terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Irã diz que explosão acima de Natanz faz parte de treinamento militar

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A explosão relatada coincide com uma crise nas negociações sobre o programa nuclear do Irã

A mídia iraniana no sábado citou fontes locais, dizendo que uma grande explosão foi ouvida no céu acima da cidade de Natanz, que abriga uma instalação-chave do polêmico programa nuclear do país.

“Fontes locais relataram ter ouvido uma grande explosão no céu de Natanz. Nenhuma fonte oficial ainda confirmou ou negou o informe”, vários sites citaram a Agência de Notícias Daneshju como reportagem.

Pouco depois, a mídia estatal citou um comandante militar dizendo que a explosão fazia parte de um exercício militar e não havia motivo para preocupação.

“Uma hora atrás, um de nossos sistemas de mísseis na região foi testado para avaliar o estado de prontidão no solo e não há nada a temer”, disse o comandante.

A reportagem na mídia estatal afirmou que as unidades de defesa aérea dispararam um míssil para testar uma força de reação rápida sobre Natanz.

O incidente coincide com uma crise nas negociações sobre o programa nuclear iraniano.

No início deste ano, o Irã acusou o arqui-inimigo Israel de sabotar a usina nuclear de Natanz e jurou vingança por um ataque considerado o último episódio de uma longa “guerra das sombras”.

Defesa antiaérea de ponto em Natanz

Bavar-373 LR-SAM do Irã

Sistema Bavar-373

FONTE: i24NEWS.TV

- Advertisement -

71 Comments

Subscribe
Notify of
guest
71 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Éric Gediel

Interceptaram um míssil ? Muito estranho tudo isso !

Agressor's

Prestem bem atenção nas narrativas que fazem contra o Irã, pois daqui poucos anos vão usar algo parecido contra o Brasil, a diferença que vai ser porque “não cuidamos da Amazônia”…

Andre

Esse “daqui alguns anos” já se arrasta a uns 50 anos…. será que acontecerá dentro do terceiro milênio?

Mgtow

Não se preocupe. A gang que está no poder com a anuência dos rastaquera já entregou o destino do Brasil nas mãos do nosso maior inimigo. Eles precisam viajar pra Miami e com isso não pode parecer cidadãos de uma nação hostil.

Luiz E.Ornaghi

kkkkkk! Que comentário rastaquera!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

francisco

Quem entregou grande parte do território, ricos em minerais, vegetais e biodiversidade, para reservas indígenas?

DOUGLAS TARGINO

Irã está mais do que certo em ter armas nuclares! Cada um que se cuide da forma necessária! Embora seja um pais com um governo LOUCO.

Matheus S
Camargoer.

Caro Douglas. Ao fim da II Guerra, o Iran tinha um governo laico, democrático e nacionalista, que foi deposto por um golpe de estado patrocinado pela CIA. Com ajuda dos EUA, o Xá Palev instaurou um regime autocrático e violentos, elevando a tensão interna do país até a deflagração da revolução islâmica, que teve um forte sentimento anti-EUA. Os sucessivos governos dos EUA sempre boicotaram o Iran como represália à invasão da Embaixada. Ao longo dos anos, os sucessivos boicotes econômicos e o alinhamento automático dos EUA ais interesses de Israel criaram uma animosidade entre os dois países que levará… Read more »

Adriano Madureira

Se não me engano era Mohamed Mossadegh…

Last edited 1 mês atrás by Adriano Madureira
Nonato

Ou seja, você apoia Fidel, Maduro e Khomeini…

Heinz Guderian

Sim, eu concordo que todos os países devem ter em plenitude sua soberania. Entretanto, o Irã vai mais além, e já pregou diversas vezes que quer a destruição completa de Israel.
Ai que mora o perigo, imaginem armas nucleares nas mãos de “loucos” como você mesmo frizou.

Inimigo do Estado

Isso pouco importa, cada povo é livre para ter as armas que quer dentro de seu próprio território. O Irã dizer que vai atacar Israel com isso não anula o princípio da autodeterminação dos povos.

