segunda-feira, novembro 29, 2021

Gripen para o Brasil

Breeze Airways confirma encomenda de 20 jatos A220-300 adicionais

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

MOBILE, ALABAMA — A nova companhia aérea americana Breeze Airways, sediada em Utah, revelou sua nova pintura do A220-300, ao mesmo tempo em que confirmou que chegou a um acordo de compra com a Airbus para mais 20 aeronaves.

Este pedido não divulgado anteriormente de 20 eleva a carteira de pedidos total da Breeze para 80 jatos A220-300, o primeiro dos quais será entregue no quarto trimestre de 2021.

A nova pintura da aeronave foi concluída nas instalações da Airbus em Mobile, Alabama, que entregará aproximadamente um A220 por mês para a Breeze nos próximos seis anos e meio. A companhia aérea planeja iniciar voos com a frota da Airbus no segundo trimestre de 2022.

A eficiência superior do A220 apoiará os objetivos de negócios da nova companhia aérea de oferecer uma ótima experiência de viagem, com tarifas baixas e alta flexibilidade. Espera-se que a Breeze forneça um serviço sem escalas entre as rotas mal atendidas nos EUA a preços acessíveis.

A Breeze iniciou as operações aéreas em maio de 2021. Este primeiro A220 é a primeira aeronave nova que será operada pela companhia aérea.

O A220 é a única aeronave construída especificamente para o mercado de 100-150 assentos e reúne aerodinâmica de última geração, materiais avançados e os motores turbofan PW1500G de última geração da Pratt & Whitney.

Beneficiando-se das tecnologias mais recentes, o A220 é a aeronave mais silenciosa, limpa e ecológica em sua categoria. Apresentando uma emissão de ruído 50% reduzida e até 25% menor consumo de combustível por assento em comparação com aeronaves da geração anterior, bem como emissões de NOx cerca de 50% menores do que os padrões da indústria, o A220 é uma ótima aeronave para operações urbanas.

Mais de 170 A220s foram entregues a dez operadoras na Ásia, América do Norte, Europa e África, provando a grande versatilidade do último membro da família da Airbus.

DIVULGAÇÃO: Airbus

- Advertisement -

4 Comments

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus

Eu me lembro quando o protótipo do E195-E2 estava passando por teste nos EUA. A Embraer levou ele pra NY e apresentou ele pro pessoal da JetBlue e pro David Neeleman. Infelizmente o lobby da Airbus falou mais alto, vendendo esse avião abaixo dos preços praticados no mercado pra tentar emplacar ele.

Last edited 2 meses atrás by Matheus
EduardoSP

Nem tudo é lobby ou jogada política.
O A220 é muito competitivo em relação aos E2. Maior capacidade (o 220-300), maior alcance, eficiência igual ou maior. A maior ou menor adequação técnica vai depender muito do contexto de cada companhia aérea.

Adriano RA

Sim, o A-220 é também excelente. Provavelmente o E-2 é mais eficiente em algumas rotas/configurações, mas o A-220 oferece maior flexibilidade em relação ao alcance. Além da eficiência, os pontos fortes do E-2 são o silêncio (dentro e fora), o preço mais em conta e o prazo de entrega. Para o consumidor europeu, exigente por baixa emissão de carbono e poluição sonora, o E-2 é top.

Jadson Cabral

Mais eficiente que o E2 eu acho difícil. Problema do E2 nos EUA é puramente burocrático. Se eu lembro bem tem uma certa regra para operação dessas aeronaves nos EUA que precisaria mudar para que o E2 pudesse entrar e competir diretamente com o A220. Ou isso ou a Embraer muda o foco, pois o foco hj é aviação regional. É algo mais ou menos assim. Quem saberia explicar é o cara lá la AeroMagazine (esqueci o nome dele). Foi lá que vi a informação

Últimas Notícias

VÍDEO: Acidente com o F-35B britânico a bordo do porta-aviões HMS ‘Queen Elizabeth’

Vídeo do acidente com o caça F-35B britânico a bordo do porta-aviões HMS Queen Elizabeth, em 17 de novembro...
- Advertisement -
- Advertisement -