quinta-feira, março 4, 2021

Gripen para o Brasil

Irã quer retomar compra de aviões da Embraer, diz embaixador

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

E190-E2

Com a saída de Donald Trump da Casa Branca, o governo iraniano está pronto para retomar as negociações para a compra de aviões da Embraer. Foi o que disse à CNN o embaixador iraniano em Brasília, Hossein Gharib.

“O mercado iraniano de aviação é muito bom”, disse o embaixador. Ele contou que, logo depois do acordo nuclear de 2015, que pôs fim às sanções internacionais contra o Irã, o país começou negociações com várias fábricas de aviões: Boeing, Airbus, ATR, Bombardier e Embraer.

“Nossas negociações com a Embraer estavam avançadas em 2017, e pretendíamos comprar entre 40 e 50 aviões, creio que do modelo E190”, lembrou Gharib. Um avião foi levado ao Irã, para test drive. “Depois que Trump chegou ao poder, em 2017, as negociações foram interrompidas.”

O então presidente americano rompeu o acordo nuclear firmado por seu antecessor, o democrata Barack Obama, e voltou a impor sanções ao Irã. Os países europeus continuaram no acordo, assim como a Rússia e a China, mas nenhuma grande empresa com negócios nos EUA se atreve a enfrentar as sanções.

“Já informei o CEO da Embraer [Francisco Gomes Neto] que, assim que ele estiver pronto, estou pronto para tentar retomar as negociações do ponto em que foram interrompidas em 2017”, declarou o embaixador.

Acordo nuclear

As sanções americanas continuam em vigor. É provável que o novo presidente Joe Biden queira retomar o acordo nuclear, mas serão necessárias renegociações. O Irã atingiu recentemente o grau de 20% de enriquecimento do urânio, quando o limite previsto no acordo é de 3,67%.

À pergunta sobre se o Irã estaria disposto a retroceder, o embaixador, que já trabalhou diretamente com o chanceler Mohamed Javad Zarif em Teerã, afirmou: “Com certeza, porque o acordo é claro em relação aos compromissos de cada parte. Houve, se não me engano, 15 relatórios da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica) atestando que o Irã implementou totalmente seus compromissos.

Gharib acrescentou: “Ainda somos parte do acordo, com os europeus, China e Rússia. O primeiro passo que os EUA precisam dar é implementar suas obrigações de acordo com a resolução do Conselho de Segurança”.

FONTE: CNN Brasil

- Advertisement -

72 Comments

Subscribe
Notify of
guest
72 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Doug385

Não estou nem aí pra quem seja. Se quer comprar produto meu, então é meu melhor amigo (desde que pague, é claro).

sidney

O que atrapalha é a dependência de peças, varias peças são fornecidas pelo EUA.

Marcelo

O recheio eletronico é todo americano,so a lataria é fabricado no brasil !!!!

Thiago

Só os principais componentes, isso é jogada do irã para tentar apoio para que o EUA volte aos tratados.
Se quisessem as aeronaves mesmo, comprariam chineses ou russos.

Hélio

E com alumínio americano. O porquê disso? Para agradar os americanos, somente.

Fernando

Longe disso… Você sabe porque não compramos mais componentes nacionais? Você sabe porque importamos parafusos? Você sabe até parte das matérias-primas é importada?

E não fazemos só a lataria não… fazemos muito mais que isso.

Conan

Só pelo termo “lataria” da pra ver que não é do ramo!

Matheus

Embraer faz muito mais que “só a lataria”, procure estudar.

RICARDO

Prazer em conhecer, sou a Embraer:
https://www.youtube.com/watch?v=9G3PKOeN6lE

nonato

Nenhuma empresa europeia teve coragem de vender…
E os iranianos enriquecendo urânio.
Trump deveria ter dado um “trato” no Irã.
Muitos militares americanos não estavam satisfeitos com Trump porque não começou nenhuma guerra e ainda estava retirando tropas da Síria, Afeganistão…

Fabio Jeffer

Ridícula sua afirmação

Antônio Palhares

Se todo mundo que tem interesses a defender, enriquece urânio.
Porque eles não podem ?

Jadson Cabral

Os iranianos interessados em comprar 50 aeronaves nossas, fortalecendo uma empresa brasileira, mantendo empregos no Brasil e brasileiro torcendo contra o Irã pq é puxa-saco de americano… olha, sinceramente

ALISON

Concordo com seu desbafo.

Allan Lemos

Espero que as bobagens ideológicas da nossa diplomacia não atrapalhem uma possível aquisição. Negócios são negócios.

Mensageiro

O Ernesto Araújo junto ao filho do presidente ataca nossa maior parceira economica, China, a troco de embargos de vacina e grãos, imagina o Irã. Conseguiram os insumos da vacina, em troca o 5G no Brasil será da Huawei.

Teropode

Poste o link falando desta troca , insumos pelo 5g , mande ai .

ALISON

Vc entendeu o significado… Pelo menos tenho esperança que sim… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Thiago

Depende mais dos EUA do que da Embraer.

Alexandre Barros

É só especulação para ” vender jornal”, simplesmente não vai acontecer pois os EUA vão vetar a venda.

Mais ou menos como notícias de compras de aeronaves pela Argentina, noticiam, noticiam más também não vai acontecer (no Plata).

Wellington Góes

Não, porque o novo governo revogou a decisão de sair do acordo com o Irã, então não sendo mais o governo Trump, não há porquê o governo Biden vetar essa venda… A não ser que coisas novas apareçam…

nonato

Você quer dizer 20% de urânio em vez de 3%?

Jadson Cabral

Só que o Irã se comprometeu a baixar o nível para 3% novamente caso os EUA retomem o acordo.
Qual parte das negociações você não entendeu???
É muito simples. EUA sai do acordo, Irã ameaça enriquecer a 20%. EUA voltam ao acordo, Irã volta aos 3%.

Tiago da Silva

Vamos partir do seguinte ponto, o Irã PRECISA de uma renovação quanto a aeronaves comerciais pois a maioria dos modelos hoje usados pelas empresas desta nação tem mais de 35 anos de uso algumas com mais. Temos que pensar que estão lidando com vidas e a substituição é para ontem, alguns estão falando que esta venda talvez seja vetada por conta do embargo do governo dos EUA pois partes significativas das aeronaves são de empresas oriundas deste país. Mas devemos lembrar que esta nova ação de embargo foi uma medida do governo Trump e que suspendeu contratos de tudo o… Read more »

Thiago A.

Embraer nunca vai aceitar isso , quase não existe hoje no globo transação financeira e economica que não envolvem instituições ou agências norte-americanas, além disso para piorar mercado estadunidense é importante demais para a Embraer e como você corretamente mencionou existe a questão da dependência dos componentes.

Sequim

Rússia e China lançaram um sistema de pagamentos próprio. Não envolve transações com o dólar , que está com os dias contados como moeda universal de trocas. Já convidaram Índia e África do Sul para participarem. Quando terminar o pesadelo deste desgoverno, certamente o Brasil também será convidado.

leonidas

O dólar não esta com os dias contados como moeda de troca.
Dependendo da evolução das coisas isso ainda vai levar algumas décadas…

Sequim

Disse moeda UNIVERSAL de troca. Leia aí em cima.

Thiago A.

Algo totalmente fora do horizonte nesse momento, me parece mais uma jogada de diplomático procurando apoio externo para a retomada das negociações do acordo. Os iranianos sabem que qualquer empresa ocidental, até aquelas mais independentes e com um maior grau de autonomia no fornecimento dos componentes, sofreria severas repercussões economica.Poucas empresas européias estão arriscando e conseguindo algo e isso só porque os Estados tentam criar medidas compensatórias e caminhos alternativos para protege-las das retaliações norte-americanas . So as empresas que não possuem uma forte exposição e presença no mercado estadunidense aceitam sem problemas, mas a maioria tem medo de perder… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Thiago A.
Heitor

Ouro é ouro.

