segunda-feira, junho 27, 2022

Gripen para o Brasil

Caça JF-17: representantes das Forças Armadas Argentinas farão visita técnica à China

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O site argentino Zona Militar noticiou que o embaixador argentino, Sabino Narvaja, reuniu-se recentemente com o vice-presidente da China National Aero-Technology Import & Export Corporation, para discutir a estratégia abrangente de defesa entre o governo argentino e a China.

Segundo o site, no encontro foram discutidos os detalhes da possível aquisição do JF-17 para a Argentina, e foi anunciada uma visita técnica de representantes das Forças Armadas Argentinas à China para o mês de março.

Fontes do Zona Militar asseguram que a aeronave tem a aprovação da Força e do Ministério da Defesa, uma vez que a oferta tem vantagens na vertente de compensação e financiamento. Da mesma forma, eles mencionam que “para avançar, é necessário um apoio importante dadas as suas condições, que são internas e externas”, além do complicado contexto geopolítico que apresenta dificuldades.

Quanto aos aspectos técnicos, resta saber que tipo de motorização a proposta teria, já que especulações sobre as possíveis limitações do Bloco III do JF-17, que ainda está em fase de produção, foram recentemente detalhadas.

Espera-se que a nova versão represente uma grande mudança em relação à série anterior, principalmente por causa das dificuldades que apresentaram com a Força Aérea do Paquistão.

JF-17 Block III

- Advertisement -

239 Comments

Subscribe
Notify of
guest
239 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo Bardo

O futuro da Força Aérea deles é a extinção. Fato.

Robsonmkt

Não existem fatos futuros. Se algo é um fato, é porque já aconteceu. Se a extinção da Força Aérea argentina está no futuro, então não temos um fato, mas uma possibilidade.

Reinaldo Deprera

😆 Litros

PinJoMun

Tenho inveja da rede de trens de passageiros argentinos, mas vão estar com uma nave Aesa subindo cordilheiras para dar uma olhada no Chile. Isso é parecido com o Paquistão. O inimigo voa alto e gelado.

Rui

Todos nós vamos morrer um dia.
Isso também será no futuro, então é apenas uma possibilidade?

Last edited 4 meses atrás by Rui
oswaldo

Boa! kkkkkkkkkk!!!!!

Julio Buzoli

Será fato quando acontecer. Se você está aqui, vivo e interagindo, sua morte ainda não é um fato, mas uma certeza…

Wellington Kramer

A morte é a única certeza que temos do futuro. Mas não sabemos como e quando será. O Robsonmkt explicou brilhantemente a impossibilidade da postagem do Marcelo, mas muitos gostam de complicar o que é simples.

Rui

Não fui eu que começou a filosofar sofismas em um fórum sobre equipamentos militares meu jovem.
Mas como se interessou no assunto, a principal característica do fato é a certeza, se você afirma que é morte é uma certeza, então é um fato irreversível do futuro..
Mas enfim essa discussão cabe em um buteco depois de umas cervejas já tomadas, aqui não agrega nada vou procurar algo mais interessante..

Last edited 4 meses atrás by Rui
silvom

acho que é só burrice mesmo alguém querer complicar a explicação dele

Australopithecus

Cheio de gênios da internet por aqui, pelo jeito vc é mais um..

silvom

sim, claro

Wellington Kramer

É como diz aquele ditado russo: “um só idiota pode fazer mais perguntas do que sessenta sábios poderiam responder”.

Rui

Prefiro esse outro:

É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do que falar e acabar com a dúvida.”

Deverias pensar nisso.

Marcus Pedrinha Pádua

Em termos científicos, sim, é apenas uma possibilidade. Com uma altíssima probabilidade de ocorrer, mas, ainda assim, só uma possibilidade. Não um fato 100% certo.

Angelo

Aiiiiiiiiiiiiiiiii. Antes fosse só possibilidade…kkkk

Chris

Ja peguei a pipoca, o guaraná e uma cadeira.

Pra assistir a novela !

Ate que seria legal ter esse chinês por aqui… Em exercícios conjuntos poderiamos saber realmente se é bom.

Last edited 4 meses atrás by Chris
sergio

Este fato e como a singularidade de um buraco negro, uma vez que vc caia dentro e impossível evitar a singularidade pois ela esta no seu futuro, e como e impossível evitar o seu futuro, e impossível evitar a singularidade, assim, esse fato e como a singularidade, ele esta no futuro da argentina e uma vez que a argentina não pode evitar seu futuro, esse fato vai ser realidade no futuro. rsrsrsrs

Juca Bala

Compartilha o nome da bebida, por favor! Também quero!

Marcelo

Mermão, que comentário mais sem propósito….

JT8D

Esse é o único blog de defesa em que as pesoas se dedicam a discutir metafísica e evitam discutir defesa. Só tem gênios incompreendidos

GIL

Fato. Dos coisas já extintas: Velociraptor e Força Aerea Argentina

Elias E Vargas

Nuestros hermanos reelegeram una ladra e no tienen nem com comprar F-16 (usados) por US$15 milhões, no lugar dos J-17 talvez comprem alguns MIG-21 (versão chinesa) que eles ainda tem estocados ….kkkkkk

Fabio Araujo

Espero que não, um país tão grande precisa de uma força aérea, como o governo stual é mais próximo da China pode ser que fechem negócios.

Renan

Eu espero que sim.
É um inimigo em potencial a menos.
Torço apenas pelo Brasil, mais ninguém.

Last edited 4 meses atrás by Renan
Antoniokings

Creio que não só no Governo atual.
O futuro da Argentina e da América Latina está na integração com a China.

valor.globo.com/mundo/noticia/2022/02/02/argentina-deve-se-associar-a-programa-de-obras-chines.ghtml

Chris

So o Kings mesmo…

Acordos com a China, até nós e ate os EUA, tem um monte !

Isso não significa que alguém vai virar chinês. Heheh

Mas conta pra gente… Ja que vc é o especialista… Que limitações o caça tem, que esta fazendo ate os argentinos temerem?

