terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Caças Gripen da África do Sul estão sem voar devido a cortes orçamentários

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A frota de caças Gripen da Força Aérea da África do Sul (SAAF) está temporariamente no solo, sem nenhuma aeronave operacional, devido à falta de financiamento e contratos de manutenção e suporte não sendo renovados a tempo, mas é provável que os Gripens voltem a voar no novo ano.

Em uma declaração resultante de várias investigações da mídia, o Departamento de Defesa (DoD) sul-africano disse que a capacidade de Defesa Aérea da Força de Defesa Nacional da África do Sul (SANDF) foi impactada negativamente por discussões prolongadas relacionadas aos contratos de manutenção.

“Após uma longa discussão entre a Força Aérea da África do Sul (SAAF), por meio da Armscor e da Saab sobre o contrato relativo ao Gripen, propostas foram apresentadas por ambas as partes e estão sendo analisadas para garantir que o assunto seja tratado de forma conclusiva pelas partes envolvidas . É lamentável que as discussões tenham demorado mais do que o esperado como resultado, impactando negativamente na capacidade de Defesa Aérea”, afirmou Siphiwe Dlamini, Chefe de Comunicação do DoD.

Acrescentou que “a SAAF está confiante de que será encontrada uma solução para resolver este assunto. Devido à sensibilidade em torno da discussão, as negociações não podem ser tornadas públicas”.

Darren Olivier, Diretor da African Defense Review, observa que, “graças a este atraso, a frota de Gripen da SAAF ficou paralisada por três meses e provavelmente não retornará ao ar até o final de janeiro, no mínimo.”

Ele acredita que é uma crise causada principalmente por cortes orçamentários severos, “mas aparentemente agravada por uma relação disfuncional entre a SAAF e a Armscor e uma má gestão de contratos. Esta é uma crise que nunca deveria ter chegado a este ponto. ”

Pelo menos em agosto deste ano, as negociações sobre a colocação de novos contratos de suporte para o Hawk e o Gripen ainda estavam em andamento devido aos “altos custos fixos”.

O site defenceWeb entende que os contratos de manutenção e suporte não foram renovados a tempo devido aos requisitos da Lei de Gestão das Finanças Públicas (PFMA), à implementação incorreta dos regulamentos de Aquisições Preferenciais pela Armscor e às restrições de financiamento.

Acredita-se que metade da frota do Gripen de 26 aeronaves foi canibalizada para obter peças de reposição, enquanto a tripulação perdeu proficiência devido à falta de horas de voo. Isso é agravado pela falta de treinadores PC-7 Mk II disponíveis.

A crise de financiamento que afeta a SAAF e a SANDF como um todo também fez com que a capacidade de manutenção de outras aeronaves diminuísse. Por exemplo, há apenas cerca de uma dúzia de Oryx disponíveis em uma frota de cerca de 40. No ano passado, apenas cerca de um terço da frota Hawk estava operacional. Grande parte da frota de oito C-130BZ Hercules está inservível, embora duas aeronaves estejam em condições de aeronavegabilidade e voando após um serviço importante, e outras duas estejam passando por manutenção programada.

A falta de financiamento também significa que há pouca munição disponível para as aeronaves de combate da SAAF.

Já em 2016, os especialistas alertavam que os cortes no orçamento, juntamente com a diminuição do valor da moeda Rand, poderiam significar que as frotas do Gripen ou Hawk seriam permanentemente suspensas (a baixa taxa de câmbio Rand/dólar tornou cada vez mais caro adquirir peças de reposição no exterior). Por quase uma década, a SAAF não conseguiu financiar a aeronavegabilidade de todas as frotas Hawk e Gripen, e metade da frota de Gripen desde então está em “armazenamento rotativo”.

Hawks da SAAF

De acordo com o 2021 DoD Annual Performance Plan, para 2021/22, um total de R5,969 bilhões é alocado para o programa de Defesa Aérea (essencialmente a SAAF em sua totalidade), contra uma necessidade de R7,8 bilhões. “O déficit de R1.840.622.000 terá um impacto adverso na preparação e fornecimento de capacidades de defesa aérea prontas para o combate, acúmulo de manutenção, manutenção de capacidades e segurança da aviação dentro do Programa.”

A capacidade de combate aéreo da SAAF (que inclui as operações Hawk e Gripen) viu sua alocação encolher na maioria dos anos. De acordo com o Plano de Desempenho Anual, a Capacidade de Combate Aéreo recebeu R783 milhões em 2017/18, mas caiu para R519 milhões no ano seguinte, e aumentou para R649 milhões em 2019/20 e R866 milhões em 2020/21. No entanto, para 2021/22, diminuiu para R343 milhões e prevê-se que alcance apenas R302 milhões em 2022/23.

