terça-feira, junho 22, 2021

Gripen para o Brasil

FAB transporta cilindros de oxigênio para o Amazonas

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Aeronaves decolam da Base Aérea de São Paulo com cilindros de oxigênio para Manaus (AM)

Em continuidade à Operação COVID-19, duas aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram da Base Aérea de São Paulo, em Guarulhos (SP), nesta quinta-feira (14), com mais de 18 toneladas de cilindros de oxigênio líquido, que serão utilizados por hospitais no atendimento a pacientes da COVID-19, no estado do Amazonas.

As aeronaves são operadas pelo Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1º GT) – Esquadrão Gordo. Uma decolou na madrugada desta quinta, 1 hora da manhã (horário de Brasília), e pousou na Ala 8, em Manaus (AM), às 6h30. A segunda, decolou às 20h27, com previsão de chegada às 2 horas (horário de Brasília), desta sexta-feira (15), em Manaus (AM). A bordo, mais seis cilindros.

Ainda está previsto o engajamento de outras aeronaves da FAB, que somarão esforços no Transporte Aéreo Logístico para Manaus (AM).

O Comando da Aeronáutica está dedicando permanentemente o esforço do seu efetivo e de suas aeronaves 24 horas por dia e 7 dias por semana em atendimento às necessidades da sociedade brasileira no enfrentamento à pandemia da COVID-19.

A FAB tem atuado na Operação COVID-19, realizando missões de transporte em todo o território nacional, as quais foram intensificadas recentemente para a cidade de Manaus. O transporte aéreo exige uma logística complexa e que, durante o período de pandemia, envolve o trabalho coordenado de diversos órgãos.

O Comandante do C-130 Hércules que realizou a primeira missão, Capitão Aviador Gláuber Leonardo Lança, disse que representar a Força Aérea nesse momento é uma honra para os tripulantes do Esquadrão Gordo. “Participar da missão de ajuda à sociedade manauara, levando condições para que as pessoas possam enfrentar essa pandemia, é muito gratificante. Sabemos que isso pode aliviar o sofrimento de inúmeras pessoas”, comentou.

Um dos pilotos da segunda aeronave, Tenente Aviador Lucas Piccinini, destacou o orgulho de participar de tal missão. “É uma missão muito importante para todos os brasileiros, principalmente para a população de Manaus. Estamos aqui, prontamente, atendendo a sociedade brasileira”, afirmou.

Operação COVID-19

A Operação COVID-19, coordenada pelo Ministério da Defesa, mobiliza militares por todo o Brasil. Homens e mulheres das Forças Armadas atuam no enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus, em apoio à população.

As ações envolvem descontaminação de espaços públicos, doações de sangue, transporte de medicamentos e equipamentos de saúde, entre outras.

Na execução dessas atividades, os militares atuam organizados em 10 Comandos Conjuntos que cobrem todo o território nacional, bem como no Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE). Esses Comandos reúnem militares das três Forças (Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira), que desenvolvem esforços no cumprimento das missões.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

21 Comments

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriel

Excelente.

Parabéns a todos envolvidos, direta e indiretamente.

Uns dias atrás um cantor/compositor, de uma música só, questionou a existência das Forças Armadas brasileiras.

Nada como um dia depois do outro.

Mas é claro que esse tipo de ação ele não comenta, enquanto fica fumando maconha com seus amiguinhos.

Renato B.

Release meio fraco, não? A questão essencial não citada foi: Quanto oxigênio a FAB está enviando agora e quanto ela tem capacidade de enviar?

Segundo matéria da própria EBC (do governo federal) a demanda de Manaus está em 70 mil metros cúbicos diários devido ao Covid-19. E convenhamos, a demanda é tudo menos uma surpresa, então todo mund devia ter se preparado.

Assim, o que está sendo feito com esses vôos vai ter impacto real ou apenas suprir algumas horas para os asfixiados de Manaus?

Mayuan

Não é não. O release é da FAB e a ela cabe transportar o que lhe ordenam, não opinar nesta questão que já está pra lá de politizada.

Renato B.

A quantidade de oxigênio a FAB consegue transportar para Manaus não é importante? Nesse momento? Isso é informação essencial e é técnica.

Ou tem algum “camarada comissário” que acha melhor guardar essa informação para proteger a “segurança nacional”?

Kemen

Chegamos a esse ponto da pandemia pela desinformação desde o inicio, me revolto com as colocações que foram feitas desde o inicio “uma gripezinha”, para que fechar as escolas, para que fechar o comercio, é a luta entre o mercantilismo economico politico e a vida humana. Outro dia encontrei um conhecido no supermercado, disse que não iria tomar vacina chinesa, que era mentira o numero de mortos. Fiquei pensando “mais um que acreditou nos fakes que por ai circulam”. O que mais dói é que essas pessoas só se darão conta da realidade quando o óbito de parentes os atingirem.… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Kemen
Mayuan

É um fator contribuinte sem dúvida mas não se pode descartar ou deixar de mencionar o carnaval que não foi cancelado, os inúmeros políticos municipais e estaduais burlando licitações ou desviando verbas, o fogo no rabo das pessoas de irem pra rua e etc.

Flanker

Quanto tempo um navio leva desde a região sudeste até Manaus? Se no início da percepção de que faltaria oxigênio, tivessem enviado um navio, ou mais de um, com centenas e centenas de toneladas para lá, não precisaria dessa ponte aérea nessa intensidade……mas, planejamento nunca foi o forte dos brasileiros.

JSilva

Se tem alguém que me decepcionou nesse governo são os militares.

Emprestaram sua reputação para garantir credibilidade e capacidade de gestão a esse governo e estão se mostrando incapazes e incompetentes. Tudo isso está acontecendo, envergonhando o Brasil perante o mundo, na gestão do Ministro da Saúde que é militar da ATIVA, da INTENDÊNCIA e que servia em Manaus.

Além de permitirem, em várias ocasiões, serem humilhados por um presidente que foi “expulso” do Exército brasileiro por planejar explodir bombas em quartéis.

Mayuan

Se tem alguém que não tem culpa nesta crise sanitária são os militares.

Agnelo

Procure no Portal da Transparência quanto $$ o GF mandou pro Estado do Amazonas e pro Município de Manaus e vc entenderá….. ou melhor… não entenderá….

MATHIAS

Governador de Manaus não era um que fazia arminha mão e frequentava o culto do pastor Everaldo junto com o Mandrião

Last edited 5 meses atrás by MATHIAS
Jacinto

Não adianta o governo mandar dinheiro para comprar algo que não existe. O problema em Manaus não é de recursos para adquirir oxigênio medicinal que é um insumo barato. O problema é que a indústria de lá está configurada para abastecer uma demanda que é 1/3 da demanda atual. E como não se adquire capacidade de produção em algumas semanas, o problema é: não tem oxigênio medicinal na região, e o transporte de oxigênio 99% pressurizado é complicadíssimo. Neste percentual de pureza, oxigênio queima qualquer coisa – foi um dos motivos do desastre da Apolo I. Em suma: o problema… Read more »

Manock

Governo assassino recheado de militares incompetentes!!!

Se o tal do Pazuello, general da ativa, é especialista em logística e estamos nessa bagunça, imagina se estivéssemos em guerra???

Precisamos refundar as escolas de formação das FFAA… só formam milicos fisiológicos, corporativistas e incompetentes.

Paulo Costa

As fotos dos cilndros de oxigenio sendo embarcados,mostra um cilindro maior
,deve ter mais pressão pra manter as linhas de oxigenio do hospital.
Pela manhã ouvi uma entrevista no radio ,o governador do amazonas,dizendo que o secretario de saude ou um funcionario,cancelou a compra de mais oxigenio,e por isto a crise.O reporter perguntou,mas tem que responsabilizar
quem que fez isto,e o governador,estamos verificando o que houve ou quem foi.Vamos aguardar,afinal hospitais foram desmobilizados no pais afora.

MATHIAS

são 50 mil metros cúbicos dia fora a tara dos cilindros, acho que no mínimo umas 5 viagens por dia vai precisar

Willber Rodrigues

Uma coisa que não vejo ninguem falando: To vendo muita gente tratando o que está acontecendo atualmente em Manaus como um “caso isolado”, ou como se Manaus ficasse distante, num recanto eo continente africano. Nesse momento Manaus tá sendo vitimada por um surto da nova variante do Coronavírus, ainda mais agressiva e ainda mais contagiante. É apenas questão de ( pouco ) tempo até essa variante do vírus se espalhar até o resto do país. Ou o ilustríssimo general que, atualmente, ocupa o cargo de Min. da Saúde e o chefe dele, além dos governadores/prefeitos, comprem logo seringas e agulhas… Read more »

Flanker

A nova variante tão comentada do coronavirus NÃO É mais agressiva!! Ela É sim, mais contagiosa, mas não mais perigosa.

Renato B.

Até o momento se acredita que ela seja menos letal, porém como é mais contagiosa o problema de sobrecarga do sistema de saúde tende a piorar. E é exatamente o que está acontecendo em Manaus.

Jacinto

Quando vemos esta situação percebemos a falta que faz à FAB ter cargueiros mais “parrudos”…

Renato B.

Como uns certos 767? Imagino que em configuração de carga eles fariam muita coisa. De qualquer forma o setor privado provavelmente consegue fazer isso. Tanto que iam mandar um avião da Azul para a Índia.

Reportagens especiais

John Boyd, o piloto de caça que mudou a arte do combate aéreo

A foto acima mostra os dois caças que foram projetados segundo as ideias de um piloto chamado John Boyd....
- Advertisement -
- Advertisement -