quinta-feira, agosto 11, 2022

Gripen para o Brasil

Eslováquia doará seus caças MiG-29 e tanques T-72M para a Ucrânia

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O anúncio foi feito hoje pelo PM Eduard Heger, que não deu detalhes sobre a transferência de equipamentos.

A Eslováquia tem 12 caças MiG-29 e 30 tanques T-72. A República Tcheca patrulhará os céus da Eslováquia a partir de setembro.

A Eslováquia já cedeu 4 helicópteros Mi-17 para a Ucrânia.

MiG-29 da Eslováquia
MiG-29 da Eslováquia

FONTE: Visegrád 24

- Advertisement -

121 Comments

Subscribe
Notify of
guest

121 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Renato

Vão servir para os SU-35 russos treinarem tiro ao alvo.

Luiz

Nem vai precisar dos SU-35. Serão abatidos pelos S-300.

Neural

Bondão Russo tem 1000 D-30, 268 MSTa, 33 do monstro Pion, e 516 Grad operacionais na Ucrânia. Artilharia a nível de GM

Andre

A nível 1 GM.

Nascimento

Balela. Ucrânia tem (ou tinha) S-300, Tor, BUK, Strela, ZSU e diversos outros sistemas AAe de curto alcance, além de deter o know-how pra construir seus próprios sistemas igual a França, Belarus e Rússia.

Ucrânia tem/tinha por alto a 4° melhor DAAe da Europa. Atrás só da Rússia, França e Belarus. Muito melhor que certo país da LATAM que arrota doutrina “ossidentau” e só vive no MANPAD pra DAAe.

Bento Ferreira Perrone

O inventário de antiaérea da Bielorussia sempre foi menor e muito menos capaz que o ucraniano. Mas por outro lado tem outros países e na Europa com uma capacidade aintiaerea que não é de se descartar assim (além dos já citados).

Nascimento

Menor em quantidade sim, menos capaz não. Pois eles possuem até 3 S-400 e mais 24 sistemas S-300 entre o PS e o V (ABM)…

Andre

Belarus? Só pode estar de brincadeira.

O pior é comprar esses MANPAD de quem achávamos que era uma grande potência militar.

Nascimento

Sim. Tem algum argumento ou é só torcida?

Então agora a Rússia não é uma grande potência militar? Caramba, explique-me mais. Quando ela foi retirada desse ranking?

Pinheiro

Verdade!

kkkkkkk

Tutor

Chora mais, que está pouco kkkkkk

Adriano Madureira

E em troca receberá?

Mafix

Creio eu que os EUA liberam a venda do f-35 para a força aerea deles …

Nemo

Eu havia lido que seriam F-16.

Camargoer.

Olá Nemo. Um grande negócio para a LM.

Fernandes

Pode ser que durem pouco no campo de batalha, mas também era dito que a Rússia liquidaria tudo em uma semana. Não há dúvidas que ganharão. Mas a que preço? E com um nível de perdas que não era esperado!

Gerson Carvalho

Não liquidou a fatura ainda porque esta enfrentando indiretamente vários países que estão “doando” armamento e treinando soldados ucranianos.

Sergio Moraes

E cadê o poder de 1º mundo que o s Rússia diziam ser ? Kkkkkkkkkkkkk 🤣🤣🤣🤣. Tem não. Tem entre 4 e 5 SU-57 COMO CAÇAS STEALTH…a Rússia só tem vantagem porque a Ucrânia não tinha disponível armamento necessário…se não eles nem estariam no Dombass…São fracos…uma fileira de 60 Kilômetros de veículos militares até Kiev.. pfuuu 🤣🤣🤣🤣… Quando chegaram em Kiev a Ucrânia fechou a ponta e destruiu tudo…aí,entraram outros…até tanques T-62 que estava na Criméia e já aposentados foram postos na batalha já sabendo seu fim. A Rússia deve perder seu presidente em breve. Algum poderoso oligarca ou militar… Read more »

Camargoer.

Caro Fernandes. É preciso analisar as coisas de modo mais amplo. Já existia um conflito entre a Ucrânia e a Russia, como demonstra a anexação da Criméia. Aquele evento mostrou que a Russia tinha de fato maior poder militar que a Ucrânia. Por anos, a Russia fez reservas cambiais suficientes para garantir sua balança comercial. Quando Putin ordena a invasão, o balanço militar e econômico era favorável á Rússia. Zelensky era um presidente fraco, sem expressão diplomática e Biden estava fraco dentro dos EUA. Pareia uma cenário favorável. Contudo, após a invasão, Biden tenta aproveitar o conflito para reforça a… Read more »

Sidney

Os quadrupedes fás e torcedores da Rússia param de ler sua ótima análise já na segunda linha. O cérebro deles trava.

cipinha

Eita que o F-16 vai vender mais do que banana na feira

Fábio CDC

Mas ele sempre vendeu muito bem, uai…

Astolfo

Tá aí pra quem anda falando que tem que comprar de prateleira e não desenvolver a própria indústria…depender dos outros da nisso.

O problema é só quem for de direito ficar em cima para saber onde vai o dinheiro e porque se leva tempo pra chegar no fim e dizer que não deu certo… caso do a-darter, mar-1, futuramente Mansup, etc

marcelo

Quantos caças autóctones o senhor acha que a Ucrânia teria posto em ação de fevereiro até aqui se tivesse a capacidade e instalações para tal?

Eu te digo: nenhum, pois essa infra-estrutura teria sido destruída na primeira semana da guerra, assim como foram as instalações da Antonov. E mesmo que não tivesse sido, estaríamos vendo, com sorte, a produção de 5-6 aeronaves/ano…

Marcelo M

Essa é a questão principal. Não existe a possibilidade de a capacidade de criação de armamentos autóctones seja um elemento relevante em guerra moderna. Principalmente se você adquire a capacidade e não fabrica nada ou quase nada, nem estoca. Simplesmente não dá tempo de fabricar o que não foi fabricado ainda. Melhor ter um estoque maior de itens de prateleira ou mesmo ter aliados para fornecerem material adicional em tempo de necessidade.

Felipe Morais

De fevereiro pra cá, provavelmente nenhum. Mas de 2014 pra cá, quando houve o ponta pé inicial da invasão que se efetivou nesse ano, talvez mais de uma centena. E isso falando de caça complexo.
Se for pensar em quantos atgm, manpads, ucav etc daria pra equipar de 2014 até hoje. E a artilharia de supressão? Já pensou se pudessem produzir um Astros da vida e seus foguetes de 2014 pra cá?

marcelo

Felipe, acho 100 caças produzidos em 8 anos uma estimativa um pouco exagerada. Mesmo com um ritmo relativamente elevado de 6 un/ano seriam 48 aeronaves. Mas como, por incrível que pareça, a preparação ucraniana de 2014 pra cá foi praticamente nula, esse numero estaria mais próximo de 8 aeronaves. Agora, realmente, armas menores de infantaria, como fuzis de assalto e suas munições, mísseis anti-carro, manpads, assim como foguetes de artilharia, obuses e demais munições de artilharia, como vc colocou, esses sim fazem uma diferença grande poder ou não fabricar localmente. E se a produção for em múltiplos lugares, criando um… Read more »

Nascimento

Mas artilharia eles tinham nacional, tinham até DAAe nacional, só faltou grana pra isso…

Nascimento

De nada adiantarão Gripens montados no Brasil numa guerra contra uma superpotência militar, nossa infraestrutura de construção de meios militares será destruída.

Fernando "Nunão" De Martini

Acho que essa discussão de vocês não está levando em conta outros benefícios de se dominar fabricação, montagem e nacionalização de componentes de caças: Manutenção em tempo de paz; Manutenção e reparo em tempo de guerra, troca de componentes e substituição de equipamentos; Desenvolvimento e integração de armamentos e sensores em tempo de paz, assim como de outras aeronaves. Tem outros. Quando um conflito começa, de fato a duração costuma ser curta e não permite, com a complexidade atual, produzir caças a tempo de repor perdas. Mas ajuda a ter pessoal e ferramental etc capaz de manter essa frota voando… Read more »

marcelo

Nunão, concordo com tudo isso que vc está falando, quando questionei o Astolfo ali em cima foi por conta do argumento utilizado por ele, dando a entender que se a Ucrânia fosse independente na produção de caças não estaria recebendo ‘esmola’ agora. Acredito que esse argumento é falso e mesmo um país com industria aeronáutica tradicional como a Suécia – caso fosse ela a ter sido invadida pela rússia – estaria tb procurando qq tipo de reforço disponível de seus aliados, pois logicamente a fábrica da SAAB em Linköping – mesmo que ainda estivesse de pé e operacional – mal teria… Read more »

Paulo Brics

A Eslováquia, país de poucos recursos, está dando o que pode, mas no geral a Ucrânia está sendo abastecida com esmolas.

E não se enganem sobre os 50 e tantos bilhões dos eua. A maior parte disto vai ser lavada e retornará para os bolsos dos políticos aliados de biden.

Jack

O pessoal fica na torcida e contesta fatos…outra cidade ucraniana para em mãos russas…a pobre da Ucrânia foi enganada duas vezes pelo ocidente…uma no final da União Soviética quando o ocidente apoiou que eles entragassem suas armas nucleares para a Rússia…outra sobre as mentiras que o ocidente vendeu para o povo ucraniano de que seria possível vencer a Rússia com esses meios que chegaram tarde e em poucas quantidades.

Chevalier

Vc se esquece que a Rússia assinou o Acordo de Budapeste onde se comprometeu a não atacar a Ucrânia após ela entregar suas armas nucleares?? Pois é, né. Acho que temos dois mentirosos aqui. Vc e mamãe Rússia.

Luis Carlos

E a Ucrânia o Acordo de Minsk, o qual os europeus já estavam claramente alardeando que não valia mais.

Magno Braz

E o acordo que a Otan não teria países do leste europeu?

Andre

Esse acordo nunca existiu. Fantasia de putinzete.

Andre

Acho que o corretor automático do seu celular troco russia por ocidente.

A Ucrânia foi enganada pela Rússia ao entregar seus nukes e foi enganada novamente pela Rússia quando o Putin disse que eram exercícios e não haveria invasão.

Luis Carlos

Tudo que que cai lá é moído.
Só hoje assisti um vídeo de mais um M-777 , um T-72M polonês e um Pzh-2000 alemão sendo destruídos.
Acho que a Ucrânia deveria desistir enquanto é tempo.

Paulo Brics

O problema é que zelensky não decide nada, ele é um marionetes de quem o colocou no poder e o sustenta, eua e uk. Eles dizem que a guerra deve continuar, que a Rússia deve ser derrotada no campo militar, o capataz stoltenberg repete isto, e zelensky repete também. A única saída para a Ucrânia é uma rebelião militar que tire zelensky do poder. Não há outra maneira porque com ele no poder será mais do mesmo. A Rússia vai continuar conquistando, os da otan enviando esmolas em quantidade de armamentos e munições que não mudarão o rumo da guerra,… Read more »

LEONARDO BASTOS

Falou TUDO!!

Andre

Faz mais de 4 meses que vc torce para a Ucrânia desistir para não ficar mais feio para sua amada russia.

4 meses depois, com quase mil MBTs a menos, mais de 50 aeronaves perdidas e o principal navio russo na região promovido a coral, e a Rússia conseguiu avançar pouco mais de 100km.

O bondao está com o freio de mão puxado…

Nilton L Junior

E o Donbas esta na mão de quem??

Andre

Por enquanto nas mãos dos russos. Mas kiev segue firma com os ucranianos.

Napoleão ficaria muito orgulhoso: artilharia + infantaria conseguiu avançar incríveis 130km em 4 meses.

Já zukov deve estar se revirando no túmulo. Quase mil tanques perdidos para capturar uma região que já estava em guerra cívil….

Last edited 1 mês atrás by Andre
Nei

E vc se orgulha disso? Nossa!!! P-a-r-a-b-e-n-s então.

LEONARDO BASTOS

Só faltou dizer que a Ucrânia está expulsando os russos de lá! Dependente químico detected… kkkk

Andre

Depende o que vc quer dizer com “lá”. Se “lá” for Kiev, então expulsou. Se “lá” for só uma nota musical, então não está.

LEONARDO BASTOS

A OTAN lutará até o ultimo UCRANIANO!!

Fernando "Nunão" De Martini

Leonardo, não precisa “gritar” em maiúsculas.
Respeite as regras do blog:

https://www.aereo.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

LEONARDO BASTOS

Compreendido.

Andre

Ou até o último caridoso russo devolver a Ucrânia para os ucranianos.

A Russia não vai atacar a Finlândia que pediu adesão à Otan?

Nelson Junior

A Eslováquia tá é vendo uma boa oportunidade de “desovar” essas velharias e receber F-16 MUITO MELHOR a preço de banana, isso sim… E de quebra dá um pé na bunda de vez nos Russos, pois nem manutenção pagarão mais a eles

Fernando "Nunão" De Martini

Nelson, A substituição do MiG-29 pelo F-16 já foi decidida e contratada em 2018: https://www.aereo.jor.br/2018/12/17/eslovaquia-compra-14-cacas-f-16v-por-us-18-bilhao/ Não creio que um contrato de 1,8 bilhão de dólares por 14 caças, mesmo incluindo treinamento, apoio, armamento etc, e mesmo sendo a nova versão F-16V Block 70/72, seja preço de banana. Acho que está bem dentro da média dos pacotes de compra de caças novos que se vê por aí. E se negociaram desconto (ou cortaram diversos itens), isso também já foi feito anos atrás: o pacote original divulgado pela DSCA em abril de 2018 era bem mais caro, chegava a cerca de 2,9… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Fernando "Nunão" De Martini
Camargoer.

Olá Nunão. Vocẽ tem razão. São 124 milhões de kichute$ por aeronave. Comparativamente, ficou mais caro que o contrato da FAB com a SAAB (110 milhões por aeronave), incluindo a fabricação do F39E no Brasil e a aquisição do Meteor e do Iris-T. Caso a venda destes F16 tenha sido por FMS, é pior ainda poque não existe qualquer compensação comercial.

Fernando "Nunão" De Martini

De fato, Camargoer, ficou comparativamente mais caro que a conta de padaria (contrato dividido por aeronaves) do Gripen da FAB.

Mas é sempre bom lembrar que armamento e apoio logístico influem bastante nos valores, e não sei dizer o que ficou contratado no acordo final, de 1,8 bilhões para os 14 F-16 eslovacos. Só sei que o pacote divulgado inicialmente, bem completo, daria ainda mais “kichute$ por aeronave”, cerca de 200 milhões…

Felipe Morais

“incluindo a fabricação do F39E no Brasil e a aquisição do Meteor e do Iris-T.”

Corrigindo:

“incluindo a fabricação do F39E e do F39F no Brasil e a aquisição do Meteor e do Iris-T.”

Infelizmente decidiram não fabricar o F aqui. Mas comente sobre isso não. Tem gente que fica chateada quando alguém comenta sobre essa questão.

Camargoer.

Olá Felipe. Você tem razão sobre o projeto original e sua recente alteração. Eu prefiro usar a informação atualizada, na qual o F39E será fabricado no Brasil e o F na Suécia. Não chega a ser uma notícia ruim. Pelo que lembro (posso estar errado), a FAB adquiriu 8 F39F que seriam fabricados o Brasil. Eu não sei como foi a revisão do acordo, mas isso pode significar que 8 F39E serão fabricados no Brasil no lugar dos F. Isso muda pouco. Além disso, se o segundo lote tiver um grande número de “E” que poderão ser todos fabricados no… Read more »

Felipe Morais

Não muda pouco não. Não é uma questão trivial. Tem uma diferença abissal entre fabricar, nacionalmente, um modelo que só seria usado por nós (F), a partir do conhecimento e rotina de fabricação aprendida com a fabricação do (E), do que simplesmente replicar 100% da rotina de fabricação das plantas suecas (praticamente uma montagem) com a fabricação de alguns componentes nacionais, que já fazem parte, inclusive, do modelo E adotado pelos dois países. Eu queria mesmo saber se isso impactou em algo no contrato, se houve diminuição do valor ou algo do tipo. Pq com certeza, na precificação da proposta… Read more »

Camargoer.

Olá Felipe. Também tenho curiosidade sobre o aditivo do contrato original e sobre o contrato do segundo lote.

Felipe Morais

Pois é Camargoer. Eu tbm. Eu acho incrível algumas pessoas aqui que colocam a mão no fogo por algo que eles não fazem ideia do que é na realidade. Você comenta algo contra, aparece um monte pra te criticar. Semana passada o Nunão fez um comentário, um desabafo, em relação a dubiedade de críticas. Nem sei se eu me enquadro no grupo que ele quis descrever, pois sou favorável a nacionalização de produção do máximo possível “do que for viável”. Nesse mundo de 8 ou 80, alguns podem interpretar isso como dubiedade. Mas eu sempre deixo muito claro meu posicionamento… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Felipe Morais
Fernando "Nunão" De Martini

“Tem uma diferença abissal entre fabricar, nacionalmente, um modelo que só seria usado por nós (F), a partir do conhecimento e rotina de fabricação aprendida com a fabricação do (E), do que simplesmente replicar 100% da rotina de fabricação das plantas suecas (praticamente uma montagem) com a fabricação de alguns componentes nacionais, que já fazem parte, inclusive, do modelo E adotado pelos dois países.” Felipe, Tanto do E quanto do F, trata-se muito mais do que simples montagem. Outro dia mesmo estava debatendo com o Camargoer sobre o tempo que um caça leva em produção. É coisa de dois a… Read more »

Felipe Morais

Sim Nunão. Com certeza há um ganho imenso. Com certeza é algo muito superior a uma “simples montagem”, como eu escrevi. Dentro de tudo que você citou e dos offsets já efetivados e a efetivas, destaca-se a importância de abertura do código fonte e a potencial integração de armas e sistemas que sejam de interesse da FAB. Então, eu peco sim em me referir a isso como uma simples montagem. Mas, tudo isso estava no pacote. Foi precificado, proposto, negociado e contratado. E muito disso foi vantagem comercial/técnica determinante para a seleção do Gripen. Minha questão são duas quanto a… Read more »

Nelson Junior

Verdade… Mas não acredito que a Eslováquia abriria mão dos mig-29 mesmo dos que irão descomissionar para mandar para a Ucrânia, sem uma contrapartida… Alguma vantagem deve haver, talvez antecipação das entregas…
Mas de qualquer forma, 14 – F-16 Block 70/72 são muito superiores aos mig-29

Fernando "Nunão" De Martini

Nelson, Não tem muito como antecipar entregas, tudo atrasou por causa da pandemia e da consequente crise de fornecimento de componentes eletrônicos. A Eslováquia já tinha em operação apenas um punhado de MiG-29 em condições de voo, em pleno processo de desativação. O que pode ter sido acelerado, em contrapartida a esse repasse dos MiG-29, é a proteção do espaço aéreo eslovaco por seus vizinhos da OTAN durante o hiato até a chegada dos novos F-16. De resto, concordo com você e nem tem como discordar: 14 jatos F-16V Block 70/72 são muito superiores aos poucos MiG-29 que ainda voavam… Read more »

Nelson Junior

Há sim sim, só o fato de o espaço aéreo estar sendo patrulhando e garantido por um aliado, já trás uma economia de recursos (combustível, manutenção de aeronave, equipe de solo, etc…), já consegui compreender que houve uma vantagem…

E com relação aos MIG eslovacos, parecem que estão com atualizações “superiores” aos da Ucrânia… Isso requer treinamento também ou é algo “intuitivo” que o piloto talvez nem note ?

Salomon

O que é aquela estrutura em cima do biplace? A diferença de camuflagem/pintura indica diferença de idade da célula ou tem outro significado?
Grato

PedroB
Last edited 1 mês atrás by PedroB
Salomon

Isso mesmo. Obrigado.

Mariana

É um secador de cabelos.

Salomon

Puxa. Há anos que eu não ria tanto. Demais.

Marcelo Mendonça

Como não há diferença de altura entre os assentos, o espelho a que vc se refere , permite ao instrutor observar o que o aluno esta fazendo.

Dragonfly

Off topic pero no mucho

Por falar em MIG-29, como será que estão os do Peru?
Como sempre se fala muito na carência de pós-venda dos russos, fico curioso pra saber a disponibilidade dos MIG, e tb dos SU-25, do Peru…

Inimigo do Estado

S-400 vai nadar de braçada de novo.

Nilton L Junior

Agora vai.

Andre

Com essa porcaria que é o Mig-29, não vai longe.

Mensageiro

Eslováquia terá tempo pra treinar pilotos em caças ocidentais, fez bem em acabar com jatos de origem russa, não serão fornecidos nem peças mais.

Jefferson Henrique

Exatamente o que eu ia dizer, muitos países do Leste Europeu vão aproveitar para se desfazer destes equipamentos Russos, fazendo parecer estar “ajudando” a Ucrânia. Com o guarda-chuva da OTAN estendendo-se mais para o Leste, estes pequenos países terão sua defesa aérea garantida pelo bloco em qualquer hipótese de conflito, como vemos nos países Bálticos.
Agora se os EUA vai facilitar venda aeronaves ocidentais para substituir é outra história.
Mas acredito que na Europa, quem tiver grana vai de F-35 e a “segunda linha” vai de F-16.

Ivan

Prezado Jefferson, .. Apenas um pequeno reparo. Você escreveu: “…fazendo parecer estar “ajudando” a Ucrânia.” . Bem… …na verdade estão efetivamente ajudando a Ucrânia, que teve boa parte dos seus meios de combate destruídos pelo atrito de uma guerra intensa, como tem sido. As perdas materiais – e humanas – tem sido terríveis (sempre lembrando que o causador dessa loucura foi o Vladimir e seus comparsas do Kremlin). . Mas… …tem sempre um mas, os países do leste europeu que estão doando material militar, armas, aeronaves e munições da era soviética também estão se ajudando, na medida em que armam… Read more »

Antunes 1980

E não é que 90% do arsenal da era soviética está saindo de cena.
Os antigos países do pacto de Varsóvia vão substituir tudo por F-16, F-35, Blackhawk, MBT leopard e abrams.

LEONARDO BASTOS

E quem vai patrocinar esse parai$o, meu caro?!? Só pra lembrar, “dinheiro não dá em árvore”…

Andre

No caso destes mig29 e T-72 está escrito de maneira muito clara: a Eslováquia.

Como o Ivan bem lhe explicou, para todos os países do leste europeu é bom que a Russia não chegue a suas fronteiras e todos irão ajudar como puderem.

Mcruel

Alguém sabe qual a função daquela “tampa” aberta sobre o cockpit do modelo biplace, visível na primeira foto?

Nei

Espelho para treinamento. Para o instrutor ver o que aluno está fazendo.

OJFL

Ainda é muito triste ver a quantidade de gente no Brasil que torce para a Rússia, a agressora no conflito. E que muitos ainda acham que mandar armas para a Ucrânia, tentando repelir uma invasão sem provocação, é uma ação ruim.

Camargoer.

Caro O. Acho um grande erro torcer pela Russia ou pela Ucrânia neste conflito. Erro maior ainda é torcer pela OTAN, EUA ou China. Este conflito gerou cerca de 3 milhões de refugiados e está provocando o colapso da infraestrutura na Ucrânia. Neste momento, temos que pressionar (ou torcer) pelo imediato cessar-fogo e início das discussões diplomáticas para resolver o problema. A disputa entre os dois países é muito complexa e começou com o colapso da ex-URSS. Não tem mocinho e bandido.