“À luz das atuais reduções orçamentárias do DOD, o Programa de Defesa Aérea permanecerá sob pressão para fornecer os recursos de defesa aérea necessários para executar seu mandato. Apesar dos desafios de orçamento e capacidade, o Programa de Defesa Aérea continuará com treinamento para fornecer as capacidades de defesa aérea necessárias para apoiar operações humanitárias e de alívio em desastres e proteger o espaço aéreo da RSA como e quando necessário, de acordo com os requisitos de Emprego da Força Conjunta”, declarou o Relatório Anual Plano de desempenho.

O DoD em agosto disse ao Comitê de Portfólio do Parlamento sobre Defesa e Veteranos Militares (PCDMV) que o financiamento restrito estava afetando a capacidade da SAAF de fornecer aeronaves suficientes para uso, o que está afetando negativamente as horas de voo.

Os sistemas de helicópteros têm uma escassez crítica de peças sobressalentes, devido aos processos de aquisição com longos prazos de entrega e um acúmulo de peças sobressalentes. Os sistemas de transporte e combate têm problemas semelhantes, ouviu o PCDMV.

Durante o primeiro trimestre do exercício financeiro de 2021/22, a SAF voou 3.560,8 horas, incluindo 2.717 horas de Preparação da Força; 636,7 Horas de Emprego de Força; e 207,1 horas de voo VVIP. Tem uma meta de 17.100 horas por ano, mas apenas 15.000 horas em 2022/23 e 2023/24.

Saab JAS 39D Gripen da SAAF

FONTE: defenceWeb

NOTA DA REDAÇÃO: Segundo uma fonte, a hora de voo do Gripen da SAAF em 2014 era de 120.000 rands, equivalendo a US$ 7.608 na cotação de hoje.

- Advertisement -

109 Comments

Subscribe
Notify of
guest
109 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriel BR

Alô Colômbia…

JT8D

7608 dólares a hora de voo e mesmo assim não estão conseguindo arcar com os custos de operação! Imaginem se tivessem comprado Rafales…

Elias

👍

Elias

Também, só de bolsa família ….

Elias

…não de os peixes , ensine-os a pescar…. Provérbio chinês

Camargoer.

Caro Elias. A questão da meritocracia precisa ser vista com cuidado. Por exemplo, uma criança que foi estimulada durante a primeira infância terá recursos cognitivos superiores aos de uma criança que não frequentou uma escola infantil ou que teve problemas de nutrição durante os primeiros anos de vida. Algumas sequelas são permanentes na vida de criança/jovem. Portanto, tratar estas duas crianças/jovens de modo igual é na verdade reforçar uma questão de desigualdade mais profunda. Há um dado do IBGE mostrando que a chance de um jovem com pais com nível superior tem 75% de chance de completar a faculdade, contra… Read more »

Allan Lemos

A meritocracia verdadeira só acontece em países desenvolvidos, onde a desigualdade social é baixa e todos têm mais ou menos as mesmas oportunidades. Mas se falar em meritocracia no Brasil é uma piada. Aqui o sistema foi construído para manter quem está em cima em cima e quem está em baixo em baixo. Não há esforço no mundo que consiga superar as barreiras intransponíveis colocadas entre as classes.

Australopitécus

“Não há esforço no mundo que consiga superar as barreiras intransponíveis colocadas entre as classes.”

Eu poderia concordar com você, mas aí seriam dois falando m**da.

André Macedo

Faz jus ao nome.

Antonio Palhares

Afarensis ou Boisei ?

Andre

Percebe-se que a pessoa parou no tempo, lá pelo sec XIX quando fala em “barreiras entre classes” e ignora que hoje, com o avanço das tecnologias, 8 das 10 pessoas mais ricas do mundo não vêm de famílias milionárias.

Camargoer.

Olá Allan. De fato. A ascendência social por meio da meritocracia tem um elevado fator de incerteza e sorte. Eu concordo com você que o argumento da meritocracia em uma sociedade desigual como a brasileira serve apenas para impedir a ascensão social ao invés de promover a ascensão daqueles com mais potencial e empenho;

Flanker

“. Há um dado do IBGE mostrando que a chance de um jovem com pais com nível superior tem 75% de chance de completar a faculdade, contra 5% de chance de um jovem cujo pais têm nível fundamental incompleto. ”

Pra ti ver, meus pais, ambos com ensino fundamental incompleto, formaram eu e meus 4 irmãos em universidade pública (UFSM). E nunca tivemos uma vida fácil financeiramente. Nutrição e condição de vida são importantes, mas não são exclusivamente determinantes. Força de vontade, retidão de caráter e objetivo de vida são mais importantes.

Last edited 1 mês atrás by Flanker
Marcelo Mendonça

Flanker, sou professor de ensino médio na rede publica do RJ. Primeiramente, divergências militares a parte, parabéns a sua família. também vim de família humilde similar a sua e hoje tenho duas faculdades. Mas o que o Camargoer está falando, é que possivelmente, e que pelo que vejo na prática em sala de aula, nós somos o 5% da estatística.

André Macedo

Exato, as conquistas individuais podem e devem ser parabenizadas, mas não se usa uma minoria como determinante em nenhuma estatística, da mesma forma que alguém que se formou indo pra escola de canoa teve uma conquista enorme, mas não deve ser romantizada nem usada como “exemplo” pra isso.

Camargoer.

Ola André. Exato. Umas das coisas mais cruéis que conheço é culpar a vítima. O discurso da “meritocracia” é injusto porque faz uma comparação indevida entre as pessoas. Você tem total razão quando aponta o equívoco estatístico de usar a experiência pessoal para tirar conclusões estatísticas.

Camargoer.

Olá Marcelo. Parabéns á você e á sua família também. Você tem razão. Fazemos parte desta minoria de 5% que conseguiu superar as barreiras e ascender socialmente por meio da educação superior. Claro que é possível um jovem vindo de uma família com país com nível fundamental incompleto concluir o ensino superior e até mesmo concluir um doutorado. Contudo, este caminho é mais difícil e não pode ser explicado apenas por mérito individual.

Andre

é sempre mais fácil terceirizar a culpa pelas próprias incapacidades. talvez o verdadeiro motivo e não conseguirmos sair do atoleiro da mediocridade em que estamos. A culpa de todo fracasso é sempre de um terceiro e não há nada que possa ser feito por nós, apenas um terceiro pode nos salvar.

Camargoer.

Olá Flanker. Quero parabenizar você e sua família. Como disse, apenas 5% dos jovens vindos de famílias com pais com nível fundamenta incompleto conseguem concluir o ensino superior. Isso mostra que a barreira é enorme.

Maximus

Sempre comento sobre defesa e etc. Mas, hoje, sou obrigado a concordar com o Camargo e o Allan. E acrescento, o bolsa família é um valor de cerca 220 reais. Bolsa família é um assistência a situação de miséria! Quantas crianças estão sem poder comer está noite e quantos Chefes de família estão voltando para casa e olhar os seus filhos, sem ter tido um trabalho para fornece-los o básico está noite? Vamos reclamar de outras coisas pessoal, todo mundo aqui sabe os “problemas” que realmente valham a pena reclamar. O bolsa família tem ter no Brasil sim, e por… Read more »

Antonio Palhares

Nas atuais condições do Brasil não existem as mínimas condições de se falar em meritocracia.

Camargoer.

Olá Palhares. Exato.

Andre

A meritocracia não é uma ferramenta de ajuste de desigualdades sociais. A miopia em relação à meritocracia está em achar que ela pode e/ou deve ser aplicada para resolver qualquer problema, ou em achar que por não resolver algum problema ela deve ser completamente descartada. A força da meritocracia está exatamente em desconsiderar o passado. Em situações de desigualdade inicial, outra ferramenta deve ser utilizada para equilibrar essas desigualdades. Eu duvido muito que ao procurar um médico você ira considerar se os pais dele têm faculdade, se são separados, se ele é negro, branco ou azul, se é homem ou… Read more »

Maurício.

Elias, isso vale só para o bolsa família ou também vale para o “Bolsa Solteirona”?

Nilo

Guedes e afiliados: “Vamos ensinar a pescar mas antes vamos garantir que só pegarão lambari”…rsrsrsrsrs

Slow

Kkkkkkkkkkkk

Camargoer.

Olá Nilo. Boa. Ensine a pescar lambaris e siris no mangue, porque camarões e lagostas já tem dono.

Leonidas

Dinheiro há, o que falta ali é noção de nação. A Africa do Sul esta indo ladeira abaixo já tem anos e a corrupção por lá esta como por aqui. Corrupção existe no mundo todo, a diferença entre a corrupção Alemã, Japonesa, Norte Americana e a nossa + Sul africana é a seguinte: No primeiro mundo os políticos recebem um bolo pullman para alimentar o povo, cortam em 12 pedaços, distribuem 11 e comem 1. Aqui eles comem o bolo todo e alegam não ter recebido, e votam projeto de lei para arrecadar fundos excepcionais para compra de outro bolo,… Read more »

José Carlos da Silva Peixoto

Depois de tantos anos esperando os novos caças , espero que aqui também no
futuro não fiquem parados por falta de verba , ou que não aconteça igual ao AMX
cujos armamentos principais não foram instalados .

