domingo, junho 26, 2022

Gripen para o Brasil

Pacto Aukus estendido ao desenvolvimento de armas hipersônicas

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Reino Unido, EUA e Austrália cooperarão em mísseis de alta velocidade para combater Rússia e China

A Grã-Bretanha trabalhará com os EUA e a Austrália no desenvolvimento de armas hipersônicas com capacidade nuclear, depois que a Rússia usou os mísseis mortais de alta velocidade em ataques aéreos no mês passado durante a guerra na Ucrânia.

O acordo militar – endossado por Joe Biden, Boris Johnson e o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison – é um novo elemento no pacto Aukus, originalmente anunciado no outono passado para fornecer submarinos movidos a energia nuclear a Canberra.

Uma declaração dos três líderes anunciou uma nova expansão do acordo, descrito como “nova cooperação trilateral em armas hipersônicas e contra-hipersônicas”, parte de uma crescente militarização após a invasão russa.

A China testou sua própria versão das armas, e os líderes do Aukus desejam ser vistos como apresentando uma frente unida contra Pequim e Moscou. “Nossa capacidade de determinar seu uso e combater seu uso será parte importante da manutenção da estabilidade em todo o mundo”, disse uma autoridade britânica.

Os EUA testaram discretamente seu próprio míssil hipersônico no mês passado, embora tenham mantido detalhes em segredo por quinze dias por medo de antagonizar a Rússia, e já estão colaborando com a Austrália. O acordo significa que a Grã-Bretanha está agora envolvida pela primeira vez.

Stephen Lovegrove, conselheiro de segurança nacional do Reino Unido, disse que o último anúncio demonstrou o desenvolvimento do Aukus. “À luz da invasão da Ucrânia pela Rússia, é mais importante agora do que nunca que os aliados trabalhem juntos para defender a democracia, o direito internacional e a liberdade em todo o mundo”, acrescentou.

Mísseis hipersônicos – nucleares ou não – viajam pelo menos cinco vezes a velocidade do som, mais rápido que os mísseis de cruzeiro convencionais. Eles são projetados para serem manobráveis, permitindo-lhes, em teoria, escapar das defesas convencionais de mísseis.

Autoridades do Pentágono avaliaram que as armas hipersônicas adicionarão US$ 21,5 bilhões (£ 16,4 bilhões) ao orçamento da Marinha e US$ 7 bilhões ao do Exército nos próximos anos, embora as estimativas sejam provisórias à medida que a tecnologia surja. Fontes britânicas, no entanto, disseram que o Reino Unido não se comprometeu a comprar armas hipersônicas e está apenas envolvido em uma fase de pesquisa e desenvolvimento antes de decidir como proceder.

FONTE: The Guardian

- Advertisement -

65 Comments

Subscribe
Notify of
guest
65 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silvano

Quanto mais decadentes estiverem, mais perigosos se tornarão.

Abre o olho, Brasil.

Leandro Costa

Deveria ter dito isso para a Ucrânia a pouco mais de um mês atrás.

Silvano

Velho gagá e seus pau mandados europeus nunca cumpriram o acordo de Minsk, com violações permanentes por parte dos ucranianos, incentivada pelos EUA e Europa. O Dombás de maioria russa, idioma majoritariamente russo, nunca quis ser mais um estado russo e nem se separar da Ucrânia, queriam apenas mais autonomia, só mais autonomia. Ucrânia massacrava constantemente os grupos armados que lutavam por isso, ao contrário do que diziam os EUA, a Rússia nunca forneceu armas ou apoiou esses grupos, serviço de inteligência da própria OTAN apontava que quem fornecia armas essas armas era a Polônia. A Rússia vendo que o… Read more »

Nonato

Tome lavagem cerebral…

JBS

Quanta besteira!

Thiago A.

1 Acordo de Minsk não foi violado pelos russos quando enviavam mercenários, financiavam e suportavam as milícias separatistas? 2 Ser russofono e ser russofilo não é a mesma coisa. Essa invasão mostrou claramente isso. As áreas russofonas do leste ucraniano estão lutando e resistindo de maneira até inesperada. Não abraçaram nem se renderam aos invasores. 3 Antes de falar dos acordos de Minsk( violado também pelos russos) se lembre do Memorandum de Budapeste, que é de 1994 ! A Russia tinha se comprometido a rejeitar qualquer tipo de ação militar, ameaças a integridade territorial e ingerência na política interna da… Read more »

Saldanha da Gama

Talvez não decadente, mas desesperados….

Neto

Bolsonaristas que o digam… Abramos os olhos para as milícias…

Bosco

As três milícias mais preocupantes e violentas no Brasil (MST, Antifas e narcotraficantes) não são formadas por bolsonaristas.

Antoniokings

Confia que agora vai!

