sexta-feira, maio 14, 2021

Gripen para o Brasil

General da USAF: Coloque em operação este caça da próxima geração a tempo de derrotar a China

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Força Aérea dos EUA deve colocar em campo seu caça Next Generation Air Dominance (NGAD) se quiser competir com a China, disse o general encarregado da frota de caças da Força no dia 28 de fevereiro.

O general Mark Kelly, chefe do Comando de Combate Aéreo, disse estar “confiante” de que adversários como a China, diante dessa nova tecnologia, “sofrerão um dia muito difícil, uma semana difícil e uma guerra dura”.

“O que não sei, e o que estamos trabalhando com nossos grandes parceiros, é se nossa nação terá a coragem e o foco para colocar em prática essa capacidade antes que alguém como os chineses a coloque e use contra nós”, disse ele. durante uma conversa virtual com repórteres no Simpósio Anual de Guerra Aeroespacial da Associação da USAF.

Em setembro, a Força Aérea dos EUA revelou que secretamente construiu e voou um protótipo de aeronave totalmente novo que poderia se tornar um futuro caça a jato avançado. Autoridades disseram que o NGAD desafia a classificação tradicional como uma plataforma ou tecnologia única para aeronaves. Em vez disso, é feito de uma rede de aviões de combate avançados, sensores e armas em um ambiente de ameaças crescente e imprevisível.

A USAF está desenvolvendo o NGAD juntamente com um futuro “road map”. Em um “estudo TacAir” em andamento, os oficiais da Força Aérea estão tentando determinar a combinação certa de aeronaves para o inventário futuro e avaliando como os conceitos de caças futuros se encaixariam na mistura atual de caças de quarta e quinta gerações.

“Este estudo nos dará as lentes de 10 a 15 anos … então não estamos tentando lidar com isso dia a dia, semana a semana, ano a ano”, disse Kelly.

A Força Aérea deseja delinear conjuntos de missões específicas para suas aeronaves onde for possível. O emprego de caças de ponta como o F-35 Joint Strike Fighter ou o F-22 Raptor para uma missão de patrulha aliada de rotina, por exemplo, é um exagero caro.

A Lockheed Martin, fabricante do F-35, estima o custo do jato por hora de voo em US$ 36.000, com a meta de reduzi-lo para US $ 25.000 até o final de 2025, disseram funcionários da empresa esta semana. Isso faz sentido, disse Kelly.

Custos à parte, Kelly disse que o papel do F-35 como jato de combate multirole de estreia permanece o mesmo, apesar das discussões sobre o desenvolvimento de novos caças.

“Ainda será uma peça central de muito do que nossa Força Aérea fará nas próximas décadas”, disse ele.

O chefe do Estado-Maior da Força Aérea, general Charles “CQ” Brown, contestou na semana passada os relatos de que o F-35 foi uma falha do Pentágono de alto custo, dizendo que “não era nem de perto o caso”.

Brown disse a repórteres em 17 de fevereiro que a Força Aérea não descarta a inclusão de um novo jato de combate em sua frota, já que ele pretende substituir a aeronave F-16 Fighting Falcon de quarta geração, também fabricada pela Lockheed.

Desde o início do programa Joint Strike Fighter, a USAF tem defendido que os Falcons mais antigos deveriam ser substituídos pelo F-35 Lightning II de quinta geração. Alguns críticos viram os comentários de Brown na semana passada como um prenúncio do fim do jato stealth.

A Força Aérea dos EUA é o maior cliente do F-35 e espera adquirir 1.763 da variante F-35A. Mas, de acordo com a Aviation Week, os orçamentos futuros podem limitar a frota. A revista informou em dezembro que o serviço pode limitar a compra total de F-35 em 1.050 caças.

Nem Brown nem Kelly falaram sobre quantos F-35s o serviço acabaria tendo durante a conferência.

O chefe acrescentou que o NGAD e o F-35 não são comparáveis ​​do ponto de vista programático e de financiamento.

“No que diz respeito ao NGAD versus F-35, não vamos tirar dinheiro do F-35 para financiar o NGAD”, disse Brown.

FONTE: Military.com

- Advertisement -

96 Comments

Subscribe
Notify of
guest
96 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fernando Turatti

A China é tudo o que o Pentágono pediu a deus.
Era difícil justificar um substituto do F-22 no “entreguerras frias”, agora já não é mais.

Leandro Costa

Fernando Turatti e eu não concordamos em muitas, muitas coisas, mas nesse caso eu concordo. E não é exatamente falta de conhecimento. É uma opinião dele da qual eu compartilho.

Como se desqualifica uma opinião? Qual o ponto errado na avaliação dele?

Fernando Turatti

a síndrome do comentário fantasma atacou novamente! hehehe(eu cheguei a ler)

Oráculo

Exato!

Uma guerra contra a Russia é quase impossível nos dias de hoje.

Mas contra a China é quase certa.

Os cofres serão abertos…

Last edited 2 meses atrás by Oráculo
Teropode

Estou preocupado é com Vladivostok , 5x a área de Taiwan e a China tá caladinha , acredito ser mais fácil recuperar esta região .

Pedro

Boa tarde, me explica melhor esta questão sobre Vladivostok. Pensei que já haviam tratados sobre o tema.

Abraço.

Teropode

Os chinas jogaram no ar este assunto , não foi um órgão oficial mas o partidão ficou de boa com a reportagem , não houve tratativas oficiais , Vladivostok é de fato o espinho na garganta dos chinas , a história da região e a captura pelos soviéticos todos já sabem , levantei a questão para lembrar que esta área é mais valiosa economicamente , além disso Taiwan faz negócios com a China tipo de pai prá filho , Vladivostok é de fato a área a ser recuperada . As negociações sobre as Curillas com o Japão não avançam por… Read more »

gordo

Tenho minhas duvidas, uma guerra hoje entre esses dois cachorros grandes é passagem certa para a humanidade ir para a idade da pedra. A guerra que os EUA trava é comercial e econômica, e qualquer conflito armado vai acontecer tal qual acontecia contra a URSS, a tal guerra por procuração. A questão é que a China não se aventura (ainda) militarmente para além de suas fronteiras, Ela gosta mesmo é de exercer sua influência comercial (o Brasil que o diga) e portanto não existe no momento um Pais (além do Tibet) que possa receber ajuda militar como o Afeganistão lá… Read more »

Adilson

Não penso numa guerra direta entre eles, e a história já registrou isso entre 2 superpotências: nós anos 70 houve o Vietnam, anos 80 Irã / Iraque, 90 Afeganistão, 2000 Líbia, 2010 ISIS / Síria, pra 2020 tem Taiwan prontinha pra ser palco dessa “rinha de galo”… O sofrimento do povo chinês com os japoneses na segunda guerra mundial sangra e dói até hoje, e sinceramente quando você apanha muito mas dá a volta por cima como fez a China, você não exita – como a Rússia – em usar tudo o que tem. Talvez alguém precise lembrar os americanos… Read more »

Tiago Gimenes

Uma Guerra entre URSS e EUA tb era dita como quase certa em outros tempos, sinceramente, o dinheiro sempre vai falar mais alto, ninguém vai paga pra ver, vai ser um conflito aqui, outro lá, sempre assim.

Antoniokings

E o Pentágono é tudo o que a China pediu para acabar com o orçamento americano.

Oráculo

Tonico e seus delírios…

Helio Eduardo

Exatamente o contrário…Tudo o que a economia norte-americana precisa é uma nova guerra fria…..

Antoniokings

Posso imaginar.
Ainda mais sabendo que os EUA estão com títulos pendurados para financiar a Guerra do Vietnã.

Helio Eduardo

Só a do Vietnã não, todas as guerras… Guerra é o que move a economia deles. Os soviéticos não entenderam isso e quebraram.

A China sabe disso, talvez sobreviva, porque culturalmente pensam muito diferente, embora eu me preocupe bastante com a obsessão em mostrar e provar que são bons, como faziam os “vermelhos”….

Nilo

Nem menciona a Rússia!!!
Vale pontuar que o caça de sexta geração americano esta considerando os conceitos já existente no Gripen E/F, como: uma rede de aviões de combate avançados, sensores e armas em um ambiente de ameaças crescente e imprevisível…modificações pontuais de hardware e no software (online)…

Defensor da liberdade

Ou seja, nossos aviões atuais não dão conta do recado.

Antoniokings

Depois fica sem as terras raras chinesas e não sabe o porquê.
rsrsrs

Bosco

Quem tá falando de botânica aqui?

Paulo Drusnam

Na idade média dos castelos, reis tínhamos o bôbo da côrte, hoje temos isso aí!

Antoniokings

É porque vc ainda não viu o que tem em Brasília, né?

Flanker

E o que os bobos da corte de Brasília tem a ver com um caça de 6a geração dos EUA? Tu quer politizar, polarizar, meter essa maldita dicotomia em tudo que é assunto!! Coisa mais ridícula e bitolada!

Last edited 2 meses atrás by Flanker
Oráculo

Ou seja, está ficando tudo muito equilibrado, o que não é bom
Precisamos pesar a balança a nosso favor, antes que eles façam isso.

Simples assim.

Antonio Palhares

Existe uma relação de causa e efeito entre os acontecimentos.
Uma relação de ação e reação. Fazer uma coisa que vai resultar em outra.
Aquilo de agir sabendo de o fruto estar na semente.
O ocidente perdeu a capacidade de pensar desta forma.
A nossa geração vai presenciar o ocaso de um império e o surgimento de outro.

Welington S.

Se for por essa lógica, nenhum avião da América Latina da conta de nada.

Marcelo Baptista

Defensor, eu acho é que não darão conta, no futuro, por isto a necessidade de uma nova geração. Isto faz parte da estratégia Americana, tentar estar a frente tecnologicamente, pois numericamente é mais difícil.

Antoniokings

Os EUA vão acabar como Don Quixote.
Sozinho, investindo contra seus moinhos de vento.

Sagaz

A China depende das vendas que faz para o mundo ocidental. Acho que vc não entendeu até hoje quem depende de quem.

Antoniokings

Sei que o Mundo depende da China.
E pior, depende cada vez mais.

Helio Eduardo

Exatamente o contrário… rs. A China depende de todos. É uma potência militar? Sim, sem sobra de dúvidas. É uma potência econômica? Sim. É autossuficiente em alimentos, energia e matérias primas? Não. Caso encerrado, não dura 6 meses. Mas perceba que não nego muitas das coisas que o amigo admira na China. Não há como negar seu protagonismo, sua punjança, seu enorme poderio militar e sua capacidade tecnológica. Mas a questão é: o quanto dura isso num conflito? Quem são seus aliados? Onde conseguir alimento, enbergia e matérias primas se entrar em guerra com o Ocidente? A China não possui… Read more »

Alex Rocha

Helio realmente os chinas não têm aliados, mas a Alemanha nazista até começar a guerra também não tinha. Quando invadiu uma pequena parte do território francês onde dizia que foi tomada ilegalmente na primeira guerra. Claro o caso Chinês é muito complicado, pois não estamos falando de um país como a Alemanha de Hitler, mas em muitos aspectos se assemelha a ela. Primeiro com um estado totalitário, segundo com esta visível necessidade de influenciar e tomar sua posição no senário mundial. O rancor da 2ª guerra ainda está no sangue dos Chinas contra os japoneses, e isso é visível na… Read more »

Helio Eduardo

Obrigado pelo reply. O caso da China é, e se não me engano está declarado em seu Livro Branco ou coisa assim, “recuperar” o protagonismo global. Acho que são um caso particularíssimo! Hoje eu lia uma reportagem sobre a preocupação chinesa com uma bolha financeira e quem dizia isso era o “representante do PC no banco popular…” Trata-se, pois, de uma nação milenar, enorme, cujo sistema de governo é “comunista”, totalitário, mas a economia é em certa medida capitalista (para fora, e para inglês ver, porque é 100% dirigida pelo Estado) e que se beneficia visceralmente do capitalismo ocidental. Como… Read more »