Last edited 4 meses atrás by Chris
Antoniokings

Prezado Chris

Esse ‘acordo de obras’, muito provavelmente, será para integrar a Argentina à Iniciativa Belt & Road.
Coisa que os EUA não querem nem ouvir falar.

Wellington Kramer

Você crê em qualquer coisa pró China!

Carlos Gonzaga

Caro Kings. Os chineses não estão nem um pouco preocupados com o bem estar dos brasileiros. Querem apenas nossas Comodities ao menor preço possível. Se puderem controlar a produção e usar mão de obra própria o farão. O brasileiro que se lasque.

guest

Se escassez de meios representa a extinção de uma força armada, acho que dá pra dizer que a MB está indo pelo mesmo caminho. Mas não acho que seja o caso. O fato do governo argentino ter criado o FONDEF demonstra que há vontade política de fortalecer a área, mas os problemas econômicos do país ainda atrapalham. Se aproximando de China e Rússia e reativando a economia no pós pandemia, a Argentina pode perfeitamente ter condições de reequipar suas FFAA, inclusive comprando caças.

JT8D

Esse foi o comentário mais engraçado de todos. A MB, com todas as suas mazelas, está lançando ao mar submarinos novos e tem um programa de construção de fragatas em andamento. Já a situação argentina é muuuito diferente. Sem um único submarino operacional e sem qualquer programa de reequipamiento em andamento (e nem em planejamento). Ou você não conhece a Argentina ou você é um comediante

guest

E existe marinha de guerra sem escoltas? Me refiro a esse intervalo entre a entrada em serviço das Tamandarés e a baixa gradual de fragatas que já deviam ter dado baixa há tempos. Nesse meio tempo a capacidade de combate de superfície da MB estará muito prejudicada.

Eu não me referi a ARA, quis dizer que o fato dos meios estarem minguando, que é o que está acontecendo com a MB (olha a ForMinVar, por exemplo), não significa que uma força armada esteja em extinção.

Palpiteiro

Quando o atual usuário for substituir está aeronave, pode ser uma boa compra de oportunidade para eles. Hoje acredita que não tem dinheiro.

wilson

Não é porque estão hoje sem caças supersônicos que não possam recuperar sua excelência. Têm experiência e pragmatismo. Só lembre que em 1982 a FAB levou um susto com a competência exibida pela FAA.

JT8D

A campanha das Malvinas foi um feito operacional e uma catástrofe estratégica. Isso pode ser tudo, menos competência. Não existe jeito certo de fazer a coisa errada

GIL

Não sei porque tantao dislike, quem diz a verdade não merece castigo.

Porém se olhamos baixo outro prisma diriamos que a Força Aerea Argentina é a mais poderosa do mundo depois de USA e China, segundo os jornais deles nesses ultimos anos, eles compraram Gripen, Rafale, Sukhoi, Migs, FA50, F16, JF17, Super Etendard, Kfir e outros mais.

737-800RJ

Melhor isso do que não ter nada e não conseguir manter doutrina e um mínimo de capacidade bélica. Vai ter AESA, MAWS, vão conseguir voar supersônico, lançar mísseis BVR… Tá bom demais pra situação crítica em que a força aérea deles se encontra!

Robsonmkt

Será um importante incremento para a Defesa Aérea argentina. Seesta vena se concretizar, a FAA retornará ao voo supersônico e poderá desenvolver novas capacidades táticas graças ao radar AESA, desde que adquira também mísseis BVR.
Apesar das desconfianças em relação a produtos de defesa de origem chinesa que muitos têm, com o embargo inglês, ou era isso ou era produtos de origem russa. Não há opções para os hermanos no ocidente.

McAtee

Acredito que vão crescer muito. Em geral os hermanos pensam em dispensar tudo de velho l, ficando com concentrados em novos meios: radares, caças para a FA e hélices para a força terrestre. Enquanto vão pensando num similar ao super tucano para exportação em parceria com a Espanha.

Off

https://asiatimes.com/2022/02/secret-air-defense-system-downs-houthi-ballistic-missile/

JT8D

Imagino o tamanho da fila para comprar esse competidor do Super Tucano

Antoniokings

Excelente notícia em todos os sentidos.

Agnelo

Concordo
E o material chinês é mais barato q o russo, confere? Então a probabilidade de material chinês pra eles é maior q o material russo.

Junior Souza

O material russo é 100% russo e livre de sanções por parte dos britânicos, ja o chines até onde sei tem componentes ocidentais e portanto…

Chris

É exatamente o contrário !

A indústria militar russa esta parada, com ate o SU-57 prometido agora so pra daqui 5 anos… Exatamente pela falta de componentes ocidentais devido as sanções !

Pelo menos, ja vi umas 2-3 notícias falando disto ! Heheh

E evidentemente, os argentinos nem iriam pra China, se houvesse esse risco.

Last edited 4 meses atrás by Chris
francisco

Os Estados Unidos aprovaram uma licença para a Huawei comprar chips para componentes automotivos, segundo fontes confirmaram à Reuters. A autorização permite que a empresa chinesa de tecnologia produza e forneça componentes como telas de vídeo e sensores para carros….

Max

Também já li isso, fiquei surpreso inclusive. Pode ser que tenham perdido alguns contatos por causa disso.

J R

Os russos perderam muitas possibilidades ao abrirem mão de caças monomotores, poderiam estar fazendo muitos negócios mundo afora, agora estão jogando aquela isca chamada Su-75, agora é ver se alguém morde a isca.

Dickson

Vão comprar, gastar pouco, manter a doutrina, vão aposentar os caças e não irão utilizar. Quando as vacas estiverem mais gordas por lá podem embarcar numa Tot e obter meios que amparem sua industria.

glasquis7

Vão comprar…”

Tal vez.

gastar pouco…”

Duvido. Acho que vão pagar caro de uma forma ou outra.

manter a doutrina…”

Qual doutrina? Se os caças chineses tem uma doutrina diferente da dos caças ocidentais, além disso, eles não tem doutrina BVR e a doutrina em caças hipersónicos já era faz algum tempo.

podem embarcar numa Tot e obter meios que amparem sua industria.”

Na verdade, esse é o principal objetivo, tornar a Argentina um provedor de armas

Dickson

“Talvez”
Eles vão comprar, hoje, amanhã, daqui a 10 anos, irão. Pq precisam de caças, Sejam chineses, russos, ou F5EM. Gastarão menos que a maioria (receberão menos tbm). Se não comprarem logo caças de combate, logo não saberão mais operar, sejam chineses, russos, americanos ou BRs,

Last edited 4 meses atrás by Dickson
glasquis7

 Gastarão menos que a maioria (receberão menos tbm).”
Então não pagam menos.

Cristiano.GR

A princípio o pessoal argentino foi dar uma passeada as custas do erário e vai ficar por isso mesmo. Penso que se sair algum negócio vão ser F16 usados e poucos.

Fabio Araujo

Os chineses querem conquistar o mercado, sem falar que eles tem bons programas de empréstimos que a princípio parecem uma boa, mas que terminam deixando os países presos ao bancos e produtos chineses!

Slow

Acredito que não pq depois eles não vão poder usar em um futuro conflito com o Reino Unido

JT8D

Mas que conflito com o Reino Unido? Você não entendeu que a Argentina não vai mais entrar em conflito com ninguém?
A paciência do mundo ocidental com a Argentina acabou em 1982

Fabio Araujo

O Iraque esta adquirindo o JF-17!
Ministro da Defesa de #Iraq em entrevista hoje confirma aquisição de aeronave de #Pakistan que será usada para operações “anti-drone”. Diz que os grupos terroristas evoluíram nos últimos anos e a ameaça dos drones cresceu especialmente do ISIS e outras milícias no Iraque.
https://twitter.com/PSFAERO/status/1487860435197956098

Last edited 4 meses atrás by Fabio Araujo
Andre

Mais um cliente “russo” indo para s China. Bem melhor que o alvo fabricado pela mig.

Fabio Araujo

O principal caça iraquiano é o F-16, mas por problemas de manutenção parte da frota esta parada.

Antoniokings

Diria até que novos tempos se aproximam para o Iraque.
Maior influência russa e chinesa.
E isso se traduz não apenas no campo econômico como nas compras militares.

Chris

Eu racho o bico com o Kings…

Muçulmanos aliados de China e Russia?

Vc realmente nem conhece os países que defende !

Last edited 4 meses atrás by Chris
Nemo

Em 2021 o Iraque foi o país que mais dinheiro para investimentos recebeu da China, U$ 1O bilhões. Um dos projetos chineses é a construção de 2.000 escolas no Iraque com ensino do Mandarim. Muçulmanos ou não, a influência chinesa cresce fortemente na região. Sem nos esquecermos do muçulmano Paquistão que segundo eles são “países irmãos “.

Andre

Já foram grandes clientes dos russo-sovieticos. Perceberam que isso apenas os levava para derrotas atrás de derrotas e agora olham ansiosos para a China.

Andre

O Iraque recebeu alguns f16 dos EUA mas já pensam em substitui-los faz algum tempo.

Há algum tempo, consideraram o Mig29, mas devem ter percebido que ele pe apenas um grande alvo voadro e agora consideram o Jf17:

https://www.aereo.jor.br/2020/08/22/iraque-considera-comprar-jatos-russos-mig-29-para-substituir-os-f-16/

Saddam era grande amigo dos Russo-Soviétivos que o apoiavam fortemente, fornecendo muitos suprimentos. O Iraque foi um grande cliente dos equipamentos russo-soviéticos. Pelo visto perceberam que com esse apoio continuariam não tendo nenhum sucesso militar.

Antoniokings

Dezinho do Su-57.

A Rússia não tem um caça dessas características.
São todos pesados e muito bem armados.
Fica a dica.

Andre

Da Lua,

Não me dê o único su57 entregue. Alias, os 4 que seriam entregues em 2021 serão entregues em 2022 ou vão cancelar esse grande fracasso?

Pesados são mesmo. Bem armados….do jeito que caíram nas batalhas aéreas e com cada vez menos clientes, parece que não.

Slow

Qual sua formação pra falar que o caça é um fracasso ?

Acredito que ninguém tem também pra falar que o F-35 é , porem toda semana sai notícia de falhas ou problemas diferente do SU-57 ..

Wellington Kramer

Avião que voa está sempre sujeito a cair.

Andre

Por formação sou engenheiro de produção e você? Não que eu acredite que a minha formação ou a sua faça qualquer diferença, mas já que você perguntou…. Um programa que não consegue entregar nada e tem atraso atrás de atraso é um programa fracassado. O programa do su57 é um fracasso. O caça nem está em operação para dizermos se ele é um sucesso ou um fracasso. Não sai noticia de fracassos do su57, nem de entregas, nem de operações, nem de vendas, nem de nada. O su57 não gera notícias prq, por enquanto, ele é só um sonho. Aliás,… Read more »

Filipe Prestes

Ainda tá rendendo o último tour do embaixador em Chengdu, hein… Se dessa vez não for somente turismo e resolverem tirar o escorpião do bolso, aí dá pra acreditar que a coisa como um todo vai para frente. Ao mesmo tempo é triste constatar que a FAA, que no passado foi pioneira em empregar alguns meios na América do Sul seja agora relegada á segunda (quiçá terceira) divisão de forças aéreas da região, se vendo forçada a operar um caça Made in Pakistan. Triste.

Joe

Com essa porcaria aí, é terceira divisão no maximo

guest

Queria te lembrar que o Brasil ainda voa F-5 rs

Fabio Araujo

F-5 que foi modernizado para voar até 2025, mas já estão para ser substituídos pelos Gripens. Ainda tem muitos F-5 sem modernização em atuação pelo mundo!