Nilton L Junior

Pois é amigo, depois dos hipersônico tem potência ai com medo de um desses cair no parquinho da casa.

Nemo

Esses hipersônicos serão limitados a 300 km? A regra até ontem era clara.

Bosco

Por quê 300?

Silvano

Por que ele é leitor de canal de molecada… está no PDT agora… kkkkk….

João Adaime

Prezado Nemo
Há uma confusão sobre isto. A limitação dos 300 km de alcance é para exportação e não para uso próprio. Neste segundo caso não há limitação.
Abraço

Silvano

Ninguém é obrigado a cumpri isso aí, é acordo de boca apenas.

Brasil pode meter Astros com o MTC com alcance de mais de mil km para a Argentina se eles pagarem. Malvinas estarão ao alcance de dentro do território argentino… entende que podem muito mas não podem gargantear tanto quanto pensam?

Estão cortando arame, como são covardes e não tem o roxo grande para enfrentar a Rússia no campo de batalha, se limitam as tais “sanções” insanas e vendas de armas que só causa mais mortes de civis na Ucrânia.

João Adaime

Prezado Silvano
Trata-se de um acordo de cavalheiros.
Mas acaba virando as tais lendas da internet, de que ninguém pode ter mísseis ou foguetes com alcance superior a 300 km.
É mais ou menos como o tratado de não proliferação de armas nucleares. Quem tem não quer que outros também tenham.
Neste caso, quem tem mísseis ou foguetes de longo alcance, não quer que outros também venham a ter.
Abraço

Nonato

Desde quando putinete está preocupado com o bem estar dos ucranianos?
O cara mente tanto que passa a acreditar nas próprias mentiras…

Bosco

O ódio das putinetes pela Ucrânia tem explicação , que é o fato da Ucrânia querer se ligar ao Ocidente que eles odeiam. Se há algo que essa turma odeia mais que o Ocidente é quem de alguma forma, de livre e espontânea vontade, quer se ligar a ele enquanto eles o veem como o inferno na Terra e o mal a ser combatido. Quem ousa seguir o Ocidente só pode representar o mal e não são reconhecidos como humanos. Na percepção de um cérebro doente, vai contra a natureza humana por isso eles não têm empatia alguma pelos ucranianos… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Bosco
Peter Nine Nine

Com a dificuldade na Ucrânia, sim, gostaria de ver o choque russo com exércitos europeus e/ou americano. Amigo, poupe-me, os russos militarmente, são uma confusão, recheada de doutrinas obsoletas e equipamento analógico. A nível convencional, não passam de respeitáveis, e, sinceramente, não fosse o poder nuclear, pouco eram mais que isso. Existiu uma modernização que acredito, muito deve preparar a Rússia defensivamente, mas a nível ofensivo a capacidade é minima se não pífia. Relembro que investiram contra um país que até 2014 tinha as forças armadas às moscas e que ao ser equipada com javellin nas vésperas os comentários andavam… Read more »

Nemo

Obrigado pela resposta, mas o desenvolvimento conjunto também não seria vedado?
Abraços

João Adaime

Caro Nemo
Desenvolvimento conjunto é diferente de simples exportação. No caso que você citou, cada um faria uma parte do projeto.
Mas como disse acima, este é apenas um acordo de cavalheiros. Quem for inteligente, não repassa este conhecimento.
Abraço

Nemo

Obrigado ao João Andaime e ao Bosco pelas informações.

Bosco

Os americanos querem um míssil hipersônico ar-sup de propulsão aspirada capaz de ser levado por um caça (máximo de 3000 lb) e que tenha alcance por volta de 1000 km.
O ARRW que está sendo desenvolvido pesa cerca de 7000 lb, com propulsão por foguete sólido terá alcance acima de 2000 km, mas so poderá ser levado por bomardeiros e talvez pelo F-15E/XE.

Inimigo do Estado

Para quê, se como tu disse com Tomahawk os EUA vencem China, Rússia, Irã e Coréia do Norte juntos e misturados? Estão jogando dinheiro fora?

Bosco

Inimigo,
O que eu digo ou deixo de dizer, o que eu acho ou deixo de achar ou o que você entende ou deixa de entender daquilo que eu digo é o menor dos seus problemas, pode ter certeza. Você deve ter uma vida tão medíocre…
Sem falar que os seus amados russos estão sendo escorraçados por um paiseco mesmo tendo mísseis hipersônicos. Foque nisso antes de dirigir essa sua boca fedorenta em minha direção. rssss

Donald

Eu vi em site militar que os EUA testaram um Míssil hypersonic e foi um sucesso. Se não me engano foi mach 5.

Leandro Costa

Acima de Mach 5.

Carlos Gallani

Afinal amigo Bosco, o problema da cegueira do plasma foi resolvido ou serão bombas semi burras?