Danielmjr

Aqui teve alguns AMX que foram estocados por falta de verba e enferrujaram/estragaram por causa de falha em desumidificadores do hangar, se não me falha a memória. Aviões caros e perfeitamente úteis que foram sucateados por bobeira.

Tomcat4,3

Nada como um dia após o outro !!!

Francisco AMX

vc acredita nestes números?

carcara_br

Quer dizer então que não dá pra manter uma frota de caças de quarta geração com uma moeda extremamente desvalorizada quando se depende de contratos de manutenção no exterior.
ok, anotado aqui.

Last edited 1 mês atrás by carcara_br
Thiago A.

Triste situação para aquela que já foi uma das forças armadas mais capazes do continente africano.
Um pequeno investimento com uma frota de Super Tucano teria garantido pelo menos tarefas de policiamento e interceptação de ameaças mais simples e comuns como aeronaves clandestinas ou que perdem o contato rádio. O A-29 é um coringa para qualquer aeronáutica.

ROBERT SMITH

Thiago A, seu raciocínio é valido e coerente… mais você esqueceu do fator “comissão” … com certeza o valor seria infimamente inferior na compra de uma frota de Super Tucanos quando comparado a compra de Gripens, e , claro, não podemos esquecer o fator “orgulho Nacional” … os Tucanos não teriam o mesmo valor de “orgulho Nacional”… que é muito mais importante do que “Educação, Saúde, infraestrutura e equilíbrio do orçamento nacional”

Thiago A.

Boa noite Robert, o que você afirma é real . Porém eu nem me posicionaria em polêmica ou contrário à aquisição dos Gripens. Seria suficiente um melhor planejamento. Considerando desde do começo um lote menor, talvez de 18 unidades. Já teria liberado o valor suficiente para aquisição de alguns A-29, que é realmente uma aeronave poliedrica no inventário, podendo cobrir várias exigências. O custo de operação de 2 gripen provavelmente daria para operar essa teórica frota de super tucano.
Possivelmente teriam algo para cumprir o básico.

Tomcat4,3

Seu comentário resume absurda e certeiramente a questão como um todo a qual cai como uma luva no Brasil e seus cortes orçamentários e afins relacionados a investimento em defesa.

Heinz Guderian

Não tá fácil pra ninguém.

Johan

A economia daquele país está em farrapos e deve demorar, pelo menos, segundo o próprio governo local, uns 20 anos para se recuperar de ido as onda de destruição causada pelos “protestos” recentes. Porém o buraco é mais embaixo e a África do Sul tem sérios problemas de corrupção generalizada.

Leonidas

Principalmente alguém com lideranças politicas dignas dos irmãos metralhas feito eles e nós não é? rs

GripenBR

Espero não ler no futuro reportagens similares a esta aqui do outro lado do Atlântico Sul e que os poucos Gripens da gigantesca força aérea estejam em condições e bem armados. Hoje quantos caças efetivamente voam no Brasil?

Camargoer.

Olá Gripen. Vamos aos números. Em 2020, os gastos militares brasileiros foram de US$ 25 bilhões, sendo que a FAB fica com cerca de 25% deste valor (cerca de US$ 6 bilhões). Os gastos militares da África do Sul foram de US$ 3,4 bilhões. Ou seja, a FAB sozinha tem um orçamento que é praticamente o dobro de todos os gastos da África do Sul.

Wellington Góes

Então… Gastamos muito e gastamos mal, mas tem “gênio” que acha que o problema se resolve só engessando o orçamento em 2% do PIB, como se isso fosse garantia de bons investimentos e gastos em Defesa… Vão vendo…

Slow

Ai seria 1% pra pensão e 1% pra lagosta e derivados ..

Camargoer.

