terça-feira, dezembro 7, 2021

Gripen para o Brasil

Honeywell admite o envio de desenhos de peças do F-35 e F-22 para a China

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Honeywell concordou em pagar US$ 13 milhões em multas e custos de conformidade depois que os funcionários da empresa enviaram vários documentos técnicos e de engenharia para a China com detalhes de várias aeronaves, incluindo o Lockheed Martin F-35 e o F-22, durante um período de sete anos, informou o Departamento de Estado dos EUA em 3 de maio.

O acordo permite que a Honeywell pague US$ 8 milhões em multas em um período de dois anos, mais outros US$ 5 milhões em medidas de conformidade, de acordo com o decreto de consentimento divulgado pela Diretoria de Controles Comerciais de Defesa (DDTC) do Departamento de Estado.

As medidas incluem a realização de uma auditoria do programa de conformidade de exportação de armas da empresa e a contratação de um oficial de conformidade externo para supervisionar a adesão da Honeywell aos termos do acordo, disse a Honeywell em um comunicado à Aviation Week.

O Departamento de Estado analisou 71 desenhos que a Honeywell exportou ou transferiu para a China, de acordo com um documento de acusação. A liberação não autorizada de desenhos de peças e componentes para os motores do F-35, F-22 e Boeing B-1B “prejudicou a segurança nacional dos EUA”, disse o documento DDTC.

A declaração da Honeywell não reconhece nenhum dano à segurança nacional devido às ofensas auto-relatadas.

“Os problemas relatados pela Honeywell envolviam tecnologia que foi avaliada como tendo impacto na segurança nacional, embora esteja disponível comercialmente em todo o mundo”, disse um porta-voz da Honeywell. “Nenhum conhecimento detalhado de fabricação ou engenharia foi compartilhado.”

As violações de exportação de armas ocorreram em dois períodos diferentes, de acordo com o documento de acusação do DDTC.

Em julho de 2015, a Cadeia de Abastecimento Integrada (ISC) da Honeywell Aerospace exportou desenhos com dados controlados pelos Regulamentos do International Traffic in Arms Regulations (ITAR) para a China e Taiwan, disse o documento de acusação. A Honeywell autorrelatou as violações em dezembro de 2015 e informou o Departamento de Estado sobre as ações corretivas que estava tomando para evitar novas violações em setembro de 2016.

Mas a Honeywell relatou outra série de violações do ITAR em outubro de 2018. A organização da ISC desenvolveu, sem autorização, um novo processo para contornar as ações corretivas anteriores para cumprir um cronograma de aquisição acelerado, de acordo com o documento de acusação.

A ISC acreditava que o processo alternativo estava em conformidade com o ITAR, mas a equipe “ou não revisou as classificações de controle de exportação para vários documentos técnicos ou usou um método de análise de classificação que não categorizou corretamente os documentos”, de acordo com o documento de acusação.

FONTE: Aviation Week

- Advertisement -

71 Comments

Subscribe
Notify of
guest
71 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro

Uma pergunta aos liberais de esquerda, o que acham desta matéria? A diminuição irresponsável dos custos de produção do ocidente capitalista valeu tanto a pena assim?

João Fernando

Liberal de esquerda kkkkkkkkk

Luiz

Pra mim isto é só a ponta do iceberg! Deve ter muitos casos análogos em todos os segmentos da indústria envolvendo tecnologia de ponta/estratégica.

Last edited 7 meses atrás by Luiz
Caio

“Uma pergunta aos liberais de esquerda, o que acham desta matéria? A diminuição irresponsável dos custos de produção do ocidente capitalista valeu tanto a pena assim? ” Kkkkkkkk Tem certeza que a pergunta é mesmo para os liberais de esquerda kkkkkkkk ou é só o modismo da consciência política do ZAP ZAP, falando mais alto.

Last edited 7 meses atrás by Caio
Jacinto

Esta pergunta você deve pensar de outra maneira: o quanto você estaria disposto a pagar a mais em produtos como smartphones, notebooks (e computadores em geral), carros, eletrodoméstico em geral, serviços de saúde, serviços de comunicação e serviços de transporte, medicação, alimentação etc..

Pedro

O Justo! Desde que não comprometesse uma cadeia essencial, aliás, uma cadeia de produção de caráter de segurança nacional. Agora só diminuir custos operacionais, de forma a diminuir despesas com os empregados e ainda bancar uma ditadura que majoritariamente paga mal aos seus empregados, não respeita soberanias, não respeita minorias?

O capitalismo selvagem entregou seu chão de fábrica a China e vai pagar por isso!

Jacinto

e o quanto é isso? 20%? 30%; vou além: você estaria disposto a abdicar de serviços estratégicos (como comunicações) que usam produtos chineses? Porque se estiver, deligue seu smartphone e saia da internet, já que todas as operadoras de telefonia móvel no Brasil são parceiras da Huawei.

João Augusto

Sendo obra do capitalismo selvagem como você pode perguntar isso a pessoas “de esquerda”?

Carlos Eduardo

Mas será que baixou tanto assim os produtos citados se comparados à outrora???

nereu

baixou e muito, e nem vou focar nos eletrônicos, pois hoje tem o fator de usarem menos componentes e sim na linha branca
maquinas de lavar e geladeiras 1 porta em media 500-600 reais no início do plano real
fogões 4 bocas 300-400 reais
eletrodomésticos preços estagnados a muito tempo

antoniokings

Talvez querendo sabotar o programa chinês se eles tentarem copiar algo.
kkkkkk

Paulo Siqueira

Americano copiar algo estratégico da China no estado da arte ,no momento só técnicas e artefatos biológicos pois o restante da tecnologia xing ling não os interessa!

camargoer

Caro Pedro. Creio que a expressão “liberais de esquerda” seja confusa. Geralmente, há uma disputa entre os setores de esquerda (focados em preservar empregos) e os setores liberais (mais ligados ao setor financeiro). A ideia dos liberais sempre foi “é melhor comprar barato da China do que produzir localmente”. A transferência da capacidade industrial do ocidente para a China em busca de vantagens relativas é uma das grandes contradições do capitalismo nas últimas décadas. A situação é suficientemente confusa para vermos nos EUA setores da esquerda ligados aos sindicalismo defender os mesmos princípios econômicos que a extrema-direita supremacista em torno… Read more »

Nilton Reis

Em respeito a @camargoer vou lançar um pouco de luz à expressão: não há nenhuma contradição em “esquerda liberal”; aliás, suspeito que seja a maioria entre os ditos “esquerdistas” (analiso como um esquerdista radical). Lembremos que o liberalismo é essencialmente uma vertente filosófica – antes de tomar formas ideológicas – de emancipação do indivíduo perante o poder real à época. E a “esquerda”, sentido amplo, como a defesa de uma justiça social, da prevalência de uma igualdade entre os homens à frente da pura eficiência (antes mesmo da luta anticapitalista). Então um liberal de esquerda é muito mais coerente do… Read more »

Fabrício

Liberal de esquerda? Você está nos EUA?

Nilton Reis

@Fabrício não existe esquerda nos EUA. Economicamente não há divergências entre os democratas e republicanos; nos costumes, há o liberal/progressismo democrata vs o liberal/conservadorismo (!!!!) republicano.

m. wolf

meu caro vc é meio confuso. ta misturando capitalismo com esquerda????

Fabrício

Ele não está. Apenas tá tentando transplantar categorias políticas comuns nos EUA para cá, não rola. E aí o tipo fala coisa sem sentido.

Renato

Se os colegas são de fato atentos aos noticiários internacionais na área militar, são sabedores que outras potências ocidentais como o Reino Unido, não só passaram como venderam empresas de tecnologia militar a China em que uma delas detém um percentual de engajamento no projeto F-35 muito antes dos americanos venderem aos chineses.
Só trouxas ou alienados caem nessa esparrela de guerra esquerda/direita.
O que manda no mundo é money ($$$).

Last edited 6 meses atrás by Renato
Joao Moita Jr

Valeu que aceitarem o meu link!!! Agora sim, fedeu…

EParro

Pensei que “coisas assim” fossem próprias de Terra Brasilis! Mas… Quem diria, uncle Sam, heim! “Trust no one”. Vai comendo Raimundo.

Fabio Araujo

Meu amigo isso é traição pesada! Ficou barato!

Johnwolque

Pelo que eu entendi isso seria caso de prisão pros responsaveis ,pelo menos se fosse na epoca da guerra fria seria assim

Carlos Campos

Família Bush vendeu para os nazistas, entre outrs empresas dos EUA ajudaram os nazistas, então não é algo novo nos EUA

nereu

Família Bush e Kenedy adoravam os alemães

Spitfire

Rapaz, realmente é complicado amigo…. Será que pode afetar contratos futuros desta empresa com o governo americano? Deveria né? Porém é uma gigante do setor

Adriano Madureira

uma empresa com valor de mercado de USD156,57BI de dólares, para ela, acho que uma reprimenda dessas é o máximo que pode acontecer.

No top 100 das empresas aeroespaciais eles estão em 79º posição,mesmo assim tem peso…

Spitfire

Sim… é uma gigante do setor…. concordo que provavelmente a puxada de orelha é o máximo que acontecerá

Adriano Madureira

Não há nada que alguns milhares de dólares não faça uma traição ser perdoada amigo…

Acho que uma empresa com valor de mercado de USD156,57BI de dólares, para ela,acho que uma reprimenda dessas é o máximo que pode acontecer.

Alexandre Galante

Esse acordo saiu barato pra caramba!

Joao Moita Jr

É, prezado Galante. O problema aqui é realmente esse. Estão buscando terceirizar tudo, na busca desenfreada de lucros. E a segurança da nação que se vire.

Nilo

Aqui o problema é: Petrobras pagou de multa a justiça americana R$ 3,4 bi para encerrar investigações sobre corrupção nos EUA,  Odebrecht de multa pagou outros US$ 2,6 bilhões 

EParro

Você era a mais bonita das cabrochas dessa ala
Você era a favorita onde eu era mestre-sala
Hoje a gente nem se fala, mas a festa continua
Suas noites são de gala, nosso samba ainda é na rua
Hoje o samba saiu procurando você
Quem te viu, quem te vê
Quem não a conhece não pode mais ver pra crer
Quem jamais a esquece não pode reconhecer…

Rodrigo Martins Ferreira

A terceirização diminui custos e aumenta a qualidade..

só na cabeça da turma que vive de mamar no Governo, que nunca produziu uma caixa de sapatos, afirma que fabricar com parafuso a nave espacial tudo na mesma empresa da certo. Não dá…

Já trabalhei em empresa centenária que tinha esta mentalidade..

Quase foram a falência, acordaram na hora certa.

Jacinto

Eu discordo.
O dano não tem como ser desfeito, então o importante é descobrir sua existência. O objetivo é permitir que empresas que tenham feito a mesma coisa reconheçam os problemas de forma a ser possível aos EUA identificarem as reais capacidades técnicas do adversário e o que foi comprometido. Funciona, mais ou menos, como a delação premiada.

Fabio Araujo

Se fosse o contrário, uma empresa chinesa, funcionários chineses repassando informações e peças dos dois caças mais modernos da China para os EUA o que aconteceria com eles? Todos os responsáveis seriam fuzilados e os outros diretores e membros das equipes de segurança seriam demitidos e/ou presos!

Jacinto

Foi o que os EUA fizeram com o Julius Rosenberg e Ethel Rosenberg e não adiantou nada. Continuaram a serem espionados e cada vez de forma mais eficiente.

Fabio Araujo

Por isso hoje em dia não vemos mais pessoas condenadas a morte nos EUA por espionagem, mas na China isso ainda acontece!

camargoer

Olá Jacinto. Bem lembrado. Inclusive há uma controvérsia se eles eram mesmo culpados. Aliás, outros espiões soviéticos infiltrados no Projeto Manhatan não foram executados.

Jacinto

Teve casos muitos mais graves de espionagem nos EUA. A Familia Walker fornecia os codigos das comunicações criptografadas da marinha dos EUA à URSS, que tambem tinham os equipamentos de comunicações obtidas com o USS Pueblo. Em suma, os soviéticos liam as mensagens secretas da Marinha dos EUA e descobriraram, por exemplo, que os EUA detectavam seus submarinos a partir de cavitação das hélices (o que levou a URSS a comprar equipamento da Toshiba) para resolver isso e acabou resultando em submarinos muitos mais silenciosos.

Jacinto

Olha, ainda na década de 50 havia uma desconfiança de que o próprio Robert Oppenheimer teria fornecidos dados da bomba atômica aos soviéticos. O Teller declarou publicamente que não confiava no Robert Oppenheimer…

Jacinto

Cá entre nós, o programa nuclear teve tanta ajuda por aí que se pode dizer que é quase multinacional. França, Reino Unido, Noruega, Argentina…

Thiago A.

https://www.difesaonline.it/mondo-militare/mezzi/il-brasile-cambia-pagina-sui-tattici-un-light-multirole-vehicle-dopo-il-vbtp

Oi Galante ! Outro OFF em menos de 24 h rsrsrs, mas me surpreendi com o Forte mencionado como fonte pelo site italiano “difesaonline.it “, sobre a aquisição do Lince pelo EB.
Credibilidade e visibilidade internacional ! Parabéns pelo trabalho.

EParro

Mas como demorou tanto tempo para assim? E ainda repetiram o erro!?!

Willber Rodrigues

Por algum motivo, isso me lembrou do boné distribuído por um ex-presidente dos EUA, escrito “make America great again”.
E, na etiqueta do boné, em letras pequenas:
Made in China.

Maurício.

Willber, cheguei até a duvidar do seu comentário, mas fui pesquisar e não é que é verdade! kkkkkkkk

Jmgboston

Interessante, fui conferir no meu li na etiqueta made in America. Mas a maiorias das bandeiras americanas das baratinhas são made in China. Isso sim é verdade.

carcara_br

É pra dizer que os chineses só conseguiram devido a entrega de informações por parte dos americanos? ok, então.

Maurício.

Acho que a intenção não foi essa, os chineses já espionam e hackeiam dados americanos bem antes de 2015 e 2018, mas quando informações são entregues “de mão beijada”, fica tudo mais fácil.

carcara_br

Os motores de caça chinês são basicamente derivados dos soviéticos/russos, e como você mesmo observou boa parte da informação do projeto do F-35 foi pego na marra mesmo. A punição foi barata porque o prejuízo provavelmente foi pequeno, está mais pra um ato simbólico, e no público americano tenho certeza que este tipo de notícia provoca um certo conforto tipo: “Se a gente parar de fornecer nossa tecnologia os chineses não desenvolvem nada”.

Last edited 7 meses atrás by carcara_br
Maurício.

Carcara, olhando por esse lado, você tem razão.

Overandout

Saiu de graça, isso é troco

Leandro

o mais estranho é que é uma empresa “MADE IN AMERICA”.

fulcrum

Agora America multicultural e étnica do séc 21.

Paulo Sollo

Hilário.
Enquanto os fanboys praguejam contra os chinos por sua capacidade de se sobressairem na guerra cibernética acessando dados ultra secretos dos EUA, os próprios americanos lhes fornecem os dados de bom grado a preço de uma penca de bananas.

E agora fanboys, vão arrancar os cabelos? Cuidado porque implante é caro e podem ficar com visual igual àqueles atores chinos de filmes de kung fu antigos.

Filipe

Dai o J-20 e o J-31C serem tão parecidos aos caças ocidentais (F-35 e F-22) , a China atual foi projetada por essa empresas sedentas de lucro, hoje põe em perigo a soberania americana, de certeza que os Chineses receberam muito mais tecnologias de graça, muitas dessas tecnologias só veremos em algumas armas em 2030 ou 2035, quase de certeza , dai a razão do presidente Xi afirmar que em 2050 a China seria a superpotência global hegemónica, atentem aos futuros submarinos que serão lançados pelos estaleiros de Bohai (SSBN Type 96 Tang e SSGN Type 95 Sui) , fora… Read more »

Gabriel BR

que acordo mixaria.

Adriano Madureira

Não há nada que alguns milhares de dólares não faça uma traição ser perdoada…

Acho que uma empresa com valor de mercado de USD156,57BI de dólares, para ela,acho que uma reprimenda dessas é o máximo que pode acontecer.

Luiz Trindade

Eu pergunto aos de extrema direita… Houve um erro inegável pela Honeywell mas o que dizer quando foram os EUA e seus aliados que fizeram espionagem e até estragaram produtos dos ditos inimigos da liberdade?!? Não que eu seja favor do que a Honeywell fez mas vejo alguns pseudo patriotas chamando os liberais de esquerda. Será que esse cara que fez a pergunta sabe o que é ser de esquerda para determinar que os liberais são de esquerda?!?

Emmanuel

“Sim, nós mandamos uns desenhos para China, tipo, a planta do f-35 e do F-22. Não era pra mandar?”
Agora eu começo a entender esse velocidade no desenvolvimento de caças chineses de última geração.

camargoer

Olá a todos. Como dizia o profeta ateu “é mais fácil pedir perdão que pedir permissão”

orivaldo salvador

Se fosse ao contrario muitas cabeças iriam rolar

Anselmo da Costa Andrad

Literalmente!

glasquis 7

Por que será mesmo que alguns caças chineses se parecem ao F 35???

fulcrum

Estados Unidos é uma ferramenta das elites.

Antunes 1980

Quem mais financiou a USSR foram os Estados Unidos, através dos seus banqueiros. Desde a WWII até meados de 1980.
E acredito que não é diferente com a China. Pois ambas as economisas estão totalmente entrelaçadas.

O jogo é muito bem jogado, polarização do mundo em direita e esquerda, e assim os dois lados conquistam adeptos, e quem lucra são os ditos comunistas e captalistas.

Neste jogo não tem mocinho.
Acorda Brasil!!

Gal. Ruela

Parabéns aos envolvidos!

Saldanha da Gama

Os eua não é mais o mesmo….Um ato de traição sentenciado com multa…. Aliás, o mundo já está virando upside down…china vira capitalista selvagem e os eua socialista com cortina de ferro…

Yuri Dogkove

Ué, mas alguns argumentam que a China raqueia e rouba projetos e informações… Parece que não é bem assim! Bastou $$$ para liberar em comum acordo.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Sou do tempo em que coisa dessas acabava com algo como Julius e Ethel Rosemberg, não em multa fraquinha…

Rodrigo Martins Ferreira

Modo irônico ON

Mas como os chineses estão anos luz a frente do Ocidente, apenas olharam os desenhos e deram altas risadas

Moro irônico OFF.

Últimas Notícias

Alto oficial da Força Espacial diz que a China está desenvolvendo capacidades ‘duas vezes mais rápido’ que os EUA

Para o general David Thompson, China pode ultrapassar os EUA em capacidades espaciais em 2030 O vice-chefe de Operações Espaciais...
- Advertisement -
- Advertisement -