terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Governo do Canadá anuncia marco importante no processo de substituição dos caças a jato do país

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

1 de dezembro de 2021 – Gatineau, Quebec – Public Services and Procurement Canada

Como parte de sua política de defesa, Strong, Secure, Engaged, o Governo do Canadá está adquirindo 88 caças avançados para a Força Aérea Real Canadense (RCAF) por meio de um processo competitivo que garantirá que os requisitos da RCAF sejam atendidos, garantindo o melhor valor para canadenses.

Hoje, o Governo do Canadá anunciou que após a avaliação das propostas apresentadas, 2 licitantes permanecem elegíveis no processo de aquisição competitivo do Projeto de Capacidade de Caça do Futuro:

  • Governo sueco – SAAB AB (publ) – Aeronáutica com Diehl Defense GmbH & Co. KG, MBDA UK Ltd. e RAFAEL Advanced Defense Systems Ltd., e
  • Governo dos Estados Unidos – Lockheed Martin Corporation (Lockheed Martin Aeronautics Company) com Pratt and Whitney.

As propostas foram avaliadas rigorosamente em elementos de capacidade, custo e benefícios econômicos. A avaliação também incluiu uma avaliação do impacto econômico.

Nas próximas semanas, o Canadá finalizará as próximas etapas do processo, que, com base em uma análise mais aprofundada das 2 propostas restantes, pode envolver o prosseguimento das negociações finais com o licitante melhor classificado ou a entrada em um diálogo competitivo, em que os 2 licitantes restantes teriam a oportunidade de melhorar suas propostas.

O Governo do Canadá continua a trabalhar para a adjudicação do contrato em 2022, com a entrega das aeronaves já em 2025.

Saab Gripen na DEFSEC2021

Mockup do F-35 com as cores do Canadá

Fatos rápidos

  • Esta aquisição é o investimento mais significativo na RCAF em mais de 30 anos e é essencial para garantir a segurança e proteção dos canadenses e cumprir as obrigações internacionais.
  • O Governo do Canadá lançou um processo competitivo aberto e transparente para adquirir novos caças em 2017.
  • As autoridades mantiveram amplo contato com fornecedores, incluindo as indústrias aeroespacial e de defesa canadenses, para garantir que estivessem bem posicionados para participar da aquisição.
  • Uma solicitação formal de propostas foi lançada aos fornecedores elegíveis em julho de 2019. Ela foi encerrada em julho de 2020.
  • A Política de Benefícios Industriais e Tecnológicos do Canadá, incluindo a Proposta de Valor, se aplica a esta aquisição. Espera-se que isso gere empregos de alto valor e crescimento econômico para as empresas aeroespaciais e de defesa canadenses nas próximas décadas.
  • Um monitor de justiça independente supervisiona todo o processo para garantir condições equitativas para todos os licitantes.
  • Um revisor independente terceirizado também foi contratado para avaliar a qualidade e a eficácia da abordagem de aquisição.

DIVULGAÇÃO: Governo do Canadá

- Advertisement -

26 Comments

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
carcara_br

Já considero uma vitória moral do Gripen E. Desbancou o F-18, e não apenas isso chegou num ponto da competição que as características técnicas são secundárias demonstrando a imensa capacidade do projeto frente aos 5ª geração.

Zeus

Colocação Perfeita!

Como diz a matéria, “as propostas foram avaliadas rigorosamente em elementos de capacidade, custo e benefícios econômicos. A avaliação também incluiu uma avaliação do impacto econômico.”

Portanto nos quesitos acima, inclusive capacidades de combate, o Gripen-E foi aprovado, empatado com o F-35.

Isto deve ser difícil de aceitar para os detratores do Gripen e as tietes do F-35.

Agora será a parte mais difícil, onde os EUA jogarão pesado com seu fortíssimo lobby político e seu poder econômico.

Last edited 1 mês atrás by Zeus
Luiz Trindade

Comentário perfeito do carcara_br e do Zeus. Vai ser dificil o Gripen levar…

GFC_RJ

Bem… EU acho o Canadá o maior estado-tampão do mundo… Só acho.

Denis

Putz! Para com isso, meu amigo!

Camargoer.

Olá Zeus. Discordo. A proposta da Boeing foi inferior à da Saab no FX2. No caso do F35, o Canadá já tem as parcerias consolidadas. Portanto, se o Canadá escolher o F35, será mais do mesmo. As empresas canadenses já tem o retorno garantido nas vendas do F35 para os EUA e outros países. Por outro lado, o F39 pode ser uma oportunidade para outras empresas e outros programas de OffSet. Seria efetivamente uma nova janela de oportunidade para outras empresas e outros empregos.

Denis

Comentário cirúrgico, nobre Carcará. Ficar no top 2 mostra a grande capacidade do Gripen.

Willber Rodrigues

Se o Gripen for mesmo o “azarão” e ganhar no Canadá, as chances dele ganhar na Finlândia, e em qualquer processo de compra depois disso, aumentam enormemente. Seria até bem possível um futuro Gripen na Colômbia.
Mas, embora torça pro Gripen, particularmente, ainda acho que vai dar F-35.

Denis

Ficou meio ambíguo, Willber. Você quis dizer que vai dar F-35 no Canadá, na Colômbia, na Finlândia ou nos três?

Willber Rodrigues

“Se” o Gripen vencer no Canadá, as chances dele vencer na Finlândia e, futuramente, na Colômbia ( mesmo que sejam Gripens usados e modernizados da Força Aérea Sueca, e não Gripens novos ) aumentam MUITO.
Aliás, se o Gripen vencer no Canadá, é mais uma carta na manga pra FAB convencer o GF a assinar o cheque pra um segundo lote.

Elias E Vargas

Voces estão preocupados com a vitória do F-35 (5ª geração), sobre o Gripen (4ª geração +), que desbancou os outros competidores, como o F-18. O “patinho feio”, depreciado, sem falar de outros comentá\rios mais maldosos. Esse é o avião que foi escolhido para a FAB, e as avaliações o estão qualificando-o como um dos melhores caças do mundo,. Só para comparar o unico caça que tem o display similar ao gripen é o F-35, sendo o do gripen criação brasileira.Vamos ter um pouco mais de fé nesse belo cisne que o Gripen se tornou.

Hellen

O Canadá vai de f-35 porque nos proximos 5 a 7 anos o Canadá tera a ameaça do Su-57 voando perto de sua fronteira e nada melhor que esta operando f-35 para contrapor os russo !!!

Andre

Se as entregas seguirem no ritmo das atuais, 1 aeronave a cada dois anos, não será um problema tão grande assim….

Rogério Loureiro Dhierio

Se fizerem um Hi-Lo com ambas propostas seria o ideal.

No projeto do F-35 já possuem participação.

Entrando no projeto do Gripen E, seria um Plus.

Agora pensem na dupla trabalhando juntas, F-35 e Gripen E.

Escoltados por HawkEyes!!!

Apenas pensem.

Emmanuel

Gripen nunca foi azarão.
Ele foi desenvolvido para ser ponta de lança. Para enfrentar a Rússia e vencê-la.
Os russófilos podem até não concordar mas isso não importa.
Importa o que o Gripen é, e ponto final.
E ele é gigante naquilo que foi desenvolvido para fazer.

carcara_br

Lá vem poluir o ambiente hehehe… que seja….

Last edited 1 mês atrás by carcara_br
Emmanuel

Verdade dói né…

carcara_br

Qual realidade? Q a Russia mantém uma indústria aeronáutica competitiva depois 30 anos da que da urss, contrariando as previsões de gente como você?

carcara_br

Abate o que precisa ser abatido, não pode ser iguais certos caças que pra colocar um míssil de desenvolvimento local primeiro você precisa ligar pros políticos do fabricante. Ou que vai enviar dados de telemetria pra aprimorar a experiência do usuário (É Windows agora ? kkkkk)

Last edited 1 mês atrás by carcara_br
Red Pill - 红色药丸

Nas Top Gun / Agressor nos anos 80, F-14 eram abatidos por F-5 com certa frequencia.

Allan Lemos

Torcerei para o Gripen, mas acho a vitória pouco provável. O lobby do Tio Sam já é muito forte com os aliados distantes, imagine com um país que é praticamente o irmão mais novo dos EUA.

EduardoSP

Não é só lobby. O Canadá e os EUA estão juntos no NORAD. Utilizar um equipamento comum facilita tremendamente a operação conjunta, especialmente com aeronaves que cada vez mais dependem da eletrônica e do compartilhamento de informações para atuar com eficiência, aproveitando as suas capacidades.

Leandro Costa

Eduardo, isso não se aplica porque o pacote de comunicações todo está sendo feito por empresas Canadenses justamente por esse motivo. E esse requisito já foi avaliado e aprovado pelo Canadá.

Nonato

Gripen com a mão na taça.
Mas, por mim, seriam 48 F 35, e 40 Gripen sendo 10 Gripen F fabricados pela Embraer.

Nonato

Assim os 48 F 35 só seriam usados em caso de necessidade evitando desgaste precoce e que esteja fora de combate na hora da necessidade.

Rodrigo LD

Qual o destino dos F-18? Agressor civis nos EUA??

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -