segunda-feira, abril 19, 2021

Gripen para o Brasil

Nigéria deve substituir seus Alpha Jet por jatos Leonardo M-346

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Foi noticiado por algumas mídias que a Leonardo fornecerá 24 novas aeronaves de treinamento de combate M-346 para a Força Aérea Nigeriana.

Pelo menos seis aeronaves serão entregues antes do terceiro trimestre de 2021.

O novo Aermachi M-346 deve substituir os antigos jatos Alpha Jet, que têm apoiado grande parte dos ataques aéreos de contra-insurgentes na parte norte da Nigéria.

As aeronaves M-346 trarão treinamento aprimorado e capacidades de combate à Nigéria.

O governo nigeriano raramente comenta sobre as compras de armamento e não fez uma declaração sobre a aquisição dos jatos de treinamento de combate M-346.

O M-346 usa equipamentos exclusivamente de fabricantes ocidentais e, de acordo com Leonardo, incorpora um sistema de controle de voo digital fly-by-wire quadruplex de autoridade total que, em combinação com a configuração aerodinâmica otimizada da aeronave, fornece total manobrabilidade e controlabilidade em ângulo de ataque muito alto (mais de 30° graus).

Embora comercializado como um treinador, em 2017 foi revelada uma variante de combate do avião – a versão M-346FA Fighter Attack, equipada com um radar multimodo Grifo.

A aeronave pode ser levar uma variedade de mísseis, canhões e bombas guiadas, até um máximo de 3.000 kg de carga externa.

Os M-346 provavelmente fornecerão treinamento avançado aos pilotos nigerianos para os novos jatos de combate multifunção JF-17 que serão entregues em breve pelo Paquistão, bem como darão continuidade às missões de ataque leve ao solo contra o Boko Haram e o Estado Islâmico.

M-346FA no Dubai Air Show, em 2017

- Advertisement -

27 Comments

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Glasquis7

Um CAS em missões COIN? Não seria melhor um turbohelice?

Gabriel BR

Depende do contexto operacional

Glasquis 7

COIN Meu amigo, está descrito na matéria

“… ataques aéreos de contra-insurgentes na parte norte da Nigéria”

Gabriel BR

Sim , mas tem que ver a área a ser coberta e o numero de aeronaves.
As vezes os Nigerianos vão precisar de vetores capazes de alcançar maiores velocidades

Glasquis 7

As vezes os Nigerianos vão precisar de vetores capazes de alcançar maiores velocidades”

Me parece que para COIN não precisa. A não ser que o Boko Haram e o Estado Islâmico tenham baterias antiaéreas mas, no caso de uma arena COIN na Nigéria, um país menor que a Bolívia, acho que um 29 seria muito mais interessante e econômico de operar.

Gabriel BR

Eles compraram 12 aeronaves A29 da Embraer e contaram com as duas opções.

Fabio Araujo

A Nigéria comprou Super Tucanos via EUA, devem receber 12 esse ano! Inclusive já foram vistos voando já com o padrão de cores de Nigéria!

nigeria-super-tucano-1-960x640.jpg
Tiago Gimenes

Se não me engano, na região da África (com exceção ao Egito que esta mais frequentemente relacionado ao oriente médio) a Nigéria e a segunda maior força militar, atrás apenas da África do Sul, Inclusive são rivais e disputam influencia na região, em um dos casos mais recentes envolvendo esses 2 países tivemos o boicote contra empresas Sul Africanas ocorridos na Nigéria em resposta aos ataques Xenofóbicos na África do sul contra cidadãos Nigerianos.

Last edited 1 mês atrás by Tiago Gimenes
Gabriel BR

1) Egito.
2)Argélia.
3)Marrocos.
4)África do Sul.
5)Angola.

Wellington R. Soares

Argélia possui forças armadas mais poderosas que África do Sul e Nigéria.

M.@.K

Bonita as linhas deste avião. Observando este M346 armado com mísseis brimstone… alguém saberia dizer se a FAB adquiriu para nossos Gripens, algum tipo de míssil ar-solo?

Kit Carson

Taí uma pergunta boa. =)
…e quanto a integração dos mísseis Ar-Solo nos AMX (modernizados) alguém tem alguma notícia?

Last edited 1 mês atrás by Kit Carson
mk48

Ainda penso que a Embraer comeu mosca nesse segmento de treinadores a jato.

Eduardo

Vende pouco, tem bastante gente boa já operando aí, faz a bem a Embraer em ficar com o A-29 e, melhor ainda, em produzir mais Gripens, tanto para a gente quanto para exportação.

Gabriel BR

Esse nicho tem muita oferta no mercado e poucas vendas.
O dia que desejemos desenvolver um treinador a jato , o ideal será partir de uma demanda consistente da FAB para dai sim prospectar vendas no exterior.

carvalho2008

acho um segmento complicado….o cara quer treinador, ai voce faz um avião pequenininho e barato…e como é barato, o cliente que compra barato gostaria de colocar armas nele…mas poxa…barato e com armas deveria ter cara de cacinha….até que fica com cara de cacinha….já que é novo vai uma eletronica razoavel…mas pequeno como é…um cacinha perna curta, velocidade curta…carga curta…e o preço ficou caro no final….pois quem quer completar a caça, pode comprar um caça de segunda linha nestes preços ai… Fica faltando alguma qualidade superlativa que ressalte…(ex. o ST faz por um custo extremamente baixo e tempo de voo extremamente… Read more »

Claudino

quais as diferenças entre esse modelo e o YAK 130?

Entusiasta Militar

Já Vai ser muito esforço para a FAB conseguir dinheiro para pagar os 36 caças gripens já encomendados, então esse jato por ser barato poderia muito bem ser um complemento e virar o substituto do AMX-A1M em muitas funções.

Rafael Gustavo de Oliveira

Bom dia amigo O bom seria substituir tudo por gripens, mas fazendo uma comparação bem grotesca (o correto é analisar muito mais que isso), cheguei a conclusão que essa versão do M-346 FA chega muito perto do que o avião AMX oferece e seria uma solução paliativa (custo x beneficio) para preencher uma lacuna na quantidade de aparelhos adquiridos (36 gripens) para atual frota em processo de aposentadoria (84 aeronaves em 7 esquadrões), segue dados da análise grotesca: AMX Peso Vazio 6,73t Peso Carregado 10,75t Max Peso Decolagem 13t Carga belica 3,8t 5 hardpoints Velocidade Máxima 1020km/h Alcance 1850 km… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira

escrevi que o amx tem 5 hardpoints, na verdade ele tem 7, erro meu

Wellington R. Soares

Talvez os caças FA50 Sul coreanos seriam uma boa também, logicamente mais caros, porém com uma capacidade melhor de combate.
Realmente existem missões que ficarão muito caras para um Gripen, podendo perfeitamente ser realizado por outro treinador avancado.
Forte Abraço.

Rinaldo Nery

Feliz agora? Vai abrir o espumante? Acender o cubano? Se masturbar?

Rinaldo Nery

Se for culpado, cadeia nele. Perda de posto e patente. Indigno para o oficialato. Simples assim.

Wellington R. Soares

Ótima notícia, tem que ir pra cadeia mesmo!

Rinaldo Nery

Se culpado for… Por enquanto não é.

Salomon

Desculpem pelo off topic.

Reportagens especiais

Poder Aéreo nos Estados Unidos: Fort Worth Aviation Museum – parte 2

Em nossa visita ao Fort Worth Aviation Museum no Texas tivemos uma grande surpresa: esbarramos com o "mockup" do caça-bombardeiro "stealth"...
- Advertisement -
- Advertisement -