica e tiro preciso.

A Korean Air continuou a adquirir as principais tecnologias furtivas de UAV participando de projetos como o desenvolvimento conjunto de UAVs furtivos com a ADD em 2010, no qual obteve sucesso em um voo de teste pela primeira vez na Coreia. A Korean Air também se juntou a um projeto no ano passado para pesquisar e desenvolver tecnologia para UAVs furtivos de banda larga para o Korea Research Institute for Defense Technology Planning and Advancement (KRIT).

Enquanto isso, a Korean Air planeja utilizar suas capacidades adquiridas em mais de 20 anos no desenvolvimento de UAVs para proteger as tecnologias principais da próxima geração para UAVs furtivos, como equipes tripuladas e não tripuladas, controle de cluster e execução autônoma de missões, e se tornar uma líder no desenvolvimento de drones furtivos na Coreia

A Korean Air continuará a contribuir para o futuro desenvolvimento avançado de sistemas de armas e o fortalecimento das capacidades de defesa das forças armadas, participando ativamente do projeto de desenvolvimento de UAV furtivo multiuso da ADD, bem como uma revisão de viabilidade de operações de esquadrão de UAV furtivo baseado em IA utilizando um sistema de equipes tripuladas e não tripuladas.

FONTE: Korean Air

- Advertisement -

13 Comments

Subscribe
Notify of
guest

13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
gordo

Eis a sexta geração, um caça capaz de operar apoiado por drones autônomos ou semi autônomos. Não ter drones e não ter a capacidade de combate-los será o divisor de águas entre uma força efetiva e uma apenas para adorno. “Quem quiser ver como será o futuro deve olhar para as bordas do quadro e não para o meio”.

Andre

Talvez seja a 5ª geração ++.

Além de ser capaz de operar apoiado por drones, deverá ter todas as características de 5 gen, como ser VLO, Supercruise, Link de dados, etc.

Underground

FAB e Embraer estavam fazendo estudos para desenvolvimento de um Drone de combate, mas o dinheiro foi melhor utilizado para as eleições.
Afinal o que nós iríamos fazer com um drone de combate de alto desempenho? Não temos inimigos. Somos um povo da paz, do futebol e do samba.

India-Mike

Ia citar justamente o CUAV da embraer, que a FAB não considera mais prioritário e foi abandonado… é claro q o conceito pode não vingar, mas que a ideia de ter uma aeronave tripulada apoiada por UAVs de combate parece muito crível para o futuro, isso parece. E o Gripen com toda sua arquitetura de rede parecia ser a princípio uma boa aeronave para receber esse ‘efeito multiplicador’.

Bruno

Meus caros, A FAB não é quem libera a verba da própria FAB, ela apenas pega a verba que lhe é destinada e tenta gerir da melhor forma, nosso pessoal não é burro. Votem CORRETAMENTE esse ano, e cobrem para que os políticos eleitos, liberem mais verbas para que a FAB possa retomar este importante programa do UCAV cancelado, sem ter que ficar reduzindo KC-390, Gripen, ou qualquer outra coisa.

Erick Barros

Conversa. Fala isso pro GTE: Esse ai é o maior gasto inútil da FAB. Mas é claro que não pode tocar nisso pois da muito cargo pros oficiais, pode tocar é naquilo que realmente importa pra missão fim, como cortar KC-390, AH-2 Sabre, UCAV, Gripens e etc. E nem me fale do número imenso de militares trabalhando como controladores de voo nos aeroportos, pois nos EUA e no resto do mundo esse trabalho é majoritariamente feito por civis.

Sensato

Não é conversa. Pra que todo esse quadro mude, é preciso que várias leis sejam alteradas e quem cria lei em nosso país ainda é Legislativo. Sem elegermos parlamentares melhores e sem cobrarmos deles o que queremos durante todo o mandato, nada melhorará. Temos que aprender a escolher melhor e a cobrar de cada um segundo suas atribuições. O problema é que a maioria só se interessa por políticos que prometam benefícios pessoais e pensam que exercer a cidadania é só escolher qualquer um e terceirizar tudo na mão dos políticos.

Last edited 29 dias atrás by Sensato
Nonato

Um aspecto que nunca vejo ser tratado.
Esses drones terão a mesma velocidade e alcance do “caça-mae”?
Sairão todos ao mesmo tempo para a missão (só se tiverem a mesma velocidade e alcance”.
Qual será o objetivo desses drones?
Aumentar a carga util, levando mais mísseis e bombas por missão (servindo meramente como transportadores de mísseis e bombas)?
Ou ter mais furtividade já que, teoricamente, seriam menores?
Ou poderiam auxiliar, agindo de forma independente, para se defender de caças inimigos?

Claudio QUADROS

Futuro sera de armas laser abate drones aviões e tb armas teferencia eletrônica derrubar qualquer drone .

Será que a Lockheed dará assistência neste projeto também ?

Marcelo Bardo

Maybe.

Carlos Campos

Seria uma boa a FAB avaliar, já que cancelou seu Drone furtivo, então quem sabe pegar carona no C. do Sul seja uma boa ideia.

olivete da silva

É se continuar assim…a profissão de piloto de caça…vai para extinção…e a tecnologia do futuro…paciência.

Últimas Notícias

Os EUA perderam a supremacia convencional, precisam de investimento para manter a dissuasão

A China avançou tanto e tão rápido em seu poder aéreo e espacial que a capacidade da Força Aérea...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -