quarta-feira, outubro 27, 2021

Gripen para o Brasil

China mostra novos drones e jatos no show aéreo de Zhuhai

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A China mostrou nesta terça-feira seu poder aéreo cada vez mais sofisticado, incluindo drones de vigilância, de olho nos territórios disputados de Taiwan ao Mar da China Meridional e sua rivalidade com os Estados Unidos.

O maior show aéreo do país, na cidade costeira de Zhuhai, no sul do país, ocorre no momento em que Pequim se esforça para cumprir o prazo de 2035 para reequipar suas forças armadas para a guerra moderna.

A China ainda está atrás dos Estados Unidos em termos de tecnologia e investimento em sua máquina de guerra, mas especialistas dizem que ela está diminuindo a distância.

Um relatório da inteligência dos EUA este ano apontou a crescente influência da China como uma das maiores ameaças à América.

Na terça-feira, a equipe acrobática da Força Aérea de Libertação Popular da China deixou rastros de fumaça coloridos enquanto manobrava em formação, ao mesmo tempo em que os visitantes inspecionavam novos jatos, drones e helicópteros de ataque na pista.

O CH-6, um drone protótipo com uma envergadura de 20,5 metros, estava entre as tecnologias domésticas reveladas.

Ele é projetado para vigilância e também pode transportar armas para missões de ataque, de acordo com a agência de inteligência de fontes abertar Jane’s.

O drone tem uma altitude de cruzeiro de 10.000 metros, “mas pode chegar a 15.000 metros”, disse Qin Yongming, gerente geral da fabricante de drones Aerospace CH UAV Co, à AFP.

“Pode voar por períodos mais longos (do que os modelos anteriores) … pode realizar missões mais longas, com maior eficiência e sem limites de tempo.”

Outros estreantes incluíram o drone WZ-7 de alta altitude para reconhecimento de fronteira e patrulha marítima, bem como o caça J-16D que tem a capacidade de bloquear equipamentos eletrônicos.

Ambos já entraram em serviço na Força Aérea Chinesa, informou a mídia estatal.

“Eles desempenharão um papel importante tanto no Estreito de Taiwan quanto no Mar da China Meridional”, disse o comentarista militar Song Zhongping à AFP.

Pequim reivindica praticamente todo o Mar da China Meridional – em disputa com várias outras nações – e diz que a ilha autônoma de Taiwan é uma parte inviolável de seu território.

Sob o presidente Donald Trump, os Estados Unidos autorizaram vendas de armas para Taiwan no valor de cerca de US$ 18 bilhões, incluindo plataformas avançadas de mísseis – vendas que irritaram Pequim.

Fornecedor alternativo de drones

A China também está “se posicionando claramente para ser um fornecedor alternativo” de drones avançados, com relativa acessibilidade, disse Kelvin Wong, analista da Jane’s.

Os Estados Unidos e os países europeus hesitam em fornecer esse tipo de equipamento fora de um seleto grupo de parceiros, acrescentou.

Os drones chineses já atuam em combate no Oriente Médio e também foram vendidos para clientes em outras regiões.

O J-16D, por sua vez, melhora as capacidades de combate do Exército de Libertação Popular, disse James Char, um especialista militar chinês na Universidade Tecnológica de Nanyang de Singapura.

O jato tem casulos de ponta de asa para bloquear o equipamento eletrônico inimigo e tem atraído comparações com o EA-18G Growler, de fabricação americana.

“Isso dá aos militares chineses uma vantagem em termos de conduzir uma guerra eletrônica aérea sobre alvos que possuem recursos de defesa aérea significativos”, disse Char.

O show aéreo de Zhuhai, normalmente realizado a cada dois anos, foi adiado do ano passado devido à pandemia de Covid-19 e está sendo realizado para um público amplamente doméstico devido à quarentena e às restrições de viagens.

FONTE: Yahoo News / AFP

- Advertisement -

33 Comments

Subscribe
Notify of
guest
33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Thom

Esse drone com dois motores a jato é interessante. Não tinha visto ainda.
Não sabia nada sobre os drones chineses.

Theo

O Dragão chinês cada vez mais forte. Falta ainda equiparar-se aos EUA militarmente para ser uma superpotência.

Antoniokings

Creio ser tarde para a América.

A China está alcançando e já até ultrapassou os EUA em algumas áreas de desenvolvimento militar.
Aliado a isso, tem uma capacidade de mobilização de pessoal, no mínimo, quatro a cinco vezes superior à americana.
Não dá mais para bater de frente com ela, não.

Leandro Costa

Não adianta ter pessoal e não ter meio de deslocamento desse pessoal em quantidade que faça jus à essa vantagem continental. Eles não tem isso. Ainda. Mas sabem disso e já avançaram muito nesse quesito desde o início dos anos 2000. A ideia deles é continuar avançando nesse ponto, tanto em relação à transporte marítimo quanto aéreo.

Slow

Do que adianta ter b-52 e meios de deslocamentos e dinheiro e perder ? Ala Vietnã e Afeganistão .

Antoniokings

Pior é que perdeu e se endividou até o osso.
Os EUA têm dividas não pagas até hoje para a financiar a Guerra do Vietnã.

Leandro Costa

Perde-se umas, ganha-se outras. Os meios continuam existindo. C’est la vie. A China, mesmo dentro de seu continente entrou em conflito, e ‘perdeu’ do mesmo jeito, e incrivelmente no mesmo lugar que os EUA. Ou você acreditou no Xixinping quando ele disse que a China nunca invadiu ninguém? Invadiu, não conseguiu atingir seus objetivos e se retirou falando basicamente a mesma coisa que os EUA disseram quando saíram do mesmo lugar.

Slow

Qual outra ? Pq eu vi a história se repetir no Afeganistão ..

Andromeda1016

A China precisa fazer fanfarra para anunciar suas armas “ultramodernas” enquanto que os EUA continuam desenvolvendo a nova geração de suas armas em silêncio. Não dizem por ai que cão que late não morde?????

Pedro Bó

“Um relatório da inteligência dos EUA este ano apontou a crescente influência da China como uma das maiores ameaças à América.”

Em que pese eu admirar a capacidade técnica da China e respeitar o Confucionismo e Taoísmo, pode-se considerar os chineses como uma ameaça mundial, inclusive do ponto de vista demográfico.

Eles não serão melhores que os EUA, Império Britânico, Espanha ou Roma como potência hegemônica.

Antoniokings

“Um relatório da inteligência dos EUA este ano apontou a crescente influência da China como uma das maiores ameaças à América.”

Pois é.
Só este ano?
Este é um dos fatores para identificar quando um País dominante está perdendo essa condição para outro.
A dificuldade de perceber/aceitar ‘os perigos’ que se avizinham.
Talvez tenha ocorrido situação análoga no Império Romano quando não perceberam ou menosprezaram a força dos bárbaros que acabaram conquistando seus domínios.

Leandro Costa

Bem… talvez por que a frase indica que o relatório citado é deste ano, continuando a relatar essa crescente influência já apontada em diversos relatórios de anos anteriores.

Antoniokings

Pois então, eles são burros, visto que deixaram chegar uma situação de ‘point of no return’.

Leandro Costa

Pode ser que sim. Pode ser que não. O point of no return is highly flexible dependendo de quem o enxerga e o determina.

Pedro Bó

Repito (não que eu espere uma resposta plausível sua), a China não é uma ameaça apenas aos EUA. É uma ameaça em potencial ao mundo. Demandam uma quantidade absurda de recursos naturais e agrícolas apenas para abastecer seu mercado interno, fazem investimentos predatórios e especulativos em países mais pobres, exportam a preços ridiculamente baixos e afetando a indústria de outras nações, desrespeitam a soberania de países vizinhos, etc. Some-se a isso, uma população gigantesca, com diáspora igualmente grande a qual já responde por 6% da população australiana e 5% da canadense. Como disse, não serão mais benévolos do que qualquer… Read more »

Antoniokings

‘Repito (não que eu espere uma resposta plausível sua), a China não é uma ameaça apenas aos EUA. É uma ameaça em potencial ao mundo. ‘

Esse é o seu ponto de vista.
Cada vez menos pessoas no Mundo compartilham esse posicionamento
Para desespero dos americanos.
E ainda bem!

Andromeda1016

Todos os países vizinhos a esse país estão se armando e fazendo alianças militares contra ela, e fazem isso declarando aos berros suas ações. A cada dia que passa tuas palabras se tornam motivo de chacota por aqui. Continue gritando lobo !!!! que quando o verdadeiro lobo vier todos vão virar as costas para você.

Wellington Kramer

Imperialismo comunista é o pior de todos.

Pedro Bó

Qualquer Imperialismo é ruim. Vide os belgas no Congo, os britânicos na Ásia Central, os holandeses na Índias Orientais.

Jagdverband#44

Confucionismo e Taoísmo são coisas do passado para esta china.

Heinz Guderian

Esses Drones são bem interessantes, fiquei admirado com o leque de opções que eles possuem.
Principalmente este.

Zhuhai-Air-Show-2021-8-696x392.jpg
Carlos Campos

eu achei essa turbina pequena para ele.

Slow

Isso é um drone pô não um 737 😂😂😂

Antoniokings

Talvez seja a perspectiva da foto.
Repare no tamanho do estabilizador e até do drone estacionado atrás dele.

Carlos Campos

é talvez, pode ser que ele seja de algum mateiral composto mais leve o que seria para absorver ondas de radares também.

Bosco

A frente parece privilegiar a baixa observabilidade, já a traseira tem empenagem convencional.Não gostei!
*E não estou nem aí para as espumadas nervosas
do Toinho e de seu alter ego , o Sísifo.
Tivessem me consultado eu sugeriria uma empenagem em V.

Maurício.

Cockpit do FC-31, o “F-35” dos chineses:
https://mobile.twitter.com/louischeung_hk/status/1442724225618362370

Andreo Tomaz

Não sei não, mas se for mesmo verdade todas as caracteristicas dos drones GJ-11 e o WZ-8, pode-se afirmar que a China já está mais avançada que os EUA no que se refere ao desenvolvimento de drones.

LEONARDO BASTOS

Só tem um detalhe: eles tem que entrar em operação antes… rsrs

Carlos Campos

não existe nada na China em drone no momento que os EUA não possam fazer, os EUA tem programas secretos de drones, então não mostram tudo que tem, e anos eles já usam drones armados, ainda tem um drone que pousa e decola sozinho de porta aviões e reabastece caças, o nível de IA para fazer isso é enorme, ninguém tem nada igual.

Antunes 1980

Depois de implementar o 5G chinês por aqui, alguns equipamentos militares de alta tecnologia, made in China; poderiam vir para o Brasil, passar por testes.

Luiz Trindade

É legal essa feira de aviação. Tava fazendo falta essas feiras. Agora é um ponto de atenção ver como a China esta avançado nessa tecnologia de aviação militar!

Wagner

Esse cartaz old school ficou fantastico.

Últimas Notícias

Saab iniciará a fase de entrega do Gripen E

Em novembro, a Saab dará início a fase de entrega de aeronaves operacionais, com quatro aeronaves Gripen E para...
- Advertisement -
- Advertisement -