Alessandro

Auto determinação dos povos não dá o direito de sair por ae AMEÇANDO varrer da fase da terra outra nação. Uma coisa é ter arma nuclear para DISSUAÇÃO (na qual eu apoio o Brasil ter), outra é para AMEAÇAR outros países como faz o Irã, tem um abismo muito grande separando o significado dessas duas palavras. E uma observação, o seu antigo nick “defensor da liberdade” vc já não fazia bom uso dele, e agora piorou mais ainda com esse “inimigo do Estado”, chega até ser contraditório, pois se vc detesta o Estado pq defende que o Irã que é… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Nonato

Inimigo da paz mundial…

Thiago A.

” Louco” è um termo preguiçoso ( sem ofensas para ninguém) que odeio, que deveria ser relegado apenas à mera propaganda porque limita a nossa compressão do quadro.
“Louco” é algo que tira a racionalidade do seu openente e interlocutor.
Então logo se seu inimigo é louco, não é racional, portanto se não é um ser racional também não é um homem, não há então motivo para escutar suas argumentações e nem tentar compreender.

Thiago A.

Não há motivos para crer que o Iran, uma nação milenar, jogaria seu povo e seu território em chamas. Não há motivos para acreditar que o Iran seja um país cuja liderança seja menos evoluída e racional que o Paquistão ( que Israel tentou bombardear para evitar que se torna-se uma potência nuclear- o plano evidentemente foi um fracasso ).

Leonidas

O Paquistão tem na Índia o limitador de suas ações. De modo que não sobra tempo para que ele pense em mais nada que não seja dissuadir a Índia em qualquer aspecto regional. O Irã não tem esse limitador e tem o agravante (estranhamente ignorado por muitos) de ter declarado na pessoa de seu PRESIDENTE (s/ retificação do lider supremo) a ideia de destruir outra nação soberana e legalmente estabelecida. Ou seja estamos falando de uma nação que tem como politica de estado destruir outra e esta nação esta correndo atrás de armas nucleares…rs Além disso há o aspecto de… Read more »

carcara_br

Leonidas depois que o irã tiver armas nucleares e Israel continuar existindo, qual vai ser a desculpa?
Se fossem “malucos” como você argumenta não precisariam de armas nucleares pra transformar Israel num deserto inabitável, explosões na alta atmosfera com grandes quantidades de material radiativo, armas químicas com agentes nervosos da classe dos organofosforados poderiam realizar o serviço, não fizeram até agora por quê?

Leandro Costa

Eu acredito que Israel continuará existindo mesmo com o Irã infelizmente possuindo armamento nuclear. Porém, as declarações dos próprios Iranianos não deixam dúvidas quanto à possibilidade e, principalmente em relação à justificativa de preocupação por parte da comunidade internacional.

carcara_br

Discordo, não há. ou, se existe, é até menor que a possibilidade dos iranianos serem atacados primeiro com armas nucleares americanas (B61)/israelenses(???). O que há é a instrumentalização de um discurso infeliz dos líderes religiosos iranianos que poderia ser interpretado a nível da necessidade de legitimação interna, mas que sempre é usado pra criar um fantasma de um ataque militar preventivo frente a opinião pública ocidental. Agora, pensando no que as armas nucleares realmente permitem (elas não permitem a destruição de Israel), ai nós podemos falar do fortalecimento diplomático e militar do Irã como ator regional, no aumento do poder… Read more »

Leandro Costa

Se há ou não, infelizmente o tempo irá dizer. O que importa é que líderes de uma nação soberana pregam a completa destruição de outra. Se é para consumo interno ou não simplesmente não importa, porque suas ações até hoje tem dado respaldo à esse discurso, que concordo, ser desastroso.

Eu sempre disse e vou sempre dizer que o Irã tem a faca e o queijo na mão para estabilizar completamente a região, mas eles se recusam à fazê-lo.

Mayuan

Pois é. Tudo que o mundo não precisa é de um oriente médio com armas nucleares. Se na mão de uns poucos países já é uma baita preocupação, imagina sob posse de um punhado de governos historicamente instáveis.

Fernando Gouveia

Paquistão, Coreia do Norte, China e Rússia são governos historicamente instáveis?

Flanker

“Tudo que o mundo não precisa é de um oriente médio com armas nucleares”

Os países que tu citou são do Oriente Médio? Eita! Que interpretação de texto, Cláudia! Kkkkkkkkkkkk

Fernando Gouveia

Eu também queria saber qual vai ser a desculpa. E isso vai se tornar realidade. Tem até um estudo da RAND sobre isso.

Vendéen

Bonsoir carcara_br Eles não estão tão loucos a ponto de correr o risco de sua destruição total. Também existem os fatos e estes são teimosos. Fatos que no momento são representados por discursos diatribais cujo conteúdo é uma confusão de ameaças anti-israelenses. Em suma, a hostilidade exibida do Irã em relação a Israel tem sido uma constante política desde a queda do Xá em 1979. Por exemplo: Hossein Salami, o líder da Guarda Revolucionária, havia equilibrado essas sutilezas: – “Após 40 anos de Revolução Islâmica, alcançamos a capacidade de destruir o impostor regime sionista” – “É melhor Israel ficar atento… Read more »

Fernando Gouveia

Me responde apenas uma coisa: Estes “fatos” representam uma tendência clara de que o Irã usará armas nucleares contra Israel? Obs: Provavelmente você e muitos não devem saber, mas a ambição consistente do Irã de se tornar um estado com armas nucleares um dia é evidente durante o reinado do Xá Mohammad Reza Pahlavi e foi revigorada pela República Islâmica após a sangrenta e traumática Guerra Irã-Iraque na década de 1980. Dependendo da sua resposta, se for da mesma tendência do seu comentário e assim como dos muitos aqui argumentando os mesmos “motivos e fatos”, já seria anulada pelo simples… Read more »

Vendéen

Bonjour Fernando Gouveia, Esperando por uma boa tradução do Google Esses “fatos” representam uma tendência clara de que o Irã usará armas nucleares contra Israel? >>> Sou totalmente incapaz de saber se o Irã usará armas nucleares contra Israel. Esses fatos representam por enquanto apenas intenções com conteúdo ameaçador, claramente alardeadas e que querem ser repetitivas à vontade. Claro, nada mais. Nota: Você e muitos provavelmente não sabem disso, mas a ambição firme do Irã de um dia se tornar um país com armas nucleares é evidente durante o reinado do Xá Mohammad Reza Pahlavi e foi revigorado pela República… Read more »

Thiago A.

“Qualquer um que reconhecesse Israel queimaria no fogo da fúria da Ummah muçulmana”

Outra peça de propaganda, uma fala que maioria dos líderes da região pronunciaria em público. No mais é um discurso que visa pôr ele como único e real protetor da “ummah”- comunidade islâmica- em oposição aos outros atores , sobretudo as monarquias árabes que implicitamente aceitam a situação da Palestina.
Será sempre um discurso que trará consenso interno e externamente na comunidade islâmica.

Thiago A.

Você acha que um político islâmico sairá por aí pronunciando que Israel está correto, que a situação da palestina é irreversível e o processo foi extremamente justo ? Não mesmo, porque a sua base e seu consenso despencaria no mesmo dia.

Vendéen

Claro que não no que diz respeito ao problema palestino.
Só quero dizer a vocês que o problema palestino não é a causa, a fonte, a gênese da relação patética entre Israel e o Irã.
Se você preferir, sem este problema palestino, a relação Israel-Irã seria a mesma.
Por outro lado, o Irã usa o problema palestino para poder unir as massas muçulmanas contra Israel. Isso é um jogo óbvio e justo lol.

Vendéen

Concordamos, mas admitimos que tais observações virulentas e radicais não podem deixar o (s) país (es) visado (s) indiferente.

Fernando Gouveia

Esses “fatos” representam uma tendência clara de que o Irã usará armas nucleares contra Israel? “>>> Sou totalmente incapaz de saber se o Irã usará armas nucleares contra Israel Esses fatos representam por enquanto apenas intenções com conteúdo ameaçador, claramente alardeadas e que querem ser repetitivas à vontade. Claro, nada mais.” Exato. Nada mais. Colocar isso como um fator de que o Irã irá hipoteticamente atacar Israel é um muito argumento raso. “>>> Em primeiro lugar, você não pode ignorar que as relações iraniano-israelenses antes da revolução islâmica eram completamente normais e até cordiais. Esta nuance temporal não pode ser… Read more »

Vendéen

Bonsoir Fernando Gouveia, Acabei de notar que o final da minha primeira mensagem não foi transmitido. Por favor, dê-me licença. Você não respondeu à motivação do Irã para iniciar seu programa nuclear, com objetivos militares claros na década de 1950. Posso responder que você e qualquer pessoa que comente regularmente aqui nem mesmo consideram a possibilidade de excluir a retórica religiosa (leia (se for anti-semitismo, concordamos, é um termo muito vago) e pensam em termos geopolíticos e históricos, ou seja, eles não sabem. >>> Na época, essa motivação não era acompanhada por uma confusão de ameaças contra Israel. E, claro,… Read more »

carcara_br

Bonsoir Vendéen,
Eu não nego a existência das declarações e também não gosto da proliferação de estados nucleares, o ideal seria o banimento destas armas em todo oriente médio, ou, ao menos, que ninguém as tivesse de forma permanente no território.
Vivemos num mundo estranho, aqueles que dizem: faço! Não fazem. Já os que dizem: Não faço! fazem.

Canto de Ossanha (Toquinho e Vinícius) – YouTube

Thiago A.

E o Paquistão é maduro o suficiente ? Israel era maduro o suficiente ? Um Estado nuclear que nunca ratificou o tratado de não proliferação exige que um outro estado renuncie ao seu direito de conduzir um programa nuclear…. Bela hipocrisia Uma Estado que se formou através de milícias e organizações terrorista quer fazer a moral contra quem hoje( não possuindo uma força convencional capaz de lidar com um exército regular) emprega as mesmas táticas… Piada ? No mais , não pode- se avaliar essa discussão sem a Palestina. Porque de fato é razão de todo esse caos. Depois que… Read more »

Vendéen

Bonjour Thiago A. Vou responder rapidamente durante um intervalo para o café, na esperança de uma boa tradução do Google. lol E o Paquistão está maduro o suficiente? >>> Quanto ao uso de tal arma, acho que sim. Até agora, este país entendeu muito bem o significado de dissuasão. Israel estava maduro o suficiente? >>> Quanto ao uso de tal arma, acho que sim. Até agora, este país entendeu muito bem o significado de dissuasão. Um estado nuclear que nunca ratificou o tratado de não proliferação exige que outro estado renuncie ao seu direito de conduzir um programa nuclear…. linda… Read more »

Alexandre Esteves

Um Irã armado com armas nucleares as ações terroristas contra o Estado de Israel (leia-se guerra híbrida) se intensificariam, pois os grupos extremistas apoiados por Teerã contariam com um “guarda chuva” nuclear.

Lembrando que Israel é a ÚNICA democracia verdadeira na região.

XFF

Você quer dizer democracia de Apartheid?

Alexandre Esteves

Apartheid, em Israel? Melhor perguntar aos judeus etíopes, cujo Estado “racista” fez de tudo para os recolherem dos campos de concentração (ou de extermínio?), localizados no Sudão e na própria Etiópia.

Um Shalom para ti, prezado XFF.

carcara_br

Esteves do poder naval?

Alexandre Esteves

Negativo! Aquele é proveniente da Marinha.

Fernando Gouveia

Tu já parou para pensar no que você disse. Sugiro que você releia o próprio comentário que escreveu. Olha só: “O Paquistão tem na Índia o limitador de suas ações. De modo que não sobra tempo para que ele pense em mais nada que não seja dissuadir a Índia em qualquer aspecto regional. O Irã não tem esse limitador e tem o agravante (estranhamente ignorado por muitos) de ter declarado na pessoa de seu PRESIDENTE (s/ retificação do lider supremo) a ideia de destruir outra nação soberana e legalmente estabelecida.” O Irã também tem um limitador de suas ações, se… Read more »

paulo cesar

Se não fosse pelo discurso, seria por outra coisa.
Israel não quer concorrentes nucleares na área.
Só isso.
O resto são palavras ao vento.

Thiago A.

“Paquistão tem na Índia o limitador de suas ações. De modo que não sobra tempo para que ele pense em mais nada que não seja dissuadir a Índia em qualquer aspecto regional.” Não foi a avaliação feita pelo Mossad e a liderança israelense quando bolaram uma nova operação “opera ” para destruir o programa nuclear paquistanês. Inclusive até hoje os dois países não possuem formalmente relações diplomáticas. O Paquistão é um experimento de nação cujo maior agregador é o fator religioso. Um Estado frágil e instável cuja breve trajetória se mostrou muito precária, feita de golpes de estado, assassinatos e… Read more »

Hcosta

Quantos exemplos quer de lideranças loucas e que levaram o país às cinzas?

Thiago A.

Isso é um jogo de potência, de guerra : guerra econômica, guerra de intelligence, guerra de influência e sobretudo guerra de NARRAÇÃO! Cada nação possui sua narração, na maioria dos casos é vítima de alguém e aponta o opressor. Não confundam a propaganda, de um político qualquer ( quantas obscenidades nossa liderança já gritou por aí ? ) para obter consenso externo e interno com os fatos. A primeira vítima da guerra é a verdade. Israel é atualmente uma potência nuclear, possuí a supremacia indiscutível sobre as nações da região e quer freiar ascensão das demais . O Iran não… Read more »

Hcosta

Irão é o principal patrocinador de redes terroristas, algo que outros países na região também fazem, mas ficam atrás destes. Qualquer conflito na região terá sempre o Irão e a Arábia Saudita/Israel em campos opostos.
Líbano, Egito, Iémen, a faixa de Gaza, etc…

XFF

Esse negócio de que o Irã quer destruir Israel ou que vai destruir Israel é papo furado.
Irã nuclear não representa perigo para Israel, há não ser que o Estado Judeu queira entrar em guerra com Irã. Ambos com arma nuclear, haverá equilíbrio no Oriente Médio.
Os Iranianos não são loucos como ás mídias ocidentais apresentam. Irã é um país milenar com muita sabedoria.

Last edited 1 mês atrás by XFF
Leandro Costa

Por favor… esse argumento de que o Irã é um país milenar e de ‘sabedoria’ simplesmente não se sustenta. Ainda mais quando comparado com Israel.

O melhor argumento que se pode ter para ‘defender’ um Irã nuclear é o fato de que os Iranianos não querem simplesmente também deixarem de existir.

Fernando Gouveia

Com certeza é papo furado. Diziam isso dos soviéticos quando adquiriram suas armas nucleares. Disseram isso do Paquistão. Disseram isso da Coreia do Norte. E agora estão dizendo do Irã. Este se tornou o novo bicho papão que vai começar uma guerra nuclear contra Israel. A situação é justamente ao contrário, os estados autoritários é que são justamente os mais contidos em termos de dissuasão nuclear, pegue por exemplo os EUA sob Trump que quase começaram uma guerra nuclear com os norte-coreanos, Trump falou durante toda a campanha e debate sobre a Coreia do Norte já ser um estado nuclear,… Read more »

Hcosta

Tentar encontrar alguma lógica ou estratégia em Trump, principalmente com esse circo da CN, é quase impossível.

Mas há uma coisa os EUA não podem serem acusados, que é de promoverem as armas nucleares, ao contrário de outros países.

Slow

O problema do irã é os EUA não Israel

Teropode

Quer mais loucos do que os pastuns pawuistaneses ?

WSilva

”O Irã já prometeu várias vezes destruir Israel”

Esse é mais um devaneio da máquina de propaganda anglo-saxã que acha que uma nação milenar vai jogar no ralo sua história e seu povo simplesmente porque não vai com a cara dos sionistas. rs

É necessário muito mais que um ódiozinho no coraçãozinho para destruir um povo e estar disposto a ser destruído, ninguém no Irã quer ser exterminado assim como ninguém em Israel quer, o problema é que Israel está com a vantagem e abusa dela, o Irã precisa de suas bombas nucleares para igualar o jogo, é simples assim.

Fernando Gouveia

Pois é. Exatamente isso que você falou, a máquina de propaganda. O argumento é por conta da autocracia e que por isso, o Irã é perigoso se tiver armas nucleares, o pessoal esquece que precisa desvalorizar a política interna face à dimensão internacional sistémica. Portanto, no caso do Irã, não é atribuído grande importância à retórica antissemita e antiamericana da sua ideologia oficial, antes sublinha que é perfeitamente racional que o Irã queira contrabalançar o poder nuclear de Israel, e que não há que temer um martírio nuclear pela liderança iraniana.

Luís

Alta tensão! Atirando até em mosquito invasor de área.

Matheus S

Aparentemente, essa foi uma explosão no ar a 20 km de distância da instalação nuclear. A informação atual sugere que foi um drone que foi abatido pelo AD perto de Natanz, provavelmente um teste de interceptação dos sistemas antiaéreos.

O marcador do mapa mostra a instalação nuclear de Natanz. O local circulado mostra onde a explosão ocorreu no ar.

Vamos esperar por mais informações. 

Capturar.JPG
Red Pill - 红色药丸

Admiro o quanto esses caras se empenham em sua defesa, digno de nota, mesmo ob embargos já lançaram há mais de dez anos um satélite, possuem drones avançados, mísseis balísticos (testados em base americana), e em programa nuclear que está prestes a obter êxito.

Adriano Madureira

As vezes sanções são benéficas para um autodesenvolvimento…

Red Pill - 红色药丸

Pois é, Israel e Africa do Sul desenvolveram tecnologia (inclusive a tão desejada bomba) devido a estarem sob sansões.

Rodrigo

Ideologismos e torcida infantil a parte, o Irã assim como China, Rússia e Turquia são exemplos de países que não se dobram a esse globalismo ocidental desenfreado.

Está certo em defender sua soberania e desenvolver suas armas nucleares, errado está um certo gigante bobão sul americano que prefere ficar “Deitado eternamente em berço esplêndido..” confiando na sorte.

Andre

O problema é o custo que a população paga. Compare o IDH desses países com os que “se dobram a esse globalismo ocidental desenfreado” como Japão, Alemanha e Austrália.

Hcosta

Irão não se limita a defender a sua soberania. Está em plena guerra fria com Arábia Saudita e Israel.

Adriano Madureira

Mesmo com sanções e ainda conseguem desenvolver seus sistemas militares…

comment image

Nilton L Junior

A República Persa tem direito de se defender de qualquer agressor e suspeito dessa narrativa que querem destruir o estado sionista fisicamente bla bla bla bla, por acaso alguém ai com pouco de esforço cognitivo poderia explicar o que aconteceria com Jordânia, Jerusalém, Egito, Síria caso os malvados Persas jogassem uma bomba atomica na capital dos sionista boa gente??

Mgtow

O Irã precisa pra ontem deixar totalmente operacional seu sistema de armamento nuclear.
E também aumentar ainda mais o alcance de seus mísseis. É preciso deixar claro aos yankes e seus cachorrinhos ocidentais que o qualquer agressão ao seu povo sera revidado em qualquer lugar do globo

Flanker

Kkkkkkkkkkkkk….cara, tu é doente!!

Avai2021

Meu Deus do céu …. A ginástica que fazem para dourar a pílula … O próprio governo do Irã jah falou que quer a destruição de Israel e um presidente iraniano anterior (adorado pelo Lula e Celso Amorim) tem dúvidas que o holocausto existiu. Que foi uma mentira. Mas nosso think tank Tupiniquim comunista não válida este fato. Eh impressionante. Se fosse a Argentina falando que irá destruir o Brasil – varrer do mapa – vocês agiriam como ??? Deixariam a Argentina exercer o direito de ter a bomba ??? Eh muita ginástica. Tenho tristeza de como o povo iraniano… Read more »

Nonato

Os Estados Unidos já deveriam ter passado o rodo há tempos.
De uns tempos para cá tem sido omisso no seu papel de polícia do mundo e deixou Coreia do Norte, Irã, Venezuela agirem impunemente.
Tem que se cortar o mal pela raiz.

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -