terça-feira, junho 22, 2021

Gripen para o Brasil

Rússia oferece caças MiG-29 e Su-30 à Argentina

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

MiG-29SMT

Segundo o site infodefensa.com, o comandante da Força Aérea Argentina, Brigadeiro-Major Xavier Isaac, se reuniu com o embaixador da Rússia no país, Dmitry V. Feoktistov, com quem discutiu as perspectivas de cooperação técnico-militar bilateral entre as duas nações.

Embora os temas específicos discutidos durante o encontro que aconteceu em 19 de janeiro não tenham transcendido, por muito tempo a Federação Russa tenta estabelecer laços de cooperação militar com a Argentina, entre os quais a possibilidade de transferência parcial de tecnologia e estabelecimento de centros de produção e manutenção.

Em termos de aeronaves, as ofertas russas incluíram desde a aeronave de treinamento Yak-130 até os caças MiG-29 e Su-30. Juntamente com as aeronaves levantou-se a possibilidade da participação da Fábrica de Aeronaves Argentina ‘Brigadeiro San Martín’ em sua montagem.

Além disso, os helicópteros Mi-171Sh foram oferecidos com o estabelecimento de seus respectivos centros de logística de manutenção.

Comandante da FAA Xavier Isaac e Embaixador Russo Dmitry Feoktistov. Foto: Embaixada da Rússia na Argentina

Su-30SM

Yak-130

- Advertisement -

236 Comments

Subscribe
Notify of
guest
236 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Adriano RA

É a melhor forma de os argentinos reconstruirem sua Força Aérea, levando-se em conta que os britânicos vão embargar qualquer caça ocidental minimamente moderno.

Francisco carlos milan

Apoia está ideia, e aí à Argentina pode requerer a ilhas Malvinas , uma briga justa.

Allan Lemos

Briga justa? Companheiro, mesmo se os argentinos adquirissem 100 Su-30s, ainda sim estariam bem distantes da possibilidade de terem uma briga “justa” com o RU.

Silva

Kkkkkk se refere ao poder nuclear dos R.U mais de fato se tiver vontade política os hermanos terão 24 caças russos nós próximos 20 anos e prova é Grécia mesmo em crise tem adquirido os 18 rafales, porém uma guerra é inviável a Marinha Argentina não é nem uma sobra do que foi nós anos 1982 !

Adriano Madureira

Os gregos adquiriram Rafales,mas não será de graça amigo,ou você acha Que o Palácio do Eliseu e a Dassault fazem caridade sem pensar no futuro?!

No mundo civil, quando uma pessoa rica, ou uma empresa multibilionária fazem caridade ou criam uma instituição/fundação de caridade, é para ficar livre de impostos.

Fazendo essa gentileza aos Gregos,eles estão garantindo um pé dentro do mediterrâneo para quem sabe futuros projetos de Óleo e gás na região.
comment image?resize=1024%2C815&ssl=1

Last edited 4 meses atrás by Adriano Madureira
Pedro

Perfeito. Não existe almoço grátis, não existe países amigos, existe o pragmatismo e interesses.

Allan Lemos

Não, meu caro, me refiro as 130k toneladas de aço, aviões furtivos, submarinos nucleares, satélites espiões e tantos outros equipamentos militares que uma potência como o RU possui a sua disposição e que uma nação de segunda classe falida como a Argentina nem sonha em possuir. Eu dou 200 Su-30s aos argentinos e ainda aposto na vitória britânica no médio ou longo prazo.

Edson do Amaral leite

Se Argentina tiver uma força aérea moderna misseis anti navio moderno fica difícil pro Reino Unido

Marcos Cooper

Se Argentina tiver uma força aérea moderna misseis anti navio moderno fica difícil pro Reino Unido…..
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….
Piada do ano!kkkkkkkkk

Otto Suhre

Não sei se é piada, mas no futuro será bem dificil para a Argentina tentar algo, ela perdeu o timing.

Imaginamos que até os Argies se armarem o Reino Unido tenha os 2 PA’s comissionados e que consigam embarcar 40 F-35 em cada um. É uma força respeitavel, ainda mais com os subs nucleares Britânicos negando o mar aos Argentinos. Fica dificil imigina-los com uma força capaz de sobrepor isso.

Marcos Cooper

Não dá pros argies tentarem nada. Vai uma surra maior desta vez. A Royal Navy está muito melhor hoje. E com dois PA’s e F-35,poderia levar a guerra ao território argentino.

Heli

o Inglaterra possui misseis Tomahawk, os submarinos nucleares, ou ate mesmo os navios de superficie, disparariam eles sob os hangares e instalações das bases das FAA e da Armada (marinha), o que seria um golpe muito decisivo caso surgisse um conflito.

Hélio

Não se eles forem equipados com seus devidos mísseis antinavio.

Elias

Você quer mais guerra?? Por Deus quantos mais devem morrer?

JuggerBR

Não é questão de querer ou não a Guerra, conflito faz parte do ser humano, vai acontecer sempre, queira você ou não.

RICARDO

Que “pérola” … quando acho que já li de tudo …

MCruel

Essa piada foi boa.. agora conta aquela do papagaio!!

Welington S.

Eles estão malucos. Caso se concretize, vão sofrer com o pós-venda russo. Agora, querer é diferente de ter. A Argentina está com essa bola toda para manter caças desse porte? Se nem o A-4 deles que possuem apenas um motor eles estão dando conta de manter que dirá de caça russo e suas complexibilidade e o pós-venda. Se a Argentina optar por este caminho, vão sofrer muito.

leonidas

Velho dinheiro para manter caças eles tem, aliás qualquer nação minimamente digna deste nome tem. Existem países na Ásia e na África mais pobres que a Argentina e com aviação melhor do que eles ( o que hoje não quer dizer nada né? rs) mas se há interesse politico na soberania da nação sempre haverá grana. Aqui na AL esse papo de não ter grana é só desculpa para enfiar dinheiro nas extremidades posteriores do tubo gastrointestinal da classe politica parasita sul-americana só isso. Conversa mole para mídia e as pessoas de boa fé comprar e aceitar a criminosa situação… Read more »

JT8D

Leonidas, você falou tudo meu caro. Que a Argentina está mal economicamente todo mundo sabe. Mas se eles quiserem ter uma força aérea eles deveriam comprar pelo menos 12 MIG 29 (ou a versão atualizada com radar AESA e arquitetura aberta para receber armamento ocidental, o MIG 35). Senão é melhor fechar tudo e transformar as FFAA em polícia de fronteira

Last edited 4 meses atrás by JT8D
José Carlos David

Perfeito.

Paulo Sollo

Vá ver a qualidade de vida nestes paises mais pobres da África e Ásia. Os governantes deles não tem qualquer compromisso com a população, com infraestrutura, saúde, geração de empregos, investimentos em desenvolvimento econômico. Gastam com o que quiserem sem prestar contas e mantém a população sob o jugo da repressão armada. A maior parte das pessoas aqui carece de um entendimento básico sobre estrutura e dinâmica econômica dos países. Acham que tudo só depende da vontade política para direcionar verbas para a defesa. Isto é uma meia verdade. No mais, eles estavam atrás do FA-50, seu equivalente em preço… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Paulo Sollo
leonidas

Ué ta falando da mesma situação da maior parte do povo latino rs
Aqui na AL ta faltando uma revolução francesa pois nossa classe politica e o Judiciario e seus similares são nossos 1º e 2º estados, pessoas morrem de fome, na bala, na falta de assistência médica basica enquanto estes tais tem privilégios ACINTOSOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Desculpe colega, mas receio que esta sendo demasiadamente generoso com porcos, e para os tais deve-se jogar lavagem e não perolas…rs

Paulo Sollo

Estou falando da sua e de outros rasa capacidade de entendimento, que reduz tudo à corrupção e privilégios ( que de fato tem sua parcela de culpa) e ignora por incapacidade de entendimento que há outros fatores tão ou mais determinantes. Como disse o F. Turatti abaixo, é mentalidade de criança que acha que os pais podem comprar tudo porque os viu com um maço de notas. Sugiro que leia o comentário dele com atenção e entenderá o que eu quis dizer. Esta sua resposta é um velho truque de tentativa de racionalização através de generalização absolutamente estúpida. Demonstra intransigência… Read more »

Paulo Sollo

Vejo que a censura seletiva contra alguns voltou a ser aplicada na trilogia. O sujeito posta um comentário, recebe uma réplica ou algumas e suas respostas passam a ser bloqueadas, ficando o sujeito a receber pedradas sem o direito de defesa. E obviamente nada tem a ver com spam, é uma seleção de bloqueio manual. Desigual, injusto e anti democrático. E como não sou palhaço para ser posto em tal situação, é melhor deletar os comentários.

Paulo Sollo

Você além de burro é intelectualmente desonesto. Mas tem a proteção dos editores para parecer que prevalece e tem razão.

XFF

Você pode não concordar com certos comentários, mas tem que respeitar seus colegas aqui.
Ficar chamando os outros de burros é agressão.

Paulo Sollo

Compreendo seu corporativismo, um burro tem que defender o outro. Mas a burrice deve ser denunciada senão nunca deixará de existir, e este blog está repleto de comentaristas burros com permissão para agredirem e serem protegidos pela censura seletiva. Mas fique tranquilo porque onde a burrice impera eu caio fora.

JT8D

Quanta deselegância …

XFF

Os moderadores tem ficar colados em pessoa como você. Não é uma pessoa sociável!

Adriano Madureira

“Vá ver a qualidade de vida nestes paises mais pobres da África e Ásia. Os governantes deles não tem qualquer compromisso com a população, com infraestrutura, saúde, geração de empregos, investimentos em desenvolvimento econômico. Gastam com o que quiserem sem prestar contas e mantém a população sob o jugo da repressão armada”. Por exemplo, Uganda tem Sukhoi 30 MKII em sua força aérea, seu “presidente” está desde 1986 no poder, sendo eleito democraticamente por vários mandatos. Museveni, de 76 anos e que governa o país há 35 anos, no poder. Ocupando o cargo desde 1986 após uma revolta conduzida pelo… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Adriano Madureira
XFF

Como se no Brasil fosse diferente…..

Fernando Turatti

Esse seu papo de “dinheiro tem” é uma das coisas mais nocivas para absolutamente qualquer Estado atual. Nunca discutem direito os valores, nunca discutem de onde tirar, com que frequência, qual a situação atual, qual a moeda a ser utilizada… É só naquele papo de criança que vê os pais manejando várias notas de 100 e pensam que eles tem dinheiro, quando no fundo eles devem até a alma. A Argentina atual, LITERALMENTE, paga as contas em boa dose com impressão monetária. Os mesmos não tem dólares para quase nada e os gastos estão no teto, ao passo em que… Read more »

leonidas

Puxa sério? Mano, agora vc quase me convenceu que há disciplina com dinheiro público. Mas olha, vou lhe dizer um segredo…rs O dinheiro “que tem” não é emissão além do lastro não…rs E aquele dinheiro que é usado para enfiar no tubo dos pilantras, nosso poder judiciário é perdulário, existem na média 220 funcionários para cada ministro do STF. O orçamento do judiciário brasileiro no ano de 2019 foi de quase CINQUENTA BILHOES de reais…rs Essa conversa sua de bancar o “responsável fiscal” e observada sim! rs Eles cumprem a meta, e o dinheiro que existe vai metade para a… Read more »

Last edited 4 meses atrás by leonidas
Fernando Turatti

Olha, que gracinha, agora você leu o que eu disse como “confio no governo e ele faz boas escolhas”. Vamos falar nos valores então? Segundo você(e eu vou confiar), gastamos 50 bilhões em 2019 com o poder judiciário. Vamos botar o legislativo no meio e trazer os 10,8 bilhões gastos pela câmara dos deputados. Só aí foram 60,8 bilhões, né? Com certeza daria pra economizar bem… A questão é que mesmo que ABOLISSEMOS todos os gastos neles, algo TOTALMENTE irreal, ainda não bastaria. E o “quanto” isso não bastaria? Bom, já que você gostou de números, vamos a eles: Déficit… Read more »

Roberto

Por favor únicos países com superavit são Noruega Emirados Árabes Unidos arzebaijao kwait quatar. Até os EUA e china tem deficit e dívida . Cala a boca

Fernando Turatti

Sim, é esse é um dos maiores problemas da economia global agora que o mundo civilizado tem taxas de natalidade que não sustentarão mais essa pirâmide.
Agora diz pra mim qual a inflação dos países de verdade, assim como os juros, por favor. Se não entender depois disso, pode desistir.

jairo

Pois é…pouca grana nos gastos correntes. Não poderiam aprovar algo como limitação de emissão de dívida?

Fernando Turatti

Na verdade, nós literalmente não pagamos um só centavo de dívida há mais de meia década, esse é o significado de déficit primário.
Estamos literalmente acumulando dívidas infinitamente e chegamos mesmo à impressão monetária para financiar o tesouro, com o banco central imprimindo 350 bilhões só pro governo federal em 2020 de maneira DIRETA.

leonidas

Nações não são negócios privados e não podem ser medidas como um livro caixa. Não vou ficar falando de números contigo (citei só para demonstrar a bizarrice da nossa realidade) pois números tem para tudo que é gosto né? Aliás o sujeito nem precisa ser ignorante, mesmo um cara top em termos acadêmicos vai dizer algo que afronta diametralmente as palavras de outro máster da área acadêmica. Não é a toa que temos economistas marxistas, keinesianos, da escola austríaca etc etc etc E enquanto uns falam em números outros fazem acontecer e dotam suas nações com politica de estado para… Read more »

Roberto

Falar o quê? Disse tudo. Os EUA foram a lua seis vezes com toda miséria de Los Angeles e de San Francisco e com os negros apanhando na rua dos kluklusklan esse papo de acabar com a miseria primeiro antes de gastar com obras e ciência nem comunista faz isso

Conan

Morei na Califórnia quase 4 anos. Não sei qual é sua definição de miséria mas sinceramente o que vi naqueles anos no estado mais rico do pais mais rico do planeta foi uma riqueza tão pujante e avassaladora que chega a atordoar qualquer um que seja de fora como eu de classe media alta paulistana. E seu comentário completamente descolado da realidade, seja no passado como agora em relação a Califórnia (e aos EUA) entendo eu foi claramente emocional e desprovido de qualquer racionalidade.

João Bosco

Falou tudo!!!!!

Cristiano de Aquino Campos

Só se ferra com pós venda Russo quem nào é organizado em logistica, não tem estoque, opera poucas aeronaves.
Más pela proposta Russa de fabricação e centro de manutenção no país, eles devem repassar a fabricação das peças que sofrem mais desgaste, que não seja o motor e o radar.

Flight_Falcon

Quem já operou Mirage III durante tanto tempo, o que entendem bem é de logistica, pois aquela aeronave tinha um modelo logistico totalmente diferente do 2000, por exemplo. Requeria muita dedicação na manutenção e estoque de peças. Pode verificar junto aos operadores do modelo como era complicado, apesar de ser uma excelente aeronave em sua época.

XFF

Esse papo de pós venda Rússia não passa de Fake News. A prova disso que é muitas nações operam Caça Russo.
Pós venda Rússia não pior que dos EUA.

Stemp

É como ter uma Lamborghini na garagem e não ter dinheiro pra gasolina.

Cristiano de Aquino Campos

Se fizerem isso, já fazem atrasados. Más antes tarde do que nunca.

Alexandre Cardoso

Adriano RA, sim, tens razão mas os argentinos poderão receber proposta de vassoura voadora e até de tapete voador dos Russos, MAS os argentinos terão condições de pagar por estes equipamentos? E pior ainda ou tão importante qto ter condições de pagar por estes equipamentos, terão condições sustentáveis de treinar os pilotos adequadamente, manter-los voando em boas condições de manutenção e treino continuado dos pilotos?

Last edited 4 meses atrás by Alexandre Cardoso
Claudio Moreno

Até que em fim, uma luz no fim do túnel para a FAA, esperemos que as conversações avancem, não fique apenas no campo da intenção. Já passou da hora de a Argentina ter uma força aérea minimamente capaz.

CM

Willber Rodrigues

Duvido que isso vá em frente.
Mas a Argentina não vai ter vetores ocidentais tão cedo…pela falta de $$ e, principalmente, pela insistência deles em falar “las Malvinas son Argentinas”.
Ainda acho que, um dia, o JF-17 vai voar com o cocar da FAA na cauda…

filipe

Basta ter 12 caças Su-30 , muda tudo… Se comprarem o Bhramos NG será o caça mais perigoso do Atlantico Sul , capaz de criar um estrago grande sobre as ilhas.

Willber Rodrigues

Discordo.
SU-30 é um caça fantástico, mas ele sozinho não faz milagre.
Pra “mudar tudo”, seria necessário que os hermanos fizessem um amplo programa de reesstruturação e modernização de suas 3 FA’s.
Eles simplesmente não tem plata pra isso.

Antoniokings

Se Argentina comprar esses aviões, a Inglaterra só chega nas Malvinas de submarino.

Jefferson

Galante, esse pessoal querendo guerra no século 21 é doido. As ilhas tem ingleses, um monte de velhos…ja morreu gente demais por um motivo besta. A Argentina tem um território gigante, eles que parem com essas coisas de expansionismo. Eu moro aqui no sul, logo esses argentinos doidos vão querer anexar o sul.

Cristiano de Aquino Campos

Pela sua lógica a França, Inglaterra ou China podem pegar Fernando de noronha para eles pois estariamos na mesma situação que a Argentina.

Glasquis7

A diferença das Falklands, Fernando de Noronha não está envolvida em nenhuma disputa territorial.

Cristiano de Aquino Campos

Ainda. Interesses mudam muito as coisas na geopolitica.

Glasquis7

Não meu amigo, Fernando de Noronha é um território definidamente Brasileiro. Não há desculpa alguma pra alguém vir contestar a sua soberania. Diferente das Falklands que estavam em negociação no momento da invasão Argentina.

jose luiz esposito

Fácil saber caso tivessem conhecimento histórico , sem esse conhecimento , nós vemos pérolas seguidas em comentários! !

Hélio

Errado não está, para eles só falta vontade.

jose luiz esposito

Tem gente que deveria contar até 1000 e depois contar outra vez , antes de escrever mike…….!

Hélio

Mais fácil os gaúchos pedirem anexação aos argentinos.

Carvalho2008

Sim Mestre Galante, mandariam para lá e deixariam de mandar para o Mar da China, Eurofighter não iria mesmo para o sul da China mas F35 sim, mas como começaria a desfalcar Eurofighter na Inglaterra, F35 teriam de cobri-los lá e deixar de ir para a Asia…

Assim começa a nova guerra fria global…

Flanker

Se for esse o caso, compra mais uma ou duas dúzias de Typhoon ou F-35. Para um pais como a Inglaterra, isso não é dificil. Lá não é como aqui.

Carvalho2008

Os caras ja venderam navios que não queriam se desfazer, não conseguiram ainda sequer montar um esquadrão aeronaval de F35B 100% operacional e puramente inglês nos dois Nae….cortando despesas e ai as pressões de gastos começam a subir com coisas assim, não é fácil não…nem simples

Flanker

Se a Argentina quiser se meter a besta, a Inglaterra não encomenda 1 esquadrão de Typhoon…encomenda 2! E Boris Johnson parece ter decidido investir em defesa:
https://www.istoedinheiro.com.br/em-plena-pandemia-boris-johnson-anuncia-maior-investimento-militar-desde-gf/

Tutu

Também tem os F-35A.

Rafael Coimbra

Seja realista, não viaja.. com certeza com 12 SU-30 e 12Migs 29 a Argentina já iria fazer com que o Reino Unido se preocupassem mais com a defesa das ilhas, mas os Eurofighters Typhoon tem capacidade para defender o arquipélago. Obviamente iriam aumentar o número de aeronaves para defesa, e não podemos esquecer que dessa vez a defesa está plenamente estabelecida nas ilhas.

Willber Rodrigues

Hum….
Você está ciente de que, atualmente, a Rainha tem 2 NaE’s, F-35 e subs nucleares, e nossos vizinhos não tem nenhum submarino ativo, certo?

Antoniokings

Estou, mas se a Argentina comprar esses aviões (que eu acho difícil) e resolvesse a atacar as Malvinas (que eu acho difícil) e destruísse os poucos aviões ali estacionados, seria muito difícil se aproximar das Ilhas, tendo o risco de seus NaE’s serem danificados/afundados.
Se a Inglaterra já teve problemas com os aviões da Argentina á época (que já eram obsoletos), imagine com esses meios muitos mais modernos (em que pese a evolução tecnológica na defesa dos navios).

Carvalho2008

Qualquer complicação ou preocupação maior de britanicos com as Malvinas desviaria recursos deles na Europa e Sul da China..,,sempre tem gente interessada nisto.

Flanker

Ah, sim!! Claro….os argentinos vão comprar 12 Su-30 e vão retomar as Falklands. Depois, vão tomar o Chile….por fim, junto com os 23 Su-30 venezuelanos, vão tomar o Brasil. Sem perder nenhum dos invencíveis caças de fabricação russa!!!

Cristiano de Aquino Campos

No fim, como sempre e tudo uma questão de grana, custo/beneficio e estratégia.
Se a Argentina quizer, se planejar e se preparar direito, eles podem sim recuperar as Malvinas militarmente. Mesmo sem PA e Submarinos em sua marinha.

Allan Lemos

O F-35 mandou lembranças.

Antoniokings

O F-35 só manda lembranças.

Bosco

Os Tridents mandam lembranças.

Defensor da liberdade

Boa, do jeito que as coisas andam, F-35 será só lembranças mesmo kkkkkk

Nilton L Junior

Saudação camarada Kings, noticias como essa não são novidades, porém eu “acho” que a realidade Argentina em relação as ilhas em disputas estão em outro contexto que é seguir a regras internacionais, será uma região de contenda internacional mas não vai escalar para outra aventura.
Se de fato comprarem e houver transferência de tecnologia a Argentina será uma concorrente na prestação e oferecimento de material bélico para AS, a Venezuela agradece.
Agora que isso vai incomodar os Ingleses isso não resta dúvida.

Antoniokings

Seriam interessantes novidades.
SDS

Fabio Araujo

Causaria uma dor de cabeça os britânicos possuem atualmente 3 caças Typhoon nas Falklands, com a presença de Su-30 os ingleses teriam que aumentar a quantidade desses caças!

Teropode

Que dor de cabeça ? Nem 80 SU 30 resolve a questão das Falklands .

Welington S.

Claro, vamos ter 12 caças Su-30 sim… vamos ver o pós-venda como será, rsrsrs.

filipe

Pós Venda é preocupação para países que não fazem guerras (onde os caças viram rainha de hangares), ou países com constituição pacifista (o caso do Brasil, dificilmente vai usar os seus 36 Gripens NG, nem contra a Venezuela) , a Argentina não tem medo de atacar países poderosos (que digam os Ingleses e os Chineses), a Argentina basta ter esses caças eles vão usar (vão atacar mesmo) , a Argentina não é um cão que ladra e não morde, prova disso são os pesqueiros chineses que se aventuram pelos seus mares, o Argentinos põem os chineses para correr mesmo sem… Read more »

Leandro Costa

Cara suspende essa birita aí que ela está estragada!

Bosco

Filipe, O RU não se comprometeu a só usar armas nucleares se for atacado por armas nucleares primeiro. Só quem fez isso foi a China e a Índia, na chamada doutrina “não usar primeiro (NFU)”. No RU a doutrina os faculta usar sim primeiro, mesmo contra um país que não tenha armas nucleares, desde que seu território esteja em risco ou esteja já ocupado. Até onde eu sei as “Malvinas” são consideradas território do RU, o que justificaria o uso contra a Argentina de armas nucleares no caso deles invadirem novamente a ilha e impuserem uma condição tal que os… Read more »

Sequim

Sim. Já havia esta ameaça de uso de armas nucleares em 1982. Eu relatei isso aqui uma vez, quando disse que o ex-presidente Miterrand havia relatado tal possibilidade em um livro de memórias. Obviamente os negacionistas de plantão se negaram a acreditar em tal possibilidade.

Bosco

Pois é!
Nenhum país pertencente ao Clube Atômico perdeu territórios na marra ou foi invadido.
Os britânicos dariam um ultimato de retirada das Falklands e se não fosse obedecido uma ogiva de 100 Kt poderia cair numa região erma dentro da Argentina como forma de aviso. Em não surtindo efeito o aviso a próximo seria na glabela.

Sequim

Caso isso acontecesse, provavelmente no dia seguinte o Brasil denunciaria o TNP. Provavelmente o EB retomaria o projeto Serra do Cachimbo. Provavelmente a Marinha aceleraria o projeto Aramar/Iperó. Provavelmente a FAB consultaria a SAAB para saber se os Gripens poderiam carregar ogivas nucleares táticas. Provavelmente a Avibras seria compelida a acelerar o seu Matador, inclusive na versão naval, capaz de ser disparado dos Scorpenes BR com munição nuclear. Provavelmente o cientista do IME que desvendou a física de uma micro-ogiva nuclear americana seria o líder de um projeto executivo de obtenção de uma arma tática desta natureza. Pronto! Teríamos uma… Read more »

filipe

Nada impede o Brasil de avançar com esses projectos, basta emendar a constituição e o TNP, mas haverá muitas sanções da comunidade internacional sobre a soja e a carne Brasileira, a nossa Economia iria afundar de forma dramática.

Roberto

Nunca houve nem haverá nenhuma guerra nuclear no mundo. A bomba H é suja ecologicamente e politicamente. Criaria uma reação internacional virulenta contra os britânicos imediatamente. A arma nuclear iria irradiar para o Chile enpra o Brasil poluindo tudo até a Antártica. É uma arma inviável porque o vendedor nunca conquistaria o território derrotado por causa da radiação nuclear. É para enfeite.

Sequim

Meu caro, existem armas nucleares táticas, de poucos quilotons, e que causam estragos localizados. Óbvio que são armas nucleares ainda assim, mas não seria nada tão dramático como uma bomba de Hiroshima. O maior efeito de um eventual (e pouco provável) ataque nuclear à Argentina seria converter Brasil e a própria Argentina em potências nucleares. Seria um grande tiro no pé para o Reino Unido e uma grande dor de cabeça para seus aliados.

Last edited 4 meses atrás by Sequim
Sequim

Entendi e concordo com seu ponto de vista.

pangloss

Prezado Sequim, essa história não foi contada pelo Mitterrand, mas sim pelo psicanalista dele, a partir do que Mitterrand supostamente lhe dizia durante suas sessões.
Ou seja, a fonte é completamente inidônea, porque o psicanalista não deveria abrir segredos profissionais dessa maneira.
E tampouco há como contraditar essa informação.
Então, vamos procurar raciocinar sobre os fatos, e não sobre as versões: um bombardeio nuclear britânico sobre a Argentina decretaria a derrota política do Reino Unido, não obstante sua provável vitória militar (aliás, previsível mesmo sem o uso da arma nuclear).

Bosco

Sem querer ser preciosista mas creio que ambos estejam equivocados. A história do tal do psicanalista do Mitterrand que “causa” até hoje é relativa aos tais “códigos de desativação” dos Exocets, que os franceses teriam passado aos britânicos e não ao fato dos britânicos terem cogitado usar armas nucleares contra a Argentina.

pangloss

Bosco, obrigado pela resposta, mas, até onde a memória alcança, a conversa toda seria mais ou menos que a Margaret Thatcher teria exigido do Mitterrand os tais “códigos de desativação” dos Exocet, pois em caso contrário lançaria uma bomba nuclear sobre Rosário ou Córdoba (não lembro qual era a cidade envolvida nessa história).
E isso teria sido relatado pelo Mitterrand a seu psicanalista.
Então, tudo isso está no mesmo pacote.
Mas eu duvido dessa história. Parece chamariz para venda de livros.

Flanker

Ótima essa!! Agora conta aquela do papagaio….

Sequim

Meu caro, entendi seu ponto de vista e concordo. O que eu disse é que um improvável ataque nuclear era uma possibilidade, ainda que remota.

João Adaime

Prezado Filipe
Não entendi uma coisa. Por que o Brasil teria de atacar a Venezuela?
Abraço

filipe

Para derrubar o Maduro e botar ordem repondo a democracia e evitar uma crise de refugiados na nossa fronteira.

leonidas

Meu amigo intervenção em outra nação só com uso de aviação já é uma coisa complicada de se fazer. Isso na condição de potência militar. Agora se uma nação como o Brasil do auto de sua impotência militar flertar com alguma coisa meramente parecida com intervenção na Venezuela é caso para colocar todo o governo pra fora do planalto pois é absolutamente inadmissível tamanha irresponsabilidade. Me faltam palavras para definir sob quaisquer ótica como intervir na Venezuela é uma roubada do tamanho do universo conhecido. Estou seriamente desconfiado que o governo atual realmente tenha concebido essa sandice e só foi… Read more »

Carvalho2008

Não existe opção . Ou equipamento Russo ou Chines, lembrem do quase monopolio ocidental dos assentos Martin Backer….

Amaury

Com os vetos britânicos às tentativas argentinas de reequipar sua força aérea, essa parceria seria excelente para a Argentina. A questão a ser superada seria interna, pois como boas e tradicionais forças armadas latino-americanas, sabemos que as FA’s argentinas são dominadas por oficiais mais preocupados com seus complexos de vira-latas, suas bem lapidadas cegueiras ideológicas e seu elevado grau de subserviência ao patrão do Norte. Mas diferente daqui eles têm as Malvinas na memória e talvez, apenas talvez, isso ajude-os a buscar essa alternativa. Seria uma novidade e tanto na região. Material confiável, testado, relativamente barato e acessível. Para quem… Read more »

Gabriel BR

Todo ano é assim !
E não vai dar em nada como sempre…

CESAR ANTONIO FERREIRA

Veja pelo lado bom: você pode se divertir com os repetidos lamentos dos “los hermanos”… No Youtube está lotado.
😀

Gabriel BR

Boa

Glasquis7

Isto abre um precedente importante pra uma corrida militar pela manutenção da egemonia na região.
É sabido que uma Argentina forte, é muito importante pra região mas, a constante beligerancia que está demonstra, quando tem poder, pode vir representar uma ameaça prós seus vizinhos.

Last edited 4 meses atrás by Glasquis7
Willber Rodrigues

Considerando-se as FA’s dos principais vizinhos argentinos ( Brasil e Chile ), não acho que a compra de alguns vetores russos ( caso essa compra vá mesmo em frente, obviamente ) vá alterar o equilíbrio de poder na região, ou criar uma corrida armamentista sul-americana…

Glasquis7

Não altera, mas ameaça. As ceboshitas com Su 30 são capazes de acreditar que são a força mais poderosa do mundo.

Eles, empurrados pelo seu próprio ego, são capazes de realizar as maiores sandices. Até de invadir as Falklands ou tentar uma aventura contra o Chile.

Eles com poder se tornam mito instáveis. Acham que poder é pra usar, não pra manter estátua.

Willber Rodrigues

Bom, caso essa compra deles vá mesmo em frente ( coisa que duvido ), se isso servir pro GF tupiniquim finalmente encomendar um segundo lote de Gripens, e servir pras 3 FA’s finalmente adquirirem um sistema AA minimamente moderno, então por mim, eles podem comprar até o SU-57.

Fabio Jeffer

Isso aí é richa de vizinhos caro amigo Glasquis chileno

Glasquis7

Sempre foi e continuara sendo. Mesmo assim, o problema está em que Argentina sonha com ser o eixo comando da egemonia na America do Sul, rivalizando com o Brasil e sempre tendo intereses e até algumas mágoas contra o Chile. Além do mais, nunca foram flor de. Se cheirar. Em 1982 rec beram achuda do Peru na guerra e em 1995 traíram o próprio, mesmo sendo garantes de paz, ao fornecer armas, deforma ilegal ao Equador. Assim tratam os aliados. Tudo uma questão de poder. Não se contentam com ser um país importante na região, querem ser o mais importante… Read more »

Rodrigo M

Hegemonia, Hegemonia, Hegemonia, com HHHHH não assassine a língua portuguesa.

Glasquis7

Desculpe, não sou nativo do idioma então cometo esses agravios com certa frequência.

Obrigado pela correção, no futuro escreverei “egemonia”.

Glasquis7

Lembrando a vc que o Brasil também é vizinho.

Welington S.

Não criará mas deixará a SA movimentada… principalmente em questões defesa anti-aérea. Não confio nenhum pouco nos ”hermanos.”

Saldanha da Gama

Eu concordo, estão de mãos atadas, tudo sucateado, mas na hora que se sentirem confiantes com sua força armada renovada, irão retornar com a beligerância, por territórios no chile e até daqui da região sul….

CESAR ANTONIO FERREIRA

Corrida militar?
Por causa de uma dezena de vetores, ou pouco mais?

Duvido muito.

Glasquis7

Nós sabemos que são apenas uma dúzia. Mas vai explicar a eles isso. Com muito menos já criaram caso com a Inglaterra. Imagina com 12 Su 30, acharão que sai os donos do céu na região.

JT8D

Glasquis, até compreendo sua apreensão por ser chileno. Mas eles também tem direito a ter uma força aérea. Além disso, uma dúzia de MIG 29/35 ou SU-30 não muda o equilíbrio de forças na América do Sul

Glasquis7

Não tenho aprensão nenhuma sobre uma guerra contra eles. Isso é algo com o que o Chile vem pensando há décadas. Seria uma boa oportunidade de resolver disputas territoriais e até permitiria a integração de territórios na região sul.

Apenas me incomoda o fato de ir pra guerra por causa de um bando de ceboshitas megalomaníacas de egobexaservado.

Fernando Turatti

até muda sim. Atualmente o equilíbrio é:
Brasil e Chile com uma força aérea, Argentina sem uma força aérea.
Com 12 MiG-29(afinal, já é maluco pensar neles com o caça leve, imaginem com o pesado) na Argentina o equilíbrio vira: Brasil e Chile com Força aérea… Argentina com uma pequena força aérea.
Não é o bastante pra bater de frente com os vizinhos, muito menos ainda com o Reino Unido… Mas já é algo. Já faz com que os vizinhos não pensem que aquilo é um espaço aéreo sem dono.

100nick-Elâ

Brasil com força área? equipado com F-5 e sem defesa área? vc tá brincando?

Cristiano de Aquino Campos

Deus te ouça, só assim para a região sair da letargia em que esta. Tem país que acha que nem precisa de forças armadas.

Cristiano de Aquino Campos

Obs. Se tal compra for feita, será para substituir material velho. Por tanto nào seria uma corrida armamentista. Um país que operou 48, hoje tem12 caças velhos compra 12 ou até 48vnovos, por mais superior que seja não e um fortalecimento para invadir. Agora, se eles compram 72 ou mais, já seria.

Glasquis7

O problema está no “importantemto histórico” da Argentina. Sempre que teve armamento, ameaçou seus vizinhos.

Saldanha da Gama

2!!!!!!!!!!!!

Carvalho2008

Sim, pois mais perigoso que sua beligerancia em si, seria seu papel do outro lado do muro financiado por russos ou chineses emncaso de aumento da guerra fria global.

Este é o real problema, os financiadores disto caso achem ter chegado o momento necessário.

Allan Lemos

Mesmo que a Argentina comprasse esses caças, ainda assim a posição do Brasil estaria muito confortável. 36 Gripens + Iris T + Micla Br + E-99 já é mais do que eles poderiam sonhar.

Glasquis7

Amigo, do jeito que está, a Argentina já está criando caso com Inglaterra e com o Chile. Imagina com 12 SU 30. O problema não está no risco de uma derrota ante Argentina mas sim, no inminente aquecimento das fronteiras. O comportamento histórico da Argentina tem sido peitar a comunidade internacional quando querem algo e agora, com essa história de plataforma continental, acham que tem discurso pra recuperar as Falklands e tomar território Chileno. Certamente perderiam ambas aventuras mas, criam tensões que demandam tempo, logística e dinheiro de cada nação. Exaservam o nacionalismo e com isso escondem ou pelo menos… Read more »

PauloOsk

O que voce ta falando eh a pura verdade…
Eh capaz deles acharem que sao uma potencia por terem miseros 12 cacas novos. Argentinos tem um ego inacreditavel.

Tutu

Duvido que venham a adquirir esses caças, a própria FAA já deixou claro no passado que não se interessa em vetores pesados, muito menos bi-motores devido ao elevado custo de manutenção.

Agora, olhando por outro lado, pense que caso eles comprem vão ser rainhas de hangar, o que não deixa de ser uma vantagem, tanto para o Chile como para o Brasil.

Flanker

Iris T? Tu quer ir pro dogfight? Não seria melhor BVR com o Meteor?

Allan Lemos

Sim, mas a FAB já confirmou a compra do Meteor para o Gripen?

Flanker

Pelo Que já li, Sim.

Jadson Cabral

A MBDA já

Nogueira

Quem faz embargos em aliados são os países da otan. Estados Unidos, Inglaterra, Canadá etc. Assim como fizeram com a Venezuela e Turquia vão jogar a Argentina no colo da Rússia e da China. São muito burros. Inglaterra se fodendo nessa. Não gosto dos armamentos russos, mas acho que o Brasil deveria usar armamentos deles, duvido que teria embargos. Brasil é a cereja do bolo no hemisfério sul e América latina tanto Rússia como China estão doidos para entrar aqui.

luiz jorge

Nogueira,
Seu comentário é extremamente lúcido.
Se não podem comprar no Ocidente compram de quem vende.
São burros mesmo.

Cristiano de Aquino Campos

E o que acho tambem amigo. O certo e desenvolver o que der aqui e comprar de fora da caixa o que precisamos. Os Argentinos não fizeram isso e se ferraram.

sergio ribamar ferreira

Concordo com o Sr.Nogueira. a cegueira infelizmente ainda rege na Defesa deste país. a Índia com problemas maiores compra o projeto e fabrica o material russo. A França tenta dar o calote para transferir tecnologia do Rafale e está se dando mal. A índia já encomendou mais aeronaves russas.

