segunda-feira, junho 27, 2022

Gripen para o Brasil

General dos EUA pede ao Ocidente que envie caças para a Ucrânia ‘o mais rápido possível’

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Ele acrescentou que enviar caças MiG da era soviética para a Ucrânia no curto prazo é a melhor “solução no momento”.

O comandante geral da Guarda Nacional da Califórnia está pedindo para que os EUA e outras autoridades ocidentais enviem caças para a Ucrânia “o mais rápido possível”, reacendendo um pedido de longa data de Kyiv.

Em uma declaração ao POLITICO na sexta-feira, o major-general David Baldwin, general adjunto da Guarda Nacional da Califórnia, também disse que enviar caças MiG da era soviética no curto prazo é a melhor “solução imediata”.

“MiGs são a melhor solução imediata para apoiar os ucranianos, mas os caças americanos ou ocidentais são opções que devem ser exploradas o mais rápido possível”, disse Baldwin.

Os comentários vêm um dia depois de Baldwin ter dito a repórteres que oficiais militares dos EUA estão trabalhando com colegas ucranianos no pedido de Kyiv às nações ocidentais por aviões de combate para ajudar a repelir a invasão russa.

Embora um acordo de três vias para enviar F-16 dos EUA para a Polônia se Varsóvia fornecesse MiGs para a Ucrânia desmoronou em março, oficiais da Guarda ainda estão apoiando o envio dos aviões da era soviética no curto prazo.

“Há muitas vantagens no envio dos MiGs porque eles já são treinados nisso, mas se eles vão usar aeronaves do tipo ocidental, é uma discussão sobre números, tipos e capacidades que podem estar disponíveis”, Baldwin disse.

Os membros da Guarda Nacional da Califórnia têm um relacionamento de longa data com os militares ucranianos. Os guardas treinam com seus colegas ucranianos na Europa Oriental sob uma parceria estatal desde a década de 1990. Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em fevereiro, membros da Guarda também têm ajudado a elaborar os pedidos de Kyiv ao Pentágono por armas para usar contra as forças russas, disse Baldwin.

Em resposta a perguntas do POLITICO após a entrevista coletiva de quinta-feira, o tenente-coronel Brandon Hill, porta-voz da Guarda Nacional da Califórnia, enfatizou que uma decisão final sobre o fornecimento de combatentes fabricados nos EUA para Kyiv caberia à Casa Branca e ao Pentágono. Mas ele observou que, mesmo antes do início do conflito, a intenção sempre foi que a Ucrânia se tornasse “interoperável pela OTAN”, inclusive dando-lhes a oportunidade de operar caças ocidentais.

Os membros da Guarda da Califórnia, particularmente os pilotos, estão se comunicando diariamente com soldados e aviadores ucranianos para compartilhar táticas e ideias, observou Baldwin.

“Em nossos generais de uma estrela, até nossos coronéis e alguns de nossos suboficiais, eles se envolveram com líderes ucranianos, o adido de defesa ucraniano e outros, para ajudá-los a refinar seus pedidos em termos de tipos de sistemas de armas que estão pedindo e fornecendo informações de coisas que podem estar disponíveis no nível mais tático”, disse Baldwin na quinta-feira. “O atual que estamos trabalhando é: ‘qual é o avião de caça certo para eles?’”

Embora “nós os estejamos direcionando primeiro para esses MiGs”, também há uma discussão “além do horizonte” sobre quais aeronaves serão necessárias no futuro, disse Baldwin.

“No médio prazo, ao longo dos próximos seis meses do ano e, em seguida, no longo prazo: o que há no campo da possibilidade de sistemas que seriam eficazes, disponíveis e acessíveis para eles?” ele disse.

Os membros da OTAN Bulgária, Polônia e Eslováquia operam o MiG-29, mas seus estoques limitados estão acabando. A Eslováquia substituirá seus jatos da era soviética por F-16 dos EUA em 2024, e os EUA aprovaram a venda de vários F-16 para a Bulgária em abril.

Enquanto isso, a Polônia assinou um acordo em 2020 para 32 F-35s, e os líderes poloneses disseram recentemente que estão interessados ​​em aumentar esse número o mais rápido possível.

O acordo de três vias entre a Polônia, os EUA e a Ucrânia desmoronou em março, quando os EUA disseram que não apoiariam a transferência .

“Não apoiamos a transferência dos caças para a força aérea ucraniana neste momento e também não desejamos vê-los sob nossa custódia”, disse John Kirby a repórteres na época, depois que a Polônia se ofereceu para entregar os MiGs aos EUA. para eventual transferência para a Ucrânia. O Pentágono e a comunidade de inteligência dos EUA avaliaram que os aviões de guerra não melhorariam materialmente a capacidade da Ucrânia de afastar a Rússia, mas poderiam atrair a OTAN diretamente para o conflito, acrescentou Kirby.

Havia também questões logísticas envolvidas na obtenção de caças na fronteira com a Ucrânia e no voo dos aviões de um país da OTAN para uma zona de guerra.

Mas nos últimos dias, os EUA e outras nações ocidentais começaram a fornecer à Ucrânia armas mais avançadas. Os EUA enviarão o Sistema de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade e foguetes guiados que podem atingir alvos a até 48 milhas de distância, anunciou o presidente Joe Biden nesta semana , enquanto o Reino Unido também busca aprovação para enviar sistemas avançados de foguetes .

Enquanto isso, a Reuters informou que o governo Biden também planeja vender a Kiev quatro drones MQ-1C Grey Eagle que podem ser armados com mísseis Hellfire.

As autoridades debateram o envio do HIMARS por semanas devido a preocupações de que o envio de foguetes avançados e de longo alcance poderia provocar Vladimir Putin a escalar o conflito. Por fim, eles decidiram enviar munições de curto alcance e disseram que receberam garantias de que Kyiv não as usaria para atingir alvos na Rússia.

“O objetivo da América é direto: queremos ver uma Ucrânia democrática, independente, soberana e próspera com os meios para dissuadir e se defender contra novas agressões”, escreveu Biden em um artigo do New York Times anunciando a medida. “Não buscamos uma guerra entre a OTAN e a Rússia.”

FONTE: Politico

- Advertisement -

61 Comments

Subscribe
Notify of
guest
61 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus

Mandem seus atuais caças, depois comprem da gente 😉

Bruno Vinícius

Os países citados já compraram caças americanos para substituir os de fabricação soviética. O que seria preciso fazer é um acordo para que eles aposentem o arsenal da era soviética alguns anos mais cedo e achar uma forma de transportar os caças para o território da Ucrânia que não tenha o potencial de causar um incidente diplomático sério (desconfio que fazer o segundo é mais difícil do que o primeiro).

Last edited 22 dias atrás by Bruno Vinícius
Ted

Quem enviar armas estrategicas a Ucrania estara envolvido diretamente
na guerra. Os eua tem medo da Russia, se nao ja teriam mandado porta avioes, cacas e tudo mais.
Russia nao e o iraq. Rsrsrs

Andre

A Suécia está enviando muitas armas e já solicitou a entrada na Otan.

O que o Putin está espeando para cumprir suas ameaças?

Pablo

Isso pq nao teve um ataque direto ao EUA ou Otan. Varios países estão mandando armas desde o inicio da “operação militar especial” (piada de mal gosto do putin) e até agora não vi o putin fazer nada além de falar!

leonidas

A Rússia não esta em condições de ter que abrir novas frentes. Mas é um erro grosseiro (para variar rs) seguir nesta linha de raciocínio e a partir disso achar que pode deixar correr solto. A Rússia tem uma vantagem tática muito importante em caso da situação chegar ao limite a obrigando a usar armas nucleares táticas. Ela pode pulverizar as forças da Otan juntamente com o Leste Europeu, a região do Báltico e inclusive a região Escandinava, sem contudo atacar território norte americano, inglês, e francês e estes governos não iriam acionar o protocolo de destruição mútua assegurada quando… Read more »

André Souza

Leônidas você fala como se só os Russos tivessem armas nucleares e como se eles fossem mais fortes do que toda a OTAN junta, deixa eu te explicar uma coisa a Rússia pode até atacar sim mas existe a consequência, e essa consequência está muito próxima de toda a extensão de fronteira Russa, uma arma nuclear usada significa guerra total e pode ter certeza que essa guerra total poderá ceifar muitas vidas em quintal Russo pelos motivos óbvios, tentar romantizar a situação e se iludir porque você é simpático aos Russos não muda o cenário mundial, até porque o verdadeiro… Read more »

leonidas

André vc falou e não disse nada…rs Sua opinião não muda nada do que postei…rs A vantagem de atacar membros da Otan sem atacar território das 3 potencias é um fato. O status quo da Ucrânia e dos demais membros da aliança dentro do que eu disse também é um fato. Observe que vc em momento algum levantou um argumento que invalide o que coloquei…rs Vc apenas foi redundante caindo na mesma mesmice das analises juvenis. Isso é assunto sério, ninguém aqui esta discutindo se o Su 57 é mais ou menos furtivo que o J 20 ou o F… Read more »

André Souza

Meu camarada, você está acostumado a famoso troca de farpas, você acha que eu tenho que vir aqui e ficar discutindo com você tentando mudar sua opinião, sendo que não se muda a opinião de uma pessoa que resolveu a acreditar na sua própria retórica, na sua própria ilusão. A generalização dos fatos feito por mim foi feita exatamente porque quando você fala de países da OTAN vc está falando de países da OTAN e não se deve julgar se esse país é de A ou B de determinada região, a OTAN só não entrou nessa guerra de cabeça porque… Read more »

leonidas

Nossa… rs Diplomacia? kkkkkkkkkk Acorda! Não existe diplomacia quando potencias vão as vias de fato. Não estou pedindo para que vc mude minha opinião, pedi que vc colocasse algum argumento que anule o fato que a vantagem tática de uso de armas nucleares esta com a Rússia Mas vc não pode fazer isso, então vem com esse papo de “não ser julgado pela historia” rs Fala sério ne? Eu expus fatos em relação as opções Russas numa escalada, e vc me vem com conversa romântica sobre ser julgado pela historia etc e tal Vc me garante que a Rússia seria… Read more »

Rogério

Besteira, a URSS mandava até pilotos p/ o Vietnam.

Ted

Qual foi o resultado? Queda de saygow

Lira

Exatamente… É óbvio e não precisa ser muito inteligente para perceber que EUA e OTAN tem medo do envolvimento direto… Não sou da torcidinha mas isso é inquestionável doa a quem doer. Vão continuar entregando porrete e só. Se são superiores, e os russos tão fracos pq não mandam tropas p dentro da Ucrânia e resgatam seu aliado?!?! Ou não é aliado? Kkk Resposta – Rússia não é pé de chinelo do Afeganistão, Servia, Iraque… Recadinho do Putin no primeiro dia da invasão está de pé até pq mesmo antes do início da guerra o Ocidente já estava armando os… Read more »

Glenocosta

Quem fala em empregar artefatos nuclear é a Rússia. Cão que late não morde. A NATO tem mais de 200 mísseis apontados para Rússia. São 30 países armados até os dentes. O putinho que fique esperto.

Ted

Quando a nuvem radiotiva chegar na casa da sua familia e amigos, o Sr. Tera ideia do perigo que a humanidade esta esposta. Os inconseguentes morrem antes

Renato Garcia

Glenocosta acorda a OTAN tá pouco se ligando para Ucrânia ou sua população, faz a seguinte conta 200 mísseis correto , 30 países Lituânia, Estônia, Polônia, Hungria (Que quer distância de briga com.os Russos) Sérvia, Montenegro, Alemanha (Nem forças armadas regulares tem). França (Não colocaria im soldado ainda mais depois de rasteira que o governo americano deu no caso do submarinos nucleares para Austrália), Portugal d Espanha não enviaram soldados nem armamento pois são forças armadas diminutas comparando SS Estados Unidos, Grã Bretanha, a maior parte da OTAN não pode ou não tem como reagir o maior e mais perto… Read more »

PedroB

E a Rússia não tem medo da OTAN e de suas bombas nucleares? Beleza então….

Renato Garcia

Mesmo porque só Grã Bretanha, Estados Unidos e França os tem o resto dos países da OTAN não

Renato Carvalho

Letônia, Estônia e Lituânia estão ali coladinhos na Rússia, não caiu nem um Track nesses países, quem é mesmo que tem medo?

Reinaldo Deprera

Para amortizar talvez 1% do prejuízo que o contribuinte norte-americano tem com tanta doação, não seria mais do que justo.

Antonio Stefani

Muito importante que sejam enviados F-16, mas seria fundamental o envio de A-10 Thunderbold.

Fabio Araujo

Só se for caças Mig-29 ou SU-27, qualquer outro tipo de caça tem que primeiro treinar os pilotos e pessoal de terra ou serão inúteis! E esse treinamento leva tempo. É possível fazer isso para o futuro, mas não de imediato!

Satyricon

O envio de Mig- 29 de ex repúblicas soviéticas (poloneses, eslovaco, búlgaro, etc) deveria ser imediato. São poucos, mas farão a diferença, e tudo indica que se está caminhando para isso.
Quanto a caças ocidentais, inevitavelmente, serão necessários. A Ucrânia vai, paulatinamente, passando ao padrão OTAN de armamentos, seja de infantaria ou artilharia. Vetores aéreos serão o próximo passo natural, resta só saber quando. A meu ver, os mais provável serão F-16 usados, da Holanda, Noruega, Portugal, etc.
O tempo dirá.

Erick Barros

Já estavam sendo enviados e pelo jeito estão sendo perdidos.
De onde vc acha que vieram aqueles vinte anunciados há um mês.
Só hoje mais um Mig-29 e uma aeronave de transporte militar foram abatidos em Odessa.
Se o Ocidente mandar uma nave Klingon, os russos derrubam também.

Renato Carvalho

Pena que eu tenho dos indefectiveis Su 34 abatidos como moscas.

JuggerBR

Os caças soviéticos disponíveis são bastante ultrapassados perante o Su-35. E enviar caças ocidentais seria demorado e, mais importante, uma escalada perigosa nesse conflito. Em algum momento estas doações vão cruzar uma linha imaginária da tolerância dos russos, que aí podem usar nukes táticas alegando justamente a escalada, daí pra Otan escalar com outras nukes é um passo, e em pouco tempo só as baratas ainda viverão no planeta… Melhor ficar nessa guerra de atrito terrestre mesmo, para o bem da humanidade…

Mafix

Ja derrubaram um na ucrania que se sabe (acho que foram dois) imagine ele operando contra um vetor ocidental tipo gripen ou f-15 ..

Mirade1969

Seria mais uma vitima dos sistemas anti aéreos russos, esqueceu este detalhe que faz um grande diferença.

Andre

Com o recente vídeo do caça russo disparandi bvr ficou claro que os sistemas aa russos não estão dando conta.

Erick Barros

Dependendo do cacareco ucraniano, nem vale a pena gastar um S-400.
O fato é que: É ucraniano? Voou? Caiu!

Mirade1969

A sim, a Ucrania tem pouco caças e não pode voar alto pois se voar alto pode ser abatido por sistemas SAM ou caças de 4ª geração então eles não tem muito equipamento a disposição para lutar senão não estariam pedindo urgentemente caças para repor as perdas.

Erick Barros

Pode mandar que a Rússia derruba.

Andre

As ameaças russas estão cada vez menos ameaçadoras. Boa parteda Europa enviando muitas armas para a Ucrânia e Finlândia e Suécia solicitando entrada na Otan.

O Putin não havia dito que o envio do mlrs americano seria cruzar uma linha vermelha?

Oq mais ele está esperando para cumprir suas ameaças?

Erick Barros

Não entendemos.
Se a ameaça russa é cada vez menor, porque a Finlândia e Suécia querem entrar para a OTAN?
Tá difícil, né Dezinho?

Maurício.

Putin só vai cruzar a tal linha vermelha quando a OTAN enviar tropas, ou seja, só no dia de São Nunca, um mais c@gão que o outro…

Mafix

Se hoje a espanha anunciou que vai enviar os Leopard 2a4 imagine quando chegar algum caça de fabricação ocidental ….

Agora imagine os ucranianos acostumados com equipamento ocidental treinados e operando isso como a guerra vai escalar bem para o lado deles …

Erick Barros

Não há chances para a Ucrânia.
Tudo o que voa é derrubado.
E se for necessário, os russos podem destruir as bases quando quiserem e bem entenderem.
E isso tanto é verdade que os russos nem estão se preocupando em destruir os aeroportos ucranianos.
Certamente pelo fato da Ucrânia já não ter tantos meios, além de, em uma ocupação, não ter o trabalho de reconstruir tudo.

Recruta zero

Não seria mais fácil mandarem caças ocidentais e contratar pilotos com equipes de apoio estrangeiros.

Maurício.

Podem também enviar F-16 mas com pilotos mercenários, o problema é achar pilotos de F-16 que sejam mercenários, mas o F-16 vai acabar sendo um caça da Ucrânia, mais cedo ou mais tarde.

Camargoer.

Ola Zero. O maia fácil seria colocar um oficial da “Guarna Nacional” dos EUA na reserva por se meter em dar declarações sobre política externa. Parece que isso é contagioso.

Henrique

A OTAN poderia enviar voluntários com experiência em caças ocidentais e enviar caças ocidentais. O F-16 seria o mais indicado, mas isto seria uma escalada no envolvimento.
Eu como brasileiros só posso dizer que essa briga não é nossa e não devemos nos envolver de maneira alguma, com quaisquer lados.

Antunes 1980

Espero que dê tempo para a chegada dos caças, pois a situação está ficando complicada no leste.

Caso essa linha seja rompida o avanço russo pode ser relativamente rápido até Kiev.

George

Em se tratando de exército de Putin nada é rápido.

leonidas

A pressão do aparelho politico exige resultados né? As eleições estão chegando nos EUA rs Vou até repetir o que já postei a pouco tempo em uma pagina da trilogia: Isso não tem relação alguma com defesa de soberania apesar da fala do pretenso democrata preocupado com nações alheias e frágeis sendo atacadas por potências. EUA, EU, China e a própria Rússia não estão preocupados com pais soberano nenhum, nunca estiveram do contrário não seriam potencias… rs Se estivessem não teriam no caso Otan / EUA invadido o Iraque em 2003, a Líbia em 2011 e não teriam literalmente separado… Read more »

Last edited 21 dias atrás by leonidas
LEONARDO BASTOS

Único comentário q se aproveitou desse tópico. Parabéns…

Rinaldo Nery

Concordo. E continuam as torcidas aqui, como se tivessem parentes lá…

paulo cesar

Leônidas é um dos poucos que fazem postagens aproveitáveis e lúcidas sobre este assunto. A maioria do que se escreve é só torcida e/ou trollagem pura e simples.
É isso que está acontecendo. Uma guerra, na Europa, e com consequências ainda a se desenvolver. O futuro promete…
E para desespero de muitos, assim que a ventania passar as coisas voltam ao seu normal.
Normal?

Ted

Show de bola

Renato Garcia

Até que enfim um comentário descente

Jadson S. Cabral

Essa história já tá chata. Já sabemos que ninguém tá a fim de mandar caças, ponto. Melhor focar em algo plausível, viável, para que os coitados dos ucranianos não percam o resto do território que lhes sobrou e, quem sabe, ainda recuperar alguma coisa já perdida. Sistemas de artilharia, artilharia antiaérea, drones… é com isso que se mantém a resistência, armas relativamente batatas, fáceis de serem descoalhadas e escondidas no terreno e que causam muitas baixas no inimigo quando operadas assim, por meio de emboscadas. Com a cobertura que o russos já têm na Ucrânia, mandar meia dúzia de caças… Read more »

Nelson junior

Vi num site que a OTAN aos poucos vai substituindo os MIG-29 abatidos da Ucrânia por aeronaves que estão recebendo manutenção aprimorada e sendo preparados (pintura e armamento) aos poucos para batalha, vindos da Polônia, Eslováquia e Bulgária (países que operam o mig29)…
Daí eles pintam os números de cauda de alguns MIGs que foram abatidos no começo da guerra para não chamar atenção… Não sei se a fonte é confiável mas faz sentido

Renato Garcia

Aí Nelson você acordou. Quem vai levar esses caças, voando não dá, por ferrovia depois dos ataques as ligações ferrovias entre Polônia e Ucrânia é também nas de Kiev só se for por teletransporte.

Luciano Eguchi

O general está em Pânico! Tadinho…

Tudo isso depois de Putin avisar que poderá atacar os “centros de decisões” ucranianos.

A queda dos EUA está sendo um Show Patético!

Renato Garcia

Então como bem dito na reportagem a Polônia já ofereceu e falou que entregaria os mesmos na base americana na Alemanha, o governo alemão disse não é o governo americano também disse não. O problema não é um ataque nuclear que seria ruim para os países da OTAN mas se verificarem as correntes de ventos também levará alguma radiação em direção a Rússia, mas sim um ataque com mísseis hipersonicos convencionais em pontos estratégicos Norfolk onde tem a maior base da marinha do Estados Unidos, e em outras bases no pacífico, bem como bases na Grã Bretanha, Alemanha e Polônia… Read more »

francisco Farias

Esses carniceiros norte-americanos são impiedosos. Vai que a Russia se enfurece parte para a ignorância, lançando armas mais potentes e devastadoras contra os ucranianos.E ai? gol de quem?

francisco Farias

O mundo todo sofrendo por causa do boicote ao petróleo, que os norte-americanos está forçando os seus vassalos a fazerem. Ai vem esse velho babaca incentivar os otários europeus a gastarem seu pobre dinheirinho com um defunto, que só está esperando a hora de ser enterrado. A recessão mundial, a inflação e a alta do petróleo, não é culpa da guerra, é culpa do boicote aos produtos russos. Os idiotas norte-americanos ainda não entenderam que a Russia tem energia, comida e tem armas para se defender, portanto, não será vencida pelo cansaço, assim como foi a União Soviética. Esquecem que… Read more »

Marcelo M

É arriscado até para a reputação de caças ocidentais, como os F16 (C provavelmente?), os quais operariam nas mãos de pilotos sem treinamento adequado, e sem o suporte de radares e outras aeronaves com os quais foram projetados para operar.

Luiz Trindade

Vamos lá… E se enviarem os MIG-21 e MIG-23 para Ucrânia? Vai servir?!? Tem de ser mais especifico general… Enviar MIG-29 pois os anteriores vão servir apenas para os pilotos russos treinarem sua pontaria. Fora dizer que não adianta nada enviar caças MIG´s sem armamento neh?!?

Cansado

Parece ser um militar corajoso e resiliente.
Só faltou ao final gritar: “Enquanto houver um só ucraniano vivo, jamais desistiremos!”.

Last edited 20 dias atrás by Cansado
Luiz Trindade

Kkkkkk… Tinha de ser cansado mesmo para acreditar que os norte-americanos vão se sacrificar pelos ucranianos que nem da OTAN ou comunidade europeia fazem parte!

Cansado

Acho que vc não entendeu.

Últimas Notícias

Rússia lança barragem de mísseis na Ucrânia

As forças russas lançaram um ataque de mísseis de cruzeiro em larga escala em locais em toda a Ucrânia...
- Advertisement -
- Advertisement -