JT8D

E eu queria te lembrar que o F-5 é supersônico. E que a Argentina por enquanto voa A-4, que nem supersônico é

Leonardo Costa da Fonte

Se considerarmos os meios atuais ou recém adquiridos teríamos: Chile, Venezuela, Brasil, Peru, a frente da Argentina.

Luís Henrique

Em termos de tecnologia, o Brasil ficará em 1o com o Gripen E e a Argentina em 2o tanto caso adquira o JF-17 Block 3 ou o MiG-35. Serão apenas 12 unidades, menos que os 24 Su-30 venezuelanos e os 46 F-16 chilenos, mas são caças mais modernos de 4a geração Plus, com radar AESA, etc.

JT8D

E ainda tem Colômbia e Equador

Rafael Gustavo de Oliveira

Alguém mais notou a sonda de reabastecimento? o pequeno chinês de baixo custo está ficando ousado

JT8D

Fantástico

Augusto

Essa é uma compra que pode finalmente sair, dado que China e Argentina estão estreitando laços. Acabam de assinar um acordo de 8 bilhões de dólares para a construção de uma usina nuclear na Argentina.

Em tempo: a estrategia chinesa de influência global por meio de financiamento e posterior subjugação de países quebrados ao redor do globo segue a todo vapor.

glasquis7

É um caça supersónico, com radar AESA e capacidade BVR. Embora muitos aqui, desdenham desse caça, tecnicamente, apenas os Gripen da FAB teriam vantagem sobre eles. Sobre o resto, os SU da Venezuela e os F 16 do Chile estariam perto mas, precisariam de atualizações para suprir alguma lacunas. Principalmente na parte de sensores. Não entendo o por que todos acham que é pouca coisa. Esse caça é uma incógnita, não há como cravar uma opinião sobre um caça praticamente desconhecido por estas bandas. É um salto qualitativo enorme pra FAA e nas mão das ceboshitas, que vivem encrencando por… Read more »

Filipe Prestes

Nãi tenho maturidade pra ceboshitas, weon ?

Luís Henrique

Concordo, as tecnologias estão evoluindo rápido. Tanto os F-16 chilenos como os Su-30 venezuelanos ficam atrás em termos de tecnologias de sensores.

Kemen

O radar AESA foi introduzido apenas em 2020 no Block 3, faltaria saber se o que esta oferecido a Argentina é essa versão.

Glasquis7

Acredito que sim.

As ceboshitas são encrenqueiras, loucas mas não tontas.

Além do mais, se elas comprarem esse caça, terão que ficar com ele por uns 20 anos no mínimo. Não vão querer ficar mais 20 a os sem AESA.

Andre

Melhor opção para eles.

Os su30 venezuelanos e/os f16 chilenos têm aesa?

glasquis 7

Não, na região, apenas os Kfirs da Colõmbia tem AESA mas, estão aterrados.

Kemen

“Aterrados”, explicarei melhor.

Do inventario da FAC constam 25 KFIR, 22CLO + 3 COD.
18 KFIR estão capacitados para voar (15 estão operativos e 4 estão em estoque) em janeiro de 2021.

glasquis7

Foi informado que não voarão mais depois de 2023.

Kemen

Estamos em janeiro de 2022.

glasquis7

A vá!

KKK

Kemen

Tá nóia? Para de dar lances especulativos, soltando fakes..

Last edited 4 meses atrás by Kemen
glasquis 7

Para quem diz ter um Gripen operativo, não vejo como considerar uma fake.

Kemen

É uma miragem. KKKKKKK

comment image

Kemen

Outra vez com a mesma ladainha. Tem um JAS-39 operando aqui no Brasil, já te mostrei isso antes. Além do caça que aqui está na ALA 12, os nossos E-99 também tem AESA. Em fevereiro serão 5 JAS-39.

glasquis7

“Outra vez com a mesma ladainha. Tem um JAS-39 operando aqui no Brasil, já te mostrei isso antes…” Então avisa á FAB pois eles alegam ter recebido apenas os 4 que ainda não chegaram. Segundo a FAB, o que está no Brasil não está operando na força, está em testes então, presumo que está nas mãos da SAAB ainda e não foi entregue à FAB e por isso a mesma alega ter recebido apenas 4. “O Comandante da Força Aérea Brasileira (FAB), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, desembarcou nesta quarta-feira, 24 de novembro, em Linköping, na Suécia.… Read more »

Kemen

Os detalhes da aeronave multimissão F-39 Gripen, adquirida pela Força Aérea Brasileira (FAB), os ganhos tecnológicos e as vantagens do desenvolvimento em cooperação com a empresa sueca Saab foram apresentados a uma plateia de autoridades no Workshop F-39 Gripen, na Base Aérea de Brasília, na noite desta terça-feira (27).   A aeronave será usada no monitoramento do espaço aéreo brasileiro e para a defesa de fronteiras. Com o caça no palco do evento, o Presidente Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão, ministros e militares conheceram o projeto que resultou num dos maiores acordos de transferência tecnológica da história do país, permitindo… Read more »

Kemen

O AESA do nosso F-39 não opera, ele não voa? kkkkkkk

Flanker

Kemen, o F-39E 4100, que está no Brasil, NÃO É uma aeronave operacional. Essa aeronave está realizando todo tipo de testes, homologações, etc. Está vinculada ainda à SAAB, ao IPEV, DCTA e outros órgãos desenvolvedores e homologadores. Este F-39E será operacional quando for entregue ao setor operativo, em um esquadrão operacional da aviação de caça da FAB.

Kemen

Flanker, se voa usa seu AESA, a justificativa que no Brasil não tem um caça com AESA esta errada.

glasquis 7

Vale tudo para ganhar no grito, até mudar o que foi discutido, mesmo estando escrito KKK “Tem um JAS-39 operando aqui no Brasil, já te mostrei isso antes. Além do caça que aqui está na ALA 12,” Não, não tem, a FAB diz que só recebeu 4 unidades da SAAB, que são as que ainda não chegaram ao Brasil. esse aí da foto, não foi entregue à FAB, não está operacional na força, ainda está em mãos da SAAB que está realizando testes. Um dia será repassado á FAB sim mas, esse dia ainda não chegou. Por tanto, não nenhum… Read more »

Flanker

O avião voa e nós acreditamos que ele tem o radar AESA imstalado, mas assim como o IRST não está instalado nesse exemplar, o radar pode não estar lá. Entretanto, isso é o mesmo que discutir o sexo dos anjos. Toca o barco.

Kemen

“o radar pode não estar lá”

É serio isso que escreveu, agora o nosso JAS-39 virou um UAV, o piloto voa no OLHÔMETRO pela janela e laterais, boa essa.

Que fique claro, não ter o IRST instalado não tem nada a ver com ter radar.

Last edited 4 meses atrás by Kemen
Flanker

Qual a relação entre ter radar, ou não, e a capacidade de voar??
“É serio isso que escreveu, agora o nosso JAS-39 virou um UAV, o piloto voa no OLHÔMETRO pela janela e laterais, boa essa”
Desde quando uma aeronave precisa de um radar para não precisar “olhar pela janela e laterais”? Me explique, fiquei curioso!
“Que fique claro, não ter o IRST instalado não tem nada a ver com ter radar”
Claro que não! E onde foi que eu disse que tem a ver?

Leonardo Costa da Fonte

Com ou sem Aesa são os melhores caças da região.

glasquis 7

Até a chegada dos Gripen

Matheus Augusto

No caso da Venezuela não servem pra nada pois estão inoperantes. No caso do Chile até podem ser, mas como a capacidade Chilena de AWACS e ELINT é limitada, a FAB continua sendo a melhor força aérea da AL.

glasquis7

mas como a capacidade Chilena de AWACS e ELINT é limitada,…”

Como assim, “limitada”, vc poderia nos dar dados técnicos que amparem a sua afirmação?

“a FAB continua sendo a melhor força aérea da AL.”

Não continua, será, com o reaparelhamento mas, nos últimos 15 anos ficou defasada principalmente na arena BVR e na defesa Antiaérea.

Com a chegada dos Gripen e a modernização dos E99 inicia o processo de retomada da liderança.

Em tudo caso, pelo país e pelo seu orçamento militar, o Brasil ser o líder na região, nada mais é do que uma obrigação não acha?

Kemen

“Não continua, será”

Negativo. A FAB é considerada a decima sexta melhor força aérea do mundo pelo WDMMA. Quem na AL tem melhor ranking?

A Força Aérea do Chile é a trigesima setima no WDMMA e a segunda na AL.

O colega precisa saber como se avalia uma Força Aérea, antes de soltar pixotadas a esmo.

Tchau.

Last edited 4 meses atrás by Kemen
glasquis 7

Um dia apendo.

Até lá, a FAB opera misseis Derby, contra R 27 e R 77 da FAV e da FAP e AIM 120 C7 da FAch. Assim como não tem defesa antiaérea além dos Igla e os Gepard, contra os Petchora da FAP, Avenger e Nasam II da FACh e S 300,  Buk-M2E e Petchora-2M.

Vai lá, se junta com a turma do Alex?Montenegro e Thiago. Quem sabe eles te acolhem agora. Antes achabam que vc era um alterego meu.

Globalfirepower… pelamor de Deus KKK

Diz aí, quantos gripens operativos aparecem na FAB segundo teu GFP?

Kemen

Desdenhe os sites informativos, a sua opinião vale mais. KKKKKKK Igle, Gepard, Petchra, Avenger, Nassam II, etc numa avaliação de Força Aérea, para de pixotadas isso são armas do Exercito, nem isso vc é capaz de distinguir. Aprende como se avalia a capacidade de uma Força Aérea, não. somente os caças de combate e suas armas -Capacidade de transporte aéreo de asa fixa e rotativa. -Logistica. -Doutrina. -Treinamento de combate. -Quantidade e distribuição das Bases Aéreas. -Meios aéreos e armas disponiveis para combate, de asa fixa e rotativa. (alerta antecipada, reabastecimento aéreo, capacidade Coin, capacidade de transporte de tropas e… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Kemen
glasquis 7

Leva a mal não mas a FACh tem no seu inventário baterias NASAM II. Vai lá e fala pra eles que são do Exercito.

Kemen

E o resto que vc listou? Leva a mal não.

Red Pill - 红色药丸

Gepard são do Exército

glasquis 7

Sim, sei disso, Ato falho mas, queria ilustrar as atuais capacidades antiaéreas do Brasil.

Muito avançadas em alguns campos mas em outros…

glasquis 7

“…A FAB é considerada a decima sexta…Força Aérea do Chile é a trigesima setima…”

E a minha é maior e PONTO!!!

KKK

Kemen

“E a minha é maior e PONTO!!!”

É essa ai a glasquis 7 F.A.!

comment image

Glasquis7

Essa é legal!

Kemen

“Não continua, será”

Outra avaliação… Globalfirepower.

Negativo. A FAB é considerada a décima sexta melhor força aérea do mundo pelo Globalfirepower. Quem na AL tem melhor ranking?

A Força Aérea do Chile nessa avaliação é a trigésima quinta do mundo no Gobalfiepower e a segunda na AL.

O colega precisa saber como se avalia uma Força Aérea, antes de soltar pixotadas a esmo.

Tchau.

glasquis 7

E aí, leu a matéria do link que postei?

Explica aí por que a FAB é tão mentirosa e não quer aceitar que antes desses “quatro primeiros” já tinha receb9ido e está operativo um Gripen?

Vai ver que tu sabe mais do que própria FAB.

Kemen

Pois é, como ele não voa né, o radar AESA dele não opera. É muita palhaçada gilipollas. KKKKKKK

Last edited 4 meses atrás by Kemen
Glasquis7

Eu não disse que não voa, eu disse que esse gripe que está no Brasil não está operacional na força. Está para testes e como o Florista Flanker disse, está vinculado à SAAB.

A própria FAB reconhece apenas os 4 que foram entregues e ainda não chegaram ao Brasil.

Está no site oficial da FAB.

Kemen

Tem AESA funcionando no Brasil no único caça F-39 que aqui esta. Se não voasse não utilizaria o radar, o resto é bobagem. E tem mais 4 F-39 entregues na Suecia, ou seja já são da FAB, estejam aqui ou onde Judas perdeu as botas. é uma bobagem dizer que no Brasil não tem avião de caça com AESA, pelo menos 1 tem sim. Por acaso quando aviões de caça estão na defesa de um outro pais, eles deixam de existir no seu pais de origem? NÃO! Adiciono a isso que não tem Alerta Antecipado na America Latina operando com… Read more »

glasquis 7

“Tem AESA funcionando no Brasil no único caça F-39 que aqui esta”

Ter um caça com AESA voando no Brasil não quer dizer que a FAB tem caça com AESA. Terá, quando os Gripen entrarem em operação na força mas, neste momento, quem tem Caça com AESA no Brasil é a SAAB, não a FAB.

Amanhã pergunte à tia na escolinha, ela vai esclarecer pra vc.

KKK a ALA 12 tem um Gripem operacional, olha a foto!!! KKK

Last edited 4 meses atrás by glasquis 7
glasquis 7

Por acaso quando aviões de caça estão na defesa de um outro pais, eles deixam de existir no seu pais de origem? NÃO!”

E esse gripe está na defesa de qual outro país?

KKK

Os únicos caças operacionais com aesa em forças na região são os Kfirs.

Isso é fato.

KKK

Kemen

“E esse gripe está na defesa de qual outro país?” Tá com gripe? Toma vacina uai! kkkkkkk

Os 4 Gripen que foram entregues à FAB e estão na Suecia, também desconhece isso pelo jeito.

Ou agora da uma de que não entendeu… tu tá mal de nóia cara, aqui não tem bobo não.

Tem AESA voando em um caça aqui no Brasil sim. E a FAB tem mais 4 AESAS que foram entregues na Suecia, estão lá mas são da FAB entraram no seu inventario, junto com o caça que esta aqui no BRASIL.

Last edited 4 meses atrás by Kemen
Glasquis7

Vc disse certinho. ” 4 GRIPEN QUE FORAM ENTREGUES”
além desses 4 que aí da nem estão no Brasil, nenhum outro foi e tregue.

Esse que segundo vc pertence ao ALA 12, na verdade, ainda é da SAAB.

Kemen

È claro que tem vinculo com a SAAB, foi montado lá.

Nenhuma novidade, mas foi entregue a FAB, pertence a FAB, é pilotado pela FAB, na foto anterior esta estacionado na ALA 12.

Last edited 4 meses atrás by Kemen
Andre

Por enquanto são mesmo. Mas mesmo se chegarem os Jf17 para os Argentinos, já perdem o posto. Sem contar os Gripen a caminho….

Tomcat4,3

Só até um certo navio atracar no Brasil, depois disso ,só lamento pra eles!!!

Kemen

Como esses militares argentinos gostam de viajar! E não compram nada! Sera que foram custodiados pelos chineses ou recebem diarias da Argentina em dólares?

Rodrigo

Tudo pode acontecer, inclusive nada.
Se eu fosse apostar, apostaria na segunda opção. Ahahaha

leonidas

Acredito que eles não tenham opção a não ser contratar um fornecedor não ocidental.
Eu daria preferência aos Russos mas ninguém consegue complicar mais a vida da Argentina do que eles mesmos, então segue o bonde… rs

Roberto Bozzo

A Argentina está se “bandeando” pro lado chinês….acabaram de anunciar a construção de uma usina nuclear com ajuda chinesa, a base na Patagônia e agora os caças…. acredito que é a melhor forma (senão a única) dos argentinos se reequiparem e tentar sair do atoleiro em que estão. Pra China é vantajoso pois cria um vínculo com a Argentina, “põe um pé firme” na AS e cria dificuldades pros ingleses afastando-os um pouco do mar do sul da china. Se a China oferecer um vantajoso financiamento a longo prazo, os argentinos são capazes de comprar um segundo lote se o… Read more »

Filipe Prestes

Não tenha dúvidas que irão. O BoC é muito prestativo quando se tratam de exportações militares.

JT8D

Eles estão vendendo o país. Até agora a única interessada em comprar foi a China. Mas por enquanto só estão discutindo o preço

Leonardo Costa da Fonte

A grande questão é: – Vão pagar como? A vista? As últimas notícias dizem que o tesouro argentino está falido. Quem vai ter coragem de financiar tendo a certeza quase absoluta não que vai receber de volta o dinheiro emprestado? Talvez a China tope fazer algum negócio, tipo caças por soja. Mesmo assim, é muito difícil que consigam receber algum financiamento. Situação bem delicada.

EduardoSP

Sei não…
Como disse o colega logo acima, assinaram essa semana um acordo para a construção de uma usina nuclear com tecnologia chinesa, algo no valor de US$ 8,3 bilhões.
Vai ver estão querendo se aproximar da Argentina para ter uma alternativa ao Brasil no fornecimento de produtos agrícolas.
Já financiamento é algo que eles resolvem, pois o setor financeiro é estatal.

Leonardo Costa da Fonte

Vamos ver o que vai acontecer. Há pouco tempo já se despertou a atenção dos chineses para os créditos “podres”. Ou seja, eles já perceberam que estão emprestando dinheiro demais para países do terceiro mundo e que provavelmente não vão receber de volta..

Filipe Prestes

Já existe um fundo dedicado á isso chamado de FONDEF. O financiamento é questão crucial mas caso se decidam mesmo pelo caça sino-paquistanês o BoC não dorme no ponto.

Max

Caro, não tenho visto notícia de ninguém comprando nada a vista. Aliás parece que hoje a questão nem é mais SE financia, mas quem financia oferecendo mais vantagens.

Financiamento chinês está levando muito projeto.

Last edited 4 meses atrás by Max
Funcionário da Petrobras

Ué!

E a Grécia que muitos falavam que estava quebrada há um pouco tempo atrás, renovou substancialmente sua FA com caças modernos.

Vale também lembrar que o tesouro argentino destinou 660 mm Bidens para a aquisição de um novo vetor.

Last edited 4 meses atrás by Funcionário da Petrobras
Wellington Kramer

A China só quer a alma dos argentinos como pagamento.

JT8D

A alma, o corpo e as calças

glasquis 7

Como postei antes.

Sairá caro de um jeito ou outro.

Satyricon

Sem dúvidas será um tremendo avanço, para a FAA e… para a China.
Seria a primeira grande venda de equipamentos militares de ponta (bem) fora da sua esfera de influência, e nas barbas do tio Sam, ainda por cima.
SE a Argentina conseguir fechar esse acordo, com certeza e China irá vale esforçar para tudo dar certo.
Já o o urso, tadinho, vai perdendo o posto segundo colocado no mercado internacional de armas. Ladeira abaixo, diga-se.
Quem diria…

Junior Souza

o JF-17 usa o Zvezda K-36 ou um MartinBaker ? Alguem sabe?

Nilo

O JF-17 Thunder, Block III de origem sino-paquistanesa, usa o assento ejetor PK16LE, fabricado pela britânica Martin-Baker, segundo um site especializado argentino a CATIC (China National Aero-Technology Import & Export Corporation) disse que os JF-17/ poderiam ser equipados com os assentos ​​HTY-5D de origem chinesa, já usados no Chengdu J-10, o que contorna o embargo do Reino Unido.
Se no futuro vc ver pilotos argentinos sendo arremessados de seus JF-17, não se assuste, se sobre o mar, terá uma frota gigante de navios pesqueiros chineses para recolhê-los.

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Junior Souza

Eu pediria o K-36 russo, esta ai um item que tem que funcionar bem em 100% das vezes que você precisar dele.

Marcelo

ué, MB também…quem é salvo pela MB ainda ganha uma placa comemorativa e tem pilotos que ganharam mais de uma…

Waldonier Trindade Fonseca

Só dá China mesmo que eles poderão conseguir. De outro país mais perto, a maioria dos jatos possue equipamentos ingleses, e a Inglaterra não permite. Fica no entanto a pergunta que não quer calar: “vão conseguir dinheiro onde? Estão mais quebrados do que costela de bêbado atropelado por trem. E aqui não tem mais pt para dar dinheiro para eles. Se meteram numa fria, com a guerra da prepotência, e agora pagam caro. Êta povinho, sô!

Bruno Vinícius

Essa busca da Força Aérea Argentina por um novo caça já está virando novela mexicana.

Leonardo M.

Esses representantes argentinos já viajaram pra
Israel(Kfir)
África do Sul(Chetaa)
Espanha(Mirage F1)
Eua(F-16)
Rússia(Migs)

Agora China

Eita povinho que gosta de fazer Turismo kkkk

Funcionário da Petrobras

Pelo visto será a última viagem deles.

Funcionário da Petrobras

Parece ser a melhor decisão para nossos vizinhos do sul.

Espero que dê certo.

Marcos Silva

eu não! os argies que se ferrem…

Emmanuel

E lá vão eles de mig-21 recauchutado.

Andre

O JF17 tem tanto do mig21 quanto tem do 14-bis

Emmanuel

Nossa…Santos Dumont influenciando até os nossos dias.

Andre

O Mikoyan tbm…

Teropode

Me acordem quando eles decidirem , boa noite a todos , fuiiiiiiiiiiil !!!

Reinaldo Deprera

Esse vetor é quase ou tão capaz ao F-16 Chileno. O F-16 certamente tem mais qualidade eletrônica, de software e aerodinâmica. Mas esse JF-17 já usa AESA, e, no combate BVR, penso que o que mais conta é a consciência situacional e o sistema de armas. Apesar de ser meio feinho e dependendo do perfil lembrar um F-105, é moderno. Se integrarem misseis israelenses neles acho que pode ser um vetor confiável que, somado ao peso da camisa dos pilotos argentinos, resultam em uma vantagem para eles com relação ao Chile, na minha opinião. Já em relação à FAB fica… Read more »

glasquis 7

Algumas considerações: “Esse vetor é quase ou tão capaz ao F-16 Chileno…” Acho que no seu conjunto, é mais capaz. “F-16 certamente tem mais qualidade eletrônica, de software e aerodinâmica. Mas esse JF-17 já usa AESA,…” Eis o maior diferencial. Serão o terceiro país a usar AESA embarcado nos caças e isso já o transforma num vetor que se encontra na Vanguarda da região, apenas atrás do Gripen só que, uma força não é apenas seus caças. Os sistemas de Data Link e Alerta antecipado reduziriam drasticamente essa vantagem. “Se integrarem misseis israelenses neles…” Pra que, se já tem os… Read more »

Matheus Augusto

O Chile de fato é o país que proporcionalmente mais investe em defesa na AS, e isso o permite se destacar em várias áreas mesmo frente ao Brasil, até por que no Brasil a defesa não é uma prioridade. Se déssemos a mesma prioridade a defesa que o Chile dá, não haveria nenhuma competição, o Brasil estaria no nível das grandes potências. Dito isso, mesmo o Brasil não dando importância, nosso país se destaca no continente em áreas como indústria bélica,(Brasil têm muitas empresas nativas que produzem produtos próprios, bem como várias subsidiárias que produzem os equipamentos adquiridos sob licença,… Read more »

glasquis7

Entenda que em nenhum momento eu disse que o Brasil fica devendo pro Chile. Apenas disse que os pilotos chilenos não estão em desvantagem com os argentinos e que, se bem é certo que o Brasil está na vanguarda da região, não está sozinho. Apenas isso.

