sábado, maio 15, 2021

Gripen para o Brasil

Caças JF-17 para a FAA – Delegação chinesa visitará a Argentina

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O site argentino Zona Militar informou que nos próximos dias uma delegação da empresa China National Aerotecnologia Import & Export (CATIC) visitará à Argentina para tratar da oferta de caças JF-17 à Força Aérea Argentina.

A delegação chinesa também deve visitar a  Fábrica de Aeronaves argentina “Brigadeiro San Martín” e a Área de Materiais de Rio Cuarto e provavelmente algumas das Brigadas Aéreas.

A delegação chinesa irá avaliar as diferentes capacidades instaladas, tanto de fabricação como de manutenção. Um dos requisitos que o Ministério da Defesa argentino enfatiza na aquisição de materiais no exterior é quanto à necessidade de haver algum tipo de transferência ou produção local.

Segundo o Zona Militar, o interesse inicial é por 12 caças JF-17 Thunder: dez monopostos e dois JF-17B de dois lugares. Vários aspectos de interesse como a versão a ser selecionada, equipamentos e armas, escopo do apoio logístico, sistemas simuladores de solo disponíveis, custos de operação e aquisição, entre outros, ainda precisam ser elucidados.

Existem três blocos de produção do JF-17 Thunder, dois dos quais já estão em serviço há vários anos, tendo recebido seu batismo de fogo durante a Operação Swift Retort com a Força Aérea do Paquistão. Os outros dois usuários são a Nigéria (três JF-17A Bloco 2) e Burma (pedido de 16 JF-17A/B Bloco 2).

Quanto ao Bloco 3, é o mais recente desenvolvimento com o objetivo de converter o JF-17 Thunder em um caça de 4.5 geração ao incorporar várias melhorias, incluindo o radar AESA NRIET/CETC KLJ-7A, um sistema de controle para fly-by-wire, uma versão mais eficiente do motor russo Klimov RD-93, HUD recém-projetado, mira montada no capacete (HMD) e uma ampla variedade de mísseis ar-ar, ar-superfície, bombas guiadas, pod multisensor, entre outros.

Cockpit do JF-17 no simulador de voo

- Advertisement -

186 Comments

Subscribe
Notify of
guest
186 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rui Chapéu

Más una vez?

Anthony

Pois eh…… Mais do mesmo..
Kkk

Sumido Sr Rui!

Gabriel

Prevejo…manifestações de alegria incontida…

…afirmando que o JF-17 é do nível do Gripen e que a Argentina está seguindo o caminho racional do Chile…

(o espírito “viralates” está no âmago de alguns, não adianta)

Up The Irons

Li uma vez que, TEORICAMENTE, 30 caças Gripen E brasileiros armados com 4 mísseis Meteor cada um, apoiados pelos E-99, dariam conta de todas as aeronaves de caça da América do Sul. Claro que isso é no papel, mas não tenha dúvidas de que estaremos um nível acima dos demais. Quanto à Argentina, se não forem os chineses ou russos, não há outras opções.

PACRF

Concordo. A única forma da Argentina comprar material bélico mais sofisticado é com a Rússia ou China, pois são fornecedores que os EUA e o Reino Unido não podem fazer nada para impedir a venda.

Thulio manhaes

Não fala isso se não a aquisição do 2 lote não vem nunk e se bobear ainda cancelam as demais 32 unidades!!!hahahaha

Renato

Não eram 36?? Mudou?

José Luiz

Verdade a perspectiva de futuro da FAB pois os Gripen estão para entrar em operação é muito boa e devido as condições financeiras deverá continuar top por muitos anos. Mas em termos mundiais com novos projetos em 15 anos este modelo acabará sendo superado tecnologicamente.

A6MZero

Não digo alegria incontida… Mas imaginou uma Cruzex com os nosso Gripen, f-16 chilenos e JF-17 argentinos ? seria interessante de ver… E não se pode dizer mesmo nível, pois são aeronaves pensadas para cenários diferentes sua única similaridade seria ser um monomotor leve, mas enquanto um foi pensado para atuar em rede e em conjunto com outros sistemas e aliados o outro é uma alternativa barata e eficaz para substituição e renovação do inventario paquistanês mais preocupado com padronização de meios e disponibilidade numérica frente a Índia. Ou seja ambos são grandes caças que atendem muito bem para o… Read more »

Fabio Araujo

Ele não seria do mesmo nível dos Gripens, mas seriam melhores que os F-16 chilenos, que os Kfir colombianos e que os SU-30 venezuelanos por conta da tecnologia embarcada mais recente!

Fabio Araujo

Mas os chilenos, colombianos e venezuelanos falam em fazer upgrade ou comprar caças mais modernos o que os colocariam em pé de igualdade ou superioridade aos argentinos com os JF-17!

glasquis 7

Não sei se este caça é mais capaz do que o SU 30

Teropode

Não entendi a ironia 😒

Glasquis7

Não é ironia.

Fabio Araujo

Mas tem que levar em conta os armamentos e sensores mais modernos, o míssil PL-15 por exemplo tem um alcance maior que qualquer míssil bvr que os SU-30 venezuelanos podem usar, existem misseis e sensores mais modernos que deixariam os SU-30 venezuelanos superiores aos JF-17 mas teriam que sofrer um upgrade. A mesma coisa vale para os Mig-29 peruanos e para os F1-16 chilenos na atual condição seriam inferiores, mas com upgrades passariam a ser superiores, já os Kfir creio que upgrade não seria suficiente teriam que ser substituídos e dependendo da versão dos Eurofighter Typhoon que os ingleses tem… Read more »

Tutu

O PL-15 é propagandeado pelos chinesas como tendo um alcance de mais de 200km, se os argentinos comprarem esse míssil ele vai ser o segundo com maior alcance da América do Sul, perdendo apenas para o Meteor.

Leandro Costa

Aí vai depender se o JF-17 consegue atingir uma velocidade de disparo do míssil para que ele possa fazer uso de todo o alcance possível, mas acho isso bastante improvável.

Da mesma forma que o nosso F-5 pode simplesmente não fazer uso do alcance máximo do Derby.

Já com aeronaves mais potentes (velozes) seria possível para ambos os mísseis alcançarem seu máximo potencial. Isso as pessoas esquecem de levar em consideração.

Tutu

Se formos olhar somente para potência o novo RD93MA que vai equipar os JF-17 Block III vai ter 9300 kgf de empuxo segundo os russos, em comparação o nosso F-414 do gripen E vai ter aproximadamente 10000 kgf.

Leandro Costa

Tá… E….?

Sabe informar se o JF-17 vai ter supercruise por causa disso? O quanto a aerodinâmica influencia na velocidade final ante à esse aumento de potência? Qual a influência do arrasto, etc.?

Alex Tiago

Boa noite. Melhores que os kfir colombianos eu concordo agora melhores que su30 ou melhor que os F16 chilenos nem block52 e olhe lá os antigos modernizados recentemente eu sinceramente duvido. São superiores aos F5br ou kfir nem se compara com gripens e se fosse melhor do que F16 cd 52 eles os chineses comprariam.

Maurício.

Gabriel, deixa o pessoal ficar feliz, tem um pessoal que se alegra com a Argentina tentando comprar um caça novo, eu mesmo, gostaria de ver a Argentina com algo mais atual, como já comentaram aqui, seria interessante eles na cruzex, claro que o JF-17 não é melhor que o Gripen, mas no bloco lll, será um caça atual.
Você se alegra e passa pano para nossa FAB cujo o principal caça já deveria estar em um museu há muito tempo, cada um se alegra com o que quer.

Tutu

Pois é, imagine, F-16 Block 52, Mig-29SM, Mirage 2000P, Gripen E e JF-17 Block III em Natal, seria uma Cruzex incrível.

Maurício.

Sim, Tutu, seria incrível, eu já achei interessante os peruanos com seus mirages 2000, quanto mais modelos melhor, ainda mais para quem pode acompanhar de perto.
Por falar em mirages peruanos, nunca achei nada sobre o desempenho deles na cruzex.

Rinaldo Nery

Seria porque nunca participaram?

glasquis 7

Mardade KKK

Maurício.

Maldade mesmo…🤭
https://youtu.be/iL5GnBGKrfQ

Maurício.

Rinaldo, me enganei mesmo, essas aeronaves voando são super tucano…
https://youtu.be/iL5GnBGKrfQ

Glasquis 7

Mais mardade ainda!!! KKK

Renato

É.. Os antigos já diziam “Quem muito conversa dá bom dia a cavalo..”
Ninguém sabe tudo ou é dono da verdade absoluta.. (Por mais que a própria pessoa acredite que seja por “n” motivos..)
Nosso amigo fabiano poderia ter ido dormir sem essa.
Mais humildade..

Rodrigo Martins Ferreira

Boa noite! Os Mirage2000C da FAB vieram com zero de capacidade ao solo ? Nem CCIP e CCPR ?

Ted

Depois do fiasco que foi a última cruzex onde aviões peruanos chilenos e norte americanos sofrerão danos por detritos na pista. Duvido que voltem e se acontecer vai ser pucara e pc1 torito, t6.

Flanker

Se foi na última Cruzex, eles sofrerAM….SofrerÃO seria no caso disso vir a acontecer no futuro.

marco gandolfi

Junto com os f-16 usaf ou f18sh mais os rafales franceses

Antonio Palhares

Demorou.
A Argentina somente pode reequipar suas forças armadas com equipamentos oriundos da China ou da Rússia. Isto os dirigentes deveriam há muito saber.

Marcelo M

Pode ser a China tentando retribuir as “hostilidades” que vem recebendo do Reino Unido. O problema é que a situação financeira da Argentina é tão grave que, mesmo que ganhasse os caças de presente, teria condições de os manter e operar?

Jodreski

Nós não estamos muito atrás… pessoal da MB tomou um susto com o custo operacional da classe Riachuelo, ou seja, opa… a conta tb não vai fechar por aqui! Nossos Scorpene vão passar longas mas bem longas temporadas no cais.

A6MZero

Bom a previsão de crescimento da argentina pelo FMI é de 4,5 % esse ano e 2,7% ano que vem, longe ainda da sair do buraco de -11,8% de queda do ano passado mas é um começo, se limpar os cofres talvez sobre alguns pesos para operar e manter.

Marcelo M

Não basta limpar os cofres. Precisa de uma intensa reforma administrativa. E passar a gastar menos. Coisa que lá não se fará enquanto existir o Peronismo… e que por aqui está difícil de fazer também.

A6MZero

Nisso eu concordo 100% uma intensa reforma administrativa e militar (cortando números de pessoal e focando num uso mais pragmático dos recursos e investimento pesado em automação e modernização) é o único caminho para livrar a americana latina do atraso, e não apenas aqui ou na Argentina, mas praticamente todos os governos sul americanos não importando sua ideologia entopem e inflam a maquina estatal.

Joaquim

reforma administrativa nao economiza dinheiro, colega. Vai precisar do servidor do mesmo jeito. Ela é feita pra mantercabide de emprego e reeleição (quem nomeia o servidor é o prefeito, pagando pela campanha que o servidor fez pra ele). Pelamordedeus. Todo mundo sabe disso.

Ted

Mas se comprar material bélico o FMI vai querer saber por que não pagou a dívida na data. Vai ser declarado calote. E lembram do caso do veleiro da armada que ficou retido na África.

Mgtow

Que mentira minion. O Brasil esta milvezes pior do que a Argentina. Sim Macri deixou um cenarios de terra arrasada. Eles ja avançaram muito com Fernandez

antoniokings

Excelente notícia!
E os novos JF-17 estão sendo equipados com os modernos mísseis chineses PL-10.
Os JF-17 Block 3 estão vindo com melhorias aerodinâmicas, radar AESA mais potente e novos aviônicos.
É um lutador de respeito.

Leonardo Bastos

Só faltou dizer que é superior ao Gripen… rsrsrs

PauloOsk

Rapaz, eu concordo que o kings eh meio doidinho, mas dessa vez ele ta certo, pelo menos eh o que se encontra na internet, o block 3 vem com tudo isso mesmo. Se vai prestar ou nao, ai ja eh outra coisa. haha

antoniokings

Eu sou hiperbólico apenas com aqueles que precisam.
Só isso.

Tutu

É o PL-10 que é uma cópia do Python 4?

antoniokings

Chineses têm a mania de copiar e a cópia sair melhor que o original.
Portanto, não tem problema.

Flanker

Kkkkkkkkkkkkk…..piada do ano!!!

Nilton L Junior

Considerando o que eles operam atalmente é como sair do carburador pra injeção eletrônica

A6MZero

O block -III é uma grande evolução do projeto e superior a qualquer coisa que a Argentina possui em seus inventários incluindo os cinco Super Étendard Modernisé,que pelas noticias sequer estão operacionais…

Mas o histórico dos argentinos na busca de um novo caça é péssimo(mais novelesco que os famigerados fx e fx2) então pouco provável sair mais que um simples conversa.

Last edited 11 dias atrás by A6MZero
Alexandre Galante

Se fosse simples conversa poderia ser feita via vídeoconferência, principalmente nesses tempos de pandemia.

Last edited 11 dias atrás by Alexandre Galante
A6MZero

Realmente não levei em conta os gastos de uma comitiva e o cenário sanitário para uma simples conversa, então pode realmente haver algo a mais por trás.

Mas cético como ando só acredito depois dos contratos assinados “e olhe lá” haha

E no mais o histórico joga contra a argentina

Curiango

Troca por soja

Leandro Costa

Pode trocar. Trocamos algodão pelos Meteor F.8

Fabio Araujo

O JF-17 Block II já seria superior a qualquer coisa que a Argentina tem no momento, eles não possuem no momento nenhum caça supersônico e com capacidade bvr em operação!

Tomcat4,2

A Argentina já”quase” comprou tantos aviões de combate nos últimos anos que já era pra ter mais aeronaves que todas as nações da AL juntas.rs

Emmanuel

Tá todo mundo tirando onda com os argentinos. Mas esquecem que a China tem umas 5 pernas dentro da Argentina. Acredito que a compra vai se realizar, e a China não vai estar nem aí se o governo argentino vai pagar u dar calote. Eles têm preocupações maiores que míseros 12 caças. Eles estão preocupados em manter a sua linha de grãos e carne firme e forte que sai dos nossos vizinhos. e não tomem por surpresa uma venda casada de alguns helicópteros, patrulhas de pequeno porte e, quem sabe, uma fragata leve. Não seria nada mal para os chineses… Read more »

Jodreski

Ouvi dizer que dessa vez eles vão pagar com Alfajor!

GFC_RJ

Dá pra pagar com gás natural. A Argentina extrai hoje o gás mais barato da AL e, provavelmente, do mundo. Mais barato que a Bolívia.
Mas eles não tem grana e nem crédito pra investir. Os chineses tem.

E nós esperando não sei o que para puxar um pipeline de lá pra cá. Talvez esperando perder mais uma oportunidade.

Carlos Campos

Conseguimos a Lei do Gás, mas quero ver o IBAMA e o PSOL deixarem esse gasoduto sair, sendo que nós podemos fazer com minimo de impacto ambiental, vide COARI-MANAUS, outro ponto que vi mas é rumor é que o Alberto não quer vender esse gás para o Brasil, o pq seria que os Chineses tem interesse.

GFC_RJ

Perdão, mas não entro nesse papo.  Sinceramente, o que o IBAMA tem com isso? A legislação que foi aprovada não tinha nada de ambiental, mas de regulação de ambiente de negócios. O Ibama é um órgão do aparelho de Estado que fiscaliza conforme a lei especificamente ambiental. Se algo estiver dentro da lei, ele simplesmente pode fazer nada. E se fizer, se reverte na justiça até porque, quando nego quer, até o Fiúqui vira homem. Ainda mais quando se está certo. O problema de pipelines na amazônia é que a legislação ambiental na área é muito restritiva e isso não… Read more »

Emmanuel

Só com grãos e carne já tá valendo.
Para o atual cenário que a Argentina vive está de bom tamanho.
Nós vamos ter coisa melhor e não será uma quantidade absurda.
Vai dar um incentivo para o governo britânico colocar mais dinheiro nos seus programas navais.
Até aqui pode servir para a compra de um segundo lote de caças.
Espero que eles consigam sim comprar esses caças, não só 12, bem mais.
Vai dar uma sacudida em todo mundo.

Fabio Araujo

Foi criando um fundo nacional que tem uma reserva 0,08% do PIB para ser usado na recuperação das forças armadas, Na teoria eles vão ter grana para gastar!

Emmanuel

O alfajor argentino é uma delícia.
Já comi e te aconselho a fazer o mesmo.

Renato

Acho que tem coisinhas argentinas mais gostosas pra comer.. Se é que me entende.. Ahaha

Marcelo

acho que dadas as circunstancias e’ o melhor que podem adquirir. Tentaram o FA-50 e o Reino Unido barrou. Faz mais sentido e e’ mais em conta que o Mig-35/Mig-29M2.

Fabio Araujo

E os argentinos preferem caças monomotor e nesse ponto o JF-17 leva vantagem me cima dos Mig’s que são bimotores!

Spitfire

Será que a FAA vai mesmo embarcar nesse vôo??? Haja coração!!!! Boa sorte aos argentinos!!! O mejor, buena suerte hermanos!!!!

Plinio Jr

E lá vamos nós….

Glasquis 7

Aí a coisa começa a se complicar. É um enorme salto qualitativo e de capacidades por parte da FAA. em 5/6 anos estariam atingindo um padrão altíssimo. Acho que o mais importante é prestar atenção ao indicativo de que esta será uma visita e não apenas uma reunião. Pra CATIC mandar seus representantes saírem dos seus escritórios na Asia e virem ate a Argentina pra tratar de uma oferta de caças, a coisa deve ser séria e considerando a atual situação da FAA, tanto Chineses quanto Argentinos devem estar dispostos a abrir mão de muita coisa em benefício de ter… Read more »

Last edited 11 dias atrás by Glasquis 7
A6MZero

Bom em se tratando de helicópteros a Argentina já opera o Mi-17E em seu programa antártico.

Além disso a Colômbia utiliza os Kfir que são israelenses ou seja fora da Otan e tem também os Atlas Cheetah do Equador que são sul-africanos…

Last edited 11 dias atrás by A6MZero
Glasquis 7

Sobre os mi 17 E concordo mas, sobre os Cheetah e os Kfir, são de países relacionados ou parceiros da OTAN ou, pelo menos, países do bloco ocidental. Se fosse assim, teríamos que considerar também os países que operam aeronaves brasileiras.

Barak MX para o Brasil

Acho que não tem segredo para a Argentina operar JF-17. É o melhor custo benefício caso as peças sejam produzidas na Argentina. A manutenção custa menos que um MiG e deve se igualar aos custos do Gripen C/D mais ou menos.

Call Raddi

A Argentina já terminou de pagar os Embraer 190 da Austral ?

Camargoer

Caro Call. Acho que pode ser um equívoco misturar compras militares com compras civis. As vendas da Embraer de aviões comerciais são financiados pelo BNDES, os aviões sao colocados como garantia e o seu pagamento acaba sendo feito a partir da receita obtida com a operação da aeronave. Além disso, nada impede do banco e do tomador do financiamento repactuar o contrato, principalmente em um período estranho como estamos vivendo.

Andre

Onde foi que ele misturou?

Ele apenas perguntou se a estatal austral pagou pelos aviões comprados da Embraer.

Adriano Madureira

Parece que foram até vendidos…

Sem título.jpg3.jpg
Dickson

Quando a azul compra aviões da Airbus ou ATR quem paga é o Brasil?
O que o governo argentino tem a ver com a.compra de aeronaves civis da austral?

Flanker

Pelo que eu sei, a Austral foi fundida com a Aerolineas Argentinas, que foi reestatizada há vários anos. Logo, sendo estatal, quem paga é o governo argentino.

Ferreras

A China tem condições de “doar” o equipamento e a manutenção via financiamento que sabe não irá ser pago. Mas o que ela poderia querer em troca? Acesso a terras? Concessões da infraestrutura? Preferencias tarifárias?

Camargoer

Apoio nas votações nos organismos internacionais, condicoes comerciais favoráveis para o fornecimento de alimentos, abertura do mercado para construtoras chinesas, abertura do mercado para atuação dos bancos chineses no financiamento do comércio exterior chinês, fornecimento de vacinas, apoio argentino nas eleições para cargos em organismos internacionais….

Jagdverband#44

Ok, mas seria ingenuidade pensar em apenas em “apoio nas votações nos organismos internacionais” (você ressaltou isso 2 vezes). A Argentina não tem muito peso nestas votações, aliás, pelo contrário.

Agora, que eles tem terras agricultáveis, rica faixa oceânica e pontos estratégicos para implantação de bases, eles tem.

Não existe nação “amiga”, querendo só votinho na ONU.
Eles tem quantos? 1.5 bi de bocas para alimentar?

É mais por ai.

GFC_RJ

(…) gás natural…

Jagdverband#44

Bem por ai.
Terras terra e mais terras agricultáveis, fora o litoral do atlântico sul, rico em pesca.

Tem algumas de centenas de milhões para alimentar.

Eduardo

Carne e grãos.

Glasquis 7

A China pode até trocar por grãos.

Teropode

Ou por terras .

Glasquis7

Aí já fica mais complicado

OSEIAS

Se isso se concretizar, vai ser muito engraça vendo caças JF-17 dando rasante na frota de pesqueiros ilegais dos chineses no atlântico sul. Será que os sinos se sentirão em casa?

Wellington R. Soares

Eu realmente espero que os Argentinos consigam um acordo e comprem algumas unidades.
A América do Sul precisa se movimentar em termos militares, hoje somos vistos como países indefesos e incapazes (não que estejam totalmente errados rsrr..).

Allan Lemos

Quanto mais fracos os nossos vizinhos estiverem, melhor para o Brasil.

Last edited 10 dias atrás by Allan Lemos
Wellington R. Soares

Engano seu Allan, quanto mais forte nossos vizinhos mais forte nós teremos que ser.
Eu espero que todos nossos vizinhos comprem caças, novos tanques e outros equipamentos de ponto. Isso força uma “espécie” de corrida armamentista na região, elevando os investimentos em novos equipamentos e tecnologias.

Jodreski

Não faço ideia de como os Argentinos pagarão essa conta… mas convenhamos se as forças Argentinas buscam se modernizar tal deverá ser feito com equipamentos Russos ou Chineses, pq qualquer produto ocidental precisa do batismo inglês para chegar na terra dos hermanitos!

Oráculo

Numa boa?
Os hermanos que se agarrem nos Chinas e garantam esses 12JF-17 pra ontem!

O país falido, economia destruída, FFAA sucateadas…

Se a China aparecer com esse “compra e depois a gente vê como vocês pagam”, manda entregar amanhã.

Já tão no inferno mesmo, uns beijos no diabo é o de menos.

Tomcat4,2

Já tão no inferno mesmo, uns beijos no diabo é o de menos.”
Hauhauhauhauhauhauhau !!!!!Sacanagem!!!