Bosco

Carlos, Até onde se sabe , se se quiser adotar um seeker radar ou de imagem IV para que possa ser utilizado contra alvos móveis o míssil hipersõnico tem que desacelerar na fase terminal como fazia por exemplo o Pershing II da década de 80 que de Mach 10 reduzia para Mach 3 com uma manobra de “cavalo de pau”, para poder usar o radar de correlação de área e com isso possibilitava um CEP de 30 metros numa época em que não tinha GPS. O próprio Iskander e seu primo/irmão Kinzhal reduzem para menos de Mach 3 quando na… Read more »

sub urbano

A Australia tem 20 e poucos milhões de habitantes e ocupa uma região quase do tamanho da China que possui quase 2 bilhões de habitantes. É um quadro injusto que no futuro pode ser revisto.

João Adaime

Caro sub urbano
O problema é que 40% dos 7,7 milhões de quilômetros quadrados da Austrália é composto de desertos ou zonas semiáridas. Seria trocar seis por meia dúzia.
O Canadá, com área maior do que a da China e com apenas 38 milhões de habitantes seria mais interessante.
Abraço

Thiago A.

Seria legal relatar como foi pacífica e benevolente a expansão e consquista dos territórios siberianos por parte dos russos. A benevolência que russos mostraram na Alaska com as populações indígenas foi realmente incomparável. Os imperialistas ocidentais deveriam ter aprendido com os russos como tratar as populações locais.
Isso, convenientemente, eles nunca lembram.

Nonato

E a Rússia com 17 milhões de km² e apenas 145 milhões de habitantes???
Esse pessoal de esquerda e a tática do autoritarismo e da provocação
Vivem numa democracia e apoiam ditaduras…

EduardoSP

145 milhões, que está envelhecendo e diminuindo.

Donald

A China vai fazer o que? Vai tomar da Austrália?. Injusto é o car… chegaram lá é deles. Injusto é um país querer tomar as zonas exclusivas de algumas nações como um certo país faz.

João Adaime

Caro Donald Calma. A China não precisa sair do continente pra se expandir. Ao norte existem terras abundantes na Rússia e na Mongólia. A leste tem a Coréia do Norte. Ao sul tem o Vietnã, Laos, Tailândia, Camboja e Myanmar. Mesmo assim, a China não precisa de mais área. Seu densidade populacional é de 136 habitantes por quilômetro quadrado. A Índia, por exemplo, tem uma densidade de 328 habitantes por km2. A Rússia tem densidade de apenas 8 habitantes por km2. Mais duas comparações: os Estados Unidos tem densidade de 34 habitantes/km2 e a Coréia do Sul 507 habitantes/km2. Como… Read more »

Lana

É por isso que o Brasil deveria condenar essa guerra na Ucrânia e impor ações e ajudar militarmente a Ucrânia.
Estamos dando precedentes que podem retornar contra nós no futuro próximo.
Principalmente anexação de terras que sempre fomos contra.
Brasil perde muito com o bolsonaro apoiando a Rússia (ele disse apoiar as ações da Rússia).

Steel Wing

pensava que essas armas eram só pra propaganda dos russos kkkkkk.

Joao

Toinho aparecendo sob suas várias formas.

SteelWing

kkkk vocês pensam que só o antoniokings não é baba ovo dos EUA kkk

Joao

Anda sumido… pq será?

SteelWing

existe vida além da internet

Luiz

Quando eles tiverem um protótipo decente pra teste os russos já terão mísseis hipersonicos na segunda geração.

SteelWing

engraçado que todos estão interessados nisso. Quando a área em que os pioneiros são russos, um monte de gente aqui no blog vem menosprezar, quando é dos EUA, é uma coisa incrível, a arma mais maravilhosa de todos os tempos e blá blá blá.

Luiz

E agora divulgaram um teste bem sucedido de um míssil hipersonico. Como confiar nesses estadunidenses? Tudo pra arrancar bilhões dos contribuintes norte americanos.

SteelWing

bosquete outro dia já tava falando que os hipersônicos não eram problema, pois os EUA já estavam testando raios laser ( seria que nem no star wars)? kkkkk

Bosco

Steel,
Você é tão insignificante que só o fato de eu estar digitando essas poucas palavras já me deixa exausto. Sua desonestidade intelectual aqui na Trilogia sem dúvida reflete seu comportamento na sociedade.
Uma pena.

Last edited 2 meses atrás by Bosco
Steel Wing

Bosquete ,como sempre, quando não tem o que falar, apela pra xingamentos.

Last edited 2 meses atrás by Steel Wing
Alessandro

Pessoal quero deixar aqui uma notícia importante que foi ventilado no post sobre a derrubada do Su-35 que passou desapercebido pela maioria, acho até que de certa forma pode ligar com o tópico atual. Surgiu uma notícia de uma pessoa no twitter que vou deixar o link com fotos abaixo que os ucranianos conseguiram obter daquele caça Su-35 abatido, um POD de auto proteção de guerra eletrônica intacto, e sabemos que esse tipo de mecanismo é de alta tecnologia, portanto os russos deve ter colocado no Su-35 o que eles tem de melhor. Essa fonte no twitter acredita que a… Read more »

Leandro Costa

Nós levantamos essa hipótese naquele mesmo tópico.

Alessandro

É que tinha muito comentários e não consegui ler todos, mas de qualquer forma se for verdade, a Rússia será obrigada a repensar toda a sua auto proteção eletrônica em seus caças contra mísseis ocidentais, vai ser uma baita dor de cabeça para os russos.

Jagdverband#44

No stress. Segundo o tonho era um mock up de isopor.

Donald

Vi essa notícia pela manhã no canal do ancapsu do Peter. A Ucrânia já deve ter enviado para aos EUA estudarem. Kkk

Gilson Elano

Os ucranianos tiveram acesso a vários equipamentos russos, que foram capturados intactos ou quase intactos. Depois dessa guerra, a Rússia vai ter de repensar sobre vários equipamentos, talvez até substituí-los por novos equipamentos.

André Macedo

Candidato ao pacto mais vago de todos os tempos, os australianos devem estar babando achando que vão ter subs nucleares e agora mísseis hipersônicos.
As forças australianas são bem equipadas para proteger seu território, mas isso aí é sonhar demais.

Leandro Costa

Depois, se puder, poste a papelada do pacto/acordo, que eu gostaria de ler.

André Macedo

Pode deixar, vou deixar na íntegra aqui:

“Por meio desse documento, Reino Unido e EUA se comprometem a fornecer tecnologia de submarinos nucleares e mísseis hipersônicos (que sequer possuímos operacionais ainda) para a Austrália.

Prazo: Ninguém sabe
Valor: 2 cangurus e um dingo
Quais tecnologias serão transferidas e quantos % delas: Para de fazer pergunta difícil rapaz”

Reação dos australianos: Excelente, vamos cancelar o acordo já consolidado com os franceses! Kkkkkkkkk

Bosco

André,
Não entendo a problematização disso. Os australianos fazem contratos com quem bem eles quiserem. Se mudaram de ideia qual o problema. Com certeza havia cláusulas compensatórias para os franceses.
Não me consta que a França vá falir ou vá à guerra contra os EUA ou a Austrália por conta disso. Na verdade sequer abalou as relações diplomáticas entre os países e não caiu um fio de cabelo das cabeças do Macron, do Morrison e do Biden por conta desse episódio.
Só quem vê problema gravíssimo nisso são os arautos da derrocada do Ocidente aqui do Brasil.

André Macedo

Problema algum Bosco (não pra nós), mas como a sessão de comentários serve pra opinar eu me sinto no direito de fazê-lo, da mesma forma que faria e faço com o nosso Brasilzão.
Mas acho que você não está bem informado do impacto desse pacto (kkkkk) nas relações entre França e e Austrália, Macron acusou publicamente o PM australiano de mentir e a França chegou a chamar de volta os embaixadores australianos e americanos.

https://www.theguardian.com/world/2021/nov/03/the-macron-spat-over-aukus-submarines-has-taught-world-leaders-a-lot-about-scott-morrison

https://www.bbc.com/news/world-59113710

Bosco

Beleza André! Vou me informar melhor do tema. Mas acho que vai ser resolvido.
A França é um dos poucos país que produz tudo (ou quase tudo, beirando os 95%) que precisa em termos de equipamento militar e tem clientes tradicionais e fidelíssimos. Ela vai superar!

André Macedo

Vai sim, até porque tudo que eles não querem é mostrar uma racha nas alianças do Ocidente diante da China, apesar dos atritos iniciais, por baixo dos panos já deve estar tudo bem resolvido, meu comentário foi por eu considerar um tiro no pé por parte dos australianos, mesmo.

Lana

Por que sonhar demais?
Deixa eles sonharem.
Veja o PIB da Alemanha, Holanda, Suíça etc…e a sua riqueza social. Quem diria que um país pequeno conseguiria isso. As vezes o sonho se torna realidade.

Marcos10

Falando nisso, como vai o nosso 14X?

Material arquivo

Aqui no Brasil só tem x171 na presidência. Aumrntou orçamento militar em quase 30bi e não comprou nada, só folha de pagamento.

Últimas Notícias

VÍDEO: Colaboração Real 4 – Episódio 15 – O Comando de Preparo

A implementação de um sistema como o Gripen Brasileiro, gera um grande desafio para os profissionais que conduzem esse...
- Advertisement -
- Advertisement -