terça-feira, junho 22, 2021

Gripen para o Brasil

Pilotos de caça da FAB iniciam curso da aeronave Gripen na Suécia

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Capacitação ocorre em Såtenäs, na Suécia, e integra a implantação do novo caça na Força Aérea Brasileira (FAB)

Quatro pilotos do Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1º GDA) – Esquadrão Jaguar iniciaram, no dia 18 de janeiro, a formação operacional da aeronave Gripen, em Såtenäs, na Suécia, onde está situada a F7 Wing, base da Força Aérea Sueca. No local, ocorre a formação de pilotos na aeronave JAS-39 Gripen C/D. Ao todo, dez pilotos da Força Aérea Brasileira (FAB) realizarão a formação operacional ao longo de 2021.

Os futuros pilotos do F-39E Gripen realizarão o Convertion Training (Treinamento de Conversão) e o Combat Readiness Training (Treinamento de Prontidão para Combate) nas aeronaves JAS-39 C/D da Força Aérea Sueca. Após a capacitação, retornarão para o 1° GDA, situado na Ala 2, em Anápolis (GO), para dar continuidade à implantação operacional do F-39 Gripen, que tem data de recebimento prevista para outubro desse ano.

O Comandante do 1° GDA, Tenente-Coronel Aviador Leandro Vinicius Coelho, destaca que o início da formação operacional de pilotos de F-39 Gripen é um marco importante e decisivo no processo de implantação dessa aeronave na FAB. “Esses pilotos de caça foram previamente selecionados e preparados para este momento. Estão prontos para iniciarem o curso e, certamente, irão representar bem o nosso País e a Força Aérea Brasileira nesta nobre missão”, disse.

Futuro piloto do F-39E Gripen e integrante da primeira turma da capacitação, o Major Aviador Vítor Cabral Bombonato, sintetizou o momento. “O início do curso significa mais um passo importante no processo de implantação. A aeronave está cada vez mais próxima da atividade-fim da Força: o emprego operacional. Para nós, esse momento é motivo de muito orgulho”, afirmou.

O Comandante da Ala 2, Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez, complementou. “Esse momento é de suma importância não apenas para nossos quatro Oficiais Aviadores, mas para toda uma equipe que trabalhou e ainda trabalha na capacitação de nossos profissionais e na implementação da infraestrutura necessária para o recebimento dos novos aviões F-39E Gripen”, concluiu.

O primeiro Saab F-39E Gripen da FAB

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

30 Comments

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo

Que excelente notícia!

Gilson

Boa sorte aos quatro pioneiros que: desde já entraram para a história da FAB, e quando retornarem ao Brasil, estarão preparados para o combate aéreo e qualquer eventualidade que venha ocorrer ou missaões a cumprir.

Marcelo Andrade

Serão os Satenas Boys!!! Em referência aos Dijon Boys que foram treinar no Mirage III na França em 1972!!

Veiga 104

Bom dia a todos. Uma pergunta apenas por curiosidade. O comandante do primeiro grupo de defesa aérea não deveria fazer parte do grupo ? Afinal ele irá comandar o GDA e ( acho ) tem que ter conhecimento igual ou superior aos seus comandados. Peço desculpas pela pergunta de leigo. Gostaria apenas de saber como funciona.

Mussolini

Comandante de esquadrão fica no máximo dois anos nessa função. Não vale a pena o investimento sabendo que ele sairá no final do ano.

Veiga 104

Bom dia Mussolini e agradeço a resposta. Entendi o que vc falou, perfeito. Mas imaginava que um comandante de um grupo de transporte por exemplo teria por obrigação ter todos os conhecimentos sobre as aeronaves de transporte e assim por diante.

Flanker

Talvez o atual comandante saía no final desse ano, dois meses após o recebimento dos primeiros F-39.

Sim

Um comandante de esquadrão não necessariamente precisa voar todos os projetos de uma unidade. A função primordial dele é comandar a unidade como um todo e não simplesmente no ar. E como disseram a vida útil de um comandante é de 2 anos na unidade. Vale muito mais a pena investir em Capitães que ficarão mais uns 4 anos na unidade e poderão repassar os conhecimentos para os próximos pilotos.

Last edited 4 meses atrás by Sim
Rinaldo Nery

Exato. Chuto que o próximo cmt será o Pascotto ou o Fornéas.

Gabriel BR

Excelente noticia !

BVR

Definitivamente é um programa grandioso, visto as complexidades e especificidades envolvidas, que o Brasil precisa manter em movimento. Espero que as mentes que pensam o Brasil estrategicamente continuem a prevalecer nas 3 forças. A defesa ganha, a economia ganha, os institutos de pesquisa ganham, o Brasil ganha.

Marcelo Andrade

Exato, mas tem gente que só ve o ” copo meio vazio” !

João Ricardo

Alguém sabe quantos Gripens o Brasil receberá esse ano?

Flanker

Pelo cronograma, 4.

Funcionário da Petrobras

Já estão na linha de montagem?

JT8D

Interessante o o Viggen ali atrás na foto. Achava que já estavam totalmente fora de serviço

Flanker

Deve ser usado em testes e ensaios em voo. Operacionalmente, não equipam nenhuma Unidade.

FABRÍZIO AMORIM DE MENEZES

Fala-se em pioneiros.
E os pilotos Carlos Pascotto e Ramon Fórneas, não integram o GDA? Esses já tiveram formação na Suécia, salvo engano, desde 2018.

Ted

Desde 2015

Rinaldo Nery

Não. estão em Brasília, acho que no COMPREP ou COMAE.

Ted

Sr.Nery, pergunta:
Serão instrutores para novos pilotos?

Rinaldo Nery

Esses 10 com certeza. Assim como fui um dos primeiros instrutores de E/R-99 na FAB.

FABRÍZIO AMORIM DE MENEZES

E não serão aproveitados de qq forma?

Como fica o investimento aplicado neles e todo o conhecimento adquirido? bem que, já sendo majores, podem voltar como cmt da unidade em um futuro próximo.

Rinaldo Nery

Os dois primeiros? Sim. Acho que, pelo menos um, será cmt da UAE.O outro pode servir na Ala.

FABRÍZIO AMORIM DE MENEZES

Obrigado, Cel Nery.

horatio nelson

repetindo a história dos dijon boys!

Marcelo Andrade

Isso!!!

WILSON AGRA MARAPODI

É motivo de orgulho para todos os Brasileiros e em especial para os Brasileiros Patriotas, a informação de que nossos pilotos encontram-se em preparação para usarem nosso mais novo meio de defesa e proteção e ataque de nossa Grande Nação. Um bravo zulu e um senta pua e um selva para nossos bravos pilotos de caça da nossa Força Aérea Brasileira. Parabéns Comandante Bermúdez. Sempre em pé e à ordem!

Rinaldo Nery

T.´.F.´.A.´.

José Candido de Oliveira Filho

Segundo ditos populares os pilotos Israelenses e os Brasileiros são os mais admirados, respeitados e temidos do mundo.

Reportagens especiais

Infográfico: História dos aviões de combate a jato da URSS e Rússia

A evolução dos aviões de combate russos na disputa pela liderança tecnológica com o Ocidente No infográfico acima de autoria...
- Advertisement -
- Advertisement -