quarta-feira, outubro 27, 2021

Gripen para o Brasil

Exposição do Caça F-39 Gripen em Brasília (DF) vai até 24 de outubro

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A réplica em tamanho real do novo caça multimissão da Força Aérea Brasileira (FAB) ficará aberta à visitação, no interior do centro de compras e experiências do Parkshopping

Começou no sábado (09) a temporada de visitação à réplica do F-39 Gripen, o mais novo integrante da frota de caça da Força Aérea Brasileira (FAB).

A exposição da réplica em tamanho real do novo caça multimissão fica aberta até 24 de outubro, no 2º Piso do ParkShopping, em Brasília (DF). A demonstração traz ao público nuances do cenário da aviação e do trabalho que é realizado pela FAB, além de apresentar a modernidade dos equipamentos operados pela Força Aérea e sua capacidade operacional. A exposição celebra o Mês da Asa, em que é comemorado o Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, em 23 de outubro.

A visitação é gratuita e pode ser realizada no horário de funcionamento do shopping, sendo que o uso de máscaras é obrigatório, e o acesso será controlado para evitar aglomerações. Durante a experiência, os visitantes poderão conhecer detalhes da aeronave, entrar na cabine, conversar com militares da FAB e ficar por dentro de funcionalidades estratégicas do F-39. A réplica é feita de fibra de vidro, madeira e metal.

“A aviação causa encantamento e curiosidade na humanidade desde o início do século passado, quando os primeiros aviões começaram a cruzar os céus. Se o F-39 Gripen é um caça que fascina até mesmo os pilotos experientes, imagina o que o modelo de exposição irá provocar no público! Temos certeza de que será uma experiência memorável para o ParkShopping como também para as crianças e adultos que prestigiarão a exposição”, destacou a Gerente de marketing do ParkShopping, Anna Aimée Codeço.

Experiência de “piloto do Gripen”

Cockpit da réplica do F-39 Gripen

Para entrar no F-39 Gripen como se fosse um piloto, o visitante deverá realizar agendamento com antecedência. Nesse caso, turmas de até três pessoas visitarão a cabine em companhia de um Oficial da FAB. A visita tem duração de 10 minutos. A marcação deve ser feita exclusivamente pelo AppMulti, disponível gratuitamente para Android e IOS.

A chegada do Gripen ao Brasil

A primeira aeronave multimissão F-39 Gripen chegou ao Brasil pelo Porto de Navegantes, em Santa Catarina (SC), no dia 20 de setembro de 2020, após ter sido transportada em um navio, de Norrköping, na Suécia. Mais duas unidades do caça devem aportar em solo brasileiro no início de 2022, e outras duas desembarcam no decorrer do primeiro semestre do ano que vem.

Desde a assinatura do contrato de aquisição, em outubro de 2014, vem sendo executado um Programa de Transferência de Tecnologia, que fornece à indústria aeroespacial brasileira a tecnologia e o conhecimento necessários para manter e desenvolver o F-39 Gripen no País. Entre as áreas contempladas, estão programas de pesquisa e tecnologia, o treinamento teórico, treinamento on-the-job na Suécia, além de desenvolvimento e produção. No início de março de 2021, o caça iniciou a fase de ensaios em voo supersônico no Brasil.

Voando alto

O F-39 Gripen é um caça de última geração e, de acordo com a FAB, incluirá o Brasil no seleto grupo de operadores de aeronaves de alta tecnologia. Os F-39 Gripen substituirão os F-5M e A-1M em operação na FAB, representando uma revolução na capacidade de combate centrada em rede, equiparando-a às mais modernas Forças Aéreas do mundo.

A FAB revela que o F-39 Gripen é um avião com completo sistema de combate e funcionalidades que extrapolam as capacidades de qualquer outra aeronave já operada pela Força. O supersônico realiza, quase que simultaneamente, vários tipos de missões. É um caça que redefine as regras do jogo.

Diferentemente de muitos em operação, o F-39 é atualizado com um middle life update, ou seja, com versões de software sem a necessidade de modernizar ou modificar estruturalmente a célula em si, detalha a FAB.

F-39 Gripen 4101 saindo da linha de montagem

A Força Aérea observa que o F-39 Gripen também é equipado com o único radar AESA de segunda geração do mundo, o ES 05 Raven, que garante vantagem em termos de noção situacional. Os pilotos operacionais da FAB estão em processo de formação na Suécia para comandar os caças em suas missões.

O F-39 Gripen é um modelo supersônico monomotor projetado para missões ar-ar, ar-mar e ar-solo, sob quaisquer condições meteorológicas. Ele é considerado um dos caças mais ágeis em combate na atualidade, ao combinar um avançado layout aerodinâmico e uma configuração canard-delta com um sistema triplex de controle de voo fly-by-wire digital.

Em 2021, a FAB comemora 80 anos de criação (1941-2021). Totens com a história e curiosidades sobre a Força Aérea Brasileira também estão em exposição no corredor da Entrada E do ParkShopping, em frente à loja Diesel.

EXPOSIÇÃO CAÇA F-39 GRIPEN FAB

  • Onde: ParkShopping, 2º Piso, em frente à C&A
  • Quando: de 9 a 24 de outubro
  • Horários:

Para contemplar a exposição:

  • De segunda-feira a sábado, das 10h às 22h
  • Domingos e feriados, das 14h às 20h

Para visitar o cockpit (cabine de pilotagem):

  • De segunda-feira a sábado, das 18h às 22h
  • Domingos e feriados, das 16h às 20h
  • Visitação do cockpit: agendamento exclusivo via AppMulti, disponível gratuitamente para Android e IOS
  • Capacidade: cada turma de visitação agendada é composta por até três pessoas. Os visitantes serão acompanhados por um oficial da FAB.
  • Duração da visita: 10 minutos

Clique aqui para mais informações sobre o Programa Gripen Brasileiro.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

38 Comments

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo

Esta foi uma excelente compra por parte da FAB, mas na minha opinão, já passou da hora hora de entregar as unidades neste ritmo quando a ultima unidade for entregue a primeira já estará indo para o descomissionamento.

Renan

Verdade Rodrigo, esse cronograma é muito mas muito moroso.
Outras concorrências mundo afora provam isso.
Mas aí vem aquela turminha que só sabe repetir que comprar um caça não é como um carro, que tá tudo dentro do prazo.. blá blá blá.. Que o caça é de uma tecnologia sobrenatural nunca vista antes.. etc.. etc..
Por sorte Deus é mesmo brasileiro porque se dependessemos da visão dos governantes estaríamos F…

Rodrigo

Sim, é muita foto (foto do último parafuso do Gripen sendo apertado, foto do Gripen calibrando os pneus, foto do Gripen entrando no novo angar…), não precisa mais vender o caça para a opinião pública ou para a mídia, tem que entregar logo…
Ví uma foto la linha de montagem do F35 tem uns 10 sendo montados.
O avião é ótimo, minha unica critica é referente a demora na entrega.

Chris

E nem de propaganda…

“único radar AESA de 2a geração”

Longe de questionar a qualidade… Mas no mundo militar… Até o Brasil anuncia que tem o melhor equipamento.

Tem uns 5 caças por ai, que é o melhor do mundo.. heheh

Last edited 15 dias atrás by Chris
Carlos Crispim

No Brasil tudo é o “melhor do mundo!!!!”, “estado de arte!!!”, “mais avançado do mundo!!!!”. E segue o baile.

PAULO

Caro Renan, Programas de alta complexidade e custo como o de um avião de caça são realmente demorados. Além disso, temos no Brasil um histórico de problemas quanto a falta de previsibilidade de recursos alocados aos projetos devido, particularmente, às “variações” das prioridades políticas que prejudicam a continuidade dos programas. Só para se ter uma idéia, o Programa JSF (F-35) dos EUA iniciou em 1996. Em 2002 a Lockheed foi escolhida com seu F/A-35. Em 2006 (10 anos após) ocorreu o 1º vôo. Somente em 2014 ele entrou em operações! E isso na maior potência militar e econômica do mundo!… Read more »

Rodrigo

Olá Paulo, obrigado por compartilhar suas opiniões. O programa Fx2 teve inicio em 2013 e ainda não entrou em operação. Porem, quando falamos dos EUA temos q ter em mente que é um país com diversos projetos e produção de NAEs, Submarinos, misseis, MBTs, etc. ao mesmo tempo que tem que lidar com guerras. E a Rússia tem o desenvolvimento de carros de combate, drones, submarinos, e lidar com a ocupação da Crimeia, e isso com um orçamento militar apertado. E ambos os países com desenvolvento de tecnologias próprias. Concordo PLENAMENTE com ” …“variações” das prioridades políticas…”, este sim, é… Read more »

Antonio J C Campos

Os 36 aviões já estão financiados. Falta a produção em série ser mais rápida.

Wellington R. Soares

Engano seu Antônio, estar financiado não significa que estão pagos.
Eles vão liberando conforme o Brasil vai pagando. No primeiro atraso de uma parcela já não entregam mais nada.
Se o Brasil pagasse a vista com certeza a SAAB teria que se virar nos 30 para entregar o mais rápido possível, porém como são pagamentos anuais e infelizmente existem muitas reduções de repasse de verba, o prazo vai esticando cada vez mais.

Luiz Antonio

Resumindo…..já deu no saco.

Renato

O F-35 até hoje sofre revisionamentos de toda ordem.
E tem muito mais tempo de projeto e o maior custo de toda história aeronáutica mundial.
Acredite!
A FAB acertou em cheio a sua bala de prata.

Carlos Roberto

Concordo. Um fato: se não fosse a roubalheira por parte dos canalhas políticos, poderíamos estar construindo as melhores aeronaves do mundo através de pesquisas e desenvolvimento de novos produtos.

João

Não foi uma excelente compra. O Brasil deveria ter optado por fighters biturbinas, com maior autonomia e maior capacidade de carga de armamentos. Por que a OTAN não tem Gripens? Por que nenhuma das 20 principais forças aéreas do mundo usa Gripens? O Brasil deveria ter sido mais audacioso, comprando fighters superiores como F18, SU35, MIG 31, etc

GFC_RJ

No mínimo curioso são os mísseis A-Darter e MAR-1 ilustrando o modelo exposto…

Wellington Góes

Isso faz tempo… Hoje o Aeroclube, ops… FAB coloca o Iris-T e RBS-15 no lugar…

Franklin jr

Lindo caça. Será que esse esquema de pintura ira ser adotado pelas demais aeronaves. Tai um esquema q a FAB poderia adotar em todas as suas aeronaves, sem dúvida seria um diferencial em todo mundo, salvo o engano.

Rodrigo

Concordo…e tem manter a pintura da calda ficou muito bom….

Flanker

Na cauda (com U), vão a designação militar da aeronave e a matrícula da mesma…..no caso da imagem que coloquei acima, vai inscrito na cauda : “F-39E” e, logo abaixo, “4101”. Quanto à manter a bandeira brasileira cobrindo toda a cauda, não há lógica. Serão aeronaves operacionais, com camuflagem. Pinturas de bandeiras e outras mais, somente em ocasiões comemorativas e para registrar datas e marcos importantes.

sj1

Camuflagem não tem a função de ser “diferencial” ou bonita, e sim de ser funcional, e cada país tem um padrão que mais se adapta á sua paisagem. Acho engraçado a quantidade de foristas aqui criticarem a camuflagem do EB dizendo ser defasada, como se as nossas florestas tivesses mudado de cor nos últimos 30 anos.

