segunda-feira, novembro 29, 2021

Gripen para o Brasil

Ataques aéreos dos EUA na Síria têm como alvo milícias apoiadas pelo Irã

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

WASHINGTON (Reuters) – Os Estados Unidos realizaram ataques aéreos autorizados pelo presidente Joe Biden contra instalações pertencentes à milícia apoiada pelo Irã no leste da Síria na quinta-feira, em resposta a ataques de foguetes contra alvos dos EUA no Iraque, disse o Pentágono.

Os ataques pareciam ter alcance limitado, reduzindo potencialmente o risco de escalada. Não ficou claro quais danos foram causados.

A Síria não comentou imediatamente, mas a estatal Ekhbariya TV disse que os ataques foram conduzidos de madrugada contra vários alvos perto da fronteira entre Síria e Iraque.

Um oficial da milícia iraquiana, falando sob condição de anonimato, disse que pelo menos um combatente foi morto e quatro outros ficaram feridos.

Uma fonte médica de um hospital na área e várias fontes locais disseram à Reuters que 17 pessoas morreram. Esse número não pôde ser confirmado de forma independente.

A decisão de Biden de atacar apenas na Síria e não no Iraque, pelo menos por enquanto, dá ao governo do Iraque algum espaço para respirar enquanto investiga um ataque de 15 de fevereiro que feriu americanos.

“Sob a orientação do presidente (Joe) Biden, as forças militares dos EUA no início desta noite realizaram ataques aéreos contra a infraestrutura utilizada por grupos militantes apoiados pelo Irã no leste da Síria”, disse o porta-voz do Pentágono John Kirby em um comunicado.

“O presidente Biden agirá para proteger o pessoal americano e da Coalizão. Ao mesmo tempo, agimos de maneira deliberada com o objetivo de desacelerar a situação geral no leste da Síria e no Iraque.”

Ele disse que os ataques destruíram várias instalações em um ponto de controle de fronteira usado por grupos militantes apoiados pelo Irã, incluindo Kata’ib Hezbollah e Kata’ib Sayyid al-Shuhada.

Após os ataques, os ministros das Relações Exteriores do Irã e da Síria falaram e sublinharam “a necessidade do Ocidente de aderir às resoluções do Conselho de Segurança da ONU sobre a Síria”, disse o site do governo iraniano Dolat.ir.

Uma autoridade dos EUA, falando sob condição de anonimato, disse que a decisão de realizar os ataques era um sinal de que Washington queria punir as milícias, mas não queria que a situação se transformasse em um conflito maior.

O funcionário disse que foi apresentada a Biden uma gama de opções e uma das respostas mais limitadas foi escolhida.

- Advertisement -

57 Comments

Subscribe
Notify of
guest
57 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fernando Turatti

“Also what is the legal authority for strikes? Assad is a brutal dictator. But Syria is a sovereign country.”
Psaki, Jen.

Leandro Costa

Democratas sendo democratas… ehehehehe

Fernando Turatti

O melhor de tudo é eu conseguir deslikes num comentário onde, literalmente, só copiei e colei uma fala da atual secretária de imprensa da casa branca! hahaha

Leandro Costa

É, mas acho que a maior parte do pessoal não sabe o contexto da frase. Não deixa de ser hilário hehehehe

Matheus S

Não querendo defender a democrata, mas o contexto do comentário dela foi diferente desse ataque realizado pelo governo Biden. Primeira divergência de fatos: Situação agravante. Em 2017, o governo sírio foi acusado de ter usado armas químicas contra a própria população. Em 2021, até onde se sabe, milícias iranianas apoiados pelo Irã, realizaram ataques contra base que abriga tropas americanas no Iraque. Segunda divergência de fatos: Motivação. Em 2017, a motivação foi muito mais humanitária do que a motivação secundária política. A obrigação militar do ataque contra a Síria autorizado por Trump foi motivado pelo comentário dele mesmo em um… Read more »

Fernando Turatti

Não, o contexto não mudou. Literalmente tudo o que ela disse lá em 2017 continua correto:
A Síria é um país soberano
Assad é um ditador sanguinário
Os Estados Unidos da América não tem qualquer legitimidade em atacar a Síria.

Leandro Costa

Matheus, eu discordo pelo seguinte fato: Não importa o alvo que se esteja atacando. Se está atacando dentro de algum outro país, então a soberania desse país está sendo afetada do mesmo jeito, ou seja, tanto faz se estão atacando grupos transnacionais ou forças do Estado em questão, mas se não for algo coordenado com as forças Estatais daquele país, é agressão do mesmo jeito.

Tendo dito isso, concordo com ambos os ataques e, na verdade, eu teria atacado ainda mais forte, mas ao mesmo tempo não teria entrado na Síria para começo de conversa.

DOUGLAS TARGINO

Bom, são terroristas, devem morrer! Porém o erro grave que vejo nisso é um pais entrar e sair e fazer o que quiser em um outro pais. Imagina ai os EUA entrar no Brasil e atacar uma área, saquear uma área e você nada poder fazer? Beleza, que alguns desses países não colaboram, mas isso é devastador (vemos isso na síria mesmo, países saqueando recursos minerais, causando guerras e no final você ainda é o culpado e paga por isso).

Fernando Turatti

O mundo é feio, bobo e mau. Quem não quer ser invadido, que dê seus pulos. “ah mas é errado invadir, matar e avassalar um povo” é. É errado. Pouca coisa pode ser mais errada. Poucos os países “”nascem”” com as condições para, de maneira efetiva, ao menos fazerem um juggernaut como os EUA pensarem duas vezes. Nós temos o tamanho, a economia e o gasto militar pra fazer americanos pensarem muito bem antes de fazerem isso… Mas, optamos entretanto por dar prioridade a jogar dinheiro no lixo no ministério da defesa. Um dia – e eu torço para que… Read more »

Willber Rodrigues

“Imagina ai os EUA entrar no Brasil e atacar uma área, saquear uma área e você nada poder fazer?”
Mas aí seria culpa dos EUA, ou do Brasil, que não tem nenhum meio de dissuasão pra evitar isso?
Obviamente são contextos e T.O’s bem diferentes, mas…você não vê os EUA fazendo isso com a CN. Porque será?

Fernando Turatti

Devo dizer que concordo em partes. No caso do Brasil eu concordo integralmente: seria culpa nossa.
Quanto a países pequenos como a Síria, aí fica difícil. Pra países pequenos e insignificantes o único caminho eram as bombas nucleares aliadas a mísseis balísticos mesmo, coisa que a Coreia do Norte só alcançou por uma série de peculiaridades, sendo a principal delas o fato de não se preocupar absolutamente nada com seu próprio povo, o que levou-os a poder bancar tal programa.

Salim

Pais medíocre como Irã e Coréia norte garante sua Propriá destruição visto que caso utilize a bomba terá um contra ataque destruidor aniquilando boa parte destes paises e população. Esta solução garante a autodestruição e náo independência. O ideal e patrulhar fronteiras efetivamente, coibir contrabando de minerais ( ouro/ diamantes) , madeira de lei que e vendida por nada e degrada nosso ecossistema, pesca em nossas áreas marítimas, etc… Precisamos de forças armadas equipadas, treinadas e enxutas e que cumpram sua função constitucional e parem de falar e fazer baboseiras e cuidem de suas tropas, pois um retrato de mal… Read more »

Tomcat4,2

Não venha com o papinho da bomba atômica por favor, este artefato não impede ninguém de nada(e nosso caminho nuclear passa pelo SNBR primeiro ,projeto que já esta caminhando). A questão com a CN é outra(pesquise).

Fernando Turatti

Sim, a Coreia do Norte é abençoada pelos deuses.

Vinicius Momesso

Fala isso para a Rússia que não só foi invadida pelo simples fato de além de ter artefatos nucleares, tem os meios de lança-los onde quiser.

Fernando Turatti

Assim, só pra saber, quem é que seria capaz de invadir a Rússia com essa facilidade toda ignorando os artefatos nucleares?

Vinicius Momesso

Fácil não seria, mas a OTAN e até China em um futuro talvez não muito próximo conseguiriam.

Fernando Turatti

Honestamente, nem os americanos tem essa confiança toda no próprio taco. Uma guerra convencional entre EUA e Rússia(se for colocar otan tem que considerar quem entraria do outro lado) seria vencida pelos EUA? Seria(provavelmente)… se fosse uma guerra total, com o envolvimento anos a fio da indústria americana. O ponto é que o custo para os EUA seria TÃO grande que só teria como conseguir esse apoio na sociedade de uma forma: com a Rússia tentando invadir os EUA, algo que também não aconteceria. O mais importante pra um país se defender não é ser capaz de vencer qualquer um,… Read more »

Willber Rodrigues

A questão da CN são:
O apoio ( velado ) da China
Bombas atômicas
E o fato de que, caso fosse invadido, a CN não pensaria 2X em jogar uma bomba atomica no meio de Seoul.

Tem outras coisas envolvidas tambem, mas o principal é isso aí…

“este artefato não impede ninguém de nada”
Me diga qual foi o último país que tenha bombas atômicas, que teve seu país invadido depois que adquiriu esse artefato…

Last edited 9 meses atrás by Willber Rodrigues
Salim

São paises medíocres, com ditaduras tiranias e se abrir fronteira boa parte vai embora. Qual destes paisecos e exemplo de qualidade vida população. Em analogia seria um condomínio todo quebrado, sujo, insalubre, sem atividade moradores, porem com portaria e muros enormes gastando toda verba do condomínio em detrimento das áreas importantes. Qual destes paises e exemplo educação, saúde e bem estar população.

Willber Rodrigues

Mas eu tô falando de dissuasão, e não de IDH, PIB per capta, qualidade de vida, etc ,etc. Aí são outros 500, e você está misturando as coisas

Adriano Madureira

“Os Estados Unidos realizaram ataques aéreos autorizados pelo presidente Joe Biden contra instalações pertencentes à milícia apoiada pelo Irã no leste da Síria na quinta-feira, em resposta a ataques de foguetes contra alvos dos EUA no Iraque, disse o Pentágono”. Eles são terroristas estrangeiros ou são sírios?! Por que se são sírios não estão mais do que fazendo o papel deles… Até onde sei,há terroristas infiltrados em Al-Tanf ,que como bons ratos que são,entraram pelas portas dos fundos,com aquela velha ladainha de sempre: de paz, liberdade e democracia,mas está roubando diariamente 140 barris de petróleo bruto de campos petrolíferos da… Read more »

Cristiano de Aquino Campos

Interessante a sua analise. Uma vez que você critica a ingerência estrangeira em um pais e ao mesmo tempo, chama de terroristas um grupo paramilitar de resistência Sírio.
Repetindo o discurso e acusação do país que pratica a ingerência.
Dependendo do ponto de vista, amanhã podemos ser nos os atacados e os nossos patriotas chamados de terroristas.

Defensor da liberdade

Enquanto os sírios ou os russos não colocarem um AEW&C circulando por lá, EUA e Israel continuarão invadindo seu espaço aéreo impunemente.

Vinicius Momesso

Há um acordo entre os três de ‘não agressão’: “–Pode tacar bomba em quem quiser, menos em mim.”

Yuri Dogkove

Já reparou que o EUA nunca sequer bombardeou o Palácio do Assad? Porque será? Ele continua firme e forte no poder enquanto o resto do país é destruído! Ah, lembrei que a Rússia só está na Síria para garantir o Assad no poder e não a integridade do país.

Adriano Madureira

Boa colocação ! O palácio de Assad nunca foi atingido nem por uma bomba burra…

Não sei se na diplomacia ou na convenção de genebra ou seja que acordo internacional for, atacar a sede de governo não é algo aceitável.

