segunda-feira, novembro 29, 2021

Gripen para o Brasil

RAF aposentará 30 caças Typhoon Tranche 1 com apenas 2.500 horas de voo

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Os caças Eurofighter Typhoon Tranche 1 da Royal Air Force vão ser aposentados em 2025 com uma média de quase 2.545 horas de voo quando forem retirados de serviço, segundo o site AeroTime.

Isso significa que eles terão mais da metade de sua vida útil restante. Segundo o porta-voz da RAF, Martin Tinworth, aposentar as aeronaves maiss velha significa que o investimento pode ser feito nos Tranche 2/3 restantes “para garantir que retemos uma força Typhoon confiável e altamente capaz”.

“As atualizações em espiral, incluindo a integração do Spear Cap 3 de desenvolvimento no Reino Unido, serão aprimoradas por um investimento significativo no Radar Mk.2, proporcionando um salto na capacidade de operação que garantirá que a Typhoon Force possa sobreviver e operar nos cenários de ameaça mais desafiadores,” Tinworth explicou ao AeroTime.

Quando questionado se os caças Tranche 1 poderiam ser vendidos, o porta-voz da RAF disse que “opções potenciais de descarte” estavam sendo estudadas.

A média de horas de voo esperadas do caça ao se aposentar foi anunciada por James Heappey, o subsecretário de Estado parlamentar para a defesa, em uma resposta por escrito a uma pergunta feita por um membro do parlamento.

“Há 30 aeronaves Typhoon Tranche 1 na frota de sustentação e a média de horas de voo projetada para cada uma das aeronaves, quando atingem sua respectiva Data de Fora de Serviço, é de 2.544,8 horas de voo”, escreveu Heappey em 6 de setembro de 2021.

O caça a jato tem uma vida útil nocional de 6.000 horas, o que significa que as horas de aposentadoria representam apenas 42% de sua vida útil, relatou o Jane’s em 8 de setembro de 2021.

Dos 30 Typhoon Tranche 1, 20 estão em uso ativo, enquanto os outros 10 estão armazenados na base RAF Shawbury.

A variante Tranche 1 da aeronave, a mais velha das quatro desenvolvidas, é limitada ao uso de mísseis ar-ar e tem capacidades ar-solo muito limitadas sem o uso de um pod externo. Portanto, é frequentemente limitada à missões de superioridade aérea, como para fins de Alerta de Reação Rápida (QRA), por seus operadores.

A Força de Typhoons da RAF está operando atualmente em várias missões em todo o mundo, incluindo missões QRA no Reino Unido, Romênia e Ilhas Malvinas, bem como a Operação Shader, a contribuição britânica na luta contra o Estado Islâmico no Iraque.

A retirada da aeronave Typhoon Tranche 1 foi anunciada em um Documento do Comando de Defesa publicado em 19 de março de 2021. O documento prometia uma “revisão radical” da RAF.

Como parte da revisão, o Reino Unido também anunciou planos de aposentar 14 aeronaves C-130J Hercules Mk4 até 2023, para abrir caminho para o A400M. As aeronaves Hercules deveriam continuar voando até meados dos anos 2030.

- Advertisement -

143 Comments

Subscribe
Notify of
guest
143 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marco Ormai

Já que demoraram, aqui vou eu: Poderiam vir para o Brasil.

PickNeto

kkkkkkkkkkkkk

Fernando EMB

Deus me livre!!!!

Antonio Cançado

Ué?! Por quê??

Heli

Hora de vôo caríssima, não dispara o missil Meteor, praticamente sem capacidades ar-terra, radar ultrapassado (para os padroes atuais) e para colocar um novo sistema, com AESA por exemplo, parece que não é viável seja do ponto de vista da engenharia seja economicamente.

Palpatine

Junto com um Nae da Royal Navy pra ajudar na construção da segunda frota da MB

A6MZero

Haha segunda frota….

O dia que tivermos a primeira esquadra já temos que comemorar e muito.

