segunda-feira, setembro 27, 2021

Gripen para o Brasil

Programa Rapid Dragon lança mísseis JASSM-ER paletizados de aeronaves EC-130J e C-17A

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Programa Rapid Dragon da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) conduziu a primeira demonstração em nível de sistema de ponta a ponta de um Sistema de Desdobramento de Munições Paletizadas lançado do ar em julho, lançando mísseis de cruzeiro AGM-158B Joint Air-Surface Standoff Missile – Extended Range (JASSM-ER) simulados em alta altitude.

Os mísseis foram lançados de aeronaves EC-130SJ Commando Solo do Comando de Operações Especiais da Força Aérea (AFSOC) e C-17A Globemaster III do Comando de Mobilidade Aérea sobre White Sands Missile Range, Novo México.

A demonstração foi liderada pelo Escritório de Experimentação e Planejamento de Desenvolvimento Estratégico da Força Aérea (SDPE), parte do Laboratório de Pesquisa da Força Aérea (AFRL), em associação com o Air Force Futures, AFSOC, Comando de Mobilidade Aérea, Comando de Operações Especiais dos EUA Det 1, e o USAF 412th Test Wing.

Ela “mostrou a capacidade de um nó de Comando e Controle Além da Linha de Visada para transferir dados de mísseis de cruzeiro [JASSM-ER] para aeronaves do Comando de Operações Especiais da Força Aérea e Comando de Mobilidade Aérea”, disse a USAF em um comunicado à imprensa em 20 de agosto.

De acordo com o comunicado, uma tripulação operacional do 492 Special Operations Training Group Detachment 2 e uma tripulação de teste do 418th Flight Test Squadron conduziram os lançamentos “em um ambiente operacionalmente relevante, demonstrando a viabilidade de um lançamento paletizado de armas de ataque de longo alcance”. O US Naval Surface Warfare Center Dahlgren Division, o USAF Standoff Munitions Application Center, Lockheed Martin Missiles and Fire Control, Systima Technologies, Safran Electronics & Defense, Parachutes USA e R4 Integration, Inc também apoiaram a demonstração.

JASSM-ER

FONTE: Jane’s

- Advertisement -

51 Comments

Subscribe
Notify of
guest
51 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bosco

Um simples C-130 sem modificação alguma poder lançar uns 12 JASSM-ER/LRASM com 1000 km de alcance é algo bem “interessante”.
Ano que vem deve estar operacional JASSM-XR com o dobro do alcance e ogiva de 2000 lb (900 kg).

Saldanha da Gama

Boa tarde, também acho e continuo a sonhar com o kc podendo fazer o mesmo e até como defesa de costa…. É sonho viu? Abraços

sj1

E dá mesmo, lançamento com extraçao por para-quedas. Fiz uns calculos um tempo atrás e acho que ele consegue lançar um míssil ha uns 2.500 Km da costa sem revo.

Maurício.

” até como defesa de costa…”
Saldanha, se até o B-52 pode, porque o KC não né? Rsrsrs

main-qimg-02cbb0bc25d79387c461c5c2f32e96f2.jpeg
Pablo Maroka

Emocionado com as forças do US.

Melhor país do mundo

Pedro Bó

Os EUA estão na vanguarda do desenvolvimento militar, espacial, computacional, etc, etc, etc. Mas daí a dizer que são o melhor país do mundo é um exagero. O Tio Sam tem enormes deficiências socioeconômicas, sociológicas e antropológicas que só acentuam-se com o tempo. E geralmente ainda apontam o dedo para outras nações por conta dos mesmos problemas.

Denis

Comentário irretocável, Pedro Bó.

Bento Ferreira Perrone

Na vanguarda do desenvolvimento computacional eles decididamente não estão mais não…. nisso a China já passou, e sabe-se lá em que mais além de capacidade industrial e de mão de obra.

Lúcio Sátiro

Besteira. Compare o numero de cidadãos do mundo inteiro que desejam ir morar em qualquer um dos 195 países do mundo pra você ver qual país é o campeão.
Todos os países do mundo tem problemas, se vocevocê analisar por esse ângulo sua analise vai estar errada.
Essa sua conversa pra boi dormir não engana a ninguém. Qualquer cidadão que vá para os Estados Unidos com disposição para trabalhar duro vai ter seu trabalho merecidamente reconhecido e um nível de vida bastante superior ao cidadão médio da grande maioria dos países.

Pedro

Rapaz, que bela entrega. Gourmetizaram os mísseis hahahaha. Brincadeira.

Welington S.

Me lembrou da biribinha TROCANO.

Jagdverband#44

Um pouco off topic mas nem tanto:
perceberam o “ballet” dos C17 e C130J nos céus entre os Emirados Árabes e o Afeganistão? Alguns A400 também são vistos.
Tudo no flightradar24.

Bruno Vinícius

A FAB poderia tentar algo parecido com o KC-390 e o MICLA-BR. Teríamos “bombardeiros estratégicos” (com a capacidade de atacar praticamente qualquer ponto do território de nossos vizinhos) sem a necessidade de gastar um centavo além da integração do míssil com a aeronave (que não deve ser algo muito caro).

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinícius
Teixeira

Seria ótimo, e pra reforçar podíamos desdobrar uns Harriers no PHM Atlântico pra fazer proteção da frota com o MAA-1B e o MAR-1

Carlos Campos

teixeira, se vc não entende o básico, melhor ficar calado

carvalho2008

Escrevi sobre isto em 2014 e depois em 2016….
https://projetosalternativosnavais.wordpress.com/2016/02/10/embraer-kc-390-bomber-emprego-de-container-drone-planador/

O Carvalho já havia dito e previsto …este retorno….

Nada como a agua bater lá na….B….é o pragmatismo demitindo a filosofia eterna….quem disse que não funciona?

Vocês lembram? falei ou não falei….?

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

Tomcat4,2

O KC lançar é tranquilho pois o procedimento de lançamento já é treinado e tal, a questão é a FAB adquirir ou pedir a alguma empresa o desenvolvimento deste sistema paletizado de lançamento de mísseis e ou bombas.

carvalho2008

Não tem de inventar a roda senão a coisa não sai, basta juntar as peças:

  • As SMKB Britanite tinham programação WIFI e GPS,
  • Já temos os motores de foguetes Astros para Booster do Container;
  • Já temos o avião com a capacidade de carga;
  • bastaria criar as asas retrateis enteladas.

E testar…o projeto tem de ser um kit removivel tal como o kit de reabastecimento….quando a missão precisar instala….quando não retira e guarda…

carvalho2008
carvalho2008
Bosco

Falou!

carvalho2008

Mestre Bosco , o amigo leu o material do link? Dê especial atenção a tese de estudo do oficial americano em que conclui que 87% dos bombardeios não são sequer contra instalações fortemente defendidas…não justifica um B1 para estes casos…isto a decadas atras….fosse hoje, as armas inteligentes ampliariam isto mais ainda…

Tomcat4,2

Pois é meu caro, eu me lembro, nádegas como um dia após o outro!!!rs

carvalho2008

Tá dificil vender Embraer? Está porque quer…. Já havia falado que era uma das formas de agregar valor ao projeto. Fica dormindo no ponto, os americanos terão para seu C-130C,F, J….até chegar ao Z…. Dificil de fazer???!!! Absurdo é achar que seria dificil! As bombas brasileiras Britanite não tinha Wifi e guiamento GPS? Isto já é o suficiente para instalar no container…tudo o que ele precisa é saber a direção. Depois de lançado abrir uma asa entelada para aumentar o coeficiente de planeio e pronto! Se desejar, um booster dos foguetes da Avibras como motor para aumentar o alcance do… Read more »

carvalho2008

Falta tecnologia a Embraer….comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008
Carlos Campos

eu lembro, e foi uma das melhores ideias que eu já nesse site, o poder de ataque é fenomenal.

Carlos Campos

roubaram tua ideia kkkkkk, processa pra ficar rico, deixando de brincadeira, é uma pena não ser a gente, agora o C130 tem mais um ponto positivo e o KC390 não, o novo avião da CS vai ter essa capacidade e nós não.

carvalho2008

Já tenho uns 4 para processar….e uns 99 por atentado a honra e discriminação quando ironizavam minhas defesas…

Nonato

Aqui quem ousa inovar é alvo de críticas.
Há tempos tenho sugerido o KC 390 como “transportador de mísseis.
Com ou sem adaptação.
Para ataque à superfície é ótimo.

carvalho2008

Eu lembro que o amigo defendia as Barroso e hoje, concordo contigo que teria sido melhor continuar…umas 4 com algumas pequenas melhorias, e umas 4 downgrade sem turbina e versão NapaOc….seria mais simples que as Tamandaré….mas ai a diferença de grana encaminhava umas 2 Fragatas top de prateleira só para não perder doutrina e manter-se atualizado para quando realmente formos investir em produto de ponta….2 fragatas atuais e o resto só de NapaOC+Barrosos….

Nonato

Já propus também a possibilidade (embora compreenda as dificuldades técnicas) de um avião reabastecedor de misseis.
Claro que da forma que é feito hoje é praticamente impossível um gripen ser reabastecido de mísseis no ar.
Como retirar um míssil do KC 390, descer até o gripen e fixar embaixo da asa?
Tecnologia é para isso.
Tudo que foi criado não existia e parecia impossível.
O homem voar, ir para o espaço, se comunicar a distancia, eletricidade, lâmpada elétrica, computadores,chips com milhões de transistores…

carvalho2008

Reabastecer fisicamente seria um desafio e tanto, mas o amigo poderia recorrer aos famosos bagageiros de misseis que a USAF está procurando implementar como Drones telecomandados pelos F-35 e F-22, uma vez que é sabida a baixa capacidade de transporte de armas deles se quiserem usar apenas as baias internas…

Então, não vejo tão complexo um KC-390 lançando e recolhendo estes drones bagageiros de misseis…assim voce soluciona o processo fisico de reabastecimento…o missil não precisa estar embaixo da asa do gripen, basta que os bagageiros carreguem e sejam disparados pelo Gripen….

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008
carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

Renato B.

Antes desse teve o projefo Goblin, eles chamavam de caça parasite. Se não me engano o Chuck Yearger em sua biografia disse que o projeto terminou depois de um acidente e ele culpou o piloto de provas por não conseguir engatar no avião mãe.

Last edited 1 mês atrás by Renato B.
Nonato

O link não abre

carvalho2008

qual link?

carvalho2008

Para o caso do KC-390, eu prefiro a minha ideia do container planador, porque: O container após expelido, abre as asas, tem booster e seguirá o curso mais arriscado até a área mais proxima do alvo até soltar o armamento. Isto cria um eco radar que bifurca o KC-390 que foge em direção longe e oposta. Enganará sistemas de defesa mais sofisticados que teriam de redirecionar e passar a focar no container. Além de lançador, ele proprio é um engodo. Outra possibilidade, ao contrario de um unico e gigantesco container de 12 metros, a caixa do kit poderia ser subdividada… Read more »

Carlos Campos

Eu defendo isso para o MT300 e uma versão naval do MT300, além de que o CARVALHO já mostrou um design parecido, muito legal, a Coreia do Sul vai usar esse meio para ançar misseis no seu futuro cargueiro, sistema IDEAL para termos um “borbardeiro” para ataque de saturação de alvos de grande valor, seja uma fábrica, ou uma força tarefa naval.

carvalho2008

Sobre a importância e conveniência:

  • 1) nas operações do Iraque, a estatística da participação de munições entregues ao inimigo é de aproximadamente 70% a 80% pela artilharia do exercito ( obus, canhões, Morteiros, Sistemas de foguetes e misseis)
  • 2) Os B-52 foram responsáveis por apenas 3% das surtidas mas entregaram 30% das bombas e artefatos da Força aérea;
  • 3) Os B-52 estavam entre os primeiros atacantes, assim que os principais pontos estratégicos foram atacados cirurgicamente e mesmo antes desta ter levado a cabo, realizaram inclusive missões de penetração a não mais de 100 metros de altitude….
Renato B.

E a discussão carga x plataformas ganha um novo lance. Um argumento interessante para um certo país de poucos mísseis.

Últimas Notícias

Pentágono e Lockheed Martin acertam novo programa de produção do F-35

Cronograma atualizado garante previsibilidade e estabilidade da produção FORT WORTH, Texas, 27 de setembro de 2021/PRNewswire/ - O F-35 Joint...
- Advertisement -
- Advertisement -