quarta-feira, outubro 20, 2021

Gripen para o Brasil

VÍDEO: Pouso de C-105 Amazonas em pista de terra

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

No vídeo abaixo, um avião de transporte C-105 Amazonas da Força Aérea Brasileira realiza um pouso em uma pista de terra.

A Força Aérea Brasileira comprou doze aviões de transporte Airbus C295 (denominados C-105 na FAB) no ano 2005 para substituir os icônicos C-115 Búfalo.

A primeira aeronave C-105 matrícula FAB 2800 foi recebida pela FAB no dia 16 de outubro de 2006.

A FAB opera também três aeronaves da versão SC-105 de busca e salvamento.

No início da operação dos C-105 na FAB houve relatos do surgimento de pequenas rachaduras nas pás das hélices causadas por detritos em pousos como o do vídeo. Aparentemente, o problema foi solucionado.

- Advertisement -

36 Comments

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Zeus

Ó, nobres entusiastas!
A propósito de pousos em pistas de terra, coincidentemente estava eu a rever o antigo e excelente documentário francês sobre a operação de clássicos 727 no osso, com pneus no bagaço e vazamentos nas asas nas então horríveis e suicidas pistas de pouso de terra e asfalto esburacado em Angola!

A imagem inicial fala por si!
https://youtu.be/12eyRSdPAw8

Mario José

Pqp!! que video muito legal, mas acho que as coisas em Angola já melhoraram, pelo menos no tocante a aeroportos e seguranca de vôo. Eu acho 👏👏👏

Antonio Palhares

Não é uma tarefa fácil para os pilotos. principalmente nos primeiros pousos

Teropode

Isso é pra ser feito 2 vezes a cada 10 anos , a sílica aspirada pela turbo reduz bastante a vida do motor , já presenciei uma ação cosmética numa pista no norte de Minas , fizeram a limpeza e depois aplicaram o alcatrão impermeabilizante ( aquele líquido que pulverizam antes de aplicarem o asfalto ), no dia seguinte pousaram 3 aeronaves na pista , incluindo um bandeirante civil , este método é barato , rápido para aplicar , evitando este poeirão todo , voltei na região 5 anos depois e o piso da pista ficou como se tivesse sido… Read more »

Mario José

Será que KC 390 já fez algum pouso desse tipo, alguem sabe??

BK117

A Embraer recentemente construiu uma pista de terra pra testar o KC, segue o link da matéria (não achei aqui do Aéreo então peguei do Aeroflap)
Embraer constrói pista de terra com 1800 metros para testar o KC-390 – AEROFLAP

Joao Moita Jr

Bush pilot!!! Show de bola!!!

M65

Esta aeronave e outras com suas tripulações e pessoal de apoio fizeram um excelente trabalho durante o auge da segunda onda da Pandemia no Amazonas principalmente.

Rinaldo Nery

Meu filho participou disso. Contraiu Covid transportando doentes da Covid. Já se recuperou.

Camargoer

Olá Rinaldo. Que bom que ele se recuperou. Doença terrível. Perdi um tio e alguns amigos. Quase perdi outra tia e uma irmã

Tomcat4,2

Que bom que se recuperou dessa doença terrível, fiquei 6 dias internado tomando oxigênio por ter ficado com 40% do pulmão tomado pela covid-19 mas Deus me curou(assim como a seu filho) através dos medicamentos e cuidados médicos.

Camargoer

Olá Colegas. Se o C105 faz isso, já imaginou os Sherpa? Riso. (é implicância minha)

Satyricon

E seriam muito bons para tal missão

Camargoer

Olá Satyricon. Se for para levantar poeira, então prefiro o Chinook.

Tomcat4,2

Somos dois então meu caro mas tenha em mente que a operação do Chinook é bem mais cara !!!

Henrique

Espero ver o Stout lá da Embraer

Teropode

São 2 então . Façam uma catira , sherpas por Mi35 .

Last edited 2 meses atrás by Teropode
Joli Le Chat

Esta terra toda para frente é resultado do “reverso” do avião?

Rinaldo Nery

Sim.

Teropode

A sílica adora isto .😎

V12 aero

Queria ver o vídeo do pouso do kc 390.

Ricardo

KC390 VIRA PÓ JUNTO COM A TERRA

Rinaldo Nery

Não é o q parece nas imagens do ensaio na pista de terra de Gavião Peixoto….

Teropode

O PA postou matéria sobre isto .

Carlos Campos

vc é burro assim mesmo ou falou mal do avião pq não gosta dele?

Rinaldo Nery

Quanto ao problema das pás, o erro foi da própria FAB. Havia um Boletim Tecnico da Airbus Military determinando a troca da camada protetora das pás (erosion coat) , a cada determinada revisão da aeronave. Desconhecíamos esse boletim. Assim que cheguei na COPAC, em 2009, a Airbus enviou o boletim e o problema foi sanado. Eu era Adjunto da Gerência do Projeto CL-X (C-105). Meu filho é instrutor de C-105 no 1°/9° GAV.

Flanker

Mas, os boletins não tem que ser todos fornecidos pelo fabricante? A FAB não sabia porque a Airbus não tinha enviado o boletim, não é?

Rinaldo Nery

Sim. Cobramos e enviaram.

M65

1°/9° GAV Esquadrão Arara – Base Aérea de Manaus.

Wanilton

Eu era o mecânico de vôo dessa missão. 😎👉

Joli Le Chat

Legal demais!
E como foi a decolagem? Foi dali mesmo daquele local, ou tinha uma pista pavimentada na área?

Sergio Augusto

O problema das hélices sempre existirá, pois as pistas de terra ( Piçarra) tem muitos detritos, e danificam qualquer hélice, porém com uma manutenção efetiva e preventiva , esse tipo de dano fica bastante ” controlado” , mesmo porque o desgaste ocorrido causa desbalanceamento, e também pode atingir o eixo do motor. Participei do recebimento desse avião para o Brasil, fui ao EUA fazer todos os cursos relativos ,para poder transmitir aos meus colegas no Brasil.

Juscelino

Pouso em pistas de barro e esburacadas. Trata-se de um treinamento militar ou de uma triste profecia para o futuro de nossas bases militares?

Clodorencio

Caranba! O poeirão do reverso deixa o avião “guardado” por alguns segundos na pista.
Belas imagens, não tem como negar.
Sei que este C105 veio para substituí o Búfalo, que operava em pistas dessa para pior numa boa. Porém creio que as condições das pistas que o Búfalo operou ja devam ser outras hoje, não sendo comum esse tipo de operação nos dias de hoje. Estou certo quanto à isso, ou a infraestrutura evoluiu pouco ou nada?

Rinaldo Nery

Estão todas asfaltadas pela COMARA.

Wellington Góes

Uma aeronave BBB (Boa, Bonita e Barata)…
A FAB acertou quando optou por ela… Só errou no início de sua operação, quando alguns quiseram operá-la como se fosse o venerável Buffalo.
Sou da opinião que ela poderia fazer o grosso da aviação de transporte tático leve das outras duas forças, deixando assim as da FAB mais livres para atendê-la melhor… Uma pena que a política do cada um por si ainda impera nas forças… Se fosse mais coordenada, daria para organizar direito, aumentando a escala e assim daria para fazer montagem local dessa aeronave, mas…..

Últimas Notícias

FAB realiza enlaces de dados entre aeronaves usando o LINK-BR2 pela primeira vez

Os voos foram realizados durante a execução da Operação Íris, como foi denominada a segunda fase de ensaios de...
- Advertisement -
- Advertisement -