segunda-feira, dezembro 6, 2021

Gripen para o Brasil

Esquadrão Orungan (1°/7° GAV) completa 74 anos

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Hoje (8/11), o 1°/7° GAV, Esquadrão Orungan, completa 74 anos. Sediado na Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro/RJ, o Esquadrão emprega as aeronaves P-3AM Orion e o RQ-1150 Heron nas ações de Patrulha Marítima, Antissubmarino, Busca e Salvamento, dentre outras.

Em 2020, a Unidade Aérea incorporou o Sistema de Aeronave Remotamente Pilotada (ARP) à Aviação de Patrulha. Parabéns a todos os integrantes!

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

38 Comments

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
José Carlos da Silva Peixoto

Cadê os P3 que raramente vejo voando aqui em Santa Cruz ? Está reduzido a
quantas aeronaves ?

Murder Nova

Estão em Salvador, onde os P-3 sempre estiveram sediados.

Flanker

Tu tá “um pouco” atrasado…..em janeiro de 2018 o Orungan foi transferido de Salvador para Santa Cruz/RJ.

Anderson

Estão operando em Santa Cruz no estado do Rio de Janeiro.

Last edited 27 dias atrás by Anderson
Anderson

Temos poucos aviões em operação.

Screenshot_20211108-173932_WhatsApp.jpg
José Carlos da Silva Peixoto

É jogar o dinheiro do contribuinte fora !!!! Gastaram muito para tirar estes belos aviões do deserto , já com poucas horas de voo restantes ,
mandaram para a Airbus colocar equipamentos modernos e já estão vi
rando sucata . Alguns vão ter uma sobrevida com a troca das asas .
Mais uma operação tapa buraco com pouca duração , como foi o caso
dos Mirage 2000 , sem pena do dinheiro do nosso dinheiro !!!!!!

Sensato

Esclarece aí pra gente, quanto gastaram na aquisição e quanto foi na reforma?

Quantos não estão mais operacionais?

Sabe quantos tiveram as asas trocadas e quanto tempo voarão depois disso?

Flanker

– Pela pintura, o P-95 que aparece na foto é um dos que não foram modernizados;
– O P-3 da foto é um dos 9 que foram modernizados ou é um dos 3 que vieram para servir de fonte de peças?
– Esta foto foi feita onde? Galeão?

Thiago

Essa foto me parece ser em Salvador.

Johan

O Orion da foto recebeu a pintura da FAB, inclusive, é possível ver o número 7 no estabilizador vertical. Então acredito ser uma das células modernizada. Uma lástima.

Flanker

Se realmente é uma das modernizadas, é lastimável mesmo. O primeiro P-3AM foi entregue em 2011 e o nono, e último, em 2014. Muito cedo para uma aeronave, mesmo que seja antiga. Um país desse tamanho, com a economia entre as 15 maiores do mundo, não tem capacidade de encomendar, de uma vez só, 9 conjuntos de asas e um retrofit estrutural completo? Essa aeronave é talhada para a função…..foi projetada pra isso!! Não ter todas elas no serviço ativo é o atestado da pequenez desse país…..várzea completa.

Last edited 26 dias atrás by Flanker
Alexandre

Tá na hora de substituir os Orion por drones de vigilância aérea.

Wes

Passou da hora. O Swordfish MPA é meu sonho, umas 10 aeronaves junto com drones de vigilância daria uma capacidade considerável de defesa da Amazônia Azul!

Alexandre

A FAB já possui os EMB-Bandeirante (Bandeirulha) que são aviões de vigilância aérea modernizados da Embraer, salvo engano são 05 em operação. Eles têm a função exclusiva de fazer o patrulhamento da nossa costa marítima.

A FAB tbm tem 09 jatos Embraer ERJ-145 (E-99) de vigilância aérea, sendo 01 modernizado e os outros em processo de modernização.

Os Orion estão muito ultrapassados ainda que modernizados, e o interessante seria substituí-los por 10 drones para fazer a vigilância aérea e patrulhamento na Amazônia Azul.

Flanker

– A FAB possui 8 P-95M (4 no 2⁰/7⁰ e 4 no 3⁰/7⁰ GAV);
– São 5 E-99 (sendo 2 já modernizados) – que são aeronaves de AEW e mais 3 R-99, que são aeronaves de reconhecimento, com alguma capacidade de reconhecimento sobre o mar;
– Os Orion são antigos, mas alguns estão recebendo retrofit das asas e seus sistemas são modernos para as missões de patrulha, ASW e ASuW.

Adriano Madureira

Qual a idade desses 8 P-95M Flanker?

Flanker

Adriano, a FAB recebeu 12 P-95 entre 1978 e 1980. Essas aeroanves passaram por modernização em 1988, passando a usar a designação P-95A. Essa modernização colocou-as no mesmo padrão dos 10 P-95B que foram recebidos novos, também naquele ano de 1988. Quando decidiu -se pela modernização dos C-95 e P-95, os P-95A foram desativados e os 9 P-95B remanescentes foram modernizados. Assim, hoje são 9 (não 8) P-95BM, fabricados em 1988 e modernizados a partir de 2015.

Adriano Madureira

Obrigado por responder flanker !

Flanker

👍👍

Sensato

Sabe que são funções diferentes né? Se dissesse que quer substituir o P3 pelo P8 ou outra aeronave similar faria mais sentido. Os drones são muito úteis mas ainda não substituem.

Alexandre

Não vai demorar muito para substituírem. A era dos drones já chegou, é nítido que os drones vieram pra ficar.

Sensato

Como eu disse, em que pesem as utilidades dos vants, não é o que pensam os países que operam ou operarão aeronaves recentes para a função como:

– Japão com o Kawasaki P1, 

– Chile, Portugal e Oman com o C295 MPA

– França, Japão, Nigéria e Malásia com o Falcon 900 MPA

– Austrália, Índia, Reino Unido e EUA com o P8 Poseidon

– Alemanha, Nova Zelândia, Coréia do Sul, Noruega que encomendaram ou anunciaram encomendas do P8

– França novamente com o resultado do programa MAWS

Adriano Madureira

A frança não irá usar aquelas aeronaves falcon?
comment image

Adriano Madureira

Se os tais drones puderem carregar mísseis harpoon ,sonobóias e demais armamentos navais, ótimo, traga-os… Se for para termos um drone que tenha uma boa autonomia, no mínimo terá que ter um tamanho considerável; esse da foto tem autonomia de 15.186 km. Sei que o futuro é dos drones, mas acho que em certas áreas, a presença humana não pode ser descartada. Sou a favor de uma aeronave tripulada substituta para o P-3 Orion, mas acho que se for para ter um drone MP automatizado, que ele tenha ao menos um tamanho razoável, do porte de um piaggio HammerHead, que não… Read more »

Last edited 27 dias atrás by Adriano Madureira
Luiz Trindade

Eu já vi num site de de radar aéreo no RJ vôos de drones. Deve ser desse esquadrão!

Tales

Alguém tem ideia de quantos P-3s estão operacionais?

Anderson

Menos de três. Essa questão de disponibilidade é muito cíclica.

Adriano Madureira

Gostaria de ver uma aeronave dessas se transformar em MP, acho que não necessitamos de P-8 Poseidon ou Bombardier SwordFish,podemos arranjar soluções internas para nossos problemas de defesa,sei que o poseidon é uma puta aeronave mas temos ter soluções que caibam em nosso bolso,nossa realidade financeira-orçamentária.

Os paquistaneses estão indo de Lineage 1000,que é uma variante da aeronave de transporte de passageiros Embraer 190.
Quem não tem um Labrador retriever para caçar,que use um Beagle ou Coonhound.

comment image
comment image

Yuri Dogkove

FAB: “Tudo que voa é meu!”

Mayuan

Não defeque pelos dedos. EB e MB possuem aeronaves, incluindo de asa fixa.

Pergunte pra MB se ela quer operar a patrulha marítima e o ASW.

Matheus

Mas a MB quer caças né?! A hipocrisia. Kkkkk

Bille

Buenas. A aviação de patrulha serve exclusivamente à guerra naval, em todas as suas funções. Na minha visão deveriam estar na MB. Só existem na doutrina/acervo da FAB para prestar esse serviço à MB… A FAB deveria adquirir Legacy 600 configuração rec eletrônico em complemento aos E/R-99, e mais SARP com capacidade de lançamento de mísseis (o custo é muito mais barato). Patrulha naval e ASW deveriam estar sob a tutela da MB. Assim como o EB poderia ter aeronaves padrão casa 235 para lançamento de PQD e suprimento aéreo (e que ele iria descobrir que o alto custo inviabilizaria,… Read more »

Bardini

Eu tenho pra mim o seguinte: . Curto prazo: . A MB deveria passar o facão no VF-1 o quanto antes, para redirecionar o dinheiro desta estrutura para uma transição, onde a força assumiria a Aviação de Patrulha, com os atuais P-3 Orion. As aeronaves já existem, voam e tem armamento moderno para realizar ataque partindo de terra. É só abraçar… . Poderiam tentar vender os Skyhawk II, para fazer caixa e amortizar a dívida do KC-X2. O KC-X2 seria obviamente cancelado e despachado, já que é desnecessário. Despachariam assim, essas duas aeronaves e seus custos operativos, arranjando espaço orçamentário.… Read more »

guest

O curto prazo faz bastante sentido, mas o longo prazo esbarra em questões políticas e de custo de operação. A hora de voo do F-35 tem um custo proibitivo. É curioso que não exista nenhum outro caça de pouso vertical em produção, aparentemente franceses, chineses e russos não se interessaram por esse tipo de projeto, ainda que o conceito seja interessante. Acho que faz sentido a MB voltar a operar um NAe um dia, mas muita coisa precisa acontecer, tanto na força quanto na espera politicoeconômica.

Talvez os argentinos queiram comprar os Skyhawks, né? Vai saber….

Bille

Bardini, Realmente o longo prazo é uma incógnita. Falta visão do que se quer, antes de se comprar equipamento. Tem que se definir os objetivos políticos antes de se investir em equipamento de alto custo de aquisição e manutenção. Se o foco da estratégia nacional for defender o território, vale muito mais patrulhas oceânicas e subs do que porta helicópteros e porta aviões. No curto prazo, aí sim tem mais alinhamento: Passar as patrulhas para a MB; O VF-1 ser encerrado (por que 1/2 anvs disponíveis deve ser repensado) – E não tem nada a ver com a MB não… Read more »

Bardini

Eu concordo com o KC-X2 da FAB. Quando escrevi isso, estava pensando no KC-2 da Marinha, baseado nos Turbo Trader que estão sendo modernizados nos EUA.

Curiango

Parabéns!! Será q tem
Fotos desses aviações com os mísseis ? Ou a FAB naonpose
Usá-los por ontem do patrão USa?

Flanker

Tradução:

“Parabéns!! Será que tem fotos desses aviões com os mísseis? Ou a FAB não pode usá-los por ordem do patrão USA?”

Últimas Notícias

Finlândia deve escolher jatos F-35 na concorrência de US$ 11 bilhões

A Finlândia deve escolher os caças F-35 da Lockheed Martin Corp. em sua licitação de 10 bilhões de euros...
- Advertisement -
- Advertisement -