domingo, maio 9, 2021

Gripen para o Brasil

França venderá mais 30 Rafales ao Egito por US$ 4,5 bilhões

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Reuters noticiou que a França concordou em vender mais 30 caças Rafale para o Egito em um acordo de 3,75 bilhões de euros (US$ 4,5 bilhões) que pode ser fechado na terça-feira, segundo o site investigativo Disclose, citando documentos confidenciais.

“Discussões muito avançadas ocorreram de fato com o Egito e os anúncios podem ser feitos muito em breve”, disse uma fonte governamental francesa à Reuters em resposta ao informe do Disclose na segunda-feira, enquanto se negava a fornecer mais detalhes.

O presidente Emmanuel Macron disse em dezembro que não condicionaria a venda de armas ao Egito aos direitos humanos porque não queria enfraquecer a capacidade do Cairo de conter o terrorismo na região, um comentário que atraiu a ira dos críticos.

O Disclose disse que o acordo entre a França e o Egito também cobre contratos do fornecedor de mísseis MBDA e do fornecedor de equipamentos Safran Electronics & Defense, que valem outros 200 milhões de euros.

O site disse que um acordo pode ser fechado na terça-feira, quando uma delegação egípcia chegar a Paris.

O financiamento para o negócio seria de até 85% garantido pelo estado francês.

O Egito já opera 24 jatos Rafale, de um contrato assinado em 2015.

Rafale B do Egito

- Advertisement -

121 Comments

Subscribe
Notify of
guest
121 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo

Os egípcios tem mesmo que investir pesado em defesa ficam no meio de duas regiões bem quentes em termos de conflitos o norte da África e o Oriente Médio! Com uma guerra civil na Líbia que tem fronteiras com ele e uma ameaça de conflito com a Etiópia por conta de uma barragem no Nilo!

ROBERT SMITH

Concordo que o Egito, por sua situação geográfica necessita de armamentos de ponta… tudo bem… minha duvida é como o Egito, que teve um GNP de USD$ 275 bilhões em 2018, 42º lugar no mundo, consegue dinheiro para bancar o enorme gasto militar deles… no mesmo ano o Brasil teve um GNP de USD$ 1.9 trilhão… 9º lugar no mundo… é só conseguimos manter uma Força Aérea com meia dúzia de esquadrões de caça a maioria projetado em 1950~60. O Egito já perdeu mais caças de ponta em combate e acidentes aéreos do que o brasil já teve em toda… Read more »

Jodreski

Certamente a força aérea do Egito gasta o dinheiro que recebe de maneira bem mas bemmmmm diferente da FAB. A prioridade da nossa força é ter pessoal e honrar a folha de pagamento.

Wagner

O que expica o Egito, um país pobre, gastar tanto com armas é que isso acontece à custa de investimentos em infra-estrutura, saúde e educação. Simples assim! Tem Rafale, mas não tem água encanada de qualidade nem saneamento básico (se um dia vier para cá não tome água da torneira!); tem Rafale, mas não tem escola (o analfabetismo é absurdo); tem Rafale, mas não tem hospital (se você não tiver dinheiro, você se lascou); tem Rafale, mas não tem estradas (rodovias e ruas em péssimo estado).

fernando jesus

Verdade. Um amigo meu trabalhou no Egito e era comum, por exemplo, pessoas morando em cemitério.

carcara_br

Acho que ficou muito bem explicado 👍

gari

Vc ainda tá falando do Egito ou mudou pro RJ?

M.@.K

Boa!

Ten Murphy

Acontece que a comparação não é entre o que o Egito gasta com militares e o que gasta com social. A comparação é como o Egito tem forças armadas tão bem armadas em comparação com o Brasil, que gasta mais, mas gasta melhor. Mesmo com financiamento francês, saudita e americano, o Brasil tem um orçamento maior. E a marinha de guerra do Egito é melhor armada, o exército tem o triplo de blindados pesados e a força aérea tem 220 F-16, rafales, sukhois etc. Reitero, a comparação é entre o gasto bruto Egito-Brasil, não é entre o gasto egípcio militar-social… Read more »

