quinta-feira, setembro 23, 2021

Gripen para o Brasil

L3Harris Technologies desenvolve futuros conceitos de vigilância da OTAN com equipe internacional

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br
  • Desenvolve um conceito centrado em dados e independente de plataforma para Vigilância e Controle Futuros da Aliança
  • Trabalha em parceria com empresas europeias de defesa e tecnologia
  • Analisa soluções tecnológicas potenciais para aumentar a vantagem militar da OTAN após 2035

A L3Harris Technologies (NYSE: LHX), com uma equipe de empresas líderes internacionais de defesa e tecnologia, está desenvolvendo conceitos de vigilância para a OTAN para substituir a frota de Sistema de Controle e Alerta Aéreo da organização até 2035.

A equipe está desenvolvendo opções de “sistema de sistemas” para capacidades de vigilância e controle para o programa de Vigilância e Controle do Futuro da Aliança da OTAN (AFSC – Alliance Future Surveillance and Control).

Liderada pela L3Harris Technologies, a equipe unifica a experiência em todo o cenário internacional, compartilhando uma visão de uma abordagem centrada em dados e independente de plataforma. Os membros da equipe internacional serão anunciados em uma data futura.

”A L3Harris tem a habilidade e experiência para lidar com as complexidades do programa AFSC em todos os domínios – ar, terra, mar, espaço e cibernético”, disse Charles R. “CR” Davis, vice-presidente internacional da L3Harris. “A equipE abordou a fase de Estudo de Viabilidade de Redução de Risco com uma mente aberta em relação às plataformas e arquiteturas digitais que melhor atingirão os objetivos da OTAN. É fundamental dar à OTAN e aos países membros o máximo de flexibilidade possível no desenvolvimento de um conceito AFSC de tecnologia avançada, altamente adaptável e de baixo custo, moldado para atender aos desafios híbridos em evolução.

A equipe internacional irá analisar os riscos e a viabilidade dos componentes candidatos nos seus sistemas de sistemas para aumentar a vantagem militar da Aliança da OTAN até 2035 e mais além. A equipe L3Harris aproveita os pontos fortes de várias empresas de defesa globais para oferecer inovação em engenharia, experiência em capacidade para vencer batalhas e uma visão compartilhada para aumentar a eficácia das futuras operações militares da OTAN.

“A OTAN deixou muito claro que seu objetivo é garantir que os dados e as informações sejam colocadas no centro de todas as capacidades futuras do AFSC”, disse Dave Johnson, vice-presidente de Estratégia, Sistemas Integrados de Missão, L3Harris. “Com nossa abordagem de arquitetura agnóstica e centrada em dados e experiência na construção de recursos JADC2, a equipe da L3Harris está comprometida em trabalhar com a OTAN, estudando todos os aspectos de seu programa principal e desenvolvendo um conceito para vigilância e controle de todos os domínios conjuntos para o programa AFSC.”

A L3Harris e seus colegas internacionais entregaram anteriormente um estudo de conceito técnico de alto nível (HLTC) à OTAN em 2020 como um dos seis fornecedores, com suporte detalhado em todos os segmentos de negócios focados na arquitetura centrada em dados. O HLTC cobriu todos os aspectos da vigilância e controle de múltiplos domínios em todo o espectro de ambientes operacionais benignos, permissivos, contestados e negados.

FONTE: L3Harris Technologies

- Advertisement -

1 Comment

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
100nick-Elã

Realmente, isso dará à OTAN uma vantagem inequívoca. Principalmente porque, como diria Garrincha, eles combinaram com os russos. Combinaram, não foi?

Últimas Notícias

Eve, da Embraer, e Bristow firmam parceria para desenvolver operações de UAM com pedido de até 100 eVTOLs

Melbourne, Flórida, 23 de setembro de 2021 – A Eve Urban Air Mobility, uma empresa da Embraer, e a...
- Advertisement -
- Advertisement -