quarta-feira, outubro 20, 2021

Gripen para o Brasil

Há 35 anos, voava o demonstrador de tecnologia British Aerospace EAP

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Em 8 de agosto de 1986, ocorreu o primeiro voo do British Aerospace EAP. A aeronave britânica de demonstração de tecnologia foi desenvolvida como um empreendimento privado, e acabou formando a base do Eurofighter Typhoon.

O British Aerospace EAP (que significa Experimental Aircraft Program) foi projetado para pesquisar tecnologias a serem usadas em uma futura aeronave de combate europeia.

O EAP tem suas raízes no Agile Combat Aircraft (ACA), uma iniciativa colaborativa que estudava tecnologias avançadas para produzir caças mais capazes. Com o anúncio do EAP em outubro de 1983, pretendia-se que fosse um esforço europeu multinacional; no entanto, nem a Alemanha Ocidental nem a Itália contribuiriam financeiramente, portanto, o programa contou com uma combinação de financiamento público britânico e privado britânico e europeu.

Tendo sido fabricado em seções em várias instalações, a única aeronave EAP (série ZF534) foi apresentada em abril de 1986. Depois do seu voo inaugural em 8 de agosto de 1986, o EAP voaria mais de 250 surtidas até 1 de maio de 1991, quando terminou de cumprir  seu propósito de auxílio ao desenvolvimento.

O Comitê de Contas da Câmara dos Comuns britânica atribuiu ao EAP a redução de um ano no desenvolvimento do Eurofighter, com uma economia de £ 850 milhões.

Durante o segundo semestre de 1991, o departamento de Engenharia Aeronáutica e Automotiva da Universidade de Loughborough recebeu a aeronave EAP, onde foi utilizada como um auxiliar de instrução estático no ensino de estudantes de Engenharia Aeronáutica por muitos anos.

No início de 2012, em resposta a um pedido da Royal Air Force (RAF), o EAP foi transportado para o Royal Air Force Museum Cosford; desde então, foi remontado e colocado em exibição pública na coleção do museu.

EAP no Royal Air Force Museum Cosford, 2016 - Foto: Clemens Vasters
EAP no Royal Air Force Museum Cosford, 2016 – Foto: Clemens Vasters

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Maurício.

Eu lembro de uma matéria de 2001, acho que na globo, onde eles informaram que a Europa estava em alerta máximo após os atentados de 11 de setembro, e o caça que eles mostraram levantando vôo era esse pai do Eurofighter.

Vinicius Momesso

Quando um demosntrador de tecnologia como esse levanta vôo, quantos por cento do projeto já está concluído?

Marcos 10

Acho que não dá para falar em porcentagem. Veja que até hoje o Eurofighter vem sofrendo modificações. O objetivo sempre é reduzir peso, aumentar alcance, manobrabilidade. É provável que o protótipo não tivesse motor definitivo, sem nenhum sistema embarcado e com baixo alcance. Pode ter recebido materiais compostos. Testes de fadiga devem ter sido feitos a exaustão e levaram a verdade hh o de peças e troca de materiais.

Heli

o prototipo usou os motores RB199 do Tornado, os EJ200 ainda estavam em inicio de desenvolvimento

Teropode

Era magnífico , tenho uma publicação de 1988 que fala dele , era moda os caças com canards , a Alemanha também tinha um projeto que acabou sendo convergindo no Eurofighter , aliás se não estou enganado ; o projeto Alemão possuía 2 derivas …..

Marcos 10

O objetivo do canard é aumentar a instabilidade. Na década de 70, com objetivo de aumentar a manobrabilidade via instabilidade, os alemães instalaram uma segunda deriva logo após o cockpit em um F104.

Leandro Costa

Lembro disso. Foi um dos caças mais esquisitos que já vi, mas parece que serviu seu propósito de estudo.

Wagner

Nossa! Me lembrei como estou velho! Kkkkkkkkk
Nessa época (ou um pouco mais para o futuro, não me lembro exatamente) tinha aquela revista “Guerra nos Céus”, que chegava quinzenalmente nas bancas de jornal da minha cidade (cada fascículo um show). Tinha tambem a “Tecnologia e Defesa”, muito boa! Saudosos tempos!

Últimas Notícias

FAB realiza enlaces de dados entre aeronaves usando o LINK-BR2 pela primeira vez

Os voos foram realizados durante a execução da Operação Íris, como foi denominada a segunda fase de ensaios de...
- Advertisement -
- Advertisement -