Palpatine

Era pra ser uma piada kk

A6MZero

Ahahhaah foi boa então.

Adriano Madureira

Temos um esquadra meia boca, fazer outra para quê?! É o mesmo que tirar comida da boca de um filho para alimentar o outro…

Segunda frota é delírio ufanista- patriótico de militares e admiradores da “força” naval.

João Augusto

Pelo amor de Deus! Se um almirante lê isso estamos lascados.

Antonio Cançado

Ué?! É mentira, por acaso? F*da-se o almirante! Eu, hein?!

Antonio Cançado

Segunda Frota? Temos uma Primeira, por acaso?

Marcos Cooper

A MB sabe o que é UMA FROTA????

Augusto

Bem pelo menos temos marinheiros para fazer varias frotas.

Torama

Isso! E vamos aproveitar para instalar um ASTROS naval nele!

Mars

Opinião de leigo no assunto, mas… Apesar de não termos nada específico para superioridade aérea, e nem Gripens suficientes no momento, acredito que falte dinheiro para uma aquisição desse tipo e alocar dinheiro para tal prejudicara outras outras mais importantes. Além disso, comentam que o Typhoon tem uma manutenção muito elevada, eu não sei exatamente quanto em comparação ao Gripen. Dito isso, eu gostaria de ver esses Typhoon voando junto com os Gripens nos céus do brasil. rs

Christiano

O bom nisso tudo é que temos a Embraer…O Brasil poderia trazê-los e a Embraer modernizá-los com vem fazendo com os nossos F-5. Só tenho um receio… uma vez, um árabe guerreiro das montanhas no Oriente Médio me disse, que aviões caças com asa delta e fácil de acompanhar em curva e acertá-lo com aqueles mísseis portáteis Terra-Ar….

paulo

Verdade , a manutenção do typhoon e muito mais cara que o Gripen fora que algumas outras questões pra que essa manutenção seja feita precisam ser costuradas .
Transferência de conhecimento e tecnologia , peças são imprescindíveis.
O Brasil precisa sim de navios de vigilância costeira e a princípio mais alguns como o Atlântico pra que sua costa não continue sendo saqueada pela China e nem sendo rota de traficante de drogas.

Euller

Paulo, já temos o melhor avião do mundo (e nacional) para este tipo de vigilância e proteção… são os T27 e os T29, respectivamente são os Tucano e SuperTucano, eles são superiores para ataque ar-solo… O que não temos são, aviões de combate Ar-Ar… E o que temos estão quase na Sucata…. São F5 e AM1 (Fora que o AM-1 são também caças de combate Ar-Solo, só que com turbinas e não turbo-Hélice como os tucanos)…

Last edited 2 meses atrás by Euller
Tomcat

Véi, outro dia a Áustria colocou a boca no trombone quando descobriu o negócio furado em que entrou com a Alemanha vendendo um desses usados e mostrou que esses tranches 1 custam 80.000 euros hora voo. Sai pra lá com essas bombas…

BK117

A FAB já investe em algo muito melhor (Gripen).

A MB ainda está investindo na modernização do Skyhawk. Pelo o que eu entendi da entrevista com o comandante da aviação naval, o dinheiro tá muito curto e o Skyhawk não é o ideal mas é o que tem. Não tem dinheiro para caças novos.

Antonio Cançado

O Gripen não é ‘muito’ melhor…Nem melhor eu sei se é, na verdade…O Typhoon é um avião fantástico…E a MB está modernizando os Skyhawk PRA QUÊ, exatamente? Pra operar DE ONDE? Contra quem? Esses deveriam ir é pra um museu…

BK117

O Typhoon é realmente formidável em suas versões recentes, mas eu me refiro exclusivamente à versão Tranche 1 britânica que está a venda. “A variante Tranche 1 da aeronave, a mais velha das quatro desenvolvidas, é limitada ao uso de mísseis ar-ar e tem capacidades ar-solo muito limitadas sem o uso de um pod externo. Portanto, é frequentemente limitada à missões de superioridade aérea, como para fins de Alerta de Reação Rápida (QRA), por seus operadores.” Certamente o Gripen NG, com tecnologia sueca ~15 anos mais nova é superior em muitos aspectos. Quanto à MB, o SkyHawk serve basicamente manutenção… Read more »

Fers

Essa entrevista é bem interessante

Wagner

Antonio, penso que gastar dinheiro com A4 é para pura propaganda: vende para a galera com déficit cognitivo a ideia de que algo incrivel está sendo feito (claro, sempre junto com aquele abominável discursinho pa(teta)triota).