Wagner

O equívoco do seu raciocínio é supor que os egípcios têm uma força militar de alto nível por terem armas avançadas, que esses números significam prontidão real e que os tipos de equipamentos tem a ver com alguma política séria e sólida de defesa nacional. A realidade vai bem longe disso: soldados em sua maioria analfabetos, sem treinamento algum. Equipamentos parados por falta de peças de manutenção. Falta cronica de oficiais capazes (para não dizer ausência absoluta). Corrupção desenfreada e sistêmica em todos os níves. Sequer afasto a hipótese de que pilotos franceses (ex-armée de l’air) estejam recebendo polpudos cachês… Read more »

Antonio Palhares

Sr Wagner. Com toda certeza.
Sem educação de boa qualidade não se forma uma elite acadêmica e científica que resulta numa classe média desenvolvida. De onde saem pilotos, técnicos e gerentes. Os países árabes deixam muito a desejar neste quesito. Material de primeira qualidade e incapacidade funcional de operá-los. E pense numa miséria crônica.

Rodrigo

E todos esses pontos que você citou afetam diretamente ou indiretamente as forças armadas egípcias em caso de um guerra, seja pela falta de educação e pessoal qualificado para as forças armadas, ou uma péssima infraestrutura para movimentar tropas e suprimentos.

Wagner

Exato!

Nilton L Junior

Pergunte aos contribuites americanos

rui mendes

Americano???
Sauditas, é quem os financia.

m. wolf

financiamento saudita.

Andre

Não caro Padawan, como disse o colega Nilton, o financiamento é americano.

PCOA

Saudita. Americanos não financiam produtos franceses. Caso contrário, seriam F16

m. wolf

exatamente. e uma hora a conta dolorosa vai chegar. eles já até tiveram que abrir mão de uma ilha no mar vermelho pros sauditas como pagamento

PCOA

Exatamente

Andre

Parte do acordo de paz do Egito com Israel incluiu tornar o Egito o segundo país que mais recebe dinheiro dos EUA, atrás apenas de Israel.

M.@.K

Bingo!!!!!

m. wolf

sim, só que esse dinheiro só pode ser gasto em equipamentos americanos. ou vc acha que tio sam vai dar dinheiro pra eles comprarem armas russas e francesas.

Kemen

Bem simples, designar a defesa do pais como uma prioridade entre as maiores, alocar recursos e possiblitar compras financiadas garantidas pelo Estado junto a outro pais e instituições econômicas, sem a velha alegação muito a gosto da America do Sul, tipo “não tem dinheiro” ou “no hay plata” ou não previsto na PEC do teto de gastos.
Faltou acrescentar que nas guerras que o Egito teve, o pais gastou muito dinheiro e teve que reorganizar suas F.A´s.

Yuri Dogkove

Será então que o Biden não voltará atrás da decisão dos F-35 para o Egito?

Pedro ESIE

Quando o Rafale concorria no FX-2, o Rafale não tinha sido exportado para nenhum país por ser considerado ”caro” . Hoje, estamos vendo que apesar de ser caro, é uns dos principais caças de combates da atualidade.

Ferreras

A grande questão é se conseguirão arcar com o custo de manutenção dos 54!

Fabio Araujo

Naquela região do Mediterrâneo foram descobertas várias reservas de gás e petróleo e fora a grana alta que o Egito fatura com o canal de Suez!

João

O mundo anda muito mais rápido do que o Brasil. Eu gostaria de entender de onde sai tanto dólar/euro para um país como o Egito fazer tais investimentos em defesa. Com certeza dão preferência a qualidade material em detrimento da quantidade de pessoal.

Emerson

Com certeza. Enquanto que aqui temos a maior força aérea terrestre do mundo… Maior marinha terrestre do mundo…

Pablo

Acima tem uma resposta bem contundente.

JBS

O Rafale é caro de comprar, e caro de manter – mas parece que quem compra gosta do mesmo – afinal Índia quer mais, Egito quer mais – deve ser realmente um ótimo caça.

Saudações

Fabio Araujo

Acho que a Índia vai ter mais dificuldade financeiras que o Egito!

Marcelo M

Os Rafales compram o apoio geopolítico francês. O caça militarmente não faz sentido. Um punhado de Lift bastaria para a oposição aos vizinhos, mais uns caças leves como J17 ou mesmo Gripen. E quanto à Israel, não é mais inimigo como antes, além do que os 50 rafales estariam muito longe de serem suficientes para enfrentar a IAF. Precisaria de alguns muitos SU 57.

Teropode

Oque vc sugere então ? E por que 50 Rafales seriam insuficientes para enfrentar a Indian Air Force ?

Flanker

A IAF que ele citou é a Força Aérea de Israel.

Defensor da liberdade

“50 Rafales estariam muito longe de serem suficientes “

Primeiro de abril já passou kkkkkkkk

Felipe Morais

Quando você fala em vizinhos, está se referindo a quem? Como já citado, tem que lidar com um vizinho (Líbia) cujo Estado não domina todo o território e que, atualmente, enfrenta um dos conflitos mais passíveis de escalar para um conflito de alta intensidade, envolvendo turcos, gregos, os próprios egípcios, italianos e mais meio mundo que queira meter o bedelho ali. O outro vizinho é um estado falido, tomado por movimentos rebeldes (Sudão). Hoje, a região no mundo onde movimentos rebeldes e terroristas mais crescem é a região do Sahel, que podem acabar acarretando um aumento ainda maior de movimentos… Read more »

Otto Lima

Felipe Morais, os jihadistas africanos já se expandiram para Moçambique. Informe-se sobre o que está acontecendo em Cabo Delgado, província do Norte de Moçambique, na fronteira com a Tanzânia.

Marcelo M

O ponto é exatamente isso. Rafale não é a aeronave para combater Jihadistas. Custa caro demais para adquirir e manter. As ameaças existentes na Libia, Sudão e outros países instáveis da região precisam de outros meios para serem combatidas. E o inimigo histórico do Egito, Israel, hoje tem boas relações. De qualquer modo, os Rafael não fariam mesmo frente à IAF. Egito é um país com muita pobreza e dificuldades sociais. Daí o argumento de que o Rafale não faz sentido. Pelos seus enormes custos. Melhor seria uma aeronave mais barata de comprar e manter, como o Gripen ou o… Read more »

Marcelo M

Paquiestão e a China*

Teropode

Se vc colocar uma Turquia na equação …seu argumento vira poeira .

rui mendes

A Turquia é hoje, a principal dor de cabeça do Egipto, junto com Israel.

Willber Rodrigues

Ainda lembro da época em que chamavam o Rafale de “invendável” ou “Le Jaca”
Hoje, tá sendo um dos caças 4++ mais vendidos

Maurício.

Willber, eu ia comentar exatamente isso, onde será que está aquele pessoal? Muitos ainda comentam aqui no aéreo…rsrsrs.

Carlos Campos

Le Jaque kkkkkk eu chamei, a única coisa que o Rafale é bom é ganhar o apoio da França, de resto, é caríssimo, o Brasil comprou subs em troca de um acordo Br.UE, e o Sarkozy nos tratou como um qualquer.

Maurício.

“a única coisa que o Rafale é bom é ganhar o apoio da França, de resto, é caríssimo”
Carlos, vamos ser sinceros, sem ideologia inútil, o Rafale é um baita caça, não é porque ele é caríssimo que ele é um caça ruim, F-15, F-22 e F-35 também são caríssimos, nem por isso são aeronaves ruins, muito pelo contrário.
E outra, qual país não nos trata como um qualquer? Israel já chamou o Brasil de “anão diplomático”, Trump nos prometeu mundos e fundos e no final a única coisa que o Brasil recebeu foi um tapinha nas costas.

Carlos Campos

A gente não comprou um equipamento de alto valor agregado e de extrema importância nacional dos EUA então não cobro deles que nos tratem além do normal, mas da França nos deve, mas falar o que de um país cujo o Líder apoiou a Invasão da Líbia só para fazer queima de arquivos, Israel também já foi apunhalada nas costas pelos Franceses, quanto ao Rafale é bom, mas pq eu vou ter um Rafale se o Gripen e o F18SH fazem o mesmo e mais barato? Voltando a esses acordos do Brasil o Bolo de Milho errou em se alinhar… Read more »

Thiago A.