Frederick

É interesse dos EUA. O mercado não abrirá somente para Embraer. A aviação civil iraniana também tenderá a retomar as aquisições com Boeing e Airbus, interrompidas em 2017.

Bem sabe o governo estadunidense quão sedento por venda está esse mercado. Especialmente a Boeing, depois de uma pandemia e problemas com o Max.

Last edited 1 mês atrás by Frederick
Teropode

Aliás, a Pandemia deu um fôlego ao Max, fechando o mercado , o Max ganhou tempo .

Kommander

Ele diz que não gosta de ditador, na verdade só não gosta dos ditadores que não são amigos dele kkkk

Wellington Góes

Business is business…

João Adaime

Vejo a Embraer com dois problemas nesta possível negociação.
O embargo dos EUA ao Irã e agora o embargo dos EUA (leia-se Biden) ao Brasil (leia-se Bolsonaro).
Se o primeiro acabar, ainda restará o segundo. O orçamento para o meio ambiente para 2021 foi proposto pelo governo federal com redução do valor sobre o de 2020. Preciso dizer mais?

Antônio

Pior que vai demorar para acabar, parceiro… serão 8 anos de desgoverno, e isso se não fizer o sucessor.. o que é provável, também sou contra, mas sou realista.

RICARDO

Que embargo para o Brasil colega ?
Cada uma …

João Adaime

Prezado Ricardo
Ameaça do presidente recém-empossado dos EUA ainda na campanha. E as sinalizações do governo para o meio ambiente, principalmente na Amazônia para este ano, não são nada animadoras. Logo…..
Claro que ainda não aconteceu, mas sabe como é. Teimoso como é nosso presidente e incompetente como é nosso ministro das Relações Exteriores, o futuro é muito incerto.
Abraço

Fernando

Vamos lá… que embargo é esse? Qual o interesse deles em um embargo? O que existe é um embargo posto contra o Irã e só, e pela administração anterior. O resto é minhoca na sua cabeça.

Vão embargar os motores dos Ejet´s para nós? E gerar ainda mais desemprego por lá? Vão embargar a aviônica da Honeywell e gerar desemprego no meio da pandemia?

Tem gente que precisa analisar melhor as coisas?

O Biden não é um maluco inconsequente como o homem-laranja.

Last edited 1 mês atrás by Fernando
João Adaime

Caro Fernando. Este embargo ainda não existe. Mas é uma ameaça do recém-empossado deles contra nós, por causa do meio ambiente. Como será, não podemos fazer a mínima ideia. Mas se o nosso presidente não mudar sua forma de cuidar da Amazônia, acredito que ele, o Biden, fará alguma coisa ou ficará com a imagem de fraco. Pode até ser que a retaliação seja em cima do suco de laranja. Ou do aço. Ou em linhas de crédito. Ou investimentos. Sem esquecer que um monte de europeus fará o mesmo. Entendo teu nervosismo pela saúde financeira da Embraer. Eu também… Read more »

Caerthal

E vocês acham que o Brasil é uma garotinha indefesa e desamparada? É cada uma…

Marcelo

Sei….aqui tem polvora né !!!! Nao prescisa usar,so mostrar que tem ne !!!kkkkk

EduardoSP

Pólvora não sei, mas leite condensado está sobrando!

RICARDO

Por favor parem de fumar bagulho estragado …
Aqui os USA vão embargar o Brasil.
Na outra notícia sobre uma possível venda de caças para a Argentina vocês já invadiram as Falklands e até jogaram bomba atômica …
Jesus !!!

João Adaime

Caro Ricardo
Por favor, sem ofensas aos colegas aqui. Eu não fumo. E não comentei sobre a Argentina, porque não tenho opinião sobre o caso das Malvinas/Falklands.
E como falei mais em cima, quem ameaçou embargar o Brasil foi o presidente dos EUA. E disse isto sem te ofender.
Abraço

Caerthal

Existem substancias químicas e matérias “jornalísticas” que transportam as pessoas para um futuro hipotético. Daí, a turma não sabe mais distinguir a realidade da fantasia.

Essa gente retorna então desse futuro e alega que lá viu JMB cometendo crimes …

Caerthal

Você ouviu dizer que tivemos uma emergência de saúde, gastos extraordinários com auxílio e despesas médicas majoradas? Porque o Meio Ambiente não teria que participar deste sacrifício? O que você faria se estivesse no Ministério da Economia?

João Adaime

Prezado Caerthal Inicialmente obrigado pelos questionamentos. Pelo menos alguém leu o que escrevi. Como diz o Jack, vamos por partes: 1) Quem falou em retaliar o Brasil foi o atual presidente dos EUA, não inventei nada. E ele precisa ser levado a sério. 2) Até agora nossa política para o meio ambiente tem sido catastrófica, apesar dos esforços do Mourão na Amazônia. 3) O presidente incentivou garimpos, falou em rever reservas indígenas, desmatar e por aí afora. Até mesmo mangues e floresta atlântica foram ameaçados pelo nosso ministro do meio ambiente. 4) Desde o início o presidente se omitiu em… Read more »

Kornet

Peculia non olet.
Se for bom para o Brasil e que eles paguem .
Venda é venda.

Gabriel BR

Concretizando-se esse negócio só temos a ganhar! aliás devíamos pensar na possibilidade customizar algumas aeronaves com componentes não ocidentais…poderíamos inserir a possibilidade de motores russos e eletrônica chinesa no pacote a depender do cliente.

João Adaime

Caro Gabriel BR A ideia é boa, porém é preciso ver como o mercado reagiria, uma vez que está acostumado com componentes ocidentais. Além disso, é preciso saber se os motores russos são tão econômicos quanto os hoje utilizados pela Embraer. A propósito, no avião russo MC-21 são utilizados motores Pratt & Whitney, os mesmos do E2. E para evitar embargos, também podem ser equipados com o motor russo PD-14. Como pode ver, até a Rússia usa motores ocidentais, como forma de seus aviões ficarem mais confiáveis ao Ocidente. E nem estou falando da eletrônica embarcada. Como disse no início,… Read more »

Fernando

Deus me livre!!! O irã pagaria toda a reengenharia?? Então eles que fiquem sem os aviões.

Fabio Araujo

Excelente notícia!

Tomcat4,2

Toma mais essa Boeing,nos sacaneou e agora nos vê dando a volta por cima a cada nova notícia !!!
Agora tem q ver com o Biden pois, motores e basicamente todo o recheio é made in USA.

Last edited 1 mês atrás by Tomcat4,2
carvalho2008

A Embraer está ansiosa por isto, mas irá aguardar a maturação da visão americana sobre os embargos….

Helio Silva

Conta outra.
O Brasil ajudou, ou tentou ajudar, o Iran a não receber mais sanções. Lembro da reunião do Lula com a Turquia inclusive. EUA ignorou os acertos dessa reunião.
Quando houve uma janela de oportunidade, o Iran declarou compras de bilhões de dólares com a Boeing e a Air bus e deixou a Embraer de lado.
Tá buscando a Embraer porque não pode ter os outros.
Boa tarde a todos!

Pedro

Chutem fora isso………vendem alguns poucos aviões para esse país que, provavelmente nem pagará, e depois aparece esses aviões sendo usados para fazer apoio a ações terroristas do Ira! Sera que nao basta 15 anos fazendo lambança em ser “bonequinha de luxo”de ditador? Ai nunca mais consegue vender nem um aeromodelo na Europa, EUA, e países árabes do OM. Tempo de anaozinho diplomatico do Brasil já foi, hoje temos gente competente a frente das relações exteriores, não bonequinha de ditador (Amorim) ou Motorista de Terrorista (Aloysio Nunes).

André Macedo

Quem responsabilizou o Japão pelas centenas de Hilux usadas pelo Estado Islâmico? Quem responsabiliza os EUA pelas armas americanas usadas pelos sauditas na maior crise humanitária do MUNDO no Iêmen? Ah por favor, não temos um Itamaraty, temos um escritório de lamber botas americanas.

Wagner

Kkkkkkkkkkkkkk mas cada uma…

André Luiz Domingues

Está tomando muito leite condensado. O Itamaraty hoje, infelizmente é liderado por um lunático com ideologia restritiva.

Carlos Campos

Vende, Vende e Vende, vende carro também, o que o Irã quiser comprar vende, até Urânio Bruto

carcara_br

Depois de toda comoção diplomática, no inicio do (des)governo atual com a mudança da embaixada e a criação de atritos com todos os envolvidos, ser pragmático e vender avião não parece razoável neste governo tão ideologizado.

Adriano Madureira

Foi noticiado em Junho de 2020,que os Iranianos queriam adquirir 150 aeronaves comerciais,oque foi melado pelo Orange Man. A venda dos aviões foi impossível já que boa parte dos componentes da família de aeronaves E-Jet é norte-americana como os motores da Pratt & Whitney e o aviônicos da Honeywell. O negócio com a empresa brasileira envolvia 20 jatos E195 no valor total de US$ 1 bilhão à época. Em novembro de 2016, o Tesouro dos EUA chegou a garantir aos bancos brasileiros que era possível financiar a venda para o Irã sem riscos de sanções. Seria USD38 bilhões em negócios… Read more »

MARCIO MESSIAS SOARES

duvido que este povo de pano enrolado na cabeça consiga, é vender e a Embraer não vende mais nada pra ninguém, agora o correto é oferecer o preço 5 X mais caro, se quiser bem, se não quiser, vão passear de tapete voador, eles são bons em tapetes.

Conan

Duvido que a Embraer vá arrumar encrenca com os dois maiores e tradicionais mercados consumidores de suas aeronaves (EUA e Europa) por causa do Irã.

Jadson Cabral

Meu deus. O analfabetismo é um problema sério mesmo no Brasil. A notícia fala que AGORA QUE A ADMINISTRAÇÃO MUDOU E O BIDEN PROVAVELMENTE RETIRARÁ AS SANÇÕES, o Irã poderá retomar as negociações. A Europa nunca foi contra esse negócio.

100nick-Elâ

Sou totalmente contra. Não há nada que os EUA forneçam, seja da área civil ou militar, que a China ou Rússia não possam também fornecer, com a mesma qualidade e preço muito mais vantajoso. Comprar do Brasil é comprar dos EUA. Agora, se for só uma tática para iludir, tudo bem…mas a compra não deve ser efetivada no final.

Tadeu Mendes

Mesma qualidade? kkkkkkkkk. Piada de tablóide.

100nick-Elâ

Piada mesmo. A qualidade do equipamento russo é muito superior.

Nilton L Junior

Bom negócio para Embraer se não houver objeção, ou então podem procurar os Russos para compra do Irkut MC21 que esta bem adiantado seja com motores próprio; o que protege de sanções; seja com motores da PW ai já complica mas não impede o negócio.

darkestlost

Fazemos qlqr negócio!

Mgtow

….”O Irã atingiu recentemente o grau de 20% de enriquecimento do urânio,”…
Quem garante que é só 20%?

Combates Aéreos

‘Visual. E travado’: Última chamada de rádio de Abhinandan antes de disparar e derrubar o F-16

Essa foi a última chamada de rádio do MiG-21 Bison do Wing Commander (Comandante de Ala) Abhinandan Varthaman, da...
- Advertisement -
- Advertisement -