quarta-feira, outubro 27, 2021

Gripen para o Brasil

Pentágono e Lockheed Martin acertam novo programa de produção do F-35

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Cronograma atualizado garante previsibilidade e estabilidade da produção

FORT WORTH, Texas, 27 de setembro de 2021/PRNewswire/ – O F-35 Joint Program Office (JPO) e a equipe da indústria Lockheed Martin (NYSE: LMT) concordaram em uma nova linha de produção do F-35 que garante previsibilidade e estabilidade no processo de produção durante a recuperação do déficit de aeronaves percebido no último ano durante a pandemia COVID-19.

Com este acordo, a Lockheed Martin está programada para entregar 133-139 aeronaves este ano, 151-153 aeronaves em 2022 e prevê a entrega de 156 aeronaves começando em 2023 e no futuro previsível.

Mais de 700 caças F-35 foram entregues e estão operando em 21 bases em todo o mundo. Mais de 1.460 pilotos e 11.025 mantenedores foram treinados e a frota de F-35 ultrapassou 430.000 horas de voo acumuladas.

Sobre a Lockheed Martin

Sediada em Bethesda, Maryland, a Lockheed Martin Corporation é uma empresa global de segurança e aeroespacial que emprega aproximadamente 114.000 pessoas em todo o mundo e se dedica principalmente à pesquisa, projeto, desenvolvimento, fabricação, integração e sustentação de sistemas, produtos e serviços de tecnologia avançada.

Linha de montagem do F-35

FONTE: Lockheed Martin

- Advertisement -

50 Comments

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings

Agora vai!!!!!

Hcosta

e 700 já foram…

Agressor's

700 “bichados”, igual ao F-104…pff

Last edited 1 mês atrás by Agressor's
Elias

Bichados?….até a hora de enfrentá-los ,então serão soberbos….

Douglas Rodrigues

Com 700 F-35 já tendo sido entregues, você diz que agora vai?!
Hã?!

Antoniokings

Produzir mais não quer dizer que os problemas acabaram.
Pelo contrário, só se multiplicam.
Vide o F-104.

Jad Bal Ja

Hahahahaha…. Como dizia um amigo, a inveja é o subproduto fedorento da admiração.

Agressor's

A espinha dorsal da força aérea dos EUA ainda é composta toda de caças de quarta geração, com apenas algumas centenas de caças de quinta geração. Onde a linha de produção de um modelo(F-22) foi sepultada, enquanto na situação do outro modelo(F-35) se apresenta erros de projetos e uma série de falhas e vulnerabilidades que torna sua funcionalidade inútil… Por mais que receba modernizações o F-15 trata-se de um projeto defasado dos anos 70, e hoje a maior parte dos modelos que compõem a força aérea dos eua ainda é as versões C, D e E…Sendo a principal ainda a… Read more »

Agressor's

Vc está falando de “concorrências internacionais”, tipo daquelas de cartas marcadas que abacaxis são entubados apenas por pressão política ou esquemas de maracutaias? rs

Andre

“Por mais que receba modernizações o F-15 trata-se de um projeto defasado dos anos 70″ – todos os aviões do antigo adversário n.1 dos EUA são projetos dos anos 70, com zero aviões de quinta geração. Quase todo os aviões do atual adversário n.1 são projetos dos anos 70. Dos que não são, um é um bom projeto dos anos 90, mas de 4g. O outro ainda não tem 100 unidades operacionais. Talvez você tenha se esquecido que o su35 é um projeto dos anos 70 e ainda é um avião de 4g. Se está ruim para os EUA com… Read more »

Carlos Campos

Agressor’s as vezes eu leio seus comentários para ter uma ideia diferente, mas dizer que os Houthis fazem tiro ao Alvo com F15 é exagero demais, e ninguém com o mínimo de inteligência acredita nisso, os Houthis são incríveis e mostram que o treinamento do Irã funciona, pq eles e o Hezbollah mostram um desempenho top, porém vc exagerou.

Carlos Campos

na vdd já foi Xings.

Antoniokings

Não há volta.
Os EUA apostaram tudo nesse e terão de conviver com ele.
Para o bem e para o mal.