A França foi o pontapé e principal apoiador do programa nuclear israelense, veja-se como começou Dimona e míssil o primeiro míssil balístico israelense Jericho I.
A cooperação e troca de informações foi extensa e irrestrita.
Um general estadunidense afirmou uma vez que ” o teste nuclear francês em 1960 fez duas potências nucleares, não uma – tal foi a profundidade da colaboração “e que” os israelenses tiveram acesso irrestrito aos dados de explosão de testes nucleares franceses ”
Portanto com esse histórico, podem chorar de barriga cheia.

Teropode

Sério isto ?

Otto Lima

O Dassault Rafale está também na short list do Programa HX da Força Aérea Finlandesa, juntamente com o Eurofighter Typhoon e o Saab JAS 39 Gripen E/F

Faver

pensei o mesmo Wilber… As menções aqui do blog sempre foram contrárias ao Rafale. Ele é caro como o Eurofighter, F-15, F-18 SuperHornet, e tem custo bem menor que um F-22 e F-35… Talvez o Grippen seja um pouco mais barato, mas ainda tá saindo de projeto e vamos pagar para ver. Quer barato? Compra um J-10 ou M-346, ou gasta mais um pouco e fica com F-16 (antigos). Não tem mágica! O Rafale é um ótimo caça e já foi testado em combate, coisa que alguns por aí nunca foram.

Leandro Costa

Willber tirou o comentário do meu teclado hehehehe

antoniokings

O Egito está formando uma fortíssima Força Aérea.

Teropode

Óbvio , óbvio , óbvio .

Heinz Guderian

Essa dai pode comprar sem medo, caça muito moderno e imponente.
E o Egito ein? A tempos atrás estava passando por conturbações politicas e econômicas e agora deslanchou a comprar equipamento militar, curioso de onde vem tanto dinheiro.

Gabriel BR

Reservas de Gás recém descobertas , exportação de alimentos , setor de serviços pujante e apoio dos países do golfo.

Thiago A.

Observando o contexto ( importância estratégica de Suez, instabilidade política , jihadismo, região inflamável e fortemente militarizada …) è fácil entender o porque dessa abundância de recursos para a defesa. Porém é bom lembrar que o Egito é na prática um regime militar que recebe apóio financeiro/militar dos EUA , mais de bilhão de dólares por año ( depois de Israel é o país da região que mais recebe assistência dos EUA),mais os petrodólares das monarquias árabes. Os militares, segundo alguns estudos , controlam diretamente cerca de 10% do PIB. Porém se adicionarmos às empresas administradas ou de propriedade de… Read more »

Gabriel BR

Oriente Médio e Norte da África é isso dai!
Mas a irmandade muçulmana seria ainda pior em questão de direitos humanos…

nonato

Não há problema algum de direitos humanos.
Existe é o combate à irmandade islâmica que posa de democracia…

Thiago A.

IDH: 0,707
PIB 303,1 bilhões USD (2019)
PIB per cápita: 3.019,21 USD
População : 100,4 milhões
uma matéria que explica a situação do país :
https://www.google.com/amp/s/www.linkiesta.it/2013/10/legitto-e-schiavo-di-un-esercito-ladro-e-corrotto/amp/

Thiago A.

https://www.middleeasteye.net/news/egypt-rights-groups-biden-withhold-military-aid-human-rights

“O Congresso vem impondo condições de direitos humanos a partes da ajuda militar de US $ 1,3 bilhão ao Egito, mas os governos de Barack Obama e Donald Trump emitiram isenções de segurança nacional para contornar as restrições”

Carlos Campos

Se chama Monarquias árabes. e pouca ajuda social. eles gastam bilhões em armas e uma parcela grande é miserável.

Teropode

Além da Turquia há fortes indícios da participação mais assertiva da China no Sudão do sul e Etiópia , estão se precavendo .

Rogério Loureiro Dhierio

É o que a Índia deveria fazer.

Rafale para força aérea e para a Marinha deles.

Egito está certíssimo na assinatura de mais um contrato.

PauloR

Tireless deve tá quebrando os pratos de casa com essa notícia

Teropode

😂😂😂😂😂🙏🙏😈

João Bosco

E muita gente dizia que esse caça não seria bem vendido….

Bardini

Comprar Rafale significa antes de tudo, comprar o apoio do governo francês.