Flanker

A pintura vai ser em 2 tons de cinza. Abaixo, o F-39E 4101, saindo da linha de montagem da SAAB:

Phenix

De novo essa maquete? Avião que é bom neca

sj1

Era pra vir 4 nesse ano e pelo que se lê por aí virão só dois na virada do ano… segundo o texto presente não virão nenhum esse ano, mas acho que connfundiram o 2021 por 22.

Welington S.

Calma, Zé Apressado da Silva.

Teropode

O padrão da cor eh bonito , será que os reais serao assim ? Vamu aguardar , a rapaziada lá
do planalto vive numa ressaca moral que não dá pra confiar em nada , nada comentado , acordado ! 🤐 E que não venham castrados ! Chega de eunucos ….

Teropode

Drones e turboelices civis estão assumindo a cada dia a função do transporte de drogas , o ST nunca subiu tanto para perseguir estes transportes , no entanto há casos na fronteira México EUA que os traficantes estão aplicando vinil camuflado nos aviões cuidadosamente preparados para o tráfico , como voam baixo os drones e helicópteros usavam a visualização , agora estão usando o IRST , na América do sul ainda não estão aplicando o vinil , oque poderia dificultar muito ávida do ST , então acho interessante se instalassem pods de IRST em alguns tucanos , principalmente nas versoes… Read more »

Flanker

Teropode, para identificar as aeronaves que vc citou, não precisa IRST. Basta utilizar torretas FLIR, que por sinal a FAB já opera nos A-29, a Star Safire III.

images (56).jpeg
Last edited 16 dias atrás by Flanker
Teropode

Eita …..eu desconhecia a utilização dela pelo ST , ficou show , valeu 👍👍👍

Flanker

👍👍

Adriano Madureira

Espero que ele ande em outros cantos do Brasil e não fique restrito somente ao DF,Rio ou SP..

USS Independence

Nesse passo, quando o trigésimo sexto caça for entregue o primeiro exemplar já fará parte do MUSAL.

Jadson S. Cabral

Se não me falha a memória o prazo para a entrega do ultimo é 2026. Para todo atrasos que já teve, considerando que até o primeiro semestre do próximo ano já recebemos 4 + 1 que já está aqui… até que não tá demorando tanto quanto alguns aqui pensem não. Vocês são imediatistas demais. Acham que comprar um caça que só existia no papel e entregar num programa dessa envergadura, com ToT e tudo é a mesma coisa que entrar num concessionaria e compra um carro

João

Quando 2026 chegar, a Venezuela (que é o único potencial inimigo na atualidade) estará operando SU35, reconhecidamente superior aos Gripenzinhos. Ademais, os fighters deveriam ser baseados em Manaus, nunca em Anápolis. A FAB vai colocá-los em Anápolis para “proteger Brasília”. Para que algum inimigo atacaria Brasília?????

Antonio A Pinto Coelho(PC)

Este processo vai durar muito, a exemplo de alguns processos dentro dos EEUU, China, Rússia… França… todos que indústria própria de caças supersônicos como já foi colocado aqui nesse espaço. Embora tenhamos a terceira maior indústria aeronáutica do mundo EMBRAER, nossa política interna não ajuda em nada, para que este projeto ande…

Douglas Rodrigues

O pessoal que critica o cronograma poderia lembrar que, não fosse a presidenta em questão e o partido no poder na época da escolha, preferir uma verba para as necessidades que eles tinham (não a toa quase melou todo o negócio – Operação Zelotes), talvez tivéssemos uns 12 Gripen C/D para operar na FAB, até as chegadas E/F.

Tadeu Oliveira

Há uma possibilidade deste modelo de caça ser exposto no Garden Shopping de Itaquaquecetuba SP ???

João Moita Jr
HENRIQUE PEREIRA DE CARVALHO

Por que não fazem isso aqui em São Paulo poxa

Carlos Crispim

Essa tela WAD é a da AEL do Brasil?

Últimas Notícias

Saab iniciará a fase de entrega do Gripen E

Em novembro, a Saab dará início a fase de entrega de aeronaves operacionais, com quatro aeronaves Gripen E para...
- Advertisement -
- Advertisement -