quinta-feira, setembro 23, 2021

Gripen para o Brasil

Programa de teste do BriteCloud com a Guarda Aérea Nacional dos EUA em direção aos estágios finais

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Os próximos testes de voo devem preparar o caminho para uma decisão de aquisição do chamariz ativo dispensável da Leonardo pelo governo dos Estados Unidos. O BriteCloud é uma tecnologia de contramedida pioneira mundial que usa interferência miniaturizada para proteger aeronaves de combate de mísseis que se aproximam. Projetado e construído no Reino Unido, o BriteCloud presta serviço na Royal Air Force.

O chamariz ativo dispensável BriteCloud 218 da empresa aeroespacial, de defesa e segurança Leonardo está progredindo rapidamente em testes de voo com os jatos F-16 da Guarda Aérea Nacional dos EUA (ANG). Estas são as etapas finais do programa de Testes Comparativos Estrangeiros (FCT) do Departamento de Defesa dos EUA para o produto. A conclusão bem-sucedida do FCT abrirá a porta para possíveis aquisições nos Estados Unidos.

O BriteCloud é uma contramedida de radiofrequência para combate, transporte e aeronaves de missão especial. Disparado como um flare, ele usa um poderoso jammer em miniatura para proteger a aeronave de mísseis terra-ar e ar-ar guiados por radar. Com exclusividade, o BriteCloud embala tecnologia de bloqueio de guerra eletrônica padrão ouro conhecida como DRFM (Digital Radio Frequency Memory) em cada cartucho. O DRFM permite que o BriteCloud transmita um sinal convincente de “fantasma eletrônico” para atrair mísseis que se aproximam, mantendo a tripulação e a aeronave seguras.

Visão explodida do BriteCloud mostrando seus componentes
Visão explodida do BriteCloud 55 mostrando seus componentes

O programa de Testes Comparativos Estrangeiros dos EUA é projetado para encontrar, avaliar e colocar em campo produtos produzidos por aliados dos EUA, onde eles oferecem recursos exclusivos em níveis de preparação de alta tecnologia. O BriteCloud da Leonardo, uma tecnologia pioneira mundialmente projetada e fabricada no Reino Unido, foi selecionada para o programa FCT em 2019 após sua entrada em serviço na Força Aérea Real do Reino Unido.

Desde então, Leonardo e a US ANG têm trabalhado juntas durante as condições de pandemia para impulsionar o FCT, incluindo o treinamento de membros da equipe de teste da ANG de todos os Estados Unidos. Os módulos até o momento cobriram a programação e o teste do chamariz usando unidades de demonstração do BriteCloud. O treinamento adicional planejado inclui o carregamento de dados da missão em cartuchos BriteCloud.

Os ensaios de voo com cartuchos inertes instrumentados estão planejados para o final deste ano, com exercícios de tiro real ocorrendo no início de 2022. O BriteCloud foi amplamente testado e sua capacidade comprovada antes de sua entrada em serviço na Força Aérea Real, então a Leonardo está confiante de que o programa FCT terá um sucesso semelhante.

O BriteCloud está disponível em diferentes variantes para uma variedade de tipos de aeronaves. A US ANG está avaliando o BriteCloud 218 (cartucho ‘brick’ de 2x1x8 polegadas), que é compatível com o sistema de dispensação do F-16 da Guarda Aérea Nacional. I BriteCloud também está disponível em uma variante ’55’, adequada para sistemas de dispensação de formato redondo de 55 mm em aeronaves como o Eurofighter Typhoon, Saab Gripen E e Tornado GR4, e uma variante ’55-T ‘, projetada para proteger aeronaves de transporte, missão especial aeronaves e helicópteros.

FONTE: Leonardo

- Advertisement -

10 Comments

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Augusto L

Pena o nosso gripen não ter adotado

Sensato

Onde você viu a notícia? A Aero Magazine, em agosto de 2020 disse o contrário.

Flanker

O BriteCloud foi selecionado pela SAAB para equipar o Gripen E/F. É um equipamento opcional. Devemos aguardar para ver se a FAB adquiriu, ou vai adquirir, esse equipamento. Ele é lançado dos mesmos lançadores de flare.

Sensato

Não sei se a informação daestá correta mas eles afirmaram que o sistema foi encomendado pela FAB.

Adriano Madureira

Igual a do Gripen-E…

Aquele cartuchos retangular é que tipo de chamariz?

Sensato

O mesmo só que em formato compatível com os lançadores de chaff dos F16 da ANG

Flanker

Os magazines de lançamento de chaff, flare, e agora o BriteCloud, são os mesmos. Então, teoricamente, quem lança chaff e flare pode lançar o BriteCloud.

Last edited 7 dias atrás by Flanker
Teropode

Duas questões e uma constatação : Após ser lançado ,quando tempo leva até ele se auto-destruir ? Tem planos para equipar o F22 com este sistema ? O Viper é pedra de tropeço para o Gripen ….

Antunes 1980

Rússia e China tem soluções similares, ou suas contramedidas são sempre a manobra “Cobra de Pugachev”, noticiado com grande euforia pela mídia vermelha ?
(ocidente e oriente)

Carlos Campos

Um ótimo equipamento para a defesa das aeronaves, espero que a FAB também compre esse sistema para nossos Gripens.

Últimas Notícias

Eve, da Embraer, e Bristow firmam parceria para desenvolver operações de UAM com pedido de até 100 eVTOLs

Melbourne, Flórida, 23 de setembro de 2021 – A Eve Urban Air Mobility, uma empresa da Embraer, e a...
- Advertisement -
- Advertisement -