‘A Força Aérea finalmente está aceitando o fracasso do programa monopolista F-35 – que por uma década inteira foi o único esforço de desenvolvimento de caças da Força – para produzir um avião suficientemente acessível e confiável para substituir cerca de 1.000 F-16s envelhecidos como principal lutador da Força Aérea.’

https://www.forbes.com/sites/davidaxe/2021/02/26/the-f-111-was-the-f-35-of-its-day-but-its-failure-was-a-boon-to-us-air-power/?sh=54e6f18f6bbd

Creio que essa questão já é ponto pacífico e não é contraproducente trazer o assunto à baila eternamente.
Até os próprios americanos estão declarando isso

JT8D

Putz, odeio essas traduções de “fighter” para “lutador”. Fighter é caça, caramba.

Last edited 29 dias atrás by JT8D
Phenix

Em um ano fabricam mais F35 do que a Rússia e a China fabricam caças sthealts em 10 anos! Impressionante

Antoniokings

Acho que isso foi sorte da Rússia e da China, né?

Agressor's

HáHáHá….Com certeza os Russos e Chineses devem estar mesmo achando tudo isso bastante joinha …Um verdadeiro “Checkmate” para os seus planos… 😀

Phenix

Nao, acho que é incompetência. O F22 vai fazer 30 anos em breve, enquanto isso Rússia e China ainda não tem 50 caças sthealts operacionais. rs

Last edited 1 mês atrás by Phenix
Antoniokings

Sim.
E a cada dia que passa ficam mais velhos, mais caros de operar e, pior, nunca serão repostos.
Sobrou o F-35 mesmo.

A6MZero

Se levar em conta o F-117 faz quase 40 anos que os EUA operam caças Stealth uma marca impressionante e nesse campo eles estão muito a frente das outras grandes potencias no setor de aviação de combate.

Além disso os problemas do F35 foram e estão sendo sanados e em um programa dessa magnitude problemas são esperados.

Ainda mais não é incomum vide os Eurofighters que só atingiram maturidade completa no Tranche 3 e os Russos que sofrem com grandes problemas e atrasos no Su-57 que ainda hoje não possui o motor ideal…

Douglas Rodrigues

O pessoal esquece do caça de 6a geração americano que já está em desenvolvimento, alguns dizem que já realizando ensaios em voo… O “problema” talvez seja o marketing americano que só é feito depois de vermos alguns voando de fato, invés de ver parados num hangar, sendo apresentados para a imprensa (me faz lembrar o Qaher iraniano, rsrs).
É capaz de voar antes que o checkmate russo.

Oráculo

“Mais de 700 caças F-35 foram entregues e estão operando em 21 bases em todo o mundo. Mais de 1.460 pilotos e 11.025 mantenedores foram treinados e a frota de F-35 ultrapassou 430.000 horas de voo acumuladas”.

Mas segundo os “especialistas” do site, o F-35 é um fracasso.

É triste a vida do militante comentarista.

Douglas Rodrigues

Pois é!
Esses especialistas devem ter bola de cristal, ou viver num mundo paralelo. Pois fazem previsões seguidas de que caças chineses e russos são muito mais capazes, sem ao menos serem introduzidos nas forças aéreas de seus países.

Carlos Campos

segundo materia aqui mesmo do PA, os pilotos da USAF a maioria dos pilotos preferem estar em um F35 do que um caça de geração anterior, e o mais problemático é o F35C depois vem o B, o A teve problemas normais para um caça de tecnologia avançada. mas como vc disse os especialistas aqui nos comentários dizem que os avião não presta, quem me derá que a FAB fosse equipada com um caça que faz mais de 15 pra 1 em combates com caças de 4G.

Agressor's

Era o mesmo tipo de coisa que os pilotos de F-22, que desmaiavam no meio do voo por conta de problemas nos OBGS do caça, declaravam publicamente…Muitas vezes a transparência não é transparente, ela simplesmente não existe…

Carlos Campos

situação do F22 já foi corrigida, alias ele sofreu o que o F35 sofre agora, os aliados dos EUA ofereceram pagar mais 200 milhões por caça, como exemplo o Japão, mesmo assim não venderam, se vc pesquisar vai encontrar problemas mais graves que o a falta de oxigênio para pilotos no F22.

Agressor's

Agora só falta corrigir essa transparência, que pelo visto não parece tão transparente assim como propagam…Então, né..!!…

Antoniokings
Pugnattor

Olhe a fonte do site que você mandou… Sputnik…

Oráculo

Site não especializado replicando mídia governamental russa.

Era pra ser uma piada Tonho?

Antoniokings

‘A Força Aérea anunciou um novo estudo sobre os requisitos táticos da aviação de aeronaves futuras, denominado TacAir. Nesse processo, o chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Charles Q. Brown, finalmente admitiu o que era óbvio há anos: o programa F-35 falhou em atingir seus objetivos.’

ichi.pro/pt/a-forca-aerea-dos-eua-admite-silenciosamente-que-o-f-35-e-um-fracasso-135930029871185

Allan Lemos

O F-35 não é um fracasso, mas o programa o é. Quiseram dar um passo maior que a perna e acabaram gastando demais por causa da quantidade de problemas, que foi bem acima do aceitável, de tal modo que o objetivo principal do JSF não foi atingido. Foram eficazes, o caça é incrível, mas não eficientes. O programa só não foi cancelado porque isso implicaria um golpe considerável na economia americana, mas a USN já disse que vai buscar um caminho próprio para desenvolver um caça de 6º geração, o que já é um indicativo de que ninguém ficou muito… Read more »

Leandro Costa

Verdade. O caça realmente é incrível e todos que voam nele ficam impressionados. Acho bastante interessante os comentários advindos das Red Flags que ele participa. É absolutamente normal aeronaves novas, com novas tecnologias apresentar problemas iniciais e os apresentados pelos F-35 foram sim em quantidade muito, mas muito acima do que se tem por ideal, mas aos poucos estão sendo sanados e ao mesmo tempo a maioria deles não impede as aeronaves de operarem. Cada dia que passa o F-35 vai ficando mais letal conforme vai sendo utilizado, doutrinas sendo desenvolvidas, etc. Normal. Mas o gerenciamento do programa em si… Read more »

Carlos Gallani

É que os especialistas daqui manjam mais que todas as forças aéreas dos variados países que não brincam com defesa e compraram a aeronave!
E se faltar argumento sempre tem o lobby americano para justificar algo!

Heinz Guderian

Números impressionantes!

Sérgio Luís

Natimorto!

Carlos Campos

kkkkkk

Paulo

Com este acordo, a Lockheed Martin está programada para entregar 133-139 aeronaves este ano, 151-153 aeronaves em 2022 e prevê a entrega de 156 aeronaves começando em 2023 e no futuro previsível.

Incrível, a linha de produção deve ser coisa de outro mundo, produzir essa quantidade com qualidade e toda a capacidade de um dos melhores caças não é pouca coisa.

Antoniokings

Na verdade, coisa de outro Mundo mesmo foi custo do projeto e a quantidade de erros existentes que até hoje não foram solucionados.

Paulo

Pega um espelho e olha pro teu Brasilzão!

Antoniokings

‘Entre declarações colhidas foi dito que “a única coisa furtiva no F-35 é o preço” e que ele é um “desastre nacional”. O pior de tudo: é tarde demais para desistir de tudo.’
tecnoblog.net/meiobit/363275/f-35-lightning-etiqueta-de-preco-eh-a-unica-coisa-furtiva-no-caca-segundo-relatorio-pogo/

Paulo

Chora mais.

JT8D

Você não é brasileiro?

Carlos Campos

as pessoas veem e não acreditam no que veem

Last edited 29 dias atrás by Carlos Campos
Sensato

Elas vêem e acreditam mas jamais vão admitir porque a ideologia não deixa

Jagdverband#44

700 lágrimas derramadas

Dod

Os f-16 da usaf vão continuar voando até quando ?

Denis

Lobby pra pag… Ah, deixa pra lá! Não comento mais em espaço de fanboy. Quando se trata de F-35, ninguém aqui tem direito de pensar diferente.

Last edited 29 dias atrás by Denis
Leandro Costa

Você me lembrou de uma música ótima do Cheap Trick chamada ‘The Dream Police.’

Acho que eu tenho o direito de pensar no que eu quiser, né? Pelo menos o governo ainda não encontrou uma forma de fiscalizar e taxar o que eu penso hehehehe

Denis

Vale para mim e para os outros que pensam diferente de você também, gostosão. Tópico sobre F-35 é espaço de fanboy, sim. A negativação é automática quando alguém fala qualquer coisa diferente do que vocês querem ouvir. E o ranço é imediato, como você acabou de comprovar com este seu comentário.

Last edited 27 dias atrás by Denis

Últimas Notícias

Saab iniciará a fase de entrega do Gripen E

Em novembro, a Saab dará início a fase de entrega de aeronaves operacionais, com quatro aeronaves Gripen E para...
- Advertisement -
- Advertisement -