Gabriel BR

Mais ou menos

Bardini

NINGUÉM comprou o Rafale pq era a melhor aeronave disponível.
.
Grécia? Apoio mais do que desesperado por conta da Turquia.
.
Egito? suporte político ao Governo e apoio nas questões que envolvem a Líbia e seu entorno (leia-se principalmente ações turcas).
.
Índia? ToT enorme e apoio no desenvolvimento da sua dissuasão nuclear utilizando a plataforma do Rafale.
.
Qatar? Muito apoio político francês, para conter politicamente Arábia Saudita, EAU, Bahrein e Egito, que estavam boicotando o Qatar por apoiar o terrorismo nos conflitos recentes.

Gabriel BR

A razão primeira da compra de qualquer equipamento militar de qualquer procedência e em qualquer canto do Globo é POLITICA. Até porque a guerra é um fenômeno Politico! Porém sempre é bom lembrar as grandes potências sempre podem te trair na primeira oportunidade.

Thiago A.

politicamente Arábia Saudita, EAU, “Bahrein e Egito, que estavam boicotando o Qatar por apoiar o terrorismo nos conflitos recentes”
Só para deixar mais claro ainda, o problema não é o terrorismo mas qual facção e lideranças fundamentalistas devem ter apoio … E sobretudo afastar o Qatar do Irã.

Bardini

Sim, sim…

Maurício.

Bardini, você sabe que isso também vale para aeronaves americanas né? Portanto, nada de novo…

Bardini

Lógico…

Andre

As únicas aeronaves compradas unicamente devido às suas qualidades sãos as russas….

Maurício.

Andre, não adianta espernear, toda venda de material bélico tem o quesito política em primeiro lugar, seja para os franceses, russos ou os teus amados americanos…

Teropode

Então o Grifo NG não vai vender pra mais ninguém, dentro desta lógica ……

Leandro Costa

Muito pelo contrário. O ‘não ter rabo preso’ + ‘baixo custo’ + ‘boa capacidade’ é um atrativo para muitos países.

Amaury

Parece que o “mundo” discorda de você e da FAB. Ou o Gripen foi vendido para alguma outra força aérea e isso não foi divulgado? A verdade é que o Gripen é caro para o que promete. A verdade é que comprar o Gripen é uma aposta num caça com pouca escala e uma incógnita em matéria de custos no futuro. Além do fato de que ainda não está operacional. É uma recente máquina para forças aéreas como a nossa que tem na aviação de caça uma prioridade bem ridícula. O importante para a FAB são a manutenção dos privilégios… Read more »

Teropode

Até o momento , eu estou com razão …

Amaury

Como não vendeu até hoje…

Teropode

Cite quem comprou GripenEF .

João da Lua

Acredito q essa compra possa envolver um desejo do Egito de não ser mais o número 3 no sistema de alianças dos EUA no OM.

Luís Henrique

Exatamente. O Egito vai substituir a sua grande frota de F-16 capados por um mix de caças russos e franceses.

Se eu fosse o presidente de Taiwan já teria enviado pessoal para negociar, comprar toda a frota de F-16 egípcia e uma modernização para o padrão V.

Gabriel BR

Qualidade e desempenho superior fazem muita diferença…numa Guerra isso vale cada centavo!

Barak MX para o Brasil

E o Rafale continua vendendo que nem água.

Teropode

Sempre terá espaço para a Beleza 💐

Programador

O Egito esta investindo pesado

Caio

A França ainda é uma potência econômica e tecnológica. Consegue vender seus produtos de defesa mesmo com tanta concorrência das outras grandes nações,.
O Egito acerta com o produto e com o vendedor, aliás é um país que joga muito bem com todas as grandes potências dos EUA a Rússia sem o engana trouxa de limitações por doutrina.

JuggerBR

1 Nada como bilhões de Euro$ e milhares de empregos franceses para esquecer os DH…
2 Em breve algum pica grossa do Pentágono fará uma declaração de alerta aos Egípcios, devidamente ignorada pelos mesmos.
3 Não vai acontecer, mas um embate com Israel seria uma bela prova de fogo para F-35 e Rafale…

Jean Jardino

Pelo jeito a Jaca voadora mudou de lado, parece que o tao falado Gripen, que o Brasil eh solitario de um aviao só, nao consegue emplacar nenhuma grande venda, enquanto isso o carissimo Rafale, que os tupiniquins adoram falar mau, esta vendendo que nem agua, marquem ai, proximo cliente, Indonesia.

Last edited 5 dias atrás by Jean Jardino
Emmanuel

Amanhã, Tio Salim estará indo tomar café com Tio Sam.

DanielJr

“O presidente Emmanuel Macron disse em dezembro que não condicionaria a venda de armas ao Egito aos direitos humanos porque não queria enfraquecer a capacidade do Cairo de conter o terrorismo na região, um comentário que atraiu a ira dos críticos.” Aí está, tudo é política e negócios, nada desse blablabla de direitos humanos e meio ambiante. da última vez que Macron (ou outro francês que eu não lembro) abriu a boca sobre direitos humanos com o Egito, a França perdeu contratos de Fragatas senão me engano. O mesmo aconteceu com o Canadá ano passado. Não iriam vender blindados para… Read more »

Clésio Luiz

A primeira foto com os Rafales voando sobre as piramides me fez imediatamente lembrar dessa daqui, tirada nos anos 1980 e mostrava a variedade de fornecedores dos egípcios já naquela época:

comment image

Clésio Luiz

Essa daqui foi tirada no final dos anos 1990, início dos 2000. Foi capa de revista no Brasil, numa época que o Egito nem cogitava comprar o Rafale:

comment image

Flanker

Tenho essa revista ate hoje….Voar, Flap, Skydive, não lembro qual….e tô com preguiça de procurar…kkkkkk

Clésio Luiz

Skydive, pouco antes de mudar de nome, eu acho.

Flanker

Egípcios:
F-4, Mirage III, Mig-17, Mig-21 e F-16.
US Navy:
F-14, A-7 e A-6

Clésio Luiz

Não era um MiG-17, mas o F-6 (ou J-6) chinês (cópia do MiG-19).

Last edited 4 dias atrás by Clésio Luiz
Heli

Numa conta bem simples, cada pacote (avião + assistência + armas) ta saindo por 150 milhões de dólares, mais caro que Eurofighter, Super Hornet e até mesmo o F-35. Lucro grande para os franceses.

Marcelo

A jaca é vende muito !!!! O cachaceiro ( 9 dedos ) kkk tinha razao da escolha !!!!

Marcelo

Não há dúvidas que se tornou um sucesso, um avião que era chamado de Jaca aqui nesse espaço por muitos leitores.

Diego

Provavelmente lá no egito todos colocam salário no portal da transparência, não e como aqui que servidores das SEM (BB, Petrobras e outras) escondem salário, provavelmente la no Egito desembargador e juiz não feita e rola man filha de pagamentos como aqui

Thiago A.

🤦 é …

Last edited 4 dias atrás by Thiago A.
Nilton L Junior

Eu palpito que é bem melhor operar o que já tem do que mudar pra outra plataforma

OSEIAS

“O presidente Emmanuel Macron disse em dezembro que não condicionaria a venda de armas ao Egito aos direitos humanos porque não queria enfraquecer a capacidade do Cairo de conter o terrorismo na região, um comentário que atraiu a ira dos críticos.”

Esse Macron é um fanfarão.kkkkkk

Falar isso é o mesmo que rir na cara de todo mundo. Diz logo que é por grana mesmo.
Combater terrorista com avião de caça? Até um drone armado cumpre a mesma missão.

Luís Henrique

U$ 5,9 bi – 24 Rafale e 1 Fragata FREMM
U$ 2 bi – 46 MiG-29 M
U$ 2 bi – 24 Su-35 S
U$ 4,5 bi – 30 Rafale

124 caças novos para complementar e no futuro substituir a frota de cerca de 200 F-16.

PCOA

Mais 2 Mistral e um punhado de KA-52, fora os AH-64….

m. wolf

o egito está perigosamente se endividando com a Arábia saudita. todas essas ultimas compras tem financiamento de Riad. quero ver na hora que a fatura chegar.

Andre

Isso indica que a venda do su35, anunciada em 2020 não fechou?

Wellington R. Soares

Apenas para colocar mais lenha na fogueira, o orçamento deles é praticamente o mesmo que o nosso, porém possuem forças armadas muito melhor equipadas que a nossa.

Caio

O mesmo que o nosso ???? Ele não passa da metade, em qualquer site de informação militar.

Renato B.

Ri muito com a ironia do Macron em nem aventar a hipótese de embargo por questões de direitos humanos. Afinal, o Egito precisa de caças de 4.5 geração para enfrentar terroristas usando bombas e fuzis e a Dassault precisa de uma venda dessas.

Flanker

Quanto ao apelido de jaca, acredito que não deva mudar muito. É um avião moderno, capaz, etc? Sim. Mas, o que se deve perguntar é a relação custo/benefício. Ele vale o que custa? 150 milhões a unidade para compra de prateleira? Qual vai ser o custo de manutenção e operação durante toda sua vida útil? Quando chegar a hora das grandes revisões, embala e manda pra França? Quanto custa uma brincadeira dessas? Repito, nada retira as capacisades da aeronave, que é muito boa. Mas, vale o preço pago?

Maurício.

Flanker, acho que o apelido de jaca é o de menos, até porque, melhor “jaca” do que “fazedor de viúvas” ou “caixão voador” do F-104. Já quanto ao preço, temos que concordar que tudo que é francês é caro, mas aeronaves de caça bimotoras são caras mesmo, veja o preço de um F-15, Eurofighter e Su-35, você acha que é fácil comprar e manter aeronaves como essas? A brincadeira também é muito cara. Quanto a valer o preço pago, é tudo uma questão de escolhas, o F-35 custa uma fortuna, será uma fortuna ainda maior para manter, tá certo que… Read more »

Flanker

Sei de tudo que vc falou….só acrescento uma coisa: F-15, Typhoon, F-35 não foram cogitados pela FAB….Então, não interessam para a discussão. O que interessa é responder a pergunta: os custos de aquisição, operação e manutenção por toda a vida útil do F-39 e do Rafale, e suas diferenças, para mais ou para menos, são proporcionais às diferencas de capacidade e performance entre ambas aeronaves?? Considerando carga, performance, sensores, EW, operação em rede, etc + custo aquisição + custo hora de voo, etc ….vale mais a pena comprar um F-39 ou um Rafale?

Maurício.

Flanker, só acrescento uma outra coisa, comparar o preço das aeronaves faz parte, até para ficar mais justo, e aí entra F-15, Eurofighter e F-35, todas aeronaves caríssimas, tanto de comprar como de operar, criticar apenas o alto preço do Rafale fica parecendo que só ele é caro, o que não é verdade. Já no quesito Rafale vs Gripen, todo mundo sabe que no geral o Rafale tem um desempenho maior que o do Gripen, e isso é um fato, até porque são aeronaves de categorias diferentes, os preços de toda vida operacional do Gripen E ninguém sabe, até porque… Read more »

Flanker

Você não entendeu a minha pergunta: qual a relação custo/benefício do Gripen e do Rafale? Tipo assim (números fictícios): pago 10000 dinheiros para levar 8 tons de armas por 1000 km ou pago 15000 dinheiros para levar 9 tons de armas pelos mesmos 1000 km. Essa relação precisa ser feita. O preço maior pelo Rafale justifica, em desempenho, o quão maior esse preço é? O resto todo é torcida e super trunfo. E fique claro desde já que o Gripen não era minha torcida no F-X2. E fique claro tb que eu já escrevi, em mais de uma oportunidade aqui… Read more »

Maurício.

Flanker, mas foi exatamente o que eu já te disse, quem quer custo-benefício vai de Gripen, quem quer algo mais capaz e mais caro vai de Rafale, o Rafale faz tudo que um Gripen faz, mas o contrário não ocorre, basta saber o que o usuário quer, em alguns casos, essa uma tonelada vai fazer a diferença, mas se você quer saber exclusivamente no caso da FAB, é óbvio que o Gripen é melhor, já que levará no máximo um ou dois pares de bombas burra mk-82 em toda sua vida na FAB, como ocorre com F-5 e AMX. Acho… Read more »

Reportagens especiais

Lenda Mach 3: North American XB-70 Valkyrie

Tendo voado pela primeira vez há mais de 50 anos, o XB-70 Valkyrie foi um obra-prima tecnológica do seu...
- Advertisement -
- Advertisement -