Up The Irons

É a única opção viável para a Argentina no quesito aeronave de caça de alto nível. Se eles terão como pagar, aí é outro assunto. Seria positivo se saíssem uns SU-30 pra eles, pois talvez, TALVEZ, incomodasse a FAB e acelerasse o processo de uma segunda encomenda de Gripen E…

Antoniokings

Seria outro patamar em relação às Forças Aéreas da região (considerando o Cone Sul e arredores).
Apenas o Brasil com o Gripen chegaria perto.
O Chile, seria colocado no saco.

Glasquis7

Meu caro, não é só ter, precisa ter tempo de treino e capacidade de operação. Duvido que a Argentina consiga isso antes do Chile tomar as suas devidas precauções. Assim que a Argentina formalize uma compra dessas, o Chile já terá a sua “carta na manga”. Sempre tem sido assim. País pequeno ameaçado, se previne muito antes de ter que enfrentar as consequências. Além do mais, caças não são suficientes pra ganhar uma guerra. O conjunto bélico do Chile é bem superior ao da Argentina na atualidade e suprir essa desvantagem demora anos. Com tudo, não deve ser uma vitória… Read more »

PauloOsk

Argentina ta no fundo no poco, nem com 12 su 30 chegam aos pes do que eh o Chile hoje.. vao demorar muitos anos pra chegar perto. O problema eh que com certeza vao comecar a procurar problema quando se sentirem “fortes”.

Fernando Turatti

Eu realmente me pergunto se você só quer zoar ou acredita nas coisas que escreve.

Coutinho

Pensei a mesma coisa. Nessa o Kings “nem chegou perto”. Acho que ele anda jogando muito DCS pra achar que um hipotético confronto entre o Chile e a Argentina seria um mano a mano entre F-16 e SU-30, sem aviões de apoio. Interessante que ele acabou negligenciando a Venezuela que tem SU-30.

Last edited 4 meses atrás by Coutinho
Fernando Turatti

acho que o mais divertido aí foi o Brasil “chegando perto” com um número 3x maior de gripens E, que são por si só aviões mais avançados, que só perdem para os Su-30 no quesito carga e alcance…
Chegar perto é o termo dele para “daríamos uma surra absoluta”.
Mesmo os chilenos de hoje já teriam uma força aérea melhor do que a Argentina com 12 Su-30 pela quantidade de F-16…
Parece um mundo alternativo… Ou um personagem satírico(que é o mais provável).

Antoniokings

O Chile tem cerca de 40 F-16, relativamente antigos.
Se não me engano, alguns são até de segunda mão.
Passaram por uma modernização, mas creio que estão muito longe de se oporem aos SU-30, que é uma aeronave muito mais capaz.

Fernando Turatti

São mesmo mais capazes… Mas tem o fator exportação, o que por si só já gera downgrades, além de ser pra Argentina. Eles não vão voar o que tem de melhor na Rússia!
Dito isso, mesmo que fossem os Su-30 padrão, ainda não são exatamente o suficiente para mais do que o triplo de F-16 modernizados.
A Argentina primeiro precisa COMEÇAR a ser capaz de fazer agressores pensarem duas vezes, depois disso aí sim cogitarem algo pra dar medo.

Glasquis7

Não, o Chile tem 46 F 16 DOS QUAIS 10 SAO Block 50/52 já modernizados e 36 MLU Atualizados ao padrão 45. Todos eles operando com capacidade BVR e mísseis AIM 120 AMRAAM C7. Sem dúvida os SU 30 são superiores mas não tão superiores assim. Além do mais. As ceboshitas não tem experiência nem com os caças, nem com combate em arena BVR o que resulta numa enorme desvantagem já que os pilotos chilenos estão muito bem treinados e adaptados, tão aos caças quanto à arena BVR. Como disse antes, a guerra não e vencida na base do “Lacrei”… Read more »

Agnelo

Prezado Glasquis 7 Não sei se é do seu conhecimento, mas a Força Aérea chilena desenvolveu, na década de 70, uma doutrina muito particular de combate aéreo. Perdeu aeronaves e bons pilotos por conta disso, mas se tornou invencível no seu céu, utilizando os Andes para combater “como se infantaria fosse”. Voam muitissimo perto “da pedra”, e saem no momento certo, retornando para a proteção desta. Com os F-5 não modernizados, deram muita surra em aeronaves muito superiores de forças muito bem treinadas. Sinceramente, dotados do F-16 50/52, com o AMRAAM C7, a Força Aérea Argentina, mesmo com o Su-30,… Read more »

PauloOsk

Eh um personagem.. pelo menos eu entendo esse camarado assim. haha

Antoniokings

Se perceber, eu escrevi ‘Cone Sul’ e arredores, o que restringe a região a Argentina, Chile, Brasil, Uruguai e até o Paraguai.
E outra.
Contra a Venezuela, que tem F.A.numerosas, bem equipadas e bem treinadas seria ainda mais complicado.

Flanker

Bem treinadas???

Allan Lemos

“bem equipadas e bem treinadas”

kkkkkkkkkkkkkkk

fabio mayer

kkkkkk “bem equipadas e bem treinadas”…kkkk só não são bem alimentadas!!! ahahahahahahah!

Tutu

Lembrando que o Chile tem um AEW&C, o que sem dúvida dá uma bela vantagem.

Saldanha da Gama

Chegaria perto? Puxa Kings, erramos feio no FX

Antoniokings

Não erramos feio, mas para o Su-30 ainda tem uma significativa diferença.

Saldanha da Gama

Então meu caro e sds tricolores, erramos feio sim, porque a frente do su30 tem o su35 e hipoteticamente o su57….Sinceramente acho em pé de igualdade com o su35 e o diferencial seriam os pilotos e os awcs. Abraços

Fabio Araujo

Os argentinos querem caças monomotores por serem de manutenção mais barata, e isso dificulta os caças russos! Outra coisa o SU-30SM é caro, o MIG-29 é mais barato, mas não tem um bom histórico de combate e é inferior.

Antoniokings

De onde vc tirou isso?
Países grandes e com questões estratégicas importantes como Índia e Egito, estão comprando Mig-29s em boas quantidades.

Fabio Araujo

Os Mig29 foram feitos para exportação era o caça que os países da cortina de ferro tinham já que os SU-27 não eram exportados, os sensores sempre foram inferiores aos sensores dos SU-27 e se sua família, são bons caças mas onde enfrentaram combate não tiveram bons históricos, as modernizações melhoraram, eles possuem radares mais potentes e podem lançar os mísseis BVR mais novos da Rússia mas ainda são inferiores aos SU-30!

Cristiano de Aquino Campos

Por sua analise, os Chineses com o J-10c seriam mais indicados.

Fabio Araujo

O JF-17 sino-paquitanês ou ou o FTG2000G chinês já que o FA-50 esta fora por pressão inglesa! Os argentinos precisam de caças supersônicos que não sejam caros, depois se recuperarem a economia podem investir em caças de primeira linha!

Gabriel

O Cmt da Força Aérea Argentina também se reuniu com um embaixador do Império Galáctico.

Na pauta estava uma possível cooperação técnico-militar e negociação para a venda de TIE Interceptor e Tie Defender.

Glasquis7

Por favor. Depois que Han solo recuperou o Milenium Falcon ,os Tie Fighter não tem mais chance.

RICARDO

Eu contataria logo o Capitão Picard e pediria a ele para interceder junto à Federação para enviarem a Enterprise. Bastam dois phótons e tomam as Falklands, opssss, Malvinas, em segundos !!! E depois habitaria a ilha com Borgs para nenhum humano chegar perto (você será assimilado, resistir é inútil) …

Saldanha da Gama

Já eu contrataria a 7 de 9….

Johnny

Alguem ai identificou o caca inclinado noventa graus, ao lado do navio? Seria uma gravura da epoca da guerra de 82?

Johnny

Galante, vc é melhor do que a “tecla SAP”, traduz até fotografia. Eu li que eles eram presa fácil para os harrier se voassem a baixa altura. Provavelmente esse epísódio da foto deve ter se dado antes da FAA ter tido essa constatação,

Fabio Araujo

O Camboja esta para receber os FTC-2000G que compraram da China e esses são mais baratos e podem cumprir a função que a Argentina quer e são supersônicos.

Filipe Prestes

Para eles seria uma opção viável mesmo, ainda mais barato que o JF-17.

CESAR ANTONIO FERREIRA

A Rússia está vendendo e não doando, portanto, não acontecerá…

Sério: A FAA procura vetores monomotores. Dificilmente concretizará material russo. É mais fácil uma opção chinesa…
De qualquer maneira, vamos aguardar…

Last edited 4 meses atrás by CESAR ANTONIO FERREIRA
Juan

Aquí en mi país Argentina no podemos mantener en vuelo ni una docena de viejos A-4AR Fightinghawk, ni siquiera podemos reemplazar los viejos Fokker F-27 y F-28, ni hablar de la inspección mayor de los dos helicópteros Mi-171E para la que se tardó muchísimo en conseguir la asignación del dinero necesario.

Y vienen a hablar de Su-30SM y toda la parafernalia? Por favor…

Filipe Prestes

Por esta razón solo quedan las opciones chinas. Seria una patada en la piña

Fernando Turatti

As forças armadas sulamericanas tem esse costume feio de não manterem nem o que tem, mas sonharem com o que não tem.
O Brasil tá aí, jogando dinheiro pra cima em um submarino nuclear enquanto não somos dignos sequer de fazer manutenção geral dos nossos atuais submarinos convencionais de meia idade.

leonidas

Se os Hermanos tiveram um mínimo de juízo vão aceitar a proposta Russa.
Pode esquecer qualquer caça ocidental pois além de não terem grana haverá o embargo britânico sempre.
Já que eles tem um parasita peronista no presidência ao menos para isso ele sirva né? rs

Davi Pinheiro

Os argentinos finalmente estão acordando. Já deviam estar operando caças russos desde os anos 90. Ou você mantém a reivindicação sobre as ilhas, ou opera material ocidental. Os dois não dá

Barak MX para o Brasil

Esses MiG-29 e Su-30 são para encobrir a compra de 32 caças Su-57 pela Argentina. Dizem que também vão comprar algumas baterias de S-400 com transferência de tecnologia.

Glasquis7

???

Barak MX para o Brasil

Ironia meu caro.

Filipe Prestes

Se S-400 tb for marca de bateria AAA eles vão mesmo

Marcelo

ficariam bem com o Yak-130 e o Su-30! Mig-29 eu não compraria…

Teropode

Uns 30 SU30 não seria nada mal , no dia que forem despachados para a Argentina aproveitem o frete e tragam 12 SU 34 para nossa marinha .

Vitor Hugo

Nossa, os caras já estão torcendo por uma guerra entre a Argentina e a Inglaterra! Quanta falta de noção. Os moradores da ilha não querem sair da soberania inglesa e os argentinos deveriam aceitar isso. E parem de pensar em guerras.

Marcio

Fico abismado lendo alguns comentários aqui, gente sem noção é pouco.. falam em guerra com uma facilidade e não pensam nas consequências da própria.

Douglas

Os moradores devem sair da ilha rouba e devolver para seu dono.

Salomon

De maneira um tanto canhestra, nossos vizinhos estão se movendo. Como bem percebido pelos ilustres foristas abaixo, Rússia e China são alternativas.
Mas colocaria num teatro mais amplo. Vacinas, pesca, carne e grãos, base naval amiga no AS e mais coisas fazem parte de um todo complexo, para o qualo Brasil deve estar voltando seus olhares, sem dúvida.

marcos

os Argentinos estão sem dinheiro ! pais quebrado, vão tirar grana de onde ? kkkkkk

DOUGLAS TARGINO

Que saia o mais rápido 18 aviões, seja qual for! Aquele país precisa do mínimo para se proteger, como qualquer outro!

Andre

Os russos são realmente muito bons de propaganda. Esse mig29 tomou cacete em todo conflito em que envolveu e ainda tem gente que acha que presta e sempre põe a culpa no operador.

Seria melhor eles irem de algo chinês ou mesmo o jf17.

sub urbano

Eu acho que a Argentina irá de J-10… eles estão mais proximos do que nunca da China. Os argentinos são chatos, não aceitariam o JF17 ainda mais com Brasil operando Gripen do lado deles. Já os produtos russos não encaixam na doutrina deles e pobres do jeito que estão fica difícil adaptar tudo.

Fabio Araujo

A questão é dinheiro, seria melhor investirem num caça mais barato para voltar a ter um vetor de defesa supersônico e depois quando a economia melhorar comprar um caça de primeira linha!

Luís Henrique