Alex Rocha

Concordo com vc em numero e grau. Acho piamente que diante de um conflito armado basta somente as nações que lhe exportam produtos cortar este vinculo. Mas se tratando do Brasil qual seria o preço? Hoje grande parte do que produzimos segue pra este destino. Os agricultores iam penar muito!! Quanto aos possíveis aliados da China, mesmo que não exerçam tanta influência coloco minhas apostas na Coreia do Norte, Irã e no caso de um grande conflito até a Venezuela poderia entrar nesse bolo. Apesar de saber que seria o fim da China como vemos hoje, pois na sua própria… Read more »

Marcelo Baptista

Interessante ponto Helio, realmente, quem são os possíveis aliados da China na região? Relevantes? Não vejo nenhum, a India, p.e., como vizinha tem seus próprios problemas internos e interesses, que conflitam em vários pontos com a China.
Eu não vejo a China como uma invasora no sentido tradicional da palavra, ela esta usando seus recursos para ser influenciadora, fazendo com que uma guerra contra ela seja extremamente ruim para a economia global.
Eu vejo a China mais interessada pelo controle do mar da china, onde qualquer desentendimento pode fechar as rotas de transporte marítimo deles.

Helio Eduardo

Obrigado pelo reply.

Concordo, mas entendo que as rotas podem ser fechadas tanto na origem, como no destino. A hegemonia no MAr da China é incontestável

Eu só vejo uma marinha realmente global hoje, a US Navy.

LEONARDO BASTOS

Sinto cheiro de Lobby no ar… kkkkk

100nick-Elâ

O aumento da pobreza nos Estados Unidos hoje é diretamente proporcional ao aumento da gastos com defesa. Era essa isso que falavam da URSS e da Coreia do Norte, que privilegiam a defesa em detrimento da qualidade de vida do seu povo? isso certamente é um cenário para o desastre, mais cedo ao mais tarde, terão que usar os seus gastos militares contra seu próprio povo, que logo se revoltará com tamanha probreza. Os EUA são o país rico mais pobre do mundo! estima-se 50 milhões de miseráveis, ou mais. O dobro da população da Coreia do Norte, por exemplo.

Oráculo

Quanta desinformação… A população dos EUA hoje é de + de 330 milhões de pessoas. 18 % da sua população são considerados pobres, segundo os critérios deles. É muito pra maior economia do planeta, mas pouco perto dos outros países com população aproximada. Importante: Se usarmos o método norte-americano pra medir pobreza, mais de 60% dos brasileiros são considerados pobres ou miseráveis… O principal fator que aumenta o número de pobres por lá é a imigração ilegal. Por isso Trump começou a construir o “Muro”. Já Biden acha que vai conseguir diminuir esse índice de pobreza dando cidadania aos ilegais,… Read more »

Maurício.

O grande problema dos americanos é essa lenga-lenga no programa do F-35, avião que já deveria estar full operacional há muito tempo, nem deveríamos mais ver o F-16 na USAF, nesse tempo, os chineses estão fazendo o J-20 e o J-31, que podem não ser tão bons quanto um F-22 e até mesmo o F-35, mas que em grandes quantidades podem ser um fator de risco contra os velhos F-16 e F-15, claro, isso tudo se os chineses tiverem grana para fabricar os J-20 e J-31 em grandes quantidades. Isso tudo levando em conta uma guerra convencional, já que na… Read more »

Nostra

The big question to be asked is How many J20 and J31 is actually being inducted ? Are the Chinese actually satisfied with the capabilities of J20 and J31 ? Are the J20 and J31 technologically and operationally in league with F35 ie to what extent ? Can they hold in peer to peer confrontation ? These are questions one can not answer because china controls flow of information , releasing only the good selective ones. We have lot of open source information (many negative) on F35 from US government , but same doesn’t exist for neither J20 and J31.… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Nostra
Nostra

I will clarify that I am no friend of American establishment ie the deep state , they are as much a problem as the Chinese communist party . Both are a problem to the world in different ways.

