terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Caça F-35B britânico cai no Mediterrâneo

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O secretário de Defesa do Reino Unido disse que os voos do F-35 continuarão, após o piloto do jato da RAF do porta-aviões HMS Queen Elizabeth ser ejetado durante atividade de rotina

Um piloto britânico de F-35 voando do porta-aviões HMS Queen Elizabeth teve que ejetar durante uma operação de rotina no Mediterrâneo, disse o Ministério da Defesa (MoD).

O piloto foi resgatado, mas o jato stealth de £ 100 milhões caiu no mar durante o incidente, que ocorreu por volta das 10h, horário do Reino Unido. Nenhuma outra embarcação ou aeronave foi envolvida, disseram fontes da defesa.

O acidente ocorreu logo após a decolagem do F-35, disse o secretário de Defesa, Ben Wallace, mas, apesar do incidente, outros voos operacionais e de treinamento envolvendo os jatos estavam em andamento no momento.

Um porta-voz do MoD disse: “Um piloto britânico de F-35 do HMS Queen Elizabeth foi ejetado durante operações de voo de rotina no Mediterrâneo esta manhã. O piloto foi devolvido em segurança ao navio e uma investigação foi iniciada, portanto, não seria apropriado comentar mais neste momento.”

Uma prioridade imediata é a recuperação dos destroços, com o Reino Unido empenhado em garantir que a aeronave perdida não acabe nas mãos de um estado hostil como a Rússia.

O HMS Queen Elizabeth está retornando ao Reino Unido após um longo desdobramento que o levou através do Oceano Índico ao Pacífico e de volta. Oito F-35Bs britânicos e 10 dos EUA estavam a bordo antes de quarta-feira.

A Grã-Bretanha concordou em comprar 48 F-35Bs da empresa de defesa norte-americana Lockheed Martin, a um custo de £ 6 bilhões até 2025. Destes, 24 foram entregues.

É o primeiro acidente envolvendo um F-35B da RAF, embora tenha havido um punhado de acidentes anteriores envolvendo os caças nos últimos três anos. O acidente mais semelhante aconteceu em setembro de 2018, envolvendo um F-35B, quando o piloto, um fuzileiro naval dos EUA, foi ejetado na Carolina do Sul. Tubos de motor defeituosos foram responsabilizados.

Os jatos do HMS Queen Elizabeth já participaram de ataques contra os remanescentes do Estado Islâmico no Iraque e na Síria.

O acidente será investigado pelo Departamento de Investigação de Acidentes de Defesa, o que geralmente leva várias semanas antes de produzir um relatório inicial. Um relatório final normalmente leva cerca de um ano para ser concluído.

FONTE: The Guardian

- Advertisement -

167 Comments

Subscribe
Notify of
guest
167 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
sub urbano

Menos um pra agredir a China.

Saldanha da Gama

.

Last edited 2 meses atrás by Saldanha da Gama
Jose Dasilva

Pra? O português PARA alguns é uma tarefa àrdua.

Last edited 2 meses atrás by Jose Dasilva
Sincero Brasileiro da Silva

Lugar de “professor” é na sala de aula! Por isso que a taxa de analfabetismo no Brasil é alta… Por conta de “professores” como você, que aderem à evasão escolar.

Flanker

Baita desculpa a sua….desculpa de quem não sabe escrever! O idioma é feito para ser bem falado e bem escrito. Ponto!! Quem não o faz, é por preguiça ou porque não sabe, mesmo.

André Macedo

Faltou a letra maiúscula após as reticências, Professor Pasquale, tá apontando o dedo mas nem você sabe escrever.
O idioma admite norma culta e inculta, compreender é o suficiente e ninguém precisa escrever uma monografia numa área de comentários, tente parecer superior em algo realmente útil.

Flanker

Kkkkkkkkkkkk. As reticiências foram usadas como uma pausa, não como divisão entre idéias diferentes. E eu não estou pedindo que escrevam de forma rebuscada. Estou pedindo que escrevam de forma coloquial, mas corretamente. O “trabalho” para escrever corretamente ou de maneira errada, é o mesmo. Inclusive, minha crítica não foi ao “pra”, mas à desculpa de justificar o erro como sendo o uso da linguagem popular. Pedir isso não é pedir que escrevam uma monografia! Finalizando, não me considero superior, só entendo ser muito mais agradável ler um comentário bem escrito do que outro, repleto de erros gramaticais.

Last edited 2 meses atrás by Flanker
André Macedo

Beleza, Professor Linguiça
“Tá tá tá tá tá”

Saldanha da Gama

Como vc fala bem o português….
擁抱

737-800RJ

Antigamente tínhamos apenas os fanboys dos Estados Unidos e da Rússia nas páginas de Defesa brasileiras. Hoje temos os fanboys da China e, ainda não sei o motivo, mas esses parecem ser os mais apaixonados.