Adriano Madureira

O Skyhawk como lutador já era, na era moderna não passa de um alvo fácil…

Eduardo

Mas os skyhawks já estão muito velhos e eles foram comprados de segunda mão mas no meu ver o Brasil precisaria ou construir ou comprar um porta aviões primeiro

Henrique

podem vender… desde que saíram Typhoons da RAF e entrem Gripen E/F na FAB………………….

Jesus Baccaro

Realmente, a turma da reciclagem estava demorando! 😂😂😂

Veiga 104

Para a Argentina acredito que seria uma boa opção.

Rommelqe

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

ricardo taer

Boa

Augusto

Comentário bem maldoso Veiga, kkkkkk

Carlos Campos

isso já virou meme aqui kkkkkkkkkkk

Camargoer

Olá Carlos. Concordo. Sempre a MEME coisa. Riso

paulo cesar

Concordo!
E pediríamos como doação para o Musal.
Uma unidade.

Last edited 2 meses atrás by paulo cesar
Eduardo Ribeiro

melhor não. Caro, limitado e ultrapassado. Comprar isso é jogar dinheiro fora. Acho dificil venderem isso, mais provavel serem canibalizados.

Grozelha Vitaminada Milani

Ótima oportunidade pra Marinha do Brasil. Compra de oportunidade para substituir os A-4.

Compra-se 30, 24 para 2 esquadrões de 12 unidades. Um em São Pedro da Aldeia e outra unidade no Pará. 6 ficam de doadores de peças.

Em 2028 sai o edital para a Embraer fazer um Overhauling e atualização.

Em 2035 teremos 6 Typhon-M com Exocets integrados.

Uma boa solução para as viúvas do Sea Harrier, F-18A/B, Rafale, Gripen naval …. kkkkkkk

Antonio Neto

Os custos de atualização tecnológica de Tranche 1 para Tranche 3 são assim tão elevados a ponto de ser melhor aposentar?

Carlos Crispim

Acho que isso foi a desculpa que eles encontraram para a orçamento cada vez mais curto.

rui mendes

Informa-se, o orçamento Inglês subiu, assim como o Alemão que subiu também muito, assim como o Italiano, Espanhol, Françês, Holandês, Grego, Belga e no geral todos os Europeus subiram, por isso deixa de falar à toa, quanto ao segundo porta-aviões Inglês, está em treinos com o F35 e com UAV’s Banshee, pois é o que vai usar.

bansheepwls.jpg
Antoniokings

Reportagem de março de 2021, da qual reproduzo alguns trechos:

‘O Ministério da Defesa do Reino Unido está falido por causa dos caças furtivos F-35B, que custam cerca de US$ 111 milhões (aproximadamente R$ 624 milhões) cada um, afirma Lord Richard Dannatt, ex-chefe do Estado-Maior britânico.’

“Não há muito dinheiro nos programas de atualização do Challenger ou Warrior [de tanques], nossa artilharia de campanha tem um terço da capacidade de uma formação russa e não temos defesa aérea significativa contra drones de campo de batalha”, alertou.

Carlos Campos

F35 é o menor dos problemas deles, o orçamento vinha crescendo lento, além de vários projetos ao mesmo tempo.

Andre

Ficou com vergonha de citar a fonte?

Antoniokings
Palpiteiro

Escolheram ter submarinos nucleares

Antoniokings

Segundo a mesma reportagem.

‘Além disso, de acordo com fontes da Defesa, o Exército britânico deve ser reduzido para cerca de 72 mil soldados nos próximos dez anos.’

Hcosta

Será que alguém se deu ao trabalho de ir confirmar as suas fontes?

Andre

A fonte é tão fajuta que ele ficou com vergonha de citar.

Antoniokings

Vc pega qualquer porcaria do twitter da vovó e posta aqui e eu tenho de citar as fontes.

Mas, vá lá!
Toma!

https://www.mirror.co.uk/news/uk-news/british-military-unfit-fight-russians-23710412

Matheus Rocha

Algo que deveria ser copiado aqui,diminuir pra 100 mil

Emmanuel

A Alemanha chega a se coçar com uma notícia dessas.

Antoniokings

Xará.

O orçamento militar britânico está cada vez menor e suas F.A. estão mingunado.

Antoniokings

Digo, minguando.

Hcosta
Carlos Campos

o UK não tá conseguindo nem manter os dois PA deles, eles inventaram de fazer um Sub novo que virou um buraco negro de recursos, além de estarem desenvolvendo um novo caça, pagando a modernização do Tphoon, ainda tem o novo Lynx para o Army, um radar novo para os Tphoon, novas Type 31. alguma coisa tem que ser cortada,

Johan

Sim, e se não me angano há limitações estruturais que impedem ficarem Full às versões mais atuais. Em tempos de cobertor curto, acho uma decisão mais que razoável.

Marcio

É como se pegar um Maverick V8 e começar a fazer uma reforma, começando com o motor, que é beberrão, acrescentando eletrônica, etc, etc, até ele alcançar um mínimo de competitividade. Produtos de alta complexidade como aviões caça por exemplo consomem mais do que um bocado de capital, consomem tempo, talvez o bem mais escasso atualmente.

BK117

Interessante, mas não é pro nosso bico. Quem sabe para algum outro país sul-americano? Colômbia, talvez?

Nascimento

Provavelmente. Li que eles estariam interessados nos Typhoons espanhóis. Mas acho que vão de F-16.

BK117

Também acho, a influencia do Tio Sam é bem forte por aquelas bandas…

Camargoer.

Ola k117. Quem sabe a Argentina se interesse (riso)

BK117

Caro Camargoer,
Caso o programa de caças deles avancem, não duvido que venham alguns Typhoon para a Argentina.
No caso, baseados numas ilhotas próximas e escrito “Royal Air Force”, deve ser elemento de design do fabricante…
Quem sabe até uns F35? hahahaha
Abraços!

Camargoer.

Olá Bk117. A FAB poderia fazer uma solicitação para trazer pelo menos um para o Musal. Já pensou que legal?

Carlos Campos

mas que eu saiba já estão lá, acho que 8 se não me engano, sendo que seriam os melhores caças da região

Carlos Campos

ouvi dizer que eles vão avaliar como de sempre kkkkk

Camargoer

Olá Carlos. Nem precisa ir a Londres, basta ir nas Malvinas.

Carlos Crispim

Eu acho que esse é o caça mais feio do mundo da atualidade.

rui mendes

Gostos diferem muito, por ex eu acho lindíssimo, agora que o typhoon tranche 3 e 4 é o melhor do mundo, tirando os da 5G, isso são factos, principalmente no ar/ar, pois multirole o Rafael também é muito bom, mas o Grippen também é um excelente caça.

Carlos Campos

na minha opinião o Rafale era o melhor caça Europeu, alcance, armas, sistema EW, capacidade de carga, o conjunto da obra era e continua sendo melhor que o Typhoon

Henrique

Como parte da revisão, o Reino Unido também anunciou planos de aposentar 14 aeronaves C-130J Hercules Mk4 até 2023,

pqp…

EduardoSP

Pois é, vão para o mercado de usados, complicando mais o KC-390.

Henrique

tomara que usem até o talo pra inviabilizar a célula…antes um c130 canibalizado do que 2 voando

Pedro Bó

Elevar os Typhoon tranche 1 para os tranche 3 tem custo proibitivo. Parece que envolve até modificações na fuselagem da aeronave. E a terra dos anglos não tem bala na agulha para tal e ainda manter seu comprometimento no programa do F-35, na modernização da frota naval da RN, na substituição dos Rapier pelo Sky Sabre, etc.

A mesma coisa os russos. Começam mil programas ao mesmo tempo e ficam recebendo Su-57 a conta-gotas.

Anthony

Ai uma boa opção para a Argentina!!!!!!

Oportunidade!!!

Pablo

Se tiver componentes britanicos, esquece. Se nao tiver componentes, pode ter o problema de dinheiro, tanto para comprar como para manter.

Denis

Não precisa sequer ter componentes britânicos. Esquece que são eles próprios quem está vendendo? Jamais venderiam para os hermanos.

Pablo

Verdade, Denis. Nao sei pq eu estava achando que era da força aérea da Alemanha, por isso fiz o comentário anterior.

Leonardo

kkkkkkkkkkkkkkkkk um avião inglês indo pra argentina? tá vivendo em uma realidade paralela amigão?

Camargoer.

Caro Leo. Inimigos inimigos, negócios á parte. riso.

Camargoer.

Olá Anthony. Escrevi a mesma coisa ali em cima. Risos.

Welington S.

Claro, assim como Su-35, MiG-29, YAK e tantos outros, né?

A situação da FAA é caótica, principalmente quando se trata de aviação. Às vezes tenho a sensação de que em algum momento a Argentina, por falta quase que completa de verba, terá que se ver desativando sua força aérea.

Pablo

Ainda querem bater de frente com o Chile.

José

Já li vários comentários aqui criticando a França por ter saído deste programa e ido para o Rafale sozinha.
Parece que acertaram.
Tanto que o próximo caça frances tem participação (parceria) da Alemanha e Espanha, que operam o Typhoon como seu principal caça.

Carlos Campos

acertou pq manteve sua indústria de armas na vanguarda da Europa no quesito caça, mas como produto para exportar, se não fosse o peso da França o rafale nunca seria vendido, pois é muito caro, até para os franceses.

Hcosta

O que é que uma coisa tem a ver com a outra?
O RU vai descartar modelos antigos e atualizar os restantes.

E que lógica é essa? O Eurofighter é uma porcaria porque o RU faz parte do consórcio? Se fosse a França seria muito melhor?

José

Vai estudar garotinho!
A França fazia parte do projeto que deu origem ao Typhoon, repito, vá estudar!
A França queria um avião para operar embarcado também, mais um motivo para o Rafale!
Em momento algum chamei o Typhoon de porcaria, aprenda a ler!
Mas se a França fizesse parte do projeto ainda ele seria bem melhor!
Quantos Rafales mais antigos estão sendo retirados do serviço?
Responde ai inteligentão!
Mas antes estude um pouco!

Hcosta

Por isso dou mais valor aos comentários do AntónioKings do que a estes. Antes de mais qual é a diferença entre um Typhoon tranche 1 e um Rafale F1? Estão todos atualizados? E o RU o que está a fazer é tentar encontrar alguém que compre esses aviões. E mais uma vez os que gostam de insultar são os que sabem menos. O senhor é que tem de aprender a ler já que a sua “resposta” nada tem a ver com o que eu disse. Vou tentar mais uma vez. A sua teoria é que os Alemães e Espanhóis juntaram-se… Read more »

José

Você quase escreveu um livro e não disse nada!
Repito!
Estude mais!
Abraços

Flanker

Tu sempre manda os outros estudarem quando te contradizem. Tu sempre arruma encrenca com todo mundo. E acha sempre que é o único certo. E sempre usa palavras ofensivas ou irônicas ou debochadas em seus comentários. E ainda a culpa é dos outros???

José

Que raiva é essa tchê?

Flanker

Essa pergunta tu tens que fazer pra ti mesmo, não pra mim.

Andromeda1016

Colega, acredito que o que o José quis dizer é que a saída da França do projeto Eurofighter foi bom para a França, pois conseguiu manter operante a sua indústria de caças, além de criar o caça que atendia aos seus interesses prioritariamente. Veja que o foco dele foi a França e não o Reino Unido que do nada você resolveu trazer à conversa. Não acredito que ele tenha mencionado o Typhoon para falar mal dele, mas apenas para fins de constatação. Entendo que o objetivo do comentário dele era falar bem da França, em vez de criticar o Typhoon.… Read more »

Hcosta

Isso é a primeira frase. E a segunda?
Leia o comentário dele de novo, ok? E o segundo.

Se defende este tipo de comentários, é consigo.
Não estou para aturar arrogantes.

CESAR ANTONIO FERREIRA

A Força Aérea Colombiana entra em êxtase…

Maurízio Souza e Souza

Colômbia. Só isso me veio à cabeça…

José

Será?
Mais nenhum produto manufaturado de lá foi pra sua cabeça?

Willber Rodrigues

Duvido muito que a Colômbia compre qualquer caça que não seja F-16…

Wilson França

Tá aí uma ótima oportunidade para a Argentina.

Camargoer.

Olá Wilson. Pensei a mesma coisa. riso

Jefferson Henrique

Dois colegas acima foram mais rápidos que eu para fazer a piada da Argentina, hahaha. Agora falando sério, vocês percebem que quando os cortes precisam ser feitos, um país sério, seus políticos e comandantes o fazem? 30 caças e 14 transportes que custaram dinheiro do contribuinte serão cortados. Se cortarmos 44 ativos aqui ficamos sem Força Aérea. Mas eles veem que isso é necessário. Eu ando a dias querendo fazer uma análise, depois daquela matéria no Naval que falava sobre o Brasil como um país grande, necessitar de uma Marinha grande. Mas eu não tive o tempo que eu precisava.… Read more »

Matheus Rocha

E os submarinos e as fragatas que estão por vir é o quê?

Jefferson Henrique

São ótimas aquisições. Meios defensivos, só que em poucas quantidades ainda. Como eu disse, uma reforma administrativa, no efetivo e na ordem de batalha garantiria recursos para mais aquisições de MEIOS DEFENSIVOS NOVOS.

Snake

Uai meu amigo então pelo seu comentário aí é melhor extinguir é tudo, deixar só meia dúzia, e colocar na mão das polícias dos estados a segurança kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

SteelWing

o que ele tava querendo dizer é que a Marinha deveria focar em meios defensivos e qualidade de equipamentos, não em projeção de poder para outro país e vários navios que só fazem número e despesas, mas que uma situação seriam irrelevantes, pois não conseguiriam defender a costa nem patrulha-la adequadamente. Ao meu ver( só chute mesmo) o ideal para a Marinha do Brasil seriam 3 portos de submarinos, caças baseados em terra, helicópteros de patrulha, dois ou três Awacs. Corvetas, porta-helicópteros, destroieres, tudo podia ser vendido msm, deixava só com sub e caças msm a defesa, quem sabe futuramente,… Read more »

Last edited 2 meses atrás by SteelWing
Jefferson Henrique

Obrigado SteelWing, e com suas colocações, concordo em parte.

Marcelo Baptista O comunista

Jefferson, olhe para a existência do CFN e o uso dos Bahia ou Atlântico, como projeção de poder em outro País.
A razão deles existirem é para a retomada de pontos de nossa Costa.
Obvio, que quando isto acontecer, já perdemos muito de nossa capacidade defensiva, mas é esta a idéia básica.

Carlos Pietro

Excelente compra de oportunidade para a Força Aérea Brasileira.

Camargoer.

Caro Carlos. A FAB adquiriu 36 F39E/F novos. São superiores ao Typhoon T1. As primeiras unidades operacionais serão entregues ainda este ano. Faz mais sentido a FAB empregar seus recursos na continuidade deste programa, padronizando a frota em torno do F39 do que incluir um novo modelo destinado apenas á superioridade aérea que teria no máximo mais 15 anos de vida útil.

Ronaldo

Boa Tarde, só um lembrete os novos caças F 39 Gripen E/F só serão entregues no final de outubro,e enquanto isso temos que continuar com a nossa defesa do espaço aéreo com os F-5EM Tiger ll e os caças AMX-A1M,e 30 caças Typhoon Tranche l acho que não sairiam muito caros para o Brasil adquiri-los não,bom está foi a minha opinião!

Tutu

Esses Tranche I aqui seriam iguais a notebooks da positivo, baratos de comprar, ordinários de usar e manter.

GFC_RJ

Você chegou a ler que os caças serão aposentados da RAF somente em 2025? Até lá, espera-se, conservadoramente, que mais de 20 Gripens estejam operacionais. Você chegou a ler que esses T1 praticamente não servem para outra coisa que não seja combate ar-ar, isto é, não são multirole? Por último… Como é para pôr toda a nossa estrutura a disposição desses possíveis Typhoon T1? IFF, datalink, pacote de armas, integração de sensores e comunicações, treinamentos, simuladores, manutenção multinível… Sendo muito otimista, levaria uns 5 anos no mínimo para pôr em capacidade razoável de uso e combate. Parece que a gente… Read more »

Ronaldo

Boa Tarde,eu quis dizer que os 6 primeiros caças Gripens começarão a serem entregues no final de outubro,e quanto a modernização destes caças,poderia ser feitas lá no Reino Unido mesmo mas com parte da tecnologia brasileira tipo da Akael Sistemas,da Ael Sistemas,assim teriam o DNA do Gripen E,podem achar que eu esteja falando bobagens por ser apenas um leigo que gosta destes temas; O nosso espaço aéreo não está completamente protegido, e com estes caças mesmo seriam como os mirage 2000 que serviram apenas como tampão ou seja provisório,os Eurofhiter Typhoon Tranche 1,se modernizados teriam uma vida a mais 15… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Ronaldo
Flanker

Meu caro, modernizar os Typhoon Tranche 1 é possivel, mas o custo é proibitivo. É justamente por isso que eles serão aposentados.
Se comprássemos eles, seria recebidos em 2025 ou 2026…..até lá, a FAB já terá recebido praticamente todos os Gripen, que por sua vez são muito mais completos e versáteis que esses Typhoon T1.
Os A-1 da FAB estão sendo modernizados e o resultado é bastante bom. Talvez, algumas unidades a mais a serem modernizadas seria o ideal, mas há o limitador do motor Spey, que sofre de escassez de peças de reposição.

Ronaldo

Bom Dia Flanker, obrigado pela atenção e explicação

Um Abraço!!!

Wellington R. Soares

Você leu a parte que eles serão vendidos em 2025 ?
Até lá já estaremos com pelo menos uns 20 Gripens operacionais.
O certo é focar em um novo lote do que em caças usados.

Matheus Rocha

Melhor modernizar os AMX A-1

Pablo

Tu prefere um caça novo ou um m3ia vida?

Wagner Figueiredo

Vamos falar de coisa séria!!! Top gun na TV ( Globo ) rsrsrs..

Antonio Cançado

Seriam muitíssimo bemvindos aqui…

Flanker

Pra que? Comprar uma caça usado e com menos capacidade que o Gripen? Se for Para comprar outro caça, que seja novo ou com capacidade similar ao Gripen

Tutu

Algumas surpresas nessa lista, RFA Argus por exemplo.

Pouca coisa que faria sentido para nós.

José

Beleza
Só reforçar o trem de pouso e gancho de parada, uma rampa no Atlântico e iremos dominar o Atlântico Sul.
*duvido nada alguém estar pensando assim.

Antunes 1980

Estes vetores ainda vão parar aqui na América do Sul (exceto Argentina) sic.

Matheus Rocha

Esses aí já são da Índia

Marcelo

O maior problema dessa noticia são os 14 aviões C 130 J , que muito provavelmente serão oferecidos no mercado com baixo preço, mais um golpe no KC 390

Neto

Pensei o mesmo.

Quem já usa o C130J e poderia abrir um espaço para o KC390, aproveitaria uma oportunidade dessa fácil.

Matheus Rocha

Seria interessante a MB estudar uma possível compra,já que eles poderiam operar em terra a partir de São Pedro da Aldeia,além do mais,eles poderia fazer uma ”modernização” junto a embraer

Flanker

Meu caro, essas aeronaves são bastante caras de operar. Sua modernização é mais cara ainda. A MB que se contente com AF-1M e se dedique à renovação de sua frota de superfície que está desaparecendo.

Matheus Rocha

Verdade.

Fabio

A Argentina poderia comprar……nao pera….

Luiz Augusto

Esse tipo de caça é muito importante nas defesas aéreas, não apenas do Brasil, se fossem adquiridos, como em outros países. Isso não é assunto para piadas.

Anthony

E não seria uma excelente oportunidade para a Argentina????

Metade disso e mais um ou 2 como fonte de peças!!!

Last edited 2 meses atrás by Anthony
Carlos Campos

seria um cavalo de tróia dos bons

Anthony

Brincadeiras a parte……

Pessoal acha q comprar um avião de caça e como comprar um carro: Compra e já sai voando!!!!! Kkkkk

Tem treinamento, peças de reposição, adaptação de base,vcriacao de doutrina….. Etc…

Aff!!! Esses “especialistas de teclado”… Kkkk

Gabriel Oliveira

Só me vem a mente a Colômbia,não sei se rola,mas é uma possibilidade.

Gabriel

.Dependo do preço e da visão de quem comprar. Para o Brasil seria interessante para a MB e para a FAB precisando atualizar a aviônica aí que está o pulo do gato, pois poderia usar aviônica do próprio Gripen E que possue capacidade de software em ataque ao solo e atualizando para ataque naval. O diferencial deste software é que ele é aberto e pode ser atualizado dando capacidades assustadoras. Mas pq o typhoon? Simples capacidade de carga maior que do Gripen E podendo operar o míssil hipersonico brahmos que é gigante perto do caça sueco. Pensariam 1 vez antes… Read more »

Carlos Campos

Xepa de Typhoon, Colombianos devem dar uma passada na Inglaterra. ou quem sabe até mesmo os Ucranianos, não sei qual força aérea mais poderia ter interesse nesses caças.

Cabral

Não temos tecnologia e nem dinheiro para termos um caça tradicional para defesa real. O melhor sistema seria apostar recursos em drones e minidrones com AI. Gastar recursos e tempo para formar pilotos (demora muito ) de combate é atrasado e inútil. A defesa naval evaporar milhões em sistemas treinamento que logo serão obsoletos, ainda temos a ousadia de usarmos ( quando tem recurso) navios tripulados. Temo que ter navios autônomos e pilotados por sistemas AI (inteligência Artificial) menores e eficaz. Eu vejo uma FAB forte sem pilotos e extremamente eficaz em qualquer resposta contra qualquer país e MB TAMBEM.

Jose

Enquanto isso o Brasil faz desfile militar com tanques com mais de 45 anos ou melhor desfile com sucata kkk..

Junior P.

A Colômbia certamente estará de olho nesse Typhoon.
Será que outro sulamericano interessado pode ser o Chile? Eles tem um esquadrão de F-5 para substituir nos próximos anos e histórico de boas compras de material britânico. Há boatos de que tempos atrás os chilenos estiveram analisando proposta de outro eurocanard, o Gripen C/D.

Últimas Notícias

VÍDEO: Acidente com o F-35B britânico a bordo do porta-aviões HMS ‘Queen Elizabeth’

Vídeo do acidente com o caça F-35B britânico a bordo do porta-aviões HMS Queen Elizabeth, em 17 de novembro...
- Advertisement -
- Advertisement -