segunda-feira, novembro 29, 2021

Gripen para o Brasil

Comandante da Aeronáutica vai à Suécia para receber os primeiros 4 caças F-39 Gripen operacionais da FAB

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Caros Pilotos de Caça do Brasil

Escrevo para compartilhar o privilégio e a emoção de um momento único: estou, neste momento, voando sobre o Oceano Atlântico, em direção à Suécia, para receber, em nome da nossa FAB, os 4 primeiros F-39 Gripen do Projeto F-X2.

É um privilégio, como Piloto de Caça e Comandante da Aeronáutica, representar a todos que sonharam, desde o inconcluso Projeto F-X1, com este momento tão significativo. Sonharam e trabalharam para que o sonho se concretizasse.

O futuro realmente chegou e foi graças aos esforços e prioridades dos sucessivos comandos, de inúmeros militares e civis que entenderam a necessidade de novos vetores e de cada um de nós, herdeiros de Nero Moura.

Obrigado por me permitirem representar os sonhos de todos nós, neste momento de tanta importância.

À La Chasse! Senta a Púa!

Ten Brig Baptista Jr
Comandante da Aeronáutica
Piloto de Caça Brasileiro

- Advertisement -

170 Comments

Subscribe
Notify of
guest
170 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Zeus

Muito bom. Esperemos que agora cesse o mimimi das viúvas do F-18 e Rafale sobre prazo de entrega.

Nada de ameaçador aconteceu e nem acontecerá até a entrega da 36ª unidades ou além disso, como todos esperam.

Mais uma vez, Thank You Very Much Mr. Snowden!
A revelação veio no momento certo e direcionou a FAB à melhor e mais vantajosa escolha.

A FAB volta a operar caças novos, modernos e tremendamente capazes e passa a se destacar como a Força mais bem equipada e capaz.
E que tudo de certo para que um segundo lote seja encomendado.

Cristiano GR

Segundo lote acredito que será encomendado, mas penso que deve ser feito um novo negócio, para serem produzidos pela Embraer e com outro preço, pois já não teremos de pagar a transferência de tecnologia, apenas uma licença.

Fernando EMB

Parte do primeiro lote já será produzido (montagem, testes e entrega) pela Embraer.

Alexandre

Meu nobre entregando as 36 unidades sem atraso , eu já vou ficar feliz da vida pelo menos vamos ter um avião de respeito para defender nosso espaço aéreo , com todo o respeito ao velho mik modernizado , aos pilotos de caças da FAB , que são bastante profissionais , mas o F-5 , como todos nos sabemos contra caças mais modernos 4.5 ou 5 geração dificilmente vai conseguir bater de frente.

Jorge Knoll

-Caro Alexandre, não se registra atraso na entrega do Gripen, pois a compra dos caças é garantida por financiamento sueco, ao contrário de demais aquisições pelas FFAA, que dependem de verbas orçamentáris.

RenanZ

Quero compartilhar desta mesma esperança, mas só acredito em 36 até a última unidade ser entregue

Camargoer

Olá Zeus. Creio que a presidência nunca considerou o F18. Houve muita pressão na mídia mas desconheço qualquer movimento do governo brasileiro em direção da Boeing. A empresa chegou a contrate uma ex-embaixadora com executiva da Boeing no Brasil, Lembro que um dos principais requisitos da FAB era o acesso ao código fonte, algo que a Boeing nunca garantiu. O vazamento de Snowden efetivamente prejudicou o dialogo entre os presidentes do Brasil e dos EUA, inclusive resultando no cancelamento de uma visita oficial em Washington. Contudo, desconheço qualquer movimento da FAB ou da presidência em direção do F18, mesmo considerando… Read more »

Zeus

Prezado Camargoer, eis o que na época foi divulgado pelo Wikileaks: O então comandante da FAB, brigadeiro J.Saito, aparece em um despacho secreto da diplomacia norte-americana afirmando dar preferência aos F-18, aviões caça dos EUA. O telegrama secreto assinado pelo então embaixador americano em Brasília, Clifford Sobel, dizia que Saito tomou a iniciativa de ter uma conversa reservada em jantar no dia anterior com o general Doug Fraser, comandante do Comando Sul. Na conversa, Saito disse que “não existia dúvida, do ponto de vista técnico, de que o F-18 era o melhor avião”. “Voamos no equipamento norte-americano há décadas”, “E… Read more »

Camargoer.

Olá Zeus. Desconhecia este documento da embaixada dos EUA sobre o Saito. Obrigado. Vou procurar por ele para entender melhor o contexto. Valeus.

Agnelo

O contexto é bem simples.
Salto ensaboou os americanos.
Falou tudo q queriam ouvir, mas falta a transferência de tecnologia.
Cabe salientar, q o governo federal queria a seleção do Caça, já visando a segurança nos grandes eventos.
Só o Rafale e o F/A-18 estavam prontos para tal.
O Gripen, embora melhor q os outros em diversos aspectos importantes pro Brasil, não estava pronto.

Camargoer.

Olá Agnelo. Sua avaliação parece mais sensata. Eu não sei dizer se a FAB preferia o F18 (a impressão sempre foi que ela preferia o F39), mas fica claro que a FAB estaria incomodada com a ausência de garantias pela Boeing do acesso á tecnologia e ao código-fonte. A SAAB e a Dassault já tinham apresentado estas garantias.

Camargoer.