Nilo

Congratulações Madureira, observo que Assad esta vivo porque assim quer os governos americanos, se não já teria levado um tiro, um missel , uma bomba, veneno ou degolado. Assad é a cenoura, a Rússia o coelho, é a isca necessária para o envolvimento do coelho em um atoleiro (o segundo vietnã russo), mas de forma extraordinária os russos fizeram e continuam a fazer um ótimo trabalho. Por isso a cenoura ainda existe. A Síria esta dividida!!! rsrsrs. Rússia só quer garantir Assad!!!. Deixou em segundo plano a integridade do território Sírio!!! UaU!!!, então combinou com que os americanos queriam??? A… Read more »

Teropode

Já vou abrir uma garrafa de sodinha para acompanhar minha guacá mole.

Antoniokings

Ao que parece, guerrilheiros iraquianos atacaram uma base militar americana matando e ferindo alguns elementos.
Provavelmente mercenários.
Com o aumento da influência russa no norte do País junto aos curdos, dos chineses junto ao Governo central e dos iranianos com a maioria xiita, será questão de pouco tempo os americanos e o resto do pessoal da OTAN ser expulso de lá.

Nilton L Junior

Milicia Iraquiana pro Irã que realizaram esse ataque e o imperio americano atacou essa milica em Babil, e esta claro o recado do império americano aos Persas, ou vem pra negociação ou vou botar a batata para açar dos seus proxys.

Antoniokings

Se for a milícia xiita PMU, isso aí não fez nem cócegas.
Ela é capaz de mobilizar milhares e milhares de combatentes.
Foi a principal força que derrotou o Daesh no Iraque.
Ela é muito grande.

Bosco

Uai! Mas não era o Trump que era um branco machista racista homofóbico opressor? Agora se virem com o Biden bonzinho, defensor do progressismo e de tudo que ele representa de “progresso” para a humanidade.
Comentário editado

Last edited 9 meses atrás by Alexandre Galante
Alessandro

E pode ter certeza, ele vai ser indicado ao prêmio Nobel da paz e vai ganhar rsrs…

Last edited 9 meses atrás by Alessandro
Vinicius Momesso

Seja qual for o Presidente, a Agenda norte-americana no OM nunca vai mudar, até se o mandatário máximo do país fizer isto, correm com ele da Casa Branca.

Antoniokings

Seja qual for o Presidente, as horas dos EUA naquela região estão contadas.

Bosco

Antonio Animador de Velório Kings. rssss

Andre

Já que estão contadas, quantas são?

Saldanha da Gama

Biden era o paz e amor que ia tomar a Amazônia(muitos estavam torcendo por isso) por causa do presidente eleito…., abrir para o irã e etc e tal…Eu tô morrendo de gargalhar….

Defensor da liberdade

Ué Bosco não estou te entendendo, teu professor lá da Virgínia e o resto da trupe errante diziam que Biden era lacaio da China, Irã, Venezuela e Coréia do Norte, o que foi isso aí?

Vocês não acertam uma kkkkkkkk

Mgtow

Não adianta continuar chorando porque seu heroi laranjão perdeu as eleições meu caro. Perdeu e acabou. Ninguem tava torcendo pra Biden ou o raio que o parta. Porque EUA tem o seu programa imperialista seja que tiver a frente do poder. Diante disso, ja que não adianta em nada, que perca o trupete falastrão e de quebra o fanboy apoiador dele que usa faixa presidencial brasileira ficou magoadinho. E isso é impagável. Trump perdeu e acabou, independente do que a chamada esquerda progressista ache do fato ou não. Cry baby cry!

Fabio Araujo

Testaram o Biden com ataques aos americanos no Iraque, só esqueceram que entre os democratas existem os falcões ligados às indústrias de armas que tem muita força no partido e não iam deixar isso em branco!

Antoniokings

Não creio que alguns ataques a postos isolados na fronteira vão parar a insurgência iraquiana.
E pior.
Se o Governo iraquiano continuar assim, cada vez mais corrupto e impopular, logo uma milícia xiita dessas assume o poder e reforça ainda mais os laços com o Irã e Síria.
Aí, ‘babou’ para os EUA.
Lembremos que a população do Iraque é majoritariamente xiita.
Cerca de 65%.

Cristiano GR

“Testaram”? Foi um ataque simulado só para os democratas poderem fazer seus negócios com guerras.
Imprensa e artistas chamando Trump de facista de assassino, mas esqueceram que ele não fez nenhum ataque militar a outro país, enquanto o atual em 1 mês já botou as manguinhas de fora, mas nem a imprensa e nem os artistas democratas o chamam de assassino ou facista.

Oráculo

É só o começo. O Pateta do Biden vai fazer exatamente tudo o que o establishment norte americano mandar. Vem mais bombardeios e mais guerras por aí. A indústria de armamentos precisa aquecer. E com certeza ele vai repetira as trapalhadas de Obama na Líbia, Síria e Iraque. Aliás arrisco a dizer que o estado islâmico só não vai voltar a se fortalecer agora porque Russos e Iranianos estão em cima dos caras lá na Síria e também no Iraque. Resta saber qual país do mundo ele vai escolher pra desestabilizar, criar conflitos internos para dar o pretexto de bombardear.… Read more »

DanielJr

Teria que ser um “cachorro morto” pra não impactar com as perdas de vidas e etc. Gastar dinheiro seria o objetivo. Só consigo pensar na Venezuela, mas ela não é insignificante a este ponto, seria um trabalho enorme. Pode ser que haja alguma área de tensão na África ou outro lugar do mundo que ninguém está prestando atenção.

Pedro

Em menos de um mes o “paz e amor” já esta mostrando quem é. Como certa vez li, tirando os Bush, todas as guerras em que os EUA se meteram no Seculo XX sempre tinham um Democrata a frente!

Saldanha da Gama

Só vi agora que vc também o chamou de paz e amor….. Onde assino?

Cristiano GR

Entrei aqui hoje para comentar sobre os democratas “paz e amor” serem os verdadeiros fazedores de guerra e a imprensa mundial e artistas não se pronunciarem agora. Cambada de sem vergonhas e picaretas.

Silvano

Foi só um esquenta. Fechados com Joe Biden.

Nilo

Apenas, uma observação. EUA esta ocupando extensa faixa territorial sírio, apropriou-se dos campos de petroleo de boa qualidade, para financiar seus gastos, com justificativa: de proteger uma minoria de curdos (Isso nos lembra alguma coisa????).
Bomba Atômica. Perde-se por manter a boca lacrada.

Last edited 9 meses atrás by Nilo
Adriano Madureira

Pelo que andei lendo, cinco minutos antes do ataque os russos foram avisados…

Nilton L Junior

Enquanto houver a ingerência do império americano no OM e a Arábia Saudita com o anacronismo wahabita e a não criação do estado Palestino não vai haver distenção na região.

Last edited 9 meses atrás by Nilton L Junior
Nascimento

Biden on twitter: America is Back!
syrians kids: :(((

Antônio Palhares

Esta situação imoral tem como principal protagonista o Estados Unidos.
É ele quem invade países causando o caos absoluto. Aínda comete crimes próprios de delinquentes comuns. Tais como.
Roubar petróleo e financiar grupos de terroristas.
Tudo longe do seu território.

Mgtow

Milicias e mais milicias só aumentarão com um invasor tirano em seu territorio..Esse tipo de ação só os fortalecem e dá ânimo a formação dessas organizações. Por que lá eles não entregam seu territorio voluntariamente, igual aos fans de yankees in terra brasilis que clamam por base americana aqui dentro.

Adriano Madureira

cinco minutos antes dos ataques, os russos foram avisados…

Últimas Notícias

VÍDEO: Acidente com o F-35B britânico a bordo do porta-aviões HMS ‘Queen Elizabeth’

Vídeo do acidente com o caça F-35B britânico a bordo do porta-aviões HMS Queen Elizabeth, em 17 de novembro...
- Advertisement -
- Advertisement -