quinta-feira, abril 15, 2021

Gripen para o Brasil

Primeiro bombardeiro Tu-160M ​​modernizado chega a Zhukovsky

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Em 10 de março de 2021, a PJSC United Aircraft Corporation (parte da Rostec Corporation) entregou o primeiro bombardeiro estratégico porta-mísseis Tupolev Tu-160M ​​modernizado. A aeronave foi pilotada comandada por Anri Naskidyants, da Fábrica de Aviação Kazan (KAZ).

O avião pousou na base de Zhukovsky, perto de Moscou. Este bombardeiro estratégico, equipado com novos motores NK-32-02 e aviônicos e sensores a bordo atualizados, já passou nos testes de fábrica e agora foi transferido para a base de testes de voo Tupolev para a próxima fase de testes de voo.

O primeiro protótipo do Tu-160M ​​modernizado foi convertido de um avião da série Tu-160S com número de série 4-05 e cauda número 14 Vermelho. O Tu-160M, registrado RF-94103 e denominado Igor Sikorsky, é o segundo Tu-160 mais antigo em serviço nas Forças Aeroespaciais Russas (VKS).

Esta aeronave fez seu primeiro voo em 1988 e é um dos oito Tu-160 salvos da Ucrânia em 1999. Anteriormente, serviu no antigo 184º Regimento de Guardas de Bombardeiros Pesados em Priluki com cauda número 22.

O primeiro voo como do Tu-160M ​​ocorreu em 2 de fevereiro de 2020, após a conclusão da atualização na planta KAZ, que é uma filial da PJSC Tupolev, mas a configuração completa com novos motores NK-32-02 não foi concluída até 3 Novembro de 2020.

Externamente, a aeronave Tu-160M ​​pode ser reconhecida pela ausência da mira ótico-eletrônica OPB-15T Groza sob a cabine, que era usada para bombardeios de precisão em condições de baixa visibilidade no Tu-160S. Outra característica da versão Tu-160M ​​é uma carenagem maciça do novo sistema de guerra eletrônica na seção da cauda.

Atualmente, a Rússia tem planos de atualizar todos os quinze Tu-160s servindo para a nova configuração Tu-160M. Essas aeronaves servirão, então, ao lado dos novos bombardeiros Tu-160M2.

Dez Tu-160M2s foram contratados até agora, com mais duas dúzias a serem encomendadas em um futuro próximo, elevando o número total de “Cisnes Brancos” ativos para cinquenta exemplares.

FONTE: Scramble Magazine

- Advertisement -

53 Comments

Subscribe
Notify of
guest
53 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings

Esse avião é simplesmente fantástico!

Elias

se endivida mais ainda, para tal.

Fabrício

A dívida pública russa equivale a 11,8% do PIB.

A título de comparação, a estadunidense, corresponde a 82%; a do Reino Unido, 87%; a da Índia, 70%; a da França, 98.5%; a chinesa, 47%; a brasileira, 78%.

Enfim, objetivamente, endividamento não é bem o problema russo.

Last edited 27 dias atrás by Fabrício
Antoniokings

Esse ano, passa de 100%.
A estimativa do Congresso deles é 104,4% do PIB
2021 começou bem com a ajuda de US$ 1,9 tri.

https://www.suno.com.br/noticias/divida-publica-dos-eua-pode-superar-100-do-pib-diz-congresso/

MMerlin

A preocupação com os EUA, para nós, deve ser o de menos.
Em nosso horizonte está previsto um aumento significativo da dívida pública devidos aos estragos da pandemia e investimentos no reaquecimento da economia.
Mas nada disso se compara ao flerte que está ocorrendo entre o empresariado e antigo presidente acusado (e anteriormente condenado) de corrupção.

Antoniokings

São as voltas que a Terra redonda dá. Existe um ditado russo que diz: ‘Não cave um buraco para alguém. Você mesmo pode cair nele´’.

Elias
CESAR ANTONIO FERREIRA

As contratações são em rublos e toda a cadeia produtiva também o é.
A Rússia domina todas as tecnologias embarcadas, portanto, não há dispêndio de divisas.

Contratado em rublos, gera empregos diretos e indiretos e as encomendas geram expansão de empregos qualificados.