Olá Zeus. Encontrei um site que publicou o telegrama. Como está em português, fica a dúvida sobre o conteúdo. Vou reproduzir aqui para contribuir com o debate. 31/07/2009 20h42 VZCZCXRO1680OO RUEHRGDE RUEHBR #0952 2122042ZNY SSSSS ZZHO 312042Z JUL 09FM AMEMBASSY BRASILIATO RUEHC/SECSTATE WASHDC IMMEDIATE 4792INFO RUEHRG/AMCONSUL RECIFE 9789RUEHRI/AMCONSUL RIO DE JANEIRO 8046RUEHSO/AMCONSUL SAO PAULO 4373RHEHNSC/NSC WASHDCRUEKJCS/SECDEF WASHDC S E C R E T O BRASILIA 000952 NOFORN SIPDIS STATE FOR D, P, T, AND WHA E.O. 12958: DECL: 07/31/2019 TAGS: MASS, PREL, BR SUBJECT: COMANDANTE DA FORÇA AÉREA DO BRASIL PEDE GARANTIAS DE ESTADO QUANTO A TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA ATÉ… Read more »

JT8D

Não sei se você se lembra, mas o F/A-18 foi colocado na short list na última hora. O clima de já ganhou era tão escancarado que até pessoas que apoiavam o governo de então começaram inexplicavelmente a fazer elogios ao Super Hornet nas redes sociais. A Boeing sempre joga pesado nas frentes diplomáticas, econômicas e políticas, se é que você me entende. De repente até a secretária de estado Hillary Clinton começou a elogiar publicamente a Embraer, algo inusitado. Já estava tudo amarrado, incluindo a compra da Embraer pela Boeing. Mas depois das revelações do Snowden o clima de lua-de-mel… Read more »

Last edited 6 dias atrás by JT8D
Pedro Fullback

A tática era: transferir a tecnologia para Embraer e depois a Boeing iria comprar a Embraer. Ou seja, iria transferir tecnologia para ela mesma.

Camargoer.

Olá Pedro. Acho que não. A Boeing tentou comprar a aviação comercial da Embraer. A aviação de defesa e corporativa não seria vendida. Então, o conhecimento usado na fabricação do F18 continuaria na Embraer defesa no Brasil. Acho que se existisse uma relação entre o FX2 e a aquisição da Embraer pela Boeing, a Boeing teria desistido da Embraer após a escolhado F39

JT8D

Camargo, na verdade não foi assim. A Boeing queria a Embraer inteira. A restrição da venda da parte militar foi posteriormente imposta pelas forças armadas, exercendo o poder de veto conferido por sua golden share. O acordo imposto pelas forças armadas também impediu a venda da aviação executiva, para garantir a viabilidade econômica da empresa, já que o mercado militar é totalmente imprevisível e sujeito à pressões políticas

Last edited 6 dias atrás by JT8D
EduardoSP

É relevante ver a cronologia dos fatos. O Gripe foi escolhido no fim de 2013. A Boeing propôs a compra da aviação comercial da Embraer em 2018, após a aquisição do projeto Bombardier CSeries pela Airbus.
A proposta da Boeing tem a ver com a situação da aviação comercial, especialmente pela vantagem que a Airbus obteve ao comprar o CSeries. Não teve nada a ver com escolha feita pelo Brasil 5 anos antes.

JT8D

As conversas com a Boeing já vinham da época do FX-2. Tornar uma proposta pública é a última etapa de um longo processo de negociações sigilosas. Os elogios da secretária de estado americana à Embraer foram na reta final do FX-2. A Hillary Clinton chegou a dizer algo do tipo “eles são parecidos com a gente”. Suspeito, não? Busque na internet. Há acordos de cooperação Boeing-Embraer já em 2012. Mas tudo bem, quem quiser ficar com a versão oficial, sem problemas. Eu tenho olhos e ouvidos

Last edited 6 dias atrás by JT8D
JT8D
JT8D

Pois é, e a Boeing desistiu da compra da Embraer, não é mesmo? Não foi imediatamente após a definição do FX-2 porque esse tipo de movimento nunca é feito dessa maneira. Lembre-se que até hoje a Embraer processa a Boeing por quebra de contrato

Flanker

Então, tu está dizendo que a Boeing desistiu de comprar a Embraer porque a FAB não comprou o Super Hornet??

JT8D

Não Flanker, eu não tenho como fazer uma afirmação dessas. Eu acredito que as coisas são bem mais complexas. Mas na minha opinião, a exclusão da parte militar da Embraer pesou na decisão da Boeing. Era nítido o interesse da Boeing pelos programas militares, como o KC 390, por exemplo. Tanto que eles tentaram contornar o problema através de acordos de participação da Boeing na comercialização do cargueiro. E a compra do Gripen se tornou um obstáculo a mais para a aproximação entre Boeing e Embraer na área militar. Provavelmente eles avaliaram que a porta que eles pretendiam abrir para… Read more »

Last edited 4 dias atrás by JT8D
Denis

A Boeing NÃO ia transferir tecnologia nenhuma. Deixaram isto bem claro desde o início.

Camargoer.

Olá JT8D. Eu lembro que havia uma enorme pressão na mídia. Muita notinha, muita reportagem, muito zum-zum-zum. A pressão para que o F18 fosse anunciado em Washington, durante a visita de presente ao Obama foi pesado. Lembro até de acusações pesadíssimas contra o prefeito de S.Bernardo porque ele havia visitado a SAAB e acertou a instalação da fábrica de componentes estruturais em sua cidade. O problema sempre foi a questão do acesso ao código fonte do F18 que nunca foi definido pela Boeing.

Elias E Vargas

A defesa brasileira vai ter um belo presente de natal: O exército já de algum tempo com os “Astros 2020” e “Guaranis” agora ostentando um torre automática remax 3 e 4, a Marinha incorporando o seu primeiro submarino SBR e finalmente a Aeronáutica recebendu sua primeira esquadrilha de Gripens NG “Riachuelo”, sentindo o gostinho de carro novo, Uma defesa de primeiro mundo. Agora é esperar as “Tamandarés” e depois o SNA “Àlvaro Alberto” para nosso país voltar a ter o brilho que teve vo início do século XX.

Matheus Augusto

Ainda é muito pouco perto do que o Brasil precisa.

Heinz Guderian

É, mas é um começo, espero que não parem por ai

Jorge Knoll

o Comandante e assessores, só vão lá para receber diárias à custa do povo brasileiro.

claudio silvestte

Parabéns Comandante, “Senta a Pua”

Ivo Correia Lucena Filho

Parabéns, Comandante. É uma tamanha honraria. Te desejo um breve retorno ao nosso Brasil com os nossos quatro primeiros Carcaras.

Tomcat4,3

Senta a Pua !!! A FAB finalmente entrando no estado da arte da aviação de caça/ataque/superioridade aérea com aeronave multifunção .

Elden

Há muito tempo venho acompanhado. O momento finalmente chegou. Parabéns a todos os envolvidos nesse grandioso projeto!

Nilo

Parabéns FAB, o Brasil e a realização de um sonho.

images.jpeg
joel eduardo soares

Senta a Pua FAB !!!

Gelson

Bom dia! Importante momento para a FAB e o Brasil. Só gostaria que se fizesse uma pequena correção no nome do Brigadeiro que é Nero Moura e não Mero. Obrigado!

Henrique

“É um privilégio, como Piloto de Caça e Comandante da Aeronáutica, representar a todos que sonharam, desde o inconcluso Projeto F-X1, com este momento tão significativo. Sonharam e trabalharam para que o sonho se concretizasse.”
.
É uma droga que lembrar que o Gripen ja poderia ter ~20 anos de casa e isso não aconteceu por falta de visão de governantes (e tb corrupção)
.
Experiência que o Brasil teria operando o Gripen C poderia ter feito a E/F muito superior ao que é hoje.

Pedro Fullback

Na verdade, a nossa experiência ”perdida” foi com o caça AMX. O AMX revolucionou os aviões da Embraer, mas não demos continuidade no desenvolvimento de novos caças.

Henrique

Também… Essa do AMX consegue ser pior do que a do Gripen C (que eu especulei) pq País teve a chance, colocou as mãos nela e simplesmente largo ela como se fosse qualquer coisa em importância

Last edited 6 dias atrás by Henrique
Renato B.

Apesar de lamentar, eu acho que novos caças brasileiros seriam inviáveis. O mercado de produção de caças só encolheu depois disso. Os Europeus que tem experiência e dinheiro tem sobrevivido fazendo desenvolvimento em conjunto. A produção brasileira provavelmente teria que seguir o mesmo caminho.

Camargoer.

Olá Henrique. A história do FX é mais complicada. Primeiro, era um programa de US$ 700 milhões para adquirir um esquadrão de caças. Lembro que foram considerados o F39C e o Mirage2000 (com certeza), mas acho que o F18 e o F16 também estavam na lista final. Na época, comentava-se que o favorito da FAB era o F39C, provavelmente para serem montados na Embraer. O problema foi que a Embraer e a Dassault fizeram uma lambança para forçar a escolha do M2000 por meio de uma troca de ações, com a proposta dos aviões serem fabricados ou montados em Gavião… Read more »

Henrique

Só confirma o ponto que foi falta de visão (e tb corrupção)
.
(pedi nos deslikes… verdade doi né kkkk)

Camargoer.

Olá Henrique. Como o FX foi cancelado, é difícil imaginar que tenha havido corrupção já que nenhuma empresa ganhou o contrato. Sobre o FX2, foi aberta uma investigação que foi arquivada a pedido do próprio MPF, eu creio. Sobre a falta de visão, é uma boa discussão. Na época eu torcia pelo F39C e achava que ele seria a melhor opção, mas sempre achei o M2000 mais bonito que o F39C. Acho que a Embraer/Dassault atrapalharam o processo porque levou a discussão em torno do papel da Embraer. Lembro de uma entrevista de um oficial da FAB dizendo que a… Read more »

Flanker

“Experiência que o Brasil teria operando o Gripen C poderia ter feito a E/F muito superior ao que é hoje.’

Como assim? Não entendi.

Maurício.

Linda essa imagem do Gripen, pena que não dá para salvar.

Alexandre Galante

comment image

Maurício.

Valeu, Galante, vi que tem no Flickr da FAB.
Essa também é muito bonita:
https://www.flickr.com/photos/portalfab/51652450081/

Douglas Rodrigues

Como pode alguém dar deslike nessas fotos? São viúvas do F-18 e do Rafale?

Welington S.

Certeza que os deslikes é do tontokings amante da rússia lá.

Camargoer.

Olá Welington. Creio que sejam outras pessoas que não gostam do Galante….

Maurício.

Douglas, é o pessoal de mal com a vida, se você pergunta alguma coisa, leva deslike, se você responde alguma coisa, também leva deslike…rsrsrs

Camargoer.

Olá Maurício. Se a gente parabeniza um colega pelo aniversário… negativa. Se a gente pede desculpa por um erro, negaiva. Se a gente faz uma piada, negativa. Riso. Isso é pressão para a gente deixar de comentar na trilogia. Acho que não funciona. RIso.

Ted

É a turma do mst que bota fogo em floresta e carboniza animais.

Camargoer.

Olá Ted. Sobre o MST. creio que é preciso atualiza a sua percepção. Segundo o IBGE, 70% das propriedades rurais no Brasil são de agricultura familiar, ocupando cerca de 2% do território nacional (ou 23% da área cultivada). 60% da área é para plantar soja. O MST faz parte do grupo de agricultura familiar, que no fim é responsável pela produção da maioria da alimentação do brasileiro.

Ted

Camargoer! Tu vai pro céu, quanta bondade.

Camargoer.

Olá Ted. São dados do IBGE e da Embrapa, alguns colocados pelo Carvalho em outro debate. Eu me esforço muito para basear minhas análises em dados primários (ás vezes quando confio na memória acabo errando, mas sempre tem alguém que acaba corrigindo, felizmente).

wilson

Valeu, Camargoer! É isso mesmo! vamos confiar mais em nosso povo e menos em grupos econômicos que buscam “demonizar” os movimentos sociais.

Last edited 5 dias atrás by wilson
Camargoer.

Olá Wilson. O problema é que para cada comentário sem fundamento eu preciso de dois ou três dias para encontrar uma fonte confiável com dados corretos para demostrar o erro ou equívoco.

Marcelo Kerkhoff

Está conversa foi criada no governo do PT e assim como muitas outras informações sobre a agricultura, já foi desmentida. A agricultura familiar não contribui nem com 1/3 disso. A base da alimentação do Brasileiro, arroz, feijão e carne não é da agricultura familiar. Apesar de ser muito importante para a população, a agricultura familiar foi muito superestimada com o objetivo de criticar o agro. Como se não fosse 1 única coisa.

Camargoer.

Caro Marcelo. Os dados do IBGE são do Censo Agro 2017 e os dados da Embrapa são de 2016 e foram confirmados por um estudo da Nasa de 2017. Segundo estes dados, a soja ocupa 60% da área cultivada no Brasil e a cana cerca de 10%. A agricultura familiar 23%. Sobram uns 7% ocupado principalmente por milho e algodão. Sobre a participação da agricultura familiar na produção de alimentos, recomendo o artigo da Embrapa de 2020 “Artigo – Qual é a participação da agricultura familiar na produção de alimentos no Brasil e em Rondônia?”. Em média, a agricultura familiar… Read more »

Flanker

Olha, eu não sou agricultor nem conheço nenhum, mas arroz é produzido de forma extensiva, necessitando de muita água e grandes áreas de terra, em terreno plano. Portanto, não se enquadra em agricultura familiar. Carne de gado, para o comércio, se origina de produtores médios e grandes, também não se enquadrando em agricultura familiar. Já as carnes de frango e suíno são produzidas, em grande parte, em pequenos propriedades rurais , de forma intensiva, assim como a produção de ovos. Esses se enquadrariam em agricultura/pecuária familiar. Feijão, milho, batata, verduras e legumes podem ter origem tanto de grandes fazendas como… Read more »

Fernando EMB

Ótima notícia. Mas uma coisa é o recebimento cerimonial dos aviões, outra coisa é o recebimento de fato, e outra ainda a entrega das aeronaves a sua unidade operadora aqui no Brasil.

Matheus

Verdade, mas acho e espero que tenha o recebimento na cerimônia e logo em seguida serão embrulhados pro papai Noel entregar.

Fernando EMB

Veremos…

Vicente arlandis sala

Parabéns a FAB. Parabéns ao comandante. PARABÉNS ao BRASIL. estou muito feliz

Pitú

Parabéns ao governo do PT que decidiu (depois de 2 décadas de enrolação dos “governos de direita”) pela compra dessas aeronaves (depois da escolha técnica da fab). Parabéns aos governos do PT que depois da escolha técnica da marinha, enfrentando muitas forças poderosas contrárias, também fecharam negócio dos novos submarinos (inclusive o tão sonhado sub nuclear). Sei que é doloroso para muitos que tentam esconder a verdade, admitir que essas decisões estratégicas para as FFAA e para o Brasil só se deram nos governos do PARTIDO DOS TRABALHADORES. Obs: Podem iniciar os milhões de desmentidos, explicações, justificativas e etc e… Read more »

Tomcat4,3

O mais interessante é que ao menos 16 anos destes 20 por vc mencionados foram de governo PeTista e o FHC tbm não era de direita meeeeeesmo. Sendo assim a escolha 16 anos depois foi por conta de vcs na base do “antes tarde que ainda mais tarde”!!!rs

Flanker

Até aqui,não tinha um comentário político nesse tópico. Daí, aparece um vou corneta pra estragar e começar a encheção de saco.

Flanker

Boi corneta*

Pedro Fullback

Parece que é fácil fazer um avião! A Embraer é tudo que é hoje por consequência e não por um partido político. Os militares deram o início para a criação da Embraer, o ESTADO brasileiro financia o ITA para dar bons engenheiros a Embraer, o ESTADO brasileiro faz lobby para que as suas aeronaves sejam compradas pelas aeronaves da Embraer mesmo tendo aeronaves muito melhores, o ESTADO brasileiro financiou o programa AMX que ensinou muito a Embraer a fazer aviões com mais autonomia e com mais tecnologia própria. Precisamos mudar a mentalidade de que um presidente X ou partido Y… Read more »

JBS

Fullback

Muito bem dito!

saudações

Sequim

Ah para, né? Sem vontade política não se faz nada. Havia, por parte da MB a pretensão de se fazer o submarino nuclear desde os anos 1970, mas não havia a vontade política dos governos. O governo Lula foi sábio e trouxe o professor Mangabeira Unger como assessor especial da presidência da República e ele, com seu grande conhecimento de geopolítica, trouxe a vontade política para se fabricar efetivamente o subnucl para dentro do governo. Sem vontade política não se come nem uma mariola.

Camargoer.

Olá Pedro. È preciso acrescentar que o Estado também financia a formação de engenheiros aeronáuticos e engenheiros de materiais nas Universidades públicas. O ITA não tem capacidade de formar a quantidade de engenheiros necessários anualmente.

Fernando EMB

Já fazem muitos anos que o destino da maioria dos engenheiros formados pelo ITA não é a Embraer.

Nilo

Para onde esttão indo e porque? se puder responder te agradeço. É um investimento da população, que além do curso, os alunos são bem pagos para estudar.

André Bueno

Mercado financeiro.

Camargoer.

Olá André. Você tem razão. Muitos engenheiros vão para o mercado financeiro, além das grandes empresas (nacionais e multinacionais) mesmo para atuar e áreas um pouco diferentes daquelas de sua especialização. Alguns engenheiros também buscam o setor público, como receita federal e outros órgãos que oferecem bons salários.

André Bueno

Bom dia. Só para lembrar algumas: Materiais: DEMA e DQ (UFSCar), UFPB… Aeronáutica: EESC-USP, UFMG, UFABC… Todas públicas. Mas, como dito pelo “eminente” presidente de plantão, há pouca pesquisa nas instituições universitárias públicas.

Camargoer.

Olá André. Persistindo os cortes de verbas para a educação e pesquisa, daqui a pouco essa afirmação será verdadeira. Não vai ter pesquisa em nenhum lugar.

Nilo

Camargoer – André. 👍👍

Luís Henrique

Pitu, só para o seu aprendizado, PSDB significa Partido da SOCIAL democracia brasileira. Ou seja, democracia SOCIALISTA. Portanto, desde o fim do regime militar, somos governados pela esquerda. O FHC enrolou 2 mandatos e não decidiu. O Lula fez o mesmo, enrolou 2 mandatos e só foi decidido no governo da Dilma.

Sequim

Isso parece aquela discussão louca de dizer que o nazismo era de esquerda só porque tinha a alcunha “nacional socialista” no nome. O PSDB sempre foi um partido de direita. Quando foi criado, um de seus fundadores, Mário Covas, disse que a missão do partido era dar um “choque de capitalismo” no Brasil, e nos governos FHC o Brasil quase morreu eletrocutado.

Camargoer.

Olá Sequim. Nem gosto de lembrar daquela discussão. Isso sem falar em um comentário que dizia que o PT era nazista porque ambos eram “partidos dos trabalhadores”… riso. Lembro bem da frase do Mario Covas na campanha presidencial mas a criação do PSDB era para preencher um espaço de centro-esquerda inspirado na social-democracia europeia. É preciso lembrar que o PSDB fez uma dobradinha com o PFL exatamente para ocupar a centro-esquerda (tucanos) e a centro-direita (liberais). O partido passa a se deslocar para a direita a partir do momento que o PT ganha a presidência com José de Alencar como… Read more »

Flanker

Sequim e Camargo, tenho aversão à discussões políticas aqui, mas as vezes, tenho que colocar algumas coisas. No caso de vocês debatendo se o PSDB é, ou não, de esquerda, não esqueçam da possível chapa no ano que vem, entre Lula e Alckmin…

Last edited 5 dias atrás by Flanker
Camargoer.

Olá Flanker. RIso. Neste caso ficou complicado porque dizem que o Alckimin deixará o PSDB para ir para o PSD do Kassab, que estaria á direita do PSDB de Covas, mas á esquerda do PSDB do Doria. Riso. Eu creio que são baixas as chances do Alckimin compor a chapa com Lula, mas não impossível, a não ser que isso esteja em um acordo maior por exemplo para viabilizar a candidatura de Haddad ao governo de SP. Teria sido possível uma chapa Ciro-Lula, mas acho que Ciro exagerou nas críticas. Uma ideia diferente seria uma chapa Lula-Manuela. Ela é do… Read more »

Flanker

Camargo, o que eu quis dizer é bem simples: ideologia é o que menos importa. O que interessa, mesmo, é poder e voto…..independente de quem for, se alia com o capeta se for preciso, para se eleger. Burro é quem discute e briga por conta de política e por políticos.. ..

wilson

Mas então, Luis Henrique, o nosso atual morador do Alvorada, eleito pelo PSL – Partido SOCIAL Liberal, também é de esquerda.

Camargoer.

Olá Colegas. Fiquei com a impressão que aquele teaser da SAAB eram sobre estes quatro F39E. Fiquei com a impressão que os quatro aviões virão juntos.

Alexandre

Boa tarde Camargoer. Também espero ansiosamente por isto, mas até lá;Parabéns FAB

Leandro Costa

Aquele teaser eu já imaginava se tratar dos Echo mesmo. Finalmente acrescentando o Brasil de forma ‘operacional’ na família de usuários de Gripen. Agora também acredito que os quatro poderão vir juntos agora no início de 2022 ao invés de dois agora e dois no primeiro semestre do ano que vem.

Camargoer.

Olá Leandro. Acho que vai ser isso mesmo. Eu não lembro do cronograma de entrega do F39F. Suponho que serão os últimos deste primeiro lote.

wilson

Me parece que só não virão os 4 juntos por questão de segurança.

Camargoer

Olá Wilson. Acho que existe a chance real dos quatro serem transportados juntos. A cada novo comunicado da FAB ou SAAB a gente precisa rever o que havia sido combinado porque eles vão mudando.

Gilson

Que esse segundo lote de Gripen, possa ser contemplados pelo o menos uns 15 a mais para a Marinha do Brasil.

Satyricon

Gilson, a MB tem outras prioridades

( O recebimento dos S2 turbo trakers, por exemplo)

Renato B.

E eles vão servir para quê? Os submarinos eu até entendo, mas esses S2?

Satyricon

Nada

Flanker

A MB precisa de navios de escolta em quantidade e qualidade, navios caça-minas, navios-tanques, de apoio logístico, navios-patrulha, helicópteros novos para substituir os IH-6B e os UH-12, etc…..avião de caça é o que a MB menos precisa.

Mk48

Exatamente!

Funcionário da Petrobras

Gilson.

Não há por que a marinha operar aeronave de caça sem ter navio aeródromo.

Esquece essa história, não faz sentido. Agora, aeronaves do tipo P8 Poisedon seriam muito bem-vindas.

Quanto ao segundo lote, só acredito vendo.

Last edited 5 dias atrás by Funcionário da Petrobras
Roberto

Interessante que o Gripen tem o que parece ser um para-sol preso ao canopy, provavelmente para o painel de instrumentos.

*

F-16
C-130
FAB
USAF

Maurício.

Roberto, olha só uma matéria de 2002 da revista força aérea, sobre o F-16 para a FAB, acho que você está preso no tempo, deve estar ainda em 2002…É brincadeira Roberto, seu amor pelo F-16 já deve ser bem antes de qualquer F-X.

20211122_131033~2.jpg
Roberto

Poxa…essa eu não tinha visto! Muito bom Maurício.
Na verdade, gosto dele desde 1974 quando vi uma foto a primeira vez.

Qual é o número dessa revista?

Maurício.

Número 27, Jun/Jul/Ago de 2002.
Comprei na BACO em 2003 num portões abertos.

20211122_131058~2.jpg
Camargoer.

Olá Mauricio. Olha a foto do “Louro José”. Pena que não foi preservado. Essa pintura comemorativa fez sucesso.

Maurício.

Camargoer, ele escoltando a seleção em 2002, coisa linda.
https://youtu.be/mK5972a4YdE

Camargoer.

Olá Maurício. Eu curtia demais o “Louro José”.

Leandro Costa

Eu acho que ainda tenho essa revista hehehehe

Flanker

Eu tenho TODAS as edições da Revista Força aérea e da Asas. Muitas edições de Tecnologia&Defesa, Segurnaça&Defesa, Flap, Aeromagazine, dezenas e dezenas doa fascículos Aviões de Guerra, entrw muitas outras ré listas, livros, etc…. no total são mais de 700 exemplares de diversas publicações.

Camargoer.

Olá Flanker. Que legal. Podíamos fazer uma vaquinha para contratar a digitalização deste acervo e disponibilizar em um site de internet. Eu não tinha tantas revistas assim, mas acabei doando para meu sobrinho que teve um surto de entusiasta há uns 15 anos atrás.

Camargoer.

Olá Flanker… falou em vaquinha o pessoal negativa mesmo. riso

Mariana

Boa notícia! Parabéns para mim!

Adeilton

Parabéns a Presidenta Dilma!!!!!

Rafael

Ela está de aniversário?

Ted

Tchau querida

Affonso Henriques Rodrigues de Sousa

A Força Aérea sempre entendeu que obter capacidade sempre foi maior do que a simples aquisição de vetores, sejam eles quais forem.
Assim, munidos dessa vontade, estamos chegando a uma das partes mais importantes de mais uma brilhante obtenção para a aviação de caça da FAB.
A entrega de vetores que comporão a esquadrilha primeira de F 39, de alerta para a manutenção da soberania nacional.
Parabéns Ten Brig Batista Jr, parabéns Brasil.

Edgard

Não se esqueçam de quem tomou as iniciativas dessa modernização!

Leandro Costa

A FAB na década de 1990?

Camargoer.

Olá Leandro. A modernização dos F5 começou em 2001, quando o primeiro avião foi enviado para a Embraer para servir de protótipo (na época era o F5BR). Ele foi entregue modernizado em 2005. O últimos dos 49 F5 modernizados foi entregue em 2020. Como o programa FX estava sem perspectiva de desfecho, a FAB decidiu modernizar os F5 ao menos como uma solução tampão até a chegada dos novos caças. È preciso lembrar do fiasco da FAB na primeira Cruzex, quando o jogos precisaram ser interrompidos no primeiro dia e reiniciados porque pelas regras, a força aérea francesa havia derrubado… Read more »

Flanker

Acho que o Leandro se referiu à modernização da FAB como um todo. Mas, especificamente quanto à modernização dos F-5, ela começou a ser pensada e gestada pela FAB ainda na segunda metade da década de 1990. Outro projeto, a substituição dps F-103, entrou no Plano Fênix, na primeira metade dos anos 1990. Só depois virou o projeto F-X.

Camargoer.

Olá Flanker. Você tem razão ao lembrar do “Plano Fênix” na década de 90. Pelo que lembro, os requisitos do FX eram de 1995 ou 96, e a short list de 1998/99. O “Fênix” também incluía a aviação de transporte. Após 20 anos, com a entrada em serviço do C105, do KC390, do F39E/F, dos P3M e dos A29, parece que o ciclo de modernização da FAB está se fechando. Acredito que tanto a FAB quando a MB tem um problema estrutural que é a obsolescência em bloco. Os grandes programas militares da década de 70 refletiram na obsolescência dos… Read more »

César Antônio Ferreira

Ué, não viriam boiando?

Flanker

Tu viu em algum lugar a informação de que eles não virão de navio?

Funcionário da Petrobras

César.

Onde está escrito no texto que virão “flutuando”?

Tejas

Só esperamos que um próximo lote já seja um projeto de 5 geração avançada!

Last edited 6 dias atrás by Tejas
Gilson

Eu não entendo porque alguns comentários são contra a Marinha do Brasil, adquirir novos caças, ex: Gripen, se ao meu ver seria uma força aérea naval bastante óbvia para defender seus navios em litoral. Aí vem os contras dizendo a isso não é prioridade, prioridade são os traker. Na minha opinião armamento de forças armadas não deveria descartar prioridades e sim fazer uma análise igual estão fazendo na defesa anti-aerea, das forças e na substituição dos tanques leopardo do EB. E porque não os Gripen, na marinha? os contras acham que não é prioridade, prioridade são os traker, bela réplica.… Read more »

Maurício.

Gilson, os atuais navios de combate da MB já estão na “capa-da-gaita”, a prioridade da MB é adquirir fragatas e corvetas(fora os subs), e na minha opinião, mais patrulhas, com a desativação do São Paulo, fica difícil tentar priorizar algum tipo de caça para a MB nesse momento, só vejo notícias da MB desativando algum navio, repor que é bom, nada!

Satyricon

Gilson,
Vc não percebeu, mas fiz uma piada. Tivesse vc algum conhecimento do assunto, teria percebido isso.
Pelo visto vc é novo por aqui (e um tanto mal educado, diga-se), então vamos deixar passar esse seu “lapso”.
Mas fica a dica: leia sobre o assunto, aprenda sobre o tema e, principalmente, preste atenção aos argumentos dos demais colegas. Tente manter um debate construtivo.
Temos floristas de alto nível, técnicos, alguns até egressos das forças armadas, que nos presenteiam diariamente com um pouco de sua sabedoria.
Vamos tentar manter assim.

Gilson

Satyricon, mal educado é vc, eu em momento algum citei o seu nome no meu comentário, falei apenas os contras, se a carapuça serviu pra vc, sinto muito se me desculpa, agora vc, falar que eu não tenho conhecimento no assunto, quem é vc, pra ficar julgando as pessoas e comentando sobre meu respeito. Se eu comentei sobre os contras em a MB, adquirir 15 ( quinze ) Gripen, qual o problema. A gora na hora quando aparece uma reportagem dizendo: sobre qualquer país da América do Sul, que adquiriu armamentos sofisticado aí vem um monte de gente dizendo um… Read more »

Satyricon

Escreve bobagem, finge de sonso, toma um pito, e depois banca o ofendido?
Cresça

Flanker

Meu caro, esquece essa história de Gripen na MB!! É sandice total!! A MB não tem navios e submarinos suficientes e você acha ótima a ideia de gastar a merreca disponível para aquisição de meios em caças? A MB precisando comprar caça-minas e navios de varredura e vc quer comprar caças? A MB precisandocadquiror mais que as míseras 4 FCT e vc quer comprar caças? A MB precisando substituir ao redor de 30 helicópteros (IH-6B e UH-12) e vc quer comprar caças? Eu e outros te explicamos os motivos de ser uma sandice a MB adquirir caças no curto e… Read more »

Flanker

Meu caro, eu sou um dos que são contra. E escrevi o porque. E não é pelo Trader. A MB não consegue manter e operar mais do que 6 AF-1M!! F-39 só depois que a MB cuidar das coisas de Marinha (navios). Depois, quem sabe….

Last edited 6 dias atrás by Flanker
Camargoer.

Olá Flanker. Minha sugestão é a MB doar os aviões para o EB abastecer os pelotões de fronteira.

Victor Filipe

Entre Gripen e F-18 é difícil não escolher Gripen, mas uns F-18 Block III ou principalmente E/A-18G seriam muito bons também, não acredito que tinha escolha ruim no FX-2, apenas escolha mais adequada.

Cláudio AlfaZebra

E praticamente unanime pelos comentários aqui a necessidade de um segundo lote de outros pelos 36 caças adicionais, se bem que já conhecidos meus na FAB hoje na na reforma e claro, que me citaram um total de 108 necessários, se bem que o número seria de pelo menos cerca de 120 unidades. Vamos aguarda para ver, pois levando em conta parâmetros de população x unidades seriam na realidade 110.

Agnelo

108 a 120 Gripen estao para a FAB, assim como a 2ª Esquadra está para a MB, e mais uma Bda Av Ex, mais uma Bda AAAe e 2 Bda Inf Mec a mais q o previsto estão para o EB…. Delírios de um governo q administrava o país sem o menor pudor para tratativas com interesses privados….. Por isso temos efetivos q cresceram tanto e meios q não foram substituídos oportunamente. Com a disponibilidade do Gripen em voar, com sua manutenção “barata” e menos complexa, aliado a meios não pilotados, é muitíssimo provável q teremos de 60 (muitíssimo provável)… Read more »

Luiz Antonio Mendes de Resende

Compilation e espaço de ampliação tecnologica. É tudo de bom , assim como as construções de mini pistas para lançamentos e camuflagens ! PARABÉNS.

Adair Storck

Comandante é um momento único: a Força Aérea Brasileira terá aviões de última geração para defender o solo e mar brasileiros.
Lembre de agradecer a Sra. Dilma Rousseff na hora de receber estes modernos caças Grippen que alcarao o país para outro nível em tecnologia. Aquela senhora que vocês das FA foi acusada de pretensa retaliação contra os membros das FAs.
Se possível Senhor comandante, declare a bom som que o Sr. Lula nunca interferiu nesta transação e, mais, criminosos foram aqueles que o acusaram de buscar propina nesta transação.
Assim farás justiça, Comandante da Força Aérea Brasileira.

Nilo

Dilminha, a birutinha, a sem noção, do outro lado também tem, PT esconde a Dilma.

Flanker

Outro!!! Que papagaiada!!

Grifon Eagle

Que receba muito bem, serão muito bem vindos os nossos caças F-39 Gripen NG. Que o primeiro lote de 36 caças Gripen seja concluído ainda nesta década.

Pavan

👏👏👏👏… Que o contrato se cumpra é que um novo lote seja solicitado, agora pra completar as forças só falta a Marinha comprar um caça a altura independente de ter porta aviões ou não !

Adriano Madureira

Que boa notícia ! Então ao contrário do que se falou o Brasil receberá mesmo os quatro e não duas aeronaves no fim do ano e mais duas no começo do outro…

Camargoer.

Olá Adriano. A primeira informação era que seriam 2 aviões agora no fim do ano e outros 2 no primeiro semestre de 2022. Depois, houve um rumor que os quatro viriam no próximo ano. Considerando que o navio leve um mês para sair da Suécia e chegar no Brasil, fico com a impressão que os quatro virão juntos no começo do ano que vem, entre janeiro/fevereiro.

ADRIANO MADUREIRA

A chegada e desembarque dessas aeronaves será um evento, já pensou quatro Gripen-E sendo levado do Porto, andando por um pequeno trecho de rua até o hangar do aeroporto?! Será uma bela imagem.

Camargoer.

Olá Adriano. Espero que algum colega esteja lá para tirar algumas fotos bem legais. Já me coloquei á disposição da Trilogia para acompanhar a entrega dos SBR. Precisamos de alguém para estar de plantão na chegada dos F39E

Adriano Madureira

Com certeza ! Acho que é algo de uma importância enorme a chegada dos Gripen-E, tem que serem fotografados, filmados e vistos pela sociedade.

Tivemos a ida dos Dijon Boys para nos trazer os Mirage para a FAB. infelizmente naquele tempo, não havia a possibilidade de uma aproximação com o público, fora que vieram por transporte aéreo, por aeronaves Hércules C-130 para a BAAN e nenhum civil os viu.

comment image
comment image

Matheus

Avião esse comprado pelos comunistas do PT

Sequim

Verdade. Por falar nisso, cadê os CCs, a artilharia de tubo, e os demais modernos armamentos que viriam do Tio Sam em razão da estreita amizade do Trump com o Capitão Tá Ok? O Brasil recebeu alguns itens em doação e, misteriosamemente , não se fala mais disso e nisso. Acalma-te. Em 2023 as FAs, que pertencem ao POVO brasileiro voltarão a serem prestigiadas.

Last edited 5 dias atrás by Sequim
Sequim

Essa minha postagem foi em resposta à uma postagem do Sr. Agnelo. Misteriosamente virou resposta aoo

Camargoer.

Olá Sequim. Isso ocorre quando os Editores excluem algum comentário que extrapolou.

José Cláuver de Aguiar J.Cláuver

Tudo muito bom e interessante. Somente acho que ir à Suécia para receber esses aviões, não é missão de um Ministro; o prestígio da FAB e do Brasil subiria se se mandasse um Coronel Aviador Comandante de Grupo para recebê-los.

Rinaldo Nery

Coronel Aviador é cmt da ALA, e Ten Cel Av é cmt de Esquadrão.

L G

Almirante de 4 série o que ele fez com a Embraer no caso do kc 390 e de um amadorismo terrível. Mas vamos enfrente.

Flanker

Almirante?? Na FAB??

Reinaldo Deprera

São Paulo, Vlla Ré. 1989 A Rua Renato ainda era de terra, não havia muro que separava a rua do “guilo do tem” (trilho do trem). Entre o metrô Patriarca e o Guilhermina-Esperança uma criança colocava bombinhas em cada um dos furinhos de um grande formigueiro entre os trilhos da CPTM e o muro do metrô. Na sua mão esquerda ele carrega um avião de papel, na direita um isqueiro que ele pegou escondido de sua mãe. Quando tudo está pronto, ele chama alguns colegas mais próximos, dos quais ele não tem vergonha, porque já sabem que ele é louco… Read more »

Adelmo Rodrigues de Sousa

Quando ingressei nas fileiras da FAB, em 13 de janeiro de 1970, tive o privilégio em saber que, há poucos anosantes, o governo havia comprado: 45 jatos F5 Tiger e 16 Mirages e agora, me vem a informação de que, estamos recebendo, aos poucos novos jatos Gripen, F 39, para renovação da frota de jatos, da nossa querida e nunca esquecida Força Aérea Brasileira!!!

Flanker

Meu caro, permita -me uma pequena correção: os F-103 Mirage foram adquiridos (contratados) em maio de 1970 e recebidos em 1972, enquanto os F-5 Tiger II foram adquiridos em 1973 e recebidos a partir de 1975.

Roberto Santos

É necessário um General Comandante de força com toda comitiva ir receber esses 4 aviões ? A nação ficaria agradecida se o adido aeronáutico recebesse. Quantos dólares gastos nessa viagem boba e caríssima. Não aprendemos mesmo, parece uma nação rica, vergonha.

Yuri Dogkove

Poderia aproveitar a viagem e já ir tratando de uma possível compra futura de mais lotes!

Yuri Dogkove

36 + 12! É o mínimo que se espera…

Flanker

Já assisti muitas e muitas operações de pouso e decolagem na BASM/Ala 4, mas ontem de noite foi bem bacana. Assisti, a uns 50 metros da pista, a decolagem do KC-130M 2462, seguida da decolagem de um F-5FM (a decolagem full PC, à noite, é muito bonita), seguido de um A-29A e um A-29B. Em seguida declaram mais F-5M e A-1M, mas eu já havia saído.
Outro dia, assisti a decolagem, na sequência , de 4 A-29, 4 A-1M e 4 F-5M, mais o KC-130M.

Last edited 5 dias atrás by Flanker
Camargoer.

Que legal. Conseguiu alguma foto bonita?

Flanker

Camargo, eu até tiro fotos, mas prefiro assistir e aproveitar o momento, do que me preocupar em enquadrar, fotografar, etc….prefiro assistir e ouvir….o som do motor do A-1, principalmente em dia com unidade alta no ar, é fantástico! Reverbera e tu sente a vibração do ar. Já o F-5 é um ronco mais potente, com menos reverberação e mais decibéis….um som rasgado, digamos assim. Nos tempos dos Mirages, o III fazia um barulho absurdo!! Muito alto e vibrante! O M2000 ( cujo primeiro contato ao vivo tive em 1997, na operação Mistral, aqui em SM) também muito alto, mas mais… Read more »

Last edited 5 dias atrás by Flanker
Camargoer

Oi Flanker. Que legal. Por algum motivo, a FAB tem o hábito de voar com o A29 e o T27 perto da minha casa, acredito que vindo de Pirassununga, as vezes uns 300 ou 500 metros. Queria ter ouvido os F103.

Flanker

Dependendo de onde tu mora, pode ser próximo de alguma área de treinamento da AFA e do EDA .
Quanto aos F-103, eram aeronaves muito elegantes. Impressionavam pelo porte, quando vistas de pertinho. Mesmo parados, hangarados, eram impressionantes. Mas, quando “acordados” é que se mostravam por completo.

Last edited 5 dias atrás by Flanker
Gilson

Tenho direito de resposta fui ofendido ( sonso ), pelo comentário do Satyricon.

Flanker

UE.. .então responde!! Ao invés de pedir o direito de resposta, já dá a resposta é pronto!

Satyricon

Gilson, vamos lá, é só clicar na setinha curva, onde está escrito “responder”, abaixo do posto que vc quer comentar e/ou responder.
Assim sua resposta fica logo abaixo do posto original, não ao final de todos os outros comentários. Fácil, fácil.

Satyricon

A propósito, por acaso o “Pensam muito baixo” é o que, um elogio ou uma ofensa?
Daí o termo “sonso”.
Passar bem.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

25 anos entre o primeiro programa FX e as primeiras entregas de operacionais.

Uma vergonha!

Últimas Notícias

Nova foto do caça furtivo embarcado J-35 da China

Vazou uma nova foto do caça embarcado furtivo J-35 da China, que voou no final de outubro. Na imagem,...
- Advertisement -