Andreo Tomaz

Queria saber qual é a moral que o brasileiro tem pra falar da Argentina? TODOS os indicadores sociais da Argentina são melhores do que o do Brasil !

PauloOsk

te congelaram nos anos 90 ? Argentina ja ta com 42% na pobreza.

Andreo Tomaz

Pesquise, meu amigo! Veja qual é o IDH, índice de Gini, PIB per capita, nível de alfabetização, favelização… Não quero ofender ninguém, apenas estou passando a realidade, que é diferente do que a mídia bolsonarista (de direita) prega.

Renato

Jovem, esses dados da ONU levam em conta a média dos últimos anos, não são atualizados ano a ano e instantaneamente.. Aguarde os próximos indicadores que virão daqui alguns anos..
Sua decepção será grande.
No mais, a mídia é 99% esquerdista e anti-governo. Ficou bem sem lógica seu argumento.

Andreo Tomaz

Pelo visto você não sabe o que é ONU é para que ela foi criada. Muitos desses indicadores sociais que mencionei são divulgados anualmente e nada tem a ver com a ONU.

Rodrigo M

Pelo visto nem isso então vc tem acompanhado, pois como disse o Paulo mais de 40% da população Argentina vive abaixo da linha da pobreza.

Andreo Tomaz

Pesquisando agora constatei que a taxa de desemprego na Argentina está em 11% e a do Brasil 14%!! Ambos os países estão em situação difícil.

Camargoer

Olá Andreo. De fato, a Argentina está passando por problemas econômicos graves. Durante o governo de Macri, houve uma enorme queda do PIB de US$ 650 bilhões para US$ 450 bilhões. A atividade industrial está muito baixa. Este seria o momento dos dois países (Brasil e Argentina) trabalharem juntos para recuperar as respectivas economia…. mas para isso é preciso que existam estadistas nos dois países.

Leandro Costa

Muito do que foi conseguido nesse sentido na Argentina se deve à como governos anteriores desenvolveram o país ao longo do tempo. É impressionante como todos que eu conheço que estiveram na Argentina dizem que é um país interessante, com ruas limpas, povo educado, etc. Parece que Argentino só faz besteira e é sacal quando chega na região dos lagos (RJ). Mas de fato eles tem caído vertiginosamente de pouco tempo para cá. Essas mesmas pessoas quando vão à Argentina hoje tem uma percepção completamente diferente. Ainda sendo um povo organizado, com ruas limpas, mas um cara num emprego bom,… Read more »

Santos Dumont

Lembrando que o período da ditadura militar foi o de piores índices econômicos e sociais da Argentina, só equiparados ao período neolibralóide de Menén e dos desastres do período De la Rúa e do Macri.

Impressionante como o brasileiro médio não conhece NADA sobre nosso vizinho e maior parceiro comercial, e só repete clichês do futebol.
Não conhece literatura, cultura, geografia e história da Argentina, Uruguai, Chile, Venezuela e se arvora a palpitar sobre suas políticas econômicas e de defesa.
Já eles conhecem TUDO de Brasil, muito semelhante aos portugueses.

Leandro Costa

Então, vou ser mais claro. Por ‘governos anteriores’ eu pego desde a independência das Províncias Unidas do Rio da Prata. Não estou jogando com esquerda x direita nisso aqui. Se quer palanque para esse tipo de porcaria, vá para Brasília.

Santos Dumont

eu pego desde a independência das Províncias Unidas do Rio da Prata”…

Cara, tá se embananado mais… Deixa pra lá.

Santos Dumont

Melhor se informar fora do ZAP da galera da pelada, assim não passa vergonha repetindo mentiras…

Fabio Araujo

Entre os caças russos e chineses esse deve ser o melhor na questão custo benefício, é um bom caça, principalmente se for a versão Bloco 3, a mais nova e com as últimas atualizações. Quem poderia competir com ele, sendo um pouco mais caro é o Mig-29, mas os argentinos preferem um monomotor o que dá a vantagem para o JF-17!

Charles

Olhando JF-17 de frente lembra a silhueta do F-5. Com a chegada dos F-39 no Brasil o que será feito com os F-5, além de serem espetados Brasil a fora? Vá que os argentinos se interessem rsss….

Uma questão que observo é o uso do idioma Inglês nesses aviões…Thunder…Black Panthers e por ai vai…enfim a hipocrisia (meme cachorro)….Entendo antes que critiquem que é muito mais fácil do que escrever em mandarim, russo ou seja lá o que for rssss

Glasquis 7

 o que será feito com os F-5″

Continuarão voando. Existe uma extensa experiência e doutrina criada em torno deles, além do mais, ainda estão vigentes, tanto como vetores de interceptação como seu armamento e acredito que a operação dos gripens não conseguirá igualar nem se aproximar em custos, aos F5. Então, não vejo motivo pra dá-los de baixa. Ainda assim, existirão muitos interessados nos vetores que possam apresentar horas remanescentes de operação. Um deles, com certeza seria o Uruguai.

Kemen

Desistam pois a Argentina não vai complar nada. Serão em tolno de 2 meses de compla não compla e depois a céleble flase: “No tenemos plata”.

Kemen

Ainda estão decidindo entre os Kfir de Israel, Mirage F1 da Espanha, os T-50 da Coréia e mais recentemente andaram pensando nos Hércules espanhois que o Peru e o Uruguai já receberam, acho que continuarão pensando da mesma forma sobre os JF-17, pelo menos se decidiram pelos velhos SUE franceses.

GFC_RJ

Não creio que saia nada daí.

No entanto… Acho esse caça insuficiente para a Argentina. Independente de Block 2, 3, 1000… Esses JF-17 não dão nem pra entrada contra Eurofighters. O J-10 seria bem mais adequado pra isso, mas os chineses não os venderão.

A questão é, seja em planejamento baseado em capacidade ou baseado em ameaças, não vai resolver problema algum ao meu ver.
Nem com produção full na FADEA, o que nunca irá ocorrer pra um encomenda de 12 aeronaves apenas.

Maurício.

“Esses JF-17 não dão nem pra entrada contra Eurofighters.”
GFC, eu acho que a Argentina tem que esquecer um pouco essa história de ingleses, Malvinas e Eurofighter, até porque, seria loucura da Argentina tentar novamente um conflito bélico com os ingleses, os caras ajudaram os argentinos até na procura pelo submarino desaparecido.
Na minha opinião, a Argentina tem que ter um caça minimamente efetivo para defender os céus da Argentina, nada de guerra com Eurofighter, e para isso, o JF-17 bem armado com mísseis bvr da conta do recado.

GFC_RJ

Camarada, Discordo.  1 – Tanto os ingleses não esqueceram, que os Argentinos tem de apelar para chineses ou russos para adquirir qualquer coisa mais sofisticada.  2 – Proteger os céus contra o quê? No assimétrico, contra narcotraficantes, Tucano e Pampa 3 dão conta.    Contra as ameaças convencionais, geograficamente, só existiriam, em tese, três: Chile, Brasil e GB, pois Uriguai e Paraguai não contam. E, contra esses três, JF-17 não resolverá nada. Será um sangradouro com efeito dissuasor praticamente zero. Chinês, o J-10, já faz mais graça, mas não acho que os chineses venderão esse. Minha questão é essa. Mas só… Read more »

Maurício.

GFC, os ingleses nunca vão esquecer enquanto os argentinos continuarem com essa besteira de retomar as Malvinas, atualmente a Argentina não tem praticamente nada para defender seu espaço aéreo, o que dirá para enfrentar os ingleses. “Proteger os céus contra o quê? ” Aqui vale o mesmo para nós, para que o Brasil quer apenas 36 Gripen? Você acha que 36 Gripen fariam diferença contra uma China ou EUA? E para abater teco-teco o super tucano dá e sobra também. Quanto a ameaças regionais, não vejo Brasil e Argentina entrando em guerra com ninguém, talvez o Chile e Argentina ainda… Read more »

Renato

Dessa vez tenho que concordar.
E digo mais, ou o Brasil parte logo para a bomba atômica sem mimimi de CF, tratados, medinho de sanções, blá,blá..
Ou então vai continuar só brincando de guerrinha com a sorte até quando a coisa esquentar de verdade..

Last edited 10 dias atrás by Renato
Leandro Costa

Enquanto o Brasil for Brasil do jeito que o conhecemos, eu torço muito que jamais tenhamos armamento nuclear. Se o Brasil mudar, talvez daqui a 100 ou 150 anos para uma nação estável e responsável, aí tudo bem. Mas do jeito que era, do que é, do que jeito que parece que vai continuar sendo, nem pensar. É a maior burrice que poderíamos fazer.

Santos Dumont

Exato, não há a menor justificativa para tal tipo de armamento. Delírio puro sequer conjecturar isso.

Fabio Araujo

Se for o Bloc III com radar aesa e o PL-15 teria boas chances!

Tutu

Se eles forem de JF-17 Block III será um grande passo para FAA, um caça com radar aesa, eletrônica de ponta e possibilidade de receber mísseis bvr como o PL-15.

Vai dar para rivalizar em termos qualitativos com outras força aéreas da região, no caso, a nossa e a chilena.

Uma dúvida, alguém sabe qual foi o contato que força aérea argentina já teve com a arena bvr?

Last edited 11 dias atrás by Tutu
glasquis 7

Até onde sei Nenhum.

Tutu

Então eles vão ter que criar essa doutrina dentro a FAA.

glasquis 7

Sim, por isso comentei mais acima que será um salto qualitativo enorme e demoraria uns 5/6 anos em atingir um bom nível mas, atingiriam.

Heinz Guderian

E o nível de pobreza na Argentina chegando a 42% da população.
Palmas.

Spitfire

Não creio nessa compra amigo!!! É o que vc disse!!! Não vão inveztir pesado em defesa!!! Vai acabar pegando algo via FMS ou de opoetunidade

glasquis 7

há 3 dias o Ministro de defesa Argentino declarou que pretende modernizas as FA”s a um nível razoável num prazo de 10 anos.

Se os Chineses vêm até a Argentina, é por que existe uma chance enorme do negócio se concretizar.

Fabio Araujo

Qualquer compra de armamento dos argentinos aos americanos ou aliados tem grande risco dos ingleses barrarem, assim duvido que eles possam comprar caças F-16 via FMS. E Quanto a caças de oportunidade o problema é que caças fabricados por países aliados dos americanos usam em sua maioria assentos ejetores ingleses, é o problema dos Super Étendard que a marinha comprou e não podem usar pois falta um componente dos assentos ejetores e os argentinos estão com dificuldades de comprar.

Spitfire

Olá amigo… essa questão é relativa na minha opinião… os britânicos seguem as diretrizes da casa branca… vc acha que de fato alguns F16 vão realmente ameaçar a soberania britãnica nas malvinas??? O que representa mais risco para os britânicos, caças já defasados das primeiras versões do F16, sob total controle dos americanos quanto a manutenção e armas, ou meios mais modernos de procedência russa ou chinesa…. Ter meios fornecidos via FMS mantêm o controle do ocidente sobre eles em ternos de equiptos… por isso que empurram tantos equiptos via FMS para os ditos “aliados” mesmo que em sistema de… Read more »

DanielJr

Tem chances de que os Argentinos nem usem dinheiro para pagar por esses aviões. Tem chance da China “vender” esse lote e possivelmente outros equipamentos na intenção de que a própria Argentina, um pouco mais forte na proteção do seu território, proteja investimentos e os interesses chineses aqui. Como disse o amigo ali acima, pense em como empresas chinesas podem entrar na Argentina e pegar obras, terra, movimentações financeiras. Isso tudo vale muito mais que o lote de caças. Ainda pode ter apoio Argentino à China no cenário internacional, irritar os EUA e Europa (Inglaterra principalmente). Por último tem o… Read more »

Heinz Guderian

Verdade, eles estão no caminho da falência, o presidente argentino inventou até de taxar grandes fortunas, acabou que muitos empresários se mudaram para o Chile.
É erro atrás de erro, e tem gente no Brasil que passa pano para isso. Logo, logo, a Argentina perdera a mínima soberania que ainda tem. Triste para os hermanos.

Camargoer

Caro Heinz. O presidente dos EUA também disse que vai adotar a taxação dos mais ricos.

Heinz Guderian

Não sabe o que faz, aquele lá.

Santos Dumont

Cita a fonte aí, Herr Nazista Subdesenvolvido…

Não há necessidade nem de procurar, não vai encontrar.

Fábio Mayer

Tomara que se concretize. Um país como a Argentina não pode prescindir de aviação de caça. E a segurança da Argentina também implica na segurança do Brasil, por mais que muita gente pense que são países inimigos.

Spitfire

Amigo… esquece… é cada um por si… os EUA venderam por anos a historinha que não precisavamos investir em defesa que qualquer coisa eles estariam “junto”. Hj somos ameaçados fortemente com a questão da Amazônia. Entre paises só existe interesses… a melhor forma de se evitar a guerra é estar bem preparado para ela… ai ninguem vai mexer cobtigo amigo…

Thulio manhaes

Concordo plenamente, inclusive acho ridículo o discurso que diz que “para cenário latino está bom” o Brasil deve se preparar sim para ameaças europeias nas próximas décadas!

Spitfire

Exatamente amigo, ou se conformar em ser marionete!!!

Welington S.

O Brasil, em termos de grandeza e riqueza, deveria ser o país mais armado em todos os sentidos da AL mesmo que este país não procure guerra com ninguém. Nunca admitirei essa falácia de que, o Brasil, não tendo ‘inimigos’, no contexto da AL, nós estamos ‘bem’ se comparado aos demais países.

Leandro Costa

Qual ameaça em questão Amazônica que eu perdi esse capítulo? O.o

Fábio Mayer

Aliás, na hipótese de não haver um segundo lote de Gripens, o jf17 é uma boa opção para complementar a FAB na baixa dos a-1 e dos f-5.

Oráculo

O plano, talvez sonho seja uma palavra melhor, da FAB são mais dois lotes de Gripen.
Se vai se concretizar é outra história…

Allan Lemos

Seria muito melhor adquirir F-16s usados de alguém. Pelo menos ambos os caças seriam padrão NATO. Não seria possível integrar caças russos ou chineses com os nossos sistemas e com o próprio Gripen.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Isso eu duvido. Não que eu queira o JF-17, mas o preço dele pode solucionar o problema de “falta de cobertor” da FAB, cada vez mais grave com a baixa gradual de A-1 e F-5.

Flanker

Deus nos livre! Bate na madeira!!

Leandro Costa

Seriam uma péssima opção.

Rogério Loureiro Dhierio

Se os chinas tiraram a bunda da cadeira e estão indo lá, a coisa sai.

“Pergunta irônica”.

Será que venderemos MAR-M1 para eles?
Kkkkkkkk

Quanto a possibilidade de Cruzex com os Arges, os Chilenos e Nossos Gripens, seria mesmo interessante.

Mas duvido que colocariam suas aeronaves para demonstrar capacidades. Nem os A4 eles enviaram alegando falta de recursos para não demonstrarem as capacidade ou incapacidades do caça.

Maurício.

Rogério, os argentinos já participaram da cruzex com o A-4, a primeira vez foi em 2004, na época, eu li que eles tiveram um bom desempenho contra os F-5 graças aos radares do A-4, que mesmo sendo uma versão capada do radar do F-16, ainda era muito melhor que os radares do F-5E.
http://www.alide.com.br/Artigo/cruzex/entrevista_FAA.htm

João Bosco

Uma das saídas da Argentina em comprar caças avançados. Ma a pergunta que não quer calar: SE a Argentina comprar esses caças, vai pagar com o quê?

Rogério Loureiro Dhierio

Com alfajor do caminito e ainda de quebra mandam aquele sozia do Maradona que fica tirando fotos com os turistas.

Leandro Costa

Comodities. Normal. Paga-se com o que se tem disponível. Grãos, carne, o que for…

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

A Argentina é um país riquíssimo: minérios, terras cultiváveis, turismo, enorme extensão de mares territoriais. O fato de ser mal administrada por uma classe política talvez até pior que a brasileira, não extingue oportunidades de negócios, coisa que a China preza bastante.

Rodrigo LD

Em pensar que entre 1930 e 1970 a Argentina possuía as FFAA mais bem equipadas do continente. Estão pagando pelo blefe de 1982 até hoje. Ou correm para os Chineses (pois os custos de material russo são mais altos), ou desistam de possuir uma Força Aérea. Não me parece haver outra saída.

Diego

Tomara que consigam, bizarro ainda se arriscando em caças da década de 70, idem Brasil com seus F5 e A4, muito velhos já, tem que pensar na segurança do piloto de quem está em terra, tem que substituir logo…
Na MB poderiam comprar Tejas + porta-aviões indiano

Programador

A Argentina sofre embargo do Inglaterra a única saída para eles é comprar armas chinesas ou Russas

Gabriel BR

Penso que dois lotes de 12 aeronaves podem colocar os argentinos numa situação bem melhor.

Jagdverband#44

A Argentina é uma presa fácil para a China.
A China precisa de soja, trigo, proteína. A Argentina tem tudo isso para oferecer, e pior, quase de graça. Aliás, a Argentina pode oferecer uma grande extensão de mar para a pesca e infraestrutura/locais para bases chinesas.

JuggerBR

Mais um armário cheio de planos na vasta biblioteca portenha de planos nunca concluídos…
Nem com cargueiros cheios de carne e lã conseguem comprar os aviões chineses…

Gabriel BR

Consegue sim! o prognóstico para o presente e o futuro do mercado de commodities está mais do que empolgante.

Gabriel BR

O problema é que os peronistas estão destruindo o Agro argentino de maneira nunca antes vista.

Amaury

Bom foi o governo Macri….
A Argentina crescendo…progredindo…#sqn

Camargoer

Caro Gabriel. O PIB da Argentina estava no patamar de US$ 550 bilhões de 2010 até 2016, quanto teve um pico de quase US 650 bilhões em 2017, passando por uma forte redução em 2018, chegando em 2019 em US$ 450 bilhões, repetindo esse valor em 2020. Portanto a queda no PIB ocorreu no governo de Macri.

Gabriel BR

Sim , mas isso não muda o fato do governo peronista estar adotando medidas governamentais contra o Agro argentino.

Adriano Madureira

E a novela “En busca del luchador Ideal” continua…

Será que dessa vez vai?!

Teropode

Se é prá se indispor com o norte o melhor seria comprar uns 26 J10 , este sim tem jeitão de modernidade , o jf17 não passa de um F5 de olhos puxados 😱😱😱😱

Nick

O J-10 C seria uma opção mais avançada, mas em termos de custos o JF-17 deve ser a opção. É basicamente um descendente direto do MIG-21 com todas as modernizações possíveis. No mais seria bacana ver os JF-17 X F-39E na Cruzex.

[]’s

Leandro

Seria muito interessante a compra, ou mesmo uma negociação similar ao que se comenta esta acontecendo com o Irã, só que em vez de petróleo, poderiam ser trigo e/ou carne. Quanto ao equipamento, é obvio que não esta no mesmo nível do Gripen, acredito que se fossem escolher seria o J-10…,mas ai o valor é bem diferente.

Salomon

Queridos confrades, não esqueçam que o Brasil pagou Meteors com algodão..a China não ligaria par 12 caças trocados por carne e soja.

Leandro Costa

É, infelizmente parece que as pessoas esqueceram disso. É tudo negociação. Você paga com o que os caras estiverem dispostos à aceitar. Se existe vontade de ambas as partes, você consegue chegar à um acordo.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

O Brasil trocou exportação de soja e algodão por um lote de 12 helis russos. Negócios entre Estados nacionais envolvem muito mais que simplesmente dinheiro.

Tutu

Em tabela comparativa liberada pelo site argentino Zona Militar sobre as opções de veículos blindados de transporte de pessoal que o exército argentino está avaliando, o Norinco VN-1 está descrito como, “Aceita pagamento em soja”.

Marcelo

Ja era para os argentinos ter comprado esse avioes chineses a muito tempo,ficaram gastando tempo e dinheiro com outras opcoes que ja sabiam que seria embargados pelos ingleses e agora perceberam que vao ter que sentar no colo dos chineses por nao vai ter embargo e o financialmente chines e de pai pra filho !!!!

Djalms

Vacina russa, avião chinês e por aí vai.

Nilton L Junior

Bom pra Argentina que volta a ter suas capacidades aéreas restabelecidas em partes, agora resta saber se vai deixar de ser expectativa para se tornar realidade.
Espero que o governo Argentino pense estratégicamente essa compra para desenvolver seu setor aéronautico para se tornar um bom negócio tambem para a Argentina e não só para o império Chinês.

Vitor Hugo

Outra pesquisa de mercado. E só.

Otto Lima

Para que não tem jatos supersônicos desde a aposentadoria dos Mirage III e IAI Dagger/Finger, para quem hoje só pode contar com um punhado de A-4AR Fightinghawk, IA-63 Pampa e os SEM da ARA, o JF-17 Thunder é um tremendo salto tecnológico.

TeoB

O problema deles é mais complicado que de outros compradores pois não tem dinheiro e ainda por cima tem os embargos muito fortes, eles tem quase que correr atrás de um vendedor e não o contrario… é o pior cenário para comprar alguma coisa olha o exemplo da Finlândia totalmente oposto a eles choveu oferta de caça com varias compensações e tal, no caso dos argentinos meio mundo não pode vender para eles por causa dos embargos Britânicos, e com a situação financeira não é uma compra grande em se tratando de aviões de caça, na verdade parace que só… Read more »

Erik

Pessoal . . . claro que o JF-17 não chega perto dos gripen NG ou dos F-16 chilenos de último Bloco, mas é o que a Argentina pode pagar e pode comprar sem tomar embargo! E o JF-17 Block 03 está perfeito para retomar a sua aviação de caça de alta performance e tem sim uma qualidade considerável para defesa aérea de alto nível.

Rodrigo Martins Ferreira

Se os argentinos puderem pagar com arrogância, serão a USAF da América do Sul, porque com dinheiro não será.

Salário mínimo argentino US$3,50

Por que as bondosas china e Rússia detentoras de toda moral e bondade do planeta não levantam Argentina e Venezuela ?

Last edited 10 dias atrás by Rodrigo Martins Ferreira
Adriano Madureira

Não levantam como amigo?

Ajudando financeiramente? Criando algum plano econômico em parceria para ajudá-los?

Qual seria essa ajuda?

Last edited 10 dias atrás by Adriano Madureira
Rodrigo Martins Ferreira

Qualquer maneira…chuta ai..

glasquis 7

Levantar o que mais na Venezuela?

Tem os Melhores Vetores, os mais capazes misseis e de longe, a melhor defesa Antiaérea.

César Antônio Ferreira

Estão como baratas tontas, numa hora pedem preço para o MiG-35, depois correm atrás do JF-17…
Parece uma novela…

Reportagens especiais

Brasil: parceria estratégica para a Saab

Por Guilherme Poggio Em matéria recente mencionamos palestra realizada por Fredrik Gustafson, atual presidente da Saab na América Latina, no...