quinta-feira, junho 24, 2021

Gripen para o Brasil

Drone Avenger carrega o Legion Pod pela primeira vez

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Em um teste de vôo recente, a General Atomics Aeronautical Systems, Inc. (GA-ASI) integrou um Legion Pod da Lockheed Martin em uma aeronave remotamente pilotada (RPA) Avenger demonstrando capacidades aprimoradas de detecção autônoma para uma aeronave não tripulada.

Levando menos de três meses para a integração do Legion Pod passar do conceito ao voo, o teste de voo cativo de 90 minutos verificou as interfaces mecânicas e a segurança aerodinâmica de voo da aeronave.

“Nossa demonstração de voo revelou as capacidades de reação rápida do RPA Avenger”, disse J.R. Reid, vice-presidente de desenvolvimento estratégico da GA-ASI. “Desde a implementação da arquitetura de software e hardware até a integração do sensor, o Avenger é uma ótima plataforma para fornecer recursos essenciais.”

O sistema infravermelho de busca e rastreamento (IRST) do Legion Pod fornece detecção passiva de alta fidelidade e rastreamento de alvos ar-ar em ambientes com radar negado. Voos de continuação adicionais estão planejados para 2021.

“A integração bem-sucedida do Legion Pod no RPA Avenger é uma prova da flexibilidade do sistema Legion Pod de uma aeronave de caça a uma aeronave não tripulada, o que significa que o Legion Pod provou que suas capacidades podem ajudar nossos combatentes e mantê-los à frente das ameaças”, Disse Kenen Nelson, diretor de Fixed Wing Sensor Programs at Lockheed Martin’s Missiles and Fire Control. “Estamos entusiasmados em ver como nossos sistemas IRST21 serão integrados em outras plataformas não tripuladas.”

DIVULGAÇÃO: General Atomics

- Advertisement -

4 Comments

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo

qual a utilidade de integrar esse pod a um UAV de baixa velocidade? Irao equipar esses UAVs com misseis ar-ar?

MestreD'Avis

Alta autonomia de voo, baixa assinatura radar e capacidade de carregar armamento ar-ar interna e externamente
Apesar da baixa velocidade, são capazes de atingir velocidades de 700km/h e um tecto de 50,000ft.
Coloca meia duzia deles armados com 4 AIM120 cada umas dezenas de km em frente aos Reabastecedores ou AWACS e tem uma linha de defesa barata e “dispensável”

groosp

Deve ser apenas para teste.

Wilson

Coloca ele em rede e você consegue uma boa consciência situacional antes mesmo da chegada de seus caças.

Reportagens especiais

Roll out do Gripen E: vídeo da Saab e fotos do Poder Aéreo

- Fernando "Nunão" De Martini Acima, vídeo disponibilizado pela Saab mostrando o ponto alto da cerimônia de roll-out (apresentação) do primeiro...
- Advertisement -
- Advertisement -