So situation is like one is left to choose between 2 evils. Either way we get fu*ked.

Last edited 2 meses atrás by Nostra
Nostra

Also unrelated I would like to share how crooked US is . The following was told to me by an acquaintance who is a analyst in a govt agency.

Everyone knows and thinks USSR collapsed due to the Afghanistan war.

But thats not true factually. It was the final blow to the series of blows which was engineered by the US.

Soviets were doing espionage on Western technology and similarly West was doing espionage on the Soviets.

Nostra

In the early 80s the French President informed the US president that the Soviets were looking to steal technology used in controlling gas and oil pipelines from an American company.

What the Americans did was they allowed the Soviets to steal the related hardware and software , but not before they had installed malware inside it.

The Soviets used that in their pipelines which was to supply gas and oil to Europe etc.

Nostra

Sometimes later , Soviets had their pipelines blow up due to issues with the same , this caused severe financial loses to the Soviet economy , so much so that its repercussions were felt upto the next decade .

Possibly inorder to shift public attention from the resulting economic hardship the Soviet leadership might have been led into the Afghanistan quagmire.

So you see how a innocuous isolated theft of technology can be turned into a disaster.

This in the intelligence parlance is known as the DOMINO EFFECT.

Last edited 2 meses atrás by Nostra
Nostra

When I hear news of Chinese stealing technology from the Americans I am left wondering and smiling.

I wonder if history will repeat itself .

But things are not that simple , Chinese will know of the dangers as they will be aware of what happened with the Soviets. But then there are numerous ways to catch a fish.

Only time will tell I guess.

Maurício.

“These are questions one can not answer because china controls flow of information , releasing only the good selective ones.”
Nostra, i believe in the Chinese as much as I believe in the Americans …
https://en.m.wikipedia.org/wiki/Lockheed_bribery_scandals

Nostra

Bro , you got the context wrong. A security state like china can never be compared with democracies like US Brazil India etc. Information on brazilian , Indian , US etc systems are available in the open issued by the respective government agencies both positive and negative isn’t it ?. But it is not available in china , because CCP is not accountable to no one. Communism lifeline is information control . Present information which is good for them only. Eg till date china has not published how many J10 crashed , they only publish those which they cannot hide.… Read more »

Maurício.

Americans lie to this day about how many aircraft were shot down in conflicts like Vietnam, all countries omit information, of course, China omits much more, but everyone omits.
As for India, I do not consider it a very democratic country, taking into account that they still use the caste system.

Nostra

No offense , are you from this planet ( earth ) ?

The amount of misinformation regarding India among people here is mind boggling.

Very ignorant about even basic information.

Maurício.

Nostra, ask a Dalit what he thinks of Indian “democracy”…
I will use your same comment about Imperialist China: Unless one’s own ass is not on fire one will not understand the pain of others.

Allan Lemos

Deveriam ter pensado em derrotar a China antes dela ter conseguido armas nucleares, agora já era. Ficaram se preocupando em demasia com a URSS, cujo regime cairia cedo ou tarde já que aquela ideologia não se sustenta, e deixaram que o verdadeiro inimigo aprendesse e se fortalecesse nas sombras. Agora o máximo que poderão fazer é dividir o mundo com uma outra superpotência.

Nilton L Junior

Serio deveria derrotar a China quando?? em qual século?

Allan Lemos

A resposta para a sua pergunta está no meu comentário anterior.

Antoniokings

Tá não!

Allan Lemos

“Deveriam ter pensado em derrotar a China antes dela ter conseguido armas nucleares

Oração subordinada adverbial temporal.

Antoniokings

Vc está subordinado a coisas que já passaram do tempo.
Reverberar uma sandice dessas é sinal dos tempos.

Mondelo

Os americanos entraram na Segunda Guerra por causa da China e depois deixaram os comunistas tomarem o país. As vezes fica difícil entender a politica externa americana. Se tivessem sido inteligentes deveriam ter apoiado de forma mais consistente os nacionalistas de Chiang Kai-shek.

Wagner

EUA entraram na segunda guerra por causa da China? Explica melhor isso aí por favor.

Mondelo

Wagner, os americanos colocaram os Japoneses contra a parede com um forte embargo econômico, justamente para frear a expansão japonesa contra a China. Os japoneses para continuar a sua guerra de conquista da China, precisava desesperadamente do petróleo e de outras matérias primas comprado dos americanos. Se não fosse o embargo, os Japoneses não teriam atacado os Americanos e consequentemente dando o pretexto que eles precisavam para entrar na Segunda Guerra.
Os americanos tinham muitos interesses comercias na China, que foi posto em causa com a invasão Japonesa.

Marcelo Baptista

como teriam previsto isto a 60 anos atrás? Quando o Mao Tse Tung estava no comando, mantendo a China na idade da media.

Nino

No início da década de 70 os americanos iniciaram um processo de reaproximação com a China justamente para isolar a URSS. Nesse período os chineses e soviéticos estavam com as relações estremecidas por problemas fronteiriços.

Marcelo Baptista

Mas Nino a China conseguiu BA nos anos 60, o MTT ainda estava vivo, e tem a mesma mentalidade do baixinho da CN, isolacionista ao extremo. A economia era basicamente agraria, e eles tinham dado sumiço na maioria das pessoas com algum conhecimento técnico/cientifico. Novamente os EU não tinham como prever isto, esta noção de crescimento Chinês começou no final dos anos 90, mas ai o interesse comercial (1 bi de potenciais consumidores) e o fim da URSS relaxou os ânimos. Reitero, os EU não tinham como prever isto e mesmo que tivessem previsto o que poderiam ter feito?

Antonio Palhares

O Mao TT. Estava justamente construindo os alicerces dessa China que hoje se faz respeitar e tem este crescimento incomparável.

Marcelo Baptista

Antonio, Mao era como todo totalitario medieval, quem implantou a China moderna foi Deng Xiaoping, que substituiu Mao. Se depende-se do MTT a China tinha levantado outra muralha para fechar o resto do Pais.

Nilton L Junior

Acredito que devem ter apreendido com a experiência do F-35 de como não errar.

Antoniokings

Não aprendem, não.
Não aprenderam na Coreia, no Vietnã, no Afeganistão e logo vão tomar outra lição no Iraque.

Pedro

Assim, como a URSS caiu por falta de $$, a China vai cair por, mais incrivel que pareça, por falta de gente!
China daqui a 15 anos estará pior que a Russia se ela nao resolver a M…. que fez nos anos 70 e 80 de limitar o crescimento populacional.

Gabriel BR

Será Fácil ! Basta abolir a lei do filho único que a ausência de aposentadoria estatal é mais que um bom argumento para chinês fazer filho. Mas primeiro eles têm que garantir que o Brasil estará em sua orbita!

Cristiano de Aquino Campos

Mesmo com essa M do envelhecimento populacional que tambem atinge os EUA e Europa ocidental, eles ainda terão uma população imensa e irão investir mais em tecnologia industrial e comercial. A China, aprendeu com a União soviética e com os EUA. Se bem que de comercio eles sabem a milênios, coisa que os Russos nunca foram bons.

Carlos Campos

eles já acabaram com a lei do filho único, mesmo assim sua população vai diminuir, porém vai continuar enorme

Gabriel BR

Aumentaram para 2 filhos ! Libera geral que o trem explode

Marcelo Baptista

Gabriel, hoje em dia o índice de natalidade mundial esta bem baixo, comparando com 50 anos atrás, mesmo as famílias bem pobres, que normalmente tem mais filhos, estão hoje em dia, se limitando a 1 ou 2.

Antoniokings

Não se preocupe com isso.
Praticamente o Mundo inteiro está assim. Envelhecendo.
Até a Coreia do Sul anunciou que em 2020, pela primeira vez na História, sua população diminuiu.
Houve apenas 275,8 mil nascimento contra 307,7 mil óbitos.

Marcelo Baptista

Pedro, parte deste problema será suprido pela automação industrial.

Nino

Se isso acontecer a grade vantagem da China em relação aos demais países acaba.

Cristiano de Aquino Campos

Engano seu, a vantagem da China e baixo custo de produção e não apenas pelo custo de mão de obra. Entra nessa conta impostos, infraestrutura e financiamento.
Mas se levar em conta a mão de obra, mesmo automatizado, precisa de mão de obra e os engenheiros e técnicos Chineses vão ser mais baratos que os ocidentais.

Antoniokings

A China é o maior mercado mundial de robôs industriais e se não me engano a maior produtora desses equipamentos.
A ABB estava construindo (ou já construiu) a maior fábrica do Mundo com capacidade para produzir 20% dos equipamentos do Planeta.

Marcelo Baptista

Perde não, ela esta entrando nesta onda junto com a Europa e EU.

Maicon

Sem entrar no mérito de quem está certo ou não, sinceramente, e sendo bastante contundente; se eu tiver uma dúzia de estilingues em casa os Eua vão achar que isso é um risco a segurança nacional deles. rsrsr Até nós quando começamos a crescer, vem logo uma desculpa para um boicote, porque quando alguém é igual ou melhor em alguma coisa, isso é uma “ameaça” a segurança deles, tadinhos, logo eles e europeus que pregam tanta coisa bonita, meu Deus, acho que a única solução para esses adeptos de guerra fria é realmente irem todos viver em Marte, mas aí… Read more »

Cristiano de Aquino Campos

Se não estou errado, falaram o mesmo do F-22 e do F-35. Na época o adversário era outro más as falas permanecem as mesmas. A verdade e que as grandes potências nunca entraram em guerra convencional direta. Vai ficar tudo na geopolítica e no peso do custo/beneficio.

Gabriel BR

O maior inimigo dos EUA está dentro dos EUA .
Simples assim!

Last edited 2 meses atrás by Gabriel BR
_RR_

Prezados… Nada mais natural aqui… É comum aos americanos planejarem e tirarem da prancheta sua nova geração de caças enquanto a atual ainda está em produção e desenvolvimento. Foi o mesmo com o F-22, cujo desenvolvimento iniciou-se antes mesmo da introdução do F-15C e o protótipo foi lançado no auge da produção do ‘Eagle’. E tudo isso temperado a um bom lobby… Em suma, nada de novo no front… A seguir, aos que acreditam que o F-39 não dá conta… Bem… O Gripen foi pensado para um tipo de guerra aérea algo diferente. Seguindo o raciocínio dos suecos, ele visa,… Read more »

ADRIANO MADUREIRA

Em breve mais um outro sugador de dólares do contribuinte americano 🤔🇺🇸❓

Alex Barreto Cypriano

Fiquei na dúvida: NGAD é uma aeronave ou uma estratégia?
“Em setembro, a Força Aérea dos EUA revelou que secretamente construiu e voou um protótipo de aeronave totalmente novo que poderia se tornar um futuro caça a jato avançado. Autoridades disseram que o NGAD desafia a classificação tradicional como uma plataforma ou tecnologia única para aeronaves. Em vez disso, é feito de uma rede de aviões de combate avançados, sensores e armas em um ambiente de ameaças crescente e imprevisível.”
F-35 is a fail, yadda, yadda…

Argos Carreiro

China já está em guerra contra o mundo, e da forma mais desonesta possível: guerra biológica contra a população mundial. Corona faz mais estrago que qualquer míssil balístico, embargo econômico … Quem disse que precisa declarar guerra como sempre foi feito? Os chineses estão comprando fábricas no mundo todo. Nunca aconteceu nada tão ardiloso e nefasto como está acontecendo agora.

Last edited 2 meses atrás by Argos Carreiro
Cristiano de Aquino Campos

Meu Deus, como capitalista, serei obrigado a defender comunistas. Vende fabrica quem quer, se vende e porquê não soube manter, compra quem oferece mais e ganha quem sabe lucrar.
Um comerciante, vende para quem quer comprar, tu me odeia e eu te odeio, más tu me da dinheiro e fico feliz. Simples assim.

JuggerBR

De tempos e tempos algum militar vem com choradeira reciclada, que o bicho papão do momento vai sobrepujar os americanos, que precisam gastar em desenvolvimento de novas tecnologias e armas pra fazer frente, etc… Se brincar tem uns 70 anos essa ladainha…

Tomcat4,2

Ler na notícia que vão diminuir de 1.763 para 1.050 caças F-35 (apenas da variante F-35A) ,caramba, com problemas ou não, ainda se é o que há de mais foda na aviação militar atual e fora todo o resto(se é que se pode chamar de resto, F-16, F-15, F-22, F-18 e etc), e nisso ainda querendo mais um brinquedinho antes de ir ao parquinho brigar com a China é de riac o uc da adnub, briga de auau grande mesmo mas penso que a China deve ter um trunfo na manga mais capaz e moderno que o J-20 só esperando… Read more »

filipe

A China é um meio de combater a Rússia ( A única nação capaz de destruir os EUA), os EUA falam da China, mas a ameaça é a Rússia, a China não é pareo para os EUA, a China vai hackear esse novo caça e vai lançar uma cópia, os Chineses são fanáticos por tecnologia Americana… Nunca que eles iriam querer Guerra com os EUA… EUA ajudou a construir essa China moderna, dando acesso ao capital e aos mercados, em troca os chineses compram a dívida Americana e ajudam a sustentar o dólar.

Zorann

O que ele disse foi o seguinte: vamos comprar F-35 e outras aeronaves mais baratas de adquirir e manter para serem usadas em missões de menor complexidade. Estas aeronaves mais baratas, não deve ser só um tipo, substituirão o grosso dos F-16.

Quanto a China… a água começou a bater na b.unda. Já se deram conta que não haverá grana para tudo que desejam. Terão de racionalizar os gastos se quiserem fazer frente á China.

pedro freire

A CHINA nunca foi imperialista, se fosse já teria passado o rodo em THIWAN e outros nanicos da região. Tem forças armadas para se defender. Como sairia de “casa” para atacar os ianques? Isso é para alimentar a multibilionária indústria de defesa dos americanaos que, sem ela, não seriam o que são. Devem a deus e todo mundo.

Nino

A CHINA nunca foi imperialista”, que diga isso o Tibet.

Nostra

Also add Xinjiang to that

Last edited 2 meses atrás by Nostra
Nostra

Also add USSR, Vietnam , India , Nepal , Bhutan , Kyrgyzstan , Russia , Tajikistan .

Point is many of the countries simply ended up being forced to give up land by the Chinese one way or the other .

China is not imperialist lool. I died laughing .

Unless one’s own ass is not on fire one will not understand the pain of others.

Last edited 2 meses atrás by Nostra
Jeferson Loreto dos Santos

Não faz nenhum sentido deixar de substituir os F-16 pelos F-35 com o argumento de que ele é caro, para entrar em um novo projeto e desenvolver um novo programa de caças mais baratos de se voar…a arena aérea do futuro não irá permitir que um caça menos avançado sobreviva por muito tempo diante de caças stealth de quinta geração e com capacidade BVR…isto cheira mais a lobby.

nonato

Discordo do general.
A China deve ser enfrentada logo.
Se não, em breve soldados chineses estarão desembarcando em nova Iorque.
Os americanos deveriam ter resolvido o problema em 1945.
Ter atacado Moscou e Pequim.
Se bem que em 1945 a China ainda não era comunista…
Trump já deveria ter passado o rodo na China.
Quanto mais o tempo passa, fica mais difícil.

Reportagens especiais

Avro Canada CF-105 Arrow, um sonho interrompido

Por Luiz Reis*, especial para o Poder Aéreo Na aviação, muitos projetos considerados promissores acabam sendo cancelados, não por causa...
- Advertisement -
- Advertisement -