OJFL

O que a Ucrânia fez contra a Rússia para merecer essa invasão, por favor? Qual o pecado da OTAN que faz com que mereça esse desapreço?

Camargoer.

Olá O. Em 1986, na Islândia, Gorbachev e Reagan se encontraram para colocar fim a guerra fria. Naquela conferência, Gorbachev propôs o total banimento das armas nucleares, mas Reagan foi incapaz de perceber a oportunidade histórica à sua frente (a mesma cegueira ideológica que fez Trump ignorar a pandemia). Naquele mesmo ano, havia ocorrido o acidente de Chernobyl, segundo Gorbachev, um dos eventos históricos que mais contribuiu para o colapso da ex-URSS. Segue a isto o golpe de estado que aprisionou Gorbachev e a resistência ao golpe que fortaleceu politicamente Yeltsin e resultou no colapso da ex-URSS. As republicas ex-soviéticas… Read more »

OJFL

Essa história é interessante mas não responde à pergunta do por que a expansão da OTAN é um problema para a Rússia. Se a Rússia não tinha nenhuma intenção militar fora de suas fronteiras, a OTAN não deveria ser um problema, mesmo com a ascensão da Ucrânia. O resultado dessa incursão foi prevenir a Ucrânia de se associar, mas levou a Suécia e a Finlândia, dois países em constante ameaça da Rússia, a se associarem. Como isso não era previsível me parece incrível. Então a crise da associação da Ucrânia à OTAN foi evitada pelo crescimento da OTAN no norte… Read more »

Camargoer.

Caro O. De modo geral, é comum analisarmos as decisões do passado a partir de suas consequências. Isso pode ser equivocado. As decisões que levaram à esta crise foram tomadas no seu contexto temporal. Como escrevi, o contexto geopolítico anterior ao conflito sugeriam um cenário vantajoso para a Russia, mas a partir do momento que o conflito foi deflagrado, surgiram novas variáveis que alteraram o cenário. A inserção da Finlândia e da Suécia na OTAN, indo em direção contrária a um histórico de neutralidade para se encaixar nessa dinâmica. De fato, desconheço qualquer análise que tenha previsto que estes dois… Read more »

OJFL

O contexto político nunca foi vantajoso para a Rússia. A menos que eles conseguissem tomar toda a Ucrânia em uma ou duas semanas as conseqüências eram previsíveis. O ocidente já tinha visto a Rússia tomar parte da Geórgia e aplicou sanções pequenas. Depois o ocidente viu a Rússia deflagar o separatismo na Ucrânia, e também invadir a Criméia. E de novo aplicou pequenas sanções. Não existia cenário no qual uma invasão em grande escala da Ucrânia não causaria uma enorme comoção na Europa, dada a fronteira Oeste da Ucrânia ser a OTAN. Não era necessário esperar a invasão para prever… Read more »

Carlos Gonzaga

Mestre, essa sua posição é indefensável. Falou, falou e não mostrou porque a Ucrânia deve ser punida com uma invasão. Ou o que justifica essa agressão russa à soberania ucraniana. Realmente você me desapontou. Não sou Fla nem flu como muitos aqui mas reconheço que gostaria muito de ver Putin e as oligarquias russa serem punidos por essa bárbara agressão.

Camargoer.

Caro Carlos. Como escrevi lá embaixo, sempre coloquei que toda guerra de agressão deve ser condenada. A única vítima inocente é a população civil. No livro “A marcha da insensatez” são descritos vários episódios nos quais os países perdem a perspectiva de seu propósito, resultando em crises nas quais a população civil é penalizada. Já escrevi que este conflito tem certo paralelo com o início da I Guerra (não com a II Guerra como muita gente acha). A invasão russa é o clímax de uma escalada. A pergunta que é preciso ser feita é por que os esforços (quais?) para… Read more »

Guilherme Lins

Nunca existiu a possibilidade de um mundo sem armas nucleares após o pleno desenvolvimento destas! Culpar o Renan (assim como qualquer outro político) por isso é cegueira total! Primeiro que todos os signatários de um acordo deste deveriam estar em ABSOLUTA boa-fé (o que quase sempre não ocorre). Segundo: como iria ser a fiscalização de um acordo deste tipo? E como seria após um estado como o Irã e a Coreia do Norte desenvolver as suas? Um mundo sem armas nucleares requer: absoluta boa-fé nos acordos, absoluta confiança entre os signatários, fiscalização internacional nível absoluto, absoluto comprometimento com o acordo… Read more »

Camargoer.

Caro Guilherme. No Século XIX era consenso que as economias do Brasil e dos EUA dependiam da escravidão e que o fim dela levaria estes países ao colapso. No Século XVIII era consenso que a democracia levaria os países ao colapso já que era a história mostrava que apenas monarquias tinham levado à prosperidade. Coloco estes dois exemplos (existem outros) para mostrar que não existe argumento contra a total eliminação de armas nucleares. Creio que Victor Hugo escreveu que nada pode impedir uma ideia quando chega o seu tempo. A total eliminação de armas nucleares deveria ser uma ideia defendida… Read more »

Felipe

Pergunta para os 14 mil russofonos mortos por genocídio em Donbass bem antes desta guerra (e após 2014)

OJFL

Sim, por que a Rússia é inocente da região de Donbass. Eles nunca mandaram armas, e mesmo soldados, para aquela região. Assim como a Rússia numa invadiu a Criméia. E a Rússia nunca invadiu a Geórgia.

Carlos Gonzaga

Bobão, os russofonos a que vc se refere eram e são ucranianos revoltosos e separatista. Você também deveria condenar o que ocorreu na Chechênia e na Geórgia.

Carlos Gonzaga

Mestre Camargo, dizer que qdo um país invade outro sem provocação é uma situação em que não há mocinho ou bandido é um absurdo e me recuso a acreditar que tais palavras foram escritas por você. Não há, nesta história, qualquer justificativa para essa invasão. Dizer que foi para proteger populações russofonas é de cinismo uma mas que essas populações, antes de tudo tem nacionalidade Ucrânia. Nasceram e vivem em território ucraniano. Absurdo.

Camargoer.

Caro Carlos. Como já escrevi, nenhuma guerra de agressão é justificada. Isso posto, acredito que a única solução para este conflito é o imediato cessar-fogo e a abertura de negociações diplomáticas. A única vítima inocente neste conflito é a população civil da Ucrânia. E por favor, modere as palavras. Não sou cínico. Este tipo de agressividade é inadequada para um bom debate. Se preferir, encerramos por aqui.

LEONARDO BASTOS

Não existe falar em “torcida” pra quem quer q seja! A única torcida tem q ser pelo cessar fogo. Não tem inocentes nessa guerra, fora a população civil…

OJFL

Por que a Ucrânia não é inocente, por favor?

Nei

Eles não tem esta resposta amigo. Eles só querem mortes e para eles está tudo certo.

Camargoer.

Caro O. Este conflito tem gerado muito sofrimento para mais de 3 milhões de civis ucranianos. Falar em torcida por um lado ou por outro é um equívoco (na verdade é desumano). Neste momento, nada é mais importante que o imediato cessar-fogo e a abertura de negociações diplomáticas. Achar que a Ucrânia (ou a Russia) é culpada ou inocente é uma simplificação sem significado. A origem desta crise pode ser encontrada no colapso da ex-URSS e o consequente fim do Pacto de Varsóvia, que foi seguido pela expansão da OTAN em direção à fronteira da Russia. Esta crise é uma… Read more »

Carlos Gonzaga

Camargoer. Você ainda não respondeu o que justifica a invasão da Ucrânia por tropas russas. Um simples argumento lógico. A Ucrânia vinha combatendo uma revolta separatista em território ucraniano. Já havia sido alijada de parte de seu território pela invasão de 2014 pela Rússia na Criméia. Mas continuava sendo uma guerra interna fomentada por uma nação estrangeira. Ainda assim um problema interno. Então, me diga qual a justa causa para a invasão? Será que Putin percebeu que, mais cedo ou mais tarde, a Ucrânia iria sufocar a revolta no Donbas e se voltaria para a recuperação da Crimeia? Seria a… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Carlos Gonzaga
Fernando "Nunão" De Martini

Carlos,
Se você der o tempo necessário ao outro comentarista aparecer por aqui, ler seu questionamento e responder, será melhor. Atente para o tempo de postagem do comentário, (uma hora atrás, duas horas atrás etc).

Aparentemente você está apenas seguindo a ordem dos comentários de cima para baixo, e não a hora marcada neles, para cobrar respostas. Este último comentário que você respondeu é de pelo menos duas horas antes dos três que você escreveu, e não depois deles.

Last edited 1 mês atrás by Fernando "Nunão" De Martini
Carlos Gonzaga

Obrigado Nunão pela dica

Camargoer.

Caro Carlos. Temo que minha resposta tenha ficado dúbia. Nada justifica a invasão da Ucrânia pela Russia. Como toda guerra de agressão, deve ser condenada. Isso posto, é preciso avaliar a escalada que levou ao conflito e como os dois países envolvidos foram incapazes evitar o conflito por meios diplomáticos. Além disso, é preciso condenar também o fornecimento de armas para a Ucrãnia pelos EUA e por países da OTAN que, ao invés de servirem para encerrar o conflito, estão alongando a guerra. Desde o início do conflito, tenho defendido que a única solução é a via diplomática. Contudo quanto… Read more »

Ivan

Prezado Camargoer, . Interessante sua construção: “Isso posto, é preciso avaliar…”. Na verdade, está escrevendo um simpático “mas”, “porém”, “contudo” ou “todavia”. . O que se escreve após uma expressão como a que usou, invalida o que foi escrito antes e ratifica o que se escreveu depois. . Escrito antes: “Como toda guerra de agressão, deve ser condenada.” . Escrito depois: “Isso posto, é preciso avaliar a escalada que levou ao conflito e como os dois países envolvidos foram incapazes evitar o conflito por meios diplomáticos.” . A segunda narrativa, por si só impossível, anula a primeira, com ou seu… Read more »

OJFL

Mas se é um absurdo achar que o conflito militar destruindo a infraestrutura, isso não seria mais uma vez um problema do cálculo Russo? Eles são os que estão bombardeando toda a infraestrutura e também a população civil.

Camargoer.

Caro O. Eu não sei qual foi o cálculo russo. Posso supor que eles avaliaram que teriam superioridade militar e econômica para consolidar os seus objetivos a um custo razoável. Por outro lado, parece que a Ucrânia também avaliou mal o peso o peso da OTAN no desfecho do conflito. Enfim. o fato é que nesta marcha da insensatez, existem 3 milhões de refugiados ucranianos em um conflito que parece sem solução a curto prazo.

LEONARDO BASTOS

Biden + Zelensky – Putin = Invasão da Ucrânia.

Luiz Trindade

Primeiro: Mistério é como vai chegar sem os russos atacarem?!? Segundo: Chegando lá vai ter pilotos treinados vivos ainda para pilotar e engajar com os pilotos russos treinados?!? Digo mesmo para os operadores de tanques T-72. E ainda isso vai ser o necessário para a Ucrânia virar a guerra?!?

Ivo

Do mesmo jeito que chegaram todos os outros equipamentos. Não me pergunte como mas a Força Aérea Ucraniana ainda voa, e se voa, tudo que vier é bom pra eles. E não, não vai virar a guerra. Mas isso não importa, o povo ucraniano não vai baixar a cabeça para o agressor. Mas muitos dos nossos compatriotas jamais entenderão isso.

Luiz Trindade

Mas convém outra pergunta… Se nunca vão baixar a cabeça até quando eles vão aguentar?!?

Ivo

Do jeito que vai? Possivelmente até os russos conseguirem derrubar o último prédio e o último homem ucraniano disposto a lutar. Tendo apoio externo vão longe ainda. Se os russos não forem rápidos aquilo vai virar um Afeganistão ou Vietnã.

Luiz Trindade

Eu sinto pena é do povo se aquilo virá um Afeganistão ou Vietnã… Pois são eles que sofrem mais em tudo. Desde da distribuição de alimentos até remédios.

Sergio Moraes

A Rússia com GPS manual dos EUA no painel dos SU-25 vão longe…no chão né?
Ainda há quem torça pela Rússia…4 ou 5 SU-57 como caças Stealth ( furtivos) pfuu.kkkkk… EUA jogando avanço F-35 Lightning para os países membros da OTAN…e lotado de F-22 Raptor.
Sem chance para o Vladimir Putin..já tá até querendo decretar lei para tomar as empresas ele torná-las governamentais e pôr para trabalho ininterrupto na produção de armamento…o estoque tá acabando após muito uso na Ucrânia.

Nonato

Não adianta só caças e tanques sem estratégia.
A invasão do Iraque em 1991 teve cobertura melhor do que essa guerra.
Não sabemos o que está pegando…
Se a Ucrânia (ou Rússia) usar tanques, o outro tem mísseis antitanque.
Se usa caça o outro tem defesa antiaérea
A Russia tem a vantagem da quantidade e de ter mísseis de cruzeiro, mísseis balísticos etc.
Nso sei o que impede a Russia de tomar mais partes ou a Ucrânia de expulsar os russos.
Como dispararam um missil contra navio russo?
Tem livre acesso à costa?

LEONARDO BASTOS

Segundo a Deutsche Welle, a Ucrânia está sendo dizimada: https://youtu.be/hYToemV42GY

Bento Ferreira Perrone

O problema dos mig29 é que o radar é muito defasado e de curto alcance e eles não tem fox3 nessas versões….aí não tem muito como fazer algo no ar a não ser contra helicóptero sem proteção ou algum su25 meio perdido. Contra a caça inimiga de igual pra igual já seria massacre bvr, mas não é de igual pra igual por que sempre vai tem bem mais russos no ar. Vai servir mesmo como ataque ao solo de surpresa sem penetração e com foguete principalmente…..com bomba até pra isso a perna vai ser curta por que vai voar sempre… Read more »

Jonathan pôrto

Já sabem né, em uma situação de urgência para o Brasil seriam +F-5 e +M-60 !!!

Últimas Notícias

Ucrânia diz que 9 aviões de combate russos foram destruídos em explosões na Crimeia

KYIV, Ucrânia (AP) - A Força Aérea da Ucrânia disse na quarta-feira (10) que nove aviões de combate russos...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -