quinta-feira, março 4, 2021

Gripen para o Brasil

KLM recebe seu primeiro jato Embraer E195-E2

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

São José dos Campos, SP, 23 de fevereiro de 2021 – A KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM Royal Dutch Airlines, recebeu hoje seu primeiro jato E195-E2 em cerimônia realizada nas instalações da Embraer no Brasil. Esta primeira entrega de um E2 à KLM, por meio da empresa de leasing ICBC Aviation Leasing, eleva para 50 o número total de jatos da Embraer operando na frota KLM Cityhopper.

O pedido total de 35 jatos, sendo 25 pedidos firmes com opção para 10 adicionais, será disponibilizado à KLM pela ICBC Aviation Leasing (10) e pela Aircastle (15). A KLM exerceu recentemente opções para mais quatro aeronaves, ampliando assim o pedido firme de 21 para 25 jatos, com as aeronaves adicionais sendo provenientes da carteira de pedidos da Aircastle.

A KLM é líder global em sustentabilidade entre companhias áreas, tomando medidas para tornar as operações ainda mais sustentáveis. A renovação da frota é uma estratégia para reduzir a pegada ambiental da KLM. O E195-E2, aeronave de nova geração da Embraer, é projetado especificamente para reduzir emissões e poluição sonora. As credenciais ambientais do E2 impressionam: oferece uma redução de 31% nas emissões de carbono por assento em relação aos jatos E190 de primeira geração da KLM Cityhopper.

A poluição sonora também é reduzida drasticamente: a pegada de ruído é 60% menor – uma medida considerada essencial para o Aeroporto Schipol de Amsterdã, que possui estritas regras de redução de ruído. O baixo nível de ruído externo do E2 já está bem abaixo dos futuros limites planejados pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI). As emissões de carbono são quase 10% mais baixas por viagem e 31% menores por assento. Em um ano normal, cada E195-E2 irá emitir 1.500 toneladas a menos de poluentes de carbono.

“O novo E2 realmente fará a diferença,” disse Warner Rootliep, diretor da KLM Cityhopper. “A adição do E195-E2 à nossa frota é parte vital do nosso plano de reduzir a pegada de carbono em pelo menos 50% por pessoa/km até 2030. O E195-E2 não é apenas uma aeronave economicamente atraente, mas também se encaixa perfeitamente em nossa iniciativa de sustentabilidade ‘Fly Responsibly’. Estamos agora, mais do que nunca, comprometidos em reduzir o impacto de nossa pegada ambiental e ecológica. A renovação da frota é atualmente o maior contribuinte para a redução de CO2.”

“Esta incrível aeronave revestida no famoso azul da KLM oferece um novo nível de sustentabilidade por seus níveis de emissões e ruídos incrivelmente baixos,” disse Arjan Meijer, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “É a aeronave de corredor único mais sustentável e silenciosa do mercado, atualmente. A KLM lidera o setor de aviação civil em inovação sustentável com ousadas iniciativas climáticas. A decisão da companhia pelo E2 da Embraer é um endosso poderoso do papel do E2 em atingir essas metas ambientais.”

O E195-E2 é o 50º E-Jet a se juntar à frota da KLM Cityhopper de 17 jatos E175 de primeira geração e 32 E190. O novo E195-E2 possui 132 assentos, sendo 20 na classe executiva, oito na economy comfort e 104 na econômica.

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus

Cara, que avião incrível. Esse da KLM tá demais. A Embraer fez um ótimo trabalho. Que orgulho!

Adriano Madureira

Aparentemente não parecem ser muito confortáveis os assentos,mas como deve ser para voos de curta-média distância não devem ser incômodas.
comment image

Last edited 8 dias atrás by Adriano Madureira
Karl Bonfim

“Aparentemente não parecem ser muito confortáveis”.
Nesse caso, as aparências enganam!

João

A configuração interna e escolha de assentos é de responsabilidade da cia aérea, inclusive não é a embraer que fabrica os assentos, existem empresas especializadas nisso.

Rinaldo Nery

Os da Azul são bem confortáveis.

Adriano Madureira

comment image
comment image
comment image?fit=2016%2C1512&ssl=1

nonato

Ia me referir à espessura dos assentos.
Não sei se é o padrão E2.
Mas pode ser estratégia para reduzir o peso e aumentar o número de passageiros.
Acredito que se for de um bom material a baixa espessura não implique desconforto para os passageiros.
Se fosse, os passageiros não iriam querer voar.

Last edited 8 dias atrás by nonato
Fernando

Essa é uma tendência em todo mercado de aviação comercial. Os demais fabricantes também estão adotando os assentos “Slim”. Reduz muito peso, o que é importante num avião.

Adriano Madureira

comment image

Nilo

Este é o ano da Embraer em plena pandemia, dolar em alta e crise da indústria aeronaútica.
eVTOL.Gerenciamento do Tráfego Aéreo Urbano.
Turboélice de última geração.
Certificar o último dos três modelos da nova família, o E175-E2.
Aeronave motorização totalmente elétrica baseada no avião agrícola Ipanema.
Variante do Praetor 600, chamada P600 AEW.
Embraer OGMA tornou-se um centro de manutenção autorizado para motores PW1100G.
Embraer torna-se majoritária na empresa de cibersegurança Tempest.projetos.
Embraer projeto de drone.Ao todo, a estratégia 2021/2025 tem 18.
Estão redescobrindo a Embraer.
rsrsrs.

Last edited 8 dias atrás by Nilo
Hoplita

Que bom que a Embraer não apenas não foi vendida como também – contra todos os prognósticos – ainda está prosperando no mercado de aviação.

Todo esse episódio foi uma lição histórica!

JuggerBR

E o 175-E2? Nada de vendas? Isso é algo que a Embraer precisa resolver…

Fernando

Não depende dela resolver… Vai depender do mercado. De qualquer forma se as condições de mercado mudarem, será a única empresa com um produto novo e praticamente pronto.

Adriano Madureira

Oque rege o mundo é o mercado e sua demanda…Se Quiserem o 175-E2,pedidos haverão.

Combates Aéreos

Como o F-35 está aprimorando suas habilidades de ‘dogfight’ no Japão?

Por Valerie Insinna KADENA AIR BASE, Japão e WASHINGTON - O F-35 recebeu artilharia pesada dos críticos pela falta de...
- Advertisement -
- Advertisement -