terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Permissão Especial de Voo Inicial para o T-27M

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A PEVi visa permitir o voo da aeronave modernizada T-27, destinada à formação dos cadetes da Força Aérea Brasileira (FAB)

O Vice-Diretor do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), Coronel Especialista em Aviões Soracli de Oliveira Silva, promoveu a assinatura da Permissão Especial de Voo Inicial (PEVi) do T-27M. A PEVi, destinada, inicialmente, à Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), tem como usuário final a Academia da Força Aérea (AFA) e visa permitir o voo da aeronave modernizada T-27, que será utilizada na formação dos cadetes da Força Aérea Brasileira (FAB).

Esse é o resultado de um trabalho da Direção do IFI, localizado em São José dos Campos (SP), e da Divisão de Certificação de Produto Aeroespacial (CPA) do Instituto, desenvolvido desde maio de 2020, na forma de assessoria técnica, culminando, em janeiro de 2022, na emissão das PEVis das primeiras quatro aeronaves modernizadas. O T-27M é a nova versão da aeronave de treinamento voltada à instrução da AFA.

O Coronel Soracli destacou que a modernização das aeronaves irá trazer ganhos expressivos na formação operacional dos futuros pilotos da Força Aérea. “Até hoje, a formação dos cadetes é realizada em aeronaves analógicas. As aeronaves modernizadas digitais (glass cockpit) permitirão um alinhamento da instrução avançada dos cadetes com a frota atualmente em operação na FAB”, explicou.

Glass Cockpit

O Conceito Glass Cockpit possibilita voos e aproximações para pouso baseados em posição satelital e em performance, ou seja, mais diretos e precisos; e também, o envio e recepção de informações para o controle de tráfego aéreo através do Sistema de Vigilância Aérea Dependente Automática por Radiofusão (ADS-B). Esse sistema consiste em uma tecnologia de vigilância na qual uma aeronave determina sua posição via navegação por satélite e a transmite periodicamente para estações de solo, permitindo que seja rastreada pelo controle do espaço aéreo.

Entrega das aeronaves T-27M

A entrega das primeiras quatro aeronaves T-27 modernizadas foi realizada no dia 09/12, durante cerimônia militar em que o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, pilotou uma das aeronaves, de Guarulhos (SP) até Pirassununga (SP), na AFA, onde o T-27M será empregado para voos de instrução.

Com a entrega do T-27M, a FAB e a Base Industrial de Defesa, mais uma vez, demonstram suas capacidades. Conduzida por técnicos e especialistas do Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS), apoiados pelo Comando-Geral de Apoio (COMGAP), pela Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), pela Academia da Força Aérea (AFA) e pelo Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), a modernização da aeronave contribui para a elevação do nível da formação dos pilotos na AFA e ressalta o alto grau de competência e de profissionalismo dos integrantes da Força Aérea Brasileira.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

32 Comments

Subscribe
Notify of
guest
32 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Filipe

Meu RV10 é mais moderno que esse tucano aí.

Leandro Costa

Você acaba de comparar bananas com pedras.

Marcos10

Se você olhar o painel do Tucano modernizado da FA da Colômbia, vai ver a diferença. O Tucano da FAB perecia mais.

JT8D

O Tucano da FAB será usado apenas para treinamento na AFA. Já os Tucanos colombianos são também usados em esquadrões operacionais. Tudo depende da especificação de uso da aeronave

Marcos10

Beleza! Mas o nosso Tucano merecia mais.

Leandro Costa

Não importa, na verdade. A modernização fica à gosto do cliente. Se a FAB acha que isso é o suficiente para ela utilizar em treinamento, não há por que acreditar que não seria. Ao mesmo tempo, uma aeronave civil como um RV-10 não tem nada, nem remotamente, à ver com um T-27, mesmo um não modernizado. São aeronaves para fins completamente diferentes.

Flanker

Por que e para que?

Flanker

🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️

Sensato

Eeee. Parabéns. Já arrumou uma desculpa pra dizer que tem avião. Toma um 🍪 e volta pra Instagram.

Hilton

Off-Topic Disponibilizado o filme russo Céu (Sky) no YouTube.

https://youtu.be/2NPu-CKlxpg

Willber Rodrigues

Show de bola esse novo esquema de cores do T-27

Joao Moita Jr

Porquê voam tão bem esses bichinhos???
Ora, são belíssimos!!!

Joli Le Chat

Disseram os sábios:

“In the aviation, the interconnection of technical perfection with beauty is especially noticeable.” (Oleg Antonov)

“Un bel avion vole toujours bien”, ou ainda (dependendo da fonte), “Un bel avion est un avion qui vole bien” (Marcel Dassault)

Last edited 9 dias atrás by Joli Le Chat
João Fernando

Não sei se está no livro do Guido Pessoti, ou se li de outro engenheiro. A asa e o trem de pouso foram chupinhados de um avião montado sob licença da Neiva. Agora vou ter que procurar na biblioteca essa escrita. Ou saiu na Asas, ou saiu nas biografias do pessoal da Embraer

JT8D

O trem de pouso foi aproveitado de um avião existente, até para não ter que reinventar a roda e facilitar a manutenção. Mas a asa eu não acredito, porque a performance acrobática do Tucano impõe esforços estruturais muito maiores do que os dos aviões Piper que a Embraer produzia sob licença. O Kovacs era um gênio, ele nunca copiaria a asa de um teco-teco para um treinador militar

João Fernando

Ué, teve até perda de asa de tucano. Um caso pelo menos em Santos. A asa pode ter sofrido alteração, mas veio de avião civil.

Rinaldo Nery

Nada a ver. Foi fadiga de longarina.

André Sávio Craveiro Bueno

O trem de pouso em questão era o do Piper Navajo.

Franklin jr

Achei a modernização desse glass cockpit um tanto “meia boca”. Talvez seja o mínimo q atende a destinação da aeronave( instrução) minimizando custos para um projeto já antigo, ou o principal foi na estrutura da aeronave. Mas de qq forma ficou bonito.

Joao Moita Jr

Para instrução inicial ainda darão muito caldo.

Matheus

Cê queria o que? O WAD do Gripen?

Grozelha Vitaminada Milani

Eu particularmente queria um R2D2 de co-piloto com integração com a Frota Estelar da FAB.

E projeção 3-D e visão térmica noturna integrada. Não tem Heads UP Display???

Com o capacete integrado monitorando a posição do globo ocular do piloto

Grozelha Vitaminada Milani

Posição “Satelital” – nem sabia que essa palavra existia.

Não seria “via satélite”?

E o noves que TODES noes temes que nes atualizare.

Grifon Eagle

Excelente!!!

Gustavo de Paula

A pintura está linda!

Strike

Mansup

Screenshot_20220110-043654_Chrome.jpg
Strike

Ma-1B

Screenshot_20220110-044012_Chrome.jpg
Flanker

??

Anildo Silva

Ola amigos, recomendo, para quem ainda não assistiu, o documentário sobre a história do Tucano. Vale a pena ver a incrível história desse magnífico avião:

https://www.youtube.com/watch?v=dfWhuu46U1A

Rinaldo Hora

Dei uma entrevista nesse documentário.

Edivar Júnior

Rinaldo Hora?

Guilherme

O requisito da FAB era uma modernização da aviônica BBF (bom, barata e funcional), com equipamentos off-the-shelf para não ter nenhum custo de desenvolvimento. Posso contar até aqui…

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -