quarta-feira, dezembro 1, 2021

Gripen para o Brasil

Japão acelera estudo de Inteligência Artificial para ‘Loyal Wingman’

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

No dia 11 de agosto, o Ministério da Defesa do Japão decidiu desenvolver um veículo aéreo não tripulado para apoiar o próximo caça F-X, que será o sucessor do caça F-2 da Japan Air Self-Defense Force (JASDF).

Despesas relacionadas foram incluídas na solicitação orçamentária de 2022, a fim de acelerar o estudo para a realização de tecnologia de voo autônomo para veículos aéreos não tripulados por Inteligência Artificial (IA). O próximo caça deve iniciar a operação por volta de 2035.

Os métodos de operação para suporte incluem (1) detecção antecipada de caças e mísseis inimigos (2) lançamento de mísseis (3) ataque eletrônico durante o voo em um espaço aéreo longe dos caças amigos para desviar os mísseis inimigos. Espera-se que também se torne um tipo de “engodo”.

Os veículos aéreos não tripulados têm a vantagem de serem fáceis de voar em espaços aéreos perigosos porque não há danos humanos, caso sejam abatidos.

Conceito do futuro caça japonês F-X
Conceito do futuro caça japonês F-X

FONTE: Jiji Press

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos Campos

o Loyal Wingman do Japão, que eu saiba eles ja tem um aparelho assim, mas não furtivo, falando sobre o cenário futuro, os países estão investindo muito em drones, quem for rico vai sair na frente, pq o inimigo vai achar que abateu um caça mas era um drone.

Diego

A ideia de usar drones controlados por um caça stealth seria um divisor de águas na maneira que os combates aéreos aconteceriam. O piloto ao detectar o inimigo, selecionaria a melhor configuração de combate no cenário visualizado e enviaria as instruções aos drones, o resto essas aeronaves usando inteligência artificial fariam todo o serviço pesado, enquanto na retaguarda, o piloto poderia ficar dando cobertura…
Abaixo, concepção artística do suposto drone japonês:

E7Tty8jXEA8_fbs.jpg
Nonato

2035 é muito tempo.
A China avançando muito.
Deveria ser tudo para ontem…

Carlos Campos

não é muito tempo, pq eles tem drone com capacidade parecida para chamar atenção de caças e sistemas antiaéreos, além de que já voam o F35, que é equivalente ao J20 por serem 5G

Nonato

Em 1969, a Rússia propôs que os Estados Unidos soltassem bombas nucleares contra a China.
Os Estados Unidos não toparam pois a China seria útil para contrabalancar os soviéticos.

Last edited 3 meses atrás by Nonato
Carlos Campos

e eles acertaram, pois os dois não se davam bem, apesar de terem governos parecidos.

Últimas Notícias

Atech levará tecnologia brasileira a eventos internacionais de Defesa e Segurança

Reconhecida como uma 'System House' brasileira, a empresa estará presente na EDEX e  ExpoDefensa 2021 A Atech, empresa do Grupo...
- Advertisement -
- Advertisement -