Olá Wellington. Exato. O problema das forças armadas brasileiras é estrutural. A falta de recursos é consequência destes problemas estruturais. Dobrar o orçamente não resolverá o problema,

Leonidas

Velho, vai se preparando!
Veja só, no governo de um suposto nacionalista que tanto fala em nação e patriotismo a Embraer só não foi embora porquê a Boeing devolveu!
E houve quem aprovasse o plano acreditando na piada que seria possível a parte brasileira da Embraer viver do setor de defesa, só para liquidar de vez o delírio dessa galera o mesmo governo que aceitou isso como desculpa tratou de diminuir a compra dos kc 390 que já era pequena (28 unidades) para algo como 15 parece.
Enfim, o Brasil não é uma nação séria…

Henrique

Impossível o Brasil ser sério com metade da população querendo um populista metido em corrupção ou um negacionista metido em corrupção como presidente e enquanto outra metade basicamente tá se lixando pro país

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Fernando EMB

Não fala besteira…

Leonidas

Putz véio foi mal jogar a real.
Mas mano, faz assim continua achando que o Atlantico é um Nae e que a Fab tem o número de caças que necessitada e tá tudo certo… kkkk

FernandoEMB

E você continue dando respostas que não tem nada a ver… pois nao disse nada disso. Mas vc afirmou… “seria possível a parte brasileira da Embraer viver do setor de defesa,” Isso é uma falácia pregada pelos falsos nacionalistas e que não condiz com a realidade. A Embraer que ficaria fora do negócio com a Boeing teria, além do setor de defesa, a Aviação Executiva (setor hoje mais lucrativo da empresa), a EVE, a Atech, a Tempest, o setor de radares, entre outros. Além, é claro, de ter suas contas saneadas. A “nova” Embraer seria uma empresa menor em tamanho,… Read more »

Last edited 1 mês atrás by FernandoEMB
Leonidas

Claro, tenho certeza absoluta que ela seria viável… kkkkkkkk

Allan Lemos

Não adianta debater com esse FernandoEMB sobre a Embraer, qualquer um que afirme que a empresa iria sobreviver depois da venda para a Boeing não entende nada de negócios ou de geopolítica.

Fernando EMB

Não devo entender nada mesmo, depois de mais de 30 anos trabalhando no mercado.
Agora me diga, porque então não sobreviveria?????
Eu já disse o porquê poderia sim sobreviver. Agora vocês é que não embasam suas afirmações, e depois sou eu quem não entende.

Hellen

Os nacionalistas daqui do Brasil segue o consenso de Washington certinho como foi mandado pelo governo americano !!!!
Privatizar tudo que é estatal ( o filé ) para nações desenvolvidas !!!!

Flanker

No EXCON Tínia 2021, realizado aqui em SM no mês de novembro passado, falando apenas de aeronaves de combate, houve a participação de um 1/3 da frota de F-5M da FAB, sem contar os que ficaram em suas 4 bases de origem, realizando o alerta H24 e mais os que ficaram, tb em suas bases, passando por revisões calendáricas. Houve tb a participacao de 5 A-1M (dos 11 já entregues até agora) e de aproximadamente uma dúzia de A-29.

Last edited 1 mês atrás by Flanker
angelo

Isso q uma das vantagens dessa aeronave é o custo operacional ..AS em problemas financeiros……brasil de amanhã, logo alí…rsrsrs

Leonidas

A África do Sul só esta no Bric’s por razões “politicamente corretas” Alias o correto seria RIC e só temos o Brasil no rol por duas razões: 1- O B torna a sigla boa de pronúncia…rs 2- Devido a sua potencialidade e não realidade e sua importância ao menos em campos ‘vitais como: tamanho/demografia/comanditeis/bioma (agua doce) etc Pois do ponto de vista militar somos uma ENORME PIADA e convém para eles que a coisa se mantenha deste jeito, e sabemos que no depender de nossas lideranças eles podem dormir tranquilos que sempre haverá um gigante amarrado de quatro a disposição… Read more »

Camargoer.

Caro Leônidas. Você está errado. No artigo “Building Better Global Economic BRICs”, de 2001, os dois primeiros parágrafos são “This paper discusses the state of the world economy as we approach year-end, with particular emphasis on the relationship between the G7 and some of the larger emerging market economies. We show that our latest forecasts for 2001 and 2002 suggest a healthier outlook in some of the larger emerging market economies compared to the G7. We are currently forecasting 1.7% world GDP growth in 2002 with Brazil, Russia, India and China (BRICs) each set to grow again by more than… Read more »

Leonidas

Ahã…

Camargoer.

Caro Leônida. O artigo está disponível na internet para consulta.

ROBERT SMITH

Pois é Sr. Camargoer… isso foi então, o nome BRICS pegou e ficou, só que as coisas mudaram né… e tem gente que não sabe distinguir entre o “então” e o “agora”

Camargoer.

Olá Robert. O artigo está disponível na internet para consulta. É leitura obrigatória para quem quer discutir BRICS.

Thiago A.

Boa noite professor, antes de tudo quero expressar meu grande apreço pelas suas palavras inerente a meritocracia, sobretudo o trecho que aborda o tema da nutrição infantil. Quanto aos BRICS, há um erro ou confusão sua. O termo original era exclusivamente economico e só incluia os BRIC ( sem a S ). Como naquela época o termo e esses países ganharam notoriedade, os próprios lideres dessas nações emergentes ( em comum todos pleiteavam uma maior relevância ) decidiram intrumentalizar esse acrônimo e criar um fórum internacional. Só então entra a África do Sul, não por mérito ou dinamismo econômico e… Read more »

Camargoer.

Olá Thiago. Eu apontei o erro do Leônidas em relação ao “B”. O “S” inicial era sobre o plural (Brasil, Rússia, Ìndia e China). A inclusão da África do Sul foi uma decisão política (e correta) para incluir um país africano.

Thiago A.

Os BRICS na realidade hoje não possuem aquele apelo econômico, feita exceção pela China ( que carrega e puxa o crescimento dos demais) e Índia, os demais performaram um crescimento econômico pífio . O Brasil mesmo pode considerar a última década como a “década perdida”. Eu ainda considero útil intrumentalizar o fórum como caixa de ressonância e palco para a diplomacia brasileira, mais como uma forma de obter visibilidade e promoção do país. Porém não pode-se esperar muito mais que isso ( o mesmo pode- se dizer das demais cúpulas internacionais ). Um fórum que considero potencialmente muito vantajoso e… Read more »

Kornet

E por causa daquele desgoverno e os bilhões jogados fora pra países amigos,empreiteiras,bolsas,roubanet e etc.
Poderíamos hj ter uma senhora FAs,mas a prioridade era se manter ad perpetuam no poder.

Slow

Foi por causa daquele desgoverno que o Brasil virou 6 economia, fora do mapa da fome e o desemprego mínimo registrado, gastaram tanto dinheiro com outros países que deixaram 400 bi de dólares em reservas ..

E essa desculpa de se perpetuar no poder não cola , até porquê o 9 dedos saiu com 87% de aprovação ou seja o povo gostou bastante .. tanto que provavelmente em 2022 ele volta ..

Kornet

Kkkkk 87 % com a mega ajuda dos institutos de pesquisa e continuam com o mesmo método ,pois hj ele está com 250% das intenções de voto,mas não tem coragem de ir na esquina e ver a verdade do datapovo.
Quanto a na época termos sido a 6 ecinomia,foi por causa do contexto econômico da época,vc lembra:China crescendo a 2 dígitos,eurppa e Eua em crise;não foi mérito da “gloriosa”equipe econômica do ParTido. A preocupação era outra e não o progresso e desenvolvimento do Brasil,a prova é a conta e suas consequências sentidas até hj.

Slow

Mega ajuda dos institutos kkk fonte datacarluxo .

Você pode chorar o quanto quiser , a China continua crescendo e o Brasil … de la pra cá caiu 6 posição ..

Camargoer.

Olá Kornet. Recomendo o livro “Como são feitas as pesquisas eleitorais e de opinião” do Alberto Almeida. De modo resumido, são necessárias cerca de 2500 entrevistas (algumas ficam com 2200 outras com mais de 3000) para ter significado estatístico. As entrevistas são feitas pessoalmente. A escolha dos entrevistados é feita em função da representatividade populacional estimada pelo IBGE. Então, deve ter 51% de mulheres, precisa ter a distribuição de faixa etária, de escolaridade, de renda, etc. Na verdade, aquela margem de +/- 2% não tem significado pois ela só seria real caso fossem sorteados aleatoriamente 2500 pessoas da população brasileira.… Read more »

Kornet

Prezado Camargoer,infelizmente as pesquisas entraram em descrédito, como a velha mídia ,por seus próprios atos.

Camargoer.

Caro Kornet. As pesquisas sérias incluem perguntas de verificação, por exemplo se a pessoa tem CNH, vacinação, se votou em eleições passadas, etc, que podem ser comparadas com diversos bancos de dados, cujo pesquisador já sabe as respostas. Estas respostas devem bater com os dados dos bancos de dados. Quando estes números convergem, significa que a pesquisa fez uma boa seleção. Se estes números divergem, a pesquisa precisa ser refeita. Estes dados de verificação podem ser analisados nos relatórios completos das pesquisas que também são públicos.

Realista

Pesquisas entraram em descrédito , vacinas entre outros só porque o mito disse

Elias

…não de os peixes , ensine-os a pescar…. Provérbio chinês

Érico

mas antes roube todos os peixes das lagoas deles…

Michel

Esse provérbio serve para todas as camadas da sociedade brasileira? Inclusive para os militares? Ou é útil apenas para os milhões de brasileiros (as) que não podem sequer comprar 1kg de arroz para se alimentar? Que não têm como comprar o gás de cozinha. Mas, pensando bem… cozinhar o quê? Que não podem mais arcar com o preço cobrado na conta da tarifa elétrica? Que não podem mais pagar a conta de água? Que não podem se vestir ou se calçar? Então, deixa ver se entendi. É a “fortuna” paga no bolsa-família, a tanta gente na miséria, o agente causador… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Michel
Kornet

Não prezado,é só a conta de um certo desgoverno de 16 anos atrás ,mais um pandemia e os inimigos internos do Brasil, que se dizem oposição, que fazem de tudo para atrapalhar o Brasil.

Michel

Entendi. O atual “governo” é amigo de todos. Principalmente de determinados setores da sociedade. São quase quatro anos de ajuda mútua.

Slow

Os pensionistas de plantão não gosta que fala do minto

Flanker

Barbaridade! Tu faltou à todas as aulas de português??

Slow

Essa conta não bate , em 2011 Brasil era 6 economia e em 2014 desemprego registrou menor % ..

Vai ficar empurrando essa desculpa até quando ? 3 anos de Bol$0n4r0 e você não consegue falar 3 coisas boas que ele fez para o Brasil ..

Kornet

Depois da Jumanta e do Nine ,o Brasil era terra arrasada.
Já te respondi lá em cima, militante do DCE de alguma madrassa pública

Slow

“ É só tirar o PT “ lembra ?

De la pra cá Brasil ja saiu até do top 10 maiores economias

Last edited 1 mês atrás by Slow
JT8D

Incrível como qualquer assunto descamba para um Fla-Flu que não tem nada a ver com a matéria. Opinião, cada um tem a sua, mas seria legal que a discussão tivesse relação com assuntos de defesa, e não com a receita de cada um para salvar a humanidade

Flanker

Verdade, concordo. Eu também falei fora do tópico.

Camargoer.

Olá Flanker. Acho que o debate é sempre importante, mesmo quando a gente sai fora do tópico principal. Por exemplo, ao falarmos dos F39C da África do Sul é normal discutirmos o F38E da FAB. Contudo, é preciso usar argumentos corretos e argumentação substantiva. Temos quase uma obrigação de rebater qualquer argumento equivocado antes dele se tornar “convenientemente aceito”. Se para isso temos que sair do tópico, que seja.

Matheus Augusto

A África do Sul hoje em dia é quase um estado falido, uma pena para um país que era o exemplo da África.

Maurício.

Quem diria, Gripen e até o Hawk sendo rainhas de Hangar…

Flanker

Sem dinheiro, até Tucano vira rainha de hangar.
E esse valor de 7 mil e poucos dólares pela hora de voo dos Gripen C/D, mostra para quem acreditava em uma hora de voo de 4 mil e poucos dólares para o Gripen E/F, que isso não passava de propaganda. Se os F-39 não tiverem uma hora de voo ao redor de 10 mil dólares, vai ser um valor bem próximo disso. Para um caça moderno, não é caro, mas é o dobro do que propagandeavam.

Maurício.

Achei em alguns sites o preço da hora de vôo de um F-16, fica em torno de 8 mil dólares, dependendo da fonte, não tem como um Gripen custar só a metade disso, não sei se o E vai custar mais que o C, mas, concordo que vai ficar nessa média 8-10 mil.

Hellen

Logico que vai ser muito mais caro,turbina mais potente,aviônica de ultima geração,manutenção mais salgada !!!!
: A título de comparação, temos o custo da hora de voo do F-5E usado pela FAB, que segundo o EMAER, era de US$ 4.251,21 (R$ 7.400) em 2006, antes da modernização. O custo por hora de voo do A-4KU operado pela Marinha era de 7.500 dólares.

Adriano Madureira

Acredito que isso não tem haver somente a cortes orçamentários, crise financeira ou gastos com pandemia…

Sinceramente tem haver com gestão governamental, e sabemos bem que na África do sul , CNA e corrupção andam juntos…

Adriano Madureira

A África do Sul é rica em uma variedade de minerais. Além de diamantes e ouro, o país também contém reservas de minério de ferro, platina, manganês, cromo, cobre, urânio, prata, berílio e titânio. Não foram encontrados depósitos de petróleo comercialmente exploráveis, mas há quantidades moderadas de gás natural localizadas na costa sul. O ouro continua sendo o mineral mais importante,a África do Sul é o maior produtor mundial e as reservas são grandes; no entanto, a produção está diminuindo lentamente e os preços nunca igualaram os picos espetaculares do início dos anos 1970.  Mas não adianta ser rico em reservas minerais e entregá-los a preço de… Read more »

ROBERT SMITH

Hum… isso me “cheira” a gente querendo sua “participação” nos contratos… criando “dificuldades” para “vender” facilidades… será?

Maurício.

Robert, a verdade é que muitos criticam o pós-venda francês e russo, isso já é quase um mantra em sites de defesa, mas, a realidade é que se você não tiver dinheiro para manter seus equipamentos, tudo fica complicado, não importa a origem, se o caça da matéria fosse francês ou russo, teria no mínimo o triplo de comentários e estariam malhando o caça.

Rodrigo LD

Deveriam fazer como a Argentina e operar T27 para treinamento e A4 na primeira linha. Assim teriam orçamento para voar e poderiam fazer a manutenção até no mecânico da esquina. Comprar vetores modernos e não poder sustentar os custos decorrentes, demonstra uma falta impressionante de profissionalismo e de planejamento de longo prazo. Agora, só fazendo como o sujeito que compra carro novo e não pode pagar a parcela; vender o que tem e adquirir algo de segunda ou terceira mão que se adeque ao orçamento.

Renato

Argentina não é exemplo de nada para ninguém amigão huahuahuah.

Last edited 1 mês atrás by Renato
Rogério Loureiro Dhierio

Cheguei a pensar que depois da desativação dos Mirrages 2000 e da definição pelo Gripen, a FAB fosse pegar uns 12 Gripens ou da força aérea sueca ou da força sul africana como aeronaves de transição e inclusive no futuro as submeter a uma modernização MS2020.
Fui acordando do sonho ao longo do tempo.

Maurício.

Rogério, mas isso não foi só você que pensou, a maioria dos sites de defesa também.
Uma dica, coloque uma coisa na sua cabeça, em matéria de defesa, sempre pense o pior, assim você não ficará mais iludido em sonhos…rsrsrs

Rogério Loureiro Dhierio

Amigo Mauricio. Concordo com vc.
Infelizmente em nosso país é como devemos pensar.
Abs

Claudio QUADROS

Destino da África do Sul será muito triste nação era potencial quase foi nuclear plena hoje será país virou Rodezia será destruído pelo próprio povo .isso temos te cuidado para não ter briga de classe .sim povo unidos .problema lá. Terá destino muito triste pais será dividido vários países e quadrilhas não querem saber povo.

Michel

Pelo menos os aviões ficam preservados.

Carlos Campos

Alô é da MB? kkkkkkk mas caramba em que m… entrou a AfS, pois com tudo que tem, até mesmo tecnologias, tiveram até bombas nucleares, e hoje a corrupção destruiu o país.

Wellington Góes

Bem… Uma verdade vem a tona, a hora de vôo do Gripen C, que se dizia na época (~2010 a 2014) de quê seria de US$ 4,500.00, mostra-se que, aos operadores da aeronave, era próximo do dobro disso. Isso mostra que se o cálculo divulgado para justificar um pretenso baixo custo operacional do então Gripen NG, com certeza, estava (e ainda está, visto que ainda não está operacional em um esquadrão) fora do valor de fato…. E que deve ser bem maior…
Resta-nos, então, aguardar para vermos a verdade surgir no futuro próximo.

Antonio Palhares

Tem coisa errada nisso.
Somente para comparar.
O PIB da África do Sul é de 301 bilhões de dólares.
O de Portugal é de 231 bilhões de dólares.
Portugal consegue manter seus caças.

Leandro

Sei não.. Pelo que consta Portugal andou vendendo quase a metade dos seus F-16.
O jogo não é só medir o PIB e pronto, se fosse assim o Brasil deveria ter a Força Aérea muito mais poderosa que Israel por exemplo.
E as milhões de outras variáveis? Olhe a população de um e de outro só para começar porque se fossemos falar de todas características “bugava” o site e ainda não terminava hoje.

Funcionário da Petrobras

Comparação por PIB é pensar muito dentro da caixinha. De fósforo.
Não cometa este erro amigão.

Last edited 1 mês atrás by Funcionário da Petrobras
Adriano Madureira

Mas tem o cascalho do CNA caro Palhares…

Marcelo Monteiro Ribeiro

Cortes orçamentários no setor da defesa em outros países?! NÃO ACREDITO!! Pensei que isso só acontecesse no Brasil!! Estou chocado.

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -