segunda-feira, junho 27, 2022

Gripen para o Brasil

Duro de abater II

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Circulam pela internet novas fotos de um Sukhoi Su-25 “Frogfoot” russo com extensos danos próximos ao bocal do motor direito. As fotos disponíveis mostram a aeronave já pousada após o que teria sido uma missão de combate no leste de Ucrânia.

Os danos são impressionantes e, em muitos casos, poderiam ter derrubado a aeronave de imediato ou causado um incêndio que se propagaria pelo resto da fuselagem. Observe nas fotos abaixo a proximidade dos danos junto ao compartimento do trem de pouso principal. Ao que tudo indica o piloto conseguiu baixar e travar o trem, pousando sem maiores problemas.

Este é o segundo caso com registro fotográfico de um Su-25 russo que retornou para casa com danos severos.

Em princípio a causa dos danos à aeronave seria um MANPADS (míssil superfície-ar lançado do ombro de um combatente) guiado por IR que foi atraído pelo gases quentes do bocal de escape do motor.

Muitas das aeronaves russas que realizam apoio aéreo aproximado na Ucrânia estão adotando um perfil de ataque voando muito baixo. O objetivo é escapar dos radares e aproveitar o terreno para se esconder. No entanto, o voo rasante expõe as aeronaves aos MANPADS.

- Advertisement -

70 Comments

Subscribe
Notify of
guest
70 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Dotto

Impressionante.

Last edited 15 dias atrás by Alexandre Galante
karl Bonfim

Muito impressionante, verdadeiro pau pra “quase” toda a obra no campo de batalha. O que mais me impressiona ainda é que não há novos projetos desse tipo de avião, assim como A-10 americano. Talvez com as guerra de nagorno-karabakh e da Ucrânia, mais a ameaça da invasão chinesa de Taiwan, mude essa tendência. Por que, por melhor que o Super Tucano seja, ele não ia sobreviver a isso…

Last edited 15 dias atrás by karl Bonfim
gordo

Me permita discordar, mas a guerra da Ucrânia pode estar sendo o canto do cisne para esse tipo de aeronave (Su-25 e A-10). Hoje com bombas guiadas e misseis de precisão desenvolver uma aeronave dessas ao invés de um caça multirole é perder dinheiro. Note que os Su-25 russos estão voando em espaço aéreo com pouca contestação, basicamente MANPADS e as poucas baterias que restaram aos Ucranianos e ainda assim tiveram perdas significativas. O pessoal esta olhando para o desenvolvimento de drones, que podem entregar o serviço a um preço bem menor. Basta ver o desempenho dos drones turcos e… Read more »

AMX

Os fuzileiros navais dos EUA estão sempre atrás de uma aeronave tipo A-10/Su-25, mesmo contando com outras mais modernas e atuais.

Mirade1969

Mas o A-10 é da força aérea americana e não dos fuzileiros navais, se levar em conta que ele ja voa a 50 anos e porque os fuzileiros ainda não adotaram um semelhante na época ou hoje?

Joe

Pilotos russos são verdadeiros heróis. Lutam usando sucatas voadoras. Até gambiarra coo aparelho GPS civil tem nessas aeronaves.

Sagaz

Ou vai ou morre com um tiro na cabeça.

Cristiano de Aquino Campos

Caça valente esse!

Chris

Nao duvidando que seja valente… Mas eu nao entendi bem porque estao tao impressionados com este exemplar…

A enorme maioria dos avioes, inclusive comerciais, nao pode voar tranquilamente com apenas 1 dos 2 motores ?

Os danos, nas fotos… Ainda estao na parte traseira do motor, ou seja, a maioria dos estilhaços ficaram pra tras… Reduzindo ate qualquer chance de um incendio se propagar !

Last edited 15 dias atrás by Chris
Plinio Carvalho

A questão é que o dano não foi uma simples pane que fez o motor parar de funcionar, foi uma explosão que causou os danos no motor, lança um míssil no motor de um avião comercial e vc vera quantos vão sair vivo disso.
Se todo avião sobrevivesse ao impacto direto de misseis ninguém faria reportagem sobre esse sobreviver.

Carlos Campos

muito legal, voar só com um motor, enquanto o outro corre o risco de incendiar e até cair e levar parte da carenagem do avião, você devia ir pilotar pela ucrania ou a rússia, coragem não te falta.

Fábio CDC

É realmente um brutamontes voador! Excepcional avião para CAS!!!

Luis Carlos

É o melhor avião de ataque.
Sem dúvidas.

Machado

Os Russos tem vasta experiência nesse setor. Vide o Ilyushin Sturmovik na segunda guerra mundial. Famoso tanque voador

Teropode

🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Kommander

Meu jato de ataque preferido no BF4!!
Verdadeiro tanque voador!!

Alexandre

Melhor jogar DCS, vai por mim.

Nilton L Junior

Concordo tenho ele com a camu da FAB, tem que praticar bastante e ajuda muito ter Joy/Trotle/trackir

JuggerBR

Imagino se nossos A-1 tem esta resistência…

Luiz Antonio

Não ceio que o A-1 seja tão resistente. O A-1, além de ser monomotor é mais leve e consequentemente mais suscetível a impactos de armamentos de mesma natureza. Isso não faz do A-1 uma aeronave inferior, pois se equipados com armamento inteligente não precisa voar baixo se expondo a manpads. Aliás, o uso do SU-25 pelos russos escancara suas deficiências em termos de emprego de armamento.

Last edited 15 dias atrás by Luiz Antonio
Kommander

Os caras tem rios e rios de estoques de bombas burras, baratas e com prazo de validade. Pra que gastar algo caro e mais complexo, se o antigo e mais barato faz o mesmo trabalho? Igual já outra reportagem falando do MIG-29 Ucraniano reparado grosseiramente, se fosse do lado russo, iriam dizer que acabou as peças de reposição.

RPiletti

Ucrânia não é potência invasora e não chegaria até Berlim num piscar de olhos…

Cristiano de Aquino Campos

O A-1 foi projetado para fazer o mesmo que o SU-25, voar baixo e lançar bombas burras, foguetes e no máximo mísseis anti-tanque. São projetos dos anos 70/80.
Só que ainda não se sabe o porquê, os Russos não tem usado bombas guiadas. Suspeito que e porquê para lanca-las os caças devem voar um pouco alto e se expoe misseis de médio e longo alcance.

Nascimento

Porque não tem. As munições guiadas russas são, na sua maioria, mísseis balísticos e de cruzeiro focadas em alvos de grande valor estratégico como QGs e grandes infraestruturas e DAAes de longo e médio alcance.

As bombas russas são focadas em atacar os grandes contingentes da OTAN e não em guerra assimétrica.

Last edited 14 dias atrás by Nascimento
karl Bonfim

Tem não, num tem não!
Kkkkkkkkkk!!!

Teropode

Funções semelhantes , mas tática de emprego diferentes , o AMX , Jaguar , Tornado e Mig 23 bico de pato, foram pensados para interdição a média , baixa altitude , voando rápido , penetrando na zona de conforto do inimigo para liberar os pacotes e em seguida evadir rapidamente , o A-9 russo e o A-10 foram pensados para martelar e martelar o inimigo , várias vezes na mesma incursão . Os AMX italianos demostraram com louvor está capacidade , é lógico que os no os mísseis IR ar terra e bombas inteligentes facilitou a vida deles , no… Read more »

Last edited 14 dias atrás by Teropode
Recruta zero

Rivaliza com os danos que o A-10 consegue suportar e continuar voando,ambas excelentes aeronaves de apoio aereo aproximado.

Pablo Maroka

Su25 é pau pra toda obra.

karl Bonfim

Não seria melhor dizer, pau pra “quase” toda obra?

Fábio de Souza

Um verdadeiro Tanque Voador !!!

Teropode

Cara tanques russos atualmente não são sinônimos de eficiência e resistência !

Maurício.

É a aeronave que carrega o piano russo na Ucrânia, nada de Su-24, Su-34, Su-35 ou Su-57.

Régis

De fato este caça-bombardeiro é dureza, enquanto os Su-34/35 decepcionaram até aqui. O Su-24 nem deu as caras, pelo menos do lado russo. Gostaria de saber se foi confirmada a notícia do uso do Su-57 em ataques na Ucrânia. Os russos poderiam estar testando sua capacidade de ataque além da sua furtividade diante de alguns radares ocidentais fornecidos no começo do conflito.

Maurício.

O Su-35 decepcionou no que exatamente? Você diz isso porque teve um abatido? O Su-34 está sendo abatido por voarem baixo com bombas burras.

leonidas

Su 25 e A 10 dois vovôs da Old School by Guerra Fria fazendo bonito e deixando os caças nutella sem graça… rs

109F-4

Se foi um MANPAD apenas detonou antes de chegar a uma distância fatal; ou o piloto efetuou uma manobra de evasão milissegundos antes do impacto. Além disso há 2 motores.

Fabio Sahm Paggiaro

Os danos aparentem ser causados apenas por fragmentos e não pela onda de choque, calor ou mesmo fogo, decorrentes de uma explosão. A área onde bateu é cheia de tubulações hidráulicas com combustível e fluídos, mas ele não incendiou nem explodiu. Aparentemente a aeronave foi engajada por um míssil com espoleta de proximidade e carga fragmentária. O míssil deve ter entendido que a aeronave lhe escapava e já estava se afastando, tendo sido acionada a espoleta de proximidade e a uma distância que só os fragmentos puderam fazer efeito.

Fernando Vidal

Isso contribuí com a minha tese de que a FAB/Embraer deveria investir numa nova versão do AMX mais robusto com a cabine blindada, um novo motor e maior capacidade de carga e alcance. Um avião moderno para concorrer com caças LIFT do mercado, tais como o M346, AT-50 GoldenEagle, J-15, etc.

Camargoer.

Olá Fernando. Eu prefiro que entreguem o 4103 e 4104 que estão na Suécia. Já seria um avanço.

Rogério Loureiro Dhierio

A FAB e a Embraer chegaram a fazer testes em túneis de vento com um “protótipo” em menor escala de um A1 com canards. Más não sei que fim levou isso.

Jadson S. Cabral

Sem dúvidas muita sorte. É claro que existem aeronaves mais robustas que outras, mas esse é um fator muito difícil de medir, já que são muitas as variáveis, que vão desde o tipo de míssil, a distância que ele precisou percorrer, a habilidade do piloto, a própria robustez da aeronave e, pra quem acredita, o fator “hoje não foi seu dia, deus, sorte”… ou seja lá do que vc quiser chamar”.
Isso vale, aliás, pra qualquer aeronave.

Michel Lineker

Uma tática russa que não entendo, por que expor suas aeronaves aos MANPADS se poderia ter destruído os radares antes?
Acho que faltam munições do tipo ou eles tem outra interpretação de como combater.

Nascimento

Destruído os radares? Os MANPADs operam de forma independente para com as DAAe de média altura ou longo alcance ou de radares, veja o seu uso no Afeganistão por exemplo.

Não faltam apenas munições guiadas mas também diversos outros sensores e visores de longo alcance que permitam ao SU-25 atacar de alta atitude com segurança.

Rinaldo Nery

MANPAD não precisa de radar. Precisa de boa visão.

Nonato

Ele se refere a voar baixo para evitar os radares.
Não radares dos manpads.

Rinaldo Nery

MANPAD não tem radar.

Alexandre Galante

O radar do MANPAD chama-se Eyeball Mk.1 🙂

Michel Lineker

Eu sei.
Eu falo do por quê não destruir esses radares antes e depois atirar com munições de alcance menor porém à uma altura maior sem se expor aos MANPADs

Nilton L Junior

Caramba ficou bem machucado.

Ivo

Um avião extremamente robusto. Apesar das diferenças, e vendo que esse tipo de avião continua sendo usado, acho que a FAB deveria ter dado mais vida ao AMX. Se a USAF tem o A10 e a Rússia o Su-25, por que não manter o AMX? Só penso que seja falta de recursos para duas frotas.

Rinaldo Nery

Não consigo entender esse lançamento de foguetes sem ângulo (vôo nivelado). Normalmente, foguetes são lançado com ângulo de 10° a 15°.

Jodreski

É pra fazer bonito no vídeo só de for, já vi tb Helis de ataque fazendo a mesma coisa e tb fiquei sem entender.

BARAK

Bom dia. Explicação de um piloto russo aposentado. Use tradutor:
https://t.me/fighter_bomber/7598

Rinaldo Nery

Obrigado. Faz sentido. Mas como ele falou, só pra grandes alvos.

BARAK

Um vídeo sobre o funcionamento disso na prática:
https://t.me/fighter_bomber/7614
É quase um ataque de artilharia.

JSilva

Muito bom, os dois links… merecia até um post sobre o assunto.

LEONARDO BASTOS

O Lada Niva com asas… kkkk

Nemo

A Rússia tem o YAK-130 (Gêmeo do M-346) para treinamento avançado e ataque leve. Uma espécie de Super Tucano a jato. Alguém tem notícia de que ele foi usado na Ucrânia?

Teropode

Foi um desenvolvimento direto entre a Yakolev e a Leonardo , é o mesmo caça com recheios semelhantes produzidos por impressoras distintas !

Teropode

Agradeçam a Boeing por isso , na concorrência para produzir o novo caça de interdição no campo de batalha , a Boeing foi uma das finalistas , a outra foi a Fairchild com o A10 , dizem as mas línguas que o A10 foi escolhido por causa de sua canhoneira Avenger GAU-8 , neste quesito o A9 era inferior , após algum tempo o projeto do A9 foi ” vendido ” para os soviéticos , apesar dos esforços russos para piora-lo ele ainda se manteve muito robusto , ( tenho um 1:72 comprado em 1987 , meu xodó )

Andre K

Pelo que me lembro de ter lido, tinha outros fatores para determinar a vitória do YA-10. A asa baixa e o trem de pouso principal semi-escamoteável (como no B-17) poderiam ser úteis em pousos forçados. A separação dos motores, a deriva dupla, e mais outras características tornavam maior a chance do avião voltar após ser alvejado.
Também me lembro de ter lido que era uma forma de a USAF tentar manter a Fairchild-Hiller como fornecedor, uma vez que ela estava sem contratos a um bom tempo e não tinha mais nada em perspectiva.

Nonato

A Ucrânia precisa de manpads mais efetivos.
Ou mais carga explosiva ou explodir mais próximo.

Nonato

Como um soldado consegue travar visualmente contra um caça voando baixo em grande velocidade
Em 2, 3 s, já passou, não está mais na mesma posição…

Madmax

Rapaz, aí eu vô um piloto com sorte.

SteelWing

acho que não é sorte, já são várias as vezes que su-25 recebem misseis e conseguem sobreviver

Nei

Sorte sim, mas robustez do projeto também.

Luiz Trindade

Assim como A-10 o SU-25 é pau para toda obra. Jamais o Super Tucano iria aguentar um dano similar à esse!

Andre

E com toda essa capacidade, mais de uma dúzia já foi abatido.

Leonardo Bastos

Fonte: Água Mineral Rios puros…

Jonathan pôrto

Após ver essas ibagens conclui que a FAB teria que aumentar a frota de A-1 urgente, seu primo Italiano ainda tá a venda?

Últimas Notícias

Rússia lança barragem de mísseis na Ucrânia

As forças russas lançaram um ataque de mísseis de cruzeiro em larga escala em locais em toda a Ucrânia...
- Advertisement -
- Advertisement -