A Rússia ganha com essas encomendas. Elas proporcionam retorno social, tecnológico e econômico, sem falar no valor militar…

Creio que você precisa rever os seus valores, caríssimo Elias.

Denis

Lindaço!!

MARCELO MORAES DO NASCIMENTO

Que ave mais elegante!!

João da Lua

O Cisne Branco é magnífico e mortal!

Jagdverband#44

Fica mais fácil voar para NY ou para Miami agora.

Fabrício

Um turismo explosivo, poder-se-ia dizer.

Mgtow

De preferencia saindo de da ilha de Orchilla. kkkkkkkk
Esmagar os comedores de hamburguer

Paulo Araújo

Avião belíssimo!
Ele e o B-1 .

Diego Heitor

Avião lindíssimo!

leonidas

Ainda aguardando fotos da cabine com seus sistemas atualizados… 🙂

Chuck Norris Dos Paraguai

Então quer dizer que se no cockpit houver em sua maioria mostradores analógicos, de nada valeu a modernização? Talvez essa fascinação por este tipo de display em nada tenha a ver com a falta de know-how e sik com doutrina.

Rinaldo Nery

Displays digitais são mais baratos de manter. Só isso.

Adriano Madureira

mas mostradores analógicos são imunes a interferência eletrônica ou estou errado?

Rinaldo Nery

Nunca ouvi falar de jamming apagar tela. Posso estar errado.

leonidas

Não, só quer dizer que aguardo foto da cabine atualizada… 🙂

Antonio J C Campos

Que eu saiba n;ao tem mais analógicos.

Leandro Costa

Talvez você não tenha atentado para o fato de que muitas das atualizações podem simplesmente nem funcionar com instrumentos analógicos.

Marcelo Baptista

Sem contar que sobraram pouquíssimas empresas que mantem uma linha de produção de analógicos ou a capacidade de fabrica-los, e que por isto cobram os rims.

Mauro Cambuquira

Muitas vezes a modernização não está na simples troca dos displays da instrumentação. Tem a ver com a capacidade aumentada e melhorada dos equipamentos a bordo e das próprias melhorias estruturais o que pode dar a aeronave ganhos que não podemos ver de longe.

Matheus

Este avião é maravilhoso, está na minha lista de desejos ver um de perto. Quem sabe na próxima edição do MAKS quando tudo isso passar.

100nick-Elâ

A arma definitiva!

Arariboia

Se repararem a aeronave modernizada é só a da foto. Número 14 vermelho.
As imagens são do número 04 vermelho.

Rene Dos Reis

Dez Tu-160M2s foram contratados até agora, com mais duas dúzias a serem encomendadas em um futuro próximo, elevando o número total de “Cisnes Brancos” ativos para cinquenta exemplares.

caramba e isso mesmo

Cristiano de Aquino Campos

Cada um leva 12 misseis de cruzeiro, se todos estiverem operando ao mesmo tempo, dá 600 mísseis a caminho.

Elias

Ninguém vai falar mal desta aeronave? Delírio vermelho

Maurício.

Elias, criticar a aeronave? Temos algo parecido com ela na FAB? Temos algum caça capaz de interceptar essa aeronave? Temos alguma AAA capaz de abater uma aeronave igual essa? Criticar pura e simplesmente só porque é uma aeronave russa?

Elias

É perceptível nos comentários uma certa complacência com a Rússia, ao contrário com o que o ocidente faz e produz . Estamos muito longe da perfeição, tanto ocidente como oriente. É muito louco mas aquém vc escolheria sermos aliado ??

Mondelo

Elias, não quer dizer que o Ocidente esteja na frente em algumas coisas, que no oriente não possa produzir projetos de extrema eficácia. Esse bombardeio e um exemplo disso.

Não podemos desprezar e subestimar algo, somente porque e produzido em determinado pais.

Maurício.

Elias, eu até voltei na matéria do B-2 para ver se tinha alguém falando mal da aeronave, não achei nenhum comentário nesse sentido, só achei um comentário falando do alto preço da aeronave e sua hora de vôo cara(o que é verdade), só isso, mas ninguém desmerecendo a aeronave, isso seria um delírio azul no seu ponto de vista? E você realmente acredita nessa ladainha de ocidente vs oriente? Eu escolheria um aliado que pensasse igual ou parecido comigo, não importando se fosse ocidental ou oriental, os próprios americanos tem aliados e parceiros orientas, tipo Japão e Coreia do Sul,… Read more »

Elias

Não vou questionar a opção de quem vc é ou esta pensando em ser aliado , mas meu comentário é para quem tem a opção para o delírio vermelho, já que o lado ocidental é tanto questionado. Essas tripulações destas aeronaves irão defender o stabilishment

Elias

O stabilishment russo , por ironia do que comentam sobre o capitalismo , vão defender , magnatas como o presidente do chealsea (futebol) , amigo do Putin e multibilionário do petróleo. Chega ser ridículo aqui neste país, longe dos grandes players defender ideias que pregam o desconstrutivismo da nossa nação , como a Amazônia internacional , a “grande nação” fórum de São Paulo,

Mondelo

Mauricio, alias nenhum pais do mundo com exceção do EUA operam uma aeronave desse tipo. A china em breve também terá seu bombardeio pesado, mas por enquanto somente esses dois países operam bombardeios desse nível.

Deveríamos ficar com inveja dos russos por poderem projetar uma aeronave tão magnifica, não ficar criticando seus equipamentos. Ainda mais com o valor que eles investem em comparação com os EUA e a China.

Leandro Costa

Até onde eu sei a aeronave em si é muito boa, além de muito bonita. Se for para criticar, deve ser apenas por causa do valor do custo operacional que deve ser extremamente alto.

Paulo Hajjar

Uma cópia mal feita do B1.

Mondelo

Paulo, da uma estudada sobre a carga e a performance desse avião e verá a besteira que você acabou de escrever.

Mondelo

O TU-160 e uma evolução do TU-22 cujo projeto e dos anos 60 e também possuía geometria variável. O B-1 Lancer foi desenvolvido posteriormente no inicio dos anos 70.

Last edited 27 dias atrás by Mondelo
Cristiano de Aquino Campos

Na verdade, pelas capacidades, quem se aproxima do B1 e o TU-22. O TU-160 esta numa categoria acima.

Bosco

Engano seu Cristiano.
Tu-22: MTOW de 92 t
B-1B: MTOW de 216 t
Tu-160: MTOW de 275 t
Além do MTOW (peso máximo de decolagem) o Tu-160 só é superior ao B-1B na velocidade máxima que é de Mach 2 enquanto o B-1B é de Mach 1,25 . Em compensação o B-1B tem RCS de 1 m² e o do Tu-160 é de 100 m².
O B-1B é configurado para até 57 t de carga enquanto o Tu-160 é para 45 t.
O alcance de ambos é semelhante tendo em vista a configuração de armas pretendida.

Fabio Araujo
Jones

A Rússia está de parabéns. Além de lindo, maravilhoso, funciona.

Luiz Trindade

Ponta de lança para vetor de dissuasão nuclear como o B1 e B2 são para os EUA.

Elias

Todos eles são vetores monitorados pelos americanos até quando estão no hangar. Na derradeira missão todos pilotos sabem que é uma viagem só de ida . Sao os kamikazes do século 21

Bosco

Luiz, O B1B não é configurado mais para missão nuclear. Por força do tratado com os russos, o New Start, válido até 2026, só cerca de 60 bombardeiros de cada lado podem estar configurados como vetor nuclear. Os EUA tem cerca de 45 B-52 e 13 B-2 configurados para tal. Os russos possuem cerca de 45 Tu-95 e 15 Tu-160. No total cada país só pode ter no máximo 700 vetores estratégicos operacionais num dado momento, isso contando como ICBMs, SLBMs e bombardeiros. Os EUA tem mais ou menos 400 ICBMs, 240 SLBMs e 58 bombardeiros. Salvo enganos os russos… Read more »

Mgtow

Belissimo pássaro.
Obra prima da aviação militar

Alexandre Barreto

Esse avião é bonito demais

CESAR ANTONIO FERREIRA

Nada de abandonar a pintura branca anti – reflexiva.

Combates Aéreos

Inferno sobre Tóquio

A mais sangrenta missão para o 73rd BW foi no dia 27 de janeiro de 1945. A missão tinha...
- Advertisement -
- Advertisement -