Heli

Páreo duro saber qual dos três grupos de fanboys é mais fanático

Nonato

Quem posa de isentao certamente apoia o comunismo russo e chinês…

Heli

Não me julgue pois não me conhece. Voce gostaria se mesmo sem te conhecer te chamasse de bozominion ou de gado?

Last edited 1 mês atrás by Heli
Nonato

Muita grana rolando…

Red Pill - 红色药丸

Hahahaha

Giovanna Cristina de Souza Assis Rosa

Correto afirmar-se que a linguagem é como uma roupa que devemos trocá-la de acordo com o ambiente que estamos e com as pessoas que nos cercam, da mesma forma a moderna concepção de ensino busca afastar o denominado preconceito linguístico, posto que devemos respeitar as diferentes variações culturais e expressões populares regionais. Desta forma, impor conceitos e formalidades demonstram um exacerbado preconceito, posto que desmerecer alguém pelo uso de uma expressão erronea, não contribuí para um aprimoramento da língua mãe. Assim se estivessemos num evento oficial, numa palestra ou num colóquio de linguístas exigiria-se a formaldiade da língua portuguesa, porén… Read more »

Flanker

Concordo, Mas somente no seu comentário tem vários erros de gramática. Termos regionais é uma coisa….erro gramatical, é outra. Qual o problrma que vocês têm contra a escrita correta? Não estou pedindo que escrevam com termos rebuscados e cultos. Um dos maiores causadores desse amontoado de erros que se observa, é pela falta de leitura. Leiam, leiam muito. Qualqier coisa. Livros, revistas, hornais, panfletos, encartes comercias, até. Eles ensinam muito a maneira correta da escrita.

Red Pill - 红色药丸

Exato.

Flanker

🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️

Nonato

Como a trilogia permite esse tipo de comentário?

carcara_br

Piloto resgatado com vida, isso que importa, deve estar com a cervical destruída com o capacete pesadão do F-35, mas o importante que sobreviveu.

Nilo

momento do resgate

recup piloto ingles1.jpg
Tomcat4,3

Vou ali pegar a pipoca e a Coca Cola pois estou sentindo uma treta!!!!!

Paulo Roberto

Simm Kkkkkkkk
Falta só o nerd onanista fã do personagem do Maurício de Souza

carcara_br

Só pra deixar claro não compactuo com ataques pessoais e preconceituosos.

Antoniokings

‘Uma prioridade imediata é a recuperação dos destroços, com o Reino Unido empenhado em garantir que a aeronave perdida não acabe nas mãos de um estado hostil como a Rússia.’

Aí, os russos estão pensando: É sério isso.?

Romão

O Boris Jhonson é o Bonoro do primeiro mundo.

Patriota

Nos seus sonhos.
Boris Johnson protegeu o país durante a pandemia. Botou dinheiro na faculdade de Oxford para fazer a vacina da AstraZeneca. Lidou muito bem com as crises.
Diferentemente desse louco de pedra que pega dinheiro público e compra mansão pros filhos enquanto o país passa fome.

Leo Rezende

Me parece que o louco aqui é você…

Nonato

Exatamente.
Os zumbis de Ortega e Maduro acham que o povo é trouxa…

XFF

Ainda chamam ele de “Mito”.

Nonato

Assina: seguidor de Ortega e Fidel…

Leandro Costa

Os Russos não tem nada remotamente semelhante ao F-35B, que cairia como uma luva no Kuznetsov… Mas talvez apenas depois de 2023…

Maurício.

Leandro, discordo, os russos já tiveram o seu “F-35B”, só não era stealth, até os americanos foram lá pegar umas dicas, os mais zoeiros dizem até que ele é o pai do F-35B.

images (7).jpeg
carcara_br

luke, eu sou seu pai:

Maurício.

Não disse, sempre tem os zoeiros…rsrsrs

Tomcat4,3

Hauhauhauhauhauhauhau!!! E é o papai literalmente, principalmente do modo como o bocal do motor/escape torce e vira pra baixo, fora isso o que se tinha pra copiar era o motor Rolls Royce do Harrier e seus 4 bocais giratórios.

Leandro Costa

Pois é, mas o Yak-141 não existe mais, pelo menos não fora de um museu, e acho que fazem algumas décadas desde que ele voou pela última vez. Por mais que a propulsão seja passível de ser replicada, o resto não é, então já seriam necessários alguns muitos anos, talvez mais de década de desenvolvimento de uma aeronave inteiramente nova, stealth de verdade (porque não acredito que o Checkmate seja) com motorização nova, aviônica nova, tudo novo. E a Rússia simplesmente não tem grana para fazer isso acontecer. Pelo menos não sem um bom ponto de partida. Eu tenho uma… Read more »

Roberto

Eu tenho essa revista, acho que é uma com uns desenhos do Pete West sobre detalhes do avião.

Leandro Costa

Acho que é essa mesma, Roberto.

Jose Dasilva

Pelo que ja li esses avião russos de decolagem vertical era apenas demostradores de tecnologia. Nunca tiveram utilidada prática. O Harrier/Sea Harrier foi o primeiro realmente operacional.

Maurício.

José, o yak-38 foi um caça operacional, não era grande coisa mas ficou operacional durante um tempo.

Leandro Costa

Maurício, o Yak tinha seveeeeeras limitações em relação à tudo. Ele mal conseguia decolar com qualquer carga útil, por exemplo. De acordo com os próprios pilotos Russos, era mais para mostrar do que qualquer outra coisa, mas mesmo assim ficou em operação por anos. Havia a idéia de fazer uma versão que fosse pelo menos efetiva, mas ela nunca foi adiante, ainda mais depois do surgimento do Freestyle. Mas a URSS não durou tempo suficiente para nada disso acontecer.

Maurício.

Leandro, sim, era bem limitado, na verdade, era mais para mostrar que tinham, como você mencionou, muito limitado o coitado.

Bosco

Maurício, O sistema VTOL do F-35B é muito diferente do sistema do Yak-141. A única semelhança é a tubeira tipo 3BSM formada por 3 rolamentos assimétricos. O F-35B tem apenas um motor que gera empuxo tanto na saída dos gases quanto para o fan atrás da cabine. É um motor híbrido, que funciona tanto como um turbofan convencional quanto como um turboeixo ao mesmo tempo. Já o Yak-141 tinha 3 turbinas, a principal dotado de um tubeira orientável tipo 3BSM que funcionava tanto no voo horizontal de cruzeiro quanto no vertical e duas turbinas atrás da cabine exclusivas para o… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Bosco
carcara_br

Boscão,
acho que você omitiu uma parte importante da história do desenvolvimento do F-35, mas vou dar uma dica caso você tenha esquecido:
Dica 1:
A coisa em questão une o F-35, J-31 e Yak-141;
Dica 2:
Os americanos utilizaram o soft power pra conseguir explorando uma fragilizada e financeiramente quebrada Rússia pós soviética;
Dica 3:
Chineses utilizaram a abordagem mais tradicional da espionagem.
Dica 4:
Todas as matérias sobre o tema são extremamente vagas preferindo destacar as diferenças ao invés das semelhanças, ainda que a “coisa” em questão nunca tenha passado por um verdadeiro escrutínio técnico.

Last edited 2 meses atrás by carcara_br
Bosco

Não me ative à história do desenvolvimento do F-35B e sim às características técnicas dos dois aviões citados, que como citei, guardam semelhanças mas também, diferenças.
Se houve “soft power” ou “fragilidade” ou o que quer que seja não foi abordado por mim, portanto não omiti nada.

carcara_br

But what’s puzzling you
Is the nature of my game.

Bosco

Carcara,
Você fez uma pergunta lá no post do “Forte” sobre a mina russa. Passa lá!

Carlos Crispim

Perfeito, Bosco, é isso mesmo. Não conhecia esse Convair Model 200, mas me lembrou o Gripen, sem a tubeira móvel.

Last edited 2 meses atrás by Carlos Crispim
Bosco

Carlos,
E o interessante é que o Convair Model 200 é idêntico ao Yak-141, com 3 turbinas.

Roberto

Outro que é bem interessante é o Rockwell XFV-12.

Bosco

Também acho Roberto. Infelizmente estava 50 anos a frente do seu tempo. Talvez hoje tivesse mais sorte.

Maurício.

Bosco, são sistemas diferentes mas “semelhantes”, quanto a tubeira orientátel, já era uma ideia no convair, e poderia ser de domínio público, mas quem colocou a idéia na prática foram os russos, por esse motivo que americanos foram na Rússia pegar umas dicas.

Bosco

Não duvido! Logo após a dissolução da URSS houve uma salutar atmosfera que possibilitou uma extensa troca de experiências.
Por exemplo, os russos aproveitaram as melhorias realizadas no míssil Krypton adquiridos pelos americanos como míssil alvo.
Aliás, a humanidade há 100 mil anos vem trocado experiências e não seria diferente no caso da tecnologia de caças.

Bosco

Por exemplo, eu seria leviano se disse que por exemplo, o Su-75 copiou alguma coisa do finado F-32 ou mesmo do F-23, mas são muito semelhantes. Mas como diz um ditado: “o diabo está nos detalhes”
comment image?resize=810%2C615&ssl=1

https://1.bp.blogspot.com/_RagJ3TMape0/S94fBhAGTsI/AAAAAAAAAa8/Vg_CqALA7vw/s1600/X8082876-0.jpg

Bosco

Fiz um comentário mas tá no antispam.

Carlos Crispim

Os franceses estudaram VTOL nos final dos anos 50 e desenvolveram algumas aeronaves estrambóticas, os russos não foram os pais do F-35, apenas a versão Lightning II do F-35 é VTOL, mas não quer dizer que copiaram do Yak-141, tem um vídeo no youtube que afirma isso, mas é mera opinião do autor, se fosse dar os créditos seria para os franceses primeiro.

Sergio Machado

Não é zoeira. A Lockheed realmente comprou o projeto do Yak 141 por volta US$ 360M da Yakolev em 1992 ou 93, após o fim da URSS. O Yak 141 é o pai, senão o próprio F35 remasterizado. Claudio Luchesi,da Revista Asas, explica em detalhes o negócio. Recomendo a leitura ou o video no canal da Asas no youtube. Bem interessante.

Last edited 2 meses atrás by Sergio Machado
Maurício.

Sérgio, eu digo que é zoeira porque o F-35B pode ser “inspirado” no yak-141, ou alguns de seus conceitos, mas para ser o pai, aí já é demais….rsrsrs.
Quanto a revista asas, tive poucas, todas do início dos anos 2000, mas sempre percebi que eles gostavam ou sentiam um certo apreço pelos soviéticos, portanto, até podem dizer que o yak-141 é pai do F-35B, mas, não concordo.

SteelWing

Cara, acredito que o tal influenciou em grande parte, tanto no que fazer , quanto não o que fazer e ter um comparativo no que já estava sendo feito nos harries, com o que estava sendo desenvolvido pelos norte- americanos, com certeza a lockheed tirou valiosas lições. Só aqui mesmo, esses grandes engenheiros aeronáuticos daqui do blog, de um país que nunca consigo construir nenhum caça supersônico que desdenha da engenharia dos Russos e Chineses, sendo que nem os norte americanos da lockheed desdenham. Sempre procurando lições para melhorar ainda mais, e olha que os norte- americanos tem os melhores… Read more »

Bosco

Steel,
Parece que tem brasileiros nesse post que estão desdenhando da tecnologia americana . Dê uma olhada?
Ver esses “grandes engenheiros aeronáuticos daqui do blog, de um país que nunca conseguiu construir nenhum caça supersônico” desdenhando da engenharia americana não te incomoda não?
Você só se incomoda se a desdenha for sobre equipamento russo?

SteelWing

Cara, eu sempre digo que os caças norte americanos são os melhores,o benchmark. E nem dá pra levar a sério kings e outros, o que eu acho estranho é gente que demonstra ter conhecimento desdenhar, saca?

Rinaldo Nery

O Luchesi é casado com uma russa.

Maurício.

Rinaldo, então está explicado.

Flanker

Ela é russa? Pensei que era de algum dos outros países que compunham a URSS ou mesmo polonesa.

Maurício.

Flanker, dei uma pesquisada, o sobrenome Mamczur é mais comum na Polônia, já o Brediks é mais comum na Letônia, ela deve ser dessa região da Europa.

Bosco

Sergio,
A Lockheed pode ter aproveitado muito da experiência do bocal 3BSM da Yakolev mas o cerne do lift system do F-35B é o lift fan ligando ao eixo da turbina.

carcara_br

Na verdade foi a aeronave inteira que foi estudada, então estamos nos atendo ao detalhe que chama mais atenção, mas retoricamente assim como fazem com o J-31 eu poderia alegar que qualquer semelhança é uma “cópia”.
Se você achar interessante posso colocar a silhueta (da vista superior) das duas aeronaves ajustando a escala para que fiquem com dimensões semelhantes num soft de desenho e achar a diferença entre as áreas projetadas de cada aeronave, meio que fazendo um “índice de cópia de design”.
Muitas coisas… muitas coisas… esteves teria uma boa sacada pra dizer numa situação destas….

Last edited 2 meses atrás by carcara_br
Bosco

“Se você achar interessante posso colocar a silhueta (da vista superior)” Não precisa Carcara. Já conheço o desenho. Só um adendo, há uma diferença básica da empenagem com dois estabilizadores verticais do F-35 e do Yak-141. A do caça americano é inclinada de modo a favorecer as características de furtividade no aspecto lateral enquanto a do avião experimental soviético eram retas. Não dá para maximizar a furtividade com um caça com apenas 1 estabilizador vertical que invariavelmente tem que ser reto. Daí ter dois. Apesar de parecidos as soluções, o que pode levar a alguém achar que é cópia do… Read more »

Andre

Isso ai é tão pai do f35 quanto o 14 bis é pai do su57.

Antoniokings

E o que será que os russos vão descobrir com os destroços?
Por que o avião não funciona direito?
Por que ele cai toda hora?

Leandro Costa

Você pode me dizer quantos F-35 caíram e foram perda total por falhas de sistemas ou no geral?

Antoniokings

De 2020 para cá, creio que foram uns 3 ou 4.
Confirme aí.

Leandro Costa

Acho que foram quatro. No total do programa.

Quantos Sukhoi foram perdidos em acidentes desde que o F-35 voou?

André Macedo

Quanto foi investido nos Sukhoi e quanto está sendo torrado no Trambolhão?

Antoniokings

E o pior é que os F-35 são novos.
Imagine eles mais velhos (usados) ou, pior, em um ambiente de hostilidade em que muitas vezes as condições ficam aquém do ideal para operação.
Se hoje, esses aviões voam algumas horas e depois ficam um tempão nos hangares, imagine em uma guerra.

Patriota

Comandante da USAF falou que o F-35 é uma Ferrari. Não pode usar todo dia,apenas nos fins de semana.

Antoniokings

E olha que a gasolina tá cara pra caramba.
kkkkk

Flanker

Quem tem uma Ferrari não se preocupa com o preço dá gasolina…

Antoniokings

Depende.
Pois muitos desses vivem pendurados em empréstimos em bancos.
Até falir.

Leandro Costa

No final das contas é irrelevante. Se formos seguir essa linha de argumentação, a conclusão seria de que a Sukhoi precisaria ter gasto mais dinheiro para fazer com que sua aeronave caísse menos, ou que o F-35 poderia gastar mais dinheiro ainda (o que seria ainda mais absurdo) para deixar de cair de vez, ao invés de se atentar para os diversos fatores que contribuem para a queda de uma aeronave, que é o que gente séria faz.

Antoniokings

Para vc ficar um pouco mais animado.
Parece que parlamentares suíços vão investigar o processo de escolha do F-35 pelo Governo.
Vão investigar a legalidade, a conveniência e a lisura no processo de escolha.
Será que rolou uma ‘grana’ na escolha do avião?
A L.M. (e os americanos em geral) tem fama de se utilizar desse tipo de procedimento.

Leandro Costa

Para mim isso é absolutamente irrelevante também.

Flanker

“3 ou 4”, em uma frota de mais de 500 aeronaves já entregues, é um número bem razoável……

Luiz Machado

Talvez consigam entender um pouco como funciona a tecnologia furtiva(vendo o Su57 percebemos que eles não dominam esta tecnologia), ou talvez tentem encontrar um motor(ou destroços dele) para verem de perto um motor moderno, o do Su-57 até hoje não ficou pronto.

Antoniokings

Prezado.

Acho que os russos estão bastante satisfeitos com o que têm.
Pelo menos voam sem cair toda hora.

Leandro Costa

O que aconteceu com o primeiro Su-57 de série mesmo?

Antoniokings

O avião caiu em 2019 quando em fase de testes.
Testes são para isso mesmo.
Testar os sistemas.
Se falhar, o avião pode cair.
Já o F-35, a princípio está ‘operacional’ e vem caindo repetidamente.
Diria operacional, apesar dos inúmeros e insolúveis problemas.

Leandro Costa

Não era ‘fase’ de testes. Era a primeira aeronave de produção fazendo vôo de teste após deixar a fábrica e antes da entrega. A fase de testes com os protótipos já haviam passado.

A menos que, de maneira à surpreender ninguém, a aeronave mesmo de série, ainda não esteja pronta. O que também faz parte, até porque não estão com os motores que deveriam ter.

Flanker

O que seria repetidamente? E te pergunto também: de que maneira ficamos sabendo dos problemas do F-35? E, ao mesmo tempo, só temos notícias filtradas e selecionadas dos projetos chineses. Por que será? Tu acredita na carochinha?

Flanker

O que é que voa sem cair a toda hora??

Leo Rezende

Talvez pq não voem a não ser pra demonstração…

Agnelo

???????????????
3 caças navais caíram nas operações na Síria……
Não caem, pq não tem mais PA para operar no mar…. Pegou fogo….

Leandro Costa

Se fossemos usar essa argumentação doida, mencionar os Su-33 perdidos nas operações no Mediterrâneo, as perdas que foram vazadas dos J-15 Chineses e os mais de dez Su-30 perdidos pelos Indianos em pouquíssimo tempo de operação, alguém poderia inferir que o design dos Sukhoi é uma porcaria.

Isso é o que acontece quando a torcida de um lado ou de outro chama de ‘avaliação’ de uma aeronave.

Red Pill - 红色药丸

Vão descobrir o Santo Graal…

Bosco

Talvez descobrir que a parte copiada do Yak-141 seja o causador do acidente.

Antoniokings

Pois é.
Burro é aquele que ‘cola’ errado.

Agressor's

Mas são uns fanfarrões mesmo. Essas repúblicas de bananas européias já passaram do cúmulo do patético…

Saldanha da Gama

Acho que só a cobertura stealth, interessaria….

Antoniokings

Nem sei.
Do jeito que vários países estão desenvolvendo seus projetos, acho que a ‘fórmula’ já é conhecida.

SDS

Hcosta

Eletrónica é o verdadeiro trunfo e duvido que alguém possa dizer que os Russos não estariam interessados em ter algum desse equipamento…

Osicrat

Putz… já começou a cair? rsss

Flanker

Conta outra, Tarciso.

Roberto

Avião naval não é fácil.
Dos 28 Phantom F-4K que a Royal Navy teve, 10 foram perdidos em acidentes.

Maurício.

Roberto, eu admiro os pilotos de forças aéreas, mas na minha opinião, os pilotos navais estão em outro nível, vi um vídeo no Instagram de um piloto francês pousando um super etendard, meu Deus, parece que o piloto estava tendo um ataque, pousar em um porta aviões deve ser muito difícil.

Roberto

Sim Maurício.
São muito bons. Crusader, Scimitar, Vigilante, etc; todos rabos de foguete. Isso sem contar os da Segunda Guerra e Guerra da Coréia como o Seafire. Opiloto tem mesmo que ser extraordinário.
Eu já vi esse vídeo, é fenomenal.

Roberto

Esqueci de citar o Blackburn Buccaneer (adoro esse nome). Esse avião não era qualquer coisa. Ele além de ter flap soprado, tinha também a própria asa soprada e o profundor soprado*. O ar vinha sangrada do compressor do motor. Isso porque o avião obviamente vinha a baixa velocidade para pouso, mas tinha asa enflechada e era pesado, portanto, todo esse equipamento. O problema é que o piloto tinha que manter o motor acelerado para manter a sangria, então tinha que ir abrindo e fechando o enorme speed brake na aproximação. Era uma luta. *Na verdade não era um profundor, era… Read more »

Leandro Costa

Muitos dos seus pilotos ainda amam o Buccaneer. Era rápido voando baixo! Eu particularmente acho a aeronave linda demais.

Roberto, se ainda não viu, tem um video no YouTube, acho que título em Francês, mas que se passa à bordo do HMS Ark Royal, acho que durante o último deployment. O video foi feito todo no ‘Pri-Flight’ do porta-aviões com o Air Boss comentando os pousos. É muito bom e diversas imagens de Phantoms e Buccs pousando e alguns ‘bolters’.

GFC_RJ

Conversando com um ex-piloto do AF-1, ele contando sobre a experiência de pousar no JFK… “5k tripulantes trabalhando apenas para eu pousar ali naquele lugar e momento”. Caricaturas a parte, me fez pensar bastante.

Pronoia

E la vem o saudosismo dos velhos.

Flanker

Comentário mais ridículo!!!

Camargoer.

Olá Colegas. L$ 100 milhões… ou US$ 134 milhões.

Red Pill - 红色药丸

Quanto mais dinheiro a GB perder, melhor pra nós.

Flanker

Nós quem??

Red Pill - 红色药丸

Os extra-terrestres

Flanker

Ah, só pode! Para escrever tanta groselha…..

Thiago A.

Que pergunta boba! Obviamente todos nós sino-brasileiros de etnia han . Em breve, sob as ordens e guia do nosso supremo líder, retomaremos o controle da província rebelde Fernando de Taiwan e os dissidentes e separatistas do movimento independentista do Acrestão Oriental serão enviados para os centros de reeducação em Xinguara .

Flanker

🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Saldanha da Gama

Pau que nasce torto…..

rui mendes

Parece que os pilotos que o voam, o adoram, muitos dizem que é realmente o avião que pode virar o jogo, que quanto mais integrados estão com ele e novas funções são adicionadas, mais os pilotos o adoram.
Depois, países que já o têm, querem comprar mais, aliás o UK já anunciou que vai comprar muitos mais que os 48 já contratados.

Antoniokings

As últimas notícias de março desse ano anunciavam corte de 65% dos pedidos.

forcaaerea.com.br/ministerio-da-defesa-do-uk-devera-cortar-65-do-pedido-inicial-de-f-35b/

Se vc tiver notícia mais recente, posta aí.

Flanker

Mas, o pedido inicial não era de 48 unidades? Isso equivale a uns 31 F-35B cortados, restando 17. Porém, como eles já receberam 24 unidades, ou 50% do pedido?

André Luís

Soltou pecinha…

Antoniokings

Avião ‘bom’ é assim.
Caríssimo para comprar, caríssimo para operar e caríssimo para recuperar quando cai.
kkkkkk

Gabriel

Inicialmente, excelente que o piloto sobreviveu.

Em relação ao motivo da queda, antes da investigação tudo é suposição.

Por fim, a capacidade de algumas pessoas escreverem bobagens deveria ser estudada.

949A

“Uma prioridade imediata é a recuperação dos destroços, com o Reino Unido empenhado em garantir que a aeronave perdida não acabe nas mãos de um estado hostil como a Rússia.”

A GUGI já devia estar salivando ao saber da queda.

Adriano Madureira

“Uma prioridade imediata é a recuperação dos destroços, com o Reino Unido empenhado em garantir que a aeronave perdida não acabe nas mãos de um estado hostil como a Rússia”.

Perguntinha de Leigo : O F-35 caiu em aguas internacionais, os russos ou chineses poderiam chegar na cara de pau e tentar resgatar a aeronave inglesa, mesmo com a presença deles na região?

Se os russos tivessem uma embarcação com capacidade para tal operação e conseguissem “fisgar” a aeronave, restariam aos ingleses alguma alternativa?

Leandro Costa

Restaria a batalha judicial internacional. O avião é de propriedade do Reino Unido e eles iriam pedir de volta. E provavelmente seria devolvido, após ser exaustivamente estudado pelos Russos.

Casos semelhantes aconteceram durante a Guerra Fria. Existe, claro, o extremo caso do Glomar Explorer e o K-129, que ainda não se sabe ao certo o que realmente aconteceu, tanto sobre o que levou o Submarino à naufragar quanto sobre o quanto do submarino (se apenas uma parte ou ele inteiro) foi eventualmente tirado do mar secretamente pelos Americanos.

carcara_br

Mesmo no fundo do mar a aeronave ainda é propriedade do estado, imagino. Não deve haver uma maneira legal e recuperação por terceiros sem autorização, mas e daí? foram provocados atoa, mandava um barco pra lá do mesmo jeito só pra “atentar”.

Adriano RA

Os próprios americanos estão apanhando para saber como construíram seus próprios aviões, imaginem os russos… rsrsrsrs.

https://www.thedrive.com/the-war-zone/39537/the-air-force-needs-to-reverse-engineer-parts-of-its-own-stealth-bomber

João Adaime

Caro Adriano
Segundo a lei internacional sobre salvados no mar (se ainda for a mesma), os russos podem pedir um pagamento pela devolução, que pode chegar a até 100% do valor do objeto.
Abraço

Rodrigo LD

Com metade das aeronaves entregues, já começaram as perdas operacionais. Precisa ser investigado seriamente, pois o custo do equipamento é altíssimo e muitos países ainda estão com concorrência em andamento ou aguardando o recebimento de suas aeronaves. Se for problema no material, o fabricante precisa ser responsabilizado e medidas devem ser tomadas para correção.

Antunes 1980

Se fosse o Sea Gripen, isso jamais teria acontecido.

Henrique

Se fosse o Sea Gripen (ou o Gripen) seria feriado na viralatalandia kkkkkk

6meses de assunto garantido kkkkk

Last edited 2 meses atrás by Henrique
Flanker

Como assim?

Antunes 1980

Um projeto que jamais saiu do papel

RENAN

Graças a Deus o piloto está bem e será uma peça chave para descobrir o que aconteceu.

RENAN

Opinião Uma falha pode ter ocorrido. Imagina você treinar para pilotar, fazer manutenção e preparar o avião mais avançado tecnologicamente. Alguém pode ter feito errado seu trabalho. Se foi o piloto fez algo indevido Se foi os caras que prepara o avião podem não ter checado de maneira correta. Se foi os mecânicos as vezes faltou algum procedimento ( torque, posição, checar algum item) Temos vários itens para ver e a operação começou faz pouco tempo algum procedimento negligenciado seguidas vezes, pode ter gerado a falha. Outra questão é climática existem eu fenômeno climático extremos que faz um avião perder… Read more »

Maurício.

Falando exclusivamente desse porta-aviões HMS Queen Elizabeth, no início eu achava ele tão esquisito com duas ilhas, agora eu acho ele bonito, tudo é questão de costume.

Kemen

“Reino Unido empenhado em garantir que a aeronave perdida não acabe nas mãos de um estado hostil como a Rússia.”

As leis internacionais não permitem isso, dai o Boris pode ficar tranquilo e catar o ferro velho, agora bem salgadinho.O proprietário original do avião ou um navio (R.U.), por exemplo, tem um direito viável de propriedade. Mas esse direito pode ser questionado pelo país a que pertencem as águas nacionais onde o avião caiu ou um navio naufragou. Com certeza não são aguas nacionais da Russia.

Zeus

Fazer um jabuti voar já é um feito impressionante, mas fazê-lo voar bem já é pedir demais. E cedo ou tarde o jabuti volta a sua condição natural de animal terrestre. Como se sabe o motor do F-35 também está na lista dos 800 e tantos problemas e com destaque. Além do desgaste prematuro de lâminas das turbinas e compressores, há os tubos defeituosos e outros detalhes. Além dos problemas com softwares excessivamente complexos que não conseguem atuar integrados, há problemas nos projetos da fuselagem e do motor. Lembrando também daquele do Japão que caiu no mar e vieram com… Read more »

Adriano Madureira

E falando em F-35,parece que ele pode levar um golpe na suiça: ZURIQUE, 17 de novembro (Reuters) – Um comitê parlamentar suíço analisará como o governo decidiu comprar o F-35A Lightning II da Lockheed Martin como seu jato de combate de próxima geração, disse. A Suíça disse em junho que compraria 36 F-35As em um negócio de US $ 5,5 bilhões, depois que uma avaliação descobriu que ele tinha “o maior benefício geral com o menor custo geral”. Isso irritou os oponentes, que prometeram um referendo para derrubar o que apelidaram de uma opção desnecessária da “Ferrari”. Menor custo?! Na… Read more »

Bruno Vinícius

Acontece, não só com o F-35 ou com o RU. Acidentes são uma possibilidade sempre que se tem aeronaves (especialmente militares) voando.