Kemen

Vai nessa vai, onde não tem acôrdo de defesa conjunta, a mesma não existe. Mesmo com a existência de acôrdos os mesmos podem não se cumprir alegando inumeras razões. O que vale na defesa de um pais é em primeiro lugar ele mesmo. Acrescento ainda que tem muito marketing sobre esses F-16 MLU do Chile, eram MLU M2 e fizeram upgrade para MLU M4, não é a melhor modernização possivel nessas versões originais de F-16, a melhor é a MLU M7, mesmo assim muito aquém da capacidade dos 10 Block 50/52 que compraram novos depois. É a segunda Força Aérea… Read more »

glasquis 7

“onde não tem acôrdo de defesa conjunta, a mesma não existe. ” Não consigo entender aonde quer chegar com essa afirmação. “Mesmo com a existência de acôrdos os mesmos podem não se cumprir alegando inumeras razões.” Os acordos, são assim chamados pois eles tem um interesse em comum, a reciprocidade. “Eu te dou isto mas vc me dá aquilo.” E esta troca é formalizada por um contrato o qual registra claramente quais são as obrigações e os direitos de cada um e ambas partes tem que aceitar, caso contrário não seria um “acordo”. Normalmente, existem penalizações pra quem descumpre os acordos… Read more »

Last edited 4 meses atrás by glasquis 7
Kemen

Essa historinha que um pais vai apoiar o outro porque é “amiguinho” é historinha pra neném.

JT8D

Sempre admirei o preparo das forças militares chilenas. Pena que isso vai acabar

glasquis 7

Pena que isso vai acabar”

Sempre admirei a capacidade de alguns foristas, de ver o futuro…

A Mega Sena da semana que vem, quais serão os números sorteados?

JT8D

O novo governo já anunciou que só haverá “forças de paz” e que o orçamento militar será reduzido para atender as demandas sociais. Mas se foi isso o que o povo chileno escolheu nas urnas, ótimo

Glasquis7

O novo governo. Ao anunciou nada sobre isso.

Isso é uma proposta da Comissão Constitucional e nada mais do que isso, uma proposta que, se passar, deverá ser apresentada para votação no plenário e depois poderá ser vetada pelo presidente

Tudo muda depois.

Veja o exemplo do Brasil.

glasquis 7

O novo governo já anunciou que só haverá “forças de paz” “

Vc mente. Tal vez o faz por ignorância mas vou lhe esclarecer que:

O Novo Governo não disse nada sobre o futuro das FAs do Chile.

A Proposta de criação das Forças de Paz é uma ideia da Convenção Constitucional que nada tem a ver com nenhum dos poderes do estado, apenas é uma convenção eleita para redigir a nova constituição do Chile.

Esta ideia não tem cunho esquerdista nem direitista nem de centro. Ela é uma proposta Biocentrista e é apenas isso, uma proposta e nada mais.

JT8D

Mentir é faltar à verdade de maneira intencional. É uma falha de caráter. Então sua acusação é muito séria. Você tem alguma prova de que eu minto?
Eventualmente eu posso estar enganado em algo que eu digo, mas mentir, nunca.

Matheus Augusto

Essa camisa Argentina acho que não pesa tanto assim kkkk. Esses pilotos argentinos da atualidade a maioria nem sabe o que é voar em um caça supersônico.

Antonio Luis

A Argentina não tem escolha ! Se quiser montar sua forças armadas novamente tem que se aliar com China Rússia e Irã por que se quiser equipamentos do ocidente os britânico vão boicotar.

Adriano Madureira

Bem que dizem que a paciência oriental é grande…

Os chineses ainda não viram que os “hermanos” estão catimbando eles, os russos e irão catimbar quem mais aparecer.

Marcelo

dada a situação dos embargos ingleses e ocidentais à Argentina creio que esse caça é o deal para o momento deles, inclusive com relação ao custo de aquisição e operação.

Regis

Sim, tudo graças aos embargos britânicos. Mas já há uma notícia de que a Índia estaria correndo para fazer um Tejas sem equipamentos ocidentais e oferecê-lo aos argentinos, e por um valor menor.

Se isto é verdade somente o tempo dirá.

Marcelo

sim! e o JF-17 Block III com radar AESA e suíte de guerra eletrônica eletrônica onboard é um caça bem moderno e talvez superior em tecnologia ao F-16 Block 50 chileno. Só vai perder na parte cinemática porque tem bem menos potência que o F-16, mas ouso dizer que no cenário BVR um JF-17 Block III armado com o SD-10 é superior à um F-16 Block 50 com radar mecânico armado com AIM-120C que seria o caso chileno. O interessante é que dá para tirar essa dúvida no DCS ! só pedir para o canal de Youtube Grim Reapers que… Read more »

Marcelo

Tejas sem equipamentos ocidentais é bem difícil e demorado, não acredito nisso…quem faria o assento ejetável? Os próprios indianos? Talvez a russia fornecesse o K36, mas é uma modificação grande , afeta tudo dentro do cockpit, a interação homem máquina (HMI) não é coisa pequena não…

JT8D

O desenvolvimento custaria uma fortuna. E quem pagaria isso? A Argentina, comprando meia dúzia de aviões?

Inimigo do Estado

Fosse a China fazia era doar uns 30 caças destes à Argentina. Betinha enfeite de trono iria enfartar.

Antunes 1980

Quem que te viu e quem te vê Força Aérea Argentina.

Esse é o preço do s.o.c.i.a.l.i.s.m.o. Economia quebrada e defesa sucateada.

Sequim

Você já ouviu falar em um cara chamado Meném? Ele foi presidente da Argentina no começo dos anos 1990. Promoveu a dolarização da economia argentina, o que matou a competitividade tanto da indústria quanto da pecuária deles. Ménem promoveu um programa de privatização selvagem. Ménem era um neolibetal convicto. Veja a situação em que se encontra a Argentina hoje após a dolarização e as privatizações selvagens. A burrice neoliberal é incurável.

glasquis7