Bosco

Concordo!
Por exemplo, aquela maquete do Su75 não vai cair nunca.

carcara_br

tem hater pra tudo, vai alguém passa perto e fura os pneus, pronto caiu.

SteelWing

Bosco, porque tanta raiva ? Explica aí, eu queria saber o motivo de sempre querer menosprezar projetos de engenharia russa sempre que possível. Fiquei curioso mesmo, deve ter algum motivo.

Bosco

Se você me responder primeiro a pergunta que te fiz acima eu respondo essa pra você. Ok?

SteelWing

Cara, eu lhe acho inteligente, mas vc quer ser o kings reverso, é isso? Eu sempre reconheço que os aviões norte americanos são os melhores, como o f-22, mas isso não quer dizer que eu concorde ou ache vantajosas as políticas de vendas imposições que eles fazem, e ademais na Russia e na China também tem engenheiros com qualidade técnica. Você é inteligente cara, Tem conhecimento, mas tá transparecendo um torcedor, como grande parte aqui no blog, e isso pode afetar sua credibilidade, ser igual ao kings, que “Só as tecnologias criadas por russos e Chineses prestam, os americanos só… Read more »

Last edited 2 meses atrás by SteelWing
Léo Neves

O Bosco está só dando o troco no kings ele faz isso só pra provocar. Bosco não desdenha os equipamentos russos , ele as vezes finge desdenhar só para atentar esses que defendem com unha e dentes tudo que seja anti americano. É essa impressão que tenho

Vinicius Momesso

Lógico! Maquete não voa, nada e nem anda.
Agora a respeito do Su75 “Checkmate”, sim, ele quando estiver voando de fato, estará sujeito a todo o tipo de acidente.
Você vive reclamando do teor dos comentários que são razos, sem o mínimo de argumentos válidos, recheados de ufanismo, etc… Enfim, esse seu comentário preenche todos os requisitos, inclusive os citados no livro muito bem conceituado por vossa parte, o “Imbecil Coletivo” do Olavo de Carvalho.

Yuri Dogkove

Desde que essa maquete não seja o caça mais moderno do mundo e não custe mais de 150 milhões de dólares, para os russos estará ótimo! kkkkk

Yuri Dogkove

Já pode chamar esse caça de Vasco?

Wellington Góes

Kkkkkk

Antoniokings

É o F-35V.
‘V’ de Vasco.
Vive caindo e é um avião de Segunda Divisão.
kkkkkk

Leandro Costa

Você repete tanto essa mentira na esperança que ela se torne realidade, né?

Teropodeu

Erro humano !

Antoniokings

Exatamente.
Dos projetistas que criaram o avião.

Patriota

O jeito é pegar os destroços.
Os russos tentaram pegar do fundo do mar um F-14 que havia caído do porta-aviões americano. Se os ingleses deixarem os russos terem acesso à aeronave,já era. Vão fazer um caça de 6 geração com os conhecimentos americanos e os deles,podendo ter superioridade tecnológica em relação aos EUA.

Patriota

Esse caça é uma porcaria.
Nossos F-5s de 1972 têm uma razão de subida melhor do que a deles.

Vinicius Momesso

Lógico, o Uno Mille devido ao seu peso menor que seus concorrentes, também fazia sempre sair na frente, mesmo com a “escada no teto”. Agora, depois…

Last edited 2 meses atrás by Vinicius Momesso
Flanker

A razão de subida do F-5E é de 175 m/s. A razão do F-35 eu não encontrei em lugar nenhum.

Yuri Dogkove

Isso porque é o caça mais moderno do mundo e custa mais de 150 milhões de dólares… Se o preço do dólar aqui no Brasil cair na mesma proporção que esse caça cai, logo logo empregada doméstica poderá voltar a passear na Disney, e a Offshore do Jegues falirá!

Last edited 2 meses atrás by Yuri Dogkove
HLopes

Qual é a proporção que esse caça cai?
Quantos caíram desde o início do projeto?
Quantos estão em operação e em quantos países?
Depois de responder a estas perguntas compare com os mesmos números do Su-30/35 e me diga.

Sincero Brasileiro da Silvas

O verdadeiro “soltou pecinha”.

Yuri Dogkove

Imagine você comprar uma Ferrari, pagar 2 milhões de reais nela, e a belezinha enguiçar a cada quilometro percorrido… Só imagine!

César Augusto do Carmo Januário

Estado hostil como a Rússia….ahhh vtnc…

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -